Você está na página 1de 2

A receita proposta é muito cremosa e

PICOLÉ DE CAMU-CAMU
apresenta, em média, 90 mg de vitamina C por
100 g de produto, índice considerado elevado
para produtos processados. (Myrciaria dubia (Kunth) McVaugh)
Em nossas pesquisas foram testadas
várias formulações de picolé de camu-camu e
todas foram aprovadas em análises Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária
sensoriais. Assim, incentivamos a produção Rodovia BR-174, km 8 - Distrito Industrial
de novas formulações como, por exemplo, Tel: (95) 4009-7100 - Fax: (95) 4009-7102
Cx. Postal 133 - CEP. 69.301-970
sem leite, com leite vegetal, creme de leite, Boa Vista - Roraima- Brasil
banana congelada, em substituição ao leite e https://www.embrapa.br/roraima
ao açúcar.

Autores:
Maria Fernanda B. Durigan – Embrapa Roraima
Edvan Chagas – Embrapa Roraima
Maria Luiza Grigio – Doutoranda da Rede
Bionorte/UFRR

Fotos: Maria Fernanda B. Durigan


Foto: Maria Fernanda B. Durigan

Folder nº 14
Março/2017 – 50 exemplares
Figura 4. Picolé de camu-camu pronto.
Picolé de Camu-camu Preparo da Polpa Ingredientes

O camu-camu, também conhecido em O preparo da polpa deve ser  100 g de polpa congelada de camu-camu
Roraima como caçari ou araçá d’água, é uma cuidadoso, para que não fique amarga ou  100 ml de água
fruteira Amazônica que apresenta elevado “travosa”. Sugerimos que os frutos sejam  150 g de leite em pó integral (1 xícara)
potencial nutricional devido a seus altos teores processados com pouca ou nenhuma água, e  100 g de açúcar (1/2 xícara)
de vitamina C, antocianinas, polifenóis e que a casca e as sementes não sejam *Sugestões para produção de picolés com
propriedades antioxidantes. Seus frutos demasiadamente trituradas. Na despolpadeira, maior aceitação pelos consumidores:
apresentam casca de coloração púrpura, os frutos podem ser batidos sem água, até que  1 pitada de corante natural vermelho para
muito atrativa. A polpa pode ser utilizada na a casca seja rompida (Figura 1). No obter picolés mais coloridos;
preparação de sucos, geleias, licores e doces, liquidificador, bater poucas vezes na função  Uso de liga neutra e emulsificante,
mas ainda é pouco explorada no Brasil, devido “pulsar”, para que a casca seja grosseiramente conforme indicação de cada fabricante;
ao sabor considerado ácido e adstringente. triturada. A polpa deve ser peneirada antes de  Sem adição de água, usar 200g de polpa.
Mesmo após o processamento, os utilizada (Figura 2).
produtos oriundos da fruta se destacam por Modo de Preparo
manterem os altos teores de vitamina C, o que

Foto: Maria Fernanda B. Durigan


os classifica, geralmente, como alimentos Bater todos os ingredientes no
funcionais. liquidificador. Quando estiver homogêneo e
Por definição, os alimentos funcionais cremoso colocar em formas próprias e levar ao
são apresentados em forma de alimento e freezer. Após 1 hora, colocar os palitos e
devem ser consumidos como parte da dieta, e deixar congelar por mais 3 horas (Figura 3).
não como suplementos e cápsulas, por
exemplo. Além disso, estes devem propiciar Figura 1. Cascas e sementes de camu-camu após
benefícios específicos à saúde, tais como extração da polpa em despolpadeira.
redução do risco de doenças e manutenção do
bem-estar físico e mental.
Pesquisas realizadas pela Embrapa

Foto: Maria Fernanda B. Durigan


Roraima testaram várias formulações de
picolé de camu-camu, sendo todas contendo
Foto: Maria Fernanda B. Durigan

elevados teores de vitamina C e aprovadas em


análises sensoriais. A receita apresentada
neste folder foi a que recebeu as maiores
notas nestas análises.
Figura 3. Picolés de camu-camu em forma própria.

Figura 2. Polpa de camu-camu embalada.