Você está na página 1de 14
Introdução à tupia elétrica portátil
Introdução à
tupia elétrica portátil
Introdução à tupia elétrica portátil O que é, e quando usar Como escolher tupias e
Introdução à tupia elétrica portátil
O que é, e quando usar
Como escolher tupias e bits
Recomendações quanto ao uso
Introdução à tupia elétrica portátil O que é, e quando usar Como escolher tupias e
Introdução à tupia elétrica portátil
O que é, e quando usar
Como escolher tupias e bits
Recomendações quanto ao uso
Introdução à tupia elétrica portátil O que é, e quando usar A tupia elétrica portátil
Introdução à tupia elétrica portátil
O que é, e quando usar
A tupia elétrica portátil é um equipamento de usinagem, destinado à execução de cortes usando
uma ferramenta de arestas afiadas – a fresa, ou bit.
É constituída por um motor que tem, numa das pontas de seu eixo, uma pinça (também
chamado de colar) que permite o aprisionamento das ferramentas de corte. Estas, por sua vez,
podem assumir infinitos perfis, produzindo infinitas formas quando da usinagem.
Trata-se de um dos mais versáteis – senão mesmo o mais versátil – dos equipamentos
empregados na marcenaria, devido à imensa variedade de opções de usinagem que pode ser feita
com ela, com a capacidade até de se fazer passar por quase todas as máquinas. Ela corta, fura, faz
contornos, abre canais … é, enfim, um equipamento multiuso, indispensável.
Introdução à tupia elétrica portátil O que é, e quando usar Como escolher tupias e
Introdução à tupia elétrica portátil
O que é, e quando usar
Como escolher tupias e bits
Recomendações quanto ao uso
Introdução à tupia elétrica portátil Como escolher tupias e bits As tupias de boa qualidade
Introdução à tupia elétrica portátil
Como escolher tupias e bits
As tupias de boa qualidade não são, em geral, equipamentos de preço baixo. Em função da sua
relativa sofisticação, das forças envolvidas durante seu uso, e da necessidade de que produzam
usinagens de qualidade, vale a pena investir em bons equipamentos.
Há dois tipos de tupia : as fixas, e as móveis - estas, também chamadas de tupias de coluna (as
tupias “robozinho”).
As fixas têm a desvantagem de não permitir a variação da profundidade de usinagem durante a
operação – ou seja, uma vez fixada a profundidade, ela não deve ser alterada durante a operação.
Em compensação, são menores, mais leves, mais fáceis de operar, mais estáveis por terem menor
altura (centro de gravidade mais baixo), e permitem o uso com apenas uma das mãos.
Introdução à tupia elétrica portátil Como escolher tupias e bits (continuação) As tupias de coluna
Introdução à tupia elétrica portátil
Como escolher tupias e bits (continuação)
As tupias de coluna dispõem de um mecanismo que permite o ajuste da profundidade de usinagem durante a
execução da operação – o que, obviamente, é uma vantagem, especialmente quando é necessário iniciar uma
usinagem no meio de uma peça. Como desvantagem, são mais pesadas, exigem o uso das duas mãos durante a
operação, e têm preço mais elevado.
No exterior, são encontrados kits que permitem o uso do motor da tupia tanto numa base fixa, como numa base
de coluna.
Recomendações quanto à compra :
- se houver disponibilidade de recursos, tenha uma tupia fixa e uma de coluna. Se não, adeque sua escolha à
maior frequência do tipo de trabalho que você vai executar. Se for, por exemplo, trimar fórmica com grande
frequência, prefira uma tupia fixa. Se você for fazer rasgos para encaixe furo espiga com frequência, melhor uma
tupia móvel. Na dúvida, opte por uma tupia fixa;
Introdução à tupia elétrica portátil Como escolher tupias e bits (continuação) - - se sua
Introdução à tupia elétrica portátil
Como escolher tupias e bits (continuação)
- - se sua compra for de uma tupia para todos os usos – ou seja, usinagens de madeira e MDF,
fórmica, etc., sejam elas leves ou pesadas – procure comprar uma máquina com potência igual
ou superior a 2 CV (~ 1.500W);
- - para que se obtenha boas usinagens, é muito interessante que os eixos das fresas tenham o
maior diâmetro possível, a fim de evitar trepidações e deflexões da ferramenta. Assim, tupias
com colares que suportem ferramentas com diâmetro do eixo de pega de 6 mm, ¼”, 8 mm e 12
mm são uma ótima escolha;
- - em relação às tupias de coluna, verifique a estabilidade do equipamento quando da descida do
mesmo, sua máxima profundidade de deslocamento na descida (profundidade de usinagem), e a
disponibilidade e funcionamento do parafuso de ajuste micrométrico;
Introdução à tupia elétrica portátil Como escolher tupias e bits (continuação) - - se você
Introdução à tupia elétrica portátil
Como escolher tupias e bits (continuação)
- - se você dispuser de recursos, compre uma máquina que disponha de regulagem da velocidade
de rotação do eixo;
- - prefira bits de carbide (carboneto de tungstênio) aos de aço rápido, já que eles apresentam
vida maior;
- - para um dado diâmetro de usinagem e perfil da ferramenta de corte, prefira aquela com o
maior diâmetro possível do eixo de pega;
- - pense sobre as usinagens que você faz frequentemente. É melhor comprar uma fresa de boa
qualidade, que você usa com frequência, do que um jogo com um bilhão de fresas que você
raramente usará, a menos de uma delas – e que terá qualidade inferior à fresa citada
anteriormente;
Introdução à tupia elétrica portátil Como escolher tupias e bits (continuação) - - quanto maior
Introdução à tupia elétrica portátil
Como escolher tupias e bits (continuação)
- - quanto maior o número de arestas de corte, melhor a qualidade do corte;
- - escolha a fresa certa para cada trabalho (economia);
- - prefira fresas com perfis de corte angulados (como as espirais) às de perfis de corte reto;
- - na hora de comprar uma fresa, faça o teste do lápis. Passe o grafite de um lápis sobre a aresta
de corte e verifique se ele desliza suavemente. Se ele “enroscar”, por menor que seja o “enrosco”,
é sinal de que a aresta de corte tem problemas, e a fresa não deve ser comprada;
- - fresas com recobrimento têm menor tendência a acumular material.
Introdução à tupia elétrica portátil O que é, e quando usar Como escolher tupias e
Introdução à tupia elétrica portátil
O que é, e quando usar
Como escolher tupias e bits
Recomendações quanto ao uso
Introdução à tupia elétrica portátil Recomendações quanto ao uso - - Com a máquina desligada
Introdução à tupia elétrica portátil
Recomendações quanto ao uso
- - Com a máquina desligada da tomada, prenda a fresa corretamente (assentar tudo e subir 3 mm) ;
- - Regule a velocidade de rotação adequada, de acordo com o diâmetro da fresa :
- . até 25 mm : 24.000 rpm;
- . de 25 a 50 mm : 18.000 rpm;
- . de 50 a 60 mm : 16.000 prm;
- . de 60 a 80 mm : 12.000 rpm;
- - Usinagens com bits acima de 25 mm : fazer em mesa, com tupia invertida, e não a mão livre, devido
às forças envolvidas;
- - Nas usinagens de perfis em tampos, usine primeiro os topos (usinagens transversais às fibras), e
depois as laterais (usinagem com as fibras);
Introdução à tupia elétrica portátil Recomendações quanto ao uso - - Tenha a peça rigidamente
Introdução à tupia elétrica portátil
Recomendações quanto ao uso
- - Tenha a peça rigidamente fixada, ou a tupia rigidamente fixada;
- - Use uma baixa velocidade de deslocamento da tupia ou, no caso de estar usando a tupia invertida,
uma baixa velocidade de alimentação (velocidade de deslocamento da peça), para evitar trepidações;
- - Movimente a tupia no sentido inverso ao da rotação do eixo, devido ao risco de se perder o controle da
máquina devido à “puxada” da ferramenta de corte;
- - Procure usinar, sempre que possível, acompanhando o sentido das fibras;
- - Ao final da usinagem, cesse a movimentação da máquina, desligue-a, e aguarde a parada completa
da rotação do eixo, a fim de evitar o risco de choques da ferramenta de corte com a peça;
Introdução à tupia elétrica portátil Recomendações quanto ao uso - - Mantenha os bits (fresas)
Introdução à tupia elétrica portátil
Recomendações quanto ao uso
- - Mantenha os bits (fresas) sempre limpos. Se forem dotados de rolamentos, retire-os, lavando-
os com água morna, uma escova de nylon e sabão, esfregando bem até remover todos os
resíduso que estiverem impregnando a ferramenta.

Interesses relacionados