Você está na página 1de 2

Equilíbrio de solubilidade

1. O gráfico seguinte mostra as curvas de solubilidade dos sais nitrato de potássio, KNO3, e sulfato de
manganês, MnSO4.

1.1 Sob o ponto de vista energético, como se classificam os processos de dissolução destes dois
sais?
1.2 A 60.ºC, uma solução de 250 g possui 21g de nitrato de prata. Será a solução saturada?

6. Considere os valores do produto de solubilidade a 25 °C, dos seguintes sais:


Ks(Mg(OH)2) = 5,61 × 10−12; Ks(Ag2CrO4) = 1,12 × 10−12; Ks(Ca(OH)2) = 5,02 × 10−6; Ks(FeF2) = 2,3 × 10−6 ;
Ks(La(IO3)3) = 7,5 × 10−12
6.1 Escreva a expressão do produto de solubilidade, Ks, para os sais fluoreto de ferro (II), FeF2, e
iodato de lantânio, La(IO3)3.
6.2 De entre os sais Ca(OH)2 e FeF2 diga qual o que apresenta maior solubilidade. Analise o
resultado.
6.3 Coloque por ordem crescente de solubilidade os sais Ag2CrO4 e La(IO3)3

7. A uma dada temperatura, a solubilidade do sulfato de prata, Ag2SO4, em água é 2,0 × 10−2 mol dm−3.
Determine o valor do produto de solubilidade deste sal, à mesma temperatura.

8. Uma solução básica saturada representada por X(OH)2, apresenta, à temperatura de 25 °C, um
valor de pH igual a 10. A equação para esta reação é a seguinte:
X(OH)2 (s) ⇌ X2+ (aq) + 2 OH− (aq)
Selecione a opção que corresponde ao valor do produto de solubilidade, Ks, para este equilíbrio.
(A) 5,0 × 10−13
(B) 2,0 × 10−13
(C) 6,0 × 10−12
(D) 3,0 × 10−12
9. O produto de solubilidade, Ks, do hidróxido de prata, AgOH, é 2,25 × 10−5, a 25 °C. Determine o
valor de pH de uma solução saturada de hidróxido de prata.

10. O produto de solubilidade, Ks, do cloreto de prata, AgCℓ, é 1,77 × 10−10, a 25 °C.
Selecione a opção que completa corretamente a frase seguinte.
A solubilidade deste sal em água é…
(A) 1,3 × 10−5 mg dm−3.
(B) 2,6 × 10−5 mg dm−3.
(C) 5,6 mg dm−3.
(D) 1,9 mg dm−3.
11. A concentração dos iões Ag+ numa solução aquosa é igual a 4,0 × 10−3 mol dm−3. Determine a
concentração mínima em iões Cℓ−, expressa em mol dm−3, para que se verifique o início da
precipitação do sal cloreto de prata.
Dado: Ks(AgCℓ) = 1,77 × 10−10

12. A concentração do ião cálcio, Ca2+, no sangue é 2,5 × 10−3 mol dm−3. Se a concentração do ião
oxalato, C2O 24 , for igual a 1,0 × 10−7 mol dm−3, verifica-se a precipitação do oxalato de cálcio?

Dado: Ks(CaC2O4) = 2,32 × 10−9

15. À temperatura de 25 °C, um copo de precipitação contém 50,0 mL de uma solução aquosa com
iões chumbo (II), Pb2+, com a concentração de 2,0 × 10−2 mol dm−3 e com iões prata, Ag+, com a
concentração de 6,0 × 10−3 mol dm−3.
A esta solução adiciona-se lentamente cloreto de potássio sólido, de forma a precipitar os
cloretos de chumbo (II) e de prata. Considere que não há alteração de volume nem de
temperatura.
Dados: Ks(PbCℓ2) = 1,70 × 10−5; Ks(AgCℓ) = 1,77 × 10−10
15.1 Escreva as equações químicas que traduzem os equilíbrios de solubilidade do cloreto de
prata e do cloreto de chumbo (II).
15.2 Qual dos sais, PbCℓ2 ou AgCℓ, começa a precipitar primeiro?