Você está na página 1de 50

INTRODUÇÃO

Minha jornada como homem que é reconhecido por se vestir


veio lá de trás, quando eu saía com um verdadeiro
despercebido, com medo de não ser aceito.

Esse medo faz com que muitos homens se paralisem e


usando suas roupas praticamente os deixando invisíveis
perante os olhares de todos.

Depois dessa fase, eu passei a fase de perceber a


importância de me apresentar com mais destaque.

Daí eu passei de “errar por falta” para “errar por excesso”.

Muita roupa errada comprada por preços abusivos, e pior,


acabava as encostando no fundo do armário, pois acabava
não as usando muito e saía para comprar novas.

Haja dinheiro! Depois de tanta tentativa e erro, eu cheguei


ao equilíbrio em relação ao que realmente um homem
precisa para se vestir com destaque.

É aqui nesse ebook que eu vou te ensinar a fazer o mesmo.


Você consegue ser reconhecido como um homem de estilo
quando tem em seu guardaroupa as peças atemporais que
precisa e que vai usar definitivamente por muitos anos.

Isso é a filosofia da “construção do guarda-roupa”: você ter


o arsenal de peças que vão elevar a sua imagem pessoal a
um nível muito superior aos homens que vemos a nossa
volta.

Eu dividi esse ebook em capítulos separados para cada item


que eu considero essencial para começarmos nossa
revolução de estilo.

Quando digo revolução não estou sendo visionário. Afirmo


isso pelos inúmeros agradecimentos de homens que
praticaram o que ensinei a eles e hoje são muito mais
confiantes e com a autoestima nas estrelas.

Todos os itens que recomendo aqui são verdadeiras peças


feitas para você usar de verdade, nunca se preocupando
com tendências passageiras e o que dita os “gurus da
moda”.
Na verdade, com o que vou te passar aqui é tudo Meu foco é moda masculina e o empoderamento
que esses “gurus” não querem que você saiba e do homem moderno com sua imagem atemporal.
domine. Voltando aos itens que te recomendarei aqui. Eles
são peças que vão durar por no mínimo cinco, dez
Assim eles continuam inventando modas para anos ou mais.
homens gastarem mais seu dinheiro e eles
tentarem sobreviver com toda a confusão gerada Durar principalmente por terem um estilo clássico,
na cabeça dos homens. e não o estilo “último grito da moda”, que vai
passar aqui a uns poucos meses e você se
Eu digo tentarem sobreviver porque na boa, no final arrepender de ter gasto tanto.
a grande maioria desses “gurus” acabam falidos e
vítimas das suas atitudes de má-fé com o público Eu dei um foco muito grande em itens que são o
masculino em geral. coração do guarda-roupa masculino.

Um parênteses aqui: não me peça para falar nada Eles são verdadeiros investimentos que todo
sobre os “gurus” da moda feminina. Não sei nada homem deve fazer. São peças extremamente
dessa área. versáteis, que se combinam com muitas outras
com muita facilidade.
Essas peças em muitos casos ficam melhores até com o
tempo, com o desgate que você vai imprimir nelas com o
seu corpo.

Muitas vezes essas peças são até transmitidas de um


homem para outro na família.

Você vai precisar investir dinheiro de forma inteligente


nessa hora. Não estou te prometendo aqui que vai gastar
pouco, mas vai gastar o justo. Afinal serão os itens mais
usados no seu guarda-roupa.

Quero aqui te transmitir a conclusão dos meus erros e


depois acertos, desde a época que eu gastei rios de dinheiro
até acertar na e finalmente só comprar o que realmente vale
a pena. Assim lendo aqui você vai comprar as peças corretas
já na sua próxima saída para as compras.

Uma coisa importante a se falar nessa introdução:

Não saia já comprando todos os itens de uma vez. Eu te peço


que leia o guia inteiro e reflita sobre o que vai funcionar
melhor no seu estilo de vida.
Por exemplo, um homem pai de filhos adolescentes, que trabalha no meio corporativo vai ter uma grande diferença
no requisitos que precisa para seu arsenal de roupas e calçados, que um jovem se formando em publicidade, que
frequenta lugares descolados, barzinhos, baladas.

Fiz questão de fazer esse guia de uma forma que com pequenas adaptações vão servir para todo tipo de homem,
cada um com seu estilo de vida, mas que quer ter uma forte imagem de estilo e elegância atemporal.

Esse guia contém o que um homem precisa em relação ao estilo de vários itens do seu guarda-roupa, inclusive dando
uma visão dos materiais que esses itens são produzidos.

Ele não se destina a ser o material completo com tudo que você precisa saber sobre moda masculina, mas vai te dar
a direção certa para comprar o que realmente você vai vestir e vai te valorizar por muito tempo.
Se eu enveredasse pelo caminho de abordar tudo que
importa na moda masculina, como medidas, caimento da
roupa, todos os tipos de sapatos, como combinar cores, etc,
esse ebook ficaria enorme e você talvez se paralisasse.

O objetivo aqui é já começar sendo prático, sabendo o que


precisa comprar e principalmente o que não comprar.

O objetivo do guia eu te fornecer o conhecimento para você


ir consultando aqui e tendo informação o suficiente para
começar a tomar decisões certeiras para ter nesse primeiro
momento poucas e boas roupas, ao invés de um armário
amontoado do que eu chamo de zumbis do guarda-roupa
masculino. Aquelas peças mortas no seu armário, pedindo
para serem doadas.

Então vamos ao trabalho!


Um grande abraço,

Alberto Solon
JEANS
AZUL ESCURO
Esse é o item provavelmente mais versátil que um homem
pode ter no guarda-roupa. O jeans azul escuro podemos
chamar de jeans cru.

Ele deve ser a base do seu guarda-roupa atemporal. O


número de situações que você pode usá-lo é extremamente
amplo.

Outra razão é que o jeans cru vai envelhecer em você muito


bem com o tempo, ficando cada vez melhor. Mesmo usando
durante dias o mesmo jeans, as pessoas mal vão perceber
que está repetindo ele.

Isso porque ele não te marca e não tem detalhes chamativos


ou marcas de pré-lavagem muito em destaque. E você pode
usá-lo em diferentes situações.

O termo cru explica que o jeans está no seu estado digamos


“virgem”. A grande maioria dos jeans que vemos no
mercado são pré-lavadas, ou seja passaram por
procedimentos para dar um toque de envelhecimento
(desbotamento) no jeans.
Quando esses modelos vão para as prateleiras todos
praticamente têm a mesma variação de desbotamento nos
mesmos lugares da calça. Então ficam todos iguais.

Quando você opta por comprar um jeans cru, cada vinco,


cada desbotamento, cada tensão que você dá de acordo
com o seu corpo é que vai imprimir as marcas de
clareamento na calça. E isso é o que vai dar estilo e
personalidade a ela.

Normalmente todo jeans já vem com um processo para que


ele não encolha depois que você lava a primeira vez. Cheque
bem isso na etiqueta.

Com isso você deve já comprar no seu tamanho certo e não


um número maior, achando que ele pode encolher.

Existem composições de fabricação do tecido que vão


deixar o jeans mais leve ou pesado.

Os que tem um tecido mais leve não imprimem um


envelhecimento tão intenso nas suas marcas de uso, pois
não quebram com facilidade as fibras e assim elas não
ficam estiradas e mais claras.
Os de tecido de espessura média são ideais. Usados para
todo tipo de situação, eles são próprios para climas médios
e de temperatura amena, além de proporcionar um bom
desbotamento e ter muita durabilidade.

Os jeans mais grossos têm uma textura mais áspera ao


toque, se quebram suas fibras e assim produzem mais
marcas de desbotamento ainda que o jeans médio.

Esses mais espessos são melhores para quem mora em


locais que fazem inverno mais intenso. Protegem melhor do
frio, o que com exceção de algumas regiões, não é o caso
aqui no Brasil.

TAMANHO DO JEANS:

Assim como qualquer calça, um bom jeans deve estar


ajustado ao formato do seu corpo. bUma coisa que
acontece com o jeans mais que numa calça social: ele vai
ceder com o tempo.

E quanto mais você o lava, mais stress estará causando às


fibras do jeans e com isso ele cede ainda mais.
Você não precisa nem deve estar lavando seu jeans a cada vez que o usa. Basta colocálo ao sol ou expô-lo no varal
por um tempo após passar o dia com ele.

Portanto tenha em mente que jeans realmente cede com o uso. Por isso você deve comprá-lo bem justo ao seu
corpo.

Isso não quer dizer que deve comprá-lo apertado, mas se você lembrar que ele vai ceder, principalmente nas áreas
do quadril, das coxas e principalmente do joelho, vai acabar comprando o seu no tamanho ideal.

Lembra de jeans que já comprou e hoje estão mais largos do que na época que os comprou? Pois é. Eles cedem
muito.
Existe uma indicação no mercado que diz que homens
magros devem usar slim fit e homens mais volumosos por
serem ou atléticos com coxa grossa ou mesmo gordos,
deveriam usar o jeans de corte regular .

Sinceramente acho que todo homem deve usar o corte slim


fit.

ATENÇÃO: NÃO CONFUNDIR SLIM FIT COM SKINNY JEANS.

Slim fit quer dizer que a calça está acompanhando o


formato do seu corpo, mas numa escala maior.

Mesmo o homem gordo pode (e deve usar um jeans) com o


espaço entre as dimensões de sua perna e o tamanho da
perna da calça o suficiente para ele se movimentar e não
sentir que a calça está limitando seus movimentos.

Desde homens mais velhos aos adolescentes o jeans


funciona bem para todos.

Estudantes, por exemplo podem usá-los com uma camiseta


básica branca e tênis, enquanto um diretor de empresa
poderia combiná-lo com uma camisa social e um belo
blazer e um sapato.
Essa é a beleza do jeans, a sua intercambiabilidade. Uma
peça que se combina com extrema facilidade com as outras
do seu guarda-roupa.

Tente sempre optar pelos modelos tradicionais, de 5 bolsos,


sem nenhuma firula tais como desenhos chamativos na
costura dos bolsos, zíperes, pré-lavagem e inclusive uma
coisa que entra e sai de moda: evite comprar um jeans que
já venha rasgado de fábrica.

Lembre-se, este é um guia para você começar com as peças


versáteis. Depois de seu guarda-roupa já montado com o
básico, aí pode começar a ter peças mais marcantes.

Você sempre deve experimentar seu jeans antes de


comprá-lo. Não tenha preguiça de levar para o provador
mais de um tamanho e sempre prove um menor do que o
que você acha que é seu tamanho. Lembre que ele vai ceder
na área da cintura, traseiro, joelho e coxas.

Onde encontrar bons jeans:


Ellus, Levi’s, Lee, Taco e lojas como Zara e Armani.
JAQUETA
DE COURO
Ao vestir uma jaqueta de couro a primeira sensação que
temos é de poder. Quando falo poder, sempre quero dizer ter
confiança em si mesmo.

Toda vez que eu coloco uma jaqueta de couro em me sinto


empoderado, com maior autoestima e muito estiloso.

As jaquetas de couro nos dão um toque de rebeldia no nosso


visual. Nada a ver com ser realmente rebelde, mas é sempre
bom mostrar que você tem uma atitude do tipo “eu sou mais
eu”, “eu sou o cara!”.

Outro grande motivo para todo homem ter uma é que é um


item que como muitos vinhos ele fica melhor com o tempo.
A jaqueta vai tomando um aspecto mais envelhecido e
moldado no nosso corpo.

Sem contar que elas ficam ainda mais confortáveis com o


tempo. Sabe aquela sensação de um sapato mais velho, mas
de boa qualidade? Pois é. Essa é a vantagem de um couro de
boa qualidade.
Jaqueta boa sempre vai envelhecer muito bem. Mas tenha
paciência, esse envelhecimento deve ser imprimido pelo
tempo de uso e não recomendo nenhuma alguma forma de
apressá-lo com algum truque que você viu na internet.

MATERIAL DE UMA JAQUETA DE COURO:

Os mais comuns matérias que encontramos para jaquetas,


são as feitas com couro de bezerro ou de cordeiro.

As de couro de bezerro tem a característica de serem mais


duras um pouco. A vantagem delas são que são um pouco
mais baratas que as de cordeiro e são mais resistentes. Ou
sejam podem durar mais.

As de couro de cordeiro são mais macias, e e tem um toque


mais agradável. Na hora que você a começa a usar já sente
um conforto imediato. Se você não usá-las em locais onde
nconstantemente está esbarrando um paredes e objetos,
tais como trabalhando como engenheiro civil em obras, ela
vai durar muitos anos.
O QUE PROCURAR NUMA JAQUETA DE COURO:

Qualidade: uma jaqueta de qualidade apresenta um brilho


suave ao invés de brilho excessivo. Assim que você a pega
sente nas mãos a diferença.

Examine bem também visualmente, percebendo s poros do


couro e vendo uma leve variação na tonalidade da cor.

Quando você percebe uma jaqueta com um aspecto muito


brilhante e cor muito uniformizada (principalmente as que
não são pretas) pode duvidar da qualidade dela.

Esses aspectos brilho e falta de variação na cor são


resultado de processos químicos com revestimento na
camada superficial do couro para esconder a superfície de
baixa qualidade do couro.

Jaqueta barata dá na maior parte das vezes a sensação de


ser um jaqueta de plástico.
JAQUETA BOMBER:

Essa jaqueta foi desenhada para ser usada por pilotos.

Elas se caracterizam por terem elástico nos punhos e


cintura. Sua gola ou é de pele ou de couro. Ficam muito bem
quando são mais justas ao corpo.

Seu comprimento é mais curto, um pouco abaixo da cintura.

Ela te dá um estilo bem jovial, sem parecer que você está


forçando a barra para isso.

É a jaqueta mais versátil para ser usada pela maioria dos


homens.
MOTO: Outra coisa a se evitar são logotipos nas jaquetas
de couro ou mesmo brasões, desenhos nas costas
Esse tipo de jaqueta tem um pequeno ou aquele excesso de zíperes por toda a jaqueta.
encaixebotão no colarinho e zíper nos punhos.
E se for usar uma jaqueta de couro, que seja de
Ela se caracteriza por ser um estilo ainda mais couro mesmo e não couro sintético.
agressivo, mas ainda assim se encaixa bem em
todos os homens. CORES:

Double rider- Essa é a jaqueta do filme O Ao pensar na cor da sua jaqueta, veja realmente
Exterminador do Futuro e bandas como Ramones. quais calçados você mais usa e que cores
Não são tão versátil quanto as duas primeiras. predominantes eles têm. Se você gosta mais de
botas e sapatos marrons, não vale a pena ter uma
Se a sua personalidade tem a ver com a que ela jaqueta de couro preto.
imprime, use-a sem medo. Uma coisa que não
recomendo nenhum homem a usar é blazer de O mesmo acontece caso use mais botas e sapatos
couro. pretos. Não tem porque escolher uma jaqueta de
couro marrom.
Eles são datados e muito aspecto tiozão. Se vai
investir num bom casaco de couro, que ele seja um Os couros que você usa sobre você devem ter uma
jaqueta e não um paletó com lapelas. mínima combinação de cores. Inclusive na pulseira
de couro de um relógio que você usa muito.
COMO USÁ-LAS COM OUTRAS PEÇAS:

Por serem as jaquetas de couro extremamente versáteis,


você pode usá-las muito e não ter o problema de repetílas
inúmeras vezes.

Combine-as com jeans e workboots ou no lugar de um lazer


em uma situação mais “descolada”.

Até mesmo em locais de fora do ambiente de laser,


dependendo do tipo de trabalho.
CAMISA SOCIAL
BRANCA
Por mais que pareça óbvio, muitos homens não tem em seu
guarda-roupa uma camisa social branca. E quando tem na
maioria das vezes ela não está perfeita nele, seja no
tamanho ou no estilo.

Porque eu escolhi colocar como essencial uma camisa


social branca?

Acredito que todo homem tem que ter camisas sociais. Esse
tipo de camisa te permite usá-la em praticamente qualquer
situação casual. Seja com um terno e gravata, com um
jeans ou calça de sarja ou mesmo uma bermuda.

Ela te permite essa variedade de opções de uso porque você


consegue transformála para cada situação com os
seguintes movimentos:

- Manter a manga inteira até o punho ou dobrada no meio do


braço.
- Usá-la para fora ou para dentro da calça.
- Abotoar os botões em cima até o final para ser usada com
gravata ou desabotoar os botões superiores na altura que
desejar deixá-la de acordo com a casualidade.
E PORQUE BRANCA?
Essa cor é a mais versátil e fácil de combinar. Fora que ela transita muito bem entre a casualidade e a formalidade.
Eu amo uma camisa social azul marinho, azul clara, vinho, rosa, verde, etc. Mas sempre recomendo primeiro você ter
como primeira camisa social a branca. Depois você parte para outras cores.

COLARINHO RECOMENDADO:
O colarinho italiano é o que hoje em dia é o mais versátil. Você só precisa prestar atenção para ele não ser muito
aberto. Portanto recomendo que ele seja semi italiano.

Caso você não ache nesse nomenclatura (semi italiano) veja se o colarinho tem um ângulo de cerca de 110 graus
quando o botão superior está abotoado enquanto que o colarinho tradicional tem 90 graus.
Tenha em mente que o ideal é um dia você investir numa
camisa social sob medida, mas nesse primeiro momento
não dê ainda, você deve procurar no mercado uma camisa
social com o mínimo de alterações para fazer depois.

É muito difícil você comprar uma camisa dessas e não


precisar de um ajuste depois ou na loja que comprou caso
eles ofereçam esse serviço ou então numa loja de ajustes
de roupa, hoje em dia muito fácil de se achar na sua
vizinhança.

Lembra que eu falei que dá para usá-la par dentro ou para


fora da camisa?

Pois é. Mas para isso o comprimento dela tem que estar


certo para ela ao ser usada para fora não ficar longa demais,
parecendo uma camisola, ou curta demais.

Na foto você tem uma boa noção de onde deve mandar


ajustar o comprimento da camisa e assim ela não ficar feia
ao se usar para fora ou curta demais a ponto de não se
manter por dentro da calça.
A primeira coisa que você precisa se preocupar ao adquirir
uma camisa social é a linha de ombro dela. Sempre a linha
de ombro der uma camisa, seja ela social, polo ou mesmo
t-shirt, deve estar sobre alinha de articulação do braço.

Você consegue até passar a mão sobre o osso mais externo


do ombro e ter uma boa noção onde essa linha deve estar.

É muito difícil após comprar uma camisa que esteja com a


linha de ombro maior que devia conseguir ajustá-la para o
ponto certo de costura.

Portanto recomendo que não compre a camisa se alinha do


ombro estiver mais para fora que o ideal.

Em relação à cintura, você pode comprar a camisa com


sobra nessa área, que depois é muito fácil ajustá-la numa
loja de ajustes ou alfaiate.

Se caso você já tenha uma camisa, seja ela social ou casual


e nota que a linha do ombro está perfeita, tire a media entre
a costura dos ombros e anote para sempre ao comprar uma
camisa nova você já na prateleira ter uma noção se vale a
pena levá-la para o provador para experimentar.
Sempre que possível deixe os dois últimos botões superiores da camisa abertos. Repare que homens poderosos não
abotoam o penúltimo botão.

Veja na foto alguns exemplos desse homens reconhecidos pelo poder e estilo e que não abotoam o penúltimo botão
nunca. Claro que se no seu trabalho sentir que isso pode te prejudicar você avalia melhor.

Conhecemos um homem elegância pelas camisas sociais brancas que ele possui. Comece sempre pela cor mais
fácil de se combinar com o resto das peças que estará usando.

Camisa social branca em primeiro lugar, cavalheiro!


BLAZER
Esse item é o que eu chamo de coringa do guardaroupa
masculino.

Não confundir blazer com paletó de terno. O que diferencia


lazer de terno é ele antes de mais nada ser uma peça única,
que não vem com a opção de comprar ou não a calça no
mesmo tecido.

A grande vantagem dele é que é uma peça que pode ser


usada tanto com uma camisa social por baixo ou mesmo
uma camiseta de malha (t-shirt).

Praticamente qualquer situação você pode ter um blazer


para cobrir-se ao invés de um casaco leve.

Existem blazers com cores lisas e aqueles que têm


padronagens nele, tipo xadrez. Uma coisa para ficar bem
clara é que quanto mais escuro é o blazer mais formal ele é
e vice-versa.

Outro fato que deixa o blazer mais formal ou não é a


padronagem dele.
Por exemplo, um blazer grafite de cor sólida (lisa), com
quase nenhuma variação vai servir mais em momentos
formais que um grafite, mas com detalhes em xadrez ou
listras.

A textura de um blazer também vai determinar a finalidade


dele. Por exemplo um blazer de tecido mais liso é mais
formal que um blazer com textura mais rica como os de
linho ou lã pura.

Outra coisa a se notar ao comprar um blazer é se ele tem


seus bolsos externos ou internos. Os externos são aqueles
que são costurados ao corpo do lazer, enquanto os interno
possuem uma fenda com um bolso interno em outro tecido.

Note também se eles possuem uma aba no caso dos


internos, onde essa aba é a única parte visível do bolso para
quem o vê.

Um blazer pode ser usado com jeans, calça desarja, até uma
calça de lã fria ou tecido mais fino e social.
A primeira coisa a ser notada ao comprar um blazer é a linha de ombro, onde precisamos ter em mente que essa linha
deve estar cerca de no máximo 1 cm mais externa que a linha de ombro de uma camisa ou igual a ela.

Lembrando que linha de ombro é a linha que divide o braço do tronco, bem na articulação do braço.

Um bom blazer pode durar por vários anos e ser realmente um item bem versátil.
TERNO
AZUL MARINHO
Você dever ter um porque ele vai ser usado em momentos
mais formais.

Por exemplo, uma entrevista de emprego. Quantas vezes já


não precisou correr atrás de um terno para te dar mais
autoridade ao ser entrevistado.

Um terno é o tipo de peça que todo homem vai precisar ter,


até porque sempre temos pelo menos casamentos para ir e
a grande parte dos casamentos é recomendado ao homem ir
de terno.

Você precisa de um terno bem ajustado ao corpo para impor


respeito através do poder que esse blazer pode transmitir às
pessoas.

Claro que cada tipo de homem requer um número de ternos


no seu guarda-roupa, mas mesmo os que não o usam no seu
dia a dia precisam ter pelo menos um terno. Então que seja
“o terno”.
Quando eu digo “o terno”, é aquele terno que está Outras cores de ternos são bem-vindas, tais como
com o caimento perfeito em todo seu corpo. E se um terno grafite ou mesmo risca de giz azul
vamos ter um terno apenas, pelo menos nesse marinho, mas como aqui estamos falando num
começo de construção de um novo guarda-roupa, guarda-roupa básico essencial, a cor a ser
recomendo fortemente que a cor desse terno seja escolhida para o terno é sem sombra de dúvidas a
azul marinho. azul marinho. Essa cor tem elegância e ao mesmo
tempo certa leveza e profundidade.
Porque o azul marinho? Porque é a cor mais
versátil para um terno, podendo ser usado de dia Você com um terno azul marinho está pronto para
com de noite e te traz uma leveza que por exemplo qualquer situação. Vale o investimento em um bom
um terno cinza escuro não trará. terno desses.

Uma cor que nunca recomendo ao homem é o Provavelmente muitos ternos que você vê em
terno de cor preta. Essa cor está relacionada a imagens podem parecer pretos, mas eles ou são
ternos de homens que estão na função de cinza escuros ou são azul marinho.
segurança de um local ou mesmo de alguém.
Terno preto nunca! Procure ao investir num terno, que ele não tenha
um tecido muito brilhante, pois nesse caso ele não
Mesmo homens que usam ternos pretos em suas vai ser muito versátil para ser usado em situações
funções, tais como maître ou seguranças de mais informais. Tecido mais puxado para o fosco é
restaurante ou boate, agentes de segurança, eu o ideal.
recomendaria que tenham um terno para ir
casamentos na cor azul marinho..
Um terno azul marinho pode ser usado por vezes seguidas
sem que as pessoas notem que você está repetindo terno.
Ao contrário por exemplo de um belo terno na cor telha ou
verde, bem estiloso, mas que vai te marcar e as pessoas
poderão pensar: “nossa, lá vem o fulano com aquele terno
goiaba de novo”.

DETALHES DE UM TERNO:

Lapelas: existem dois tipos de lapela. As lapelas de bico e as


de fenda normal (notch lapel).

Apesar de eu amar as lapelas de bico e acreditar que elas


nos trazem muito mais poder e sensação de status, elas não
são tão versáteis como as lapelas com fendas normais.

Você ainda vai ter um terno com lapela de bico um dia, mas
aqui nesse guia é o conceito da versatilidade, e como em
alguns casos você até pode usar o paletó do terno com
outra calça e essa calça sendo mais casual ficaria estranho
o paletó com lapela formal (as de bico) e um jeans por
exemplo.
FENDAS DO TERNO:

Essa fendas são aquelas aberturas na parte traseira do


terno. Existem basicamente dois tipos a se considerar: as
fendas duplas ou únicas. Não recomendo usar terno sem
nenhuma fenda traseira.

Para seu terno versátil e único é mais recomendado as


fendas duplas por serem mais elegantes e comportarem
melhor inclusive ao homem mais gordo.

Uma das principais funções da fenda é dar espaço no paletó


para quando o homem sentar. Outra função é ele poder levar
a mão ao bolso sem que a parte de trás fique levantada.

BOLSOS:

Se quer ter um terno que possa ser desmembrado vez por


outra usando o paletó com uma calça mais informal, como
as de sarja ou mesmo jeans, é melhor optar por um terno
com bolsos sem aba, pois estes são mais formais.
BOTÕES:

Por mais que te digam que alguma teoria sobre o número de


botões, sempre escolha seu terno com 2 botões.

Normalmente são os que nunca saem de moda, ou seja


atemporais. Ternos de 3 botões vão e voltam à moda e não é
nosso foco aqui. Inclusive atualmente estão totalmente
“fora de moda”.

Outra desvantagem dos ternos de 3 botões é quase não dar


destaque para a camisa e gravata que você estará usando.
Esqueça-os.

Paletós de um botão são geralmente exclusivos para


blacktie (smokings). Os ternos normalmente tem 3
camadas: a externa (que vemos), a intermediária e o forro
(interno).

Essa camada intermediária é localizada na parte da frente


do paletó e normalmente composta de uma tela que vai dar
sustentação ao paletó impedindo que ele pareça um pedaço
de pano sobre seu tronco.
Ternos de melhor qualidade possuem essa tela Os com a tela colada são normalmente ternos 10%
intermediária costurada à camada externa dando industrializados, tipo os que normalmente vemos
um aspecto bem natural e encorpado ao paletó. em lojas de departamento.

A vantagem dessa técnica é que com o tempo essa Você consegue identificar uma tela costurada de
união se mantém bem enquanto que a técnica uma colada só pelo toque pegando nessa área e
usada em ternos mais baratos, a de tela colada ao vendo se estão coladas ou internamente estão
tecido externo, muito provavelmente com o uso e separadas.
principalmente ao voltar de uma lavanderia pode
dar defeitos na cola e mostrar bolhas nessa união. Ternos feitos sob medida vão te dar as medidas
perfeitas para o seu corpo, independente dele ser
Porém hoje em dia com a tecnologia esse processo atlético, magro ou gordo.
de colagem da tela intermediária melhorou muito,
mas é importante ver a origem e reputação da Um terno comprado pronto, na imensa maioria das
marca do terno. vezes vai necessitar de ajustes pós-compra.

No caso desse terno ser feito por um alfaiate, ele Por exemplo, comprimento da manga,
certamente está usando o processo de costura da acinturamento, largura da calça, bainha, etc.
tela e não o de colagem.
Tamanho:
Procure sempre ter seu terno não sobrando pano
desnecessário. Isso não quer dizer ter um terno com a
manga colada ao braço, nem a cintura apertada. É ter todas
as partes do terno contornando o mesmo formato do seu
corpo, mas com numa escala maior.

Um terno muito justo até pode te dar um ar mais “cool”,


mas pode te restringir para ambientes corporativos ou uma
entrevista de emprego.

Bom senso nessa hora das medidas é o que devemos ter.


Um terno bem ajustado e poderoso, sem repuxar em
nenhuma parte e ao mesmo tempo não “sobrar pano” é o
que há de melhor em poder e estilo.

Ombros:
A primeira coisa que devemos observar ao adquirir um terno
é a linha do ombro, já que depois de pronto é extremamente
difícil para um profissional conseguir diminuir a linha de
ombro de uma forma perfeita.
Outras medidas são mais fáceis de alterar para mais ou para
menos, mas a linha de ombro é fator que devemos já ter no
tamanho ideal.

Outra coisa que deve-se desde a compra observar bem é o


espaço do tórax.

Calça do terno:
Optar sempre por calças sem qualquer prega na frente. Por
mais que te digam que elas podem voltar, nunca (eu disse
nunca mesmo) compre uma calça, seja ela casual ou social
com pregas frontais. A única exceção é no caso do homem
ser extremamente gordo. E mesmo assim não são todos que
devem lançar mão da prega.

Outra coisa que não é recomendado para um primeiro terno,


é ter a barra da calça no estilo italiano, ou seja com a dobra
costurada para fora.

Foque no simples na hora e use a bainha normal.


Você pode usar a calça desse terno com outro paletó de um segundo terno no futuro, ou mesmo com uma camisa
social apenas. Ou mesmo até completando o visual com um casaco tipo suéter ou cardigan.

Faça o seu terno ter valido cada centavo gasto nele o desmembrando em combinações com outras peças do seu
guarda-roupa. Existe ainda a possibilidade de comprar ou mandar fazer um terno com colete. Aliás esse é o
verdadeiro terno, o que vem com as 3 peças: paletó, colete e calça.

Na verdade o que costumamos chamar de terno, que é calça e paletó do mesmo tecido, na verdade se chama
“costume”, mas na boa… vamos simplificar e chamar o costume também de terno porque senão a cada vez que
vamos dizer a palavra “costume” outras pessoas vão dizer: “o que você falou?”
SAPATO DERBY
Derby marrom com ponteira. É o sapato mais versátil que
um homem pode ter no seu armário.

Muitos quando imaginam um sapato social logo pensam em


um sapato preto. Mas a cor preta pode te limitar um pouco a
usar seu sapato pois ele não vai tão bem com calças tipo de
sarja que não seja as pretas. Fica péssimo com calças bege
(cáqui) e não é tão fácil de usar com um jeans.

Tenha em mente que a cor marrom pode variar muito, com


inúmeras tonalidades.

Enquanto que preto é sempre preto. Qualquer mudança na


tonalidade do preto ele já vira cinza escuro, chamado de
grafite ou chumbo.

Sim, com isso em mente vemos muitos sapatos no mercado


na cor marrom com tonalidades feias, com um aspecto
ordinário. Agora se você consegue achar uma boa
tonalidade de marrom, você tem um sapato que vai com
praticamente toda cor de calça e terno.
A única cor que não fica muito boa para um sapato marrom
é combiná-lo com uma calça preta. De resto todas as outras
o aceitam bem para combinar.

Como eu não vou te recomendar comprar um terno preto


algum dia, pois não considero essa cor para terno uma boa
cor, também porque na verdade nem sou fã de calça preta
(prefiro as grafite ou cinza), vou então te indicar um belo
sapato marrom.

Uma coisa a considerar: quanto mais escuro for o marrom,


mais formal ele será.

Recomendo uma tonalidade não tão clara, de médio a


escuro para você poder transitar em ambientes diversos. Do
casual ao formal.

O modelo derby com ponteira é o mais versátil. A ponteira


vai dar um ar ao mesmo tempo clássico e moderno ao seu
sapato, podendo combiná-lo com terno, calças casuais e até
jeans.
O QUE É UM DERBY:

O que diferencia o modelo derby é o fato dele na área das abas do cadarço poder se abrir por completo. A parte em
couro onde estão os cadarços se sobrepõe costurada por cima do corpo do sapato.

No "oxford" os local é costurado por baixo do corpo do sapato. Assim o "oxford" é praticamente uma única superfície
que acompanha toda a parte dianteira do sapato. Os oxford valorizam mais o formato dos pés de forma contínua , ele
no final é um calçado mais elegante e mais formal do que o “derby”.

Mas como aqui quero te dar o calçado que vai poder ser o seu item versátil, o derby acaba sendo o escolhido por ter
essa abrangência maior indo do casual ao formal. Uma outra coisa a procurar num bom sapato derby é o formato do
bico dele. Para ser clássico, versátil e elegante, sempre opte por bicos fino-arredondados.
Evite com todas as forças aquele sapato social com bico
fino, porém com ângulos e terminação reta no bico. Eles são
extremamente feios e cafonas, te dando um aspecto de
sapato ordinário.

SEMPRE, SEMPRE, SEMPRE: BICO FINO-ARREDONDADO.

SOLA:

Para ter um calçado que sirva tanto para casual como


social, opte pelo sapato de solado de couro. Sim, aquele que
faz toc toc ao você andar.

Uma curiosidade: muitos acham que esses solados são de


madeira, na verdade eles são de couro e com um tratamento
para ficarem bem duros e resistentes.

Você pode optar por um sapato de solado de borracha, mas


tenha em mente que ele apesar de ser ótimo de usar e ir
bem com roupas casuais, não vai te servir no caso de usar
um terno.
SUÉTER
Esse é outro coringa em termos de casaco para o homem.

O conforto, versatilidade, e principalmente a forma com que


o levamos em qualquer pasta ou mochila (sem ser as
fatídicas pretas de nylon por favor, rsrs).

É um casaco leve, e que pode ser adicionado até a um blazer


ou mesmo terno.

Vamos primeiro pela qualidade. Um bom suéter tem que ter


uma excelente composição da sua lã. Ser 100% de tecido
natural e ter excelente textura.

Vou te sugerir usar um suéter na cor cinza escuro (grafite).


Pois essa é uma cor que vai combinar com todas as suas
camisas e também blazers ou terno.

Outra coisa a se focar: um suéter liso, sem nenhuma


padronagem ou estampa. E se ele tiver um logotipo da grife,
que ela seja discreta, não roubando a atenção do seu suéter.
Se você consegue um bom suéter, mesmo você o usando
sobre uma camiseta T-shirt de manga curta, não vai penicar
em você e assim o toque será suave sobre sua pele, no caso
braços e até mesmo pescoço.

Tente sempre (como camisas) começar a escolher seu


suéter pela linha de ombros.

Caso você encontre um com essa parte resolvida, veja se a


manga não está curta ou comprida demais.

Não é tão fácil encurtar uma manga de suéter, então procure


com muito cuidado um que encaixe bem esses dois fatores:
linha de ombro e mangas.

No caso de no tronco sobrar pano, não se preocupe, compre


o suéter e depois faça os ajustes necessários na cintura
para não ter aquele aspecto de suéter de tiozão.

Suéter quando é bom, não vai se deformar se


eventualmente você o arregaçar a manga um pouco dando
um ar mais descolado a ele. Ou mesmo quando começa a
sentir calor com ele e ainda não está na hora de tirá-lo.
A GOLA DO SUÉTER:

Sempre opte pela gola em V e nunca pela gola redonda. A gola em V vai te dar mais estilo e transmitir um aspecto
mais atlético ao seu torso.

Procure uma gola V que não seja tão fechada. Que tenha uma abertura da gola média para que você ao usar o suéter
com um camisa possa mostrar boa parte dessa camisa até pelo menos os botões de cima dela.