Você está na página 1de 48

Protocolo

Doenças
exantemáticas
na infância
Guilherme Tell Benevenuto Apolinário – Pediatria Hospital Belo Horizonte
Virais Bacterianas Etiologia desconhecida

Sem Vesículas Com vesículas

Sarampo Varicela Escarlatina Dç de Kawasaki

Rubéola Herpes Zoster

Eritema infeccioso MPB

Exantema súbito

Mononucleose

Dengue
Doenças exantemáticas

• Sarampo
• Rubéola
• Exantema súbito ou roséola infantum
• Eritema infeccioso
• Mononucleose
• Varicela
• Enterovirose
• Escarlatina
• Dengue
• Doença de Kawasaki
Sarampo

• Vírus Paramyxovirus
• Faixa etária – pré-escolar e escolar
• Período de incubação – 10-14 dias
• Pródromos
• 3-5 dias
• Febre alta, rinorréia, conjuntivite
• Exantema – Morbiliforme confluente
• 4-7 dias
• Maculopapular, generalizado, crânio-caudal
• Descamação leve, nunca em mãos e pés
Sarampo

• Período de contágio
• Do 6º dia da incubação ao 6º dia do exantema
• Alta contagiosidade.

• Características
• Manchas de Köplik
• Imunidade duradoura.
• Complicações – OMA, PNM, Encefalite
• Bloqueio através de vacina ou imunoglobulina
• Tratamento vitamina A
Sarampo
Sarampo
Rubéola

• RNA vírus do gênero Rubivirus


• Faixa etária – 5-14 anos
• Período de incubação – 14-21 dias
• Pródromos
– 1 a 4 dias, adenomegalia, febre baixa. Podendo
não haver prodromos em crianças.
• Exantema – Morbiliforme não confluente
• Macular discreto
• Sem confluência
• Sem descamação
Rubéola

• Período de contágio
• 7 dias antes a 7 dias depois do exantema.
• Pouco contagiosa.
• Características
• Conseqüências danosas para o feto.
• Linfadenopatia cervical posterior e
retroauricular
• Petéquias no palato
• Imunidade duradoura
• Complicações – Encefalite, PTI, RB
congenita(catarata, cardiopatia e surdez
neurosensorial)
Rubéola
Exantema súbito ou Roseola Infantum

• Vírus Herpes vírus humano tipo 6 ou 7


• Faixa etária – 03 meses a 36 meses
• Período de incubação – 5-15 dias
• Pródromos
• 3-4 dias
• Febre alta, irritabilidade
• Exantema – Maculopapular não pruriginoso
• 1-3 dias ou horas
• Macular, fugaz após o término da febre, início no tronco,
sem descamação
Exantema súbito ou Roseola Infantum

• Período de contágio
• Desconhecido
• Baixa contagiosidade
• Características
• Exantema surge após o término da febre ( 12 a 24 horas)
• Pode ser recorrente.
• 5 a 10 % podem ter convulsão febril se propensos
• IGG sorologia pareada
Exantema súbito ou Roseola Infantum
Eritema infeccioso

• Faixa etária – 5-15 anos


• Vírus Parvovirus B19
• Período de incubação – 7-10 dias
• Pródromos
• Geralmente ausentes
• Exantema – Maculopapular recorrente
• 7-21 dias
• Rendilhado
Eritema infeccioso

• Período de contágio
• Desconhecido, baixo contágio
• Características
• Exantema facial
• Palidez perioral
• Crise aplásica por parada transitória na produção de hemácias
• Hidropsia fetal não imune
Eritema infeccioso
Mononucleose

• Faixa etária – acima de 2 anos a adolescentes


• Vírus Epstein Baar
• Período de incubação – 10-60 dias (média de 40 d)
• Pródromos
• 2-5 dias
• Mal-estar, fadiga, cefaléia, dor abdominal, edema periorbitário (sinal
de hoagland)
• Exantema – Variável em 10% a 20 % (>70% se uso de
ampicilina)
• 2-7 dias
• Maculopapuloso difuso
Mononucleose

• Período de contágio
• Intermitente
• Características
• Tríade – faringite exsudativa + adenomegalia + febre prolongada
• Linfocitose atípica (20% a 40%)
• Dç do beijo
• Vírus oncogênico – Linfomas H, NH (Burkit)
Mononucleose
Dengue

• Faixa etária – qualquer


• Período de incubação – 2-7 dias
• Pródromos
• 1-5 dias
• Febre, rinite, dores articulares
• Exantema
• 3-5 dias, recrudescente
• Descamação fina ou furfurácea
• Purpúrico, com petéquias no 2º ataque
Dengue

• Período de contágio
• Necessita de vetor
• Características
• Imunidade tipo-específica
• Atinge regiões palmares e plantares
Dengue
Varicela

• Vírus varicela zoster

• Faixa etária – 2-8 anos


• Rara em <3 meses – proteção materna?

• Período de incubação – 10-21 dias

• Pródromos
• 1-2 dias
• Discretos – febre, cefaléia, mialgia

• Exantema
8-10 dias
• Pápulas, vesículas, pústulas e crostas (últimas não contém vírus viáveis).
Varicela
Varicela

• Período de contágio
• Período prodrômico até última vesícula
• Alta contagiosidade
• Transmissão – contato direto (gotículas), vias indiretas (mãos e roupas).
Varicela

• Características
• Lesões centrípetas, evolução em surtos
• Polimorfismo regional
• Atinge mucosas e couro cabeludo
• Imunidade geralmente permanente
• Lesões restritas à pele ou acometendo diferentes órgãos (esôfago, fígado,
pâncreas, rins, ureteres, útero e supra-renais).
• Não deixa cicatrizes residuais.
Varicela

• Complicações
• Infecção bacteriana secundária
• Contaminação por Estafilococos ou Estreptococos
• Impetigo, erisipela, celulite, septicemia
• Pneumonia
• Manifestação clínica – tosse, dispnéia, cianose, hemoptise
• 1ª semana da doença
• Ausculta pobre e quadro radiológico com infiltrado nodular
difuso em ambos campos pulmonares.
• Mais freqüente em adultos.
Varicela

• Complicações
• Encefalite
• 03-08 dias após exantema
• Ataxia cerebelar – benigna e freqüente, podendo ser a 1ª
manifestação da doença (normalmente pós-infecciosa).
• Manifestações hemorrágicas
• Trombocitopenia – 1-2 semanas após início do exantema
• CIVD
• Pacientes com deficiência imunológica
• Curso prolongado, com erupções hemorrágicas muito extensas.
• Complica-se com pneumonia
• Alta mortalidade.
Varicela

• Tratamento
• Sintomático na maioria dos casos.
• Isolamento respiratório
• Prurido – anti-histamínicos via oral.
• Pacientes em uso de corticosteróide – reduzir a dose a
níveis fisiológicos (20-50 mg de cortisona/m2/dia).
• Tratar – Aciclovir ou VZIG
• Imunocomprometidos
• Adolescentes > 13 anos e adultos
• Contactante infectado do caso índice, sendo este grave
• Neonato infectado (<1 mês)
Varicela

• Crianças que tiveram varicela com menos de 01 ano de idade podem


desenvolver herpes zoster, pois não houve memória.
• Se varicela quando > 01 ano de idade, procurar outras causas
(imunocomprometimento)
• VZIG para imuno
Varicela
Enteroviroses

• Faixa etária – menor de 2 anos


• Período de incubação – 2-6 dias
• Pródromos
• Geralmente ausentes
• Às vezes, febre e faringite
• Exantema
• Eritema maculopapular discreto, às vezes urticariforme ou petequial
Enteroviroses

• Período de duração
• De 2 a 7 dias
• Características
• Isolamento de vírus em fezes, sangue, faringe e líquor
• “Síndrome mão-pé-boca” – Coxsackie virus
Enteroviroses
Escarlatina

• Faixa etária – 3-12 anos


• Streptococcus beta hemolitico do grupo A
• Período de incubação – 2-4 dias
• Pródromos
• 12 horas a 2 dias
• Febre, faringite, tosse, vômitos
• Exantema – Micropapular – Pele em lixa
• 1 a 5 dias
• Início nas zonas de flexão
• Generalização
• Descamação tardia de mãos e pés
Escarlatina

• Período de contágio
• 1-2 dias após início do exantema
• Características
• Palidez perioral (Filatov)
• Lesões mais intensas em pregas cutâneas (Pastia)
• Língua em framboesa
• Tratamento: ATB
Doença de Kawasaki

• Faixa etária – 6 meses a 5 anos


• Período de incubação
• Pródromos
• Febre alta, prolongada
• Exantema. Edema palmo-plantar
• Conjuntivite, linfadenopatia, artrite, alterações cardiovasculares,
trombocitose
• VHS, MUCO e proteína C elevados
Doença de Kawasaki

• Exantema
• Polimorfico generalizado inicio em tronco com
descamação lamelar em ponta dos dedos
• Período de contágio desconhecido
• Características
• Vasculite sistêmica aguda
• Aneurisma de coronárias
• Alterações de mucosas, edema endurado em mãos e pés
• Leucocitose com DE, eosinofilia e plaquetose
Doença de Kawasaki
Doença de Kawasaki