Você está na página 1de 30

01

Como lidar com


objeções (parte 1)
Prof. Leandro Quadros
www.leandroquadros.com.br
Responder corretamente
e defender sua fé (ou outro
tipo de ponto de vista) é um
mandamento
bíblico
"Antes, santificai a Cristo,
como Senhor, em vosso
coração, estando sempre
preparados para responder a
todo aquele que vos pedir
razão da esperança que há em
vós"
1 Pedro 3:15
Propósitos de uma boa
defesa:

1. Fazer amigos para você


2.Fazer amigos para Jesus.
A disciplina que nos
ensina sobre a defesa da
fé se chama
APOLOGÉTICA
Apologia significa "defesa"
ou "dar uma razão"

Portanto, apologética
"é a disciplina que lida com a
defesa racional da fé cristã"

Norman Geisler, Enciclopedia de
Apologética
(São Paulo: Vida, 2002), p. 56
Mesmo que
não tenha religião,
as dicas de apologética a seguir
serão
extremamente
úteis para qualquer situação
na qual precisar defender seu
ponto de vista
Vamos lá!
1. Seja manso e educado
"... fazendo-o, todavia, com
mansidão e temor, e
com boa consciência
1 Pedro 3:16
Você só influencia amigos.
Inimigos nem querem
ver sua cara.
Portanto, má educação não faz
amigos.
Somente fechará as portas do coração,
e suas ideias serão rejeitadas.
Se você for cristão, sua
responsabilidade
de ser civilizado é maior!
"Nisto conhecerão todos que sois meus
discípulos: se tiverdes amor uns
aos outros"

JESUS CRISTO, em João 13:35
2. Tenha embasamento
e seja lógico
"Fé" nada tem a ver com
"fideísmo". Deus é racional
(confira Romanos 12:1)
Tito 1:9
"Apegado à palavra fiel"
"Segundo a doutrina"
"Tenha poder tanto para exortar como para
convencer"

(Isso significa ser racional: ter base


bíblica, filosófica ou ou científica para
suas ideias)
3. Adote a postura certa:
amor e ousadia
Atos 17 é o capítulo que lhe
ensinará
a ser amoroso e ousado
em sua abordagem
a. Não concorde com o erro. Porém, separe
o erro da pessoa errada (At 17:21)

b. Elogie as boas intenções de seu


interlocutor (At 17:22, 23)

c. Discuta ideias, não a pessoa em si (At


17:22-31)
Pessoas medíocres atacam
os outros, ao invés de
informá-los e
ensiná-los.
4. Adote as estratégias
corretas.
a. Desperte a atenção (At 17:18-21)

b. Crie uma ponte entre você, sua ideia e


a pessoa (At 17:23-27)

c. Conheça as crenças do outro e seu


arcabouço filosófico (At 17:28).
d. Ao comunicar sua crença, "fale a língua"
do interlocutor (At 17:23 e 28), ou seja: algo
que
lhe seja "familiar".
e. Mostre à pessoa que Deus a ama,
mesmo que Ele não goste do erro (At 17:30)
5. Seja paciente e tenha
compaixão daqueles que
discordam de você
Comunicação não é o que você diz. É o que
o outro entende que você disse.
"O coração do sábio é mestre de sua boca
e aumenta a persuasão nos seus
lábios"

Provérbios 16:23
"E compadecei-vos de alguns que estão
na dúvida"
Judas 1:22
6. Aprenda a ouvir antes
de falar
"Quem responde antes de ouvir comete
insensatez e passa vergonha"

Provérbios 18:13, Nova Versão Internacional.
7. Durante o diálogo ou bom
bom debate, seja
empático
"A empatia é alimentada pelo
autoconhecimento; quanto mais
conscientes estivermos acerca de
nossas próprias emoções, mais
facilmente poderemos entender o
sentimento alheio"
Daniel Goleman, Inteligência
Emocional
(Rio de Janeiro: Objetiva, 2012), p.118.

Como lidar com
objeções ­ Parte 2

Você também pode gostar