Você está na página 1de 17

Introdução à Avaliação

Educacional

Prof. Dr. Daniel Abud Seabra Matos


Departamento de Educação
Universidade Federal de Ouro Preto
E-mail: danielmatos@ichs.ufop.br
Temas a serem abordados

 Avaliação educacional: uma introdução à


complexidade da área.

 Tipos de Avaliação Educacional.

 Funções da Avaliação Educacional.


Tipos de Avaliação Educacional
 Avaliação de sala de aula (avaliação da
aprendizagem)

 Avaliação de sistemas educacionais (avaliação


externa, avaliação de larga escala)

 Avaliação institucional
(Alavarse; Gabrowski, 2013)

 Avaliação de programas (avaliação de impacto)


Tipos de Avaliação Educacional
 Avaliação de sala de aula (aprendizagem):

-a avaliação que os professores


desenvolvem no dia a dia das salas de
aula, tendo como foco o que seus alunos
já aprenderam em relação às várias
disciplinas e aos valores trabalhados na
escola.

-refletir projeto político-pedagógico


Tipos de Avaliação Educacional
 Avaliação institucional:

-toma a escola como objeto de avaliação,


especialmente a partir projeto político-pedagógico,
proposta curricular e atividades didáticas e
pedagógicas daí decorrentes.

-incorpora resultados da avaliação da aprendizagem.

-participação de alunos, professores, equipes de


gestão e pais.
Tipos de Avaliação Educacional
 Avaliação externa (sistemas educacionais)

-é responsabilidade do Estado.

-provas padronizadas , baseadas em matrizes de


habilidades e competências.

-comparação consigo mesma e em relação a outras


escolas do Estado, da região ou do país.

-não têm como objeto toda a riqueza curricular das


escolas
Tipos de Avaliação Educacional
 Avaliação de programas (avaliação de impacto)

-A intenção da avaliação de impacto é determinar


mais amplamente se o programa teve os efeitos
desejados nos indivíduos, domicílios e instituições
e se aqueles efeitos podem ser atribuídos à
interveção do programa. Avaliações de
impacto também podem explorar consequências
não previstas, positivas ou negativas, nos
beneficiários.
(Baker, 2000, p. 1)
Tipos de Avaliação Educacional
 Avaliação de programas (avaliação de impacto)

-Avaliação de impacto é uma avaliação


focada nos resultados ou impactos de um
programa, política, organização ou
tecnologia. Avaliações de impacto
tipicamente tentam fazer inferência causal
que conecta o avaliado com o resultado.

(Bickman, 2005, p. 194)


Tipos de Avaliação Educacional

 Necessidade de articulação dos tipos de


avaliação (principalmente aprendizagem,
institucional, externa)

 Complexidade da avaliação educacional


Funções da Avaliação Educacional

 a avaliação educacional possui propósitos


e funções diversas que se aplicam em
ocasiões e sujeitos diferentes.

 não parece fazer sentido falar em


“avaliação” no singular, mas sim em
“avaliações” no plural.

(Matos et al., 2014)


Funções da Avaliação Educacional

 a função primordial da avaliação deve ser


pedagógica/formativa. Entretanto, outras
funções também existem.

 Exemplos: responsabilização (aluno,


professor, escola, gestores), classificação,
seleção, etc.

(Matos et al., 2014)


Definição de Avaliação
Avaliar

 Julgar ou fazer a apreciação de alguém ou alguma


coisa, tendo como base uma escala de valores;

 Consiste na coleta de dados quantitativos e


qualitativos e na interpretação desses resultados com
base em critérios previamente definidos.

(HAYDT, 2008)
Funções da Avaliação Educacional

 Exemplo: função classificatória e/ou seletiva.

 Classificar ou selecionar não necessariamente


seria condenável  a necessidade de conhecer
cada aluno, portanto discriminá-los, diferenciá-
los em relação a uma escala de resultados.

 Como existem múltiplas funções, evitar


dicotomias do tipo avaliação tradicional x
contemporânea, avaliação somativa x formativa.
Considerações finais
 Necessidade de articulação dos tipos de avaliação
(principalmente aprendizagem, institucional, externa)

 Complexidade da área de avaliação educacional

 Formação inicial e continuada para o trabalho com a


avaliação

 A avaliação não é um fenômeno isolado na prática do


professor. Mudar a avaliação significa mudar o
ensino-aprendizagem como um todo
Referências e fontes usadas na aula
BAKER, J. Evaluating the impact of development projects on poverty: a
handbook for practitioners. Washington: World Bank, 2000.

Barros, R. et al (2012) Impacto do projeto jovem de futuro. Est. Aval.


Educ., v. 23, n. 51, p. 214-226, 2012.

Bauer, A. Avaliação de impacto no Brasil: é possível mensurar impactos de


programas de formação docente? Est. Aval. Educ., v. 21, n. 46, p. 229-
252, 2010.

BICKMAN, L. Impact assessment. In: MADISON, S. Encyclopedia of


evaluation. California: SAGE, 2005, p. 194.

Brasil. Secretaria de Educação Básica. Formação de professores do ensino


médio, etapa I - caderno VI: avaliação no ensino médio / Ministério da
Educação, Secretaria de Educação Básica; [autores : Ocimar Alavarse,
Gabriel Gabrowski]. – Curitiba: UFPR/Setor de Educação, 2013.
Referências e fontes usadas na aula
HAYDT, R. C. Avaliação do processo ensino-aprendizagem. São
Paulo: Editora Ática, 2008.

Indicadores da Qualidade na Educação Infantil / Ministério da


Educação/Secretaria da Educação Básica – Brasília: MEC/SEB,
2009. (Disponível on-line)

MATOS, D. A. S.; SILVA, L. C.; RONCETE, K. V. . Concepções de


Avaliação de Professores Brasileiros: Representações múltiplas
sobre o Ato de Avaliar. In: Jardilino, J. R. L.; Matos, D. A. S.;
Silva, M. D. (Org.). Formação e Políticas Públicas na Educação:
Profissão e Condição Docente.Jundiaí: Paco Editorial, 2014, v. 1,
p. 211-231.
OBRIGADO !

Prof. Dr. Daniel Abud Seabra Matos


Departamento de Educação
Universidade Federal de Ouro Preto
E-mail: danielmatos@ichs.ufop.br