Você está na página 1de 3

Inês Pacheco Nunes

Terapeutica do Cancro
Tipo de Alvo/Marcador Fármaco Função/Classificação Mecanismo de Acção
Cancro Terapêutico
Inibidor dos Receptores Liga-se ao receptor de estrogénio (ER) promovendo a sua destruição, reduzindo
Fulvestan
de Estrogénio (ER) assim a quantidade de ERs no interior da célula.
Antagonista competitivo dos ER que ao liga-se produz um complexo nuclear que
Tamoxifeno Antagonista competitivo diminui a síntese de DNA e inibe o efeito dos estrogénios.
dos ER Leva à paragem do ciclo celular em G0 e G1. Não provoca morte celular.
Estrogénio
Mama Intervém na produção hormonal através da inibição da aromatase, impedindo-a de
sintetizar estrogénio. Só é eficaz em mulheres pós-menopausicas pois nesse caso o
Letrozole Inibidor da aromatase estrogénio é produzido nos tecidos periféricos (tecido adiposo da mama, por ex).

Em mulheres pré-menopausicas o estrogénio é produzido nos ovários pelo


que o letrozole não é recomendado (interfere no sistema reprodutor feminino).
Têm 3 mecanismos de acção:
1 – Inibem a síntese de DNA e RNA impedindo a proliferação celular.
2 – Inibem a enzima topoisomerase II, bloqueando a transcrição e replicação do
DNA.
Antraciclinas CCNS 3 – Leva a produção de espécies reactivas de oxigénio que danificam o DNA,
(cell-cycle non-specific) proteínas e membranas celulares.

Cardiotoxicidade dose-dependente. Associado a Trastuzumab pode causar


HER2+ cardiotoxicidade com reacção inflamatória, necrose de miócitos e fibrose
intersticial. Alterações ultra estruturais incluem perda de miofibrilas, edema
mitocondrial, grânulos intramitocondriais, vacuolização e rotura de sarcómeros.
Liga-se ao dominio IV do segmento extracellular do receptor HER2/neu. Impede
progressão do ciclo celular durante a fase G1, reduzindo a proliferação.
Trastuzumab
(Herceptin) Downregulation dos receptores HER2 impede a dimerização dos receptores e
Anticorpo monoclonal
sinalização downstream (cascata PI3K). Impede, também a angiogénese com
anti-receptor HER2/neu
indução de factores anti-angiogénicos e repressão de factores angiogénicos.
Mecanismo semelhante ao Trastuzumab.
Pertuzumab Quando usado em combinação com Trastuzumab reporta um maior atraso da
progressão tumoral.
Sendo o tecido ósseo estruturalmente constituído por osteoclastos, osteoblastos e
osteócitos e tendo os BFs grande afinidade para os iões Ca2+, a matriz óssea é alvo
Mama com selectivo para os BFs. Intervêm na remodelação óssea, tendo actividade anti-
Metástases
Bifosfonatos (BFs) Prevenção de perda de osteoclástica, diminuindo a reabsorção óssea. Esta actividade pode levar à inibição
ósseas Osso
(principalmente) massa óssea celular dos osteoclastos ou até mesmo apoptose que, associada à inibição da
proliferação de células endoteliais, leva à diminuição da taxa de remodelação e
reabsorção criando uma situação de hipoxia, hipocelularidade e hipovascularização
do tecido ósseo.
O EGFR activa a proteína Ras que por sua vez activa uma cascata de sinalização que
culmina com a activação de factores de transcrição que levam à proliferação
Cancro celular.
colorrectal
Anticorpo EGFR impede a ligação de EGFs ao receptor e consequente activação da
Ras. É particularmente útil de houver mutação dos EGFR com
EGFR Cetuximab Anticorpo monoclonal sobreexpressão/sobreactivação destes receptores.
anti-EGFR
Se houver mutação do gene da proteína Ras, esta vai permanecer
permanentemente activa mesmo na ausência de sinal por parte dos EGFRs. Neste
Cancro cabeça e caso o Cetuximab não tem qualquer benefício, já que o pathway está alterado
pescoço downstream e a proteína Ras deixou de responder ao estímulo de EGFR.

Inibe a tirosina cinase Kit, impedindo a sua dimerização e ligação ao SCF


GIST (Stem Cell Factor) que activa, fosforilando, moléculas transdutoras de sinal
Imatinib Inibidor das tirosina- que levam à proliferação, sobrevivência e diferenciação celular.
Receptores cinase (especificidade
Tirosina-Cinase para Abl, c-kit e Previne a proteína BCR-Abl de fosforilar proteínas downstream e iniciar a
Leucemia PDGFR) cascata de sinalização necessária para o desenvolvimento de cancro,
Mielóide
Crónica prevenindo a proliferação celular e induzindo a apoptose.

Vários mTOR Em cancros com activação do complexo Akt/PKB (activação da via PI3K >
(mammalian Rapamicina Inibidor mTOR PIP3 > Akt/PKB> mTOR) a inibição da actividade de mTOR inibe a
target of (serin-threonine kinase)
rapamycin)
proliferação celular e actua sobre o complexo Akt/PKB inibindo-o.
Inibidor da Angiogénse:
Anticorpo monoclonal inibe o Vascular Endothelial Growth Factor A (VEGF-
VEGF Bevacizumab Anticorpo Anti-VEGF-A A), um factor promotor da angiogénese.

Particularmente útil em cancro de células renais.


Ao inibir o PDGFR e o VEGFR leva à redução da neovascularização, inibição
RTKs Sunitinib Inibidor de vários da angiogénese, hipoxia celular e consequente diminuição da massa
(receptor Sorafenib RTKs, incluindo PDGFR tumoral. Particularmente útil em cancro de células renais.
tyrosine kinase) e VEGFR
Também inibe o Kit, sendo por isso utilizado em casos de GIST resistente ao
Imatinib.
Tem vários mecanismos anti-tumorais:
- Inibição da angiogénese na medula óssea, diminuindo a proliferação
celular
- Inibição da produção de IL-6, que actua como factor de crescimento
Mieloma Vários Talidomida Várias funções
Múltiplo - Activação da apoptose por via da caspase 8
- Activação de Linfócitos T que produzem IL-2, aumentando a função
das células NK.

NF-kB é uma proteína que, se entrar no núcleo, activa genes específicos


com consequência:
- um efeito de sobrevivência celular
- inibição da apoptose
Proteossoma Bortezomib Inibidor do - aumento da proliferação celular
Proteossoma O NF-kB normalmente está inibido por uma proteína que é o IkB (inibidor
kB). Se houver estimulação por sinais específicos, IkB é fosforilado, o que
conduz à ligação à ulbiquitina e, consequentemente, a sua degradação no
proteossoma. Se o IkB for degradado, liberta-se NF-kB que tem acção
cancerígena.
Se inibirmos o proteossoma, IkB não é destruído pelo que NF-kB mantém-se
inactivo.

Inês Pacheco Nunes