Você está na página 1de 3

FICHA-RESUMO - ESTUDOS DE VIABILIDADE E PROJETO BÁSICO

NOME DA USINA: AHE SANTO ANTÔNIO DATA: abril-05

ETAPA: ESTUDOS DE VIABILIDADE Pot. (MW): 3.150,4

NOME DO(S) INTERESSADO(S): FURNAS CENTRAIS ELÉTRICAS S.A. E CONSTRUTORA NORBERTO ODEBRECHT S.A

CONTATO (resp. pelo empreendimento / e-mail): ANTÔNIO DE PÁDUA BENFICA GUIMARÃES (adpadua@furnas.gov.br) / JOSÉ BONIFÁCIO PINTO JUNIOR (jboni@odebrecht.com) TEL.:

1. LOCALIZAÇÃO

RIO: MADEIRA BACIA: RIO AMAZONAS (1) SUB-BACIA: 15

DIST. DA FOZ: 1.082 km MUNICÍPIO(S):

COORDENADAS GEOGRÁFICAS: (BARRAGEM) PORTO VELHO UF: RO

BARRAGEM: LATITUDE: 8°48'4" LONGITUDE: 63°57'8" MUNICÍPIO(S):

CASA DE FORÇA: LATITUDE: 8°47'31" LONGITUDE: 63°57'7" (C.DE FORÇA) PORTO VELHO UF: RO

2. CARTOGRAFIA / TOPOGRAFIA

PROJEÇÃO CARTOGRÁFICA: ZONA: 20S - 66°W a 60°W DATUM : SAD-69 DATUM LOCAL: -

CARTAS E PLANTAS TOPOGRÁFICAS: DATA: 1980 ESCALA: 1:100.000 FONTE: Min. Exérc.

FOTOS AÉREAS: DATA: out/2001 ESCALA: 1:30.000 FONTE: Aeromapa

RESTITUIÇÃO AEROFOTOGRAMÉTRICA: ESCALA: 1:10.000 e 1:2.000

3. HIDROMETEOROLOGIA

POSTOS FLUVIOMÉTRICOS DE REFERÊNCIA:


²
CÓD.: 15.250.000 NOME: GUAJARÁ MIRIM RIO: MAMORÉ AD: 589.497 km
²
CÓD.: 15.250.004 NOME: GUAJARÁ MIRIM RIO: MAMORÉ AD: 589.497 km
²
CÓD.: 15.320.002 NOME: ABUNÃ-VILA RIO: MADEIRA AD: 932.622 km
²
CÓD.: 15.326.000 NOME: MORADA NOVA - FORT. DO ABUNÃ RIO: ABUNÃ AD: 11.811 km
²
CÓD.: 15.340.000 NOME: PALMEIRAL - SALTO DO JIRAU RIO: MADEIRA AD: 972.710 km
²
CÓD.: 15.350.000 NOME: SALTO TEOTÔNIO RIO: MADEIRA AD: 988.528 km
²
CÓD.: 15.400.000 NOME: PORTO VELHO RIO: MADEIRA AD: 988.997 km
²
CÓD.: 15.400.004 NOME: PORTO VELHO RIO: MADEIRA AD: 988.997 km
²
CÓD.: 15.630.000 NOME: HUMAITÁ RIO: MADEIRA AD: 1.066.240 km
²
CÓD.: 15.630.002 NOME: HUMAITÁ RIO: MADEIRA AD: 1.066.241 km
3
VAZÕES MÉDIAS MENSAIS (m /s) – PERÍODO: (DE JANEIRO/1931 A DEZEMBRO/2001)

JAN FEV MAR ABR MAI JUN JUL AGO SET OUT NOV DEZ

24.268 29.582 34.207 30.706 23.107 16.155 10.750 6.938 5.691 6.944 10.553 16.896

EVAPOR. MÉDIA MENSAL (mm)

JAN FEV MAR ABR MAI JUN JUL AGO SET OUT NOV DEZ

62,4 54,2 52,3 51,2 60,5 68,7 87,1 108,9 85,9 73,5 83,1 62,9

PREC. MÉDIA ANUAL: 2.173,7 mm VAZÃO MLT – PERÍODO: (DE JAN/1931 A DEZ/2001) 17.983,0 m³/s

EVAP. MÉDIA ANUAL: 920,8 mm VAZÃO FIRME (95%) 4.869 m³/s


EVAP. MÉDIA MENSAL: 76,7 mm VAZÃO MÁX. REGISTRADA (MÉDIA MENSAL) 47.492 m³/s
²
ÁREA DE DRENAGEM: 988.873 km VAZÃO MÍN. REGISTRADA (MÉDIA MENSAL) 3.651 m³/s

4. RESERVATÓRIO

CARACTERÍSTICAS GERAIS NA MAX. MAX. de JUSANTE: 65,26 m

VIDA ÚTIL DO RESERVATÓRIO: >100 anos NA JUSANTE (44 UNIDADES): 55,29 m

PERÍMETRO: 1.071 km NA MÍN. JUSANTE: 45,1 m

PROFUNDIDADE MÉDIA: 11 m CRISTA DA BARRAGEM: 75,5 m

PROFUNDIDADE MÁXIMA: 27 m ALTURA MÁX. DA BARRAGEM: 55 m

TEMPO DE FORMAÇÃO: - dias VOLUMES


6
TEMPO DE RESIDÊNCIA: - dias No NA MÁX. NORMAL: 2075,1 x10 m³
6
NÍVEIS No NA MÍN. NORMAL: 2075,1 x10 m³

NA (TR. 100 ANOS): - m ÁREA INUNDADA TOTAL


²
NA MÁX. NORMAL: 70 m NA MÁX. NORMAL: 271,3 km
²
NA MÁX. MAXIMORUM: 72 m NA MÁX. MAXIMORUM: 344,9 km
²
NA MÍN. NORMAL: 70 m NA MÍN. NORMAL: 271,3 km

ÁREAS INUNDADAS POR MUNICÍPIO (em km²)

MUNICÍPIO (S) UF SEM A CALHA DO RIO LEITO DO RIO TOTAL


PORTO VELHO RO 107,0 164,0 271,0

5. TURBINAS

TIPO: BULBO COM ROTOR KAPLAN QUEDA DE REFERÊNCIA: 13,9 m

NÚMERO DE UNIDADES: 44 - VAZÃO NOMINAL UNITÁRIA: 561 m³/s

POTÊNCIA UNITÁRIA NOMINAL: 73.000 kW RENDIMENTO MÁXIMO: 96 %


ROTAÇÃO SÍNCRONA: 81,8 r.p.m. PESO TOTAL POR UNIDADE: 8.820 kN

6. GERADORES

POTÊNCIA UNITÁRIA NOMINAL: 80.000 kVA RENDIMENTO MÁXIMO: 98 %

TENSÃO NOMINAL: 13 kV PESO DO ROTOR: 2.300 kN


FATOR DE POTÊNCIA: 0,9 -

7. INSTALAÇÕES DE TRANSMISSÃO DE INTERESSE RESTRITO À CENTRAL GERADORA

SUBESTAÇÃO ELEVADORA - DADOS DO TRANSFORMADOR SUBESTAÇÃO DE INTERLIGAÇÃO

NÚMERO DE UNIDADES: 11 - A CONSTRUIR ? (sim ou não): SIM

POTÊNCIA UNITÁRIA NOMINAL: 320.000 kVA NOME: SUBESTAÇÃO 765 KV

TENSÃO ENR. PRIM.: 13,8 kV CONCESSIONÁRIA: -

TENSÃO ENR. SEC.: 500 kV NÚMERO DE UNIDADES: 5 -

LINHA DE TRANSMISSÃO POTÊNCIA UNITÁRIA NOMINAL: 1.400.000 kVA

EXTENSÃO: 5 km TENSÃO ENR. PRIM.: 500 kV

TENSÃO: 500 kV TENSÃO ENR. SEC.: 765 kV


CIRCUITO (Simples ou Duplo): DUPLO

8. ESTUDOS ENERGÉTICOS

QUEDA DE REFERÊNCIA: 13,9 m RENDIMENTO DO CONJ. TURBINA/GERADOR: 93 %


PERDA HIDRÁULICA: 2 % ENERGIA MÉDIA (PERÍODO HISTÓRICO): 2.200,13 MW médios

FATOR DE INDISP. FORÇADA: 0,5 % ENERGIA FIRME LOCAL: 2.143,95 MW médios

FATOR DE INDISP. PROGRAMADA: - % ENERGIA FIRME INCREMENTAL: 2.067,00 MW médios

9. CUSTOS
3 3
OBRAS CIVIS: 3.390.530,72 X 10 R$ CUSTO TOTAL C/ JDC: 9.672.720,48 X 10 R$
3
EQUIPAMENTOS ELETROMECÂNICOS: 3.481.972,07 X 10 R$ PERÍODO DE UTILIZAÇÃO DA USINA: 50 anos
3
MEIO AMBIENTE: 458.382,99 X 10 R$ CUSTO DA ENERGIA GERADA 23,02 US$/MWh
3
CUSTO DIRETO TOTAL: 7.330.885,68 X 10 R$ DATA DE REFERÊNCIA: agosto/2004
3
CUSTOS INDIRETOS: 1.446.834,80 X 10 R$ TAXA DE CÂMBIO: 3,05 R$/US$
3
CUSTO TOTAL S/ JDC: 8.777.720,48 X 10 R$

10. IMPACTOS SÓCIO-AMBIENTAIS

POPULAÇÃO ATINGIDA (N° HABITANTES): FAMÍLIAS ATINGIDAS:

URBANA: 437 URBANA: 106

RURAL: 1.609 RURAL: 455

TOTAL: 2.046 TOTAL: 561

QUANTIDADE DE NÚCLEOS URBANOS ATINGIDOS: 05 (Santo Antônio, Teotônio, Amazonas, Morrinhos e Jaci-Paraná (parte))

INTERFERÊNCIA EM ÁREAS LEGALMENTE PROTEGIDAS ? SIM (Área de Preservação Permanente do rio Madeira e do baixo curso de afluentes no trecho)

INTERFERÊNCIA EM ÁREAS INDÍGENAS ? NÃO TRIBO (S):

RELOCAÇÃO DE ESTRADAS ? SIM EXTENSÃO: 10,00 km

RELOCAÇÃO DE PONTES ? SIM EXTENSÃO: 0,20 km

DIRETOS: 13.000 (MÉDIO) 20.000 (PICO) INDIRETOS: 50.000

11. CRONOGRAMA - PRINCIPAIS FASES

INÍCIO DAS OBRAS ATÉ O DESVIO: 39 meses TOTAL: 82 meses

DESVIO ATÉ O FECHAMENTO: 5 meses MONTAGEM ELETROMECÂNICA (1° UNID.): 24 meses

FECHAMENTO ATÉ GERAÇÃO (1° UNID.): - meses OPERAÇÃO PRIMEIRA UNIDADE: 44 meses

12. ASPECTOS CRÍTICOS DO EMPREENDIMENTO


PARQUES NACIONAIS ? NÃO
ÁREAS DE PROTEÇÃO AMBIENTAL - APA ? NÃO
RESERVAS ECOLÓGICAS ? NÃO
RESERVAS MINERAIS ? SIM reserva garimpeira no rio Madeira
SÍTIOS ARQUEOLÓGICOS ? SIM pré-históricos e históricos
CAVERNAS ? NÃO
CANOAGEM NO LEITO DO RIO ? NÃO apenas navegação de pequeno porte, de alcance local
OUTROS ? SIM sitios paleontológicos
13. DESCRIÇÃO SOBRE OS OUTROS USOS DA ÁGUA
NAVEGAÇÃO NÃO a implantação da usina permitirá a navegação de grande porte, hoje impraticável ao longo de todo trecho.
ABASTECIMENTO PÚBLICO NÃO
TURISMO LOCAL SIM pesca na cachoeira do Teotônio e praias de Jaci-Paraná e Santo Antônio
LAZER SIM pesca na cachoeira do Teotônio e praias de Jaci-Paraná e Santo Antônio
OUTROS NÃO
14. OBSERVAÇÕES

DADOS DE ARRANJO

15. DESVIO

TIPO: PELO VERTEDOURO ESCAVAÇÕES: - m³

VAZÃO DE DESVIO: (TR = 1.000 ANOS) 72.560 m³/s CONCRETO (CONVENCIONAL): (VIDE VERTEDOURO) m³

NÚMERO DE VÃOS: 10 (rebaixados) + 11 PRÉ ENSEC. E ENSECADEIRAS PRINCIPAIS NO LEITO DO RIO: 3.974.670 m³

LARGURA DO VÃO: 20 m ENSECADEIRAS AUXILIARES 1 A 9: 3.318.170 m³

EXTENSÃO TOTAL: 520,00 m VOLUME TOTAL DAS ENSECADEIRAS: 7.292.840 m³

16. BARRAGEM PRINCIPAL NO LEITO DO RIO


Barragem de Enrocamento com Núcleo
TIPO DE ESTRUTURA / MATERIAL: ENROCAMENTO: 1.418.400 m³
Argiloso
EXTENSÃO TOTAL DA CRISTA: 990 m NÚCLEO ARGILOSO: 458.140 m³

ALTURA MÁXIMA 60,00 FILTROS E TRANSIÇÕES: 152.970 m³

COTA DA CRISTA 75,50 m VOLUME TOTAL: 2.029.510 m³


Nota: Esses volumes não incluem as ensecadeiras incorporadas

17. BARRAGEM DE FECHAMENTO DA MARGEM DIREITA

TIPO DE ESTRUTURA / MATERIAL: Barragem Homogênea de Terra SOLO COMPACTADO: 81.526 m³

EXTENSÃO TOTAL DA CRISTA: 200,00 m TRANSIÇÕES E FILTROS (T1 E T3) 7.420 m³

ALTURA MÁXIMA: 25,50 m RIP-RAP 2.728 m³

COTA DA CRISTA: 75,50 m ENROCAMENTO DE PÉ: 473 m³

VOLUME TOTAL: 92.147 m³


18. MUROS DE CONCRETO

MUROS DIVISORES DA CASA DE FORÇA MURO LATERAL DIREITO DO VERTEDOURO

TIPO DE ESTRUTURA / MATERIAL: CCR TIPO DE ESTRUTURA / MATERIAL: CC

EXTENSÃO TOTAL DAS CRISTAS: 230 (montante) / 195 (jusante) m EXTENSÃO TOTAL DA CRISTA: 602 m
ALTURA MÁXIMA: 49,3 m ALTURA MÁXIMA: 30 m
COTAS DAS CRISTAS: 73 (montante) / 64 (jusante) m COTA DA CRISTA: 75,5 m
CONCRETO CONVENCIONAL: 19.000 m³ CONCRETO CONVENCIONAL / MASSA: 100.000 m³
CONCRETO COMPACTADO A ROLO - CCR: 167.000 m³ ARMADURA 600 t
ARMADURA 1.140 t
MURO DE ENCOSTO DA BARRAGEM DE ENROCAMENTO MURO LATERAL ESQUERDO DO VERTEDOURO

TIPO DE ESTRUTURA / MATERIAL: CC TIPO DE ESTRUTURA / MATERIAL: CC

EXTENSÃO TOTAL DA CRISTA: 570 m EXTENSÃO TOTAL DA CRISTA: 197 m


ALTURA MÁXIMA: 17,00 m ALTURA MÁXIMA: 17,5 m
COTA DA CRISTA: 75,50 m COTA DA CRISTA: 75,5 m
CONCRETO CONVENCIONAL / MASSA: 77.600 m³ CONCRETO CONVENCIONAL / MASSA: 23.000 m³
ARMADURA 216 t ARMADURA 180 t
19. VERTEDOURO

TIPO: SOLEIRA BAIXA TIPO CREAGER ESCAVAÇÃO EM ROCHA FOGO CUIDADOSO: 121.470 m³

VAZÃO DE PROJETO: (TR = 10.000 ANOS) 84.000 m³/s CONCRETO (CONVENCIONAL): 400.000 m³

COTA DA SOLEIRA: 50,00 m ARMADURA 24.000 t

NÚMERO DE VÃOS: 21 - COMPORTAS:


LARGURA DO VÃO: 20,00 m TIPO: SEGMENTO
EXTENSÃO TOTAL: 520,00 m ACIONAMENTO: CILINDRO HIDRÁULICO

ESCAVAÇÃO COMUM: 168.800 m³ LARGURA: 20,00 m


ESCAVAÇÃO EM ROCHA A CÉU ABERTO: 553.750 m³ ALTURA: 21,82 m
20. TOMADA D'ÁGUA E CANAL DE ADUÇÃO

CANAL DE ADUÇÃO ESCAVAÇÃO COMUM: 624.070 m³

EXTENSÃO TOTAL: 1.810 m ESCAVAÇÃO EM ROCHA A CÉU ABERTO: 812.538 m³

LARGURA JUNTO À ESTRUTURA: 1.016,6 m ESCAVAÇÃO EM ROCHA FOGO CUIDADOSO: 90.282 m³

ESCAVAÇÃO COMUM: 11.844.430 m³ CONCRETO: 528.000 m³


ESCAVAÇÃO EM ROCHA A CÉU ABERTO: 827.890 m³ ARMADURA 31.680 t
TOMADA D'ÁGUA: COMPORTAS:

TIPO: acoplado à Casa de Força TIPO: ENSECADEIRA


EXTENSÃO TOTAL: 1.016,6 m ACIONAMENTO: PÓRTICO ROLANTE
NÚMERO DE VÃOS: 44 - LARGURA: 7,55 m

ALTURA: 19,18 m

21. CASA DE FORÇA E CANAL DE FUGA

CANAL DE FUGA CASA DE FORÇA / ÁREAS DE MONTAGENS E ÁREA DE DESCARGA:

LARGURA JUNTO À ESTRUTURA: 1.016,6 m NÚMERO DE UNIDADES: 44 -

EXTENSÃO TOTAL: 1.500 m LARGURA DOS BLOCOS: 22,60 m

ESCAVAÇÃO COMUM: 9.511.970 m³ ALTURA DOS BLOCOS: 53,15 m

ESCAVAÇÃO EM SOLO MOLE: 6.507.170 m³ COMPRIMENTO DOS BLOCOS: 87,2 m

ESCAVAÇÃO EM ROCHA A CÉU ABERTO: 7.065.420 m³ EXTENSÃO TOTAL (INCLUINDO ÁREAS DE MONT. E DESC.): 1.142,0 m

REATERRO: 754.340 m³ ESCAVAÇÃO COMUM: 2.030.240 m³

ATERRO COMPACTADO: 265.000 m³ ESCAVAÇÃO EM ROCHA A CÉU ABERTO: 1.905.768 m³

ENROCAMENTO: 89.740 m³ ESCAVAÇÃO EM ROCHA FOGO CUIDADOSO: 211.752 m³

CONCRETO: 1.072.000 m³

ARMADURA 64.320 t

22. OBRAS ESPECIAIS

TIPO: CANAL DE MONTANTE DA ECLUSA TIPO: CANAL DE JUSANTE DA ECLUSA

LARGURA MÍNIMA: 128,0 m LARGURA MÍNIMA: 121,5 m


EXTENSÃO TOTAL (NO EIXO): 1.448,18 m EXTENSÃO TOTAL (NO EIXO): 1.904,7 m
ESCAVAÇÃO COMUM: 5.974.570 m³ ESCAVAÇÃO COMUM: 487.810 m³
ESCAVAÇÃO EM ROCHA A CÉU ABERTO: 107.910 m³ ESCAVAÇÃO EM SOLO MOLE 4.390.300 m³

TIPO: CÂMARA DA ECLUSA TIPO: MURO GUIA (MONTANTE E JUSANTE)

LARGURA: 34,0 m EXTENSÃO TOTAL: 400,0 m

EXTENSÃO TOTAL: 313 m ESCAVAÇÃO COMUM: 406.830 m³

ESCAVAÇÃO COMUM: 438.810 m³ ESCAVAÇÃO EM ROCHA A CÉU ABERTO: 4.660 m³

ESCAVAÇÃO EM ROCHA A CÉU ABERTO: 437.340 m³ CONCRETO CONVENCIONAL: 81.632 m³


REATERRO: 289.350 m³ ARMADURA 4.898 t

CONCRETO CONVENCIONAL: 349.692 m³

ARMADURA 20.982 t
23 . QUANTIDADES TOTAIS APRESENTADAS NO OPE - CAPÍTULO 14 (INCLUINDO OBRAS ESPECIAIS)
ESCAVAÇÃO COMUM: 41.772.980 m³ SOLO LANÇADO / COMPACTADO 3.934.916 m³
ESCAVAÇÃO EM SOLO MOLE: 10.897.470 m³ TRANSIÇÕES / FILTROS / PROTEÇÕES 839.771 m³
ESCAVAÇÃO EM ROCHA A CÉU ABERTO: 17.425.430 m³ CONCRETO CONVENCIONAL / MASSA: 2.818.324 m³
ESCAVAÇÃO EM ROCHA SUB AQUÁTICA: 400.000 m³ CONCRETO COMPACTADO A ROLO - CCR: 167.000 m³
ENROCAMENTO LANÇADO / COMPACTADO: 4.834.443 m³ ARMADURA 151.495 t
NÚCLEO DE ARGILA: 539.666 m³