Você está na página 1de 5

DOSSIÊ DO PROFESSOR QUÍMICA 11

TESTES DE AVALIAÇÃO

TESTE DE AVALIAÇÃO 1

CARACTERIZAÇÃO DA PROVA

Quadro 1 – Valorização dos conteúdos

Conteúdos Cotação (em pontos)

Subdomínio 1: Aspetos quantitativos das reações


84
Domínio 1: Equilíbrio químicas
químico Subdomínio 2: Equilíbrio químico e extensão das
116
reações químicas

Subdomínio 1: Reações ácido-base 0

Domínio 2: Reações em
Subdomínio 2: Reações de oxidação-redução 0
sistemas aquosos

Subdomínio 3: Soluções e equilíbrio de solubilidade 0

Quadro 2 – Tipologia, número de itens e cotação

Tipologia dos itens Número de itens Cotação por item (em pontos)

Itens de seleção Escolha múltipla 8 8

Resposta curta 2 8

Itens de construção 6 12
Resposta restrita
3 16

1
© Areal Editores
DOSSIÊ DO PROFESSOR QUÍMICA 11
TESTES DE AVALIAÇÃO

TESTE DE AVALIAÇÃO 1

NOME N.º TURMA DATA AVALIAÇÃO PROFESSOR

GRUPO I
No geral, os combustíveis lançam gases poluentes como óxidos de carbono (CO e CO 2) e óxidos de nitrogénio
(NO e NO2). Além desses gases também se liberta enxofre, S, que durante a queima dos combustíveis fósseis se
combina com o oxigénio do ar e forma dióxido de enxofre, de acordo com a seguinte equação química:
S(g) + O2(g)  SO2(g)
O SO2 formado pode reagir novamente com o oxigénio do ar para dar origem ao trióxido de enxofre, SO 3:
SO2(g) + O2(g)  SO3(g)
O trióxido de enxofre reage com a água dando origem a uma solução aquosa de ácido sulfúrico. Este ácido
contribui para a formação das chuvas ácidas, com consequente acidificação das águas e dos solos.

1. A equação química de oxidação do dióxido de enxofre não está acertada. Ao acertar essa equação química,
garantindo que foi usado o conjunto de números inteiros mais pequeno possível e que se atendeu ao princípio da
conservação da massa, verifica-se que a soma de todos os coeficientes estequiométricos é:
(A) 2 (B) 10 (C) 4 (D) 5

2. O teor de enxofre na gasolina pode ser determinado fazendo reagir o dióxido de enxofre resultante da queima
do combustível com uma solução de peróxido de hidrogénio. A solução ácida obtida é depois titulada para
determinar a quantidade de matéria de catiões H 3O+.
SO2(g) + H2O2(aq) + H2O(ℓ)  HSO4− (aq) + H3O+(aq)
A partir de uma amostra de 20,0 g de gasolina obtiveram-se 4,0  10- 3 mol de H3O+ pelo método descrito. Qual a
percentagem de enxofre na gasolina analisada?
Apresente todas as etapas de resolução.

3. Atualmente, sistemas de purificação de emissões gasosas são exigidos por um número cada vez maior de
países. As emissões de dióxido de enxofre gasoso podem ser minimizadas instalando filtros humedecidos com
substâncias alcalinas como hidróxido de cálcio, Ca(OH) 2, que reagem com o dióxido de enxofre de acordo com a
seguinte equação química:
Ca(OH)2(s) + SO2(g)  CaSO3(s) + H2O(ℓ)
Qual é a massa mínima de hidróxido de cálcio necessária para eliminar todo o SO 2 libertado na queima de 250
litros de gasolina?
Apresente todas as etapas de resolução.
Dados: gasolina = 0,8 g/cm3 Teor de enxofre na gasolina = 50 mg kg- 1

GRUPO II
O óxido de etileno, C2H4O, é usado como matéria-prima para a síntese do etilenoglicol (usado em
anticongelantes), éteres glicólicos e polímeros (como o PET). Anualmente, a produção mundial de óxido de
etileno é, aproximadamente, 4000 toneladas. A síntese clássica do óxido de etileno consiste em duas etapas.

2
© Areal Editores
DOSSIÊ DO PROFESSOR QUÍMICA 11
TESTES DE AVALIAÇÃO

No entanto, foi desenvolvido um novo processo de obtenção do óxido de etileno, mais vantajoso de acordo com a
Química Verde.

1. Por que razão o segundo processo de síntese do óxido de etileno é mais vantajoso, de acordo com os
princípios da Química Verde, do que a síntese clássica do óxido de etileno? Justifique.
2. De forma a assegurar a maior conversão possível de eteno em óxido de etileno, que considerações químicas
importantes teriam de se ter em conta no processo de síntese com menor impacto ambiental?
3. Na síntese verde de óxido de etileno, fez-se reagir 140,3 kg de eteno, C2H4, com 180,4 kg de oxigénio obtendo-
-se 168,4 kg de óxido de etileno.
3.1. Identifique o reagente limitante.
3.2. O rendimento da reação, em percentagem, é, aproximadamente, …
(A) … 44% (B) … 53% (C) … 64% (D) … 76%

GRUPO III
Numa experiência, 3,00 mol de iodo e 2,00 mol de hidrogénio foram misturados num recipiente fechado de 1,00 L.
Ao fim de algum tempo o sistema atinge o equilíbrio tal como descrito pela equação química:

I2(g) + H2(g) ⇌ 2 HI(g)

A figura seguinte traduz a variação da concentração de I 2 no decurso da reação.


O sistema foi mantido a uma temperatura, T, constante.

1. Qual das expressões seguintes traduz a expressão da constante de equilíbrio da reação direta?

2 [HI] [H2 ] [I2 ]


(A) Kc = [H (B) Kc =
2 ] [I2 ] 2 [HI]
[HI]2 [H2 ] [I2 ]
(C) Kc = [H (D) Kc =
2 ] [I2 ] [HI]2

2. Determine a constante de equilíbrio da reação à temperatura T.


Apresente todas as etapas de resolução.

3. A temperatura de 500 K o valor de K c para esta reação é 160, mas a 700 K o valor de K c é 54. A partir destes
valores é possível concluir que…
3
© Areal Editores
DOSSIÊ DO PROFESSOR QUÍMICA 11
TESTES DE AVALIAÇÃO

(A) … a produção de iodeto de hidrogénio é favorecida a altas temperaturas.


(B) … a concentração de equilíbrio de HI é maior à temperatura de 500 K do que à temperatura 700 K.
(C) … a reação é mais extensa à temperatura de 700 K.
(D) … a concentração de equilíbrio de H 2 e I2 não varia com a temperatura.

GRUPO IV
A reação seguinte é usada em algumas indústrias para produzir hidrogénio.
CO(g) + H2O(g) ⇌ CO2(g) + H2(g) H < 0
Uma mistura de monóxido de carbono, vapor de água, dióxido de carbono e hidrogénio foi colocada num
recipiente fechado, que foi mantido à temperatura de 200 °C.
A constante de equilíbrio da reação, a essa temperatura, é 210.
Após 30 s, a concentração dos gases é:
[CO] = 0,1 mol dm- 3, [H2O] = 0,1 mol dm- 3, [H2] = 2,0 mol dm- 3, [CO2] = 2,0 mol dm- 3.

1. Mostre que essas concentrações não correspondem a um estado de equilíbrio da reação, à temperatura de
200 °C.

2. Aos 30 s de reação, a velocidade da reação direta é _______ do que a velocidade da reação inversa e a
reação evolui no sentido _______.
(A) … maior … direto
(B) … maior … inverso
(C) … menor … direto
(D) … menor … inverso

3. O rendimento da reação de síntese de hidrogénio é favorecida por…


(A) … um aumento da pressão, à temperatura de 200 °C.
(B) … uma temperatura inferior a 200 °C.
(C) … a adição de um catalisador, à temperatura de 200 °C.
(D) … a adição de dióxido de carbono, CO 2, à temperatura de 200 °C.

4. Num teste laboratorial, a reação é realizada na presença de um catalisador. As restantes condições mantêm-se
inalteradas.
Selecione o gráfico que traduz corretamente a variação da concentração de hidrogénio no decurso da reação não
catalisada (_______) e catalisada (- - - - - -).
(A) (B)

(C) (D)

4
© Areal Editores
DOSSIÊ DO PROFESSOR QUÍMICA 11
TESTES DE AVALIAÇÃO

GRUPO V
Uma aplicação lúdica do cloreto de cobalto é nos galos de tempo que mudam de cor de acordo com a variação do
clima. A mudança de cor deve-se a uma reação de equilíbrio traduzida pela equação química:

[Co(H2O)6]2+ (aq) + 4 Cℓ-(aq) ⇌ [CoCℓ4]2-(aq) + 6 H2O(ℓ) (ver)


(cor-de-rosa) (azul)
Uma solução apresenta cor roxa como resultado da presença, em solução, de iões [Co(H 2O)6]2+ e de iões
[CoCℓ4]2- em equilíbrio.

Para estudar o efeito da temperatura no sistema em equilíbrio, pipetaram-se 10 mL da solução em equilíbrio para
três tubos de ensaio identificados como X, Y e Z.
Os tubos de ensaio foram colocados em banhos de água a diferentes temperaturas e foram observadas as
alterações de cor na mistura em equilíbrio. Os resultados encontram-se resumidos na tabela seguinte.

Tubo de ensaio Temperatura do banho de água Observação


X 20 °C a solução permaneceu roxa
Y 80 °C a solução tornou-se azul
Z 0 °C a solução tornou-se rosa

1. A reação é endotérmica ou exotérmica? Justifique.


2. Uma vez atingido o equilíbrio, à temperatura de 20 °C, procedeu-se a alterações na concentração das espécies
intervenientes com o intuito de estudar o efeito da concentração no sistema em equilíbrio.
2.1. Qual(ais) a(s) variável(eis) que se deve(m) controlar durante o referido estudo?
2.2. Que variação se observará na cor da solução após a adição de algumas gotas de água ao sistema em
equilíbrio?

3. O cloreto de prata é um sal pouco solúvel. Numa solução contendo aniões cloreto, com a adição de nitrato de
prata observa-se a formação de precipitado de cloreto de prata.
Qual será o efeito da adição de nitrato de prata na cor do sistema em equilíbrio? Justifique.

4. Quando o sistema em equilíbrio foi aquecido, a cor mudou de roxo para azul.
Qual dos seguintes gráficos traduz a variação da concentração das espécies intervenientes no equilíbrio em
resultado dessa alteração?
(A) (B)

(C) (D)

GRUPO I GRUPO II GRUPO III GRUPO IV GRUPO V TOTAL


1. 2. 3. 1. 2. 3.1. 3.2. 1. 2. 3. 1. 2. 3. 4. 1. 2.1. 2.1. 3. 4.
8 12 16 12 12 16 8 8 16 8 12 8 8 8 12 8 8 12 8
36 48 32 36 48 200

5
© Areal Editores

Você também pode gostar