Você está na página 1de 1882

REGISTROS:

Os registros são compostos de campos que devem ser apresentados de forma sequencial e conforme estabelecido no leiaute
independentemente de haver ou não informação a ser prestada naquele campo (a exclusão de campos ocasiona erro na estru
Dentro da hierarquia, a ordem de apresentação dos registros é sequencial e ascendente.
Todos os registros com a observação de “registro obrigatório” devem constar do arquivo.

OBSERVAÇÕES:

1) Um "Registro Pai" pode ocorrer mais de uma vez no arquivo e traz a indicação "Ocorrência - 0:N";
4) Um registro dependente ("Registro Filho") detalha o registro principal e traz a indicação:
"Ocorrência - 1:1" significa que somente deve haver um único registro Filho para o respectivo registro Pai;
"Ocorrência - 1:N" significa que pode haver um ou vários registros Filhos para o respectivo registro Pai.
5) A geração do arquivo requer a existência de um "Registro Pai", quando houver um "Registro Filho".

ORGANIZAÇÃO DOS REGISTROS DENTRO DOS BLOCOS:

Dentro de cada bloco os registros devem ser dispostos de forma sequencial e ascendente.
Devem ser apresentados e agrupados todos os registros do mesmo tipo existentes no período e, após o término daquele docu
Ex.: Se a empresa utiliza notas fiscais modelo 1 ou 1A (código 01) e cupom fiscal, deve assim dispor os registros no arquivo: pa
e seus respectivos registros “filhos” e, após, informar, por equipamento ECF, os registros T078 e seus respectivos registros “filh

PREENCHIMENTO DOS CAMPOS


Para campos alfanuméricos, representados por "C", podem ser usados todos os caracteres da Tabela ASCII, exceto os caractere
(caracteres 00 a 31 e 127 da Tabela ASCII).
Todos os campos alfanuméricos terão tamanho máximo de 200 caracteres, exceto se houver indicação distinta, onde, neste ca
informados espaços “em branco” no início ou ao final da informação.
Para campos numéricos, representados por "N", podem ser usados algarismos das posições de 48 a 57 da Tabela ASCII.

Para campos numéricos nos quais há indicação de casas decimais:


a) deverão ser preenchidos sem os separadores de milhar, sinais ou quaisquer outros caracteres (tais como: "." "-" "%"), deven
caractere 44 da Tabela ASCII);
b) não há limite de caracteres para os campos numéricos. O caractere * (Asterisco) aposto ao lado do tamanho do campo indi
exata de caracteres;
c) observar a quantidade máxima de casas decimais que constar no respectivo campo (Ex. para os campos alíquota de ICMS co
duas decimais, o valor máximo a ser informado é 999,99);
d) preencher os valores percentuais desprezando-se o símbolo (%), sem nenhuma convenção matemática.

$ 1.129.998,99 -> |1129998,99|


1.255,42 -> |1255,42|
234,567 -> |234,567|
10.000 -> |10000|
10.000,00 -> |10000| ou |10000,00|
17,00 % -> |17,00| ou |17|
18,50 % -> |18,5| ou |18,50|
30 -> |30|
1.123,456 Kg -> |1123,456|
0,010 litros -> |0,010|
0,00 -> |0| ou |0,00|
0 -> |0|
campo vazio -> ||
duas decimais, o valor máximo a ser informado é 999,99);
d) preencher os valores percentuais desprezando-se o símbolo (%), sem nenhuma convenção matemática.

$ 1.129.998,99 -> |1129998,99|


1.255,42 -> |1255,42|
234,567 -> |234,567|
10.000 -> |10000|
10.000,00 -> |10000| ou |10000,00|
17,00 % -> |17,00| ou |17|
18,50 % -> |18,5| ou |18,50|
30 -> |30|
1.123,456 Kg -> |1123,456|
0,010 litros -> |0,010|
0,00 -> |0| ou |0,00|
0 -> |0|
campo vazio -> ||

EXCLUSÃO DE REGISTROS:

O canal T999 foi criado para possibilitar a exclusão dos registros, o sistema ao encontrar um registro T999 irá realizar uma bus
campo TAFMSG que deve conter o identificar "T999" + a chave do registro Pai conforme layout totvs, caso a chave seja encont
através do Canal Pai.

Exemplo:

TAFFIL = 001
TAFCODMSG = 1
TAFSEQ = 1
TAFTPREG = T999
TAFKEY = 0T0851709201414494278239806
TAFMSG = |T999|T013|1|02|0|0000000001|00|1||0000044|20140905|5115115515151155151515151511155151|1000,0
0,00|0|0,00||||||||0,00||0|0|0|0|0||||0|0|0|||||||||||
TAFSTATUS = 1
TAFIDTHRD = 001
Tabelas

T001

T001AA

T001AB
T001AO
T001AC
T001AD
T001AE

T001AF
T001AG

T001AH
T001AI

T001AJ

T001AK

T001AL

T001AM
T001AN
T002

T003

T003AA

T004

T005

T006

T006AA

T007

T007AA
T008

T009

T010

T010AA

T010AB

T011

T012

T012AA

T013

T013AA
T013AB

T013AC

T013AD

T013AE

T013AF

T013AG

T013AH
T013AI

T013AJ

T013AK

T013AL
T013AM

T013AN

T013AO
T013AP

T013AQ

T013AR
T013AS

T013AT
T013AU
T013AV

T013AX

T013AW
T013AY
T013AZ
T013BA
T013BB
T013BC
T013BD

T015

T015AA

T015AB
T015AC

T015AD

T015AE

T015AF

T015AG

T015AH

T015AI

T015AJ
T015AK

T020

T020AA
T020AB
T020AC
T020AD
T020AE
T020AF
T020AG
T020AH
T021

T021AA
T021AB
T021AC
T021AD
T021AE
T021AF

T022

T022AA
T022AB
T022AC
T023
T023AA
T023AB
T023AC
T024
T024AA
T024AB
T024AC
T024AD
T024AE
T024AF
T030

T030AA

T031

T031AA
T032

T032AA

T033

T033AA
T033AB

T033AC
T034

T035

T036

T037

T045
T045AA

T045AB

T045AC

T045AD

T045AE

T045AF

T045AG
T045AH
T045AI
T045AJ

T045AK

T045AL
T045AM
T046
T046AA
T050

T050AA

T050AB

T050AC

T050AD
T051

T051AA
T051AB

T051AC

T051AD

T052

T060

T061

T062

T063
T064

T065
T065AA

T065AB

T066
T066AA
T066AB
T067

T067AA

T068

T068AA

T068AB

T069

T069AA

T069AB
T070
T070AA
T070AB

T071

T072

T073

T075

T075AA

T076
T077

T078
T078AA

T078AB
T078AC

T078AD

T078AE

T078AF

T078AG

T078AH

T078AI

T078AJ

T078AK
T078AL

T079

T079AA

T079AB

T080

T080AA
T080AB

T080AC

T080AD

T080AE
T081

T082

T082AA

T082AB

T082AC

T083

T083AA

T084
T084AA

T084AB

T085

T086

T086AA
T086AB
T086AC
T086AD
T086AE
T086AF
T087

T087AA
T087AB

T087AC

T087AD

T088

T088AA

T088AB
T088AC
T088AD

T089

T090

T090AA
T090AB

T090AC

T090AD

T090AE

T090AF

T090AG

T090AH

T090AI
T090AJ
T090AK
T090AL
T090AM

T091

T091AA

T091AB

T092
T092AA

T092AB

T092AC

T093

T093AA

T094

T094AA

T094AB

T094AC

T095

T096

T097

T097AA

T098

T098AA
T099

T099AA

T099AB

T099AC

T099AD
T099AE
T099AF
T099AG

T100

T101

T102

T103

T104

T105

T106

T107

T108

T109

T110

T111

T112
T113

T114

T115

T116

T116AA

T117

T118

T119

T120

T120AA

T121

T122

T123

T124

T124AA
T125

T126

T127

T128

T128AA

T129

T130

T131
T131AA
T132
T132AA
T132AB
T132AC
T133
T150

T150AA

T151

T151AA
T152

T152AA
T152AC

T154

T154AA

T154AB

T154AC

T154AD

T154AE

T154AF
T156
T156AA
T156AB
T156AC
T156AD

T157

T200
T200A

T900
T901

T901AA

T901AB

T901AC

T902

T902AA

T902AB

T903

T903AA
T903AB

T903AC

T903AD

T904

T904AA

T904AB

T905

T905AA

T906
T906AA

T907

T907AA

T907AB

T907AC

T908

T908AA
T908AB

T999
Descrição

Complemento do Cadastro de Estabelecimentos

Cadastro de Inscrição do estabelecimento substituto

Processos referenciados
Informações de suspensão de exigibilidade de tributos
Cadastro de Veículos
Cadastro do Equipamento ECF/SAT-CF

Cadastro de Documento de Arrecadação

Campos extras - GNRE On-Line

Saldo em estoque por produto

Tabela de receita bruta mensal para fins de rateio de créditos comuns


Identificação de Períodos Dispensados da Escrituração Fiscal Digital das Contribuições - EFD
Contribuições

Código dos Totalizadores da Redução Z

Cadastro de Informações Complementares

Cadastro de Observações do Lançamento Fiscal

Identificação das empresas que possuem SCP (sócias Ostensivas)


Informações de Software House
Informações do contabilista

Cadastro de Participantes

Alteração do Cadastro de Participantes

Regime de Apuração da Contribuição Previdenciária Sobre Receita Bruta

Identificação das Unidades de Medida

Cadastro de Unidade de Medida para o Fator de Conversão

Fatores de Conversão de Unidade de Medida

Identificação do Item (Produtos/Serviços)

Alteração da Identificação do Item (Produtos/Serviços)


Cadastro de Bens ou Componentes do Ativo Imobilizado

Cadastro de Natureza de Operação

Cadastro de Plano de Contas Contábeis

Plano de Contas Referencial

SubContas Correlatas

Cadastro de Centro de Custos

Cadastro de AIDF

Documentos fiscais autorizados

Cadastro de Documentos Fiscais (Nota Fiscal de Serviço/Mercadorias)

Cadastro de Informações Complementares de Documentos Fiscais( Modelos 01, 1B e 55 )


OBSOLETO

Cadastro de Operações de Importação

Modais de transporte (Modelo 26)

Cadastro de Documento de Arrecadação referenciado

Cadastro de Documento Fiscal Referenciado

Cadastro de Cupom Fiscal Referenciado

Cadastro de Coleta e/ou Entrega( Modelos 01, 1B e 04 )


Cadastro de Faturas( Modelo 01 )

Cadastro de Vencimento de Faturas

Cadastro Complementar de Volumes Transportados e Operações com Combustíveis( Modelos 01 e 04 )

Observações do Lançamento Fiscal ( Modelos 01, 1B, 04 e 55 )


Outras obrigacoes tributarias, ajustes e informacoes de valores provenientes dos documentos fiscais.

Complemento do Documento Fiscal( Modelos 06, 28 e 29 )

Complemento do Documento Fiscal - Modelos 08, 8B e 26


Cadastro dos Tributos por Documentos Fiscais (Nota Fiscal de Serviço/Mercadorias)

Local de coleta/Entrega - Modelos 08, 8B, 09, 10, 11, 26 e 27

Complemento do Documento Fiscal - Modelos 21 e 22


Complemento do Documento Fiscal - Operações com ICMS-ST recolhido para UF diversa do destinatário
do documento fiscal (Modelos 55)

Complemento do Documento Fiscal - Documentos Cancelados (Modelos 02, 13, 14, 15 E 16)
Complemento do Documento Fiscal - Modelo 09
Complemento do Documento Fiscal - Modelo 10

Cadastro de Processos Referenciados por Documento Fiscal

Complemento do Documento Fiscal – Modelos 08, 8B, 09, 10, 11, 26 e 27


Complemento do Documento Fiscal - Documentos Informados (Modelos 13, 14, 15 E 16)
Aquisição de Cana de Açúcar (Modelo 55)
Fornecimento Diário de Cana (Modelo 55)
Deduções - Cana (Modelo 55)
Autorização de Créditos Acumulados de ICMS
Conhecimentos de Transporte

Cadastro dos Itens dos Documentos Fiscais

Cadastro de Operações com Medicamentos - Complemento do Item Modelos 01 e 55

Complemento do Item do Documento Fiscal - Modelos 06, 28 e 29


Cadastro de Operações com Arma de Fogo - Complemento do Item modelo 01

Cadastro de Operações com Veiculos Novos - Complemento do Item modelos 01 e 55

Cadastro de Tributos por Item de Documento

Cadastro de Armazenamento de Combustiveis - Complemento do Item modelos 01 e 55

Ressarcimento de ICMS em operacoes com ST - Complemento do Item modelos 01 e 55

Complemento do item do Documento Fiscal - Modelo 21 e 22

Complemento do item do Documento Fiscal - Modelo 07

Tipo de Ajuste CPRB


Indicativo de Suspensão para os processos Administrativos e Judiciais

Apuração e/ou Sub-Apuração do ICMS

Ajustes da Apuracao do Tributo


Informacoes adicionais dos ajustes da Apuracao - Processos referenciados ou Documentos de
arrecadacao
Informacoes adicionais dos ajustes da Apuracao - Identificacao dos documentos fiscais
Informacoes adicionais dos ajustes da Apuracao - Valores declaratorios
Obrigacoes a recolher
Resumo por CFOP
Crédito Acumulado de ICMS
Crédito Acumulado de ICMS
Apuração de ST

Ajustes da Apuracao do Tributo


Informacoes adicionais dos ajustes da Apuracao - Processos referenciados ou Documentos de
arrecadacao
Informacoes adicionais dos ajustes da Apuracao - Identificacao dos documentos fiscais
Obrigacoes a recolher
Resumo por Estado + CFOP
Resumo por Natureza de Operação

Apuração de IPI

Ajustes da Apuracao do Tributo


Detalhamento do IPI por CFOP
Resumo por Natureza de Operação
Crédito de Pis/Pasep/Cofins relaivo ao período
Detalhamento da base de cálculo do crédito apurado no período
Ajustes da Apuracao do credito do PIS/Cofins
Detalhamento dos ajustes de crédito de PIS/COFINS apurado
Consolidação da Contribuição do período
Detalhamento por código de receita
Detalhamento da contribuição do período
Composição da Base de Cálculo
Ajustes da Contribuição Apurada
Detalhamento dos ajustes da Contribuição Apurada
Informações adicionais de diferimento
Demais documentos e operacoes geradoras de contribuicoes e creditos nao vinculados ao documento
fiscal

Processos referenciados

Bens incorporados ao Ativo Imobilizado - Operacoes geradoras de creditos com base nos encargos de
depreciacao e amortizacao

Processos referenciados
Bens incorporados ao Ativo Imobilizado - Operacoes geradoras de creditos com base no valor de
aquisicao/contribuicao

Processos referenciados

Operacoes da atividade imobiliaria - Unidade imobiliaria vendida

Processos referenciados
Operacoes da atividade imobiliaria - custo incorrido da unidade imobiliaria

Operacoes da atividade imobiliaria - custo orcado da unidade imobiliaria vendida


Contribuicao retida na fonte

Deducoes diversas

Creditos decorrentes de eventos de incorporacao, fusao e cisao

Credito presumido sobre estoque de abertura

Período de Apuração ICMS/IPI


Estoque Escriturado

Outras Movimentações Internas Entre Mercadorias

Itens Produzidos

Insumos Consumidos

Industrialização Efetuada por Terceiros

Industrialização Em Terceiros - Insumos Consumidos

Desmontagem de Mercadorias - Item de Origem


Desmontagem de Mercadorias - Item de Destino
Reprocessamento/Reparo de Produto/Insumo

Reprocessamento/Reparo - Mercadorias Cosnumidas e/ou Retornadas

Correção de Apontamento dos Registros K210, K220, K230, K250 e K260

Correção de Apontamento e retorno de insumo dos Registros K215, K220, K235, K255 e K265

Correção e Apontamento - Estoque Escriturado

Cadastro de Produto x Insumos

Insumos do produto
Credito de ICMS sobre Ativo Permanente

Movimentacao do bem ou componente do ativo imobilizado

Outros creditos CIAP

Identificacao dos documentos fiscais que acobertaram a entrada/saida do bem ou componente CIAP

Identificacao dos iten dos documentos fiscais que acobertaram a entrada/saida do bem ou componente
CIAP
Apuração do DIFAL/FECP
Ajuste/Benefício/Incentivo da Apuração do ICMS Diferencial de Alíquota – UF
Origem/Destino EC 87/15
Informações Adicionais dos Ajustes da Apuração do ICMS Diferencial de Alíquota – UF
Origem/Destino EC 87/15

Informações Adicionais da Apuração do ICMS Diferencial de Alíquota – UF


Origem/Destino EC 87/15 Identificação dos Documentos Fiscais

Obrigações do ICMS recolhido ou a recolher – Diferencial de Alíquota – UF


Origem/Destino EC 87/15

Apuração das informações econômicas

Contribuicao do PIS/PASEP ou da Cofins diferida em periodos anteriores - Valores a pagar no periodo

PIS/PASEP – Folha de salarios

Detalhamento das receitas isentas, nao alcancadas pela incidencia da contribuicao, sujeitas a aliquota
zero ou vendas com suspensao - PIS/PASEP ou Cofins

Complementos da escrituracao - Processo referenciado - Acao Judicial


Complementos da escrituracao - Processo referenciado - Processo administrativo

Controle dos creditos fiscais - PIS/PASEP e/ou Cofins


Apuracao de credito extemporaneo - Documentos e operacoes de periodo anteriores - PIS/PASEP e/ou
Cofins

Apuracao de credito extemporaneo - Itens do Documento e operacoes de periodo anteriores - PIS/PASEP


e/ou Cofins

Informacoes de Exportacao - Complemento do documento

Informacoes de Exportacao - Itens dos documentos de exportacao


Informacoes de Exportacao - Exportacoes indiretas - Mercadorias de terceiros

Controle dos creditos fiscais - ICMS

Utilizacao dos creditos fiscais - ICMS

Contribuicao social extemporanea - PIS/PASEP ou Cofins

Detalhamento da contribuicao social extemporanea - PIS/PASEP

Demonstracao do credito a descontar da contribuicao extemporanea - PIS/PASEP

Movimentacao diaria de combustiveis - Informacoes complementares do item do documento fiscal

Movimentacao diaria de combustiveis por tanque

Volume de vendas
Bombas
Lacres das bombas

Bicos das bombas

Controle de valores retidos na fonte - PIS/PASEP e/ou Cofins

Informacoes sobre valores agregados

Totais de operacoes com cartao de credito/debito

Incorporacao imobiliaria

Processos referenciados

Demonstrativo de credito sobre o transporte aereo - DCTA


n/a

Movimento ECF
Cadastro da Redução Z (Codigos 02, 2D, 2E, 13, 14, 15 e 16)

Totalizadores parciais da reducao Z


Cadastro dos Itens do Movimento Diário

Cadastro do Documento Fiscal Emitido por ECF

Cadastro dos Itens dos Documentos Fiscais Emitidos por ECF

Cadastro dos Tributos dos Itens dos Documentos Fiscais Emitidos por ECF

Processos referenciados

Resumo diário do ECF por PIS/PASEP

Resumo diário do ECF por Cofins

Resumo diário do ECF por ICMS

Complemento dos Documentos Informados (Códigos 13, 14, 15 e 16 e 2E)

Registro Analítico do Movimento Diário (Códigos 13, 14, 15 e 16 e 2E)

Inventario

Itens do Inventario

Informação complementar do Inventário

Movimento SAT-CF-e

Cupom Fiscal Eletrônico - SAT (CF-E-SAT)


Cadastro dos Itens do Cupom Fiscal Eletrônico emitido pelo SAT-CF-e

Cadastro dos Tributos dos Itens do Cupom Fiscal Eletrônico emitido pelo SAT-CF-e

Processos referenciados

REGISTRO ANALÍTICO DO DOCUMENTO – CF-e (CÓDIGO 59)

Controle de Produção diária da Usina

Contribuição Previdenciária sobre a receita bruta

Complemento da contribuição - Detalhamento da Apuração da Contribuição

Processos referenciados

Tipo de Ajuste

Consolidação da Contribuição Previdenciária sobre a receita bruta

Ajustes da Contribuição Previdenciária sobre a receita bruta

Consolidação das operações da Pessoa Juridica submetida ao regime de tributação com base no Lucro
Presumido
Consolidação das operações da Pessoa Juridica submetida ao regime de tributação com base no Lucro
Presumido

Processos Referenciados

Composição da receita escriturada no periodo - Detalhamento da receita recebida pelo Regime de caixa

Identificação da Pessoa Juridica/Estabelecimento

Consolidação das Operações do periodo


Processos referenciados
Composição das Receitas, Deduções e/ou exclusões do periodo
Processos referenciados
Complemento das operações - Detalhamento das Receitas, Deduções e/ou Exclusões do Periodo
Processos referenciados

Identificação dos Períodos e Formas de Apuração do IRPJ e da CSLL no Ano-Calendário

Detalhes dos Saldos Contábeis (Depois do Encerramento do Resultado do Período)


Mapeamento Referencial do Saldo Final

Saldos Finais das Contas Contábeis de Resultado Antes do Encerramento

Mapeamento Referencial dos Saldos Finais das Contas Contábeis de Resultado Antes do Encerramento

Identificação dos Períodos e Formas de Apuração do IRPJ e da CSLL no Ano-Calendário

Balanço Patrimonial

Método de Avaliação de Estoques

Informativo da Composição de Custos

Demonstração do Resultado do Exercício

Identificação da Conta na Parte B do e-Lalur e do e-Lacs

Identificação dos Períodos e Formas de Apuração do IRPJ e da CSLL das Empresas Tributadas pelo
Lucro Real

Lançamentos da Parte A do e-Lalur


Conta da Parte B do e-Lalur

Contas Contábeis Relacionadas ao Lançamento da Parte A do e-Lalur

Números dos Lançamentos Relacionados à Conta Contábil

Identificação de Processos Judiciais e Administrativos Referentes ao Lançamento

Lançamento na Conta da Parte B do e-Lalur e do e-Lacs sem Reflexo na Parte A

Identificação de Processos Judiciais e Administrativos Referentes ao Lançamento

Controle de Saldos das Contas da Parte B do e-Lalur e do e-Lacs

Lançamentos da Parte A do e-Lacs


Conta da Parte B do e-Lacs
Contas Contábeis Relacionadas ao Lançamento da Parte A do e-Lacs
Números dos Lançamentos Relacionados à Conta Contábil
Identificação de Processos Judiciais e Administrativos Referentes ao Lançamento

Identificação dos Períodos e Formas de Apuração do IRPJ e da CSLL das Empresas Tributadas pelo
Lucro Real

Registros Genericos - Bloco N

Informações da Base de Cálclulo dos Incentivos Fiscais

Identificação dos Períodos e Formas de Apuração do IRPJ e da CSLL das Empresas Tributadas pelo
Lucro Presumido
Balanço Patrimonial

Registros Genéricos - Bloco P

Demonstrativo do Resultado do Exercício

Identificação dos Períodos e Formas de Apuração do IRPJ e da CSLL das Empresas Tributadas pelo
Lucro Arbtirado

Registros Genericos - Bloco T

Identificação dos Períodos e Formas de Apuração do IRPJ e da CSLL das Empresas Imunes e Isentas

Balanço Patrimonial

Registros Genericos - Bloco U

Demonstração do Resultado

Atividades Incentivadas – PJ em Geral

Registros Genéricos - Bloco X

Operações com o Exterior – Exportações (Entradas de Divisas)

Operações com o Exterior – Contratantes das Exportações

Operações com o Exterior – Importações (Saída de Divisas)

Operações com o Exterior – Contratantes das Importações


Participações no Exterior

Participações no Exterior – Resultado do Período de Apuração

Demonstrativo de Resultados e de Imposto Pago no Exterior

Demonstrativo de Resultados no Exterior de Coligadas em Regime de Caixa

Demonstrativo de Consolidação

Demonstrativo de Prejuízos Acumulados


Demonstrativo de Rendas Ativas e Passivas
Demonstrativo de Estrutura Societária

Comércio Eletrônico

Royalties Recebidos ou Pagos a Beneficiários do Brasil e do Exterior

Rendimentos Relativos a Serviços, Juros e Dividendos Recebidos do Brasil e do Exterior

Pagamentos/Remessas Relativos a Serviços, Juros e Dividendos Recebidos do Brasil e do Exterior

Pagamentos/Recebimentos do Exterior ou de Não Residentes

Discriminação da Receita de Vendas dos Estabeleciamentos por Atividade Econômica

Vendas a Comercial Exportadora com Fim Específico de Exportação

Detalhamento das Exportações da Comercial Exportadora

Demonstrativo do Imposto de Renda, CSLL e Contribuiçao Previdenciária Retidos na Fonte

Doações a Campanhas Eleitorais

Ativos no Exterior

Identificação de Sócios ou Titular

Rendimentos de Dirigentes, Conselheiros, Sócios ou Titular


Rendimentos de Dirigentes e Conselheiros – Imunes ou Isentas

Participação Permanente em Coligadas ou Controladas

Fundos/Clubes de Investimento

Participações em Consórcios de Empresas

Participantes do Consórcio

Dados de Sucessoras

Outras Informações

Outras Informações (Lucro Presumido)

Mês das Informações de Optantes pelo Refis (Lucros Real, Presumido e Arbitrado)

Informações de Optantes pelo Refis (Lucros Real, Presumido e Arbitrado)

Informações de Optantes pelo Refis – Imunes ou Isentas

Informações de Optantes pelo PAES

Outras Informações

Lançamento Contábil

Partidas do Lançamento
Tabela de Histórico Padronizado

Demonstrativo das Diferenças na Adoção Inicial

Abertura do Arquivo Digital ECF e Parâmetros Complementares

Declaração de Informações de operações Relevantes (DIOR)

Tributos vinculados a DIOR

Informações de Períodos Anteriores

Informação do Demonstrativo de Livro Caixa

Complementos Fiscais

Campos dos Complementos Fiscais

Grupo Multinacional e a Entidade Declarante – Declaração País-a-País


Declaração País-a- País
Declaração País-a-País – Entidades Integrantes
Observações Adicionais – Declaração País-a-País
Operações Específicas ANP

Periodo de Compensacao de Divida Ativa

Movimento de compensação de Dívida Ativa

Período de Administradores de Centros Comerciais

Movimento de Administradoras de centros comerciais

Regime da Empresa

Receita Bruta Mensal


Distribuição de Valores

Cadastro de Recibos/Faturas

Tipo de Serviço

Parcelas da fatura/recibo

Pagamento das Parcelas da fatura/recibo

Tributos do Pagamento Efetivado

Identificação do Advogado

Indicativo de Suspensão para os processos Administrativos e Judiciais


Receita de Espetáculo Desportivo
Boletim
Receita Ingressos
Outras Receitas
Informações de processos relacionados a Suspensão da Contribuição previdenciária

Cadastro de obras

Controle de Exclusão de Tags Arquivos XML


Itens Controle de Exclusão de Tags Arquivos XML

Consolidado - Resumo mensal dos itens do ECF por estabelecimento (Código 02 e 2D).
Consolidado - Consolidação diária de Notas Fiscais/Contas emitidas de Energia Elétrica (Código 06), Nota
Fiscal/Conta de Fornecimento de D'Água Canalizada (Código 29) E Nota Fiscal/Conta de Fornecimento de
Gás (Código 28) (EMPRESAS OBRIGADAS OU NÃO OBRIGADAS AO CONVENIO ICMS 115/03) –
Documento de Saída

Complemento da Consolidação Diária (Códigos 06, 28 e 29) – Documentos de Saídas - PIS/PASEP

Complemento da Consolidação Diária (Códigos 06, 28 e 29) – Documentos de Saídas - Cofins

Processos referenciados

Consolidado - Consolidação diária de Notas Fiscais/Contas emitidas de Energia Elétrica (Código 06),
Emitidas em via única (EMPRESAS OBRIGADAS AO CONVENIO ICMS 115/03) e Nota Fiscal/Conta de
Fornecimento de Gás (Código 28)

Registro Analítico dos Documentos (Código 06)

Registro de informações de ST por UF (Código 06)

Consolidado - Identificação do Equipamento SAT-CF-E

Resumo diário de documentos emitidos por Equipamento SAT-CF-E (Código 59) PIS/PASEP e/ou Cofins
Resumo diário de documentos emitidos por Equipamento SAT-CF-E (Código 59) PIS/PASEP e/ou Cofins
Apurado por Unidade de Medida de Produto

Processos referenciados

Resumo Diário do CF-e (Código 59)

Consolidados - Registro analítico dos Bilhetes Consolidados de Passagem Rodoviária (Código 13), de
Passagem Aquaviária (Código 14), de Passagem e Nota de Bagagem (Código 14) e Passagem
Ferroviária (Código 16)

Documentos Cancelados dos Bilhetes Consolidados de Passagem Rodoviária (Código 13), de Passagem
Aquaviária (Código 14), de Passagem e Nota de Bagagem (Código 14) e Passagem Ferroviária (Código
16)

Complementos dos Bilhetes Consolidados de Passagem Rodoviária (Código 13), de Passagem Aquaviária
(Código 14), de Passagem e Nota de Bagagem (Código 14) e Passagem Ferroviária (Código 16)

Consolidados - Registro analítico dos Bilhetes Consolidados de Passagem Rodoviária (Código 13), de
Passagem Aquaviária (Código 14), de Passagem e Nota de Bagagem (Código 14) e Passagem
Ferroviária (Código 16) e Resumo de Movimento Diário (Código 18)

Processos referenciados

Consolidados - Resumo Diário de Cupom Fiscal por ECF (Códigos 2D, 13, 14, 15 e 16)
Processos referenciados

Consolidados - Consolidação da Prestação de Serviços - Notas de Serviço de Comunicação (Código 21) e


de Serviço de Telecomunicação (Código 22)

Complemento da Consolidação da Prestação de Serviços (Códigos 21 e 22) PIS/PASEP

Complemento da Consolidação da Prestação de Serviços (Códigos 21 e 22) Cofins

Processos referenciados

Consolidados - Consolidação da Prestação de Serviços - Notas de Serviço de Comunicação (Código 21) e


de Serviço de Telecomunicação (Código 22) - (EMPRESAS OBRIGADAS À ENTREGA DOS
ARQUIVOS PREVISTOS NO CONVÊNIO ICMS 115/03).

Registro Analítico dos Documentos (Código 21 e 22)


Registro de Informações de Outras Ufs, relativamente aos serviços "não-medidos" de televisão por
assinatura via satélite

Registro de Exclusão
Hierarquia Ocorrencia Registro Superior

1 1:N

2 0:N

T001
2 0:N T001
2 0:N T001AB
2 0:N T001
2 0:N T001
4 0:N
T001
5 0:N
T001AE
2 0:N T001

2 0:N

T001
2 0:N

T001
2 0:N T001

2 0:N

T001

2 0:N

T001
2 0:N T001
2 0:N T001
2 0:N
T001

2 0:N

T001

3 0:N

T003

2 0:N

T001

2 0:N
T001

2 0:N

T001

3 0:N

T006

2 0:N
T001

3 0:N

T007
2 0:N

T001

2 0:N

T001

2 0:N

T001

3 0:N
T010
3 0:N T010

2 0:N

T001

2 0:N
T001
3 1:N T012

2 0:N

T001

3 0:N

T013
3 0:N

T013

3 0:N

T013
4 0:N
T013AA

4 0:N

T013AA

4 0:N

T013AA

4 0:N
T013AA
3 0:N

T013

4 0:N
T013AI

3 0:N
T013

3 0:N

T013
4 0:N

T013AL

3 0:N

T013
3 0:N T013
3 0:N T013

3 0:N

T013
3 0:N T013
3 1:1

T013
3 0:N T013
3 0:N T013
3 0:N T013

3 0:N

T013
4 0:N T013AQ
3 0:N T013
3 0:N T013
3 0:N T013
3 0:N T013
3 0:N T013
3 0:N T013

3 1:N

T013

4 0:N

T015
4 0:N T015
4 0:N
T015

4 0:N

T015
4 0:N
T015

4 0:N

T015

4 0:N

T015
4 1:1 T015

4 0:N

T015
4 0:N T015
4 0:N T015

2 0:N

T001
3 0:N T020
4 0:N
T020AA
4 0:N T020AA
3 0:N T020
3 0:N T020
3 0:N T020
3 1:N T020
3 1:N T020
2 0:N

T001
3 0:N T021
4 0:N T021AA

4 0:N T021AA
3 0:N T021
3 0:N T021
3 0:N T021

2 0:N

T001
3 0:N T022
3 1:N T022
3 1:N T022
2 1:N T001
3 1:N T023
3 1:N T023
4 1:N T023AB
2 1:1 T001
3 0:N T024
3 1:N T024
4 1:1 T024AB
4 1:N T024AB
5 1:N T024AD
4 1:N T024AB
2 0:N

T001
3 0:N T030

2 0:N

T001
3 0:N T031
2 0:N

T001
3 0:N T032

2 0:N

T001
3 0:N T033
3 0:N

T033

3 0:N

T033
2 0:N

T001

2 0:N

T001

2 0:N

T001
2 0:N
T001

2 0:N
T001
3 1:N

T045

3 1:N

T045

3 1:N

T045

4 1:N

T045AC
3 1:N T045

4 1:N
T045AE
3 1:N T045
4 1:N T045AG
3 1:N T045
4 1:N T045AI

3 1:N T045

4 1:N T045AK

3 1:N T045

2 1:N T001

3 1:N T046
2 0:N

T001

3 1:N

T050
4 0:N
T050AA

4 0:N

T050AA
5 0:N
T050AC
2 0:N T001

3 0:N T051
4 0:N
T051AA

4 0:N
T051AA

3 0:N
T051
2 0:N
T001

2 0:N

T001

2 0:N

T001

2 0:N

T001
2 0:N T001
2 0:N T001

2 0:N

T001
3 1:N

T065

4 1:N
T065AA
2 0:N
T001
3 1:N T066
4 1:N T066AA
2 0:N
T001

3 1:N
T067

2 0:N

T001

3 0:N

T068

3 0:N
T068

2 0:N

T001
3 1:N
T069

4 1:N

T069AA
2 0:N T001
3 1:N T070
3 1:N
T070

2 0:N

T001

2 0:N

T001

2 0:N

T001

2 0:N

T001

3 0:N

T075
2 0:N T001
2 0:N T001

2 0:N

T001
3 1:N
T078
4 1:N T078AA
5 1:N T078AB

4 1:N

T078AA

5 0:N
T078AD

6 0:N
T078AE

3 0:N

T078

4 0:N

T078AA

4 0:N

T078AA

4 0:N
T078AA
5 0:N
T078AB
4 0:N T078AA

2 0:N
T001

3 1:N
T079
4 1:N T079AA

2 0:N

T001
3 1:N
T080
4 0:N
T080AA
5 0:N T080AB

4 0:N

T080AA
4 0:N T080AA
2 0:N
T001

2 0:N

T001

3 0:N

T082

3 0:N

T082
3 0:N T082

2 0:N

T001

3 0:N
T083

2 0:N

T001
3 0:N

T084

4 0:N
T084AA

2 0:N

T001

2 0:N

T001
3 0:N T086
4 0:N T086AA
4 0:N T086AA
5 0:N T086AC
5 0:N T086AC
6 0:N T086AE
2 0:13
T001

3 0:N

T087
4 1:N

T087AA

3 1:N

T087

4 1:N

T087AC
2 0:13 T001

3 0:N
T088
3 1:1 T088
4 0:N
T088AB
3 0:N T088

2 0:N
T001

2 0:13

T001

3 1:N
T090
4 0:N

T090AA

4 0:N
T090AA

4 0:N
T090AA

4 0:1
T090AA

3 0:N
T090

4 0:1
T090

3 0:N T090

3 0:N T090
4 0:N T090
4 0:N T090AI
4 0:N T090AI
4 0:N T090AI

2 0:13

T001

3 1:N
T091

3 1:1
T091

2 0:4

T001
3 0:N

T092

3 0:N
T092
3 0:N T092

2 0:4

T001

3 0:N
T093

2 0:4
T001

3 0:N

T094
3 0:N T094

3 0:N
T094

2 0:N
T001

2 0:N

T001

2 0:N
T001

3 0:N
T097

2 0:N
T001

3 0:N
T098
2 0:N
T001

3 0:N
T099
3 0:1
T099
3 0:1
T099
3 0:1
T099
3 0:1 T099
3 0:1 T099
3 0:1 T099

2 0:1
T001

2 0:2
T001

2 0:2
T001

2 0:N
T001

2 0:N
T001

2 0:N
T001

2 0:N
T001

2 0:N
T001

2 0:N
T001

2 0:N
T001

2 0:N
T001

2 0:N
T001

2 0:N
T001
2 0:N
T001

2 0:N
T001

2 0:N
T001

2 0:N
T001

3 0:N
T116

2 0:N
T001

2 0:1
T001

2 0:1
T001

2 0:12
T001

3 0:N

T120

2 0:12
T001

2 0:12
T001

2 0:N
T001
3 0:2 T001

4 1:N

T124
3 0:N

T001

2 0:N
T001

0 1:1 -

2 0:N T001

3 0:N T128

2 0:N T001

2 0:N T001

2 0:N T001

3 0:N T131

2 0:N T001
2 0:N T001
2 0:N T001
2 0:N T001
2 0:N T001

2 0:N T001

3 1:N T150

2 0:N T001

3 1:N T151

2 0:N T001

3 0:N T152
4 0:N T152AA

2 1:N T001

3 1:9 T154

4 1:N T154

5 0:N T154AB

6 0:N T154AC

3 0:N T154

3 0:N T154
2 1:N T001
3 1:N T156
4 1:999 T156AA
4 0:999 T156AA
3 0:50 T156

2 1:1 T001

0 1:N -
1 N:1 T200

2 0:N
T001
2 0:N

T001

3 0:N
T901

3 0:N
T901

3 0:N

T901

2 0:N

T001

3 0:N
T902
4 0:N T902AA

2 0:N

T001
3 0:N
T903
3 0:N

T903

3 0:N

T903
3 0:N
T903

2 0:N
T001

3 0:N
T904

3 0:N
T904

2
T001

3 0:N

T905
2 0:N
T001
3 0:N

T906

2 0:N

T001

3 0:N
T907
3 0:N
T907

3 0:N

T907

2 0:N

T001

3 0:N

T908
4 0:N

T908AA

- - -
Informações Adicionais

Identificacao dos estabelecimentos da pessoa juridica.

Registro obrigatório para todos os contribuintes substitutos tributários do ICMS, conforme definidos na legislação
pertinente. Deve ser gerado um registro para cada uma das inscrições estaduais cadastradas nas unidades
federadas dos
contribuintes substituídos, ainda que não tenha tido movimentação no período, ficando obrigado à apresentação dos
registros pertinentes ao ICMS/ST.

Informações de Suspensão de Exibilidade de tributos

Este registro deve ser apresentado, obrigatoriamente, quando no campo – “Informações Complementares” da
nota fiscal - constar a identificação de um documento de arrecadação.
Este registro visa atender a necessidade de campos extrar tratados na GNRE ON-LINE. Poderá ter no máximo 3
campos extras. Caso a receita não exija campos extras, esse registro poderá ser omitido.
Este registro deve representar o saldo atual em estoque do produto em uma data de referencia.

Este registro é de preenchimento obrigatório, sempre que for informado no Registro “T000”, Campo 03
(IND_APRO_CRED), o indicador correspondente ao método do Rateio Proporcional com base na Receita Bruta
(indicador “2”), na apuração de créditos vinculados a mais de um tipo de receita.
De acordo com a legislação que instituiu a não cumulatividade da Contribuição para o PIS/Pasep (Lei nº 10.637/02,
art. 1º, § 1º) e da Cofins (Lei nº 10.833/03, art. 1º, § 1º), a Receita Bruta compreende a receita da venda de bens e
serviços nas operações em conta própria ou alheia (comissões pela intermediação de negócios).
No tocante às receitas de natureza cumulativa, considera-se como Receita Bruta, como definida pela legislação do
imposto de renda, a proveniente da venda de bens nas operações de conta própria, do preço dos serviços prestados
e do resultado auferido nas operações de conta alheia (Lei nº 9.715/98, art. 3º e Decreto-Lei nº 1.598/77, art. 12).
Assim, de acordo com a legislação tributária e os princípios contábeis básicos, as receitas diversas que não sejam
decorrentes da venda de bens e serviços nas operações em conta própria ou alheia, não se classificam como receita
bruta, não devendo desta forma serem consideradas para fins de rateio no registro “T000AA”.
A título exemplificativo, uma empresa que tenha por objeto social a fabricação de bens (industria) ou a revenda de
bens (comércio), não devem considerar como receita bruta, para fins de rateio, por não serem classificadas como tal,
entre outras:
- as receitas não operacionais, decorrentes da venda de ativo imobilizado;
- as receitas não próprias da atividade, de natureza financeira ou não, de aluguéis de bens móveis e imóveis, etc.;
- de reversões de provisões e recuperações de créditos baixados como perda, que não representem ingresso de
novas receitas;
- do resultado positivo da avaliação de investimentos pelo valor do patrimônio líquido e os lucros e dividendos
derivados de investimentos avaliados pelo custo de aquisição, que tenham sido computados como receita.
Registro específico a ser apresentado na escrituração referente ao mês de dezembro de cada ano-calendário.
Referido registro será disponibilizado para preenchimento, em relação ao ano-calendário de 2012, na versão do PVA
a ser utilizada para a escrituração referente a dezembro de 2012. O Registro “T000AB”, tem por objetivo a pessoa
jurídica informar o(s) período(s) de apuração mensal em que está dispensada da apresentação da EFD-
Contribuições, no termos dos §§ 7º e 8º do art. 5º da Instrução Normativa RFB nº 1.252/2012, em relação aos meses
em que:

I – A pessoa jurídica sujeita à tributação do Imposto sobre a Renda com base no Lucro Real:
- não tenha auferido ou recebido receita bruta da venda de bens e serviços, ou de outra natureza, sujeita ou não ao
pagamento das contribuições, inclusive no caso de isenção, não incidência, suspensão ou alíquota zero; e
- não tenha realizado ou praticado operações sujeitas a apuração de créditos da não cumulatividade do PIS/Pasep e
da Cofins, inclusive referentes a operações de importação.

II - A pessoa jurídica sujeita à tributação do Imposto sobre a Renda com base no Lucro Presumido:
- não tenha auferido ou recebido receita bruta da venda de bens e serviços, ou de outra natureza, sujeita ou não ao
pagamento das contribuições, inclusive no caso de isenção, não incidência, suspensão ou alíquota zero.

Deverá ser apresentado 01 (um) registro “0120” para cada mês do ano-calendário em que a pessoa jurídica se
enquadre nas situações acima relacionadas.
Desta forma, uma pessoa jurídica sujeita ao regime não-cumulativo de apuração do PIS/Pasep e da Cofins que, em
relação ao ano-calendário de 2012, estaria sujeita à obrigatoriedade de entrega da EFD-Contribuições em todos os
meses do ano-calendário, caso não tenha auferido receitas ou realizado operações geradoras de crédito durante
todo o ano, deverá apresentar tão somente a EFD-Contribuições referente ao mês de dezembro/2012, informando
um registro “T000AB” para cada mês: que não teve movimento.
Caso a pessoa jurídica não tenha realizado operações apenas em alguns meses do ano-calendário, informará então
na EFD-Contribuições referente a dezembro do ano-calendário em referencia, os meses em que não realizou as
operações acima referidas no registro “T000AB”, ficando assim dispensada da apresentação da EFD-Contribuições
em relação a esses meses.
Tabela de Códigos dos Totalizadores Parciais da REDUÇÃO Z (Tabela 4.4.6 do EFD Fiscal)

Este registro tem por objetivo identificar os dados contidos no campo Informações Complementares da Nota Fiscal,
que sejam de interesse do Fisco ou conforme disponha a legislação, e que estejam explicitamente citadas no
documento Fiscal, tais como: forma de pagamento, local da prestação/execução do serviço, operação realizada com
suspensão das contribuições sociais, etc.
Não podem ser informados para um mesmo documento fiscal, dois ou mais registros com o mesmo conteúdo no
campo COD_INF.
Registro com estrutura, campos e conteúdo definidos e constantes no Leiaute da Escrituração Fiscal Digital – EFD
(ICMS e IPI), instituído pelo Ato COTEPE/ICMS nº 9, de 12 de abril de 2008, disponível no portal de serviços (SPED)
da página da Secretaria da Receita Federal do Brasil na Internet, no endereço <www.receita.fazenda.gov.br/sped>.

Este registro deve ser informado quando, em decorrência da legislação estadual, houver ajustes nos documentos
fiscais, informações sobre diferencial de alíquota, antecipação de imposto e outras situações.
Estas informações equivalem às observações que são lançadas na coluna “Observações” dos Livros Fiscais
previstos no Convênio SN/70 – SINIEF, art. 63, I a IV.
Sempre que ocorrer um ajuste (lançamentos referentes aos impostos que têm o cálculo detalhado em Informações
Complementares da NF; ou aos impostos que estão definidos na legislação e não constam na NF; ou aos
recolhimentos antecipados dos impostos), deve, conforme dispuser a legislação estadual, ocorrer uma observação.
Obs.: Não poderão ser informadas neste registro as informações que constam do quadro Dados Adicionais das notas
fiscais modelo 1 ou 1A .
Situação especial: Este registro será gerado também pelas empresas que são obrigadas a elaborar outras apurações
nos estados do Espírito Santo e Pará.
O registro só deve ser utilizado nas ECF das empresas que possuem SCP (sócias ostensivas).
Informações da(s) empresa(s) desenvolvedora(s) da(s) aplicação(ões) que gera(m) os arquivos
1. Identificação do contabilista responsável pela escrituração fiscal da empresa, mesmo que o contabilista seja
funcionário da empresa ou prestador de serviço.
2. Caso a pessoa jurídica tenha mais de um contabilista responsável pela escrituração fiscal de suas operações,
estes devem ser relacionados neste registro.
Este registro tem por objetivo relacionar e cadastrar os participantes (fornecedores e clientes pessoa jurídica ou
pessoa física) que tenham realizado operações com a empresa, objeto de registro nos Documentos Fiscais -
Serviços (ISS), Documentos Fiscais I – Mercadorias (ICMS/IPI), Documentos Fiscais II – Serviços (ICMS), Demais
Documentos e Operações ou Complemento da Escrituração – Controle de Saldos de Créditos e de Retenções,
Operações Extemporâneas e Outras Informações.

Este registro é de preenchimento obrigatório quando houver, dentro do período, alteração nos dados informados no
Cadastro de Participantes, campos: NOME, COD_PAIS, CNPJ, CPF, IE, COD_MUN, SUFRAMA, END, NUM,
COMPL e BAIRRO.
Não pode ser utilizado, em um mesmo arquivo, um mesmo código para representar um participante diferente do
referenciado anteriormente por tal código.
Os dados informados neste registro serão considerados até às 24:00 horas do dia anterior à data de alteração.

Este registro servirá para identificar a obrigatoriedade de escrituração do Bloco “P” do EFD Contribuições. O Registro
“T004” tem natureza meramente informativa, não transferindo nem recebendo valores de quaisquer outro registro da
escrituração.
Deve escriturar o Registro 0145 a pessoa jurídica que tenha auferido receita das atividades de serviços ou da
fabricação de produtos, relacionados nos art. 7º e 8º da Lei nº 12.546/2011, respectivamente. No caso de não auferir
quaisquer das receitas, nas hipóteses previstas em lei, não precisa ser informado o registro.
A soma dos valores informados no campo VL_REC_ATIV e do campo VL_REC_DEMAIS_ATIV pode ser diferente do
valor informado no campo VL_REC_TOT.
Este registro tem por objetivo descrever as unidades de medidas utilizadas no arquivo digital. Não podem ser
informados dois ou mais registros com o mesmo código de unidade de medida. Somente devem constar as unidades
de medidas informadas nos demais blocos.

Este registro tem por objetivo informar os fatores de conversão dos itens discriminados na Tabela de Identificação
do Item (Produtos e Serviços) entre a unidade informada no cadastro e as unidades informadas nos registros dos
documentos fiscais.
Quando for utilizada unidade de inventário diferente da unidade comercial do produto é necessário informar neste
registro, fatores de conversão de unidades, para informar os fatores de conversão entre as unidades.
Não podem ser informados dois ou mais registros com o mesmo conteúdo no campo UNID_CONV.

Este registro tem por objetivo informar os fatores de conversão dos itens discriminados na Tabela de Identificação
do Item (Produtos e Serviços) entre a unidade informada no cadastro e as unidades informadas nos registros dos
documentos fiscais.
Quando for utilizada unidade de inventário diferente da unidade comercial do produto é necessário informar neste
registro, fatores de conversão de unidades, para informar os fatores de conversão entre as unidades.
Não podem ser informados dois ou mais registros com o mesmo conteúdo no campo UNID_CONV.
Este registro tem por objetivo informar as mercadorias, serviços, produtos ou quaisquer outros itens concernentes às
transações representativas de receitas e/ou geradoras de créditos, objeto de escrituração nos Documentos Fiscais -
Serviços (ISS), Documentos Fiscais I – Mercadorias (ICMS/IPI), Documentos Fiscais II – Serviços (ICMS) e Demais
Documentos e Operações.

Este registro tem por objetivo informar alterações ocorridas na descrição do produto, desde que não o descaracterize
ou haja modificação que o identifique como sendo novo produto, caso não tenha ocorrido movimentação no período
da alteração do item, deverá ser informada no primeiro período em que houver movimentação do item.
Deverá ser ainda informado quando ocorrer alteração na codificação do produto.
Não podem ser informados dois ou mais registros com sobreposição de períodos.
Este registro tem o objetivo de identificar e caracterizar todos os bens ou componentes arrolados no registro
Apropriação CIAP e dos bens em construção.
O bem ou componente deverá ter código individualizado atribuído pelo contribuinte em seu controle patrimonial do
ativo imobilizado e não poderá ser reutilizado, duplicado, atribuído a bens ou componentes diferentes.
A discriminação do bem ou componente deve indicar precisamente o mesmo, sendo vedadas discriminações
diferentes para o mesmo bem ou componente no mesmo período ou discriminações genéricas.
As informações nos campos IDENT_MERC, DESCR_ITEM, COD_PRNC e COD_CTA devem se referir às
características atuais do bem ou componente.
Deverá também ser apresentado registro que identifique e caracterize o bem que está sendo construído no
estabelecimento do contribuinte, a partir do período de apuração em que adquirir ou consumir o 1º componente.

Este registro tem por objetivo codificar os textos das diferentes naturezas da operação/prestação discriminadas nos
documentos fiscais. Esta codificação e suas descrições são livremente criadas e mantidas pelo contribuinte.
Este registro não se refere a CFOP. Algumas empresas utilizam outra classificação além das apresentados nos
CFOP. Esta codificação permite informar estes agrupamentos próprios.
Não podem ser informados dois ou mais registros com o mesmo código no campo COD_NAT
Este registro tem o objetivo de identificar as contas contábeis utilizadas pelo contribuinte informante em sua
Escrituração Contábil, relacionadas às operações representativas de receitas, tributadas ou não, e dos créditos
apurados.
Não podem ser informados dois ou mais registros com a mesma combinação de conteúdo nos campos DT_ALT e
COD_CTA.
Registro destinado a informar o plano de contas referencial da instituição gestora, referenciando com as respectivas
contas do plano de contas da pessoa jurídica. Somente devem ser referenciadas
as contas analíticas com natureza de conta (J050.COD_NAT) igual a “01” (contas de ativo), “02” (contas de passivo),
“03” (patrimônio líquido) e “04” (contas de resultado).

Este registro tem o objetivo de identificar os centros de custos referenciados nos registros de operações e
documentos escriturados na EFD-PIS/Cofins.
Não podem ser informados dois ou mais registros com a mesma combinação de conteúdo nos campos DT_ALT e
COD_CCUS.

Neste registro devem ser informados os dispositivos autorizados e utilizados na emissão de documentos fiscais no
período da EFD. A obrigatoriedade deste registro deve ser verificada junto a cada uma das unidades federativas.
Neste registro devem ser informados os documentos fiscais autorizados pela referida AIDF

Este registro tem por objetivo identificar os dados contidos no campo Informações Complementares da Nota Fiscal,
que sejam de interesse do Fisco ou conforme disponha a legislação, e que estejam explicitamente citadas no
documento Fiscal, tais como: forma de pagamento, local da prestação/execução do serviço, operação realizada com
suspensão das contribuições sociais, etc.
Não podem ser informados para um mesmo documento fiscal, dois ou mais registros com o mesmo conteúdo no
campo COD_INF.
Registro com estrutura, campos e conteúdo definidos e constantes no Leiaute da Escrituração Fiscal Digital – EFD
(ICMS e IPI), instituído pelo Ato COTEPE/ICMS nº 9, de 12 de abril de 2008, disponível no portal de serviços (SPED)
da página da Secretaria da Receita Federal do Brasil na Internet, no endereço <www.receita.fazenda.gov.br/sped>.
Este registro tem por objetivo informar detalhes das operações de importação, que estejam sendo documentadas
pela nota fiscal escriturada no registro T013 (registro individualizado de documentos códigos 1, 1B, 04 e 55 - NF-e),
quando o campo IND_OPER for igual a “0” (zero), indicando operação de entrada e que no registro filho T015 conste
CST_PIS ou CST_COFINS gerador de crédito (CST 50 a 56), bem como conste no registro T015 CFOP próprio de
operações de importação (CFOP iniciado em 3).
Não podem ser informados para um mesmo documento fiscal, dois ou mais registros com o mesmo conteúdo no
campo NUM_DOC_IMP e NUM_ACDRAW.
Registro com estrutura, campos e conteúdo definidos e constantes no Leiaute da Escrituração Fiscal Digital – EFD
(ICMS e IPI), instituído pelo Ato COTEPE/ICMS nº 9, de 12 de abril de 2008, disponível no portal de serviços (SPED)
da página da Secretaria da Receita Federal do Brasil na Internet, no endereço <www.receita.fazenda.gov.br/sped>.
Este registro tem por objetivo identificar todos os transportadores e seus documentos fiscais emitidos durante o
transporte multimodal.
Obs. Para operações que envolvem destinos ou origens em cidades fora do Brasil, os campos COD_MUN_ORIG ou
COD_MUN_DEST dos registros D120, D130, D140, D150, D160, D170 e D180 deverão ser preenchidos com o
código “9999999”.
Este registro deve ser apresentado, obrigatoriamente, quando no campo – “Informações Complementares” da
nota fiscal - constar a identificação de um documento de arrecadação.

Este registro tem por objetivo informar, detalhadamente, outros documentos fiscais que tenham sido mencionados
nas informações complementares do documento que está sendo escriturado no registro T013, exceto cupons fiscais,
que devem ser informados no registro T013AG. Exemplos: nota fiscal de remessa de mercadoria originária de venda
para entrega futura e nota fiscal de devolução de compras
Não podem ser informados, para um mesmo documento fiscal, dois ou mais registros com a mesma combinação de
valores dos campos formadores da chave do registro. A chave deste registro é:
• para documentos emitidos por terceiros: campos IND_EMIT, COD_PART, COD_MOD, SER e
NUM_DOC.
• para documentos de emissão própria: campos IND_EMIT, COD_MOD, SER e NUM_DOC.

Este registro será utilizado para informar, detalhadamente, nas operações de saídas, cupons fiscais que tenham sido
mencionados nas informações complementares do documento que está sendo escriturado no registro T013. Nas
operações de entradas, somente informar quando o emitente do cupom fiscal for o próprio informante do arquivo.
Não podem ser informados para um mesmo documento fiscal, dois ou mais registros com a mesma combinação de
conteúdo nos campos ECF_FAB, NUM_DOC e DT_DOC.

Cupom Fiscal Eletronico:


Este registro será utilizado para informar, detalhadamente, nas operações de saídas, cupons fiscais eletrônicos que
tenham sido mencionados nas informações complementares do documento que está sendo escriturado no registro
T013. Nas operações de entradas no registro T013, somente informar quando o emitente do cupom fiscal for o
próprio informante do arquivo. Não podem ser informados para um mesmo documento fiscal, dois ou mais registros
com a mesma combinação de conteúdo nos campos NR_SAT, NUM_CFE e DT_DOC.

Este registro tem por objetivo informar o local de coleta, quando este for diferente do endereço do emitente do
documento fiscal e/ou local de entrega, quando este for diferente do endereço do destinatário do documento fiscal,
além de informar a modalidade de transporte utilizada. As informações prestadas referem-se a transporte próprio ou
de terceiros.
Este registro tem por objetivo informar dados da fatura comercial, sempre que a aquisição ou venda de
mercadorias for a prazo, através de notas fiscais modelo 1 ou 1A. Devem ser consideradas as informações quando
da emissão do documento fiscal, incluindo a parcela paga no ato da operação, se for o caso.
Nos casos onde uma única fatura diz respeito a diversas notas fiscais, para cada nota apresentada no T013, a fatura
deve aqui ser informada, sempre com o seu valor original, sem nenhum rateio.
Havendo mais de um tipo de título, informar o campo IND_TIT com o código ‘99’ (Outros). No campo
DESC_TIT identificar cada um dos títulos, com números e valores. No campo VL_TIT informar o valor total da fatura.
Este registro deve ser apresentado, obrigatoriamente, sempre que for informado o registro T013AI, devendo ser
discriminados o valor e a data de vencimento de cada uma das parcelas.
Não podem ser informados dois ou mais registros com o mesmo conteúdo para o campo NUM_PARC.
Este registro deve ser apresentado pelas empresas do segmento de combustíveis (distribuidoras, refinarias,
revendedoras) em operações de saída. Postos de combustíveis não devem apresentar este registro. Não podem ser
informados para um mesmo documento fiscal, dois ou mais registros com a mesma combinação de conteúdo nos
campos COD_PART e VEIC_ID.

Este registro deve ser informado quando, em decorrência da legislação estadual, houver ajustes nos documentos
fiscais, informações sobre diferencial de alíquota, antecipação de imposto e outras situações.
Estas informações equivalem às observações que são lançadas na coluna “Observações” dos Livros Fiscais
previstos no Convênio SN/70 – SINIEF, art. 63, I a IV.
Sempre que ocorrer um ajuste (lançamentos referentes aos impostos que têm o cálculo detalhado em Informações
Complementares da NF; ou aos impostos que estão definidos na legislação e não constam na NF; ou aos
recolhimentos antecipados dos impostos), deve, conforme dispuser a legislação estadual, ocorrer uma observação.
Obs.: Não poderão ser informadas neste registro as informações que constam do quadro Dados Adicionais das notas
fiscais modelo 1 ou 1A .
Situação especial: Este registro será gerado também pelas empresas que são obrigadas a elaborar outras apurações
nos estados do Espírito Santo e Pará.
Este registro tem por objetivo detalhar outras obrigações tributárias, ajustes e informações de valores do
documento fiscal do registro C195, que podem ou não alterar o cálculo do valor do imposto.
Os valores de ICMS ou ICMS ST (campo 07-VL_ICMS) serão somados diretamente na apuração, no registro E110,
campo VL_AJ_DEBITOS ou campo VL_AJ_CREDITOS, e no registro E210, campo VL_AJ_CREDITOS_ST e campo
VL_AJ_DEBITOS_ST, de acordo com a especificação do TERCEIRO CARACTERE do Código do Ajuste (Tabela 5.3
do Ato COTEPE/ICMS nº 09, de 18 de abril de 2008).
Obs.: Este registro será utilizado ainda por contribuinte onde a Administração Tributária Estadual exige, através de
legislação específica, apuração em separado (sub-apuração). Neste caso o Estado publicará a Tabela 5.3 com
códigos que contenham os dígitos “3”, “4” e 5” no quarto caractere (“Tipos de Apuração de ICMS”), sendo que cada
um dos dígitos possibilitará a escrituração de uma apuração em separado (sub-apuração) no registro 1900 e filhos.
Para que haja aapuração em separado do ICMS de determinadas operações ou itens de mercadorias, estes valores
terão de ser estornados da Apuração Normal (E110) e transferidos para as sub-apurações constantes do registro
1900 e filhos através de lançamentos de ajustes neste registro. Isto ocorrerá quando:
1. o terceiro caractere do código de ajuste (tabela 5.3) do reg. C197 for igual a “2 – Estorno de Débito” e o dígito do
quarto caractere for igual a “3”; “4” ou “5”. Neste caso o valor informado no campo 07 - VL_ICMS irá gerar um ajuste
a crédito (campo 07- VL_AJ_CREDITOS) no registro E110 e também um outro lançamento a débito no registro 1920
campo VL_TOT_TRANSF_DEBITOS_OA da apuração em separado (sub-apuração) definida no campo
IND_APUR_ICMS do registro 1900 através dos códigos “3”, “4” ou “5”, que deverá coincidir com o quarto caractere
do COD_AJ; e 2. o terceiro caractere do código de ajuste (tabela 5.3) do reg. C197 for igual a “5 – Estorno de
Crédito” e o dígito do quarto caractere for igual a “3”; “4” ou “5”. Neste caso o valor informado no campo 07 -
VL_ICMS irá gerar um ajuste a débito (campo 03- VL_AJ_DEBITOS) no registro E110 e também um outro
lançamento a crédito no registro 1920 (campo VL_TOT_TRANSF_CRÉDITOS_OA) da apuração em separado (sub-
apuração) que for definida no campo 02 - IND_APUR_ICMS do registro 1900 através dos códigos “3”, “4” ou “5”, que
deverá
coincidir com o quarto caractere do COD_AJ.
Os valores que gerarem crédito ou débito de ICMS (ou seja, aqueles que não são simplesmente informativos) serão
somados na apuração, assim como os registros C190.
Este registro só deve ser informado para as UF que publicarem a tabela constante no item 5.3 do Ato COTEPE/ICMS
nº 09, de 18 de abril de 2008.

Neste registro devem ser detalhadas as informações relativas à apuração do crédito de PIS/Pasep, referentes ao
documento fiscal escriturado no Registro Pai C500. Deve ser escriturado um registro C501 para cada item
(fornecimento dágua canalizada, de energia elétrica ou de gás) cuja operação dê direito a crédito, pelo seu valor total
ou parcial.
Caso em relação a um mesmo item venha a ocorrer tratamentos tributários diversos (mais de um CST), deve a
pessoa jurídica informar um registro C501 para cada CST.

Este registro tem por finalidade amarrar todos os tributos calculados para um determinado documento fiscal.

Neste registro devem ser apresentados dados dos documentos fiscais que acobertam a carga transportada, objeto
dos conhecimentos de transporte previstos no registro D160.
Não informar este registro caso o CFOP do conhecimento de transporte seja 5359 ou 6359.

Neste registro devem ser apresentados dados sobre o transporte da carga, objeto dos conhecimentos de transporte
aqui especificados.
Obs. Para operações que envolvem destinos ou origens em cidades fora do Brasil, os campos COD_MUN_ORIG ou
COD_MUN_DEST dos registros D120, D130, D140, D150, D160, D170 e D180 deverão ser preenchidos com o
código “9999999”.

Este registro tem por objetivo informar o local de coleta e/ou entrega quando esse for diferente do endereço do
remetente e/ou destinatário.
Este registro tem por objetivo identificar a UF destinatária do recolhimento do ICMS ST, quando esta for diversa da
UF do destinatário do produto. Ex. Leasing de veículo quando a entidade financeira está localizada em uma UF e o
destinatário do produto em outra UF.

Durante o ano de 2009, as empresas sujeitas ao recolhimento a UFs diferentes do destinatário dos produtos deverão
estornar o débito correspondente à UF do destinatário do documento fiscal e deverão adicionar o valor
correspondente na apuração do ICMS ST para a UF do recolhimento do tributo.

A partir de período de apuração de janeiro de 2010, essas empresas deverão utilizar o registro C105 para que possa
ser identificada a UF de destino do ICMS ST.
Este registro tem por objetivo informar os números dos documentos fiscais cancelados.

Este registro deve ser apresentado, obrigatoriamente, para cada documento fiscal para discriminação de processos
referenciados ao mesmo.
Não podem ser informados dois ou mais registros com o mesmo conteúdo no campo NUM_PROC para um
mesmo registro T013.

Este registro tem por objetivo agrupar por município de origem os valores resumidos no registro T013.
Informações de registro aquisições de cana
Informar os fornecimentos diários de cana
Informar as Deduções - Taxas e Contribuições
Autorização de Créditos Acumulados de ICMS
Infomar os Conhecimentos de Transporte relacionados aos documentos fiscais.

Este registro deve ser apresentado pelas empresas do segmento farmacêutico (distribuidoras, indústrias,
revendedoras e importadoras), exceto comércio varejista.
A obrigatoriedade deriva do §26 do art. 19 do Convênio S/N de 1970:
“Nova redação dada ao § 26 pelo Ajuste 07/04, efeitos a partir de 01.01.05.
§ 26. A Nota Fiscal emitida por fabricante, importador ou distribuidor, relativamente à saída para estabelecimento
atacadista ou varejista, dos produtos classificados nos códigos 3002, 3003, 3004 e 3006.60 da Nomenclatura
Brasileira de Mercadoria/Sistema Harmonizado - NBM/SH, exceto se relativa às operações com produtos
veterinários, homeopáticos ou amostras grátis, deverá conter, na descrição prevista na alínea “b” do inciso IV deste
artigo, a indicação do valor correspondente ao preço constante da tabela, sugerido pelo órgão competente para
venda a consumidor e, na falta deste preço, o valor correspondente ao preço máximo de venda a consumidor
sugerido ao público pelo estabelecimento industrial.”
Em caso de NF-e emitida por terceiros, a informação é obrigatória, desde que não seja destinado a comércio
varejista.
Não podem ser informados, para um mesmo item do documento fiscal (reg. T015), dois ou mais registros com a
mesma combinação de valores dos campos: LOTE_MED e QTD_ITEM.
Este registro deve ser apresentado pelas empresas que realizam operações com armas de fogo (indústria, comércio
e demais) e deve ser fornecido apenas para operações de saída.
Não podem ser informados para um mesmo documento fiscal, dois ou mais registros com o mesmo valor do campo
NUM_ARM.

Este registro deve ser apresentado pelas empresas do segmento automotivo (montadoras-capítulo 87 da NCM,
concessionárias e importadoras) para informar os itens relativos aos veículos novos. Deve ser informado nas
operações de entrada e saída (exceto pelos contribuintes emissores de NF-e), exceto quando se tratar de operações
de exportação.
É considerado faturamento direto toda operação efetuada nos termos do Convênio ICMS nº 51/2000.
Não podem ser informados, para um mesmo registro T015AD, dois ou mais registros com o mesmo valor do campo
CHASSI_VEIC.
Este registro tem por finalidade amarrar todos os tributos calculados para um determinado item. Inclusive o reflexo de
sua escrituração atribuída conforme o CST.
Este registro deve ser apresentado pelas empresas do comércio varejista de combustíveis, somente nas operações
de entrada, para informar o volume recebido (em litros), por item do documento fiscal, conforme Livro de
Movimentação de Combustíveis (LMC), Ajuste SINIEF 01/92.
Não podem ser informados para um mesmo documento fiscal, dois ou mais registros com o mesmo conteúdo no
campo NUM_TANQUE.

Este registro deve ser informado quando da emissão de documento fiscal, destinado a outra unidade federada, que
ensejará futuro pedido de ressarcimento de ICMS, em operações com produtos submetidos à substituição tributária
na operação anterior. Aplica-se somente aos contribuintes domiciliados nos estados, cuja legislação obriga a
emissão de nota fiscal para documentar processo de pedido de ressarcimento de ICMS/ST.
O documento informado neste registro deverá ser diferente do documento informado no registro pai (C100), pois é o
documento referente à última aquisição da mercadoria.

Este registro deve ser apresentado para informar o complemento das Notas Fiscais de Serviços de Transporte
(Código 07), com municípios de origem e destino do transporte.
Obs. Para operações que envolvem destinos ou origens em cidades fora do Brasil, os campos COD_MUN_ORIG
ou COD_MUN_DEST dos registros D120, D130, D140, D150, D160, D170 e D180 deverão ser preenchidos
com o código “9999999”.

Este registro tem por objetivo informar o(s) período(s) de apuração do ICMS. Os períodos informados devem
abranger todo o intervalo da escrituração fiscal, sem sobreposição ou omissão de datas ou períodos.
Não podem ser informados dois ou mais registros com a mesma combinação de valores dos campos 02 (DT_INI), 03
(DT_FIN). Não devem existir lacunas ou sobreposições de datas nos períodos de apuração informados nestes
registros, em comparação com as datas informadas no registro 0000.
Tem por objetivo informar os valores relativos à apuração do ICMS referentes às operações próprias.
O registro deve ser apresentado inclusive nos casos de períodos sem movimento. Neste caso, os valores deverão
ser apresentados zerados.

Informação sobre o credito acumulado de ICMS


Informação sobre o credito acumulado de ICMS
Este registro tem por objetivo informar o(s) período(s) de apuração do ICMS – Substituição Tributária para cada UF
onde o informante seja inscrito como substituto tributário, inclusive para o seu estado, nas operações internas que
envolvam substituição, e também para UF para a qual o declarante tenha comercializado e que não tenha inscrição
como substituto. Os períodos informados devem abranger todo o período previsto no registro 0000, sem haver
sobreposição ou omissão de datas, por UF.
O registro deve ser apresentado inclusive nos casos de períodos sem movimento. Neste caso, os valores deverão
ser apresentados zerados.

Este registro deve ser apresentado pelos estabelecimentos industriais ou equiparados, conforme dispõe o
Regulamento do IPI, para identificação do(s) período(s) de apuração. O(s) período(s) informado(s) deve(m) abranger
todo o período previsto no registro 0000. Poderá coexistir um período mensal com períodos decendiais. Para os
períodos decendiais, não poderá haver sobreposição ou omissão de datas.
Este registro deve ser preenchido com os valores consolidados do IPI, de acordo com o período informado no
registro E500, tomando-se por base as informações prestadas no registro C170.
A consolidação se dará pela sumarização do valor contábil, base de cálculo e imposto relativo a todas as
operações, conforme a combinação de CFOP e código da situação tributária do IPI (CST_IPI).
As informações oriundas dos itens dos documentos fiscais – registro C170 ou do documento NF-e de emissão
própria – serão consideradas no período de apuração mensal ou decendial, conforme preenchimento do campo
IND_APUR.
- Campo VL_BC_PIS: R$ 1.000.000,00
- Campo ALIQ_PIS: 0,1650% (Item 110 da Tabela 4.3.9)
- Campo VL_PIS: R$ 1.650,00
- Campo CST COFINS:62
- Campo VL_BC_COFINS: R$ 1.000.000,00
- Campo ALIQ_COFINS: 0,76% (Item 110 da Tabela 4.3.9)
- Campo VL_COFINS: R$ 7.600,00
- Campo NAT_BC_CRED: 13 (*)
(*) Uma vez informado “NAT_BC_CRED” = 13 (outras operações com direito a crédito), deverá ser preenchido o
campo “DESC_CRED”, nos registros M105 e M505, com a descrição do crédito, como por exemplo “Crédito
Presumido da Exportação de café – MP 545”.

As operações relacionadas neste registro devem ser demonstradas de forma individualizada quando se referirem a
operações com direito a crédito da não cumulatividade, como nos casos de contratos de locação de bens móveis e
imoveis, das contraprestações de arrendamento mercantil, etc.
As operações referentes às demais receitas auferidas, tributadas ou não, devem ser individualizadas no registro
F100 em função da sua natureza e tratamento tributário, tais como:
- Rendimentos de aplicações financeiras;
- Receitas de títulos vinculados ao mercado aberto;
- Receitas decorrentes de consórcio constituído nos termos do disposto nos arts. 278 e 279 da Lei nº 6.404, de 1976;
- Receitas de locação de bens móveis e imóveis;
- Receita da venda de bens imóveis do ativo não-circulante;
- Juros sobre o Capital Próprio recebidos;
- Receitas decorrentes da execução por administração, empreitada ou subempreitada, de obras de construção civil;
- Receita auferida com produtos e serviços, convencionada e estipulada mediante contrato;
- Montante do faturamento atribuído a pessoa jurídica associada/cooperada;
- Receitas da prestação de serviços de educação e da área de saúde, etc.

Podem ser demonstradas de forma consolidada as operações que, em função de sua natureza, volume ou
detalhamento, dispensa a sua individualização, como por exemplo, na demonstração dos rendimentos de aplicações
financeiras oriundos de investimentos diversos ou em contas diversas, consolidando as operações por instituição
financeira:
- Rendimentos de aplicação financeira – Banco X;
- Rendimentos de aplicação financeira – Banco Y.

As operações que não se refiram a um estabelecimento específico da pessoa jurídica devem ser relacionadas nos
registros filhos do Registro F010 do estabelecimento centralizador da escrituração (estabelecimento sede).

Registro específico para a escrituração dos créditos determinados com base nos encargos de depreciação de bens
incorporados ao Ativo Imobilizado da pessoa jurídica, adquirido para utilização na produção de bens destinados à
venda, ou na prestação de serviços, bem como de encargos de amortização relativos a edificações e benfeitorias em
imóveis próprios ou de terceiros.
As informações geradas neste registro referem-se aos bens incorporados ao Ativo Imobilizado ou às edificações e
benfeitorias em imóveis próprios ou de terceiros que, em função de sua natureza, NCM, destinação ou data de
aquisição, a legislação tributária permite o direito ao crédito de PIS/Pasep e de Cofins com base nos encargos de
depreciação ou amortização incorridos no período da escrituração
Os valores informados neste registro devem corresponder aos encargos de depreciação ou amortização incorridos
em cada período, objeto de escrituração contábil pela pessoa jurídica, referente exclusivamente aos bens e
edificações com direito a crédito, na forma da legislação tributária.
IMPORTANTE: Os bens incorporados ao Ativo Imobilizado da pessoa jurídica que foram considerados no computo
do crédito determinado com base no valor de aquisição, escriturado no Registro F130, não devem ser relacionados e
escriturados neste Registro F120.

Observações: Em relação aos itens com CST representativos de operações geradoras de créditos, os valores dos
Campos de base de cálculo “VL_BC_PIS” (Campo 09) e “VL_BC_COFINS” (Campo 13) serão recuperados no Bloco
M, para a demonstração das bases de cálculo do crédito de PIS/Pasep (M105), no campo “VL_BC_PIS_TOT” e do
crédito da Cofins (M505), no Campo “VL_BC_COFINS_TOT”.
Registro específico para a escrituração dos créditos determinados com base no valor de aquisição de bens
incorporados ao Ativo Imobilizado da pessoa jurídica, adquiridos para utilização na produção de bens destinados à
venda, ou na prestação de serviços que, em função de sua natureza, NCM, destinação ou data de aquisição, a
legislação tributária permite o direito ao crédito de PIS/Pasep e de Cofins com base no seu valor de aquisição.
A identificação dos bens incorporados ao Ativo Imobilizado a ser informado no Campo 03 (IDENT_BEM_IMOB) pode
ser realizada de forma individualizada ou por gênero/grupo de bens da mesma natureza ou destinação.
IMPORTANTE: Os bens incorporados ao Ativo Imobilizado da pessoa jurídica que foram considerados no computo
do crédito determinado com base nos encargos de depreciação/amortização, objeto de escrituração no Registro
F120, não devem ser relacionados e escriturados neste Registro F130.

Este registro deve ser preenchido apenas pela pessoa jurídica que auferiu receita da atividade imobiliária, decorrente
da aquisição de imóvel para venda, promoção de empreendimento de desmembramento ou loteamento de terrenos,
incorporação imobiliária ou construção de prédio destinado à venda.

Nos Registros F200 (receitas da atividade) e F205 e F210 (Operações da atividade com direito a créditos) devem ser
informados apenas as operações que sejam próprias da atividade imobiliária. As demais receitas e operações
geradoras de créditos, não próprias da atividade imobiliária, devem ser informadas nos registros específicos dos
Blocos A, C, D e F, conforme cada caso.

Deve a pessoa jurídica que exerce a atividade imobiliária proceder à escrituração de cada imóvel vendido em registro
individualizado, mesmo que a venda se refira a mais de uma unidade a um mesmo adquirente, pessoa física ou
pessoa jurídica.

Conforme definido pela legislação tributária, a utilização dos créditos escriturados em F205 ou F210 referentes aos
custos vinculados à unidade vendida, construída ou em construção, deve ser efetuada somente a partir da efetivação
da venda e na proporção da receita relativa à venda da unidade imobiliária, à medida do recebimento.

No caso de unidades imobiliárias recebidas em devolução (Distrato), os créditos relacionados a estas unidades,
apurados neste período ou em períodos anteriores, na EFD-Contribuições ou no DACON, deverão ser estornados na
data do desfazimento do negócio (art. 4º da Lei n º 10.833, de 2003), mediante a escrituração dos Registros M110 –
Ajustes do Crédito de PIS/Pasep (transferido para o campo 10 de M100) e M510 – Ajustes do Crédito de Cofins
(transferido para o campo 10 de M500).
Neste registro a pessoa jurídica procederá à escrituração dos créditos referentes aos custos vinculados à unidade
imobiliária vendida, construída ou em construção. De acordo com a regulamentação da atividade imobiliária referente
ao PIS/Pasep e à Cofins (IN SRF nº 458/04), as despesas com vendas, as despesas financeiras, as despesas gerais
e administrativas e quaisquer outras, operacionais e não operacionais, não integram o custo dos imóveis vendidos.
Os créditos referentes aos custos incorridos da unidade imobiliária vendida, conforme definido pela legislação
tributária, deve ser objeto de utilização (desconto da contribuição apurada) pela pessoa jurídica somente a partir da
efetivação da venda e na proporção da receita relativa à venda da unidade imobiliária, à medida do recebimento.

ATENÇÃO: Os créditos próprios da atividade imobiliária serão demonstrados nos registros F205 (crédito sobre o
custo incorrido) e F210 (crédito presumido sobre o custo orçado). Os valores dos créditos apurados no período em
F205 e F210 serão demonstrados no Registro M100 (Crédito de PIS/Pasep Relativo ao Período) e M500 (Crédito de
Cofins Relativo ao Período) com base:
- Nos valores informados nos registros M100 (e filhos) e M500 (e filhos), no arquivo elaborado pela própria pessoa
jurídica e importado pelo Programa Validador e Assinador da EFD-Contribuições - PVA; ou
- Nos valores calculados pelo PVA para os registros M100 e M500, através da funcionalidade “Gerar Apurações”
disponibilizada no PVA.

No caso de unidades imobiliárias recebidas em devolução (Distrato), os créditos relacionados a estas unidades,
apurados neste período ou em períodos anteriores, na EFD-Contribuições ou no DACON, deverão ser estornados na
data do desfazimento do negócio (art. 4º da Lei n º 10.833, de 2003), mediante a escrituração dos Registros M110 –
Ajustes do Crédito de PIS/Pasep (transferido para o campo 10 de M100) e M510 – Ajustes do Crédito de Cofins
(transferido para o campo 10 de M500).

Caso a pessoa jurídica venha a apurar outros créditos, não próprios da atividade imobiliária (F205 e F210), deverá
relacionar as operações e documentos não próprios da atividade imobiliária nos Blocos A, C, D ou F e proceder à
apuração e alimentação desses créditos (não próprios da atividade) em registros específicos M100 e M500. Ou seja,
o cálculo e demonstração do crédito não próprio da atividade deve ser sempre efetuado pela empresa, visto que a
função “Gerar Apurações” só determina e demonstra em M100 e M500 os créditos informados em F205 e F210.

Neste registro a pessoa jurídica procederá à escrituração dos créditos referentes ao custo orçado pra a conclusão da
obra ou melhoramento, vinculado à unidade imobiliária vendida em construção. De acordo com a regulamentação da
atividade imobiliária referente ao PIS/Pasep e à Cofins (IN SRF nº 458/04), as despesas com vendas, as despesas
financeiras, as despesas gerais e administrativas e quaisquer outras, operacionais e não operacionais, não integram
o custo dos imóveis vendidos.

Os créditos referentes ao custo orçado da unidade imobiliária vendida, conforme definido pela legislação tributária,
deve ser objeto de utilização (desconto da contribuição apurada) pela pessoa jurídica somente a partir da efetivação
da venda e na proporção da receita relativa à venda da unidade imobiliária, à medida do recebimento.

O Registro F210 é de preenchimento opcional. Será preenchido apenas quando o campo IND_OPER, do Registro
F200, for igual a 03 ou 04, representativo de crédito vinculado a venda de unidade imobiliária não concluída,
conforme definido no art. 4º da Lei nº 10.833, de 2003.
contribuição para o PIS/pasep e da Cofins retidos na Fonte, decorrentes de:
1. Pagamentos efetuados por órgãos, autarquias e fundações da administração pública federal à pessoa jurídica
titular da escrituração (art. 64 da Lei nº 9.430/96);
2. Pagamentos efetuados por empresas públicas, sociedades de economia mista e demais entidades sob o controle
direto ou indireto da União, à pessoa jurídica titular da escrituração (art. 34 da Lei nº 10.833/03);
3. Pagamentos efetuados por outras pessoas jurídicas de direito privado, pela prestação de serviços de limpeza,
conservação, manutenção, segurança, vigilância, transporte de valores e locação de mão-de-obra, pela prestação de
serviços de assessoria creditícia, mercadológica, gestão de crédito, seleção e riscos, administração de contas a
pagar e a receber, bem como pela remuneração de serviços profissionais, prestados pela à pessoa jurídica titular da
escrituração (art. 30 da Lei nº 10.833/03);
4. Pagamentos efetuados por associações, inclusive entidades sindicais, federações, confederações, centrais
sindicais e serviços sociais autônomos, sociedades simples, inclusive sociedades cooperativas, fundações de direito
privado ou condomínios edilícios, pela prestação de serviços de limpeza, conservação, manutenção, segurança,
vigilância, transporte de valores e locação de mão-de-obra, pela prestação de serviços de assessoria creditícia,
mercadológica, gestão de crédito, seleção e riscos, administração de contas a pagar e a receber, bem como pela
remuneração de serviços profissionais, prestados pela à pessoa jurídica titular da escrituração (art. 30 da Lei nº
10.833/03);
5. Pagamentos efetuados por órgãos, autarquias e fundações da administração pública estadual, distrital ou
municipal, à pessoa jurídica titular da escrituração (art. 33 da Lei nº 9.430/96);
6. Pagamentos efetuados por pessoa jurídica fabricante de veículos e peças, referentes à aquisição de autopeças
junto à pessoa jurídica titular da escrituração (art. 3º da Lei nº 10.485/02);
7. Outras hipóteses de retenção na fonte das referidas contribuições sociais, previstas na legislação tributária.

Além das hipóteses de retenção na fonte acima especificadas, devem também ser escriturados neste registro os
valores recolhidos de PIS/Pasep e de Cofins, pelas sociedades cooperativas que se dedicam a vendas em comum,
referidas no art. 82 da Lei nº 5.764/71, que recebam para comercialização a produção de suas associadas, conforme
disposto no art. 66 da Lei nº 9.430/96.
A escrituração no registro F600 dos recolhimentos de PIS/Pasep e de Cofins, efetuados pelas sociedades
cooperativas nos termos do art. 66 da Lei nº 9.430/96, deve ser efetuada:
- Pela pessoa jurídica benefíciária do recolhimento (pessoa jurídica associada/cooperada), com base nos valores
informados pela cooperativa quanto aos valores de PIS/Pasep e Cofins pagos. Neste caso, deve ser informado no
Campo 11 (IND_DEC) o indicador “0”;
- Pela sociedade cooperativa responsável pelo recolhimento, decorrente da comercialização ou da entrega para
revenda à central de cooperativas. Neste caso, deve ser informado no Campo 11 (IND_DEC) o indicador “1”

Os valores efetivamente retidos na fonte de PIS/Pasep e de Cofins, escriturados neste registro, são passíveis de
dedução da contribuição apurada nos Registros M200 (PIS/Pasep) e M600 (Cofins), respectivamente.
Neste registro devem ser informadas as deduções diversas previstas na legislação tributária, inclusive os créditos
que não sejam específicos do regime não-cumulativo, passiveis de dedução na determinação da contribuição social
a recolher, nos registros M200 (PIS/Pasep) e M600 (Cofins). A chave deste registro é composta pelos campos
IND_ORI_DED + IND_NAT_DED + CNPJ, ou seja, não poderá existir dois ou mais registros F700 com os mesmos
valores nestes campos.

Devem ser escriturados neste registro os créditos oriundos da versão de bens e direitos referidos no art. 3º das Leis
nº 10.637/2002 e nº 10.833/2003, bem como os créditos referentes à importação referidos na Lei nº 10.865/2004,
transferidos em decorrência de eventos de fusão, incorporação e cisão de pessoa jurídica domiciliada no País,
relacionando-os por cada tipo, conforme Tabela 4.3.6. da EFD-Contribuições.

A pessoa jurídica sucessora titular da escrituração, deve informar o CNPJ da sucedida, a natureza e a data do
evento, origem e tipo de crédito, mês e ano em que foi apurado o crédito e o valor do crédito disponível (Valor do
crédito transferido).

Estes créditos são vertidos para a pessoa jurídica sucessora sob as mesmas condições em que foram apurados na
pessoa jurídica sucedida, passíveis de utilização para desconto da contribuição devida no período, se decorrentes de
operações no mercado interno ou, ainda, de compensação e ressarcimento, se decorrentes de operações de
exportação ou não tributadas no mercado interno.
Os períodos informados neste registro deverão abranger todo o período da escrituração, conforme informado no
Registro 0000.

Este registro tem o objetivo de informar o período de apuração do ICMS ou do IPI, prevalecendo os períodos mais
curtos. Contribuintes com mais de um período de apuração no mês declaram um registro K100 para cada período no
mesmo arquivo. Não podem ser informados dois ou mais registros com os mesmos campos DT_INI e DT_FIN.
Este registro tem o objetivo de informar o estoque final escriturado do período de apuração informado no Registro
K100, por tipo de estoque e por participante, nos casos em que couber, das mercadorias de tipos 00 – Mercadoria
para revenda, 01 – Matéria-Prima, 02 - Embalagem, 03 – Produtos em Processo, 04 – Produto Acabado, 05 –
Subproduto, 06 – Produto Intermediário e 10 – Outros Insumos – campo TIPO_ITEM do Registro 0200.

Este registro tem o objetivo de informar a movimentação interna entre mercadorias de tipos: 00 – Mercadoria para
revenda; 01 – Matéria-Prima; 02 – Embalagem; 03 – Produtos em Processo; 04 – Produto Acabado; 05 – Subproduto
e 10 – Outros Insumos – campo TIPO_ITEM do Registro 0200; que não se enquadre nas movimentações internas já
informadas
Guia Prático EFD-ICMS/IPI – Versão 2.0.16
Atualização: 13/03/2015
Página 152 de 214
nos Registros K230 – Itens Produzidos e K235 – Insumos Consumidos: produção acabada e consumo no processo
produtivo, respectivamente.
Este registro tem o objetivo de informar a produção acabada de produto em processo (tipo 03 – campo TIPO_ITEM
do registro 0200) e produto acabado (tipo 04 – campo TIPO_ITEM do registro 0200). O produto resultante é
classificado como tipo 03 – produto em processo, quando não estiver pronto para ser comercializado, mas estiver
pronto para ser consumido em outra fase de produção. O produto resultante é classificado como tipo 04 – produto
acabado, quando estiver pronto para ser comercializado.

Este registro tem o objetivo de informar o consumo de mercadoria no processo produtivo, vinculado ao produto
resultante informado no campo COD_ITEM do Registro K230 – Itens Produzidos.
Este registro é obrigatório quando existir o registro pai K230 e:
a)a informação da quantidade produzida (K230) for por período de apuração(K100); ou
b) a ordem de produção (K230) se iniciar e concluir no período de apuração (K100); ou
c) a ordem de produção (K230) se iniciar no período de apuração (K100) e não for concluída no mesmo período.
Este registro tem o objetivo de informar os produtos que foram industrializados por terceiros e sua quantidade.
Este registro tem o objetivo de informar a quantidade de consumo do insumo que foi remetido para ser
industrializado em terceiro, vinculado ao produto resultante informado no campo COD_ITEM do Registro K250. É
obrigatório caso exista o registro pai K250.
Este registro tem como objetivo a inclusão de desmontagem de mercadorias, item de Origem
Este registro tem como objetivo a inclusão de desmontagem de mercadorias, item de Destino
Este registro tem como objetivo os dados de reprocessamento/reparo de produto/insumo

Este registro tem como objetivo os dados de reprocessamento/reparo de mercadorias consumidas e/ou retornadas

Este registro tem como objeto os dados de correção de apontamento dos registros K210, K220, K230, K250 e K260
Este registro tem como objeto os dados de Correção de Apontamento e retorno de insumo dos Registros K215,
K220, K235, K255 e K265
Este registro tem como objetivo os dados de correçaõ de apontamento - Estoque Escriturado
Este registro tem como objetivo realizar a amarração dos insumos por produtos, informação necessária para geração
doregistro 0210 do Sped Fiscal
Este registro tem como objetivo reeceber os insumos do produto
Este registro tem o objetivo de prestar informações sobre o CIAP:
a) saldo de ICMS do CIAP, composto pelo valor do ICMS de bens ou componentes (somente componentes cujo
crédito de ICMS já foi apropriado) que entraram anteriormente ao período de apuração. (campo 4);
b) o somatório das parcelas de ICMS passíveis de apropriação de cada bem ou componente, inclusive aqueles que
foram escriturados no CIAP em período anterior (campo 5);
c) o valor do índice de participação do somatório do valor das saídas tributadas e saídas para exportação no valor
total das saídas (campo 8) - (o valor é sempre igual ou menor que 1 (um));
d) o valor de ICMS a ser apropriado como crédito. Esse valor (campo 9) será apropriado diretamente no Registro de
Apuração do ICMS, como ajuste de apuração, salvo se a legislação obrigar a emissão de documento fiscal;
e) o valor de outras parcelas de ICMS a ser apropriado. Esse valor (campo 10) será apropriado diretamente no
Registro de Apuração do ICMS, como ajuste de apuração, salvo se a legislação obrigar a emissão de documento
fiscal.

Não podem ser informados dois ou mais registros com a mesma combinação de conteúdo nos campos DT_INI e
DT_FIN e esta combinação deve ser igual à informada em um registro E100.

Este registro tem o objetivo de informar as movimentações de bens ou componentes no CIAP e a apropriação de
parcelas de créditos de ICMS do Ativo Imobilizado.
Inclui-se no conceito de movimentação:
a) entrada de bem ou componente no CIAP;
b) saída de bem ou componente do CIAP;
c) baixa de bem ou componente do CIAP;
d) entrada no CIAP pela conclusão de bem que estava sendo construído pelo contribuinte (exceto quando o bem ou
componente gerar créditos a partir do momento de sua entrada).

Não podem ser informados dois ou mais registros com a mesma combinação de conteúdo nos campos
COD_IND_BEM e TIPO_MOV.
Este registro tem por objetivo discriminar os demais valores a serem apropriados como créditos de ICMS de Ativo
Imobilizado que não foram escriturados nos períodos anteriores, quando a legislação permitir.

Este registro tem o objetivo de identificar o documento fiscal que acobertou a entrada ou a saída do bem ou
componente do CIAP.
Quando o tipo de movimentação – TIPO_MOV do registro G125 – for igual a "MC", "IM", "IA" ou "AT", este registro é
obrigatório.
Caso exista previsão legal de emissão de documento fiscal para os demais tipos de movimentação – TIPO_MOV do
registro G125 – esse registro deverá ser informado.
No período em que se iniciar a obrigação de escrituração fiscal digital do CIAP ou quando isso ocorrer de forma
espontânea, este registro é obrigatório nas seguintes situações:
a) quando o tipo de movimentação – TIPO_MOV do registro G125 – for igual a “SI” e esse “SI” for originado dos tipos
de movimentação “IM”, “IA” ou “MC”;
b) quando o tipo de movimentação – TIPO_MOV do registro G125 – for igual a “SI” e esse “SI” for originado do tipo
de movimentação “CI”, devem ser informados os documentos fiscais relativos ao tipo de movimentação “IA” dos seus
componentes que entraram antes desse período;
c) quando o tipo de movimentação – TIPO_MOV do registro G125 – for igual a “CI”, devem ser informados os
documentos fiscais relativos ao tipo de movimentação “IA” dos seus componentes que entraram antes desse
período.

Independentemente das situações referidas, esse registro será informado uma única vez.

Não podem ser informados dois ou mais registros com a mesma combinação de conteúdo nos campos IND_EMIT,
COD_PART, COD_MOD, SERIE, NUM_DOC, CHV_NFE_CTE para o mesmo bem ou componente.
Este registro tem o objetivo de identificar o item do documento fiscal informado no registro G130.
Não podem ser informados dois ou mais registros com o mesmo valor no campo NUM_ITEM + COD_ITEM.
Este registro tem como objetivo receber os valores referentes a apuração da DIFAL/FECP

Este registro tem como objetivo receber o valor de ajuste/benefício/incentivo da Apuraçaõ do ICMS Diferencial de
Alíquota - UF Origem/Destino EC 87/15
Este registro tem como objetivo receber as informações Adicionais dos Ajustes da Apuração do ICMS Diferencial de
Alíquota – UF Origem/Destino EC 87/15

Este registro tem como objetivo receber as Informações Adicionais da Apuração do ICMS Diferencial de Alíquota –
UF Origem/Destino EC 87/15 Identificação dos Documentos Fiscais
Este registro tem como objetivo receber as Obrigações do ICMS recolhido ou a recolher – Diferencial de Alíquota –
UF Origem/Destino EC 87/15

Este registro tem como objetivo receber a apuração das informações econômicas do estabelecimento,
essa informação é utilizada na geração da GIA do Rio Grande do Sul

Este registro será utilizado pela pessoa jurídica para detalhar as informações prestadas no campo 12
(VL_CONT_DIFER_ANT) dos diversos registros M210 existentes na escrituração.

Os valores da contribuição diferida em períodos anteriores, que deverão ser pagos no atual período da escrituração,
face aos recebimentos ocorridos no mês, descontados dos respectivos créditos diferidos, serão adicionados à
respectiva contribuição calculada (COD_CONT) no registro M210, sendo que a soma dos valores do campo 12 de
todos os registros M210 deverá ser igual a soma dos campos VL_CONT_DIFER_ANT dos registros M300, para um
mesmo COD_CONT.

Deverá existir um registro M300 para cada data em que houve recebimento de receita objeto de diferimento, de
maneira combinada com o período da escrituração em que o diferimento ocorreu e para cada tipo de contribuição
diferida e natureza do crédito diferido a descontar no período. Assim, a chave deste registro é formada pelos campos
COD_CONT + NAT_CRED_DESC + PER_APUR + DT_RECEB.

Este registro deverá ser informado caso a pessoa jurídica também ser contribuinte do PIS/Pasep sobre a Folha de
Salários, como no caso das sociedades cooperativas, na hipótese prevista no art. 15 da MP nº 2.158 de 2001.
O registro também deve ser utilizado (IND_NAT_PJ do registro 0000 igual a 03) pelos templos de qualquer culto,
partidos políticos, as instituições de educação e de assistência social a que se refere o art. 12 da Lei no 9.532, de 10
de dezembro de 1997, as instituições de caráter filantrópico, recreativo, cultural, científico e as associações, a que se
refere o art. 15 da Lei no 9.532, de 1997, os sindicatos, as federações e as confederações, os serviços sociais
autônomos, criados ou autorizados por lei, os conselhos de fiscalização de profissões regulamentadas, as fundações
de direito privado e as fundações públicas instituídas ou mantidas pelo Poder Público e os condomínios de
proprietários de imóveis residenciais ou comerciais.

Neste registro a pessoa jurídica deverá detalhar as receitas isentas, não alcançadas pela incidência da contribuição,
sujeitas à alíquota zero ou de vendas com suspensão, totalizadas no registro pai M400, conforme relação de códigos
constantes das tabelas relacionadas no campo 02 (NAT_REC) e respectivas descrições complementares de cada
uma das receitas sendo detalhadas. Desta forma, a chave deste registro é composta pelos campos NAT_REC +
COD_CTA + DESC_COMPL.

Este registro não será gerado automaticamente pelo PVA EFD PIS/COFINS, sendo necessário a pessoa jurídica
preencher manualmente mesmo quando utilizada a opção de “Gerar Apuração”.

A soma dos campos VL_REC dos registros M410 deverá corresponder ao valor informado/calculado no campo
VL_TOT_REC do registro pai M400.

Este registro tem por objetivo realizar o controle de saldos de créditos fiscais de períodos anteriores ao da atual
escrituração, bem como eventual saldo credor apurado no próprio período da escrituração.

O saldo de créditos deverá ser segregado por período de apuração, devendo, ainda, levar em consideração a sua
origem e, no caso de créditos transferidos por sucessão, o CNPJ da pessoa jurídica cedente do crédito. A chave
deste registro é formada pelo campo PER_APU_CRED, campo ORIG_CRED, campo CNPJ_SUC e campo
COD_CRED.
Crédito extemporâneo é aquele cujo período de apuração ou competência do crédito se refere a período anterior ao
da escrituração atual, mas que somente agora está sendo registrado. O crédito extemporâneo deverá ser informado,
preferencialmente, mediante a retificação da escrituração cujo período se refere o crédito. No entanto, se a
retificação não for possível, devido ao prazo previsto na Instrução Normativa RFB nº 1.052, de 2010, a PJ deverá
detalhar suas operações através deste registro.

Este registro deverá ser utilizado para detalhar as informações prestadas no campo 07 do registro pai 1100.

Deve ser ressaltado que o crédito apurado no período da escrituração pelo método de apropriação direta (Art. 3º, §
8º, da Lei nº 10.637/02), referente a aquisições, custos e despesas incorridos em período anteriores ao da
escrituração, não se trata de crédito extemporâneo, se a sua efetividade só vem a ser constituída no período atual da
escrituração.

Este registro deve ser preenchido no mês em que se concluir a exportação direta ou indireta pelo efetivo exportador.
Este registro deve ser apresentado para discriminar os documentos fiscais vinculados à exportação.
Este registro deve ser apresentado para informar a origem das mercadorias adquiridas para a exportação.
Este registro demonstra a conta corrente dos créditos fiscais de ICMS, controlados extra-apuração. Cada UF
determinará a obrigatoriedade de apresentação deste registro.

Este registro deve ser apresentado para detalhar a utilização de créditos fiscais de ICMS no período. O somatório
dos valores do campo 04 deste registro deve corresponder ao informado no campo 06 do registro T067.

Contribuição social extemporânea é aquela cujo documento/operação correspondente deveria ter sido escriturado e
considerado na apuração da contribuição de período anterior, mas que somente agora está sendo registrado. A
contribuição social extemporânea, por não ter sido escriturada no período correto, acarreta o respectivo recolhimento
com pagamento de multa e juros de mora, caso não haja crédito/deduções válidas a serem descontadas.

Deverá ser gerado um registro para cada período de escrituração, natureza de contribuição a recolher, bem como
data de recolhimento, se existir. Desta forma, a chave deste registro é formada pelos campos: PER_APUR_ANT +
NAT_CONT_REC + DT_RECOL.

Este registro deverá ser preenchido pela pessoa jurídica que apurou valores de contribuição social extemporânea no
registro pai 1200, em relação a cada estabelecimento e participante, segregando as informações por data da
operação, CST do PIS/Pasep, participante e conta contábil. Dessa forma, a chave deste registro é formada pelos
campos: CNPJ + CST_PIS + COD_PART + DT_OPER + ALIQ_PIS + COD_CTA.
Este registro deverá ser preenchido pela pessoa jurídica que descontou créditos referentes aos valores de
contribuição social extemporânea apurada no registro pai 1200. A informação deverá ser segregada em relação a
cada código de crédito, período de apuração do respectivo crédito e sua origem. Dessa forma, a chave deste registro
é formada pelos campos: PER_APUR_CRED + ORIG_CRED + COD_CRED.

Este registro deve ser apresentado pelos contribuintes do ramo varejista de combustíveis (postos de combustíveis).
Este registro se refere à movimentação diária de combustíveis, havendo apenas um registro por tipo de combustível
e por data do fechamento da movimentação (campo COD_ITEM e campo DT_FECH), independente de ocorrerem
intervenções.
Não pode haver mais de um registro com o mesmo código de combustível e mesma data de fechamento.
Este registro deve ser apresentado para informar a movimentação diária por tanque. Não pode haver mais de um
registro com o mesmo número de tanque.

Este registro deve ser apresentado para discriminar o volume das vendas no dia, considerando-se vendas todas as
saídas promovidas a qualquer título. Não havendo intervenção, haverá apenas um registro por bico e os campos
NR_INTERV, MOT_INTERV, NOM_INTERV, CNPJ_INTERV e CPF_INTERV estarão sem informação. Para cada
intervenção ocorrida na bomba associada ao bico, um novo registro deve ser preenchido com dados da intervenção
e os valores totalizados desde a intervenção até uma próxima intervenção ou o fim do dia.
Este registro deve ser apresentado para discriminar as bombas pertencentes ao varejista.
Este registro deve ser apresentado para discriminar os lacres aplicados à bomba referenciada no registro pai.

Este registro deve ser apresentado para discriminar os bicos pertencentes à bomba referenciada no registro pai.

Este registro tem por objetivo realizar o controle dos saldos de valores retidos na fonte de períodos anteriores ao da
atual escrituração, bem como totalizar os respectivos valores retidos no atual período da escrituração e que foram
devidamente detalhados no registro T034. Estes valores poderão ser utilizados para dedução da contribuição
cumulativa e/ou não cumulativa devida, conforme apuração constante dos registros M200/M600.
As informações deverão estar consolidadas pela natureza da retenção na fonte e seu respectivo período de
recebimento e retenção. Assim, a chave deste registro é formada pelos campos: IND_NAT_RET + PR_REC_RET.

Este registro tem como objetivo fornecer informações para o cálculo do valor adicionado por município, sendo
utilizado para subsidiar cálculos de índices de participação e deve ser apresentado apenas se a unidade federada do
declarante assim o exigir.
Deve ser preenchido pelos seguintes contribuintes:
• empresas que adquirirem, diretamente de produtor, produtos agrícolas, pastoris, extrativos minerais, pescados ou
outros produtos extrativos ou agropecuários;
• empresas que emitem documentos fiscais de entrada de produção própria, de produtos agrícolas, pastoris,
extrativos minerais, pescados ou outros produtos extrativos ou agropecuários;
• empresas de transporte intermunicipal e interestadual;
• empresas de telecomunicação e comunicação;
• empresas de energia;
• serviço de utilidade pública de distribuição de água;
• inscrição centralizada;
• demais casos que influenciem no valor agregado.
Este registro destina-se a identificar o valor total das operações de vendas realizadas pelo declarante cujo
recebimento pelo estabelecimento tenha sido por cartão de débito ou de crédito, discriminado por administradora.
Deve ser informado o valor total dos recebimentos em cartões excluídos os estornos, cancelamentos e outros
recebimentos não vinculados à sua atividade operacional. A obrigatoriedade deste registro deve ser verificada junto a
cada uma das unidades federativas.

Este registro deve ser preenchido pela pessoa jurídica que executa empreendimentos objeto de incorporação
imobiliária e que apuram contribuição social com base em Regimes Especiais de Tributação – RET.
Devem ser escriturados registros específicos para cada incorporação imobiliária, bem para cada Regime Especial
estabelecido na legislação tributária, sujeitos ao pagamento mensal unificado a alíquotas diversas.
A receita da incorporação sujeita a tributação pelo RET não deve ser computada nos demais registros da
escrituração, relativos a suas outras atividades empresariais, inclusive incorporações não optantes pelo RET.

Observações:
1. Registro específico para a pessoa jurídica informar a existência de processo administrativo ou judicial que autoriza
a adoção de tratamento tributário (CST), base de cálculo ou alíquota diversa da prevista na legislação. Trata-se de
informação essencial a ser prestada na escrituração para a adequada validação das contribuições sociais ou dos
créditos.
2. Uma vez procedida à escrituração do Registro “1809”, deve a pessoa jurídica gerar os registros “1010” ou “1020”
referentes ao detalhamento do processo judicial ou do processo administrativo, conforme o caso, que autoriza a
adoção de procedimento especifico de apuração das contribuições sociais ou dos créditos.
3. Devem ser relacionados todos os processos judiciais ou administrativos que fundamente ou autorize a adoção de
procedimento especifico na apuração das contribuições sociais e dos créditos.
Este registro deve ser informado, pelas empresas de transporte aéreo, para explicitar os estornos de créditos de ICMS

Este registro tem por objetivo identificar os equipamentos de ECF e deve ser informado por todos os contribuintes
que utilizem tais equipamentos na emissão de documentos fiscais.
As operações de vendas com emissão de documento fiscal (códigos 02 e 2D) por ECF podem ser escrituradas na
EFD-PIS/Cofins, de forma consolidada ou por ECF (T078), a critério da pessoa jurídica.
Caso a pessoa jurídica opte por escriturar as operações de vendas por ECF, de forma consolidada, não precisa
proceder à escrituração do Registro T078 (e registros filhos).
Este registro deve ser apresentado com as informações da Redução Z de cada equipamento em funcionamento na
data das operações de venda à qual se refere a redução. Inclui todos os documentos fiscais totalizados na Redução
Z, inclusive as operações de venda realizadas durante o período de tolerância do Equipamento ECF.
Este registro tem por objetivo discriminar os valores por código de totalizador da Redução Z.

Este registro deve ser apresentado para a identificação dos documentos fiscais emitidos pelos usuários de
equipamentos ECF, que foram totalizados na Redução Z.
Para cupom fiscal cancelado, informar somente os campos COD_MOD, COD_SIT e NUM_DOC, sem os
registros filhos.
Obs.: Os CNPJ e CPF citados neste registro NÃO devem ser informados no registro T003.
Este registro deve ser apresentado para informar os itens dos documentos fiscais emitidos pelos usuários de
equipamentos ECF, que foram totalizados na Redução Z.
Este registro tem por finalidade amarrar todos os tributos calculados para um determinado item. Inclusive o reflexo de
sua escrituração atribuída conforme o CST.

1. Registro específico para a pessoa jurídica informar a existência de processo administrativo ou judicial que autoriza
a adoção de tratamento tributário (CST), base de cálculo ou alíquota diversa da prevista na legislação. Trata-se de
informação essencial a ser prestada na escrituração para a adequada validação das contribuições sociais ou dos
créditos.
2. Uma vez procedida à escrituração do Registro “T078AF”, deve a pessoa jurídica gerar os registros “1010” ou
“1020” referente ao detalhamento do processo judicial ou do processo administrativo, conforme o caso, que autoriza
a adoção de procedimento especifico de apuração das contribuições sociais ou dos créditos.
3. Devem ser relacionados todos os processos judiciais ou administrativos que fundamente ou autorize a adoção de
procedimento especifico na apuração das contribuições sociais e dos créditos.
Neste registro serão informados os valores consolidados por resumo diário, das informações relativas ao PIS/Pasep
e/ou Cofins incidente sobre as vendas por ECF, por item vendido no período.
Deve ser gerado um registro para cada item vendido, conforme o cadastramento efetuado em T007. No caso de
ocorrência
de venda com CST distintos, deve ser gerado um registro para cada CST.
Neste registro serão informados os valores consolidados por resumo diário, das informações relativas ao PIS/Pasep
e/ou Cofins incidente sobre as vendas por ECF, por item vendido no período.
Deve ser gerado um registro para cada item vendido, conforme o cadastramento efetuado em T007. No caso de
ocorrência
de venda com CST distintos, deve ser gerado um registro para cada CST.

Este registro tem por objetivo representar a escrituração dos documentos fiscais emitidos por ECF e totalizados
pela combinação de CST, CFOP e Alíquota.

Este registro tem por objetivo agrupar por município de origem os valores dos totalizadores parciais da redução Z.

Este registro deve ser apresentado para discriminar a data dos itens/produtos do inventário realizado em 31 de
dezembro de cada exercício, ou nas demais datas estabelecidas pela legislação fiscal ou comercial. O inventário
deverá ser apresentado no arquivo da EFD, no segundo mês subsequente ao evento. Ex. inventário realizado em
31/12/08 deverá ser apresentado na EFD de período de referência fevereiro de 2009.
Este registro deve ser informado para discriminar os itens existentes no estoque. Este registro não pode ser
fornecido se o campo 03 (VL_INV) do registro H005 for igual a “0” (zero).
Atribuir valor Zero ao inventário significa escriturar sem estoque.

Este registro tem por objetivo identificar os equipamentos SAT-CF-e e deve ser informado por todos os contribuintes
que utilizem tais equipamentos na emissão de documentos fiscais.

Não poderão ser informados dois ou mais registros com a mesma combinação COD_MOD, NR_SAT, DOC_INI e
DOC_FIM.
Este registro deve ser gerado para cada CF-e (Código 59) emitido por equipamento SAT-CF-e, conforme Ajuste
SINIEF no 11, de 24 de setembro de 2010.
Este registro tem por objetivo representar a escrituração do CF-e (código 59) segmentado por ITEM, CFOP
Complemento do item referente aos tributos envolvido no item

1. Registro específico para a pessoa jurídica informar a existência de processo administrativo ou judicial que autoriza
a adoção de tratamento tributário (CST), base de cálculo ou alíquota diversa da prevista na legislação. Trata-se de
informação essencial a ser prestada na escrituração para a adequada validação das contribuições sociais ou dos
créditos.
2. Uma vez procedida à escrituração do Registro “T078AF”, deve a pessoa jurídica gerar os registros “1010” ou
“1020” referente ao detalhamento do processo judicial ou do processo administrativo, conforme o caso, que autoriza
a adoção de procedimento especifico de apuração das contribuições sociais ou dos créditos.
3. Devem ser relacionados todos os processos judiciais ou administrativos que fundamente ou autorize a adoção de
procedimento especifico na apuração das contribuições sociais e dos créditos.

Este registro deve ser apresentado pelos fabricantes de açúcar e álcool (Usinas), para controle de produção. Não
pode haver mais de um registro com o mesmo código de produto.
Registro específico da escrituração da contribuição previdenciária incidente sobre o valor da receita bruta, prevista
na legislação tributária, conforme a Tabela “5.1.1- Atividades, Produtos e Serviços Sujeitos à Contribuição
Previdenciária sobre a Receita Bruta”.
Poderão ser gerados um ou vários registros “P100” para o mesmo estabelecimento, de acordo com as chaves
definidas para o registro. (Chaves: COD_ATIV_ECON + ALIQ_CONT + COD_CTA).

Registro de preenchimento opcional pela pessoa jurídica, tendo por objetivo detalhar de forma analítica as
informações consolidadas constantes no Registro Pai (T082), com base em quaisquer dos critérios definidos a
Tabela “5.1.2 – Códigos de Detalhamento da Apuração da Contribuição” do EFD Contribuições.
A critério da Secretaria da Receita Federal do Brasil, poderá ser estabelecida a obrigatoriedade do registro em
período futuro, por Ato Declaratório Executivo, para fins de detalhamento dos valores informados de forma
consolidada no Registro T082.

1. Registro específico para a pessoa jurídica informar a existência de processo administrativo ou judicial que autoriza
a adoção de tratamento tributário, base de cálculo ou alíquota diversa da prevista na legislação. Trata-se de
informação essencial a ser prestada na escrituração para a adequada validação da contribuição previdenciária.
2. Uma vez procedida à escrituração do Registro “T082AB”, deve a pessoa jurídica gerar os registros “1010” ou
“1020” referentes ao detalhamento do processo judicial ou do processo administrativo, conforme o caso, que autoriza
a adoção de procedimento especifico de apuração da contribuição previdenciária.
3. Devem ser relacionados todos os processos judiciais ou administrativos que fundamente ou autorize a adoção de
procedimento especifico na apuração da contribuição previdenciária.

Registro de consolidação da contribuição previdenciária incidente sobre o valor da receita bruta, devida pela
empresa no
período, correspondente ao somatório da contribuição sobre a receita bruta mensal de cada estabelecimento,
apurada no
Registro “P100”.
Registro a ser preenchido caso a pessoa jurídica tenha de proceder a ajustes da contribuição apurada no período,
decorrentes de ação judicial, de processo de consulta, da legislação tributária da contribuição, de estorno ou de
outras situações.

Registro especifico para a pessoa jurídica submetida ao regime de apuração com base no lucro presumido, optante
pela apuração da contribuição para o PIS/Pasep e da Cofins pelo regime de caixa, conforme previsto no art. 20 da
Medida Provisória nº 2.158-35, de 2001.
Este registro tem por objetivo representar a escrituração e tratamento fiscal das receitas recebidas no período,
segmentado por Código de Situação Tributária - CST, do PIS/Pasep e da Cofins. O total das receitas consolidadas
por CST nos registros T084AA, devem corresponder ao total das receitas relacionadas nos registros T085.
Registro especifico para a pessoa jurídica submetida ao regime de apuração com base no lucro presumido, optante
pela apuração da contribuição para o PIS/Pasep e da Cofins pelo regime de caixa, conforme previsto no art. 20 da
Medida Provisória nº 2.158-35, de 2001.
Este registro tem por objetivo representar a escrituração e tratamento fiscal das receitas recebidas no período,
segmentado por Código de Situação Tributária - CST, do PIS/Pasep e da Cofins. O total das receitas consolidadas
por CST nos registros T084AA, devem corresponder ao total das receitas relacionadas nos registros T085.

Registro obrigatório para a pessoa jurídica submetida ao regime de tributação com base no lucro presumido, optante
pela apuração das contribuições sociais pelo regime de caixa. Tem por objetivo relacionar a composição de todas as
receitas recebidas pela pessoa jurídica no período da escrituração, sujeitas ou não ao pagamento da contribuição
social.
O total das receitas relacionadas nos registros T910 devem corresponder ao total das receitas recebidas,
relacionadas nos registros T084 e T084AA.
Atenção: Este registro é de escrituração opcional até o período de apuração referente a março de 2013. A partir de
abril de 2013 o registro “T085” passa a ser de escrituração obrigatória.

Este registro tem o objetivo de identificar o estabelecimento da pessoa jurídica a que se referem as operações
informadas no Registro filho T086AA. Só devem ser escriturados no Registro T086 os estabelecimentos da pessoa
jurídica que efetivamente tenham realizado operações passíveis de escrituração neste bloco.
No caso das operações a serem escrituradas estarem contabilizadas ou compostas de forma centralizada, pelo
estabelecimento matriz da pessoa jurídica, deve ser informado neste registro o mesmo CNPJ constante no registro
“0000”.
No caso de escrituração descentralizada, por estabelecimento, deve ser escriturado 01 (um) registro “T086” para
cada estabelecimento que tenha realizado operações no período a que se refere a escrituração, identificando o
mesmo no campo 02 deste registro. O estabelecimento que não realizou operações passíveis de registro no bloco I,
no período da escrituração, não deve ser identificado no Registro T086.

Registro de identificação dos períodos da escrituração necessários conforme definições de parâmetros do Bloco 0 do
ECF.

Registro onde devem ser informados os saldos iniciais, os saldos finais, os totais de débitos e os totais de créditos de
todas as contas patrimoniais da escrituração societária
da pessoa Jurídica (Ativo, Passivo e Patrimonio Liquido), no período de apuração. Poderá ser preenchido das
seguintes formas:

- Edição pelo programa da ECF;


- Calculado pelo sistema através da funcionalidade de recuperar ECD; e
- Importado de arquivo digital.
Registro utilizado para mapeamento, por conta referencial, dos saldos finais de todas as contas patrimoniais da
escrituração societária da pessoa Jurídica (Ativo, Passivo e
Patrimônio Líquido), nos respectivos peeríodo de apuração. Registro obrigatório apenas para as contas
contabeis/centro de custos para as quais foram mapeadas mais de uma conta
referencial no registro J051. Poderá ser preenchido das seguintes formas:

- Edição pelo programa da ECF;

- Calculado pelo sistema através da funcionalidade de recuperar ECD; e

- Importado de arquivo digital

Registro onde devem ser informados os saldos finais de todas as contas de resultado da escrituração societária da
pessoa Jurídica antes do encerramento. Poderá ser
preenchido das seguintes formas:

- Edição pelo programa da ECF;

- Calculado pelo sistema através da funcionalidade de recuperar ECD; e

- Importado de arquivo digital.

Registro onde devem ser mapeados, por conta referencial, os saldo finais de todas as contas de resultado da
escrituração societária da pessoa Jurídica nos respectivos períodos de apuração. Registro obrigatório apenas para
as contas contabeis/centro de custos para as quais foram mapeadas mais de uma conta referencial no registro J051.
Poderá ser preenchido das seguintes formas:

- Edição pelo programa da ECF;

- Calculado pelo sistema através da funcionalidade de recuperar ECD; e

- Importado de arquivo digital.

Apresenta o balanço patrimonial com base nas contas referenciais para o período de apuração. O saldo inicial pode
ser replicado do registro E010/E015 ou preenchido. O
saldo final será recuperado do registro K155/K156. Caso o bloco K não possua dados e for SCP (0000.TIP_ECF =
2), o saldo final poderá ser preenchido.
Apresenta o método de avaliação de estoques
Apresenta a composição dos custos dos produtos fabricação própra vendidos e custo dos serviços prestados no
período para as empresas que utilizam o inventário permanente.
Apresenta o demonstrativo do resultado do exercício para o período de apuração.
Identificação da Conta na Parte B do e-Lalur e do e-Lacs

Cadastra os saldos iniciais no período da escrituração das contas da parte B utilizadas no e-LALUR e no e-LACS.
Registro pode ser replicado da EFD-IRPJ anterior, importado e/ou editado.

Identificação dos Períodos e Formas de Apuração do IRPJ e da CSLL das Empresas Tributadas pelo Lucro Real

Registro de identificação dos períodos da escrituração necessários conforme definições de parâmetros do Bloco 0.

Lançamentos da Parte A do e-Lalur

Apresenta os lançamentos da parte A do e-LALUR. Este registro demonstrará a apuração da base de cálculo da
IRPJ anual, trimestral e nos meses com estimativa apurada com base no balanço/balancete.
Conta da Parte B do e-Lalur

Relacionamento do lançamento da parte A do e-Lalur com a conta da parte B do e-Lalur, de acordo com as regras
abaixo:

- Se adição, credita na conta da parte B


- Se exclusão, debita conta da parte B
- Se preJuízo, debita conta da parte B
Contas Contábeis Relacionadas ao Lançamento da Parte A do e-Lalur

Relaciona so lançamentos da parte A do e-Lalur com as contas contábeis.


Números dos Lançamentos Relacionados à Conta Contábil

Apresenta o número dos lançamentos contábeis relacionados ao lançamento da conta da parte A, quando não for
utilizado todo o saldo da conta contábil.
Identificação de Processos Judiciais e Administrativos Referentes ao Lançamento

Identifica os processos Judiciais e administrativos utilizados que embasaram o lançamento na parte A.


Lançamento na Conta da Parte B do e-Lalur e do e-Lacs sem Reflexo na Parte A

Apresenta os lançamentos em contas da parte B sem reflexos na parte A.


Identificação de Processos Judiciais e Administrativos Referentes ao Lançamento

Identifica os processos Judiciais e administrativos utilizados que embasaram o lançamento na parte B.

Controle de Saldos das Contas da Parte B do e-Lalur e do e-Lacs

Apresenta a visão sintética do controle de saldos das contas da parte B do e-LALUR e e-LACS. Registro gerado pelo
sistema a partir do saldo inicial e das movimentações.

- Os campos SD_FIM_LAL e IND_SD_FIM do último período serão transportados para o E020 da próxima ECF.
- Quando a escrituração for trimestral, o saldo final do período será transportado para o saldo inicial do período
seguinte.
- O valor do SD_INI_LAL do primeiro período será igual ao saldo inicial do registro M010.

Identificação dos Períodos e Formas de Apuração do IRPJ e da CSLL das Empresas Tributadas pelo Lucro Real

Registro de identificação dos períodos da escrituração necessários conforme definições de parâmetros do Bloco 0.

Registros Genericos - Bloco N

Informações da Base de Cálclulo dos Incentivos Fiscais

Apresenta informações da base de cálculo de incentivos fiscais.

Identificação dos Períodos e Formas de Apuração do IRPJ e da CSLL das Empresas Tributadas pelo Lucro
Presumido

Registro de identificação dos períodos da escrituração necessários conforme definições de parâmetros do Bloco 0.
Balanço Patrimonial

Apresenta o balanço patrimonial com base nas contas referenciais para o período de apuração. O saldo inicial pode
ser replicado do registro E010/E015 ou preenchido. O
saldo final será recuperado do registro K155/K156. Caso o bloco K não possua dados e for SCP (0000.TIP_ECF =
2), o saldo final poderá ser preenchido.
Registros Genéricos - Bloco P

Apresenta o demonstrativo do resultado do exercício.

Identificação dos Períodos e Formas de Apuração do IRPJ e da CSLL das Empresas Tributadas pelo Lucro Arbtirado

Registro de identificação dos períodos da escrituração necessários conforme definições de parâmetros do Bloco 0.

Registros Genericos - Bloco T

Identificação dos Períodos e Formas de Apuração do IRPJ e da CSLL das Empresas Imunes e Isentas

Registro de identificação dos períodos da escrituração necessários conforme definições de parâmetros do Bloco 0.

Balanço Patrimonial

Apresenta o balanço patrimonial com base nas contas referenciais para o período de apuração. O saldo inicial pode
ser replicado do registro E010/E015 ou preenchido. O
saldo final será recuperado do registro K155/K156. Caso o bloco K não possua dados e for SCP (0000.TIP_ECF =
2), o saldo final poderá ser preenchido.
Registros Genericos - Bloco U
Demonstração do Resultado

Apresenta a demonstração do resultado das empresas imunes e isentas. No caso de entidades fechadas de
previdência complementar, será apresentado o plano de gestão administrativa (PGA).
Atividades Incentivadas – PJ em Geral

Apresenta as atividades incentivadas das pessoas Jurídicas em geral.

Operações com o Exterior – Pessoa Vinculada/Interposta/País com Tributação Favorecida

Apresenta as operações com o exterior com pessoa vinculada/interposta/país com tributação favorecida.

Operações com o Exterior – Exportações (Entradas de Divisas)

Apresenta as exportações.
Operações com o Exterior – Contratantes das Exportações

Apresenta os contratantes das exportações.


Operações com o Exterior – Importações (Saída de Divisas)

Apresenta as importações.
Operações com o Exterior – Contratantes das Importações

Apresenta os contratantes das importações.


Participações no Exterior

Apresenta as participações no exterior.


Participações no Exterior – Resultado do Período de Apuração

Apresenta o resultado do período de apuração das participações no exterior.


Este registro deve ser preenchido pelas pessoas jurídicas para demonstrar os resultados e de imposto pago no
exterior.
Este registro deve ser preenchido pelas pessoas jurídicas para demonstrar os resultados no exterior de coligadas em
regime de caixa.

Este registro deve ser preenchido pelas pessoas jurídicas para demonstrar os resultados consolidados no exterior.
Este registro deve ser preenchido pelas pessoas jurídicas para demonstrar os prejuízos acumulados.
Este registro deve ser preenchido pelas pessoas jurídicas para demonstrar as rendas ativas e passivas.
Este registro deve ser preenchido pelas pessoas jurídicas para demonstrar a estrutura societária.
Comércio Eletrônico

Indicador de homepage ou servidor de comércio eletrônico de país.


Royalties Recebidos ou Pagos a Beneficiários do Brasil e do Exterior

Apresenta os royalties recebidos ou pagos a beneficiários do Brasil e do exterior.


Rendimentos Relativos a Serviços, Juros e Dividendos Recebidos do Brasil e do Exterior

Apresenta os rendimentos relativos a serviços, Juros e dividendos recebidos do Brasil e do exterior.


Pagamentos/Remessas Relativos a Serviços, Juros e Dividendos Recebidos do Brasil e do Exterior

Apresenta os pagamentos/remessas relativos a serviços, juros e dividendos recebidos do Brasil e do exterior.


Pagamentos/Recebimentos do Exterior ou de Não Residentes

Apresenta os pagamentos e rendimentos recebidos do exterior ou de não residentes.


Discriminação da Receita de Vendas dos Estabeleciamentos por Atividade Econômiva

Apresenta a receita de vendas dos estabelecimentos por atividade econômica.


Vendas a Comercial Exportadora com Fim Específico de Exportação

Apresenta as vendas a comercial exportadora com fim específico de exportação.


Detalhamento das Exportações da Comercial Exportadora

Apresenta o detalhamento das exportações da comercial exportadora.


Demonstrativo do Imposto de Renda, CSLL e Contribuiçao Previdenciária Retidos na Fonte

Apresenta o demonstrativo do imposto de renda, CSLL e contribuição previdenciária retidos na fonte para as
empresas do lucro real, lucro presumido e lucro arbitrado.
Doações a Campanhas Eleitorais

Apresenta as doações a campanhas eleitorais.


Ativos no Exterior

Apresenta os ativos no exterior.


Identificação de Sócios ou Titular

Apresenta a identificação de sócios ou titular.


Rendimentos de Dirigentes, Conselheiros, Sócios ou Titular

Apresenta os rendimentos de dirigentes, conselheiros, sócios ou titular


Rendimentos de Dirigentes e Conselheiros – Imunes ou Isentas

Apresenta os rendimentos de dirigentes e conselheiros de empresas imunes ou isentas


Participação Permanente em Coligadas ou Controladas

Apresenta as participações permanentes em coligadas ou controladas.


Fundos/Clubes de Investimento

Apresenta os fundos/clubes de investimento.


Participações em Consórcios de Empresas

Apresenta as participações em consórcios de empresas.


Participantes do Consórcio

Apresenta os participantes do consórcio


Dados de Sucessoras

Apresenta os dados de sucessoras


Outras Informações

Apresenta outras informações da empresa.


Outras Informações (Lucro Presumido)

Apresenta outras informações da empresa tributada pelo lucro presumido, referentes ao ano atual.
Mês das Informações de Optantes pelo Refis (Lucros Real, Presumido e Arbitrado)

Apresenta o mês relativo às informações das empresas optantes pelo REFIS.

Informações de Optantes pelo Refis (Lucros Real, Presumido e Arbitrado)

Apresenta as informações das empresas optantes pelo REFIS, tributadas pelo lucro real, lucro presumido ou lucro
arbitrado.

RFB/Subsecretaria de Fiscalização/Coordenação Geral de Fiscalização/Div. de Escrituração Digital


Informações de Optantes pelo Refis – Imunes ou Isentas

Apresenta as informações das empresas imunes ou isentas optantes pelo REFIS.


Informações de Optantes pelo PAES

Apresenta as informações das empresas optantes pelo PAES.


O registro Y800 permite que seja anexado um arquivo em formato texto RTF (Rich Text Format) na ECF, que se
destina a receber informações que devam constar do livro,
tais como notas explicativas, outras demonstrações contábeis, pareceres, relatórios, etc.
Lançamento Contábil

Este registro identifica todas as contrapartidas do valor do lançamento informado no registro I200 (cabeçalho do
lançamento), ou seja, o somatório de todas as contrapartidas a crédito e o somatório de todas as contrapartidas a
débito
devem ser iguais ao valor do lançamento informado no registro I200.
Além disso, o somatório de todas as contrapartidas a crédito e o somatório de todas as contrapartidas a débito,
para uma determinada conta contábil/centro de custos, devem ser iguais, respectivamente, ao valor dos débitos e ao
valor
dos créditos informados no registro de saldos mensais (I155) para essa conta contábil/centro de custos.
O objetivo deste registro é facilitar e otimizar o preenchimento do arquivo da escrituração. A pessoa jurídica
define históricos padronizados, que devem ser únicos para todo o período a que se refere a escrituração e utiliza
somente
os códigos pré-definidos neste registro por ocasião do preenchimento do registro relativo ao detalhamento dos
lançamentos contábeis (registro I250).
Apresenta o demonstrativo das diferenças dos saldos societário e fiscal das contas contábeis em virtude da adoção
inicial das normas contábeis internacionais de acordo com o art. 17 da
Instrução Normativa no 1.493, de 18 de setembro de 2014.
0000 - Este registro identifica unicamente uma escrituração no PVA por meio dos seguintes campos:
- CNPJ – campo CNPJ do Registro 0000 (CNPJ BÁSICO – 8 primeiras posições);
- 0000.COD_SCP; e
- 0000.DT_FIN.

0010 - Apresenta os parâmetros fiscais que identificam quais blocos e registros serão preenchidos.

0020 - Apresenta os parâmetros que identificam quais blocos e registros a serem preenchidos.
Este registro deve ser preenchido pela pessoa jurídica com as informações de operações relevantes, conforme
previsão do art. 7o da Medida Provisória no 685, de 21 de julho de 2015.
Este registro deve ser preenchido pela pessoa jurídica com as informações de operações relevantes, conforme
previsão do art. 7o da Medida Provisória no 685, de 21 de julho de 2015
Este registro é obrigatório por ocasião da entrega da escrituração em atraso. Caso contrário o seu preenchimento é
opcional. A obrigatoriedade será verificada na hora da transmissão.
Demonstrativo do livro Caixa para as pessoas jurídicas optantes pela sistemática do lucro presumido que se utilizem
da prerrogativa prevista no parágrafo único do art. 45 da Lei nº 8.981, de 20 de janeiro 1995, e cuja receita bruta no
ano seja superior a R$ 1.200.000,00 (um milhão e duzentos mil reais), ou proporcionalmente ao período a que se
refere.
Este registro permite integrar informações específicas das Obrigações Fiscais por período.
Este registro permite integrar as informações específicas conforme campos chaves definidos para cada Obrigação
Fiscal.
Informações sobre o Grupo Multinacional e a Entidade Declarante – Declaração País-a-País
Informações sobre o Grupo Multinacional e a Entidade Declarante – Declaração País-a-País
Declaração País-a-País – Entidades Integrantes
Observações Adicionais – Declaração País-a-País
Tabela de integração para as operações específicas da ANP.
Inscrições na Dívida Ativa a serem compensadas.
Obrigatório quando o código for 04 da tabela 09.
Inscrições na Dívida Ativa a serem compensadas.
Obrigatório quando o código for 04 da tabela 09.
Administratoras de Centros Comerciais, shoppings ou empreendimentos semelhantes.
Identifica o faturamento/ nota de débito por lojista localizado no Centro Comercial.
Administratoras de Centros Comerciais, shoppings ou empreendimentos semelhantes.
Identifica o faturamento/ nota de débito por lojista localizado no Centro Comercial.
Identifica o Regime de Tributação da Empresa
O preenchimento deste registro é obrigatório para o contribuinte (pessoa jurídica)
ainda que não tenha havido movimento a declarar nos quadros anteriores. A
definição de receita bruta é aquele adotado pelo contribuinte perante a Receita
Federal do Brasil. Ou seja, abrange o conceito de receitas de qualquer natureza,
decorrentes ou não de operações sujeitas ao ICMS.
Quadro de preenchimento obrigatório pelos contribuintes (pessoa física ou
jurídica) que no ano-base realizaram operações e prestações (com incidência do
ICMS) especificadas nas instruções de preenchimento desse quadro.
Tem por finalidade identificar o valor do fornecimento, da prestação de serviços,
da aquisição, etc., relativo a cada município e que servirá para apuração do valor
adicionado, por município, das seguintes operações e prestações realizadas pelo
contribuinte:
a) Fornecimento de água natural canalizada no Estado para consumo final.
b) Aquisições de produtos agropecuários ou da atividade pesqueira com trânsito
acobertado por nota fiscal emitida pelo próprio adquirente e não acompanhados
por nota fiscal emitida pelo produtor;
c) Prestação onerosa de serviço de comunicação – casos especiais;
d) Prestação onerosa de serviço de comunicação;
e) Distribuição/Fornecimento de energia elétrica;
24
Instruções de Preenchimento – Portaria SUCIEF nº 02/2015
f) Geração de energia elétrica em municípios do Estado do RJ;
g) Fornecimento de gás canalizado no Estado para consumo final;
h) Operações e prestações não escrituradas, denunciadas espontaneamente ou
apuradas em ação fiscal;
i) Prestação de serviço de transporte intermunicipal e/ou interestadual;
j) Situação especial de inscrição responsável por revendedor autônomo;
k) Situação especial de estabelecimento responsável por dispensa de inscrição
estadual e/ou registro centralizado. Incluem-se também neste item os
estabelecimentos com atividade de produção/extração de petróleo ou de gás
natural.

Recibos/Faturas de origem avulsa quanto oriundos de documentos fiscais.

Identificação do prestador de serviço mediante cessão de mão de obra ou empreitada.

Identificação das parcelas referentes a fatura/recibo.

Identificação do pagamento das parcelas referentes a parcela.

Identificação dos tributos incidentes sobre o pagamento.

Identificação do advogado quando houver pagamentos ao mesmo referente a processos administrativos/judiciais

Este registro deve ser apresentado pelo contribuinte domiciliado no estado da Bahia, resumindo todas as
informações num único registro por item de mercadorias, não dispensando a apresentação do registro C400 e
registros
filhos.
Este registro deve ser apresentado pelas pessoas jurídicas que auferem receita da venda de energia elétrica, água
canalizada e gás, informando a consolidação diária de Notas Fiscais/Conta de Energia Elétrica (código 06 da Tabela
Documentos Fiscais do ICMS), Notas Fiscais de Fornecimento D’Água (código 29 da Tabela Documentos Fiscais do
ICMS) e Notas Fiscais/Conta de Fornecimento de Gás (código 28 da Tabela Documentos Fiscais do ICMS),
independente se a pessoa jurídica está ou não obrigada ao Convênio ICMS 115/2003.

OBS: Caso a pessoa jurídica queira demonstrar na escrituração os registros representativos das receitas de suas
atividades, de acordo com cada natureza, tipo ou forma de reconhecimento, poderá segregar os diversos tipos de
receitas, nos registros T901AA (PIS/Pasep e/ou Cofins), segregando as receita em contas contábeis específicas,
gerando registros T901AA específicos para cada conta contábil correspondente.

Registro de detalhamento das informações referentes ao PIS/Pasep, consolidadas no registro T901.


No caso da pessoa jurídica auferir receitas com regimes tributários (CST-PIS/Cofins) distintos, deve a pessoa jurídica
gerar um registro para cada CST, conforme a natureza da receita (tributada, não-tributada, de exportação).

Registro de detalhamento das informações referentes ao PIS/Pasep, consolidadas no registro T901.


No caso da pessoa jurídica auferir receitas com regimes tributários (CST-PIS/Cofins) distintos, deve a pessoa jurídica
gerar um registro para cada CST, conforme a natureza da receita (tributada, não-tributada, de exportação).

1. Registro específico para a pessoa jurídica informar a existência de processo administrativo ou judicial que autoriza
a adoção de tratamento tributário, base de cálculo ou alíquota diversa da prevista na legislação. Trata-se de
informação essencial a ser prestada na escrituração para a adequada validação da contribuição previdenciária.
2. Uma vez procedida à escrituração do Registro “T901”, deve a pessoa jurídica gerar os registros “1010” ou “1020”
referentes ao detalhamento do processo judicial ou do processo administrativo, conforme o caso, que autoriza a
adoção de procedimento especifico de apuração da contribuição previdenciária.
3. Devem ser relacionados todos os processos judiciais ou administrativos que fundamente ou autorize a adoção de
procedimento especifico na apuração da contribuição previdenciária.
Este registro deve ser apresentado com a consolidação das Notas Fiscais/Conta de Energia Elétrica (código 06 da
Tabela Documentos Fiscais do ICMS) pelas empresas obrigadas à entrega do arquivo previsto no Convênio ICMS
115/2003.
Este registro deve ser apresentado pelas empresas fornecedoras de gás canalizado domiciliadas nas unidades
federadas que utilizam o Convênio ICMS 115/2003.

Este registro representa a escrituração dos documentos fiscais dos modelos especificados no T902, totalizados
pelo agrupamento das combinações dos valores de CST, CFOP e Alíquota dos itens de cada registro consolidado.

Registro alternativo para escrituração pela pessoa jurídica, da receita da venda de bens e serviços mediante a
emissão de cupom fiscal eletrônico – CF-e (código 59), conforme Ajuste SINIEF no 11, de 24 de setembro de 2010.
As operações de vendas com emissão de cupom fiscal eletrônico - CF-e poderão, a critério da pessoa jurídica, ser
escrituradas na EFD-Contribuições, por documento fiscal individualizado (registro T080) ou de forma consolidada por
equipamento SAT-CF-e (T903).
Caso a pessoa jurídica opte por escriturar as operações de forma consolidada por equipamento SAT-CF-e, neste
registro T903, não deve proceder à escrituração por documento fiscal (CF-e) no registro T080.
Este registro tem por objetivo identificar os equipamentos SAT-CF-e.Não poderão ser informados dois ou mais
registros com a mesma combinação COD_MOD, NR_SAT, DOC_INI e DOC_FIM.
Registro para demonstração da receita consolidada e apuração das contribuições sociais, por equipamento SAT-CF-
e, referente aos documentos fiscais emitidos no período.
Registro para demonstração por equipamento SAT-CF-e, da receita consolidada e da apuração das contribuições
sociais por unidade de medida de produto, referente aos documentos fiscais CF-e emitidos pela pessoa jurídica
produtora/fabricante e importadora dos produtos sujeitos a esse regime tributário (combustíveis, álcool, bebidas frias
e embalagens para bebidas frias), e pessoa jurídica comercial de embalagem para bebidas frias. A escrituração da
receita da revenda de produtos monofásicos, sujeitas a alíquota zero das contribuições, devem ser informadas no
registro T093AA.

1. registro é específico para a pessoa jurídica informar a existência de processo administrativo ou judicial que
autoriza a adoção de tratamento tributário (CST), base de cálculo ou alíquota diversa da prevista na legislação.
Trata-se de informação essencial a ser prestada na escrituração para a adequada validação das contribuições
sociais ou dos créditos.
2. Uma vez procedida à escrituração do Registro “T903AC”, deve a pessoa jurídica gerar os registros “1010” ou
“1020”
referente ao detalhamento do processo judicial ou do processo administrativo, conforme o caso, que autoriza a
adoção de procedimento especifico de apuração das contribuições sociais ou dos créditos.
3. Devem ser relacionados todos os processos judiciais ou administrativos que fundamente ou autorize a adoção de
procedimento especifico na apuração das contribuições sociais e dos créditos.

Este registro tem por objetivo promover a consolidação dos CF-e emitidos no período, por equipamento SAT-CF-e.

Este registro deve ser apresentado por todos os contribuintes prestadores dos serviços de transporte de passageiros
e bagagens. A consolidação deve ser feita obedecendo à combinação CST, CFOP e Alíquota, considerando o
modelo, série e subsérie. A numeração dos documentos cancelados deve estar inclusa em cada consolidação.

Este registro tem por objetivo informar os números dos documentos fiscais cancelados no intervalo constante no
registro pai.

Este registro tem por objetivo agrupar por município de origem os valores dos documentos fiscais resumidos no
registro T904.
Escriturar neste registro a consolidação diária dos documentos fiscais válidos, códigos 13, 14, 15, 16 e 18, referentes
aos
serviços de transportes no período da escrituração.

1. registro é específico para a pessoa jurídica informar a existência de processo administrativo ou judicial que
autoriza a adoção de tratamento tributário (CST), base de cálculo ou alíquota diversa da prevista na legislação.
Trata-se de informação essencial a ser prestada na escrituração para a adequada validação das contribuições
sociais ou dos créditos.
2. Uma vez procedida à escrituração do Registro “T904”, deve a pessoa jurídica gerar os registros “1010” ou “1020”
referente ao detalhamento do processo judicial ou do processo administrativo, conforme o caso, que autoriza a
adoção de procedimento especifico de apuração das contribuições sociais ou dos créditos.
3. Devem ser relacionados todos os processos judiciais ou administrativos que fundamente ou autorize a adoção de
procedimento especifico na apuração das contribuições sociais e dos créditos.
Deve ser escriturada neste registro a consolidação diária das operações referentes serviços de transportes, objeto de
registro nos documentos fiscais códigos 2E, 13, 14, 15 e 16, emitidos por equipamentos de ECF.
1. registro é específico para a pessoa jurídica informar a existência de processo administrativo ou judicial que
autoriza a adoção de tratamento tributário (CST), base de cálculo ou alíquota diversa da prevista na legislação.
Trata-se de informação essencial a ser prestada na escrituração para a adequada validação das contribuições
sociais ou dos créditos.
2. Uma vez procedida à escrituração do Registro “T906”, deve a pessoa jurídica gerar os registros “1010” ou “1020”
referente ao detalhamento do processo judicial ou do processo administrativo, conforme o caso, que autoriza a
adoção de procedimento especifico de apuração das contribuições sociais ou dos créditos.
3. Devem ser relacionados todos os processos judiciais ou administrativos que fundamente ou autorize a adoção de
procedimento especifico na apuração das contribuições sociais e dos créditos.

Neste registro será informada a consolidação das receitas auferidas pelas empresas de comunicação e de
telecomunicação, de acordo com a natureza dos serviços prestados.
Devem ser objeto de escrituração as receitas efetivamente realizadas, mesmo que ainda a faturar, desde que os
serviços já tenham sido prestados ao consumidor dos mesmos. Desta forma, as receitas de serviços de comunicação
e de telecomunicação a faturar em período futuro (mês seguinte, por exemplo), devem ser escrituradas em T907 e
não, em T030.

Devem ser informadas neste registro as informações relacionadas à determinação da base de cálculo e do valor da
Contribuição para o PIS/Pasep, dos valores consolidados no registro T907.
Devem ser informadas neste registro as informações relacionadas à determinação da base de cálculo e do valor da
Cofins, dos valores consolidados no registro T907.

1. registro é específico para a pessoa jurídica informar a existência de processo administrativo ou judicial que
autoriza a adoção de tratamento tributário (CST), base de cálculo ou alíquota diversa da prevista na legislação.
Trata-se de informação essencial a ser prestada na escrituração para a adequada validação das contribuições
sociais ou dos créditos.
2. Uma vez procedida à escrituração do Registro “T907”, deve a pessoa jurídica gerar os registros “1010” ou “1020”
referente ao detalhamento do processo judicial ou do processo administrativo, conforme o caso, que autoriza a
adoção de procedimento especifico de apuração das contribuições sociais ou dos créditos.
3. Devem ser relacionados todos os processos judiciais ou administrativos que fundamente ou autorize a adoção de
procedimento especifico na apuração das contribuições sociais e dos créditos.

Este registro tem por objetivo apresentar a consolidação das Notas Fiscais de Serviços de Comunicação (código 21
da Tabela Documentos Fiscais do ICMS) e Notas Fiscais de Serviços de Telecomunicação (código 22 da Tabela
Documentos Fiscais do ICMS) pelas empresas obrigadas ao Convênio ICMS 115/2003.

Este registro representa a escrituração da consolidação das Notas Fiscais de Serviços de Comunicação (código 21
da Tabela Documentos Fiscais do ICMS) e das Notas Fiscais de Serviços de Telecomunicação (código 22 da Tabela
Documentos Fiscais do ICMS) informadas no registro T908 e totalizadas pela combinação de CST, CFOP e Alíquota,
em conformidade com os documentos constantes dos arquivos referentes ao Convênio ICMS nº 115/03.
Obs.: Nos casos de Serviços não-medidos – TV por Assinatura (Convênio ICMS nº 52/05), os valores apresentados
neste registro (campos VL_BC_ICMS, VL_ICMS, VL_BC_ICMS_UF e VL_ICMS_UF) não refletem os valores de
ICMS devidos a cada UF, sendo apenas as totalizações dos documentos fiscais constantes dos arquivos a que se
refere o Convênio ICMS nº 115/03.
Este registro deve ser apresentado para a UF do prestador de serviços pelas empresas do setor para informar os
valores da base de cálculo e o valor de ICMS, totalizados por UF dos tomadores de serviços, conforme documentos
emitidos e constantes dos arquivos do Convênio ICMS nº 115/03.
Obs.: Nos casos de Serviços não-medidos – TV por Assinatura (Convênio ICMS nº 52/05), os valores apresentados
neste registro não refletem os valores de ICMS devidos a cada UF, sendo apenas as totalizações dos documentos
fiscais constantes dos arquivos a que se refere o Convênio ICMS nº 115/03. O valor de ICMS devido será o
demonstrado nos registros de apuração.
Este registro deve ser utilizado para exclusão de registros, sua sintese s é o identificar T999 + registro de integração
com os campos que compões a chave
SPED Fiscal SPED PIS/Cofins ECF REINF Livros Oficiais

0000, 0140, A010,


C010, D010, F010,
0000, 0005 M010, P010 R-1000

0015 -
- 1010, 1020 R-1070
R-1070
- -
C400,D350,C860 C400,C860

C112, GNRE ON-LINE -

GNRE ON-LINE -
- - Livro RCPE

- 0111
- 0120
Interno Interno

Interno Interno

Interno Interno
0035
R-1000
0100 0100 0930

0150 0150

0175 -

- 0145

0190 0190

0220 -

0220 -

0200, 0206 0200, 0206, 0208

0205 0205
0300, 0305 -

0400 0400

0500 0500 J050

J051
J053

0600 0600 J100

1700 -
1710 -

A100, C100, C395,


C100, C160, C300, C350, C500, C600, D100,
C500, D100, D300, D400, D200, D300, D500, R-2010/R-2020/R-
D410, D500, D600, 1500 D600 2050/R-2060

0450, C110 0450, A110, C110


C120 A120, C120, C199

D180 -

C112 -

C113 -

C114, C116 -

C115, D161 -
C140 -

C141 -

C160,C165 -

0460, C195, D195 -


C197, D197 -

C500, C600, 1500 C600


D130, D170 -
C190

D160, D161 -
D500,D530, D600 D500, D600
C105 -
C310, D301, D411 -
D140 -
D150 -

C188, C198, C509,


C609, D111, D209,
D309, D509, D609,
F211, F509, F519,
- F559, F569
D162 -
D420 -
- -
- -
- -
- -
- -

A170, C170, C396,


C501, C505, C601,
C170, C177, C178, C179, C605, D201, D205,
C321, C370, C510, D110, D501, D505, D601,
D510, D610, 1510 D605 R-2010

C173 -
C510, C600, 1510 -
C174 -

C175 -

C172 R-2010/R-2020

C171 -

C176 -
- -

D120 -
R-2060
C111 A111,C111 R-2010/R-2020

E110, 1900, 1910, 1920 -


E111, 1921 -

E112, 1922 -
E113, 1923 -
E115, 1925 -
E116, 1926 -
Livro P9 -
- - - -
- - - -
E200, E210 -
E220 -

E230 -
E240 -
E250 -

E520 -
E530 -
E510 -
E510 -
- M100/M500
- M105/M505
- M110/M510
- M115/M515
- M200/M600
- M205/M605
- M210/M610
- M211/M611
- M220/M620
- M225/M625
- M230/M630
- F100
- F111

- F120
- F129
- F130
- F139

- F200
- F211
- F205

- F210
- F600

- F700

- F800

- F150

K100 -
K200

K220 - -

K230 - -

K235 - -

K250 - -

K255 - -

K210 - -
K215 - -
K260 - -
K265 - -

K270 - -

K275 - -
K280 - -
0210 - -
0210 - -
G110 -

G125 -

G126 -

G130 -

G140 -
E300 - -

E311 - -
E312 - -

E313 - -

E316 - -

- - -

- M300, M700

- M350

M400, M410,
- M800, M810
-
-

- 1100, 1500
- 1101, 1501
1101, 1102, 1501,
- 1502

1100 -
1105 -
1110 -

1200 -

1210 -

- 1200, 1600

- 1210, 1610

- 1220, 1620

1300 -

1310 -

1320 -
1350 -
1360 -

1370 -

- 1300, 1700

1400 -

1600 -

- 1800

- 1809
1800 -
-

C400, D350 C400


C405, D355, SINTEGRA C405
C420, D365 -
C425 -

C460 C490
C481, C485, C491,
C470 C495
C481, C485, C491,
C410, D360 C495

- C489, C499, D359

- C481/C491

- C485/C495

C490 -

D370 -
D390 -

H005 -

H010 -
H020 -

C860 C860

C800 C800
C810, C820, C870,
C850 C880
C800, C850 C810, C820

- C830, C890
- C850

1390, 1391 -

- P100 R-2060

- P110

- P199 R-2060
R-2060

- P200

- P210

F500, F510, F550,


- F560, 1900
F500, F510, F550,
- F560, 1900
F509, F519, F559,
- F569

- F525

- I010
- I100
- I199
- I200
- I299
- I300
- I399

K030

K155
K156

K355

K356
L030

L100
L200

L210
L300

M010

M030

M300
M305

M310/M360

M312

M315

M410

M415

M500
M350
M355
M360
M362
M365

N030

N500/N600/N610/N
620/N630/N650/N66
0/N670

M305/M355

P030
P100
P130/P200/P230/P3
00/P400/P500
P150

T030
T120/T150/T170/
T181

U030

U100
U180/U182

U150

X280

X291/X292/X360/X3
61/X362/X363/X364/
X365/X366/X390/X4
00/X460/X470/X480/
X490/X500/X510

X300

X310

X320

X330
X340

X350

X351

X352

X353
X354
X355
X356

X410

X420

X430

X450

Y520

Y540

Y550

Y560

Y570

Y580

Y590

Y600

Y611
Y612

Y620

Y630

Y640

Y650

Y660

Y671

Y672

Y680

Y681

Y682

Y690

Y800
I200

I250
I075

Y665

0000 / 0010 /
0020/0021

Y700

Y710

Y720

P020

W100
W200
W250
W300

DIEF CE
R-2010/R-2020/R-
2030/R-2040
R-2010/R-2020/R-
2030/R-2040
R-2010/R-2020/R-
2030/R-2040
R-2010/R-2020/R-
2030/R-2040
R-2010/R-2020/R-
2030/R-2040
R-2010/R-2020/R-
2030/R-2040
R-2010/R-2020
R-3010
R-3010
R-3010
R-3010
R-3010
R-2010/R-2020/S-
1005

C495 -
- C600

- C601

- C605

- C609

C700 -

C790 -
C791 -

C860 C860

- C870
- C880

- C890

C890 -

D300 -

D301 -

D310 -

- D300

- D309

- D350
- D359

- D600

- D601

- D605

- D609

D695 -

D696 -
D697 -
Rotina TAF

TAFA050.PRW

TAFA050.PRW

TAFA051.PRW
TAFA051.PRW
TAFA026.PRW
TAFA031.PRW

TAFA027.PRW

TAFA027.PRW

TAFA109.PRW

TAFA159.PRW
TAFA049.PRW

TAFA187.PRW

TAFA079.PRW

TAFA180.PRW

TAFA050.PRW
TAFA050.PRW
TAFA052.PRW

TAFA053.PRW

TAFA053.PRW

TAFA054.PRW

TAFA055.PRW

TAFA056.PRW

TAFA056.PRW

TAFA057.PRW

TAFA057.PRW
TAFA058.PRW

TAFA059.PRW

TAFA060.PRW

TAFA060.PRW

TAFA061.PRW

TAFA029.PRW

TAFA029.PRW

TAFA062.PRW

TAFA062.PRW
TAFA062.PRW

TAFA062.PRW

TAFA062.PRW

TAFA062.PRW

TAFA062.PRW

TAFA062.PRW
TAFA062.PRW

TAFA062.PRW

TAFA062.PRW

TAFA062.PRW
TAFA062.PRW

TAFA062.PRW

TAFA062.PRW
TAFA062.PRW

TAFA062.PRW

TAFA062.PRW
TAFA062.PRW

TAFA062.PRW
TAFA062.PRW
TAFA062.PRW

TAFA062.PRW

TAFA062.PRW
TAFA062.PRW
TAFA062.PRW
TAFA062.PRW
TAFA062.PRW
TAFA062.PRW
TAFA062.PRW

TAFA062.PRW

TAFA062.PRW

TAFA062.PRW
TAFA062.PRW

TAFA062.PRW

TAFA062.PRW

TAFA062.PRW

TAFA062.PRW

TAFA062.PRW

TAFA062.PRW

TAFA063.PRW

TAFA063.PRW

TAFA063.PRW

TAFA063.PRW
TAFA063.PRW
TAFA063.PRW
TAFA063.PRW
TAFA063.PRW
TAFA063.PRW
TAFA188.PRW

TAFA188.PRW

TAFA188.PRW

TAFA188.PRW
TAFA188.PRW

TAFA064.PRW

TAFA064.PRW
TAFA064.PRW
TAFA064.PRW
TAFA065.PRW
TAFA065.PRW
TAFA065.PRW
TAFA065.PRW
TAFA066.PRW
TAFA066.PRW
TAFA066.PRW
TAFA066.PRW
TAFA066.PRW
TAFA066.PRW
TAFA066.PRW
TAFA067.PRW

TAFA067.PRW

TAFA068.PRW

TAFA068.PRW
TAFA069.PRW

TAFA069.PRW

TAFA070.PRW

TAFA070.PRW
TAFA070.PRW

TAFA070.PRW
TAFA071.PRW

TAFA072.PRW

TAFA073.PRW

TAFA074.PRW

TAFA397.PRW
TAFA397.PRW

TAFA397.PRW

TAFA397.PRW

TAFA397.PRW

TAFA397.PRW

TAFA397.PRW

TAFA397.PRW
TAFA397.PRW
TAFA397.PRW

TAFA397.PRW

TAFA397.PRW

TAFA397.PRW

TAFA397.PRW

TAFA452.PRW

TAFA452.PRW
TAFA075.PRW

TAFA075.PRW

TAFA075.PRW

TAFA075.PRW

TAFA075.PRW

TAFA446.PRW

TAFA446.PRW
TAFA446.PRW

TAFA446.PRW

TAFA446.PRW

TAFA450.PRW

TAFA076.PRW

TAFA077.PRW

TAFA078.PRW

TAFA081.PRW
TAFA081.PRW

TAFA081.PRW

TAFA082.PRW

TAFA082.PRW
TAFA082.PRW

TAFA083.PRW

TAFA083.PRW

TAFA084.PRW

TAFA084.PRW

TAFA084.PRW

TAFA085.PRW

TAFA085.PRW

TAFA085.PRW
TAFA086.PRW
TAFA086.PRW

TAFA086.PRW

TAFA087.PRW

TAFA088.PRW

TAFA089.PRW

TAFA091.PRW

TAFA091.PRW

TAFA092.PRW

TAFA093.PRW
TAFA093.PRW

TAFA093.PRW
TAFA093.PRW

TAFA093.PRW

TAFA093.PRW

TAFA093.PRW

TAFA093.PRW

TAFA093.PRW

TAFA093.PRW

TAFA093.PRW

TAFA093.PRW

TAFA093.PRW

TAFA094.PRW

TAFA094.PRW

TAFA094.PRW

TAFA095.PRW

TAFA095.PRW
TAFA095.PRW

TAFA095.PRW

TAFA095.PRW

TAFA096.PRW

TAFA097.PRW

TAFA097.PRW

TAFA097.PRW

TAFA098.PRW

TAFA209
TAFA209

TAFA209

TAFA210

TAFA307.prw

TAFA307.prw
TAFA307.prw
TAFA307.prw
TAFA307.prw
TAFA307.prw
TAFA307.prw

TAFA311.prw

TAFA311.prw
TAFA311.prw

TAFA311.prw

TAFA311.prw

TAFA361.prw

TAFA361.prw

TAFA361.prw

TAFA361.prw

TAFA361.prw

TAFA330.prw

TAFA322.prw

TAFA322.prw
TAFA322.prw

TAFA322.prw

TAFA322.prw

TAFA322.prw

TAFA322.prw

TAFA322.prw

TAFA322.prw

TAFA322.prw
TAFA322.prw
TAFA322.prw
TAFA322.prw
TAFA322.prw

TAFA319.prw

TAFA319.prw

TAFA319.prw

TAFA321.prw
TAFA321.prw

TAFA321.prw

TAFA321.prw

TAFA323.prw

TAFA323.prw

TAFA324.prw

TAFA324.prw

TAFA324.prw

TAFA324.prw

TAFA325.prw

TAFA332.prw

TAFA334.prw

TAFA334.prw

TAFA335.prw

TAFA335.prw
TAFA336.prw

TAFA336.prw

TAFA336.prw

TAFA336.prw

TAFA336.prw

TAFA336.prw
TAFA336.prw
TAFA336.prw

TAFA337.prw

TAFA338.prw

TAFA339.prw

TAFA340.prw

TAFA329.prw

TAFA341.prw

TAFA342.prw

TAFA343.prw

TAFA350.prw

TAFA344.prw

TAFA345.prw

TAFA346.prw

TAFA349.prw
TAFA351.prw

TAFA352.prw

TAFA353.prw

TAFA354.prw

TAFA354.prw

TAFA355.prw

TAFA356.prw

TAFA357.prw

TAFA358.prw

TAFA358.prw

TAFA359.prw

TAFA360.prw

TAFA367.prw

TAFA331.prw

TAFA331.prw
TAFA371.prw

TAFA372.prw

TAFA429.PRW

TAFA456.PRW

TAFA471.PRW
TAFA471.PRW
TAFA471.PRW
TAFA471.PRW
TAFA472.PRW
TAFA485.PRW
TAFA485.PRW

TAFA200.PRW
TAFA201.PRW

TAFA201.PRW

TAFA201.PRW

TAFA201.PRW

TAFA202.PRW

TAFA202.PRW

TAFA202.PRW

TAFA203.PRW

TAFA203.PRW
TAFA203.PRW

TAFA203.PRW

TAFA203.PRW

TAFA204.PRW

TAFA204.PRW

TAFA204.PRW

TAFA205.PRW

TAFA205.PRW

TAFA206.PRW
TAFA206.PRW

TAFA207.PRW

TAFA207.PRW

TAFA207.PRW

TAFA207.PRW

TAFA208.PRW

TAFA208.PRW
TAFA208.PRW

TAFAINTEG.PRW
TABELA CADASTRO ITEM NOME DO CAMPO DESCRIÇÃO

Tipo de registro
Complemento do Cadastro
T001 1 REGISTRO
de Estabelecimentos

Código da Filial do ERP

Complemento do Cadastro
T001 2 FILIAL
de Estabelecimentos

Endereço do correio eletrônico.


Complemento do Cadastro
T001 3 EMAIL
de Estabelecimentos

Código de Indentificação da
Empresa/Organização junto a
Febraban
Complemento do Cadastro
T001 4 CÓDIGO FEBRABAN
de Estabelecimentos

Código de Regime Tributário


Complemento do Cadastro
T001 5 CRT
de Estabelecimentos

Informa se a Filial é a Matriz da


Complemento do Cadastro Empresa
T001 6 MATRIZ
de Estabelecimentos

Informar a descrição da razão


Complemento do Cadastro social
T001 7 DESC_RZ_SOCIAL
de Estabelecimentos

Código da Instalação ANP do


Complemento do Cadastro estabelecimento
T001 8 INSTAL_ANP
de Estabelecimentos

Segmento de atividade da
empresa
Complemento do Cadastro
T001 9 SEGMENTO
de Estabelecimentos

Indicador ECD
Complemento do Cadastro
T001 10 IND_ESCRITURACAO
de Estabelecimentos

Classificação Tributária

Complemento do Cadastro
T001 11 CLASSTRIB
de Estabelecimentos

Indicativo Acordo
Complemento do Cadastro
T001 12 IND_ACORDO
de Estabelecimentos

Contato
Complemento do Cadastro
T001 13 NMCTT
de Estabelecimentos

CPF Contato
Complemento do Cadastro
T001 14 CPFCTT
de Estabelecimentos
Telefone Contato

Complemento do Cadastro
T001 15 FONEFIXO
de Estabelecimentos

Telefone Celular Contato


Complemento do Cadastro
T001 16 FONECEL
de Estabelecimentos

Ente Federativo Responsável

Complemento do Cadastro
T001 17 IDEEFR
de Estabelecimentos

CNPJ Ente Federativo


Responsável

Complemento do Cadastro
T001 18 CNPJEFR
de Estabelecimentos

Complemento do Cadastro Indicativo de desoneração da


T001 19 IND_DESONERACAO
de Estabelecimentos folha pela CPRB

Complemento do Cadastro Indicativo da Situação da Pessoa


T001 20 IND_SIT_PJ
de Estabelecimentos Jurídica

Complemento do Cadastro Indica a data de início de Vigência


T001 21 INI_PER
de Estabelecimentos das informações prestadas

Indica a data de término de


Complemento do Cadastro
T001 22 FIM_PER Vigência das informações
de Estabelecimentos
prestadas

Complemento do Cadastro Indica se a entidade é uma


T001 23 IND_ASSOC_DESPORT
de Estabelecimentos associação desportiva

Complemento do Cadastro Indica se a entidade é um


T001 24 IND_PROD_RURAL
de Estabelecimentos produtor rural
Complemento do Cadastro
T001 25 EXECPAA Indicativo de Comercialização
de Estabelecimentos
CHAVE DE INTEGRAÇÃO TIPO TAM DEC OBRIG COMENTÁRIO

C 8 - S Fixo "T001"

C 20 - S Código da Filial do ERP objeto da integração


para associação ao código do estabelecimento
criado pelo TAF em seus controles internos.
Trata-se de um código de "de-para" entre o ERP
e o TAF

C - - N Endereço do correio eletrônico.

C 29 - N Código de Indentificação da
Empresa/Organização junto a Febraban
( Federação Brasileira de Bancos ), esta
informação é utilizada na composição do código
de barras da GNRE Online.

C 1 - N Código de Regime Tributário


Inicializador padrão = 3

L 1- N Indicador de Filial Matriz:


T ou 1=True (Sim)
F ou 0=False (Não)
C 220 - N

C 10 - N

C 2 - N
Segmentos:
1=Instituições Financeiras - Bancos;
2=Órgãos Públicos;
3=Portos - CODESP;
4=Construção Civil - Empreiteiras
C 1 - S Quanto à obrigatoriedade do ECD: 0–
Não é obrigada 1–
Empresa obrigada a entregar a ECD
C 2 - S

Preencher com o código correspondente à


classificação tributária do contribuinte, conforme
tabela 8.

N 1 - S Indicativo da existência de acordo internacional


para isenção de multa: 0 - Sem acordo; 1 - Com
acordo.
C 70 - S Nome do contato no contribuinte. Pessoa
responsável por ser o contato do contribuinte
com a Receita Federal do Brasil relativamente à
EFD-Reinf.
C 11 - S
Preencher com o número do CPF do contato.
C 13 - N

Informar o número do telefone, com DDD.

C 13 - N

Telefone celular, com DDD

C 1 - N
Informar se o Órgão Público é o Ente Federativo
Responsável - EFR ou se é uma unidade
administrativa autônoma vinculada a um EFR: S -
É EFR; N - Não é EFR.

C 14 - N

CNPJ do Ente Federativo Responsável - EFR

C 1 - N
Indicativo de desoneração da folha pela CPRB 0
- Não Aplicável; 1 - Empresa enquadrada nos
termos da Lei 12.546/2011 e alterações.

C 1 - N

Indicativo da Situação da Pessoa Jurídica: 0 -


Situação Normal; 1 - Extinção; 2 - Fusão; 3 -
Cisão; 4 - Incorporação.

Preencher com o mês e ano de início da validade


C 6 - N das informações prestadas no evento, no formato
MMAAAA.

Preencher com o mês e ano de início da validade


C 6 - N das informações prestadas no evento, no formato
MMAAAA.

Indica se a entidade é uma associação


desportiva.
C 1 - N
1- Sim
2- Não

Indica se a entidade é uma produtor rural.


C 1 - N 1- Sim
2- Não
Indicativo de Comercialização: 1 - Sim ; 0 - Não.
Se for 0 será Comercialização da Produção por
Prod. Rural PJ/Agroindústria, exceto para
entidades executoras do PAA; Se 1 será 8 -
- C 1- N
Comercialização da Produção para Entidade do
Programa de Aquisição de Alimentos - PAA; Se
nota de exportação será 9 - Comercialização
direta da Produção no Mercado Externo.
REG. SPED REG. SPED Campos
VALIDAÇÃO ECF REINF
Fiscal PIS/Cofins relacionados

- Interno Interno Interno

- 0005 - 0030
R1000

- - - -

Pertence(" 123") - - -

[F;T;0;1] - - - - R1000

DPMP

[1,2,3,4] GISS-ONLINE - - - R1000

[0,1] R1000

Deve ser um dos


códigos existentes na
tabela 08. Os códigos
[21] e [22] somente
podem ser utilizados se R1000
{tpInsc} for igual a [2].
Para os demais
códigos, {tpInsc} deve
ser igual a [1].

Valores Válidos: 0, 1. R1000

R1000

R1000
O preenchimento é
obrigatório se o campo
{foneCel} não for
preenchido. Se
R1000
preenchido, deve
conter apenas
números, com o mínimo
de dez dígitos.

Se preenchido, deve
conter apenas
R1000
números, com o mínimo
de dez dígitos.

Essa informação é
validada no cadastro do
CNPJ na RFB. Valores R1000
Válidos: 1 - Sim, 2 -
Não

Preenchimento
obrigatório se {ideEFR}
= [N]. Não preencher
nos demais casos. R1000
Informação validada no
cadastro do CNPJ da
RFB.

Valores Válidos: 0, 1 R1000

Validação:
Preenchimento
obrigatório apenas para
Pessoa Jurídica. Não R1000
preencher nas demais
situações. Valores
Válidos: 0, 1, 2, 3, 4.

Deve ser uma data


válida, igual ou
posterior à data inicial
R1000
de implantação da
EFD-Reinf, no formato
MMAAAA

Deve ser uma data


válida, igual ou
posterior à data inicial
R1000
de implantação da
EFD-Reinf, no formato
MMAAAA

Valores Válidos: 1, 2 R-2030

R1000/R-
Valores Válidos: 1, 2
2050
S-1250
Valores Válidos: 0, 1
{indAquis}
VALIDAÇÃO / REGRAS ECF

-
NOME DO
TABELA CADASTRO ITEM DESCRIÇÃO CHAVE DE INTEGRAÇÃO TIPO
CAMPO

T001AA Cadastro de Inscrição do 1 REGISTRO Tipo de registro C


estabelecimento substituto
T001AA Cadastro de Inscrição do 2 UF_ST Sigla da unidade da federação do C
estabelecimento substituto contribuinte substituído.

T001AA Cadastro de Inscrição do 3 IE_ST Inscrição Estadual do contribuinte C


estabelecimento substituto substituído na unidade da federação do
contribuinte substituído.

T001AA Cadastro de Inscrição do 4 VALIDADE Deve representar a data de validade da D


estabelecimento substituto IE do Contribuinte
Campos
REG. SPED REG. SPED
TAM DEC OBRIG COMENTÁRIO VALIDAÇÃO relacionado
Fiscal PIS/Cofins
s
8 - S Fixo "T001AA"

002* - S informar a sigla da UF onde o O valor deve ser a sigla de uma 0015 -
contribuinte possui inscrição como unidade da federação existente.
substituto tributário.
14 - S informar a inscrição estadual do Valida a Inscrição Estadual, 0015 -
contribuinte na unidade de federação considerando a UF informada no
onde ele estiver inscrito como substituto registro.
tributário.

8 - N Interno Interno Interno


TABELA CADASTRO ITEM NOME DO CAMPO

T001AB Processos referenciados 1 REGISTRO


Processos referenciados 2 NUM_PROC

T001AB

Processos referenciados 3 IND_PROC

T001AB

Processos referenciados 4 DESCRI_RESUMIDA


T001AB

T001AB Processos referenciados 5 ID_SEC_JUD

T001AB Processos referenciados 6 ID_VARA


Processos referenciados 7 IND_NAT_ACAO_JUSTIÇA

T001AB

Processos referenciados 8 DESC_DEC_JUD


T001AB

T001AB Processos referenciados 9 DT_SENT_JUD


Processos referenciados 10 IND_NAT_ACAO_RECEITA

T001AB

T001AB Processos referenciados 11 DT_DEC_ADM


T001AB Processos referenciados 12 TP_PROC

T001AB Processos referenciados 13 INDAUTORIA

T001AB Processos referenciados 14 UFVARA

T001AB Processos referenciados 15 CODMUNIC

T001AB Processos referenciados 16 INIVALID

T001AB Processos referenciados 17 FIMVALID


DESCRIÇÃO CHAVE DE INTEGRAÇÃO TIPO TAM DEC OBRIG

Tipo de registro C 8 - S
Identificação do processo ou ato concessório X C 21 - S

Indicador da origem do processo: X C 1 - N


0 - SEFAZ;
1 - Justiça Federal;
2 - Justiça Estadual;
3 – Secretaria da Receita Federal do Brasil
9 – Outros.

Deve representar a descrição resumida do processo referenciado ou C - 220 N


ato concessório
Identificação da Seção Judiciária C - - N
Identificação da Vara C 2 - N
Indicador da Natureza da Acao Judicial, impetrata na Justica Federal: C 2 - N
01- Decisao Judicial Transitada, a favor da pessoa juridica; 02 -
Decisao judicial NAO transitada em julgado, a favor da pessoa juridica;
03 -Decisao judicial oriunda de liminar em mandato de seguranca; 04 -
Decisao judicial oriunda de liminar em medida cautelar;05 – Decisão
Judicial oriunda de Antecipação de Tutela.
06 - Decisão Judicial Vinculada a Depósito Administrativo ou Judicial
em Montante Integral.
07 – Medida Judicial em que a Pessoa Jurídica não é o autor. 08 –
Súmula Vinculante aprovada pelo STF.
99 - Outros.

Descrição Resumida dos Efeitos Tributários abrangidos pela Decisão C 100 - N


Judicial proferida.
Data da Sentença/Decisão Judicial N 8 - N
Indicador da Natureza da Ação, decorrente de Processo Administrativo C 100 - N
na Secretaria da Receita Federal do Brasil:
01 – Processo Administrativo de Consulta
02 – Despacho Decisório
03 – Ato Declaratório Executivo
04 – Ato Declaratório Interpretativo
05 – Decisão Administrativa de DRJ ou do CARF 06 – Auto de Infração
99 – Outros

Data da Sentença/Decisão Judicial N 8 - N


Tipo do Processo C 1 - N

Autoria da Ação Judicial C 1 - N

Identificação da Unidade da Federação - UF da Seção Judiciária


C 2 - N

Preencher com o código do município, conforme tabela do IBGE


N 7 - N

Mês de Início da Validade Processual C 6 - N

Mês de Témino da Validade Processual C 6 - N


REG. SPED REG. SPED
COMENTÁRIO VALIDAÇÃO Reinf
Fiscal PIS/Cofins

Fixo "T001AB" - -
Informar o número do processo administrativo/judicial. Validação: Validar o
número do processo -
REGRA PARA VALIDAR O
DV DO PROCESSO

- 1010,1020 R-1070
informar o número do processo judicial ou do processo administrativo, Valores válidos: [1, 3, 9] C111 A111, C111,
conforme o caso, que autoriza a adoção de procedimento especifico de C188, C198,
apuração das contribuições sociais ou dos créditos. C509, C609,
C890, D111,
D209, D309,
D359,
D509, D609,
E112, E230,
F111, F129,
F139, F211,
F509, F519,
F559, F569,
1809, 1922

- 1010
- 1010 R-1070

- 1010

- 1010
- 1010

- 1020
- 1020
Tipo do processo:
1 – Judicial [1;2] R-1070
2 – Administrativo

Indicativo da autoria da ação judicial:


1 - Próprio contribuinte; [1;2] R-1070
2 - Outra entidade ou empresa

Identificação da Unidade da Federação - UF da Seção Judiciária Validação: Deve ser uma


R-1070
Sigla de UF válida.

Validação: Se informado,
Preencher com o código do município, conforme tabela do IBGE
deve ser um código
R-1070
existente na tabela de
municípios do IBGE.

Deve ser uma data válida,


igual ou posterior à data
Preencher com o mês e ano de início da validade das informações
inicial de implantação da R-1070
prestadas no evento, no formato MMAAAA.
EFD-Reinf, no formato
MMAAAA

Se informado, deve estar


Preencher com o mês e ano de término da validade das informações, se no formato MMAAAA e ser
R-1070
houver. Formato MMAAAA um período igual ou
posterior a {iniValid}
Campos relacionados
NOME DO
TABELA CADASTRO ITEM DESCRIÇÃO
CAMPO

Informações de
Suspensão de
T001AO 1 REGISTRO Registro T001AO
Exigibilidade de
tributos

Código do Indicativo da Suspensão, atribuído pelo


Informações de
contribuinte. Este campo deve ser utilizado se, num
Suspensão de
T001AO 2 COD_SUSP mesmo processo, houver mais de uma matéria
Exigibilidade de
tributária objeto de contestação e as decisões forem
tributos
diferentes para cada uma

Indicativo de suspensão da exigibilidade: 01 - Liminar


em Mandado de Segurança; 02 - Depósito Judicial do
Montante Integral 03 - Depósito Administrativo do
Montante Integral 04 - Antecipação de Tutela; 05 -
Liminar em Medida Cautelar; 08 - Sentença em
Mandado de Segurança Favorável ao Contribuinte; 09
Informações de
- Sentença em Ação Ordinária Favorável ao
Suspensão de
T001AO 3 IND_SUSP Contribuinte e Confirmada pelo TRF; 10 - Acórdão do
Exigibilidade de
TRF Favorável ao Contribuinte; 11 - Acórdão do STJ
tributos
em Recurso Especial Favorável ao Contribuinte; 12 -
Acórdão do STF em Recurso Extraordinário Favorável
ao Contribuinte; 13 - Sentença 1ª instância não
transitada em julgado com efeito suspensivo; 90 -
Decisão Definitiva a favor do contribuinte; 92 - Sem
suspensão da exigibilidade.

Informações de
Suspensão de
T001AO 4 DT_DECISAO Data da decisão, sentença ou despacho administrativo
Exigibilidade de
tributos

Informações de
Indicativo de Depósito do Montante Integral: S - Sim; N
T001AO Suspensão de 5 IND_DEPOSITO
- Não.
Exibilidade de tributos
CHAVE DE INTEGRAÇÃO TIPO TAM DEC OBRIG COMENTÁRIO VALIDAÇÃO

C 6 - S

Validação: Preenchimento
obrigatório se houver mais
C 14 - N de uma informação de
Indicativo de Suspensão
para um mesmo processo.

Validação: Se {tpProc} = [1],


deve ser preenchido com
[03, 90, 92]. Se {tpProc} =
[2], deve ser preenchido
C 2 - S com [01, 02, 04, 05, 08, 09,
10, 11, 12, 13, 90, 92].
Valores Válidos: 01, 02, 03
04, 05, 08, 09, 10, 11, 12,
13, 90, 92

N 8 - S

Validação: Se {indSusp} =
[90], preencher
obrigatoriamente com [N].
C 1 - S Se {indSusp} = [02, 03]
preencher obrigatoriamente
com [S]. Valores Válidos: S,
N.
VALIDAÇÃO
REG. SPED REG. SPED Campos
ECF REINF / REGRAS
Fiscal PIS/Cofins relacionados
ECF

R-1070

R-1070

R-1070

R-1070

R-1070
NOME DO
TABELA CADASTRO ITEM DESCRIÇÃO CHAVE DE INTEGRAÇÃO
CAMPO
T001AC Processos referenciados 1 REGISTRO Tipo de registro
Processos referenciados 2 CODIGO Código único de identificação do
T001AC veículo no sistema legado objeto
da integração.
Processos referenciados 3 PLACA Placa de identificação do veículo X
T001AC

Processos referenciados 4 UFPLACA UF da placa de identificação do X


T001AC veículo
Processos referenciados 5 CODMUN Codigo do municipio da placa do
T001AC veículo
T001AC Processos referenciados 6 DESCRI Descrição do veículo
Processos referenciados 7 CHASSI Este campo deve Informar o
número de chassi do veículo
T001AC conforme registrado na
documentação do mesmo.

Processos referenciados 8 TPVEIC Este campo deve Informar o tipo


do veículo transportador,
podendo ser:
T001AC 0-Embarcação;1-
Empurrador/Rebocador;

Processos referenciados 9 TPNAV Este campo deve Informar o tipo


de navegação, podendo ser:
0-Interior; 1-Cabotagem;
T001AC

Processos referenciados 10 RNTC Este campo deve Informar


número de Registro Nacional de
T001AC Transportador de Carga (ANTT).

Processos referenciados 11 VAGAO Identificação do Vagão


T001AC

Processos referenciados 12 BALSA Identificação da Balsa


T001AC
REG. SPED REG. SPED
TIPO TAM DEC OBRIG COMENTÁRIO VALIDAÇÃO
Fiscal PIS/Cofins
C 8 - S Fixo "T001AC" - -
C 6 - S Interno Interno

C 7 - S

C 2 - S

C 5 - S

C 220 - S
C 17 - S

C 1 - N

C 1 - N

C 20 - N

C 20 - N

C 20 - N
Campos relacionados
NOME DO
TABELA CADASTRO ITEM DESCRIÇÃO
CAMPO

T001AD Processos referenciados 1 REGISTRO Tipo de registro


T001AD Processos referenciados 2 IDENT_ECF Código único de identificação do
ECF/SAT-CF no Estabelecimento.
T001AD Processos referenciados 3 ECF_MOD Modelo do equipamento
T001AD Processos referenciados 4 ECF_FAB Número de série de fabricação do
ECF/SAT-CF
T001AD Processos referenciados 5 ECF_CX Número do caixa atribuído ao ECF/SAT-
CF

T001AD Processos referenciados 6 DESCRI Descrição resumida para representacao


cadastral do TAF nos campos virtuais
CHAVE DE INTEGRAÇÃO TIPO TAM DEC OBRIG COMENTÁRIO VALIDAÇÃO

C 8 - S Fixo "T001AD"
X C 20 - S

X C 20 - S
X C 20 - S

N 3 - S informar o número do caixa não podem ser informados dois ou mais


atribuído, pelo estabelecimento, ao registros C400 com a mesma
equipamento emissor de combinação de valores dos campos
documento fiscal. Um mesmo valor COD_MOD, ECF_MOD e ECF_FAB.
do campo ECF_CX não pode ser
usado por dois equipamentos ECF
ao mesmo tempo. Contudo, se o
uso de um número for cessado,
este mesmo número pode ser
atribuído a outro equipamento de
ECF, no período.

C 220 - S
Campos
REG. SPED REG. SPED
relacionado
Fiscal PIS/Cofins
s
- -
Interno Interno

C400,D350 C400
C400,D350, C400, C860
C860
C400,D350 C400

Interno Interno
TABELA CADASTRO ITEM NOME DO CAMPO

T001AE Processos referenciados 1 REGISTRO


T001AE Processos referenciados 2 COD_DA

T001AE Processos referenciados 3 NUM_DA


T001AE Processos referenciados 4 UF
T001AE Processos referenciados 5 COD_REC

T001AE Processos referenciados 6 TIP_DOC_ORIGEM

T001AE Processos referenciados 7 DOC_ORIGEM

T001AE Processos referenciados 8 PERIODO

T001AE Processos referenciados 9 NUM_PARC

T001AE Processos referenciados 10 REFERENCIA

T001AE Processos referenciados 11 VALOR_PRINCIPAL

T001AE Processos referenciados 12 ATU_MONETARIA

T001AE Processos referenciados 13 JUROS

T001AE Processos referenciados 14 MULTA

T001AE Processos referenciados 15 TOTAL_RECOLHER

T001AE Processos referenciados 16 COD_AUT


T001AE Processos referenciados 17 DT_VCTO

T001AE Processos referenciados 18 DT_PGTO

T001AE Processos referenciados 19 DET_REC

T001AE Processos referenciados 20 COD_PRODUTO

T001AE Processos referenciados 21 CONVENIO


T001AE Processos referenciados 22 COD_PARTICIPANTE

T001AE Processos referenciados 23 DESCRICAO_DOCUMENTO

T001AE Processos referenciados 24 COD_BANCO

T001AE Processos referenciados 25 COD_AGENCIA

T001AE Processos referenciados 26 NUM_CC


T001AE Processos referenciados 27 VALOR_DEVOLUCAO

T001AE Processos referenciados 28 VALOR_RESSARCIMENTO

T001AE Processos referenciados 29 DIG_AGE


T001AE Cadastro de Documento de Arrecadação 30 COD_OR

T001AE Cadastro de Documento de Arrecadação 31 NUM_PROC

T001AE Cadastro de Documento de Arrecadação 32 IND_PROC

T001AE Cadastro de Documento de Arrecadação TIPO_RECOLHE

33

T001AE Cadastro de Documento de Arrecadação TIPO_IMPOSTO

34

T001AE Cadastro de Documento de Arrecadação 35 DESCONTO

T001AE Cadastro de Documento de Arrecadação 36 COMPENSADO

T001AE Cadastro de Documento de Arrecadação 37 VALOR_PAGO

T001AE Cadastro de Documento de Arrecadação 38 STATUS_PAGAMENTO


DESCRIÇÃO CHAVE DE INTEGRAÇÃO TIPO TAM DEC OBRIG

Tipo de registro C 8 - S
Código do modelo do documento de arrecadação : X C 1 - S
0 - documento estadual de arrecadação
1 – GNRE
2 - DARF

Número do documento de arrecadação X C 25 - S


Unidade federada beneficiária do recolhimento X C 2 - N
Deve representar o código da receita referente ao - C 6 - S
documento de arrecadação
Deve representar o código do tipo do documento de C 60 - N
origem referente ao Estado para o qual a GNRE esta
sendo emitida. Ex: UF:AM, REC:100064 - ICMS
Autuação fiscal; TIPO:13 = AUTO LANÇAMENTO

Deve representar neste campo o número contido no C 60 - N


documento de origem caso seja informado algo no
Tipo de documento de Origem.
Deve representar neste campo o período de apuração X C 6 - S
a que a GNRE se refere.
Deve representar neste campo o número da parcela C 3 - N
do débito.
Deve representar o código de N 1 - N
referência do período:

0 = Mensal
1 = 1º Quinzena
2 = 2º Quinzena
3 = 1º Decêndio
4 = 2º Decêndio
5 = 3º Decêndio

Deve representar o valor total do Documento de N 16 2 S


Arrecadação sem a incidência de Atualização
Monetária, Juros e Multa.

Deve representar o valor da Atualização Monetária N 16 2 N


referente ao documento de arrecadação que esta
sendo emitido.
Deve representar o valor dos juros apurados neste N 16 2 N
documento
Deve representar o valor da multa apurado neste N 16 2 N
documento
Deve representar o valor total do documento N 16 2 S
(VALOR_PRINCIPAL + ATU_MONETARIA + JUROS +
MULTA - DESCONTO)

Código completo da autenticação bancária C - - N


Data de vencimento do documento de arrecadação N 8 - S

Data de pagamento do documento de arrecadação, ou N 8 - N


data do vencimento, no caso de ICMS antecipado a
recolher.

Deve representar neste campo o código de C 6 - N


detalhamento da receita. Ex: UF:MA, REC:100013 -
ICMS Comunicação, DET_REC:000006.

Deve representar neste campo o código do produto C 20 - N


referente ao Estado para o qual a GNRE esta sendo
emitida. Ex: UF:MA, REC:100048 - ICMS ST por
Apuração, PRODUTO:1

Deve representar neste campo o número do convênio. C 60 - N


Deve representar neste campo o código do C 60 - N
Participante
Deve representar a descrição resumida que identifique C 220 - S
o Documento de Arrecadação.
Deve representar o código da instituição financeira C 3 - N
conforme cadastro do SFN (Sistema Financeiro
Nacional)

Deve representar o código da agência da instituição C 4 - N


financeira selecionada
Deve representar o número da conta corrente C 50 - N
Deve representar o valor relativo as devoluções N 16 2 N
decorrentes de operações com substituição tributária.

Deve representar o valor relativo aos ressarcimentos N 16 2 N


decorrentes de operações com substituição tributária.

Deve representar o Número do dígito da agência. N 2 0 N


Código da obrigação a recolher, conforme a Tabela C 3 - N
5.4 do layout do SPED Fiscal.
Identificação do processo ou ato concessório C 20 - N

Indicador da origem do processo: C 1 - N


Indicador da origem do processo:
0 - SEFAZ;
1 - Justiça Federal;
2 - Justiça Estadual;
3 – Secretaria da Receita Federal do Brasil
9 – Outros.

Tipo do Recolhimento - C 1 N

Tipo do Imposto - C 2 N

Valor do Desconto - N 16 2 N

Valor Compensado - N 16 2 N

Valor Pago - N 16 2 N

Status do Pagamento: - C 1 - N
1 - Em Aberto
2 - Pago
Campos
REG. SPED
COMENTÁRIO VALIDAÇÃO REG. SPED Fiscal relacionado
PIS/Cofins
s
Fixo "T001AE" - -
[0;1;2]

C112 -
C112 -
C112 -

GNRE ONLINE GNRE ONLINE

GNRE ONLINE GNRE ONLINE

GNRE ONLINE GNRE ONLINE

GNRE ONLINE GNRE ONLINE

GNRE ONLINE GNRE ONLINE

GNRE ONLINE GNRE ONLINE

C112, GNRE ONLINE C112, GNRE ONLINE

Interno Interno

Interno Interno

Interno Interno

C112
C112 -

C112 -

C112 -

GNRE ONLINE GNRE ONLINE

GNRE ONLINE GNRE ONLINE

GNRE ONLINE GNRE ONLINE


GNRE ONLINE GNRE ONLINE

GNRE ONLINE GNRE ONLINE

Livro P14 Livro P14

Livro P14 Livro P14


Livro P14 Livro P14

Livro P14 Livro P14

Livro P14 Livro P14


DIEF CE DIEF CE
E116/1926 -

Múmero do processo enviado no registro E116/1926


T001AB.
informar o número do processo judicial ou do Valores válidos: [ 0, E116/1926
processo administrativo, conforme o caso, 1, 2, 3, 9 ]
que autoriza a adoção de procedimento
especifico de apuração das contribuições
sociais ou dos créditos.

[1;2;3] GIA-RS - -
Opções aceitas:
1 - Normal
2 - Na ocorrência Fato Gerador
3 - Antecipado
[01;02;03;04] GIA-RS - -
Opções aceitas:
01 - ICMS
02 - ICMS-ST
03 - Fundo Err. Miséria
04 - Fundo Err. Miséria -ST
- - - -
-

- - - - -

- - - -
-

[1;2] - - -

-
TABELA CADASTRO ITEM NOME DO CAMPO DESCRIÇÃO CHAVE DE INTEGRAÇÃO

T001AF Processos referenciados 1 REGISTRO Tipo de registro


T001AF Processos referenciados 2 COD_CMP_EXTRA Deve representar neste campo o
código do campo extra conforme
layout da GNRE Online. Consultar
"Regras de Preenchimendo" do
manual da GNRE On-Line

T001AF Processos referenciados 3 TIPO_CMP_EXTRA Deve representar neste campo o tipo


do campo extra conforme layout da
GNRE Online. Consultar "Regras de
Preenchimendo" do manual da GNRE
On-Line

T001AF Processos referenciados 4 VALOR_CMP_EXTRA Deve representar neste campo o valor


do Campo Extra. Consultar "Regras
de Preenchimendo" do manual da
GNRE On-Line
Campos
REG. SPED REG. SPED
TIPO TAM DEC OBRIG COMENTÁRIO VALIDAÇÃO relacionado
Fiscal PIS/Cofins
s
C 8 - S Fixo "T001AF" - -
C 10 - S

GNRE GNRE
ONLINE ONLINE
C 20 - S

GNRE GNRE
ONLINE ONLINE
C 60 0 S

GNRE GNRE
ONLINE ONLINE
NOME DO
TABELA CADASTRO ITEM DESCRIÇÃO CHAVE DE INTEGRAÇÃO
CAMPO

T001AG Processos referenciados 1 REGISTRO Tipo de registro


T001AG Processos referenciados 2 COD_PRODUTO Código do produto conforme X
classificação do estoque
T001AG Processos referenciados 3 ESTOQUE Indentificador de posse da X
mercadoria:
1=No próprio Estabelecimento;
2=No estabelecimento de
Terceiros;
3=Outros (Diversos);

T001AG Processos referenciados 4 QUANTIDADE Quantidade em estoque do


produto
Campos
REG. SPED REG. SPED
TIPO TAM DEC OBRIG COMENTÁRIO VALIDAÇÃO relacionado Livro
Fiscal PIS/Cofins
s
C 8 - S Fixo "T001AG" - -
C 60 - S - - Livro RCPE

N 1 0 S - - Livro RCPE

N 16 4 S - - Livro RCPE
TABELA CADASTRO ITEM NOME DO CAMPO DESCRIÇÃO

T001AH Tabela de receita bruta mensal para fins 1 REGISTRO Tipo de registro
de rateio de créditos comuns
T001AH Tabela de receita bruta mensal para fins 2 DT_MOVIMENTO Data movimento declarado
de rateio de créditos comuns
T001AH Tabela de receita bruta mensal para fins 3 REC_BRU_NCUM_TRIB_MI Receita Bruta Não-cumulativa - Tributada no
de rateio de créditos comuns Mercado Interno
T001AH Tabela de receita bruta mensal para fins 4 REC_BRU_ NCUM_NT_MI Receita Bruta Não-Cumulativa – Não
de rateio de créditos comuns Tributada no Mercado Interno (Vendas com
suspensão, alíquota zero, isenção e sem
incidência das contribuições)

T001AH Tabela de receita bruta mensal para fins 5 REC_BRU_ NCUM_EXP Receita Bruta Não-Cumulativa – Exportação
de rateio de créditos comuns
T001AH Tabela de receita bruta mensal para fins 6 REC_BRU_CUM Receita Bruta Cumulativa
de rateio de créditos comuns
T001AH Tabela de receita bruta mensal para fins 7 REC_BRU_TOTAL Receita Bruta Total
de rateio de créditos comuns
CHAVE DE INTEGRAÇÃO TIPO TAM DEC OBRIG COMENTÁRIO VALIDAÇÃO

C - - S Fixo "T001AH"

X C 8 - S Formato: [AAAAMMDD]

N - 2 S

N - 2 S

N - 2 S

N - 2 S

N - 2 S
Campos
REG. SPED REG. SPED
relacionado
Fiscal PIS/Cofins
s

- - Controle interno

- 0111

- 0111

- 0111

- 0111

- 0111
NOME DO
TABELA CADASTRO ITEM DESCRIÇÃO
CAMPO

T001AI Identificação de Períodos Dispensados da 1 REGISTRO Tipo de registro


Escrituração Fiscal Digital das Contribuições -
EFD Contribuições
T001AI Identificação de Períodos Dispensados da 2 Data movimento declarado
Escrituração Fiscal Digital das Contribuições - DT_MOVIMENTO
EFD Contribuições
T001AI Identificação de Períodos Dispensados da 3 MES_DISPENSA Mês de referência do ano-calendário da
Escrituração Fiscal Digital das Contribuições - escrituração, dispensada da entrega.
EFD Contribuições Campo a ser preenchido no formato
“mmaaaa”

T001AI Identificação de Períodos Dispensados da 4 INF_COMP Informação complementar do registro.


Escrituração Fiscal Digital das Contribuições -
EFD Contribuições
REG. SPED REG. SPED
CHAVE DE INTEGRAÇÃO TIPO TAM DEC OBRIG COMENTÁRIO VALIDAÇÃO
Fiscal PIS/Cofins

C - - S Fixo "T001AI" - -

X C 8 - S Formato: [AAAAMMDD] - -

X C 6 - S informar o mês do ano- - 0120


calendário a que se refere a
escrituração, em que a pessoa
jurídica
está dispensada da
apresentação da EFD-
Contribuições.
Campo a ser preenchido no
formato “mmaaaa”.

C 90 - S Campo de preenchimento - 0120


opcional pela pessoa jurídica,
para prestação de informação
complementar.
Campos relacionados

Controle
interno
TABELA CADASTRO ITEM NOME DO CAMPO DESCRIÇÃO

T001AJ Código dos Totalizadores da Redução Z 1 REGISTRO Tipo de registro

T001AJ Código dos Totalizadores da Redução Z 2 COD_TOT_PAR Código do totalizador, conforme Tabela 4.4.6
do EFD-Fiscal.

T001AJ Código dos Totalizadores da Redução Z 3 DESCRICAO Deve representar neste campo a descrição
do totalizador, conforme Tabela 4.4.6 do
EFD-Fiscal

T001AJ Código dos Totalizadores da Redução Z 4 CONTEUDO Deve representar neste campo o conteúdo
do totalizador conforme tabela 4.4.6 do
EFD Fiscal.

T001AJ Código dos Totalizadores da Redução Z 5 VIGENCIA Deve representar a data limite de vigência
deste código. Data em branco identifica
código vigente no momento.
CHAVE DE INTEGRAÇÃO TIPO TAM DEC OBRIG COMENTÁRIO VALIDAÇÃO

C - - S Fixo "T001AJ"

X C 7 - S Preenchimento: informar o código de o valor informado deve existir na Tabela


totalizador parcial da Redução Z, que 4.4.6 do Ato COTEPE/ICMS nº 09, de 18
deve existir na Tabela 4.4.6 do Ato de abril de 2008, que discrimina os
COTEPE/ICMS nº 09, de 18 de abril de códigos dos Totalizadores Parciais da
2008, prevista também na subseção 6.6 REDUÇÃO Z.
deste guia. Deverão ser informados todos
os totalizadores parciais da Redução Z.
Para totalizadores tributáveis pelo ICMS,
o conteúdo deste campo deve ser
“Tnnnn” ou “xxTnnnn”, onde “nnnn”
corresponde à alíquota do ICMS.

C 200 - N

C 200 0 N

X N 8 0 N
Campos
REG. SPED REG. SPED
relacionado
Fiscal PIS/Cofins
s

Interno Interno Controle interno

Interno Interno

Interno Interno

Interno Interno
TABELA CADASTRO ITEM NOME DO CAMPO DESCRIÇÃO

Cadastro de Informações 1 REGISTRO Tipo de registro


T001AK Complementares
Cadastro de Informações 2 COD_INF Código da informação complementar do
T001AK Complementares documento fiscal (campo 02 do Registro
T013AA)
Cadastro de Informações 3 TXT_COMPL Descrição resumida
T001AK Complementares
CHAVE DE INTEGRAÇÃO TIPO TAM DEC OBRIG COMENTÁRIO VALIDAÇÃO

C 8 - S Fixo "T001AK"

X C 6 - S

C 255 - S
Campos
REG. SPED REG. SPED
relacionado
Fiscal PIS/Cofins
s
- -

Interno Interno

Interno Interno
NOME DO
TABELA CADASTRO ITEM DESCRIÇÃO CHAVE DE INTEGRAÇÃO TIPO
CAMPO

T001AL Cadastro de Observações do 1 REGISTRO Tipo de registro C


Lançamento Fiscal
T001AL Cadastro de Observações do 2 COD_OBS Código da observação do lançamento X C
Lançamento Fiscal fiscal (campo 02 do Registro T013AL)

T001AL Cadastro de Observações do 3 TXT_COMPL Descrição resumida da observação. C


Lançamento Fiscal
Campos
REG. SPED REG. SPED
TAM DEC OBRIG COMENTÁRIO VALIDAÇÃO relacionado
Fiscal PIS/Cofins
s
8 - S Fixo "T001AL" - -

6 - S as observações de lançamento devem o código informado deve constar do Interno Interno


ser informadas neste campo, exceto registro 0460
quando a legislação estadual prever o
preenchimento do campo COD_OBS do
registro C190

255 - S Interno Interno


NOME DO
TABELA CADASTRO ITEM DESCRIÇÃO CHAVE DE INTEGRAÇÃO TIPO
CAMPO

T001AM Identificação da 1 REGISTRO Tipo de registro


Sociedade em
Conta de Participação - - C
SCP

T001AM Identificação da 2 COD_SCP Identificação da SCP


Sociedade em
Conta de Participação -
SCP
- C

T001AM Identificação da 3 DESC_SCP Descrição da SCP


Sociedade em
Conta de Participação - - C
SCP

T001AM Identificação da 4 INF_COMP Informação


Sociedade em Complementar
Conta de Participação - - C
SCP

Deve-se enviar o Layout T001AM juntamente com o Layout T001, na est


conforme exemplo abaixo:
Observações
|T001|01||||
|T001AM|12345678901234|SCP0001|INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES
REG. SPED REG. SPED Campos
TAM DEC OBRIG COMENTÁRIO VALIDAÇÃO ECF
Fiscal PIS/Cofins relacionados

Fixo "T001AM"

6 - S - - 0035 - 035

Identificação da SCP.
Observação: O
campo foi modificado
para receber o código
8 - S da Filial. - - 0035 - 0035

Descrição da SCP.

220 - N - - 0035 - 035

Informação
Complementar
220 - N - - 0035 - 035

om o Layout T001, na estrutura de Pai-Filho,


mplo abaixo:

1||||
ÇÕES COMPLEMENTARES DA SCP 0001|
VALIDAÇÃ
O/REGRAS
ECF

-
NOME DO
TABELA CADASTRO ITEM DESCRIÇÃO CHAVE DE INTEGRAÇÃO TIPO
CAMPO

T001AN Informações sobre a 1 Registro Registro T001AN


empresa do Software C

T001AN Informações sobre a 2 CNPJSOFT CNPJ da Software


empresa do Software House C

T001AN Informações sobre a 3 NM_RAZAO Nome da Software


empresa do Software House

T001AN Informações sobre a 4 NM_CONTATO Nome do Contato


empresa do Software C

T001AN Informações sobre a 5 TELEFONE Telefone


empresa do Software

T001AN Informações sobre a 6 EMAIL Email


empresa do Software

- C
REG. SPED REG. SPED Campos
TAM DEC OBRIG COMENTÁRIO VALIDAÇÃO ECF
Fiscal PIS/Cofins relacionados

6 - S

CNPJ da empresa
desenvolvedora do REGRA_VALID
14 - S
software. A_CNPJ

Se pessoa jurídica ou
órgão público,
informar a Razão
Social. Caso
115 - S contrário, informar o
nome do contribuinte

Nome do contato na
70 - S empresa.

Informar o número do
telefone, com DDD. Se preenchido,
deve conter
apenas
13 - N
números com o
mínimo de dez
dígitos.

Endereço eletrônico
O e-mail deve
possuir o
caractere "@" e
este não pode
estar no início e
no fim do e-
mail. Deve
60 - N
possuir no
mínimo um
caractere "."
depois do @ e
não pode estar
no fim do e-
mail.
VALIDAÇÃO
REINF / REGRAS
ECF

R-1000

R-1000

R-1000

R-1000

R-1000

R-1000
TABELA CADASTRO ITEM NOME DO CAMPO DESCRIÇÃO CHAVE DE INTEGRAÇÃO

T002 Informações do contabilista 1 REGISTRO Tipo de registro

T002 Informações do contabilista 2 TP_ESTAB Tipo do estabelecimento contabilista

T002 Informações do contabilista 3 NOME Nome do contabilista.

Número de inscrição do contabilista no


T002 Informações do contabilista 4 CPF
CPF.

Número de inscrição do contabilista no


T002 Informações do contabilista 5 CRC X
Conselho Regional de Contabilidade.

Número de inscrição do escritório de


T002 Informações do contabilista 6 CNPJ
contabilidade no CNPJ, se houver.

T002 Informações do contabilista 7 CEP Código de Endereçamento Postal.


T002 Informações do contabilista 8 TP_LOGR Tipo de Logradouro

T002 Informações do contabilista 9 END Logradouro e endereço do imóvel.

T002 Informações do contabilista 10 NUM Número do imóvel.

T002 Informações do contabilista 11 COMPL Dados complementares do endereço.

T002 Informações do contabilista 12 TP_BAIRRO Tipo do Bairro


T002 Informações do contabilista 13 BAIRRO Bairro em que o imóvel está situado.

T002 Informações do contabilista 14 DDD DDD do Numero de Telefone

T002 Informações do contabilista 15 FONE Número do telefone.

T002 Informações do contabilista 16 DDD DDD do Numero de FAX


T002 Informações do contabilista 17 FAX Número do fax.

T002 Informações do contabilista 18 EMAIL Endereço do correio eletrônico.

Unidade de Federação do
T002 Informações do contabilista 19 UF
estabelecimento contabilista

Código do município, conforme tabela


T002 Informações do contabilista 20 COD_MUN
IBGE.

Qualificação do assinante, conforme


T002 Informações do contabilista 21 IDENT_QUALIF
tabela do Sped.
REG. SPED
TIPO TAM DEC OBRIG COMENTÁRIO VALIDAÇÃO
Fiscal

C 8 - S Fixo "T002"
1=Pessoa Física;
C 1 - S [1,2] -
2=Pessoa Jurídica;
informar o nome do contabilista
C 100 - S 0100
responsável

informar o número do CPF do contabilista


responsável; não utilizar os caracteres
será conferido o dígito
Especiais de formatação, tais como: ".",
N 11 - N Everificador (DV) do CPF 0100
"/", "-". Deverá ser informado
informado
obrigatoriamente sempre que o campo
TP_ESTAB for “Pessoa Física”

informar o número de inscrição do


contabilista no Conselho Regional de
C 15 - N 0100
Contabilidade na UF do estabelecimento
sede.

informar o número de inscrição no


Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica do
escritório de contabilidade; não informar
será conferido o dígito verificador
N 14 - N caracteres de formatação, tais como: ".", 0100
(DV) do CNPJ informado.
"/", "-". Deverá ser informado
obrigatoriamente sempre que o campo
TP_ESTAB for “Pessoa Jurídica”

informar o número do Código de


N 8 - N Endereçamento Postal - CEP, conforme 0100
cadastro nos CORREIOS.
Informar o Tipo de Logradouro conforme
tabela abaixo:
01-Aeroporto
02-Alameda
03-Area
04-Avenida
05-Campo
06-Chacara
07-Colonia
08-Condominio
09-Conjunto
10-Distrito
11-Esplanada
12-Estacao
13-Estrada
14-Favela
15-Fazenda
16-Feira
17-Jardim
18-Ladeira
19-Lago
20-Lagoa
21-Largo
C 2 - N 22-Loteamento [01 a 44 e 99] -
23-Morro
24-Nucleo
25-Parque
26-Passarela
27-Patio
28-Praca
29-Quadra
30-Recanto
31-Residencial
32-Rodovia
33-Rua
34-Setor
35-Sitio
36-Travessa
37-Trecho
38-Trevo
39-Vale
40-Vereda
41-Via
42-Viaduto
43-Viela
44-Vila
99-Outros
informar o endereço do
C 60 - N 0100
contabilista/escritório de contabilidade.

C - - N 0100

C 60 - N 0100

Informar o Tipo de Logradouro conforme


tabela abaixo:
01 - Bairro
02 - Bosque
03 - Chácara
04 - Conjunto
05 - Desmembramento
06 - Distrito
07 - Favela
08 - Fazenda
09 - Gleba
C 2 - N [01 a 19 e 99] -
10 - Horto
11 - Jardim
12 - Loteamento
13 - Núcleo
14 - Parque
15 - Residencial
16 - Sítio
17 - Tropical
18 - Vila
19 - Zona
99 - Outros
C 60 - N 0100

C 4 - N -

C 10 - N 0100

C 4 - N -
C 10 - N 0100

informar o endereço de correio


eletrônico do
C - - N 0100
contabilista/escritório de
contabilidade.

C 2 - N -

o valor informado no campo deve


informar o código do município do existir na Tabela de Municípios do
N 5 - N domicílio fiscal do contabilista/escritório IBGE (combinação do código da 0100
de contabilidade. UF e o código de município),
possuindo 7 dígitos.

Código - Descrição 1
203 - Diretor
204 - Conselheiro de Administração
205 - Administrador
206 - Administrador do Grupo
207 - Administrador de Sociedade Filiada
220 - Administrador Judicial – Pessoa
Física
222 - Administrador Judicial – Pessoa
Jurídica - Profissional Responsável
C 3 - N 223 - Administrador Judicial/Gestor -
226 - Gestor Judicial
309 - Procurador
312 - Inventariante
313 - Liquidante
315 - Interventor
401 - Titular Pessoa Física
801 - Empresário
900 - Contador
900 - Contabilista
999 - Outros
REG. SPED Campos
ECF VALIDAÇÃO / REGRAS ECF
PIS/Cofins relacionados

- -

0100 0930

0100 0930

REGRA_OBRIGATORIO_CONTADOR:
Campo IND_CRC (Campo 06)
obrigatório quando COD_ASSIN (Campo
0100 0930
05) for igual a 900
(Contador ou Contabilista).

0100 0930

0100
- -

0100

0100

0100

- -
0100

REGRA_OBRIGATORIO_CONTADOR:
Campo DDD (Campo 08) obrigatório
quando COD_ASSIN (Campo 05) for
- 0930
igual a 900
(Contador ou Contabilista).

REGRA_OBRIGATORIO_CONTADOR:
Campo FONE (Campo 09) obrigatório
quando COD_ASSIN (Campo 05) for
0100 0930
igual a 900
(Contador ou Contabilista).

-
0100

REGRA_OBRIGATORIO_CONTADOR:
Campo EMAIL (Campo 07) obrigatório
quando COD_ASSIN (Campo 05) for
0100 0930
igual a 900 (Contador ou Contabilista).
Para ECF

- -

0100

REGRA_TABELA_ASSINANTE_DESC:
Caso o COD_ASSIN (Campo 05) seJa
igual a 900 (Contador ou Contabilista),
verifica se a descrição informada no
- - 0930 campo IDENT_QUALIF (Campo 04)
existe na Tabela de Qualificação do
Assinante e corresponde ao campo
COD_ASSIN (Campo 05) informado.
TABELA CADASTRO ITEM NOME DO CAMPO

T003 Cadastro de Participantes 1 REGISTRO


T003 2 COD_PART

Cadastro de Participantes

T003 Cadastro de Participantes 3 NOME


T003 4 COD_PAIS

Cadastro de Participantes

T003 5 CNPJ

Cadastro de Participantes

T003 6 CPF

Cadastro de Participantes

T003 7 IE

Cadastro de Participantes

T003 8 COD_MUN

Cadastro de Participantes

T003 9 SUFRAMA
Cadastro de Participantes
T003 10 TP_LOGR

Cadastro de Participantes

T003 11 END

Cadastro de Participantes

T003 Cadastro de Participantes 12 NUM


T003 Cadastro de Participantes 13 COMPL
T003 14 TP_BAIRRO

Cadastro de Participantes

T003 Cadastro de Participantes 15 BAIRRO


T003 16 UF
Cadastro de Participantes

T003 17 CEP
Cadastro de Participantes

T003 Cadastro de Participantes 18 DDD


T003 Cadastro de Participantes 19 FONE
T003 Cadastro de Participantes 20 DDD
T003 Cadastro de Participantes 21 FAX
T003 22 EMAIL
Cadastro de Participantes

T003 23 DT_INCLUSAO
Cadastro de Participantes

T003 TP_PESSOA
Cadastro de Participantes 24

T003

Cadastro de Participantes 25 RAMO_ATV

T003
Cadastro de Participantes 26 COD_INST_ANP

T003 Cadastro de Participantes 27 COD_ATIV


T003 Cadastro de Participantes 28 COD_PAIS_EXT
T003 Cadastro de Participantes 29 LOGRAD_EXT
T003 Cadastro de Participantes 30 NR_LOGRAD_EXT
T003 Cadastro de Participantes 31 COMPLEM_EXT
T003 Cadastro de Participantes 32 BAIRRO_EXT
T003 Cadastro de Participantes 33 NOME_CIDADE_EXT
T003 Cadastro de Participantes 34 COD_POSTAL_EXT
T003 Cadastro de Participantes 35 DT_LAUDO_MOLEST_GRAVE
T003
Cadastro de Participantes 36 REL_FONTE_PAG_RESID_EXTERIOR

T003
Cadastro de Participantes 37 INSCR_MUNICIPAL
T003 Cadastro de Participantes 38 SIMPLES_NACIONAL

T003 Cadastro de Participantes 39 ENQUADRAMENTO


T003 Cadastro de Participantes 40 OBSOLETO

T003 Cadastro de Participantes 41 INDCPRB

T003 Cadastro de Participantes 42 CODTRI

T003 Cadastro de Participantes 43 EXECPAA

T003 Cadastro de Participantes 44 IND_ASSOC_DESPORT


DESCRIÇÃO CHAVE DE INTEGRAÇÃO TIPO TAM DEC OBRIG

Tipo de registro C 8 - S
X

Código de identificação do participante no arquivo. C 60 - S

Nome pessoal ou empresarial do participante. C 100 - S

Código do país do participante, conforme a tabela indicada no


N 5 - S
item 3.2.1.

CNPJ do participante. N 14 - N

CPF do participante. N 11 - N

Inscrição Estadual do participante. C 14 - N

Código do município, conforme a tabela IBGE N 5 - S

Número de inscrição do participante na Suframa C 9 - N


Tipo de Logradouro C 2 - N

Logradouro e endereço do imóvel C 60 - N

Número do imóvel C - - N
Dados complementares do endereço C 60 - N
Tipo do Bairro C 2 - N

Bairro em que o imóvel está situado C 60 - N

Sigla da unidade da federação do estabelecimento. C 2 - S

Código de Endereçamento Postal. N 8 - N

DDD do Numero de Telefone C 4 - N


Número do telefone. C 10 - N
DDD do Numero de FAX C 4 - N
Número do fax. C 10 - N

Endereço do correio eletrônico. C - - N

Data da inclusão do Participante no ERP D 8 - S

Tipo de pessoa C 1 S

Ramo de Atividade C 1 - N

Instalação ANP do Participante -


C 7 - N

Código da Atividade Econômica ANP - C 5 - N


Código do País residente ou domiciliado exterior - C 6 - N
Logradouro Residente Exterior - C 80 - N
Numero Logradouro Residente Exterior - C 10 - N
Complemento Logradouro Residente Exterior - C 30 - N
Bairro Residente Exterior - C 60 - N
Código da Atividade Econômica ANP - C 30 - N
Código Postal Residente Exteior - C 10 - N
Data do laudo de moléstia grave do participante - D 8 - N
-
Relação da fonte pagadora quando participante estrangeiro C 6 - N

Inscrição municipal -
C 10 - N
Indicador se o participante é optante do simples
nacional. - C 1- N

Número da tabela de enquadramento CODESP. - C 2- N

Contribuinte CPRB? - C 1- N

Código de Tributação do Município - C 9- N

Indicativo de Comercialização - C 1- N

Indica se o participante é uma associação


desportiva C 1- N
REG. SPED REG. SPED Campos
COMENTÁRIO VALIDAÇÃO
Fiscal PIS/Cofins relacionados

Fixo "T003"
informar o código de identificação do 0150 0150
participante no arquivo.
O código de participante, campo
COD_PART, é de livre atribuição do
estabelecimento, observado o disposto
no item 2.4.2.1. do Manual de
Orientação do Leiaute da EFD-
PIS/Cofins (ADE Cofis nº 34/2010).
REINF - Se
{indObra} for igual a 1 (Empreitada
Total) o cnpj do prestador terá que ser o
proprietário do CNO do campo
{nrInscEstab}

0150 0150
O código de país pode ser informado 0150 0150
com 5 caracteres, inclusive os zeros à
esquerda

informar o número do CNPJ do 0150 0150


participante; não informar caracteres de
formatação, tais é conferido o dígito verificador (DV) do
como: ".", "/", "-". Se COD_PAIS CNPJ informado. Obrigatoriamente um
diferente de Brasil, o campo não deve dos campos, CPF ou CNPJ, deverá ser
ser preenchido. preenchido.

informar o número do CPF do 0150 0150


participante; não utilizar os caracteres é conferido o dígito verificador (DV) do
especiais de CPF informado. Obrigatoriamente um
formatação, tais como: “.”, “/”, “-”. Se dos campos, CPF ou CNPJ, deverá ser
COD_PAIS diferente de Brasil, o campo preenchido. Obs.: Os campos 05 e 06
não deve ser preenchido. são mutuamente excludentes, sendo
obrigatório o preenchimento de um
deles quando o campo 04 estiver
preenchido com “01058” ou “1058”
(Brasil).

valida a Inscrição Estadual de acordo 0150 0150


com a UF informada no campo
COD_MUN (dois primeiros dígitos do
código de município).
o valor informado no campo deve existir 0150 0150
na Tabela de Municípios do IBGE.
Obrigatório se campo COD_PAIS for
igual a “01058” ou “1058”(Brasil). Se for
exterior, informar o campo como
“99999”.

informar o número de Inscrição do é conferido o dígito verificador (DV) do 0150 0150


participante na SUFRAMA, se houver. número de inscrição na SUFRAMA, se
informado.
Informar o Tipo de Logradouro - - -
conforme tabela abaixo:
01-Aeroporto
02-Alameda
03-Area
04-Avenida
05-Campo
06-Chacara
07-Colonia
08-Condominio
09-Conjunto
10-Distrito
11-Esplanada
12-Estacao
13-Estrada
14-Favela
15-Fazenda
16-Feira
17-Jardim
18-Ladeira
19-Lago
20-Lagoa
21-Largo [01 a 44 e 99]
22-Loteamento
23-Morro
24-Nucleo
25-Parque
26-Passarela
27-Patio
28-Praca
29-Quadra
30-Recanto
31-Residencial
32-Rodovia
33-Rua
34-Setor
35-Sitio
36-Travessa
37-Trecho
38-Trevo
39-Vale
40-Vereda
41-Via
42-Viaduto
43-Viela
44-Vila
informar o logradouro e endereço do 0150 0150
imóvel. Se o participante for do exterior,
preencher inclusive com a cidade e
país.

0150 0150
0150 0150
Informar o Tipo de Logradouro - - -
conforme tabela abaixo:
01 - Bairro
02 - Bosque
03 - Chácara
04 - Conjunto
05 - Desmembramento
06 - Distrito
07 - Favela
08 - Fazenda
09 - Gleba
10 - Horto
11 - Jardim
12 - Loteamento [01 a 19 e 99]
13 - Núcleo
14 - Parque
15 - Residencial
16 - Sítio
17 - Tropical
18 - Vila
19 - Zona
99 - Outros

0150 0150
Informar a sigla da unidade da - -
federação (UF) do estabelecimento.
informar o número do Código de - -
Endereçamento Postal - CEP, conforme
cadastro nos CORREIOS.
- -
- -
- -
- -
informar o endereço de correio - -
eletrônico do contabilista/escritório de
contabilidade.
Informar a data de inclusão do Interno Interno
participante no ERP
Informar se trata-se de 1-Pessoa Interno Interno
Física;2-Pessoa Jurídica; [1,2]

A opções são: - - -
1=Comércio
2=Serviço
[1;2;3;4]
3=Comércio e Serviço
4=Produtor Rural 5 - Indústria

DPMP DPMP -

DPMP DPMP -
- - -
- - -
- - -
- - -
- - -
- - -
- - -
- - -
- - -

Interno Interno -
Indicador de simples nacional:
0 - Não.
1 - Sim. [0,1] Interno Interno -
GISS-
ONLINE GISS-ONLINE -

É Contribuinte CPRB? Valores


válidos:
0 – Não é contribuinte da
Contribuição previdenciária
sobre a Receita Bruta –
Retenção 11%
1 – Contribuinte da
Contribuição previdenciária
sobre a receita bruta –
Retenção 3,5% [0,1]

Informar o Código de Tributação


do Município do participante.

Indicativo de Comercialização: 1
- Sim ; 0 - Não. Se for 0 será
Comercialização da Produção
por Prod. Rural
PJ/Agroindústria, exceto para
entidades executoras do PAA;
Se 1 será 8 - Comercialização da
Produção para Entidade do
Programa de Aquisição de
Alimentos - PAA; Se nota de
exportação será 9 -
Comercialização direta da
Produção no Mercado Externo. Valores Válidos: 0, 1

Indica se o participante é uma


associação desportiva
1- Sim
2- Não Valores Válidos: 1, 2
VALIDAÇÃ
O/
ECF REINF
REGRAS
ECF

R-2010

R-2010

R-2010
R-2010
R2010
{indCPRB}
/ R2020
{indCPRB}

R-2050
{indCom}

R-2030/R-
2040
NOME DO
TABELA CADASTRO ITEM DESCRIÇÃO CHAVE DE INTEGRAÇÃO
CAMPO

T003AA Alteração do Cadastro de Participantes 1 REGISTRO Tipo de registro

T003AA Alteração do Cadastro de Participantes 2 DT_ALT Data de alteração do cadastro

T003AA Alteração do Cadastro de Participantes 3 HR_ALT Hora de alteração do cadastro

T003AA Alteração do Cadastro de Participantes 4 NR_CAMPO Número do campo alterado (Somente


campos 03 a 21)

T003AA Alteração do Cadastro de Participantes 5 CONT_ANT Conteúdo anterior do campo


REG. SPED
TIPO TAM DEC OBRIG COMENTÁRIO VALIDAÇÃO REG. SPED Fiscal
PIS/Cofins

C 8 - S Fixo "T003AA" - -

N 8 - S o valor informado no campo deve estar 0175 -


entre o campo DT_INI e o campo
DT_FIN do registro 0000.
C 8 - S Interno -

C 3 - S informar o número do campo alterado, 0175 -


relativo ao registro T003 com zeros a
esquerda.
C 100 - S os dados informados neste registro são quando se tratar de alterações nos 0175 -
válidos até às 24:00 horas do dia campos CNPJ, CPF ou Inscrição
anterior à data de alteração. estadual, referidos campos serão
validados conforme as regras de
verificação de dígitos verificadores. Se
COD_Mun será verificada sua
existência na tabela IBGE
Campos
relacionados
TABELA CADASTRO ITEM NOME DO CAMPO DESCRIÇÃO

T004 Regime de Apuração da Contribuição 1 REGISTRO Tipo de registro


Previdenciária Sobre Receita Bruta
T004 Regime de Apuração da Contribuição 2 DT_MOVIMENTO Data movimento declarado
Previdenciária Sobre Receita Bruta
T004 Regime de Apuração da Contribuição 3 COD_INC_TRIB Código indicador da incidência tributária no
Previdenciária Sobre Receita Bruta período:
1 – Contribuição Previdenciária apurada no
período, exclusivamente com base na Receita
Bruta;
2 – Contribuição Previdenciária apurada no
período, com base na Receita Bruta e com base
nas Remunerações pagas, na forma dos nos
incisos I e III do art. 22 da Lei no 8.212, de
1991.

T004 Regime de Apuração da Contribuição 4 VL_REC_TOT Valor da Receita Bruta Total da Pessoa Jurídica
Previdenciária Sobre Receita Bruta no Período

T004 Regime de Apuração da Contribuição 5 VL_REC_ATIV Valor da Receita Bruta da(s) Atividade(s)
Previdenciária Sobre Receita Bruta Sujeita(s) à Contribuição Previdenciária sobre a
Receita Bruta

T004 Regime de Apuração da Contribuição 6 VL_REC_DEMAIS_ATIV Valor da Receita Bruta da(s) Atividade(s)
Previdenciária Sobre Receita Bruta Sujeita(s) à Contribuição Previdenciária sobre a
Remuneração (Incisos I e III do art. 22 da Lei nº
8.212, de 1991)

T004 Regime de Apuração da Contribuição 7 INFO_COMPL Informação complementar


Previdenciária Sobre Receita Bruta
REG. SPED
CHAVE DE INTEGRAÇÃO TIPO TAM DEC OBRIG COMENTÁRIO VALIDAÇÃO
Fiscal

C - - S Fixo "T004" -

X C 8 - S Formato: [AAAAMMDD] -

X C 1 - S informe o código indicador da Valores Válidos: [1,2] -


incidência de tributação da
contribuição previdenciária.

N - 2 S informe o valor da receita bruta -


total do estabelecimento, no
período da escrituração,
sujeitas ou não à incidência da
Contribuição Previdenciária
sobre a Receita

N - 2 S informe o valor da receita bruta -


do estabelecimento, no período
da escrituração,
correspondente às atividades
listadas nos art. 7º e 8º da Lei
nº 12.546/2011, sujeitas à
incidência da Contribuição
Previdenciária sobre a Receita.

N - 2 N informe o valor da receita bruta -


do estabelecimento, no período
da escrituração,
correspondente às atividades
não, sujeitas à incidência da
Contribuição Previdenciária
sobre a Receita.

C - - N -
Campos
REG. SPED
relacionado
PIS/Cofins
s

- Controle
interno
0145

0145

0145

0145

0145
NOME DO
TABELA CADASTRO ITEM DESCRIÇÃO CHAVE DE INTEGRAÇÃO TIPO
CAMPO

T005 Identificação das Unidades de Medida 1 REGISTRO Tipo de registro C

T005 Identificação das Unidades de Medida 2 UNID Código da unidade de medida X C

T005 Identificação das Unidades de Medida 3 DESCR Descrição da unidade de medida C

T005 Identificação das Unidades de Medida 4 UNID_ECF Código da unidade de medida ECF C
REG. SPED REG. SPED Campos
TAM DEC OBRIG COMENTÁRIO VALIDAÇÃO
Fiscal PIS/Cofins relacionados

8 - S Fixo "T005" - -

6 - S Informar o código correspondente à o valor informado neste campo deve 0190 0190
unidade de medida padrão do estoque. existir em pelo menos um registro dos
demais Blocos.
- - S não poderão ser informados os campos 0190 0190
UNID e DESCR com o mesmo
conteúdo.

Informar o código correspondente à


unidade de medida ECF de acordo com
2 - N
a tabela publicada no Manual de
Orientação ECF
NOME DO
TABELA CADASTRO ITEM DESCRIÇÃO CHAVE DE INTEGRAÇÃO TIPO
CAMPO

T006 Cadastro de Unidade de Medida para o 1 REGISTRO Tipo de registro C


Fator de Conversão
T006 Cadastro de Unidade de Medida para o 2 UNID Código da unidade de medida PADRÃO X C
Fator de Conversão do estoque
Campos
REG. SPED REG. SPED
TAM DEC OBRIG COMENTÁRIO VALIDAÇÃO relacionado
Fiscal PIS/Cofins
s
8 - S Fixo "T006" - -

6 - S Informar o código correspondente à o valor informado neste campo deve 0190 0190
unidade de medida padrão do estoque. existir em pelo menos um registro dos
demais Blocos.
NOME DO
TABELA CADASTRO ITEM DESCRIÇÃO CHAVE DE INTEGRAÇÃO TIPO
CAMPO

T006AA Fatores de Conversão de Unidade de 1 REGISTRO Tipo de registro C


Medida
T006AA Fatores de Conversão de Unidade de 2 UNID_CONV Unidade comercial a ser convertida na C
Medida unidade de estoque, referida no registro
0200.
T006AA Fatores de Conversão de Unidade de 3 FAT_CONV Fator de conversão: fator utilizado para N
Medida converter (multiplicar) a unidade a ser
convertida na unidade adotada no
inventário.
Campos
REG. SPED REG. SPED
TAM DEC OBRIG COMENTÁRIO VALIDAÇÃO relacionado
Fiscal PIS/Cofins
s
8 - S Fixo "T006AA" - -

6 - S o valor informado no campo deve existir 0220 -


no campo UNID do registro 0190.

- - S o valor informado no campo deve ser 0220 -


maior que “0” (zero).
TABELA CADASTRO ITEM NOME DO CAMPO DESCRIÇÃO

T007 Identificação do Item 1 REGISTRO Tipo de registro


(Produtos/Serviços)
T007 Identificação do Item 2 COD_ITEM Código do item
(Produtos/Serviços)

T007 Identificação do Item 3 DESCR_ITEM Descrição do item


(Produtos/Serviços)

T007 Identificação do Item 4 COD_BARRA Representação alfanumérico do código


(Produtos/Serviços) de barra do produto, se houver.

T007 Identificação do Item 5 UNID_INV Unidade de medida utilizada na


(Produtos/Serviços) quantificação de estoques.
T007 Identificação do Item 6 TIPO_ITEM Tipo do item – Atividades Industriais,
(Produtos/Serviços) Comerciais e Serviços:
00 – Mercadoria para Revenda;
01 – Matéria-Prima;
02 – Embalagem;
03 – Produto em Processo;
04 – Produto Acabado;
05 – Subproduto;
06 – Produto Intermediário;
07 – Material de Uso e Consumo;
08 – Ativo Imobilizado;
09 – Serviços;
10 – Outros insumos;
99 – Outras
T007 Identificação do Item 7 COD_NCM Código da Nomenclatura Comum do
(Produtos/Serviços) Mercosul

T007 Identificação do Item 8 EX_IPI Código EX, conforme a TIPI


(Produtos/Serviços)

T007 Identificação do Item 9 COD_GEN Código do gênero do item, conforme a


(Produtos/Serviços) Tabela 4.2.1.

T007 Identificação do Item 10 COD_LST Código do serviço conforme lista do


(Produtos/Serviços) Anexo I da Lei Complementar Federal
nº 116/03.
T007 Identificação do Item 11 COD_COMB Código do combustível, conforme tabela
(Produtos/Serviços) publicada pela ANP
T007 Identificação do Item 12 COD_TAB Código indicador da Tabela de
(Produtos/Serviços) Incidência, conforme Anexo III do
Decreto nº 6.707/08:
01 – Tabela I
02 – Tabela II
03 – Tabela III
04 – Tabela IV
05 – Tabela V
06 – Tabela VI
07 – Tabela VII
08– Tabela VIII
09 – Tabela IX
10 – Tabela X
11 – Tabela XI
12 – Tabela XII

T007 Identificação do Item 13 COD_GRU Código do grupo, conforme Anexo III do


(Produtos/Serviços) Decreto nº 6.707/08.

T007 Identificação do Item 14 ORIGEM Origem da mercadoria:


(Produtos/Serviços) 0=Nacional;
1=Estrangeira (Importacao direta);
2=Estrangeira (Adiquirida no mercado
interno)

T007 Identificação do Item 15 DT_INCLUSAO Data de inclusão do Produto no ERP


(Produtos/Serviços) para as operações do estabelecimento

T007 Identificação do Item 16 ALIQ_ICMS Alíquota de ICMS aplicável ao item nas


(Produtos/Serviços) operações
internas

T007 Identificação do Item 17 ESTOQUE Indentificador de posse da mercadoria:


(Produtos/Serviços) 1=No próprio Estabelecimento;
2=No estabelecimento de Terceiros;
3=Outros (Diversos);

T007 Identificação do Item 18 ALIQ_IPI Alíquota do IPI do produto


(Produtos/Serviços)
T007 Identificação do Item 19 RED_BC_ICMS % de Redução na base de cálculo do
(Produtos/Serviços) ICMS, nas operações internas
T007 Identificação do Item 20 COD_CFQ Informar o código da Carac. Fisico
(Produtos/Serviços) Química ANP
T007 Identificação do Item 21 COD_CNM Informar o código da Carac. não
(Produtos/Serviços) mensurável ANP
T007 Identificação do Item 22 COD_GLP Informar o código do Recipiente GLP
(Produtos/Serviços) ANP
T007 Identificação do Item 23 COD_AFE Informar o código do Método de
(Produtos/Serviços) aferição ANP
T007 Identificação do Item 24 COD_UM Informar o código da Unidade Medida
(Produtos/Serviços) ANP
T007 Identificação do Item 25 COD_CERTIF Informar o Certificado/Boletim ANP
(Produtos/Serviços)
T007 Identificação do Item 26 COD_SERV_MUN Código do Serviço Municipal conforme
(Produtos/Serviços) definido por cada prefeitura.
T007 Identificação do Item 27 TP_PRD Tipo de Produção
(Produtos/Serviços)

T007 Identificação do Item 28 CEST CEST


(Produtos/Serviços)
CHAVE DE INTEGRAÇÃO TIPO TAM DEC OBRIG COMENTÁRIO VALIDAÇÃO

C 8 - S Fixo "T007"

X C 60 - S informar com códigos próprios do


informante do arquivo os itens das
operações de entradas de mercadorias
ou aquisições de serviços, bem como
das operações de saídas de
mercadorias ou prestações de serviços.
O Código do Item deverá ser
preenchido com as informações
utilizadas na última ocorrência do
período.

C - - S são vedadas descrições diferentes para


o mesmo item ou descrições genéricas,
ressalvadas as operações abaixo,
desde que não destinada à posterior
circulação ou apropriação na produção:
1- de aquisição de "materiais para
uso/consumo" que não gerem direitos a
créditos;
2- que discriminem por gênero a
aquisição ou venda de bens
incorporados ao ativo imobilizado da
empresa;
3- que contenham os registros
consolidados relativos aos contribuintes
com atividades econômicas de
fornecimento de energia elétrica, de
fornecimento de água canalizada, de
fornecimento de gás canalizado e de
prestação de serviço de comunicação e
telecomunicação que poderão, a critério
do Fisco, utilizar registros consolidados
por classe de consumo para
representar suas saídas ou prestações.

C - - N

C 6 - N existindo informação neste campo, esta


deve existir no registro 0190, campo
UNID, respectivo.
N 2 - N informar o tipo do item aplicável. Nas [00, 01, 02, 03, 04, 05, 06, 07, 08, 09,
situações de um mesmo código de item 10, 99]
possuir mais de um tipo de item
(destinação), deve ser informado o tipo
de maior relevância.
Deve ser informada a destinação inicial
do produto, considerando-se os
conceitos:
00 - Mercadoria para revenda – produto
adquirido comercialização;
01 – Matéria-prima: a mercadoria que
componha, física e/ou quimicamente,
um produto em processo ou produto
acabado e que não seja oriunda do
processo produtivo. A mercadoria
recebida para industrialização é
classificada como Tipo 01, pois não
decorre do processo produtivo, mesmo
que no processo de produção se
produza mercadoria similar classificada
como Tipo 03;
03 – Produto em processo: o produto
que possua as seguintes
características, cumulativamente:
oriundo do processo produtivo; e,
preponderantemente, consumido no
processo produtivo. Dentre os produtos
em processo está incluído o produto
resultante caracterizado como retorno
de produção (vide conceito de retorno
de produção abaixo);
04 – Produto acabado: o produto que
possua as seguintes características,
cumulativamente: oriundo do processo
produtivo; produto final resultante do
objeto da atividade econômica do
contribuinte; e pronto para ser
comercializado;
05 - Subproduto: o produto que possua
as seguintes características,
cumulativamente: oriundo do processo
produtivo e não é objeto da produção
principal do estabelecimento; tem
aproveitamento econômico; não se
enquadre no conceito de produto em
processo (Tipo 03) ou de produto
C 8 - N É obrigatório informar o Código NCM
conforme a Nomenclatura Comum do
MERCOSUL, de acordo com o Decreto
nº 6.006/06 para:
- as empresas industriais e equiparadas
a industrial, referente aos itens
correspondentes às suas atividades
fins;
- as pessoas jurídicas, inclusive
cooperativas, que produzam
mercadorias de origem animal ou
vegetal (agroindústria), referente aos
itens correspondentes às atividades
geradoras de crédito presumido;
- as empresas que realizarem
operações de exportação ou
importação;
- as empresas atacadistas ou
industriais, referentes aos itens
representativos de vendas no mercado
interno com alíquota zero, suspensão,
isenção ou não incidência, nas
situações em que a legislação tributária
atribua o benefício a um código NCM
específico.
Nas demais situações o Campo 08
(NCM) não é de preenchimento
obrigatório.

C 3 - N informar com o Código de Exceção de


NCM, de acordo com a Tabela de
Incidência do Imposto sobre Produtos
Industrializados (TIPI), quando existir.

N 2 - N obrigatório para todos os contribuintes o valor informado no campo deve


na aquisição de produtos primários. A existir na Tabela “Gênero do Item de
Tabela Mercadoria/Serviço”, item 4.2.1 do
"Gênero do Item de Manual de Orientação do Leiaute da
Mercadoria/Serviço", referenciada no EFD-PIS/Cofins (ADE Cofis nº 34/2010).
Item 4.2.1 do Manual de Orientação do
Leiaute da EFD-PIS/Cofins (ADE Cofis
nº 34/2010), corresponde à tabela de
"Capítulos da NCM", acrescida do
código "00 - Serviço".

N 4 N informar o código de serviços, de


acordo com a Lei Complementar
116/03.
C - - N valida a Inscrição Estadual de acordo o valor informado no campo deve existir
com a UF informada no campo na tabela da ANP.
COD_MUN (dois primeiros dígitos do O código do combustível deve está
código de município). vinculado ao código do item (Campo 07
do Registro 0200) e é obrigatório
quando o produto se referir a
combustíveis e o informante do arquivo
for produtor, importador ou distribuidor
de combustível.
C 2 - N informar o código correspondente à [01, 02, 03, 04, 05, 06, 07, 08, 09, 10,
Tabela de Referência em que se 11 e 12]
enquadra a bebida, sujeita ao regime
especial de tributação (REFRI).

C 2 - N informar o código do grupo


correspondente à marca comercial da
bebida, conforme relação constante no
Anexo III do Decreto nº 6.707, de 2008,
alterado pelos Decreto nº 6.904, de
2009 e nº 7.455, de 2011.
No caso de produtos relacionados nas
Tabelas I e II do Anexo III do Decreto nº
6.707/08, informar neste Campo 03 o
código de Grupo “SN”.

C 1 - S

D 8 - S

N 6 2 N

N 1 0 N

N 5 2 N

N 5 2 N

C 3 0 N

C 2 0 N

C 2 0 N

C 3 0 N

C 2 0 N

C 10 0 N

C 20 0 N
N 1 - N Opções válidas: 1 - Produção por
Mistura; 2 - Produção Própria; 3 -
Produção por Reprocessamento.
C 7 - N
REG. SPED REG. SPED Campos
Fiscal PIS/Cofins relacionados

- -

0200 0200

0200 0200

0200 0200

0200 0200
0200 0200
0200 0200

0200 0200

0200 0200

0200 0200

0206 0206
- 0208

- 0208

0200 -

Livro RCPE Livro RCPE

Sintegra Sintegra

Sintegra Sintegra

DPMP

DPMP

DPMP

DPMP

DPMP

DPMP

GISS-
ONLINE
DPMP

0200
NOME DO
TABELA CADASTRO ITEM DESCRIÇÃO CHAVE DE INTEGRAÇÃO
CAMPO

T007AA Alteração da Identificação do Item 1 REGISTRO Tipo de registro


(Produtos/Serviços)
T007AA Alteração da Identificação do Item 2 DT_ALT Data de alteração do cadastro
(Produtos/Serviços)

T007AA Alteração da Identificação do Item 3 NR_CAMPO Número do campo alterado (Somente campos
(Produtos/Serviços) 02 a 16)

T007AA Alteração da Identificação do Item 4 CONT_ANT Conteúdo anterior do campo


(Produtos/Serviços)

T007AA Alteração da Identificação do Item


(Produtos/Serviços) 5 HR_ALT Hora de alteração do cadastro de produtos
REG. SPED REG. SPED
TIPO TAM DEC OBRIG COMENTÁRIO VALIDAÇÃO
Fiscal PIS/Cofins

C 8 - S Fixo "T007AA" - -

N 8 - S o valor informado no campo deve estar 0205 0205


entre o campo DT_INI e o campo
DT_FIN do registro 0000.
C 2 - S informar o número do campo alterado, 0205 0205
relativo aos campos do registro T007

C 100 - S os dados informados neste registro são quando se tratar de alterações nos 0205 0205
válidos até às 24:00 horas do dia campos CNPJ, CPF ou Inscrição
anterior à data de alteração. estadual, referidos campos serão
validados conforme as regras de
verificação de dígitos verificadores. Se
COD_Mun será verificada sua
existência na tabela IBGE

C 8 - S Interno
Campos
relacionados
NOME DO
TABELA CADASTRO ITEM DESCRIÇÃO CHAVE DE INTEGRAÇÃO
CAMPO

T008 Cadastro de Bens ou Componentes do 1 REGISTRO Tipo de registro


Ativo Imobilizado
T008 Cadastro de Bens ou Componentes do 2 COD_IND_BEM Código individualizado do bem ou X
Ativo Imobilizado componente adotado no controle
patrimonial do estabelecimento
informante

T008 Cadastro de Bens ou Componentes do 3 IDENT_MERC Identificação do tipo de mercadoria: X


Ativo Imobilizado 1 = bem;
2 = componente.

T008 Cadastro de Bens ou Componentes do 4 DESCR_ITEM Descrição do bem ou componente


Ativo Imobilizado (modelo, marca e outras características
necessárias a sua individualização)

T008 Cadastro de Bens ou Componentes do 5 COD_PRNC Código de cadastro do bem principal


Ativo Imobilizado nos casos em que o bem ou
componente ( campo 02) esteja
vinculado a um bem principal.

T008 Cadastro de Bens ou Componentes do 6 COD_CTA Código da conta analítica de


Ativo Imobilizado contabilização do bem ou componente
(campo 06 do Registro 0500)
T008 Cadastro de Bens ou Componentes do 7 NR_PARC Número total de parcelas a serem
Ativo Imobilizado apropriadas, segundo a legislação de
cada unidade federada

T008 Cadastro de Bens ou Componentes do 8 COD_CCUS Código do centro de custo onde o bem
Ativo Imobilizado está sendo ou será utilizado (campo 03
do Registro 0600)

T008 Cadastro de Bens ou Componentes do 9 FUNC Descrição sucinta da função do bem na


Ativo Imobilizado atividade do estabelecimento

T008 Cadastro de Bens ou Componentes do 10 VIDA_UTIL Vida útil estimada do bem, em número
Ativo Imobilizado de meses
REG. SPED REG. SPED
TIPO TAM DEC OBRIG COMENTÁRIO VALIDAÇÃO
Fiscal PIS/Cofins

C 8 - S Fixo "T008" - -

C 60 - S 0300 -

C 1 - S a) bem: uma mercadoria será 0300 -


considerada “bem” quando possua
todas as condições necessárias para
ser utilizado nas atividades do
estabelecimento. Quando se tratar de
“bem” não poderá ser informado
registro G125 com tipo de
movimentação igual a “IA”.
b) componente: uma mercadoria será
considerada “componente” quando fizer
parte de um bem móvel que estiver
sendo construído no estabelecimento
do contribuinte, onde somente o bem
móvel resultante é que possuirá as
condições necessárias para ser
utilizado nas atividades do
estabelecimento. Para “componentes”
não poderá ser informado o registro
G125 com tipo de movimentação igual a
“IM” e “CI”.

C - - S 0300 -

C 60 - N código do bem que esteja vinculado ao a) se o conteúdo do campo 0300 -


bem ou componente informado no IDENT_MERC for igual a “2”, este
campo 02, seja por se tratar: campo deve obrigatoriamente estar
a) de uma imobilização em andamento preenchido, com o código do bem
– código do bem resultante; principal;
b) de um bem vinculado a um bem b) O conteúdo deste campo deve existir
principal – código do bem principal. em outro registro no campo
COD_IND_BEM que não tenha o
campo IDENT_MERC igual a “2”.

C 60 - S conta contábil de acordo com o Plano o conteúdo informado deve existir no 0300 -
de Contas adotado pela empresa. campo COD_CTA, e ser conta do ativo
(COD_NAT_CC igual a “01”), ambos do
registro 0500 ;
N 3 - N a) número total de parcelas a serem informação obrigatória quando os 0300 -
apropriadas do bem ou componente, campos 09 e 10 do Registro G125
segundo a legislação de cada Unidade estiverem preenchidos.
Federada. A maioria das Unidades
Federadas adota o número total de
parcelas definidas na Lei
Complementar 87/96 – 48 parcelas.
Entretanto, algumas Unidades
Federadas podem definir um número
total de parcelas de forma diversa, seja
em função da periodicidade de
apuração do ICMS ou até mesmo em
função de um determinado bem;
b) esta informação é obrigatória quando
o bem ou componente gerar direito ao
crédito de ICMS no momento da sua
entrada ou consumo.

C 60 - S caso o contribuinte não adote centros o conteúdo informado deve existir no 0305 -
de custos deverão ser informados os campo COD_CCUS do registro 0600.
seguintes códigos:
a) tratando-se de atividade econômica
comercial ou de serviços:
Código “1”: área operacional;
Código “2”: área administrativa;
b) tratando-se de atividade econômica
industrial:
Código “3”: área produtiva;
Código “4”: área de apoio à produção;
Código “5”: área administrativa.

C - - S 0305 -

N 3 - N 0305 -
Campos
relacionados
NOME DO
TABELA CADASTRO ITEM DESCRIÇÃO
CAMPO

T009 Cadastro de Natureza de Operação 1 REGISTRO Tipo de registro

T009 Cadastro de Natureza de Operação 2 COD_NAT Código da natureza da operação/prestação

T009 Cadastro de Natureza de Operação 3 DESCR_NAT Descrição da natureza da operação/prestação

T009 Cadastro de Natureza de Operação 4 COD_NAT_ECF Código da natureza da operação/prestação ECF


T009 Cadastro de Natureza de Operação OBJ_OPER Objetivo da natureza de operação

T009 Cadastro de Natureza de Operação COD_OPER_ANP Código da Operação ANP

6
CHAVE DE INTEGRAÇÃO TIPO TAM DEC OBRIG COMENTÁRIO

C 8 - S Fixo "T009"
X C 10 - S informar o código da natureza da operação/prestação
C - - S informar a descrição da natureza da operação/prestação

C 5 - N Informar o código da natureza ECF da operação/prestação


- C 2 0 N

01=Uso e Consumo;
02=Comercialização;
03=Industrialização;
04=Ativo Imobilizado

- C 7 0 N
Campos
REG. SPED REG. SPED
VALIDAÇÃO relacionado
Fiscal PIS/Cofins
s
- -
0400
0400

[01;02;03;04] - -

DAPI-MG

- -

DPMP
TABELA CADASTRO ITEM NOME DO CAMPO DESCRIÇÃO CHAVE DE INTEGRAÇÃO

Cadastro de Plano de Contas


T010 1 REGISTRO Tipo de registro
Contábeis
Cadastro de Plano de Contas
T010 2 DT_ALT Data da inclusão/alteração no ERP
Contábeis

Código natureza da conta/grupo de


contas:
01 – Contas do Ativo
Cadastro de Plano de Contas 02 – Contas do Passivo
T010 3 COD_NAT
Contábeis 03 – Contas do Patrimônio Líquido
04 – Contas de Resultado
05 – Contas de Compensação
09 – Outras

Indicador do tipo de conta:


Cadastro de Plano de Contas
T010 4 IND_CTA 0=Sintética (grupo de contas);
Contábeis
1=Analítica (conta).

Cadastro de Plano de Contas Nível da conta analítica/grupo de


T010 5 NÍVEL
Contábeis contas.

Cadastro de Plano de Contas Código da conta analítica/grupo de


T010 6 COD_CTA X
Contábeis contas.

Cadastro de Plano de Contas Nome da conta analítica/grupo de


T010 7 NOME_CTA
Contábeis contas.

Código da conta correlacionada no


Cadastro de Plano de Contas
T010 8 COD_CTA_REF Plano de Contas Referenciado,
Contábeis
publicado pela RFB.

CNPJ do estabelecimento, no caso da


Cadastro de Plano de Contas
T010 9 CNPJ_EST conta informada no campo COD_CTA
Contábeis
ser específica de um estabelecimento.
Cadastro de Plano de Contas Código da Conta Superior
T010 10 COD_CTA_SUP
Contábeis

T010 Cadastro de Plano de -


Contas Contábeis 11 DATA_CRIACAO Data de Criação

T010 Cadastro de Plano de Natureza da Conta: -


Contas Contábeis 1 - Devedora
12 NATUREZA
2 - Credora
REG. SPED REG. SPED Campos
TIPO TAM DEC OBRIG COMENTÁRIO VALIDAÇÃO
Fiscal PIS/Cofins relacionados

C 8 - S Fixo "T010" - -

N 8 - S Tabela T010 0500 0500

[01; 02; 03;


C 2 - S Tabela T010 0500 0500
04; 05; 09]

C 1 - S [0,1] 0500 0500

Nível da conta analítica/grupo de


contas: Número crescente a
partir da conta/grupo de menor
detalhamento (Ativo, Passivo,
etc). Deve ser acrescido de “1” a cada
mudança de nível.
N 5 - S 0500 0500
Exemplo:
Nível 1 = Ativo
Nível 2 = Ativo Circuante
Nível 3 = Disponível
Nível 4 = Caixa Geral
Nível 5 = Caixa

: informar neste campo o código da


C 60 - S conta analítica ou sintética utilizada na 0500 0500
Escrituração Contábil da pessoa jurídica

: informar neste campo o nome da


C 60 - S conta analítica ou sintética utilizada na 0500 0500
Escrituração Contábil da pessoa jurídica

C 19 - N - 0500

No caso da conta informada no registro


ser referente a um estabelecimento
especifico da pessoa jurídica, informar
N 14 - N 0500 0500
neste campo o CNPJ do
estabelecimento a que se refere a conta
cadastrada.
Código da conta sintética/grupo de
C 60 - N contas de nível imediatamente superior.

D 8 - N Data de criação da Conta Contábil no - - - -


sistema.
C 1 - N - [1;2] - - -
ECF VALIDAÇÃO / REGRAS ECF

REGRA_DT_ALT_DATA_MAIOR: Verifica se DT_ALT (Campo 02)


J050
é menor ou igual a 0000.DT_FIN (Campo 11).

J050

Indicador do tipo de conta:


S - Sintética (grupo de contas)
J050
A - Analítica (conta)

REGRA_MAIOR_QUE_UM: Verifica se o valor informado para


NÍVEL (Campo 05) é maior que 1.
J050
REGRA_ANALITICA_NIVEL4: Verifica se NÍVEL (Campo 5) é
maior ou igual a quatro (4) para uma conta analítica patrimonial.

REGRA_ANALITICA_NIVEL4: Verifica se NÍVEL (Campo 5) é


J050
maior ou igual a quatro (4) para uma conta analítica patrimonial.

J050
REGRA_COD_CTA_SUP_OBRIGATORIO: Verifica se NÍVEL
(Campo 05) é maior que 1. Caso afirmativo, executa a
REGRA_CAMPO_OBRIGATORIO.

1. REGRA_CAMPO_OBRIGATORIO: Verifica se o campo foi


preenchido com algum valor diferente de vazio e do caractere
“espaço”.

REGRA_CTA_DE_NIVEL_SUPERIOR_INVALIDA: Verifica se
NÍVEL (Campo 05) é maior que 1. Caso afirmativo, verifica as
seguintes regras:

1. REGRA_CODIGO_CONTA_NIVEL_SUPERIOR_INVALIDO:
Verifica se COD_CTA_SUP (Campo 07) existe no plano de contas
(registro J050).

2. REGRA_CONTA_NIVEL_SUPERIOR_NAO_SINTETICA:
Localiza o registro em que o COD_CTA (Campo 06) tenha o
J050 mesmo valor do COD_CTA_SUP (Campo 07). Neste registro, o
IND_CTA (Campo 04) deve ser igual a "S" (Sintética).

3. REGRA_NIVEL_DE_CONTA_NIVEL_SUPERIOR_INVALIDO:
Localiza o registro em que o COD_CTA (Campo 06) tenha o
mesmo valor do COD_CTA_SUP (Campo 07). Neste registro, o
NÍVEL (Campo 05) deve ser menor que o nível atual.

4. Verifica se NÍVEL (Campo 05) maior que 2. Se afirmativo,


verifica a regra: REGRA_NATUREZA_CONTA: Verifica se a conta
de
nível superior tem a mesma natureza (Campo 06 – COD_NAT) da
subconta.

REGRA_CONTA_SUPERIOR_NAO_SE_APLICA: Verifica, caso o


campo NIVEL (Campo 05) seJa igual “1”, se o campo
J050 COD_CTA_SUP -
(Campo 07) não foi informado.

- -
TABELA CADASTRO ITEM NOME DO CAMPO DESCRIÇÃO CHAVE DE INTEGRAÇÃO TIPO

T010AA Plano de Contas Referencial 1 REGISTRO Tipo de registro - C

T010AA Plano de Contas Referencial 2 COD_CCUS Código do Centro de Custo - C

T010AA Plano de Contas Referencial 3 TAB_ECF Tabela Registro ECF - C

T010AA Plano de Contas Referencial 4 COD_CTA_REF Código da Conta Referencial - C

T010AA Plano de Contas Referencial 5 ANO_CALENDÁRIO Ano Calendário - C


REG. SPED REG. SPED Campos
TAM DEC OBRIG COMENTÁRIO VALIDAÇÃO
Fiscal PIS/Cofins relacionados

6 - S Fixo "T010AA" "T010AA" - - -

60 - N Código do centro de custo - - - -

Tabela referente ao Registro do ECF:


01=L100A
02=L100B
03=L100C
04=L300A
05=L300B
06=L300C
07=P100
08=P150 [01;02;03;04;05;06;07;0
2 - S 09=U100A 8;09;10;11;12;13;14;15; - - -
10=U100B 16;17;18]
11=U100C
12=U100D
13=U100E
14=U150A
15=U150B
16=U150C
17=U150D
18=U150E

Código da conta no plano de contas


referencial definido no campo TAB_ECF,
19 - S - - - -
conforme tabela publicada no Sped.

Indica o Ano Calendário para referência


da amarração com a Conta do Plano de
Contas. Útil para manter o histórico de
4 - N - - - -
amarração de anos anteriores.
ECF VALIDAÇÃO / REGRAS ECF

- -

REGRA_CCUS_NO_CENTRO_CUSTOS:
Verifica se o código do centro de custos
J051 COD_CCUS ( Campo 02 ) existe no
registro J100.

J051 -

REGRA_NAO_EXISTE_COD_CTA_REF:
Verifica se o COD_CTA_REF ( Campo
04 ) existe no plano de contas referencial.
REGRA_COD_CTA_REF_SINTETICA:
Verifica se conta informada é sintética no
J051
plano de contas referencial.
REGRA_NATUREZA_REF: Verifica se a
natureza da conta referencial utilizada é
igual a natureza da conta contábil do
registro J050.

J051 -
TABELA CADASTRO ITEM NOME DO CAMPO

T010AB SubContas Correlatas 1 REGISTRO

T010AB SubContas Correlatas 2 COD_IDT


T010AB SubContas Correlatas 3 COD_CNT_CORR

T010AB SubContas Correlatas 4 NAT_SUB_CNT

T010AB Subcontas Correlatas 5 ANO_CALENDÁRIO


DESCRIÇÃO CHAVE DE INTEGRAÇÃO TIPO TAM DEC OBRIG

Tipo de registro C 8 - S

Código de Identificação do Grupo de Conta-Subconta(s) C 6 - S


Código da Subconta Correlatas C 60 - S

Natureza da Subconta Correlata C 2 - S

Ano Calendário - C 4 - N
REG. SPED REG. SPED Campos
COMENTÁRIO VALIDAÇÃO
Fiscal PIS/Cofins relacionados

Fixo "T010AB"

Código de Identificação do Grupo de Conta-Subconta(s)


Código da Subconta Correlatas

Conforme tabela de natureza da subconta

Indica o Ano Calendário para referência da amarração com a Conta do Plano


- - - -
de Contas. Útil para manter o histórico de amarração de anos anteriores.
ECF VALIDAÇÃO / REGRAS ECF

J053

J053
J053

J053

J053 -
TABELA CADASTRO ITEM NOME DO CAMPO DESCRIÇÃO CHAVE DE INTEGRAÇÃO

T011 Cadastro de Centro de Custos 1 REGISTRO Tipo de registro


Cadastro de Centro de Custos DT_ALT Data da inclusão/alteração no ERP
T011 2

Cadastro de Centro de Custos COD_CCUS Código do centro de custos. X


T011 3

Cadastro de Centro de Custos CCUS Nome do centro de custos.


T011 4

T011 Cadastro de Centro de Custos 5 -


DATA_CRIACAO Data de Criação
REG. SPED REG. SPED Campos
TIPO TAM DEC OBRIG COMENTÁRIO VALIDAÇÃO
Fiscal PIS/Cofins relacionados

C 8 - S Fixo "T011" - -
N 008* - S 0600 0600

C 60 - S informar neste campo o código do 0600 0600


centro de custos referenciado nos
registros da EFD-PIS/Cofins.
C 60 - S informar neste campo o nome do centro 0600 0600
de custos referenciado nos registros da
EFD-PIS/Cofins.

D 8 - N Data de criação do Centro de Custos no - - - -


sistema.
ECF VALIDAÇÃO / REGRAS ECF

- -
REGRA_DT_ALT_DATA_MAIOR: Verifica se
J100 DT_ALT (Campo 02) é menor ou igual a
0000.DT_FIN (Campo 11).

J100 -

J100 -

J100 -
TABELA CADASTRO ITEM NOME DO CAMPO DESCRIÇÃO

T012 Documentos fiscais com AIDF, inclusive 1 REGISTRO Tipo de registro


os cancelados
T012 Documentos fiscais com AIDF, inclusive 2 COD_DISP Código dispositivo autorizado:
os cancelados 00 - Formulário de Segurança –
impressor autônomo
01 - FS-DA – Formulário de Segurança
para Impressão de DANFE;
02 – Formulário de segurança - NF-e;
03 - Formulário Contínuo;
04 – Blocos;
05 - Jogos Soltos .

T012 Documentos fiscais com AIDF, inclusive 3 NUM_AUT Número da autorização, conforme
os cancelados dispositivo autorizado

T012 Documentos fiscais com AIDF, inclusive 4 EMISSAO Data de Emissão da AIDF
os cancelados
T012 Documentos fiscais com AIDF, inclusive 5 DT_CANC Data de cancelamento da autorização
os cancelados AIDF
CHAVE DE INTEGRAÇÃO TIPO TAM DEC OBRIG COMENTÁRIO VALIDAÇÃO

C 8 - S Fixo "T012"

X C 2 - S [“00”,“01”,“02”,“03”,“04”,“05”]
00 – Formulário de Segurança –
Formulário utilizado pelo impressor
autônomo nos termos dos Convênios
ICMS nº 58/95 e 131/95 (vigentes até
30/06/2009) e Convênio ICMS nº 96/09
(com efeitos a partir de 01/07/2010);
01 - FS-DA – Formulário de Segurança
para Impressão de Documento Auxiliar
de Documentos Fiscais eletrônicos (NF-
e, CT-e)– Formulário utilizado para
contingência de Documentos Fiscais
eletrônicos, conforme Convênio ICMS
nº 110/08 (vigente até 30/06/2009) e
Convênio ICMS nº 96/0909 (com efeitos
a partir de 01/07/2010).
02 – Formulário de Segurança - NF-e -
Formulário autorizado nos termos dos
Convênios ICMS 58/95 e 131/95
(vigentes até 30/06/2009) e utilizados
para emissão de NF-e em contingência,
conforme Convênio ICMS 110/08
(vigente até 30/06/2009) e Convênio
ICMS 96/0909 (com efeitos a partir de
01/07/2010) e Ajuste SINIEF nº 07/2005
e suas alterações.

X N 60 - S Número da autorização, emitida pela


Secretaria estadual, para utilização dos
documentos informados no campo 2, do
respectivo intervalo informado.

N 8 - S

N 8 - N
Campos
REG. SPED REG. SPED
relacionado
Fiscal PIS/Cofins
s

1700 -

1700 -

Interno Interno

Interno Interno
TABELA CADASTRO ITEM NOME DO CAMPO DESCRIÇÃO CHAVE DE INTEGRAÇÃO

T012AA Documentos fiscais 1 REGISTRO Tipo de registro


cancelados/inutilizados
T012AA Documentos fiscais 2 COD_MOD Código do modelo do dispositivo
cancelados/inutilizados autorizado, conforme a Tabela 4.1.1

T012AA Documentos fiscais 3 SER Série do dispositivo autorizado


cancelados/inutilizados
T012AA Documentos fiscais 4 SUB Subsérie do dispositivo autorizado
cancelados/inutilizados
T012AA Documentos fiscais 5 NUM_DOC_INI Número do dispositivo autorizado
cancelados/inutilizados (utilizado) inicial

T012AA Documentos fiscais 6 NUM_DOC_FIN Número do dispositivo autorizado


cancelados/inutilizados (utilizado) final
REG. SPED REG. SPED
TIPO TAM DEC OBRIG COMENTÁRIO VALIDAÇÃO
Fiscal PIS/Cofins

C 8 - S Fixo "T012AA"

C 2 - S o valor informado deve constar na tabela 1700 -


4.1.1 do Ato COTEPE/ICMS nº 09, de 18 de
abril de 2008.
C 4 - S 1700 -

C 3 - N 1700 -

N 12 - S Número inicial do intervalo do documento, 1700/1710 -


informado no campo 02, utilizado no
período da EFD.
Nos casos de documentos eletrônicos
deverão ser informados a seriação, se
existir, e os números pré-impressos nos
respectivos documentos utilizados.

N 12 - S Número final do intervalo do documento, 1700/1710 -


informado no campo 02, utilizado no
período da EFD.
Nos casos de documentos eletrônicos
deverão ser informados a seriação, se
existir, e os números pré-impressos nos
respectivos documentos utilizados.
Campos
relacionado
s
TABELA CADASTRO ITEM NOME DO CAMPO DESCRIÇÃO

Cadastro de Documentos Fiscais (Nota 1 REGISTRO Tipo de registro


T013 Fiscal de Serviço/Mercadorias)

Cadastro de Documentos Fiscais (Nota 2 IND_OPER Indicador do tipo de operação:


Fiscal de Serviço/Mercadorias) 0 - Entrada;
T013 1 - Saída.

Cadastro de Documentos Fiscais (Nota 3 TIPO_DOC Finalidade do documento fiscal:


Fiscal de Serviço/Mercadorias) 00 - Emissão Normal;
01 - Documento de Devolução;
02 - Complemento de ICMS;
T013 03 - Complemento de IPI;
04 - Complemento de Frete;
05 - Beneficiamento;
06 - Nota Fiscal de Serviço;

Cadastro de Documentos Fiscais (Nota 4 IND_EMIT Indicador do emitente do documento


Fiscal de Serviço/Mercadorias) fiscal:
0 - Emissão Própria;
T013 1 - Emissão de Terceiros

Cadastro de Documentos Fiscais (Nota 5 COD_PART Código do participante (campo 02 do


Fiscal de Serviço/Mercadorias) Registro T003):
do emitente do documento, no caso de
emissão de terceiros;
do adquirente, no caso de serviços
prestados
T013 transportador, se houver e se
REGISTRO C160: VOLUMES
TRANSPORTADOS (CÓDIGO 01 E 04)
- EXCETO
COMBUSTÍVEIS.

Cadastro de Documentos Fiscais (Nota 6 COD_SIT Código da situação do documento


T013 Fiscal de Serviço/Mercadorias) fiscal, conforme a Tabela 4.1.2

Cadastro de Documentos Fiscais (Nota 7 SER Série do documento fiscal


Fiscal de Serviço/Mercadorias)
T013

Cadastro de Documentos Fiscais (Nota 8 SUB Subsérie do documento fiscal


T013 Fiscal de Serviço/Mercadorias)

Cadastro de Documentos Fiscais (Nota 9 NUM_DOC Número do documento fiscal ou


Fiscal de Serviço/Mercadorias) documento internacional equivalente
T013
Cadastro de Documentos Fiscais (Nota 10 DT_DOC Data da emissão do documento fiscal
Fiscal de Serviço/Mercadorias) ou dos documentos consolidados
quando se tratar do registro C600
CONSOLIDAÇÃO DIÁRIA DE NOTAS
FISCAIS/CONTAS EMITIDAS DE
ENERGIA ELÉTRICA (CÓDIGO 06),
NOTA FISCAL/CONTA DE
FORNECIMENTO D'ÁGUA
CANALIZADA (CÓDIGO 29) E NOTA
FISCAL/CONTA DE FORNECIMENTO
T013
DE GÁS (CÓDIGO 28) (EMPRESAS
OBRIGADAS OU NÃO OBRIGADAS AO
CONVENIO ICMS 115/03) –
DOCUMENTOS DE SAÍDA

Cadastro de Documentos Fiscais (Nota 11 CHV_DOC_E Chave do documento fiscal eletrônico


T013 Fiscal de Serviço/Mercadorias)

Cadastro de Documentos Fiscais (Nota 12 VL_DOC Valor total do documento Quando


Fiscal de Serviço/Mercadorias) REGISTRO C300: RESUMO DIÁRIO
DAS NOTAS FISCAIS DE VENDA A
CONSUMIDOR (CÓDIGO 02)
T013 o valor informado no campo deve ser
igual à soma do campo VL_ITEM dos
registros C321.

Cadastro de Documentos Fiscais (Nota 13 IND_PGTO Indicador do tipo de pagamento:


Fiscal de Serviço/Mercadorias) 0- À vista;
T013 1- A prazo;
2- Outros.

Cadastro de Documentos Fiscais (Nota 14 VL_DESC Valor total do desconto


T013 Fiscal de Serviço/Mercadorias)

Cadastro de Documentos Fiscais (Nota 15 COD_MOD Código do modelo do documento fiscal,


Fiscal de Serviço/Mercadorias) conforme a Tabela 4.1.1 do EFD-Fiscal.
T013

Cadastro de Documentos Fiscais (Nota 16 NUM_DOC_FIN Número do documento fiscal final


T013 Fiscal de Serviço/Mercadorias)

Cadastro de Documentos Fiscais (Nota 17 COD_CTA Código da conta analítica contábil


T013 Fiscal de Serviço/Mercadorias) debitada/creditada

Cadastro de Documentos Fiscais (Nota 18 VL_MERC Valor das mercadorias constantes no


T013 Fiscal de Serviço/Mercadorias) documento fiscal

Cadastro de Documentos Fiscais (Nota 19 DT_E_S Data da entrada ou da saída


Fiscal de Serviço/Mercadorias)
T013

Cadastro de Documentos Fiscais (Nota 20 VL_DA Valor total de despesas acessórias


T013 Fiscal de Serviço/Mercadorias) indicadas no documento fiscal

Cadastro de Documentos Fiscais (Nota 21 NOM_MEST Nome do arquivo Mestre de Documento


Fiscal de Serviço/Mercadorias) Fiscal
T013
Cadastro de Documentos Fiscais (Nota 22 CHV_COD_DIG Chave de codificação digital do arquivo
Fiscal de Serviço/Mercadorias) Mestre de Documento Fiscal

T013

Cadastro de Documentos Fiscais (Nota 23 TP_CT-e Tipo de Conhecimento de Transporte


Fiscal de Serviço/Mercadorias) Eletrônico conforme definido no Manual
de Integração do CT-e
0 - CT-e Normal;
1 - CT-e de Complemento de Valores;
T013 2 - CT-e emitido em hipótese de
anulação de débito

Cadastro de Documentos Fiscais (Nota 24 CHV_DOCE_REF Chave do documento fiscal eletrônico


T013 Fiscal de Serviço/Mercadorias) de referência cujos valores foram
complementados.
Cadastro de Documentos Fiscais (Nota 25 IND_FRT Indicador do tipo do frete:
Fiscal de Serviço/Mercadorias) 0- Por conta de terceiros;
1- Por conta do emitente;
T013 2- Por conta do destinatário;
9- Sem cobrança de frete.

Cadastro de Documentos Fiscais (Nota 26


T013 Fiscal de Serviço/Mercadorias)
VL_SEG Valor de seguro
Cadastro de Documentos Fiscais (Nota 27
T013 Fiscal de Serviço/Mercadorias)
VL_OUT_DESP Valor de outras despesas
Cadastro de Documentos Fiscais (Nota 28 VL_FRT Valor do frete
T013 Fiscal de Serviço/Mercadorias)
Cadastro de Documentos Fiscais (Nota 29 Indicador da Natureza do Frete
Fiscal de Serviço/Mercadorias) Contratado, referente a:
0 – Operações de vendas, com ônus
suportado pelo estabelecimento
vendedor;
1 – Operações de vendas, com ônus
suportado pelo adquirente;
2 – Operações de compras (bens para
revenda, matérias-prima e outros
produtos, geradores de crédito);
3 – Operações de compras (bens para
revenda, matérias-prima e outros
produtos, não geradores de crédito);
4 – Transferência de produtos acabados
entre estabelecimentos da pessoa
jurídica;
5 – Transferência de produtos em
T013 IND_NAT_FRT
elaboração entre estabelecimentos da
pessoa jurídica
9 – Outras.

Conhecimento multimodal de cargas:


Indicador da natureza do frete:
A- Negociável;
B- Não negociável

Cadastro de Documentos Fiscais (Nota 30 Abatimento não tributado e não


T013 Fiscal de Serviço/Mercadorias) VL_ABAT_NT comercial Ex. Desconto ICMS nas
remessas para ZFM.
Cadastro de Documentos Fiscais (Nota 31 NUM_AUT Número da autorização AIDF
Fiscal de Serviço/Mercadorias)
T013

Cadastro de Documentos Fiscais (Nota 32 COD_MOD_RMD Código do modelo do RMD, conforme a


Fiscal de Serviço/Mercadorias) Tabela 4.1.1 do EFD-Fiscal.

T013

Cadastro de Documentos Fiscais (Nota 33 SER_RMD Série do RMD


Fiscal de Serviço/Mercadorias)

T013

Cadastro de Documentos Fiscais (Nota 34 SUB_RMD Subsérie do RMD


Fiscal de Serviço/Mercadorias)

T013

Cadastro de Documentos Fiscais (Nota 35 NUM_DOC_RMD Número do RMD


Fiscal de Serviço/Mercadorias)

T013
Cadastro de Documentos Fiscais (Nota 36 DT_DOC_RMD Data da emissão do RMD
Fiscal de Serviço/Mercadorias)

T013

Cadastro de Documentos Fiscais (Nota 37 COD_PART_RMD Código do participante (campo 02 do


Fiscal de Serviço/Mercadorias) Registro T003):
do destinatário do RMD

T013

Cadastro de Documentos Fiscais (Nota 38 VL_SERV Valor dos serviços constantes no


T013 Fiscal de Serviço/Mercadorias) documento fiscal

Cadastro de Documentos Fiscais (Nota 39 HR_SAI_ENT Hora de Saída ou da Entrada da


T013 Fiscal de Serviço/Mercadorias) Mercadoria/Produto

Cadastro de Documentos Fiscais (Nota 40 BASEII Base Imposto Importação


T013 Fiscal de Serviço/Mercadorias)

Cadastro de Documentos Fiscais (Nota 41 IMP_IMPOR Valor do Imposto de Importação


T013 Fiscal de Serviço/Mercadorias)

Cadastro de Documentos Fiscais (Nota 42 VLR_ADU Valor Despesas Aduaneiras


T013 Fiscal de Serviço/Mercadorias) (importação)

Cadastro de Documentos Fiscais (Nota 43 VLR_IOF Valor IOF


T013 Fiscal de Serviço/Mercadorias)

Cadastro de Documentos Fiscais (Nota 44 QTD_VOL Quantidade de Volumes Transportados


T013 Fiscal de Serviço/Mercadorias)

Cadastro de Documentos Fiscais (Nota 45 ESP_VOL Espécie dos volumes transportados


T013 Fiscal de Serviço/Mercadorias)

Cadastro de Documentos Fiscais (Nota 46 MARCA Marca dos volumes transportados


T013 Fiscal de Serviço/Mercadorias)

Cadastro de Documentos Fiscais (Nota 47 NUM_VOL Numeração dos volumes transportados


T013 Fiscal de Serviço/Mercadorias)

Cadastro de Documentos Fiscais (Nota 48 PES_LIQ Peso Líquido dos Volumes


T013 Fiscal de Serviço/Mercadorias) Transportados (em Kg)

Cadastro de Documentos Fiscais (Nota 49 PES_BRT Peso Bruto dos Volumes Transportados
T013 Fiscal de Serviço/Mercadorias) (em Kg)

Cadastro de Documentos Fiscais (Nota 50 LACRES Número dos Lacres usados nos
T013 Fiscal de Serviço/Mercadorias) veículos de transporte

Cadastro de Documentos Fiscais (Nota 51 NOT_EMP Identificação da Nota de Empenho,


Fiscal de Serviço/Mercadorias) quando se tratar de compras públicas
T013
(NT 2011/004)

Cadastro de Documentos Fiscais (Nota 52 PEDIDO Número do Pedido de compra


T013 Fiscal de Serviço/Mercadorias)

Cadastro de Documentos Fiscais (Nota 53 CONTRA Número do contrato de compra


T013 Fiscal de Serviço/Mercadorias)
Cadastro de Documentos Fiscais (Nota 54 INF_ADI_CLI Informações Complementares de
T013 Fiscal de Serviço/Mercadorias) interesse do Contribuinte (Nfe)

Cadastro de Documentos Fiscais (Nota 55 INF_ADI_FIS Informações Complementares para uso


T013 Fiscal de Serviço/Mercadorias) do Fisco (Nfe)

Cadastro de Documentos Fiscais (Nota 56 DT_CANC Data de Cancelamento da Nfe


T013 Fiscal de Serviço/Mercadorias)

Cadastro de Documentos Fiscais (Nota 57 HR_AUT_NFE Hora da Autorização da Nfe


T013 Fiscal de Serviço/Mercadorias)

Cadastro de Documentos Fiscais (Nota 58 DT_AUT_NFE Data da Autorização da Nfe


T013 Fiscal de Serviço/Mercadorias)

Cadastro de Documentos Fiscais (Nota 59 NOTA_IMP Flag de Impressão


T013 Fiscal de Serviço/Mercadorias)

Cadastro de Documentos Fiscais (Nota 60 PROTOC_NFE Protocolo da Nfe Autorizada


T013 Fiscal de Serviço/Mercadorias)

Cadastro de Documentos Fiscais (Nota 61 DT_EXTEMP Data de escrituração do lançamento


T013 Fiscal de Serviço/Mercadorias) extemporâneo

Cadastro de Documentos Fiscais (Nota 62 LOC_PRESTACAO Local de prestação do município:


T013 Fiscal de Serviço/Mercadorias) Refere-se a UF e município onde o
serviço foi realizado.

Cadastro de Documentos Fiscais (Nota 63 VL_DED_ISS_MAT Abatimento de Materiais para dedução


T013 Fiscal de Serviço/Mercadorias) de ISS

Cadastro de Documentos Fiscais (Nota 64 VL_DED_ISS_SUBEMP


Abatimento de Sub-Empreitada para
T013 Fiscal de Serviço/Mercadorias) dedução de ISS

Cadastro de Documentos Fiscais (Nota 65 NR_INSC_ESTAB Número de inscrição do


Fiscal de Serviço/Mercadorias) estabelecimento da obra
T013

Cadastro de Documentos Fiscais (Nota 66 MODAL_TRANSP Modal de Transporte:


Fiscal de Serviço/Mercadorias) 1 - Rodoviário
2 - Ferroviário
3 - Rodo/Feverroviário
4 - Aquaviário
5 - Dutoviário
6 - Áereo
7 - Navegação Interior
T013 8 - Cabotagem/Longo Curso

T014 Conhecimentos de Transporte 67 Código de Origem do Município


Cadastro dos Itens dos Documentos 68 Código de Destino do Município
T015 Fiscais
Indicativo de Suspensão para os 69 UF Origem
T016 processos Administrativos e Judiciais

Cadastro de Documentos Fiscais (Nota 70


Fiscal de Serviço/Mercadorias)
Tipo Inscrição do estabelecimento da
T013 TP_INSCRICAO
obra
CHAVE DE INTEGRAÇÃO TIPO TAM DEC OBRIG COMENTÁRIO

C 8 - S Fixo "T013"

X C 1 - S Indicar o tipo da operação, conforme os códigos de


preenchimento do campo. No caso de serviço
contratado informar o valor “0” e no caso de prestação
de serviços informar o valor “1”.

X C 2 - S

X C 001* - S consideram-se de emissão própria somente os


documentos fiscais emitidos pelo estabelecimento
informado em A010. Documentos emitidos por outros
estabelecimentos, ainda que da mesma empresa,
devem ser considerados como documentos emitidos
por terceiros.

X C 60 - S o valor informado deve existir no campo COD_PART do


registro T003

X N 2 - S

X C 20 - S

X C 20 - N

X C 60 - S : Informar o número da nota fiscal ou documento


internacional equivalente. Na impossibilidade de
informar o número específico de documento fiscal, o
campo deve ser preenchido com o conteúdo “SN”.
X N 8 - S Formato: AAAAMMDD

C 60 - N Neste campo deve ser informado a chave ou código de


verificação, no caso de nota fiscal de serviço eletrônica.

N - 2 S Preencher com o valor bruto da nota fiscal

C 1 - S : informar o tipo de pagamento pactuado, independente


do pagamento ocorrer em período anterior, no próprio
período ou em período posterior ao de referência da
escrituração.

N - 2 N informar neste campo o valor do desconto discriminado


no documento fiscal

X C 2- S

N 6- N

C - - N

N - 2 N

X N 8- S Formato: AAAAMMDD

N - 2 N

C 15 - N informar o nome do volume do arquivo mestre de


documento fiscal, conforme item 4.5 do Anexo Único
(Manual de Orientação) do Convênio ICMS 115/2003.
C 32 - N chave de codificação digital do arquivo Mestre de
Documento Fiscal, conforme Parágrafo Único da
Cláusula Segunda do Convênio ICMS 115/2003.

N 1 - N

C 60 - N

C 1 - S

N - 2 N

N - 2 N

N - 2 N
C 1 - N Informar neste campo o Indicador da Natureza do Frete
Contratado.
No caso de contratação de serviços de transporte cujo
item se refira a transferência de mercadorias, produtos
acabados ou em elaboração, entre estabelecimentos
da pessoa jurídica (Indicador “4” e “5”), o Campo 04
(CST_PIS) será informado com o CST que reflita o
tratamento tributário previsto na legislação que
disciplina os créditos do regime não cumulativo. As
operações que não tem previsão de apuração de
crédito devem ser informadas com o CST “70”
(operações de aquisição sem direito a crédito).

N - 2 N

N 60 - N Número da autorização, emitida pela Secretaria


estadual, para utilização dos documentos informados
no campo 2, do respectivo intervalo informado.

C 2- N

C 20 - N

C 20 - N

C 60 - N
N 8 - N Formato: AAAAMMDD

C 60 - N o valor informado deve existir no campo COD_PART do


registro T003

N - 2 N

C 8 - N Formato: 99:99:99

N 15 2 N Formato: @E 999,999,999,999.99

N 15 2 N Formato: @E 999,999,999,999.99

N 15 2 N Formato: @E 999,999,999,999.99

N 15 2 N Formato: @E 999,999,999,999.99

N 15 2 N Formato: @E 999,999,999,999.99

C 60 - N

C 60 - N

C 60 - N

N 15 3 N Formato: @E 99,999,999,999.999

N 15 3 N Formato: @E 99,999,999,999.999

N 60 - N

C 22 - N

C 60 - N

C 60 - N
M 10 - N

M 10 - N

D 8 - N

C 8 - N

D 8 - N

C 1 - N S=Sim, N=Não, D=Denegada

C 15 - N

D 8 - N Obrigatório para Lançamentos Extemporâneos

C 7 - N Deve ser enviado o código IBGE da UF + código IBGE


do Município. Exemplo: 4209102, onde 42 é a UF e
09102 o município.

N 16 2 N

N 16 2 N

C 14 - N Deve ser um informado um código válido existente no


cadastro TAFA253 - Estabelecimento, Obras ou
Unidades de Órgão Públicos

C 1 - N Deve ser informado somente para modelo de


documentos fiscais de Transporte:
07 - NF DE SERVICO DE TRANSPORTE
08 - CONHEC. TRANSP. RODOVIARIO DE CARGAS
09 - CONHEC. TRANSP. AQUAVIARIO DE CARGAS
10 - CONHECIMENTO AEREO
11 - CONHEC. FERROVIARIO DE CARGAS
26 - CONHEC. TRANSP. MULTIMODAL DE CARGAS
27 - NF TRANSP. FERROVIARIO DE CARGA
57 - CONHEC. TRANSP. ELETRONICO - CT-E

Tipo Inscrição do estabelecimento da obra: - 1 - CNPJ;


- N 1 - N
4 - CNO
VALIDAÇÃ
Campos
REG. SPED REG. SPED O/
VALIDAÇÃO relacionado ECF REINF
Fiscal PIS/Cofins REGRAS
s
ECF
- -

C100, C500, D500


D100, 1500 e
outros

- - Definição
interna para
identificacao
dos tipos de
documentos
utilizados

C100, C500, D500


1500 e outros

Em se tratando do Registro C160 o C100, C500, D500 e


valor informado deve existir no campo 1500 e outros outros
COD_PART do registro 0150. Quando o
transportador for o próprio emitente do
documento, este campo não deve ser
preenchido

C500,D300, D200, D500


D400, 1500

C300,C350,C5 D200, D500, R-2010 {serie}/R-2020{serie}


00,D300, D600
D400, D410,
D695, 1500

C300,C350,C5 D200, D300,


00,D400, D500, D600
D410, 1500

D400, D500 R-2010 {numDocto}/R-2020{numDocto}


C300,C500,
C350, 1500
a data informada neste campo ou a C300,C350,C5 D500 R-2010 {dtEmissaoNF}/R-2020 {dtEmissaoNF}
data de execução/conclusão do serviço 00,D300,
(campo 11) deve estar compreendida D400, D410,
no período da escrituração (campos 06 1500
e 07 do registro 0000). Regra aplicável
na validação/edição de registros da
escrituração, a ser gerada com a versão
1.0.2 do Programa Validador e
Assinador da EFD-PIS/Cofins

- -

Deve ser maior que 0 C300,C350,D2 D500,D600 R-2010 {vlrBruto}/ R-2020 {vlrBruto}
00,C500,D300
, D400, 1500

Valores válidos: [0, 1, 9] - -

C350,C500,D4 D200, D300,


00, D410, D500, d600
1500
C300,C500,D2 D600
00, D300,
D400, D410,
D695, 1500

o valor informado no campo deve ser C300,D200, -


menor ou igual ao valor no campo D300, D410,
DT_FIN do registro 0000.
C300,C350 -

C350 -

Para modelos de documentos que não C500, 1500 -


possuem esta informação, informar a
mesma data do campo DT_DOC.

C500, 1500 D500, D600

C700, D695 -
não podem ser informados dois ou mais C700, D695 -
registros com a mesma combinação de
valores dos campos SER,
NRO_ORD_INI e NRO_ORD_FIN. Não
pode haver sobreposição de intervalos
para a mesma série.
Informações interestaduais devem estar
englobadas na consolidação deste
registro e também devem ser
informadas no registro 1500. Neste
caso, as informações repetidas no 1500
terão apenas efeito declaratório, não
sendo consideradas no cálculo da
apuração.
A apresentação deste registro implica a
não apresentação do registro C600.

- D100

- D100

- D100

- D300

- D300

C100 -
- D101/D105/
d170

- C100

Interno Interno

Campos a serem preenchidos quando D400 -


se tratarem de Bilhetes ( modelos 13,
14, 15 e 16). Estes campos (32, 33, 34,
35, 36 e 37) devem formar a chave de
referencia para o RMD emitido pelo
estabelecimento (Saida).

Campos a serem preenchidos quando D400 -


se tratarem de Bilhetes ( modelos 13,
14, 15 e 16). Estes campos (32, 33, 34,
35, 36 e 37) devem formar a chave de
referencia para o RMD emitido pelo
estabelecimento (Saida).

Campos a serem preenchidos quando D400 -


se tratarem de Bilhetes ( modelos 13,
14, 15 e 16). Estes campos (32, 33, 34,
35, 36 e 37) devem formar a chave de
referencia para o RMD emitido pelo
estabelecimento (Saida).

Campos a serem preenchidos quando D400 -


se tratarem de Bilhetes ( modelos 13,
14, 15 e 16). Estes campos (32, 33, 34,
35, 36 e 37) devem formar a chave de
referencia para o RMD emitido pelo
estabelecimento (Saida).
Campos a serem preenchidos quando D400 -
se tratarem de Bilhetes ( modelos 13,
14, 15 e 16). Estes campos (32, 33, 34,
35, 36 e 37) devem formar a chave de
referencia para o RMD emitido pelo
estabelecimento (Saida).

Campos a serem preenchidos quando D400 -


se tratarem de Bilhetes ( modelos 13,
14, 15 e 16). Estes campos (32, 33, 34,
35, 36 e 37) devem formar a chave de
referencia para o RMD emitido pelo
estabelecimento (Saida).

D300 -
R-2010{obs}/ R-2020{obs}

GISS-ONLINE

GISS-ONLINE

GISS-ONLINE

GISS-ONLINE R-2010

DPMP

R-2010
{tpInscEstab
[1,4] - - - - }/R-
2020{tpInsc
Estab}
20 {dtEmissaoNF}
NOME DO
TABELA CADASTRO ITEM DESCRIÇÃO CHAVE DE INTEGRAÇÃO
CAMPO

Cadastro de Informações 1 REGISTRO Tipo de registro


T013AA Complementares de Documentos
Fiscais( Modelos 01, 1B e 55 )
Cadastro de Informações 2 COD_INF Código da informação complementar do
T013AA Complementares de Documentos documento fiscal (campo 02 do Registro
Fiscais( Modelos 01, 1B e 55 ) 0450)
Cadastro de Informações 3 TXT_COMPL Descrição complementar do código de
T013AA Complementares de Documentos referência.
Fiscais( Modelos 01, 1B e 55 )
REG. SPED REG. SPED
TIPO TAM DEC OBRIG COMENTÁRIO VALIDAÇÃO
Fiscal PIS/Cofins

C 8 - S Fixo "T013AA" - -

C 6 - S 0450, C110, 0450, A110,


1500 C110

C - - N 0450, C110 0450, A110,


C110
Campos
relacionado
s
NOME DO
TABELA CADASTRO ITEM DESCRIÇÃO CHAVE DE INTEGRAÇÃO
CAMPO

T013AB OBSOLETO 1 REGISTRO Tipo de registro


OBSOLETO 2 NUM_PROC Identificação do processo ou ato
T013AB concessório
OBSOLETO 3 IND_PROC Indicador da origem do processo:
Indicador da origem do processo:
0 - SEFAZ;
1 - Justiça Federal;
T013AB 2 - Justiça Estadual;
3 – Secretaria da Receita Federal do
Brasil
9 – Outros.
REG. SPED REG. SPED
TIPO TAM DEC OBRIG COMENTÁRIO VALIDAÇÃO
Fiscal PIS/Cofins

C 8 - S Fixo "T013AB" - -
C 20 - S Múmero do processo enviado no C111 A111, C111
registro T001AB.
C 1 - S informar o número do processo judicial Valores válidos: [ 0, 1, 2, 3, 9 ] C111 A111, C111
ou do processo administrativo,
conforme o caso, que autoriza a adoção
de procedimento especifico de
apuração das contribuições sociais ou
dos créditos.
Campos
relacionado
s
TABELA CADASTRO ITEM NOME DO CAMPO DESCRIÇÃO

Cadastro de Operações de Importação 1 REGISTRO Tipo de registro


T013AC

Cadastro de Operações de Importação 2 COD_DOC_IMP Documento de importação:


0 – Declaração de Importação;
1 – Declaração Simplificada de
T013AC Importação.

Cadastro de Operações de Importação 3 NUM_DOC_IMP Número do documento de Importação.

T013AC

Cadastro de Operações de Importação 4 NUM_ACDRAW Número do Ato Concessório do regime


Drawback

T013AC

Cadastro de Operações de Importação 5 DT_PAG_PIS Data de pagamento do PIS/PASEP –


Importação

T013AC

Cadastro de Operações de Importação 6 DT_PAG_COFINS Data de pagamento do COFINS –


Importação

T013AC

Cadastro de Operações de Importação 7 LOC_EXE_SERV Local da execução do serviço:


0 – Executado no País;
1 – Executado no Exterior, cujo
T013AC resultado se verifique no País.

Cadastro de Operações de Importação 8 VL_TOT_SERV Valor total do serviço, prestado por


pessoa física ou jurídica domiciliada no
exterior.
T013AC

Cadastro de Operações de Importação 9 VL_BC_PIS Valor da base de cálculo da Operação –


T013AC PIS/PASEP – Importação
Cadastro de Operações de Importação 10 VL_PIS_IMP Valor pago/recolhido de PIS/PASEP –
T013AC Importação
Cadastro de Operações de Importação 11 VL_BC_COFINS Valor da base de cálculo da Operação –
T013AC COFINS – Importação
Cadastro de Operações de Importação 12 VL_COFINS_IMP Valor pago/recolhido de COFINS –
T013AC Importação
Cadastro de Operações de Importação 13 DT_REG Data de Registro da DI/DSI/DA
T013AC

Cadastro de Operações de Importação 14 LOC_DESEMB Local de desembaraço


T013AC

Cadastro de Operações de Importação 15 UF_DESEMB ID da UF onde ocorreu o Desembaraço


T013AC Aduaneiro
Cadastro de Operações de Importação 16 DT_DESB Data do Desembargo aduaneiro
T013AC
Cadastro de Operações de Importação 17 COD_EXP Código do exportador, usado nos
T013AC sistemas internos de informação do
emitente da NF-e
Cadastro de Operações de Importação 18 ADICAO Número da Adição
T013AC

Cadastro de Operações de Importação 19 SEQ_ADI Número sequencial do item dentro da


T013AC adição
Cadastro de Operações de Importação 20 FABRIC Código do fabricante estrangeiro, usado
T013AC nos sistemas internos de informação do
emitente da NF-e
Cadastro de Operações de Importação 21 VLR_DESC Valor do desconto do item da DI –
T013AC Adição
Cadastro de Operações de Importação 22 NUM_PED Número do pedido de compra
T013AC

Cadastro de Operações de Importação 23 IT_PED Item do pedido de compra


T013AC

Cadastro de Operações de Importação 24 BASEII Base Imposto Importação


T013AC

Cadastro de Operações de Importação 25 VLR_II Valor Imposto de Importação


T013AC

Cadastro de Operações de Importação 26 DESP_ADU Valor Despesas Aduaneiras


T013AC

Cadastro de Operações de Importação 27 VLR_IOF Valor IOF


T013AC

Cadastro de Operações de Importação 28 MOEDA Código da moeda utilizada no processo


T013AC de importação.
Cadastro de Operações de Importação 29 VL_MOEDA_ORIGEM Valor da importação na moeda origem
T013AC

Cadastro de Operações de Importação 30 VL_MOEDA_DEST Valor da importação na moeda destino.


Refere-se ao valor convertido para o
T013AC moeda destino.
CHAVE DE INTEGRAÇÃO TIPO TAM DEC OBRIG COMENTÁRIO VALIDAÇÃO

C 8 - S Fixo "T013AC"

C 1 - N

Este campo compõe a chave do registro


e deve ser informado obrigatóriamente
quando se tratar de um documento
fiscal a ser gerado no registro C120 do
Sped Fiscal e/ou Contribuições.
C 12 - N

Este campo compõe a chave do registro


e deve ser informado obrigatóriamente
quando se tratar de um documento
fiscal a ser gerado no registro C120 do
Sped Fiscal e/ou Contribuições.
C 20 - N

Este campo compõe a chave do registro


e deve ser informado obrigatóriamente
quando se tratar de um documento
fiscal a ser gerado no registro C120 do
Sped Fiscal e/ou Contribuições.
N 8 - N

Este campo compõe a chave do registro


e deve ser informado obrigatóriamente
quando se tratar de um documento
fiscal a ser gerado no registro C120 do
Sped Fiscal e/ou Contribuições.
N 8 - N

Este campo compõe a chave do registro


e deve ser informado obrigatóriamente
quando se tratar de um documento
fiscal a ser gerado no registro C120 do
Sped Fiscal e/ou Contribuições.
C 1 - N

Este campo compõe a chave do registro


e deve ser informado obrigatóriamente
quando se tratar de um documento
fiscal a ser gerado no registro C120 do
Sped Fiscal e/ou Contribuições.
N - 2 N

Este campo compõe a chave do registro


e deve ser informado obrigatóriamente
quando se tratar de um documento
fiscal a ser gerado no registro C120 do
Sped Fiscal e/ou Contribuições.
N - 2 N

N - 2 N

N - 2 N

N - 2 N

D 8 - N

C 60 - N

C 2 - N
XFUNCh2ID( xA, 'C09' , 1 )
D 8 - N
C 60 - N

C 3 - N

C 3 - N

C 60 - N

N 15 2 N
Formato: @E 999,999,999,999.99
C 18 - N

C 6 - N

N 15 2 N
Formato: @E 999,999,999,999.99
N 15 2 N
Formato: @E 999,999,999,999.99
N 15 2 N
Formato: @E 999,999,999,999.99
N 15 2 N
Formato: @E 999,999,999,999.99
C 3 0 N

N 16 2 N
Aceito somentes códigos que constam
na tabela dinâmica CZU - Tipo de
Formato: @E 999,999,999,999.99 Moeda.
N 16 2 N

Formato: @E 999,999,999,999.99
Campos
REG. SPED REG. SPED
relacionado
Fiscal PIS/Cofins
s
- -

C120 C120, C199

C120 C120, C199

C120 C120, C199


-

A120
-

A120
-

A120
-

A120
-
A120

C120 A120,C120
-
A120

C120 A120,C120
DIAP

DIAP

DIAP
TABELA CADASTRO ITEM NOME DO CAMPO DESCRIÇÃO

T013AD Modais de transporte (Modelo 26) 1 REGISTRO Tipo de registro


T013AD Modais de transporte (Modelo 26) 2 NUM_SEQ Número de ordem sequencial do modal

T013AD Modais de transporte (Modelo 26) 3 IND_EMIT Indicador do emitente do documento


fiscal:
0- Emissão própria;
1- Terceiros

T013AD Modais de transporte (Modelo 26) 4 COD_PART_EMIT Código do participante emitente do


modal (campo 02 do registro T003).

T013AD Modais de transporte (Modelo 26) 5 COD_PART_TOM Código do participante tomador do


modal (campo 02 do registro T003).

T013AD Modais de transporte (Modelo 26) 6 COD_MOD Código do modelo do documento fiscal,
conforme a Tabela 4.1.1
T013AD Modais de transporte (Modelo 26) 7 SER Série do documento fiscal
T013AD Modais de transporte (Modelo 26) 8 SUB Subsérie do documento fiscal
T013AD Modais de transporte (Modelo 26) 9 NUM_DOC Número do documento fiscal

T013AD Modais de transporte (Modelo 26) 10 DT_DOC Data da emissão do documento fiscal

T013AD Modais de transporte (Modelo 26) 11 VL_DOC Valor total do documento fiscal
CHAVE DE INTEGRAÇÃO TIPO TAM DEC OBRIG COMENTÁRIO VALIDAÇÃO

C 8 - S Fixo "T013AD"
N - - S

C 1 - S

C 60 - S Base para gerar as informações do


emitente deste registro
(CNPJ_CPF_EMIT,UF_EMIT,IE_EMIT,C
OD_MUN_ORIG)

C 60 - S Base para gerar as informações do


emitente deste registro
(CNPJ_CPF_TOM,UF_TOM,IE_TOM,C
OD_MUN_DEST)

C 2 - S

C 4 - S
N 3 - N
N 9 - S o valor informado no campo deve ser
maior que “0” (zero).
N 8 - S informar a data de emissão do o valor informado no campo deve ser
documento fiscal, no formato menor ou igual ao campo DT_FIN do
“AAAAMMDD”, excluindo-se quaisquer registro 0000.
caracteres de separação, tais como: “.”,
“/”, “-”.

N - 2 S
Campos
REG. SPED REG. SPED
relacionado
Fiscal PIS/Cofins
s

D180 -

D180 -

D180 -

D180 -

D180 -

D180 -
D180 -
D180 -

D180 -

D180 -
NOME DO
TABELA CADASTRO ITEM DESCRIÇÃO CHAVE DE INTEGRAÇÃO
CAMPO

Cadastro de Documento de 1 REGISTRO Tipo de registro


T013AE Arrecadação referenciado
Cadastro de Documento de 2 COD_DA Código do modelo do documento de
Arrecadação referenciado arrecadação :
0 - documento estadual de arrecadação
T013AE 1 – GNRE

Cadastro de Documento de 3 NUM_DA Número do documento de arrecadação


T013AE Arrecadação referenciado
REG. SPED REG. SPED
TIPO TAM DEC OBRIG COMENTÁRIO VALIDAÇÃO
Fiscal PIS/Cofins

C 8 - S Fixo "T013AE" - -

C 1 - S

C112 -
C - - N
C112 -
Campos
relacionado
s
NOME DO
TABELA CADASTRO ITEM DESCRIÇÃO
CAMPO

Cadastro de Documento Fiscal 1 REGISTRO Tipo de registro


T013AF Referenciado
Cadastro de Documento Fiscal 2 IND_OPER Indicador do tipo de operação:
T013AF Referenciado 0- Entrada/aquisição;
1- Saída/prestação
Cadastro de Documento Fiscal 3 COD_PART Código do participante emitente (campo
T013AF Referenciado 02 do Registro 0150) do documento
referenciado.

Cadastro de Documento Fiscal 4 IND_EMIT Indicador do emitente do título:


T013AF Referenciado 0- Emissão própria;
1- Terceiros
Cadastro de Documento Fiscal 5 SUB Subsérie do documento fiscal
T013AF Referenciado
Cadastro de Documento Fiscal 6 COD_MOD Código do documento fiscal, conforme a
T013AF Referenciado Tabela 4.1.1
Cadastro de Documento Fiscal 7 SER Série do documento fiscal
T013AF Referenciado
Cadastro de Documento Fiscal 8 NUM_DOC Número do documento fiscal
T013AF Referenciado
Cadastro de Documento Fiscal 9 DT_DOC Data da emissão do documento fiscal.
T013AF Referenciado
Cadastro de Documentos Fiscais 10 COD_REF Código do motivo da referência
Referenciados

T013AF

Cadastro de Documentos Fiscais 11 DESC_REF Descrição do motivo da Referência


T013AF Referenciados
Cadastro de Documentos Fiscais 12 AIDF Número da Autorização para
T013AF Referenciados Impressão de Documentos Fiscais.
T013AF Cadastro de Documentos Fiscais 13 CHV_DOCe Chave do Documento Eletrônico
Referenciados
CHAVE DE INTEGRAÇÃO TIPO TAM DEC OBRIG COMENTÁRIO VALIDAÇÃO

C 8 - S Fixo "T013AF"

C 1 - S

C 60 - S

C 1 - S

N 3 - N

C 2 - S

C 4 - N

N 9 - S

N 8 - S Formato: AAAAMMDD

- N 2 - N Os códigos aceitos são: [4;11;13;99]


4 - Emissão de documento fiscal para
acobertamento de cupom ECF
11 - Globalização de vendas de
mercadorias efetuadas fora do
estabelecimento
13 - Bilhetes de passagem incluídos em
resumo movimento diário.
99 - Outras Situações

- M 100 - N - -

- N 11 - N - -

- C 44 - N -

Informar a chave da NF-e, para


documentos de COD_MOD igual a “55”,
ou informar a chave do conhecimento
de transporte eletrônico, para
documentos de COD_MOD igual a “57”
(a vigorar a partir de 01/01/2017).
Campos
REG. SPED REG. SPED
relacionado
Fiscal PIS/Cofins
s
- -

C113 -

C113 -

C113 -

C113 -

C113 -

C113 -

C113 -

C113 -

DIEF CE - - - -

DIEF CE - - - -

DIEF CE - - - -

C113 - -
NOME DO
TABELA CADASTRO ITEM DESCRIÇÃO CHAVE DE INTEGRAÇÃO
CAMPO

Cadastro de Cupom Fiscal 1 REGISTRO Tipo de registro


T013AG Referenciado
Cadastro de Cupom Fiscal 2 IDENT_EC Código único de identificação do
T013AG Referenciado F ECF/SAT-CF no Estabelecimento.
Cadastro de Cupom Fiscal 3 COD_MOD Código do modelo do documento fiscal,
T013AG Referenciado conforme a tabela indicada no item
4.1.1
Cadastro de Cupom Fiscal 4 NUM_DOC Número do documento fiscal
T013AG Referenciado
Cadastro de Cupom Fiscal 5 DT_DOC Data da emissão do documento fiscal
T013AG Referenciado
Cadastro de Cupom Fiscal 6 CHV_CFE Chave do Cupom Fiscal Eletrônico
T013AG Referenciado
REG. SPED REG. SPED
TIPO TAM DEC OBRIG COMENTÁRIO VALIDAÇÃO
Fiscal PIS/Cofins

C 8 - S Fixo "T013AG" - -

C 20 - S
C114,C116 -
C 2 - S [02, 2D, 2E ou 59]

C114,C116 -
N 9 - S
C114, C116 -
N 8 - S Formato: AAAAMMDD
C114, C116 -
N 44 - N
C116 -
Campos
relacionado
s
TABELA CADASTRO ITEM NOME DO CAMPO DESCRIÇÃO

Cadastro de Coleta e/ou 1 REGISTRO Tipo de registro


T013AH Entrega( Modelos 01, 1B e 04 )
Cadastro de Coleta e/ou 2 IND_CARGA Indicador do tipo de transporte:
Entrega( Modelos 01, 1B e 04 ) 0 – Rodoviário;
1 – Ferroviário;
2 – Rodo-Ferroviário;
T013AH 3 – Aquaviário;
4 – Dutoviário;
5 – Aéreo;
9 – Outros.

Cadastro de Coleta e/ou 3 COD_PART_COL Código do participante da coleta das


Entrega( Modelos 01, 1B e 04 ) mercadorias que constam na nota
T013AH fiscal. (campo 02 do registro T003).

Cadastro de Coleta e/ou 4 COD_PART_ENTG Código do participante de entrega das


Entrega( Modelos 01, 1B e 04 ) mercadorias que constam na nota
T013AH fiscal. (campo 02 do registro T003).
CHAVE DE INTEGRAÇÃO TIPO TAM DEC OBRIG COMENTÁRIO VALIDAÇÃO

C 8 - S Fixo "T013AH"

N 1 - S

C 60 - S Base para gerar as informações do


emitente deste registro (CNPJ_COL,
IE_COL, CPF_COL, COD_MUN_COL)

C 60 - S Base para gerar as informações do


emitente deste registro (CNPJ_ENTG,
IE_ENTG, CPF_ENTG,
COD_MUN_ENTG)
Campos
REG. SPED REG. SPED
relacionado
Fiscal PIS/Cofins
s
- -

C115 -
-

C115
-

C115
NOME DO
TABELA CADASTRO ITEM DESCRIÇÃO CHAVE DE INTEGRAÇÃO TIPO
CAMPO

T013AI Cadastro de Faturas( Modelo 01 ) 1 REGISTRO Tipo de registro C


Cadastro de Faturas( Modelo 01 ) 2 IND_EMIT Indicador do emitente do título: C
T013AI 0- Emissão própria;
1- Terceiros
Cadastro de Faturas( Modelo 01 ) 3 IND_TIT Indicador do tipo de título de crédito: C
00- Duplicata;
01 - Cheque;
T013AI 02 - Promissória;
03 - Recibo
99 - Outros (descrever)

Cadastro de Faturas( Modelo 01 ) 4 DESC_TIT Descrição complementar do título de C


T013AI crédito
Cadastro de Faturas( Modelo 01 ) 5 NUM_TIT Número ou código identificador do título C
T013AI de credito
Cadastro de Faturas( Modelo 01 ) 6 QTD_PARC Quantidade de parcelas a N
T013AI receber/pagar
T013AI Cadastro de Faturas( Modelo 01 ) 7 VL_TIT Valor total dos títulos de créditos N

T013AI Cadastro de Faturas( Modelo 01 )


8 VL_DESC Valor do Desconto N
T013AI Cadastro de Faturas( Modelo 01 )
9 VL_LIQ Valor Líquido da Fatura N
Campos
REG. SPED REG. SPED
TAM DEC OBRIG COMENTÁRIO VALIDAÇÃO relacionado
Fiscal PIS/Cofins
s
8 - S Fixo "T013AI" - -
1 - S

C140 -
2 - S

C140 -
- - N
C140 -
- - S
C140 -
2 - S
C140 -
- 2 S -
C140
15 2 N Formato: @E 999,999,999,999.99 - -
15 2 N Formato: @E 999,999,999,999.99 - -
TABELA CADASTRO ITEM NOME DO CAMPO DESCRIÇÃO

T013AJ Cadastro de Vencimento de Faturas 1 REGISTRO Tipo de registro

T013AJ Cadastro de Vencimento de Faturas 2 NUM_PARC Número da parcela a receber/pagar

T013AJ Cadastro de Vencimento de Faturas 3 DT_VCTO Data de vencimento da parcela

T013AJ Cadastro de Vencimento de Faturas 4 VL_PARC Valor da parcela a receber/pagar


CHAVE DE INTEGRAÇÃO TIPO TAM DEC OBRIG COMENTÁRIO VALIDAÇÃO

C 8 - S Fixo "T013AJ"
N 2 - S
N 8 - S Formato: AAAAMMDD
N - 2 S
Campos
REG. SPED REG. SPED
relacionado
Fiscal PIS/Cofins
s
- -

C141 -
C141 -
C141 -
NOME DO
TABELA CADASTRO ITEM DESCRIÇÃO
CAMPO

Cadastro Complementar de Volumes 1 REGISTRO Tipo de registro


Transportados e Operações com
T013AK Combustíveis( Modelos 01 e 04 )

Cadastro Complementar de Volumes 2 COD_PART Código do participante (campo 02 do


Transportados e Operações com Registro
Combustíveis( Modelos 01 e 04 ) 0150):
T013AK - transportador, se houver

Cadastro Complementar de Volumes 3 PLACA Deve representar um código particular


Transportados e Operações com do sistema legado objeto da integração
Combustíveis( Modelos 01 e 04 ) caso tenha um identificador diferente do
T013AK ID
deste registro.

Cadastro Complementar de Volumes 4 COD_AUT Código da autorização fornecido pela


Transportados e Operações com SEFAZ (combustíveis)
T013AK Combustíveis( Modelos 01 e 04 )

Cadastro Complementar de Volumes 5 NR_PASSE Número do Passe Fiscal


Transportados e Operações com
T013AK Combustíveis( Modelos 01 e 04 )

Cadastro Complementar de Volumes 6 HORA Hora da saída das mercadorias


Transportados e Operações com
T013AK Combustíveis( Modelos 01 e 04 )

Cadastro Complementar de Volumes 7 TEMPER Temperatura em graus Celsius utilizada


Transportados e Operações com para quantificação do volu,e de
T013AK Combustíveis( Modelos 01 e 04 ) combustível

Cadastro Complementar de Volumes 8 QTD_VOL Quantidade de volumes transportados


Transportados e Operações com
T013AK Combustíveis( Modelos 01 e 04 )

Cadastro Complementar de Volumes 9 PESO_BRT Peso bruto dos volumes transportados


Transportados e Operações com (em Kg)
T013AK Combustíveis( Modelos 01 e 04 )

Cadastro Complementar de Volumes 10 PESO_LIQ Peso líquido dos volumes transportados


Transportados e Operações com (em Kg)
T013AK Combustíveis( Modelos 01 e 04 )

Cadastro Complementar de Volumes 11 NOM_MOT Nome do motorista


Transportados e Operações com
T013AK Combustíveis( Modelos 01 e 04 )

Cadastro Complementar de Volumes 12 CPF CPF do motorista


Transportados e Operações com
T013AK Combustíveis( Modelos 01 e 04 )
CHAVE DE INTEGRAÇÃO TIPO TAM DEC OBRIG COMENTÁRIO VALIDAÇÃO

C 8 - S Fixo "T013AK"

C 60 - N

C 7 - S

C - - N

C - - N

N 6 - S

N - 1 N

N - - S

N - 2 S

N - 2 S

C 60 - N

N 11 - N
Ativar modelo 01 para 55 C3A_CPARCO / C3A_PAREN - C1H_ID
Campos
REG. SPED REG. SPED
relacionado
Fiscal PIS/Cofins
s
- -

C160, C165 -

C160,C165 -

C165 -

C165 -

C165 -

C165 -

C160,C165 -

C160,C165 -

C160,C165 -

C165 -

C165 -
NOME DO
TABELA CADASTRO ITEM DESCRIÇÃO CHAVE DE INTEGRAÇÃO
CAMPO

T013AL Observações do Lançamento Fiscal 1 REGISTRO Tipo de registro


( Modelos 01, 1B, 04 e 55 )
T013AL Observações do Lançamento Fiscal 2 COD_OBS Código da observação do lançamento
( Modelos 01, 1B, 04 e 55 ) fiscal (campo 02 do Registro 0460)

T013AL Observações do Lançamento Fiscal 3 TXT_COMP Descrição complementar do código de


( Modelos 01, 1B, 04 e 55 ) L observação.
REG. SPED REG. SPED
TIPO TAM DEC OBRIG COMENTÁRIO VALIDAÇÃO
Fiscal PIS/Cofins

C 8 - S Fixo "T013AL" - -

C 6 - S o código informado deve constar do C195, D195 -


registro T001AL

C - - N utilizado para complementar C195, D195 -


observação, cujo código é de
informação genérica.
Campos
relacionado
s
TABELA CADASTRO ITEM NOME DO CAMPO DESCRIÇÃO

T013AM Outras obrigacoes tributarias, ajustes e 1 REGISTRO Tipo de registro


informacoes de valores provenientes
dos documentos fiscais.

T013AM Outras obrigacoes tributarias, ajustes e 2 COD_AJ Código do ajustes/benefício/incentivo,


informacoes de valores provenientes conforme tabela indicada no item 5.3.
dos documentos fiscais.

T013AM Outras obrigacoes tributarias, ajustes e 3 DESCR_COMPL_AJ Descrição complementar do ajuste da


informacoes de valores provenientes apuração
dos documentos fiscais.

T013AM Outras obrigacoes tributarias, ajustes e 4 COD_ITEM Código do item (campo 02 do Registro
informacoes de valores provenientes T007)
dos documentos fiscais.

T013AM Outras obrigacoes tributarias, ajustes e 5 VL_BC_ICMS Base de cálculo do ICMS ou do ICMS
informacoes de valores provenientes ST
dos documentos fiscais.

T013AM Outras obrigacoes tributarias, ajustes e 6 ALIQ_ICMS Alíquota do ICMS


informacoes de valores provenientes
dos documentos fiscais.

T013AM Outras obrigacoes tributarias, ajustes e 7 VL_ICMS Valor do ICMS ou do ICMS ST


informacoes de valores provenientes
dos documentos fiscais.

T013AM Outras obrigacoes tributarias, ajustes e 8 VL_OUTROS Outros valores


informacoes de valores provenientes
dos documentos fiscais.

T013AM Outras obrigacoes tributarias, ajustes e 9 COD_SUBITEM Código do Subitem


informacoes de valores provenientes
dos documentos fiscais.

T013AM Informações adicionais dos ajustes 10 COD_MOT Código que justificava o ajuste
da Apuracão - Identificação dos fiscal, conforme código
documentos fiscais disponibilizado pela SEFAZ do
Estado.

T013AM Informações adicionais dos ajustes 11 DT_VISTO Data em que a nota fiscal foi visada
da Apuracão - Identificação dos pela repartição fazendária do
documentos fiscais destinatário
CHAVE DE INTEGRAÇÃO TIPO TAM DEC OBRIG COMENTÁRIO VALIDAÇÃO

C 8 - S Fixo "T013AM"

C 010* S

C - N

C 60 N deve ser informado se o


ajuste/benefício for relacionado ao
produto. Porém, quando não houver
registro C170, como NF-e de emissão
própria, o COD_ITEM deverá estar
informado no registro 0200.

N - 2 N

N 6 2 N

N - 2 N valor do montante do ajuste do imposto.


Para ajustes referentes a ICMS-ST, o
campo VL_ICMS deve conter o valor do
ICMS-ST. Os dados que gerarem
crédito ou débito (ou seja, aqueles que
não são simplesmente informativos)
serão somados na apuração, assim
como os registros C190.

N - 2 N preencher com outros valores, quando


o código do ajuste for informativo,
conforme Tabela 5.3 do Ato
COTEPE/ICMS nº 09, de 18 de abril de
2008.

C 5 N

- C 5 0 N - -

- D 8 0 N Formato: AAAAMMDD -
Campos
REG. SPED REG. SPED
GIA-SP relacionado
Fiscal PIS/Cofins
s

C197,D197 -

C197,D197 -

C197,D197 -

C197,D197 -

C197,D197 -

C197,D197 -

C197,D197 -

- CR=20

- - -

DAPI-MG,
GIA/RS

- - -

DAPI-MG
TABELA CADASTRO ITEM NOME DO CAMPO DESCRIÇÃO

T013AN Complemento do Documento 1 REGISTRO Tipo de registro


Fiscal( Modelos 06, 28 e 29 )
T013AN Complemento do Documento 2 COD_CONS Código de classe de consumo de
Fiscal( Modelos 06, 28 e 29 ) energia elétrica ou gás:
01 - Comercial;
02 - Consumo Próprio;
03 - Iluminação Pública;
04 - Industrial;
05 - Poder Público;
06 - Residencial;
07 - Rural;
08 -Serviço Público.

Código de classe de consumo de


Fornecimento D´água – Tabela 4.4.2.

T013AN Complemento do Documento 3 TP_LIGACAO Código de tipo de Ligação


Fiscal( Modelos 06, 28 e 29 ) 1 - Monofásico
2 - Bifásico
3 - Trifásico

T013AN Complemento do Documento 4 COD_GRUPO_TENSAO Código de grupo de tensão:


Fiscal( Modelos 06, 28 e 29 ) 01 - A1 - Alta Tensão (230kV ou Mais)
02 - A2 - Alta Tensão (88 a 138kV)
03 - A3 - Alta Tensão (69kV)
04 - A3a - Alta Tensão (30kV a 44kV)
05 - A4 - Alta Tensão (2,3kV a 25kV)
06 - AS - Alta Tensão Subterrâneo 06
07 - B1 - Residencial 07
08 - B1 - Residencial Baixa Renda 08
09 - B2 - Rural 09
10 - B2 - Cooperativa de Eletrificação
Rural
11 - B2 - Serviço Público de Irrigação
12 - B3 - Demais Classes
13 - B4a - Iluminação Pública - rede de
distribuição
14 - B4b - Iluminação Pública - bulbo de
lâmpada

T013AN Complemento do Documento 5 VL_TERC Valor total cobrado em nome de


Fiscal( Modelos 06, 28 e 29 ) terceiros

T013AN Complemento do Documento 6 CONS Consumo total acumulado, em kWh


Fiscal( Modelos 06, 28 e 29 ) (Código 06)
T013AN Complemento do Documento 7 VL_SERV_NT Valor total dos serviços não-tributados
Fiscal( Modelos 06, 28 e 29 ) pelo ICMS

T013AN Complemento do Documento 8 VL_FORN Valor total fornecido/consumido


Fiscal( Modelos 06, 28 e 29 )
CHAVE DE INTEGRAÇÃO TIPO TAM DEC OBRIG COMENTÁRIO VALIDAÇÃO

C 8 - S Fixo "T013AN"

C 002* - S Se o modelo for 06 (energia elétrica) ou


28 (gás canalizado), os valores válidos
são [01, 02, 03, 04, 05, 06, 07, 08]. Se o
modelo for 29 (água canalizada), o
valor deve constar da Tabela 4.4.2 do
Ato COTEPE/ICMS nº 09, de 18 de abril
de 2008.

N 001* - N Preenchimento obrigatório nas


operações de saídas, se modelo igual a
“06”.

C 002* - N Preenchimento obrigatório nas


operações de saídas, se modelo igual a
“06”.

N - 2 N

N - - N

N - - N

N - 2
Campos
REG. SPED REG. SPED
relacionado
Fiscal PIS/Cofins
s
- -

C500, C600
C600, 1500

C500, 1500 -

C500, 1500 -

C500, C600
C600, 1500

C600 C600

C500, C600
C600, 1500

C500, C600
C600, 1500
TABELA CADASTRO ITEM NOME DO CAMPO DESCRIÇÃO

T013AO Complemento do Documento Fiscal - 1 REGISTRO Tipo de registro


Modelos 08, 8B e 26
T013AO Complemento do Documento Fiscal - 2 UF_MUN_ORIG Sigla da UF para o municipio de origem
Modelos 08, 8B e 26
T013AO Complemento do Documento Fiscal - 3 COD_MUN_ORIG Código do município de origem do
Modelos 08, 8B e 26 serviço,
conforme a tabela IBGE

T013AO Complemento do Documento Fiscal - 4 UF_MUN_DEST Sigla da UF para o municipio de


Modelos 08, 8B e 26 destino
T013AO Complemento do Documento Fiscal - 5 COD_MUN_DEST Código do município de destino,
Modelos 08, 8B e 26 conforme a tabela IBGE
T013AO Complemento do Documento Fiscal - 6 VEIC_ID Deve representar um código particular
Modelos 08, 8B e 26 do sistema legado objeto da integração
caso tenha um identificador diferente
do ID
deste registro.

T013AO Complemento do Documento Fiscal - 7 COD_PART_CONSG Código do participante (campo 02 do


Modelos 08, 8B e 26 Registro T003):
- consignatário, se houver

T013AO Complemento do Documento Fiscal - 8 COD_PART_RED Código do participante (campo 02 do


Modelos 08, 8B e 26 Registro T003):
- redespachado, se houver
T013AO Complemento do Documento Fiscal - 9 IND_FRT_RED Indicador do tipo do frete da operação
Modelos 08, 8B e 26 de redespacho:
0 – Sem redespacho;
1 - Por conta do emitente;
2 - Por conta do destinatário;
9 – Outros.

T013AO Complemento do Documento Fiscal - 10 VL_LIQ_FRT Valor líquido do frete


Modelos 08, 8B e 26

T013AO Complemento do Documento Fiscal - 11 VL_SEC_CAT Soma de valores de Sec/Cat (serviços


Modelos 08, 8B e 26 de coleta/custo adicional de transporte)

T013AO Complemento do Documento Fiscal - 12 VL_DESP Soma de valores de despacho


Modelos 08, 8B e 26
T013AO Complemento do Documento Fiscal - 13 VL_PEDG Soma dos valores de pedágio
Modelos 08, 8B e 26
T013AO Complemento do Documento Fiscal - 14 VL_OUT Outros valores
Modelos 08, 8B e 26
T013AO Complemento do Documento Fiscal - 15 VL_FRT Valor total do frete
Modelos 08, 8B e 26

T013AO Complemento do Documento Fiscal - 16 VL_GRIS Valor do gris (gerenciamento de risco)


Modelos 08, 8B e 26
T013AO Complemento do Documento Fiscal - 17 IND_NAT_FRT Indicador da natureza do frete:
Modelos 08, 8B e 26 0- Negociável;
1- Não negociável
CHAVE DE INTEGRAÇÃO TIPO TAM DEC OBRIG COMENTÁRIO

C 8 - S Fixo "T013AO"

C 2 S

C 5 S

C 2 S

C 5 S

C 6 N

C 60 - N preencher com a informação constante no corpo


do Conhecimento de Transporte Rodoviário de
Cargas (CTRC) no campo consignatário.

C 60 - N preencher com a informação constante no corpo


do CTRC no campo redespacho.

C 1 - N inclusive subcontratação, que é a contratação de


outra transportadora para cumprir todo o trecho
do frete. Neste caso, para subcontratação, o
valor deste campo pode ser qualquer um dos
valores previstos.
No redespacho ou subcontratação, a
subcontratada fornecerá na sua declaração o
D100 correspondente ao D130 fornecido pela
empresa que contratou o redespacho ou
subcontratou a prestação.

N - 2 S

N - 2 N

N - 2 N

N - 2 N

N - 2 N

N - 2 N

N - 2 N
C 1 - N Complemento do Conhecimento Multimodal de
Cargas pode ser negociado em instituição
financeira, em um processo semelhante ao
desconto de duplicata bancária.
REG. Campos
VALIDAÇÃO REG. SPED Fiscal SPED relacionado
PIS/Cofins s

- -

Preencher com EX, D130 , D170 -


se Exterior
Preencher com 99999, D130, D170 -
se Exterior

Preencher com EX, D130 , D170 -


se Exterior
Preencher com 99999, D130 , D170 -
se Exterior
D130 , D170 -

o valor informado deve existir no D130 , D170 -


campo COD_PART do registro
0150.

o valor informado deve existir no D130 , D170 -


campo COD_PART do registro
0150.
D130 , D170 -

o valor informado no campo deve D130 , D170 -


ser maior que “0” (zero), se o
campo IND_FRT do registro D100
for diferente de 9 (Sem frete).

D130 -

D130 -

D130 , D170 -

D130 , D170 -

o valor informado no campo deve D130 , D170 -


ser maior que “0” (zero), se o
campo IND_FRT do registro D100
for diferente de 9 (Sem frete).

D170 -
D170 -
TABELA CADASTRO ITEM NOME DO CAMPO DESCRIÇÃO

T013AP Cadastro dos Tributos por Documentos 1 REGISTRO Tipo de registro


Fiscais (Nota Fiscal de
Serviço/Mercadorias)
T013AP Cadastro dos Tributos por Documentos 2 COD_TRIB Informar o codigo que corresponde ao
Fiscais (Nota Fiscal de tributo:
Serviço/Mercadorias) 01=ISSQN;
02=ICMS;
03=ICMS Complementar;
04=ICMS/ST;
05=IPI;
06=PIS;
07=Cofins;
08=PIS/ST;
09=Cofins/ST;
10=Pis Retencao;
11=Cofins Retencao;
12=IR;
13=Previdencia;
14=PIS Importacao;
15=Cofins Importacao;
16=ISSQN Retido;
17=ICMS Antecipado;
18=CSLL;

T013AP Cadastro dos Tributos por Documentos 3 BASE Valor da base de cálculo do tributo
Fiscais (Nota Fiscal de
Serviço/Mercadorias)

T013AP Cadastro dos Tributos por Documentos 4 BASE_QUANT Quantidade – Base de cálculo tributo
Fiscais (Nota Fiscal de
Serviço/Mercadorias)

T013AP Cadastro dos Tributos por Documentos 5 BASE_NT Valor não tributado em função da
Fiscais (Nota Fiscal de redução da base de cálculo do tributo.
Serviço/Mercadorias)

T013AP Cadastro dos Tributos por Documentos 6 VALOR valor do tributo


Fiscais (Nota Fiscal de
Serviço/Mercadorias)
T013AP Cadastro dos Tributos por Documentos 7 VLR_TRIBUTAVEL Valor da Pauta
Fiscais (Nota Fiscal de
Serviço/Mercadorias)

T013AP Cadastro dos Tributos por Documentos 8 VLR_ISENTO Valor não tributado escriturado como
Fiscais (Nota Fiscal de isento
Serviço/Mercadorias)

T013AP Cadastro dos Tributos por Documentos 9 VLR_OUTROS Valor não tributado escriturado como
Fiscais (Nota Fiscal de outros
Serviço/Mercadorias)

T013AP Cadastro dos Tributos por Documentos 10 VALOR_NT Parte do valor não tributado do total a
Fiscais (Nota Fiscal de credito/debito.
Serviço/Mercadorias) Ex: IPI na compra de não contribuinte.

T013AP Cadastro dos Tributos por Documentos 11 CST Código da Situação Tributária referente
Fiscais (Nota Fiscal de ao ICMS, conforme a Tabela indicada
Serviço/Mercadorias) no item 4.3.1 do SPED Fiscal.
T013AP Cadastro dos Tributos por Documentos 12 CFOP Código Fiscal de Operação e Prestação
Fiscais (Nota Fiscal de
Serviço/Mercadorias)

T013AP Cadastro dos Tributos por Documentos 13 ALIQUOTA Aliquota do tributo


Fiscais (Nota Fiscal de
Serviço/Mercadorias)

T013AP Cadastro dos Tributos por Documentos 14 COD_LST Código do serviço conforme lista do
Fiscais (Nota Fiscal de Anexo I da Lei Complementar Federal
Serviço/Mercadorias) nº 116/03.
T013AP Cadastro dos Tributos por Documentos 15 VL_OPER Valor total acumulado das operações
Fiscais (Nota Fiscal de correspondentes à combinação do
Serviço/Mercadorias) Tributo, CST, CFOP, Cod. Serviço e
alíquota do ICMS, incluídas as
despesas acessórias e acréscimos.

Cadastro dos Tributos por Documentos Valor do ICMS destacado e/ou pago
Fiscais (Nota Fiscal de nas operações e prestações que não
Serviço/Mercadorias) confiram crédito de imposto, tais como
aquisição ou recebimento de material
de uso e consumo, ativo permanente
T013AP 16 VL_SCRED sem direito a crédito, e outras
aquisições ou recebimento de
mercadorias, bens e serviços, que não
ensejarem direito a crédito.
CHAVE DE INTEGRAÇÃO TIPO TAM DEC OBRIG COMENTÁRIO VALIDAÇÃO

C 8 - S Fixo "T013AP"

C 2 - S

N 18 2 N

N 20 3 N Caso a pessoa jurídica apure a


Contribuição Social por Unidade de
Medida de Produto (Combustíveis,
Bebidas Frias e Embalagem para
Bebidas, etc), deve preencher os
campos “BASE_QUANT” para o PIS e a
COFINS. Neste caso (contribuição
apurada por unidade de medida) os
campos “BASE” e “ALIIQUOTA” não
devem ser preenchidos.

N 18 2 N

N 18 2 N
N 18 2 N Informar o valor da pauta do produto

N 18 2 N

N 18 2 N

N 18 2 N

C 2 - N Para o ICM, os documentos fiscais de


emissão própria o campo deverá ser
preenchido com o código da Situação
Tributária sob o enfoque do declarante.
Nas operações de entradas
(documentos de terceiros), poderá ser
informado o CST que constar no
documento fiscal de aquisição dos
produtos. Nas operações de aquisição
de produtos de empresas do Simples
Nacional, deverá ser indicado somente
o constante a nível de item (CSOSN),
isto é, a tabela B do Ajuste SINIEF nº
03/2010.
Para o IPI, o campo deverá ser
preenchido somente se o declarante for
contribuinte do IPI. A tabela do CST_IPI
consta publicada na Instrução
Normativa RFB nº 1009, de 10 de
fevereiro de 2010.
Para o PIS/PASEP, informar neste
campo o Código de Situação Tributária
conforme a Tabela II constante no
Anexo Único da Instrução Normativa
RFB nº 1.009, de 2010, referenciada no
Manual do Leiaute da EFD-PIS/Cofins.
Para a Cofins, informar neste campo o
Código de Situação Tributária conforme
a Tabela III constante no Anexo Único
da Instrução Normativa RFB nº 1.009,
de 2010, referenciada no Manual do
Leiaute da EFD-PIS/Cofins.
N 4 - S

N 5 2 N

N 4 N informar o código de serviços, de


acordo com a Lei Complementar
116/03.
N - 2 N

- N 16 2 N - -
Campos
REG. SPED REG. SPED
relacionado
Fiscal PIS/Cofins
s

Todos que Todos que


necessitam necessitam
dos valores dos valores
dos tributos dos tributos

Todos que Todos que


necessitam necessitam
dos valores dos valores
dos tributos dos tributos

Todos que Todos que


necessitam necessitam
dos valores dos valores
dos tributos dos tributos

Todos que Todos que


necessitam necessitam
dos valores dos valores
dos tributos dos tributos

Todos que Todos que


necessitam necessitam
dos valores dos valores
dos tributos dos tributos
Todos que Todos que
necessitam necessitam
dos valores dos valores
dos tributos dos tributos

Todos que Todos que


necessitam necessitam
dos valores dos valores
dos tributos dos tributos

Todos que Todos que


necessitam necessitam
dos valores dos valores
dos tributos dos tributos

Todos que Todos que


necessitam necessitam
dos valores dos valores
dos tributos dos tributos

Todos que Todos que


necessitam necessitam
dos valores dos valores
dos tributos dos tributos
C510, C590, C170
C610, C690,
C790, D510,
1500

Todos que Todos que


necessitam necessitam
dos valores dos valores
dos tributos dos tributos

Interno Interno

Interno Interno

DAPI-MG - -
TABELA CADASTRO ITEM NOME DO CAMPO DESCRIÇÃO

T013AQ Local de coleta/Entrega - Modelos 08, 1 REGISTRO Tipo de registro


8B, 09, 10, 11, 26 e 27
T013AQ Local de coleta/Entrega - Modelos 08, 2 DESPACHO Identificação do número do despacho
8B, 09, 10, 11, 26 e 27
T013AQ Local de coleta/Entrega - Modelos 08, 3 COD_PART_REM Código do participante remetente das
8B, 09, 10, 11, 26 e 27 mercadorias que constam na nota
fiscal. (campo 02 do registro T003).

T013AQ Local de coleta/Entrega - Modelos 08, 4 COD_PART_DEST Código do participante destinatario das
8B, 09, 10, 11, 26 e 27 mercadorias que constam na nota
fiscal. (campo 02 do registro T003).

T013AQ Local de coleta/Entrega - Modelos 08, 5 IND_CARGA Indicador do tipo de transporte da carga
8B, 09, 10, 11, 26 e 27 coletada:
0-Rodoviário
1-Ferroviário
2-Rodo-Ferroviário
3-Aquaviário
4-Dutoviário
5-Aéreo
9-Outros

T013AQ Local de coleta/Entrega - Modelos 08, 6 COD_PART_COL Código do participante da coleta das
8B, 09, 10, 11, 26 e 27 mercadorias que constam na nota
fiscal. (campo 02 do registro T003).

T013AQ Local de coleta/Entrega - Modelos 08, 7 COD_PART_ENTG Código do participante de entrega das
8B, 09, 10, 11, 26 e 27 mercadorias que constam na nota
fiscal. (campo 02 do registro T003).
CHAVE DE INTEGRAÇÃO TIPO TAM DEC OBRIG COMENTÁRIO VALIDAÇÃO

C 8 - S Fixo "T013AQ"

C - - N

C 60 - S Base para gerar as informações do


emitente deste registro
(CNPJ_CPF_REM, IE_REM,
COD_MUN_REM)

C 60 - S Base para gerar as informações do


emitente deste registro
(CNPJ_CPF_DEST, IE_DEST,
COD_MUN_DEST)

N 1 - S

C 60 - S Base para gerar as informações do


emitente deste registro
(CNPJ_CPF_COL, IE_COL,
COD_MUN_COL)

C 60 - S Base para gerar as informações do


emitente deste registro
(CNPJ_CPF_COL, IE_COL,
COD_MUN_COL)
Campos
REG. SPED REG. SPED
relacionado
Fiscal PIS/Cofins
s
- -

D160 -

D160 -

D160 -

D161 -

D161 -

D161 -
NOME DO
TABELA CADASTRO ITEM DESCRIÇÃO
CAMPO

T013AR Complemento do Documento Fiscal - 1 REGISTRO Tipo de registro


Modelos 21 e 22
T013AR Complemento do Documento Fiscal - 2 IND_SERV Indicador do tipo de serviço prestado:
Modelos 21 e 22 0- Telefonia;
1- Comunicação de dados;
2- TV por assinatura;
3- Provimento de acesso à Internet;
4- Multimídia;
9- Outros

T013AR Complemento do Documento Fiscal - 3 DT_INI_SERV Data em que se iniciou a prestação do


Modelos 21 e 22 serviço

T013AR Complemento do Documento Fiscal - 4 DT_FIN_SERV Data em que se encerrou a prestação


Modelos 21 e 22 do serviço

T013AR Complemento do Documento Fiscal - 5 PER_FISCAL Período fiscal da prestação do serviço


Modelos 21 e 22 (MMAAAA)

T013AR Complemento do Documento Fiscal - 6 COD_AREA Código de área do terminal faturado


Modelos 21 e 22
T013AR Complemento do Documento Fiscal - 7 TERMINAL Identificação do terminal faturado
Modelos 21 e 22
T013AR Complemento do Documento Fiscal - 8 TP_ASSINANTE Código do Tipo de Assinante: 1 -
Modelos 21 e 22 Comercial/Industrial
2 - Poder Público
3 - Residencial/Pessoa física 4 - Público
5 - Semi-Público 6 - Outros

T013AR Complemento do Documento Fiscal - 9 IND_REC Indicador do tipo de receita:


Modelos 21 e 22 0- Receita própria - serviços prestados
;1- Receita própria - cobrança de
débitos;
2- Receita própria - venda de serviço
pré-pago – faturamento de períodos
anteriores;
3- Receita própria - venda de serviço
pré-pago – faturamento no período;
4- Outras receitas próprias de serviços
de comunicação e telecomunicação;
5- Receita própria - co-faturamento;
6- Receita própria – serviços a faturar
em período futuro;
7– Outras receitas próprias de natureza
não-cumulativa;
8 - Outras receitas de terceiros
9 – Outras receitas

T013AR Complemento do Documento Fiscal - 10 VL_TERC Valor total cobrado em nome de


Modelos 21 e 22 terceiros
T013AR Complemento do Documento Fiscal - 11 VL_SERV Valor da prestação de serviços
Modelos 21 e 22
T013AR Complemento do Documento Fiscal - 12 VL_SERV_NT Valor total dos serviços não-tributados
Modelos 21 e 22 pelo ICMS
T013AR Complemento do Documento Fiscal - 13 COD_CONS Código de classe de consumo dos
Modelos 21 e 22 serviços
de comunicação ou de
telecomunicação,
conforme a Tabela 4.4.4
CHAVE DE INTEGRAÇÃO TIPO TAM DEC OBRIG COMENTÁRIO VALIDAÇÃO

C 8 - S Fixo "T013AR"

C 1 - S

N 8 - N informar a data em que se iniciou a


prestação de serviços, no formato
“AAAAMMDD”, sem separadores de
formatação.

N 6 - N informar a data em que se iniciou a


prestação de serviços, no formato
“AAAAMMDD”, sem separadores de
formatação.

N 6 - N informar o período fiscal da prestação


do serviço, no formato “mmaaaa”.

C - - N

N - - N

N 1 - N

N 1 - S

N - 2 N

N - - N

N - - N
N 2 - N
Campos
REG. SPED REG. SPED
relacionado
Fiscal PIS/Cofins
s

D530 -

D530 -

D530 -

D530 -

D530 -

D530 -

D500 -

- D600

D500, D600
D500, D600
D500, D600
D500, D600
D500, D600
D500, D600
D500, D600

D500, D600
NOME DO
TABELA CADASTRO ITEM DESCRIÇÃO
CAMPO

T013AS Complemento do Documento Fiscal - 1 REGISTRO Tipo de registro


Operações com ICMS-ST recolhido para UF
diversa do destinatário do documento fiscal
(Modelos 55)

T013AS Complemento do Documento Fiscal - 2 OPER Indicador do tipo de operação:


Operações com ICMS-ST recolhido para UF 0- Combustíveis e Lubrificantes;
diversa do destinatário do documento fiscal 1- leasing de veículos ou faturamento direto.
(Modelos 55)

T013AS Complemento do Documento Fiscal - 3 UF Sigla da UF de destino do ICMS_ST


Operações com ICMS-ST recolhido para UF
diversa do destinatário do documento fiscal
(Modelos 55)
Campos
COMENTÁ VALIDAÇÃ REG. SPED REG. SPED
CHAVE DE INTEGRAÇÃO TIPO TAM DEC OBRIG relacionado
RIO O Fiscal PIS/Cofins
s

C 8 - S Fixo
"T013AS"

N 1 - S C105 -

C 2 - S C105 -
TABELA CADASTRO ITEM NOME DO CAMPO

T013AT Complemento do Documento Fiscal - 1 REGISTRO


Documentos Cancelados (Modelos 02, 13, 14,
15 E 16)
T013AT Complemento do Documento Fiscal - 2 NUM_DOC_CANC
Documentos Cancelados (Modelos 02, 13, 14,
15 E 16)
DESCRIÇÃO CHAVE DE INTEGRAÇÃO TIPO TAM DEC OBRIG

Tipo de registro C 8 - S

Número do documento fiscal cancelado C - - S


Campos
COMENTÁ VALIDAÇÃ REG. SPED REG. SPED
relacionado
RIO O Fiscal PIS/Cofins
s

Fixo
"T013AT"

C310 -
TABELA CADASTRO ITEM NOME DO CAMPO

T013AU Complemento do Documento Fiscal - Modelo 09 1 REGISTRO


T013AU Complemento do Documento Fiscal - Modelo 09 2 UF_MUN_ORIG

T013AU Complemento do Documento Fiscal - Modelo 09 3 COD_MUN_ORIG

T013AU Complemento do Documento Fiscal - Modelo 09 4 UF_MUN_DEST

T013AU Complemento do Documento Fiscal - Modelo 09 5 COD_MUN_DEST

T013AU Complemento do Documento Fiscal - Modelo 09 6 VEIC_ID

T013AU Complemento do Documento Fiscal - Modelo 09 7 COD_PART_CONSG

T013AU Complemento do Documento Fiscal - Modelo 09 8 VL_LIQ_FRT

T013AU Complemento do Documento Fiscal - Modelo 09 9 VL_OUT


T013AU Complemento do Documento Fiscal - Modelo 09 10 VIAGEM
T013AU Complemento do Documento Fiscal - Modelo 09 11 VL_DESP_PORT
T013AU Complemento do Documento Fiscal - Modelo 09 12 VL_DESP_CAR_DESC
T013AU Complemento do Documento Fiscal - Modelo 09 13 VL_FRT_BRT
T013AU Complemento do Documento Fiscal - Modelo 09 14 VL_FRT_MM
DESCRIÇÃO CHAVE DE INTEGRAÇÃO TIPO TAM DEC OBRIG COMENTÁRIO

Tipo de registro C 8 - S Fixo "T013AU"


Sigla da UF para o municipio de origem C 2 S

Código do município de origem do serviço, C 5 S


conforme a tabela IBGE
Sigla da UF para o municipio de destino C 2 S

Código do município de destino, conforme a tabela IBGE C 5 S

Deve representar um código particular do sistema legado C 6 N


objeto da integração caso tenha um identificador
diferente do ID deste registro.

Código do participante (campo 02 do Registro T003): C 60 - N preencher com a informação


- consignatário, se houver constante no corpo do
Conhecimento de Transporte
Rodoviário de Cargas (CTRC)
no campo consignatário.

Valor líquido do frete N - 2 N

Outros valores N - 2 N
Número da viagem N - - N
Valor das despesas portuárias N - 2 N
Valor das despesas com carga e descarga N - 2 N
Valor bruto do frete N - 2 N
Valor adicional do frete para renovação da Marinha N - 2 N
Mercante.
Campos
REG. SPED REG. SPED
VALIDAÇÃO relacionado
Fiscal PIS/Cofins
s
- -
Preencher com EX, D140 -
se Exterior
Preencher com 99999, D140 -
se Exterior
Preencher com EX, D140 -
se Exterior
Preencher com 99999, D140 -
se Exterior
D140 -

o valor informado deve D140 -


existir no campo
COD_PART do registro
0150.

o valor informado no campo D140 -


deve ser maior que “0”
(zero), se o campo
IND_FRT do registro D100
for diferente de 9 (Sem
frete).

D140 -
D140 -
D140 -
D140 -
D140 -
D140 -
TABELA CADASTRO ITEM NOME DO CAMPO DESCRIÇÃO

T013AV Complemento do Documento Fiscal - 1 REGISTRO Tipo de registro


Modelo 10
T013AV Complemento do Documento Fiscal - 2 UF_MUN_ORIG Sigla da UF para o municipio de origem
Modelo 10
T013AV Complemento do Documento Fiscal - 3 COD_MUN_ORIG Código do município de origem do
Modelo 10 serviço,
conforme a tabela IBGE ( Sem o Código
da UF )

T013AV Complemento do Documento Fiscal - 4 UF_MUN_DEST Sigla da UF para o municipio de destino


Modelo 10
T013AV Complemento do Documento Fiscal - 5 COD_MUN_DEST Código do município de destino,
Modelo 10 conforme a tabela IBGE ( Sem o Código
da UF )
T013AV Complemento do Documento Fiscal - 6 VEIC_ID Deve representar um código particular do
Modelo 10 sistema legado objeto da integração caso
tenha um identificador diferente do ID
deste registro.

T013AV Complemento do Documento Fiscal - 7 VIAGEM Número da viagem


Modelo 10
T013AV Complemento do Documento Fiscal - 8 IND_TFA Indicador do tipo de tarifa aplicada:
Modelo 10 0- Exp.;
1- Enc.;
2- C.I.;
9- Outra

T013AV Complemento do Documento Fiscal - 9 VL_PESO_TX Peso taxado


Modelo 10
T013AV Complemento do Documento Fiscal - 10 VL_TX_TERR Valor da taxa terrestre
Modelo 10
T013AV Complemento do Documento Fiscal - 11 VL_TX_RED Valor da taxa de redespacho
Modelo 10
T013AV Complemento do Documento Fiscal - 12 VL_OUT Outros valores
Modelo 10
T013AV Complemento do Documento Fiscal - 13 VL_TX_ADV Valor da taxa "ad valorem"
Modelo 10
REG. SPED REG. SPED
CHAVE DE INTEGRAÇÃO TIPO TAM DEC OBRIG COMENTÁRIO VALIDAÇÃO
Fiscal PIS/Cofins

C 8 - S Fixo "T013AV" - -

C 2 S Preencher com EX, D150 -


se Exterior
C 5 S Preencher com 99999, D150 -
se Exterior

C 2 S Preencher com EX, D150 -


se Exterior
C 5 S Preencher com 99999, D150 -
se Exterior

C 6 N D150 -

N - - N D150 -

C 1 - N D150 -

N - 2 N D150 -

N - 2 N D150 -

N - 2 N D150 -

N - 2 N D150 -

N - 2 N D150 -
Campos
relacionado
s
NOME DO
TABELA CADASTRO ITEM DESCRIÇÃO CHAVE DE INTEGRAÇÃO
CAMPO

Complemento do Documento Fiscal – 1 REGISTRO Tipo de registro


T013AX Modelos 08, 8B, 09, 10, 11, 26 e 27

Complemento do Documento Fiscal – 2 NUM_PROC Identificação do processo ou ato


Modelos 08, 8B, 09, 10, 11, 26 e 27 concessório

T013AX

Complemento do Documento Fiscal – 3 IND_PROC Indicador da origem do processo:


Modelos 08, 8B, 09, 10, 11, 26 e 27 1 - Justiça Federal;
3 – Secretaria da Receita Federal do
Brasil
9 – Outros.

T013AX
REG. SPED REG. SPED
TIPO TAM DEC OBRIG COMENTÁRIO VALIDAÇÃO
Fiscal PIS/Cofins

C 8 - S Fixo "T013AX" - -

C 20 - S Múmero do processo enviado no - C188, C198,


registro T001AB. C509, C609,
D111, D209,
D309, D509,
D609, F211,
F509, F519,
F559, F569

C 1 - S informar o número do processo judicial Valores válidos: [1, 3, 9] - C188, C198,


ou do processo administrativo, C509, C609,
conforme o caso, que autoriza a adoção D111, D209,
de procedimento especifico de D309, D509,
apuração das contribuições sociais ou D609, F211,
dos créditos. F509, F519,
F559, F569
Campos
relacionado
s
TABELA CADASTRO ITEM NOME DO CAMPO DESCRIÇÃO

T013AW Complemento do Documento Fiscal – 1 REGISTRO Tipo de registro


Modelos 08, 8B, 09, 10, 11, 26 e 27

T013AW Complemento do Documento Fiscal – 2 COD_MOD Código do modelo do documento fiscal,


Modelos 08, 8B, 09, 10, 11, 26 e 27 conforme a Tabela 4.1.1

T013AW Complemento do Documento Fiscal – 3 SER Série do documento fiscal


Modelos 08, 8B, 09, 10, 11, 26 e 27

T013AW Complemento do Documento Fiscal – 4 NUM_DOC Número do documento fiscal


Modelos 08, 8B, 09, 10, 11, 26 e 27

T013AW Complemento do Documento Fiscal – 5 DT_DOC Data da emissão do documento fiscal


Modelos 08, 8B, 09, 10, 11, 26 e 27

T013AW Complemento do Documento Fiscal – 6 VL_DOC Valor total do documento fiscal


Modelos 08, 8B, 09, 10, 11, 26 e 27

T013AW Complemento do Documento Fiscal – 7 VL_MERC Valor das mercadorias constantes no


Modelos 08, 8B, 09, 10, 11, 26 e 27 documento fiscal

T013AW Complemento do Documento Fiscal – 8 QTD_VOL Quantidade de volumes transportados


Modelos 08, 8B, 09, 10, 11, 26 e 27

T013AW Complemento do Documento Fiscal – 9 PESO_BRT Peso bruto dos volumes transportados
Modelos 08, 8B, 09, 10, 11, 26 e 27 (em Kg)

T013AW Complemento do Documento Fiscal – 10 PESO_LIQ Peso líquido dos volumes transportados
Modelos 08, 8B, 09, 10, 11, 26 e 27 (em Kg)
CHAVE DE INTEGRAÇÃO TIPO TAM DEC OBRIG COMENTÁRIO VALIDAÇÃO

C 8 - S Fixo "T013AW"

C 002* - N o valor informado deve constar na


tabela 4.1.1 do Ato COTEPE/ICMS nº
09, de 18 de abril de 2008, constante da
subseção 6.4 deste guia. O “código” a
ser informado não é exatamente o
“modelo” do documento. Exemplo: o
código “01” deve ser utilizado para as
notas fiscais modelo “01” ou “1A".

C 4 - N

N 9 - S o valor informado no campo deve ser


maior que “0” (zero).

N 008* - N informar o período de validade das o valor informado no campo deve ser
informações contidas neste registro, no menor ou igual ao campo DT_FIN do
formato “AAAAMMDD”, excluindo-se registro 0000.
quaisquer caracteres de separação, tais
como: “.”, “/”, “-”.

N - 2 N

N - 2 N o valor informado no campo deve ser


maior que “0” (zero).

N - - S

N - 2 N

N - 2 N
Campos
REG. SPED REG. SPED
relacionado
Fiscal PIS/Cofins
s
- -

D162 -

D162 -

D162 -

D162 -

D162 -

D162 -

D162 -

D162 -

D162 -
TABELA CADASTRO ITEM NOME DO CAMPO DESCRIÇÃO

T013AY Complemento do Documento Fiscal - 1 REGISTRO Tipo de registro


Documentos Informados (Modelos 13,
14, 15 E 16)
T013AY Complemento do Documento Fiscal - 2 COD_MUN_ORIG Código do município de origem do
Documentos Informados (Modelos 13, serviço, conforme a tabela IBGE
14, 15 E 16)

T013AY Complemento do Documento Fiscal - 3 VL_SERV Valor total da prestação de serviço


Documentos Informados (Modelos 13,
14, 15 E 16)
T013AY Complemento do Documento Fiscal - 4 VL_BC_ICMS Valor total da base de cálculo do ICMS
Documentos Informados (Modelos 13,
14, 15 E 16)

T013AY Complemento do Documento Fiscal - 5 VL_ICMS Valor total do ICMS


Documentos Informados (Modelos 13,
14, 15 E 16)

Complemento do Documento Fiscal -


T013AY Documentos Informados (Modelos 13, 6 UF Código da Unidade da Federação
14, 15 E 16)
CHAVE DE INTEGRAÇÃO TIPO TAM DEC OBRIG COMENTÁRIO VALIDAÇÃO

C 8 - S Fixo "T013AY"

C 5 - N o valor informado no campo deve existir


na Tabela de Municípios do IBGE.
Obrigatório se campo COD_PAIS for
igual a “01058” ou “1058”(Brasil). Se for
exterior, informar o campo como
“99999”.

N 16 2 N

N 16 2 N

N 16 2 N

N 2 - N
Campos
REG. SPED REG. SPED
relacionado
Fiscal PIS/Cofins
s
- -

D420 -

D420 -

D420 -

D420 -

Interno Interno Interno


TABELA CADASTRO ITEM NOME DO CAMPO DESCRIÇÃO

Aquisição de Cana de Açúcar


T013AZ 1 REGISTRO Tipo de registro
(Modelo 55)
Aquisição de Cana de Açúcar
T013AZ 2 SAFRA Identificação da safra
(Modelo 55)
Aquisição de Cana de Açúcar
T013AZ 3 ANO_REF Mês e ano de referência
(Modelo 55)
Aquisição de Cana de Açúcar
T013AZ 4 TOT_MES Quantidade Total do Mês
(Modelo 55)
Aquisição de Cana de Açúcar
T013AZ 5 TOT_ANT Quantidade Total Anterior
(Modelo 55)
Aquisição de Cana de Açúcar
T013AZ 6 TOT_GER Quantidade Total Geral
(Modelo 55)
Aquisição de Cana de Açúcar
T013AZ 7 VL_FORN Valor dos Fornecimentos
(Modelo 55)
Aquisição de Cana de Açúcar
T013AZ 8 TOT_DED Valor Total da Dedução
(Modelo 55)
Aquisição de Cana de Açúcar Valor Líquido dos
T013AZ 9 VL_LIQ_FOR
(Modelo 55) Fornecimentos
CHAVE DE INTEGRAÇÃO TIPO TAM DEC OBRIG COMENTÁRIO VALIDAÇÃO

C 8 - S Fixo "T013AZ"

C 9 - N

C 7 - N

Formato: @E
N 15 4 N
9,999,999,999.9999
Formato: @E
N 15 4 N
9,999,999,999.9999
Formato: @E
N 15 4 N
9,999,999,999.9999
Formato: @E
N 15 2 N
999,999,999,999.99
Formato: @E
N 15 2 N
999,999,999,999.99
Formato: @E
N 15 2 N
999,999,999,999.99
REG. SPED REG. SPED
Campos relacionados
Fiscal PIS/Cofins
TABELA CADASTRO ITEM NOME DO CAMPO DESCRIÇÃO

Fornecimento diário de Cana


T013BA 1 REGISTRO Tipo de registro
(Modelo 55)
Fornecimento diário de Cana
T013BA 2 SAFRA Identificação da safra
(Modelo 55)
Fornecimento diário de Cana
T013BA 3 ANO_REF Mês e ano de referência
(Modelo 55)
Fornecimento diário de Cana
T013BA 4 DIA Dia do Fornecimento
(Modelo 55)
Fornecimento diário de Cana
T013BA 5 QUANT Quantidade de Fornecimento
(Modelo 55)
CHAVE DE INTEGRAÇÃO TIPO TAM DEC OBRIG COMENTÁRIO

C 8 - S Fixo "T013BA"

C 9 - N

C 7 - N

N 2 - N Formato: @E 99

N 11 3 N Formato: @E 999,999.999
REG. SPED REG. SPED
VALIDAÇÃO Campos relacionados
Fiscal PIS/Cofins
TABELA CADASTRO ITEM NOME DO CAMPO DESCRIÇÃO CHAVE DE INTEGRAÇÃO

T013BB Deduções (Modelo 55) 1 REGISTRO Tipo de registro

T013BB Deduções (Modelo 55) 2 SAFRA Identificação da safra

T013BB Deduções (Modelo 55) 3 ANO_REF Mês e ano de referência

T013BB Deduções (Modelo 55) 4 DESC_DED Descrição da Dedução

T013BB Deduções (Modelo 55) 5 VL_DED Valor da Dedução


REG. SPED REG. SPED
TIPO TAM DEC OBRIG COMENTÁRIO VALIDAÇÃO
Fiscal PIS/Cofins

C 8 - S Fixo "T013BB"

C 9 - N

C 7 - N

C 60 - N

Formato: @E
N 15 2 N
999,999,999,999.99
Campos relacionados
NOME DO CHAVE DE
TABELA CADASTRO ITEM DESCRIÇÃO TIPO TAM DEC
CAMPO INTEGRAÇÃO

Autorização de
T013BC Créditos Acumulados 1 REGISTRO Tipo de registro C 8 -
de ICMS

Autorização de
Código de
T013BC Créditos Acumulados 2 COD_AUTORIZ C 12 -
Autorização
de ICMS

Autorização de
Valor do Crédito
T013BC Créditos Acumulados 3 VALOR N 16 2
Acumulado
de ICMS
Campos
COMENTÁRI REG. SPED REG. SPED REG. GIA-
OBRIG VALIDAÇÃO relacionado
O Fiscal PIS/Cofins SP
s

S Fixo "T013BA"

S CR=28

N CR=28
NOME DO CHAVE DE
TABELA CADASTRO ITEM DESCRIÇÃO TIPO TAM DEC
CAMPO INTEGRAÇÃO

Conhecimentos de
T013BD 1 REGISTRO Tipo de registro C 8 -
Transportes
Número do
Conhecimentos de
T013BD 2 NUMERO Documento X C 60 -
Transportes
Fiscal

Série do
Conhecimentos de
T013BD 3 SERIE Documento X C 20 -
Transportes
Fiscal
Subsérie do
Conhecimentos de
T013BD 4 SUBSERIE Documento X C 20 -
Transportes
Fiscal
Participante do
Conhecimentos de
T013BD 5 COD_PART Documento X C 6 -
Transportes
Fiscal
Campos
COMENTÁRI REG. SPED REG. SPED REG. GIA-
OBRIG VALIDAÇÃO relacionado
O Fiscal PIS/Cofins SP
s

S Fixo "T013BD"

S
TABELA CADASTRO ITEM NOME DO CAMPO

T015 Cadastro dos Itens dos Documentos 1 REGISTRO


Fiscais
T015 Cadastro dos Itens dos Documentos 2 NUM_ITEM
Fiscais

T015 Cadastro dos Itens dos Documentos 3 COD_ITEM


Fiscais

T015 Cadastro dos Itens dos Documentos 4 DESCR_COMPL


Fiscais
T015 Cadastro dos Itens dos Documentos 5 VL_TOT_ITEM
Fiscais

T015 Cadastro dos Itens dos Documentos 6 VL_DESC


Fiscais

T015 Cadastro dos Itens dos Documentos 7 NAT_BC_CRED


Fiscais

T015 Cadastro dos Itens dos Documentos 8 IND_ORIG_CRED


Fiscais

T015 Cadastro dos Itens dos Documentos 9 COD_CTA


Fiscais

T015 Cadastro dos Itens dos Documentos 10 COD_CCUS


Fiscais
T015 Cadastro dos Itens dos Documentos 11 QTD
Fiscais

T015 Cadastro dos Itens dos Documentos 12 UNID


Fiscais

T015 Cadastro dos Itens dos Documentos 13 CFOP


Fiscais

T015 Cadastro dos Itens dos Documentos 14 COD_NAT


Fiscais
T015 Cadastro dos Itens dos Documentos 15 IND_APUR
Fiscais

T015 Cadastro dos Itens dos Documentos 16 CL_ENQ


Fiscais
T015 Cadastro dos Itens dos Documentos 17 VL_UNID
Fiscais
T015 Cadastro dos Itens dos Documentos 18 QUANT_PAD
Fiscais
T015 Cadastro dos Itens dos Documentos 19 VL_OUT
Fiscais
T015 Cadastro dos Itens dos Documentos 20 IND_NAT_REC
Fiscais

T015 Cadastro dos Itens dos Documentos 21 COD_SELO_IPI


Fiscais
T015 Cadastro dos Itens dos Documentos 22 QT_SELO_IPI
Fiscais
T015 Cadastro dos Itens dos Documentos 23 BC_ST_ORIG_DEST
Fiscais
T015 Cadastro dos Itens dos Documentos 24 ICMS_ST_REP
Fiscais
T015 Cadastro dos Itens dos Documentos 25 ICMS_ST_COMPL
Fiscais
T015 Cadastro dos Itens dos Documentos 26 BC_RET
Fiscais
T015 Cadastro dos Itens dos Documentos 27 ICMS_RET
Fiscais
T015 Cadastro dos Itens dos Documentos 28 ORIGEM
Fiscais

T015 Cadastro dos Itens dos Documentos 29 IND_MOV


Fiscais
T015 Cadastro dos Itens dos Documentos 30 ESTOQUE
Fiscais

T015 Cadastro dos Itens dos Documentos 31 VL_ITEM


Fiscais
T015 Cadastro dos Itens dos Documentos 32 COD_LST
Fiscais

T015 Cadastro dos Itens dos Documentos 33 CSOSN


Fiscais
T015 Cadastro dos Itens dos Documentos 34 INF_ADIC
Fiscais

Cadastro dos Itens dos Documentos


T015 35 VLR_CONTABIL
Fiscais

Cadastro dos Itens dos Documentos


T015 36 RE
Fiscais

T015 Cadastro dos Itens dos Documentos 37 VL_ACRE


Fiscais
T015 Cadastro dos Itens dos Documentos 38 VL_DA
Fiscais
T015 Cadastro dos Itens dos Documentos 39 CST_COMP
Fiscais

T015 Cadastro dos Itens dos Documentos 40 COD_SERV_MUN


Fiscais
T015 Cadastro dos Itens dos Documentos 41 LICIMP
Fiscais
T015

42 TPREPASSE
Tipo de Serviço
DESCRIÇÃO CHAVE DE INTEGRAÇÃO TIPO TAM DEC OBRIG

Tipo de registro C 8 - S

Número seqüencial do item no documento fiscal N 3 - S

Código do item (campo 02 do Registro T007) C 60 - S

Descrição complementar do item como adotado no documento fiscal C - - N

Valor total do item (mercadorias ou serviços) N - 2 S

Valor do desconto do item / Exclusão N - 2 N

.Código da Base de Cálculo do Crédito, conforme a Tabela indicada C 2 - N


no item 4.3.7, caso seja informado código representativo de crédito
no Campo 03 do registro T015AE.

Indicador da origem do crédito: C 1 - N


0 – Operação no Mercado Interno;
1 – Operação de Importação.
Código da conta analítica contábil debitada/creditada C 60 - N

Código do centro de custos C 60 - N

Quantidade do item N - 5 N

Unidade do item (Campo 02 do registro T005) C 6 - N

Código Fiscal de Operação e Prestação N 4 - S

Código da natureza da operação (campo 02 do Registro T009) C 10 - N

Indicador de período de apuração do IPI: C 1 - N


0-Mensal;
1-Decendial
Código da classe de enquadramento do IPI,conforme Tabela 4.5.1 do C 5 - N
SPED Fiscal.
Valor por unidade padrão de tributação N - 2 N

Quantidade total de produtos na unidade padrão de tributação N - 3 N

Outros valores N - 2 N

Indicador da Natureza da Receita: N 1 - N


0 – Receita de Natureza Não Cumulativa;
1 – Receita de Natureza Cumulativa.

Código do selo de controle do IPI, conforme Tabela 4.5.2 do Layout C 6 - N


do SPED Fiscal
Quantidade de selo de controle do IPI aplicada N 12 - N

Valor da base de cálculo ST na origem/destino em operações N - 2 N


interestaduais.
Valor do ICMS-ST a repassar/deduzir em operações interestaduais N - 2 N

Valor do ICMS-ST a complementar à UF de destino N - 2 N

Valor da BC de retenção em remessa promovida por Substituído N - 2 N


intermediário
Valor da parcela do imposto retido em remessa promovida por N - 2 N
substituído intermediário
Origem da mercadoria: C 1 - S
0=Nacional;
1=Estrangeira (Importacao direta);
2=Estrangeira (Adiquirida no mercado interno)

Movimentação física do ITEM/PRODUTO: 0. SIM C 1 - S


1. NÃO
Indentificador de posse da mercadoria: N 1 0 N
1=No próprio Estabelecimento;
2=No estabelecimento de Terceiros;
3=Outros (Diversos);

Valor UNITÁRIO do item (mercadorias ou serviços) N - 2 S

Código do serviço conforme lista do Anexo I da Lei Complementar N 4 N


Federal nº 116/03.

Código da Situação da Operação no Simples Nacional M 10


N

Norma referênciada, Informações Complementares, etc.. C 4

Valor total do item incluídas as despesas N 16 2 N

Registro de Exportacao C 20 - N

Valor de acréscimos aplicados no item - N 16


2 N
- N 15 0 N
Valor total de despesas acessórias indicadas no item

- C 2 0 N

Situação Tributária do Item quando Documento Fiscal


Complementar

Código do Serviço Municipal conforme definido por cada - C 20 0 N


prefeitura.
- C 10 - N
Número de Licença de Importação

- N 1 - N

Tipo de Repasse
VALIDAÇÃ
Campos
REG. SPED REG. SPED O/
COMENTÁRIO VALIDAÇÃO relacionado ECF REINF
Fiscal PIS/Cofins REGRAS
s
ECF
Fixo "T015"

C510,
C370,D110,
D510, 1500

C321,C370,
C510, C610,
D110, D510,
1500

A170

C321,C370, A170, C605,


C510, C610, D101, D105,
D110,D510, D501, D505,
1500 C601, C605,
D201, D205,
D501, D505,
D601, D605

C321,C370, A170
C510, 610,
D510, 1500
A170

A170

C510, C601, A170, C605,


D510 D101, D105,
D501, D505,
C601, C605,
D201, D205,
D501, D505,
D601, D605

A170

C321,C370, C170
C510, C610,
D510, 1500

C321,C370, C170
C510, C610,
D510, 1500

C510, C590, C170


C610, C690,
C790, D510,
1500

C170

C170

C178, C370
C178, C370

C178, C370

D110

Campo necessário para gerar o bloco [0,1] - F600


M automático no futuro.

informar neste campo o indicador da


natureza da receita que sofreu retenção
na fonte ou recolhimento. No caso do
valor retido/recolhido ser referente a
receita não cumulativa e cumulativa,
informar o indicador “0”.

C177 -

C177 -

C179 -

C179 -

C179 -

C179 -

C179 -

Interno Interno

C170 -

Livro RCPE Livro RCPE

Interno Interno

informar o código de serviços, de Interno Interno


acordo com a Lei Complementar
116/03.

C190, C320, -

GIA SP

- - DIEF CE - -
- GIA-ST - -

Deve-se informar a situação - - -


tributária do item neste campo
quando se tratar de documento
fiscal complementar. No caso de
documento fiscal regular, deve-se C170/C190
preencher a situação tributária
através do registro T015AE.

- GISS- - -
ONLINE
Campo criado para atendimento da
obrigação DPMP

R-
Tipo de repasse conforme tabela 2030{tpRep
Valores Válidos:
abaixo: 1 - Patrocinio; 2 - asse},R-
1, 2, 3, 4, 5
Licenciamento de marcas e símbolos; 3 2040{tpRep
- Publicidade; 4 - Propaganda; 5 - asse}
Transmissão de Espetáculos
TABELA CADASTRO ITEM NOME DO CAMPO DESCRIÇÃO

T015AA Cadastro de Operações com 1 REGISTRO Tipo de registro


Medicamentos - Complemento do Item

T015AA Cadastro de Operações com 2 LOTE_MED Número do lote de fabricação do


Medicamentos - Complemento do Item medicamento

T015AA Cadastro de Operações com 3 QTD_ITEM Quantidade de item por lote


Medicamentos - Complemento do Item

T015AA Cadastro de Operações com 4 DT_FAB Data de fabricação do medicamento


Medicamentos - Complemento do Item

T015AA Cadastro de Operações com 5 DT_VAL Data de expiração da validade do


Medicamentos - Complemento do Item medicamento

T015AA Cadastro de Operações com 6 IND_MED Indicador de tipo de referência da base


Medicamentos - Complemento do Item de cálculo do ICMS (ST) do produto
farmacêutico:
0- Base de cálculo referente ao preço
tabelado ou preço máximo sugerido;
1- Base cálculo – Margem de valor
agregado;
2- Base de cálculo referente à Lista
Negativa;
3- Base de cálculo referente à Lista
Positiva;
4- Base de cálculo referente à Lista
Neutra.

T015AA Cadastro de Operações com 7 TP_PROD Tipo de produto:


Medicamentos - Complemento do Item 0- Similar;
1- Genérico;
2- Ético ou de marca;

T015AA Cadastro de Operações com 8 VL_TAB_MAX Valor do preço tabelado ou valor do


Medicamentos - Complemento do Item preço máximo
CHAVE DE INTEGRAÇÃO TIPO TAM DEC OBRIG COMENTÁRIO VALIDAÇÃO

C 8 - S Fixo "T015AA"

C - - S

N - 3 S

N 8 - S informar a data de fabricação do


medicamento no formato “AAAAMMDD”

N 8 - S informar a data de expiração da


validade do medicamento no formato
“AAAAMMDD”.

C 1 - S

C 1 - S

N - 2 S o valor informado no campo deve ser


maior que “0” (zero).
Campos
REG. SPED REG. SPED
relacionado
Fiscal PIS/Cofins
s
- -

C173

-
C173

-
C173

-
C173

-
C173

-
C173

-
C173

-
NOME DO
TABELA CADASTRO ITEM DESCRIÇÃO
CAMPO

T015AB Complemento do Item do Documento 1 REGISTRO Tipo de registro


Fiscal - Modelo 06, 28 e 29
T015AB Complemento do Item do Documento 2 COD_CLASS Código de classificação do item de
Fiscal - Modelo 06, 28 e 29 energia elétrica, conforme a Tabela
4.4.1 do layout SPED Fiscal.

T015AB Complemento do Item do Documento 3 IND_REC Indicador do tipo de receita:


Fiscal - Modelo 06, 28 e 29 0- Receita própria;
1- Receita de terceiros

T015AB Complemento do Item do Documento 4 CONS Consumo total acumulado, em kWh


Fiscal - Modelo 06, 28 e 29 (Código 06)
T015AB Complemento do Item do Documento 5 COD_PART Código do participante receptor da
Fiscal - Modelo 06, 28 e 29 receita, terceiro da operação (campo 02
do Registro T003)
CHAVE DE INTEGRAÇÃO TIPO TAM DEC OBRIG COMENTÁRIO VALIDAÇÃO

C 8 - S Fixo "T015AB"

N 4 - N Somente deve ser informado se for


energia elétrica e o valor informado no
campo deve existir na Tabela de
Classificação de itens de Energia
Elétrica, Serviços de Comunicação e
Telecomunicação, constante no item
4.4.1
do Ato COTEPE/ICMS nº 09, de 18 de
abril de 2008. Para demais documentos
o campo deve ser apresentado como
campo “vazio”.

C 1 - S

N - - N

C 60 N
Campos
REG. SPED REG. SPED
relacionado
Fiscal PIS/Cofins
s
- -

C510, 1510 -

C510, 1510 -

C600 -

C510, 1510
NOME DO
TABELA CADASTRO ITEM DESCRIÇÃO CHAVE DE INTEGRAÇÃO
CAMPO

T015AC Cadastro de Operações com Arma de 1 REGISTRO Tipo de registro


Fogo - Complemento do Item
T015AC Cadastro de Operações com Arma de 2 IND_ARM Indicador do tipo da arma de fogo:
Fogo - Complemento do Item 0- Uso permitido;
1- Uso restrito

T015AC Cadastro de Operações com Arma de 3 NUM_ARM Numeração de série de fabricação da


Fogo - Complemento do Item arma
T015AC Cadastro de Operações com Arma de 4 DESCR_COM Descrição da arma, compreendendo:
Fogo - Complemento do Item PL número do cano, calibre, marca,
capacidade de cartuchos,
tipo de funcionamento, quantidade de
canos,
comprimento, tipo de alma, quantidade
e sentido das raias e demais elementos
que permitam sua perfeita identificação.

T015AC Cadastro de Operações com Arma de 5 NUM_CANO Número de Série do Cano


Fogo - Complemento do Item
Campos
REG. SPED REG. SPED
TIPO TAM DEC OBRIG COMENTÁRIO VALIDAÇÃO relacionado
Fiscal PIS/Cofins
s
C 8 - S Fixo "T015AC" - -

C 1 - S C174

-
C - - S C174
-
C - - S C174

-
C 9 - N -
-
TABELA CADASTRO ITEM NOME DO CAMPO DESCRIÇÃO CHAVE DE INTEGRAÇÃO

T015AD Cadastro de Operações com Veiculos 1 REGISTRO Tipo de registro


Novos - Complemento do Item

T015AD Cadastro de Operações com Veiculos 2 IND_VEIC_OPER Indicador do tipo de operação com
Novos - Complemento do Item veículo:
0- Venda para concessionária;
1- Faturamento direto;
2- Venda direta;
3- Venda da concessionária;
9- Outros

T015AD Cadastro de Operações com Veiculos 3 CNPJ CNPJ da Concessionária


Novos - Complemento do Item

T015AD Cadastro de Operações com Veiculos 4 UF Sigla da unidade da federação da


Novos - Complemento do Item Concessionária

T015AD Cadastro de Operações com Veiculos 5 CHASSI_VEIC Chassi do veículo


Novos - Complemento do Item

T015AD Cadastro de Operações com Veiculos 6 COD_COR_MT Código da cor de cada montadora
Novos - Complemento do Item

T015AD Cadastro de Operações com Veiculos 7 POTEN_MOT Potência máxima do motor do veículo
Novos - Complemento do Item em cavalo vapor (CV).

T015AD Cadastro de Operações com Veiculos 8 Capacidade voluntária do motor


Novos - Complemento do Item expressa em centímetros cúbicos (CC)
CILIND
T015AD Cadastro de Operações com Veiculos 9 PESO_LIQ Peso Liquido em Toneladas
Novos - Complemento do Item

T015AD Cadastro de Operações com Veiculos 10 PESO_BRT Peso Bruto em Toneladas


Novos - Complemento do Item

T015AD Cadastro de Operações com Veiculos 11 SERIAL Série do Veículo


Novos - Complemento do Item

T015AD Cadastro de Operações com Veiculos 12 TP_COMB Tipo de Combustível conforme tabela
Novos - Complemento do Item RENAVAN

T015AD Cadastro de Operações com Veiculos 13 NUM_MOTOR Número do Motor


Novos - Complemento do Item

T015AD Cadastro de Operações com Veiculos 14 TRACAO CMT-Capacidade Máxima de Tração


Novos - Complemento do Item

T015AD Cadastro de Operações com Veiculos 15 DIST_EIXO Distância entre eixos


Novos - Complemento do Item

T015AD Cadastro de Operações com Veiculos 16 ANO_FAB Ano de fabricação do veículo


Novos - Complemento do Item

T015AD Cadastro de Operações com Veiculos 17 ANO_MOD Ano do modelo do veículo


Novos - Complemento do Item
T015AD Cadastro de Operações com Veiculos 18 TP_PINT Tipo de pintura
Novos - Complemento do Item

T015AD Cadastro de Operações com Veiculos 19 TP_VEIC Tipo do Veículo


Novos - Complemento do Item

T015AD Cadastro de Operações com Veiculos 20 ESP_VEI Espécie do Veículo


Novos - Complemento do Item

T015AD Cadastro de Operações com Veiculos 21 COND_VIN Condição VIN


Novos - Complemento do Item

T015AD Cadastro de Operações com Veiculos 22 COND_VEI Condição do Veiculo


Novos - Complemento do Item

T015AD Cadastro de Operações com Veiculos 23 COD_MAR_MOD Código da Marca/Modelo


Novos - Complemento do Item

T015AD Cadastro de Operações com Veiculos 24 COR_DENAT Código Cor Denatran


Novos - Complemento do Item

T015AD Cadastro de Operações com Veiculos 25 LOTACAO Quantidade máxima permitida de


Novos - Complemento do Item passageiros sentados, inclusive o
motorista
T015AD Cadastro de Operações com Veiculos 26 TP_RESTR Tipo de Restrição
Novos - Complemento do Item
Campos
REG. SPED REG. SPED
TIPO TAM DEC OBRIG COMENTÁRIO VALIDAÇÃO relacionado
Fiscal PIS/Cofins
s
C 8 - S Fixo "T015AD" - -

C 1 - S C175

-
N 14 - N informar o CNPJ da concessionária se o valor no campo IND_VEIC_OPER C175
envolvida na operação. Não utilizar os for igual a “1” (um), o campo CNPJ é
caracteres especiais de formatação, tais obrigatório. O dígito verificador é
como: “.”, “/”, “-”. validado.
-
C 2 - N o valor deve ser a sigla da UF da C175
concessionária.
-
C 17 - S C175

-
C 4 - N -

-
C 4 - N -

-
C 4 - N -

-
N 9 4 N Formato: @E 9,999.9999 -

-
N 9 4 N Formato: @E 9,999.9999 -

-
C 9 - N -

-
C 2 - N -

-
C 21 - N -

-
N 9 4 N Formato: @E 9,999.9999 -

-
C 4 - N -

-
N 4 - N Formato: @E 9999 -

-
N 4 - N -

Formato: @E 9999 -
C 1 - N Pertence(" 12") -

-
C 2 - N XFUNCh2ID( xA, 'CAJ' , 2 ) -

-
C 1 - N XFUNCh2ID( xA, 'CAK' , 2 ) -

-
C 1 - N Informa-se o veículo tem VIN (chassi) Pertence(" RN") -
R=Remarcado;N=Normal
-
C 1 - N 1=Acabado;2=Inacabado;3=Semi- Pertence(" 123") -
Acabado
-
C 6 - N -

-
C 2 - N XFUNCh2ID( xA, 'CAL' , 2 ) -

-
N 3 - N Formato: @E 999 -

-
- N Pertence("012349") -

-
TABELA CADASTRO ITEM NOME DO CAMPO DESCRIÇÃO

T015AE Cadastro de Tributos por Item de 1 REGISTRO Tipo de registro


Documento
T015AE Cadastro de Tributos por Item de 2 COD_TRIB Informar o codigo que corresponde ao
Documento tributo:
01=ISSQN;
02=ICMS;
03=ICMS Complementar;
04=ICMS/ST;
05=IPI;
06=PIS;
07=Cofins;
08=PIS/ST;
09=Cofins/ST;
10=Pis Retencao;
11=Cofins Retencao;
12=IR;
13=Previdencia;
14=PIS Importacao;
15=Cofins Importacao;
16=ISSQN Retido;
17=ICMS Antecipado;
18=CSLL; 19
=IRPJ; 23 =
CPRB; 24 =
GILRAT; 25 =
SENAR
T015AE Cadastro de Tributos por Item de 3 CST Código da Situação Tributária referente
Documento ao ICMS, conforme a Tabela indicada
no item 4.3.1 do SPED Fiscal.

T015AE Cadastro de Tributos por Item de 4 MODBC Modalidade de determinação da BC do


Documento ICMS e ICMS/ST.

T015AE Cadastro de Tributos por Item de 5 MVA Percentual da margem de valor


Documento Adicionado do ICMS ST

T015AE Cadastro de Tributos por Item de 6 PERC_RED_BC Informar o percentual da Redução da


Documento base de calculo do tributo
T015AE Cadastro de Tributos por Item de 7 BASE Valor da base de cálculo do tributo
Documento

T015AE Cadastro de Tributos por Item de 8 BASE_QUANT Quantidade – Base de cálculo tributo
Documento

T015AE Cadastro de Tributos por Item de 9 BASE_NT Valor não tributado em função da
Documento redução da base de cálculo do tributo.

T015AE Cadastro de Tributos por Item de 10 ALIQUOTA Aliquota do tributo


Documento

T015AE Cadastro de Tributos por Item de 11 ALIQUOTA_QUANT Quantidade - Aliquota do tributo


Documento

T015AE Cadastro de Tributos por Item de 12 VALOR valor do tributo


Documento

T015AE Cadastro de Tributos por Item de 13 VLR_TRIBUTAVEL Valor da Pauta


Documento

T015AE Cadastro de Tributos por Item de 14 COD_ENQ Código de enquadramento legal do IPI,
Documento conforme tabela indicada no item 4.5.3
do layout do SPED Fiscal.

T015AE Cadastro de Tributos por Item de 15 VLR_ISENTO Valor não tributado escriturado como
Documento isento
T015AE Cadastro de Tributos por Item de 16 VLR_OUTROS Valor não tributado escriturado como
Documento outros

T015AE Cadastro de Tributos por Item de 17 VALOR_NT Parte do valor não tributado do total a
Documento credito/debito.
Ex: IPI na compra de não contribuinte.

T015AE Cadastro de Tributos por Item de 18 VL_BC_ICMS_UF Valor da base de cálculo do ICMS de
Documento outras Ufs

T015AE Cadastro de Tributos por Item de 19 VL_ICMS_UF Valor do ICMS de outras Ufs
Documento

T015AE Cadastro de Tributos por Item de 20


Documento

COD_ANT Código da Antecipação

T015AE Cadastro de Tributos por Item de 21


Documento

MT_DES_ICMS Motivo Desoneração ICMS


Cadastro de Tributos por Item de 22 Valor do ICMS destacado e/ou pago
Documento nas operações e prestações que não
confiram crédito de imposto, tais como
aquisição ou recebimento de material
de uso e consumo, ativo permanente
T015AE VL_SCRED sem direito a crédito, e outras
aquisições ou recebimento de
mercadorias, bens e serviços, que não
ensejarem direito a crédito.

T015AE Cadastro de Tributos por Item de 23 MOT_INCIDENCIA Código Motivo da Incidência.


Documento Campo destinado a justificar os
valores de Isento, Não Tributado e
Outros do tributo de ICMS. Deve ser
informado o código de motivo
somente se um dos valores citados
for maior que zero.

T015AE Cadastro de Tributos por Item de 24 VLSCONTR


Documento

Valor serviço subcontratado

T015AE Cadastro de Tributos por Item de 25 VLRADIC


Documento

Valor de Retenção Adicional

T015AE Cadastro de Tributos por Item de 26 VLRNPAG


Documento
Valor de Retenção não pago

T015AE Cadastro de Tributos por Item de 27 VLRCE15


Documento

Valor do Serviço – Cond Especiais


15 anos

T015AE Cadastro de Tributos por Item de 28 VLRCE20


Documento
Valor do Serviço – Cond Especiais
20 anos

T015AE Cadastro de Tributos por Item de 29 VLRCE25


Documento

Valor do Serviço – Cond Especiais


25 anos
T015AE Cadastro de Tributos por Item de 30 VLRADICNPAG
Documento
Valor de Retenção Adicional não
pago
CHAVE DE INTEGRAÇÃO TIPO TAM DEC OBRIG COMENTÁRIO VALIDAÇÃO

C 8 - S Fixo "T015AE"

C 2 - S
C 2 - N Para o ICM, os documentos fiscais de
emissão própria o campo deverá ser
preenchido com o código da Situação
Tributária sob o enfoque do declarante.
Nas operações de entradas
(documentos de terceiros), poderá ser
informado o CST que constar no
documento fiscal de aquisição dos
produtos. Nas operações de aquisição
de produtos de empresas do Simples
Nacional, deverá ser indicado somente
o constante a nível de item (CSOSN),
isto é, a tabela B do Ajuste SINIEF nº
03/2010.
Para o IPI, o campo deverá ser
preenchido somente se o declarante for
contribuinte do IPI. A tabela do CST_IPI
consta publicada na Instrução
Normativa RFB nº 1009, de 10 de
fevereiro de 2010.
Para o PIS/PASEP, informar neste
campo o Código de Situação Tributária
conforme a Tabela II constante no
Anexo Único da Instrução Normativa
RFB nº 1.009, de 2010, referenciada no
Manual do Leiaute da EFD-PIS/Cofins.
Para a Cofins, informar neste campo o
Código de Situação Tributária conforme
a Tabela III constante no Anexo Único
da Instrução Normativa RFB nº 1.009,
de 2010, referenciada no Manual do
Leiaute da EFD-PIS/Cofins.

C 1 - N Para o ICM, Informar:


0 - Margem Valor Agregado (%);
1 - Pauta (Valor);
2 - Preço Tabelado Máx. (valor);
3 - valor da operação.

Para o ICMS/ST, informar:


0 – Preço tabelado ou máximo
sugerido;
1 - Lista Negativa (valor);
2 - Lista Positiva (valor);
3 - Lista Neutra (valor);
4 - Margem Valor Agregado (%);
5 - Pauta (valor);

N 5 2 N

N 5 2 N
N 18 2 N

N 20 3 N Caso a pessoa jurídica apure a


Contribuição Social por Unidade de
Medida de Produto (Combustíveis,
Bebidas Frias e Embalagem para
Bebidas, etc), deve preencher os
campos “BASE_QUANT” para o PIS e a
COFINS. Neste caso (contribuição
apurada por unidade de medida) os
campos “BASE” e “ALIIQUOTA” não
devem ser preenchidos.

N 18 2 N

N 5 2 N

N 20 4 N Caso a pessoa jurídica apure a


Contribuição Social por Unidade de
Medida de Produto (Combustíveis,
Bebidas Frias e Embalagem para
Bebidas, etc), deve preencher os
campos “BASE_QUANT” para o PIS e a
COFINS. Neste caso (contribuição
apurada por unidade de medida) os
campos “BASE” e “ALIIQUOTA” não
devem ser preenchidos.

N 18 2 N

N 18 2 N Informar o valor da pauta do produto

C 3 - N NÃO PREENCHE CONFORME


ULTIMO LAYOUT

N 18 2 N
N 18 2 N

N 18 2 N

N 18 2 N

N 18 2 N

Código que identifica o tipo da


Antecipação Tributária:
1 - Pagamento de substituição efetuada
pelo destinatário, quando não efetuada
ou efetuada a menor pelo substituto
2 - Antecipação tributária efetuada pelo
destinatário apenas com
complementação do diferencial de
aliquota
3 - Antecipação tributária com MVA
(Margem de Valor Agregado), efetuada
pelo destinatário sem encerrar a fase de
C 1 N tributação
4 - Antecipação tributária com MVA
(Margem de Valor Agregado), efetuada
pelo destinatário encerrando a fase de
tributação
5 - Substituição tributária interna
motivada por regime especial de
tributação
6 - ICMS pago na importação
(Vazio) - Substituição Tributária
informada pelo substituto ou pelo
substituído que não incorra em
nenhuma das situações anteriores

Motivo da Isenção do ICMS:


1=Taxi
2=Def. Fis.
3=Prod.Agro
Pertence(" 123456789")
4=Frot./Locad.
C 1 - N
5=Diplo./Consular
6=Utilit. e Motoc.
7=SUFRAMA
8=Venda Orgao Publico
9=outros.
- N 16 2 N - -

- C 5 0 N -

Formato: 99999

N 14 2 N Informar o valor da retenção Validação: Não pode ser superior ao


destacada na nota fiscal, relativo {vlrRetencao}
aos serviços subcontratados, se
houver, que irá deduzir a retenção
apurada no mês, desde que todos
os documentos envolvidos se
refiram à mesma competência e ao
mesmo serviço, conforme disciplina
a legislação. Preencher com “0”
(zero) se não houver informação a
ser prestada.

N 14 2 N Adicional de retenção da nota fiscal, Deve corresponder a soma do campo


caso os serviços tenham sido {vlrAdicional} dos registros vinculados
prestados sob condições especiais
que ensejem aposentadoria
especial aos trabalhadores após 15,
20, ou 25 anos de contribuição.

N 14 2 N Valor da retenção principal que Deve corresponder a soma do campo


deixou de ser efetuada pelo {vlrNRetPrinc } dos registros vinculados.
contratante ou que foi depositada Não pode ser maior que
em juízo em decorrência de decisão {vlrTotalRetPrinc}
judicial/administrativa.

N 14 2 N Valor dos Serviços prestados por O somatório dos campos


segurados em condições especiais, {vlrServicos15}, {vlrServicos20} e
cuja atividade permita concessão de {vlrServicos25} não pode ser superior
aposentadoria especial após 15 ao {vlrBaseRet} indicado na nota fiscal.
anos de contribuição

N 14 2 N Valor dos Serviços prestados por O somatório dos campos


segurados em condições especiais, {vlrServicos15}, {vlrServicos20} e
cuja atividade permita concessão de {vlrServicos25} não pode ser superior
aposentadoria especial após 20 ao {vlrBaseRet} indicado na nota fiscal.
anos de contribuição

N 14 2 N Valor dos Serviços prestados por O somatório dos campos


segurados em condições especiais, {vlrServicos15}, {vlrServicos20} e
cuja atividade permita concessão de {vlrServicos25} não pode ser superior
aposentadoria especial após 25 ao {vlrBaseRet} indicado na nota fiscal.
anos de contribuição
N 14 2 N Valor da retenção adicional que Deve corresponder a soma do campo
deixou de ser efetuada pelo {vlrNRetAdic } dos registros vinculados.
contratante ou que foi depositada Não pode ser maior que
em juízo em decorrência da decisão {vlrTotalRetAdic}
judicial
VALIDAÇÃ
Campos
REG. SPED REG. SPED O/
relacionado ECF REINF
Fiscal PIS/Cofins REGRAS
s
ECF
- -

Todos que Todos que


necessitam necessitam
dos valores dos valores
dos tributos dos tributos
Todos que Todos que
necessitam necessitam
dos valores dos valores
dos tributos dos tributos

Todos que Todos que


necessitam necessitam
dos valores dos valores
dos tributos dos tributos

Todos que Todos que


necessitam necessitam
dos valores dos valores
dos tributos dos tributos

Todos que Todos que


necessitam necessitam
dos valores dos valores
dos tributos dos tributos
Todos que Todos que
necessitam necessitam
dos valores dos valores
dos tributos dos tributos

Todos que Todos que


necessitam necessitam
dos valores dos valores
dos tributos dos tributos

Todos que Todos que R-2010/R-


necessitam necessitam 2020
dos valores dos valores
dos tributos dos tributos

Todos que Todos que R-2010/R-


necessitam necessitam 2020
dos valores dos valores
dos tributos dos tributos

Todos que Todos que


necessitam necessitam
dos valores dos valores
dos tributos dos tributos

Todos que Todos que R-2010/R-


necessitam necessitam 2020
dos valores dos valores
dos tributos dos tributos

Todos que Todos que


necessitam necessitam
dos valores dos valores
dos tributos dos tributos

Todos que Todos que


necessitam necessitam
dos valores dos valores
dos tributos dos tributos

Todos que Todos que


necessitam necessitam
dos valores dos valores
dos tributos dos tributos
Todos que Todos que
necessitam necessitam
dos valores dos valores
dos tributos dos tributos

Todos que Todos que


necessitam necessitam
dos valores dos valores
dos tributos dos tributos

Todos que Todos que


necessitam necessitam
dos valores dos valores
dos tributos dos tributos

Todos que Todos que


necessitam necessitam
dos valores dos valores
dos tributos dos tributos

Sintegra Sintegra
DAPI-MG - -

- -

GIA-RS

R-2010
{vlrRetSub}
/ R-
2020{vlrRet
Sub}

R-
2010{vlrAdi
cional}/ R-
2020{vlrAdi
cional}

R-2010
{vlrNRetPri
nc}/ R-
2020{vlrNR
etPrinc}

R-
2010{vlrSer
vicos15}/ R-
2020{vlrSer
vicos15}

R-
2010{vlrSer
vicos20}/ R-
2020
{vlrServico
s20}

R-
2010{vlrSer
vicos25}/ R-
2020{vlrSer
vicos25}
R-2010
{vlrNRetAdi
c}/ R-2020
{vlrNRetAdi
c}
TABELA CADASTRO ITEM NOME DO CAMPO DESCRIÇÃO

Cadastro de Armazenamento de 1 REGISTRO Tipo de registro


T015AF Combustiveis - Complemento do Item
Cadastro de Armazenamento de 2 NUM_TANQUE Tanque onde foi armazenado o
T015AF Combustiveis - Complemento do Item combustível
Cadastro de Armazenamento de 3 QTDE Quantidade ou volume armazenado
T015AF Combustiveis - Complemento do Item
Cadastro de Armazenamento de 4 CODIF Código de autorização / registro do
Combustiveis - Complemento do Item CODIF
T015AF

Cadastro de Armazenamento de 5 QT_FAT_AMB Quantidade de combustível faturada à


T015AF Combustiveis - Complemento do Item temperatura ambiente.
Cadastro de Armazenamento de 6 UF_CONS Sigla da UF de consumo
T015AF Combustiveis - Complemento do Item
Cadastro de Armazenamento de 7 BC_CIDE Informar a BC da CIDE em quantidade
T015AF Combustiveis - Complemento do Item
Cadastro de Armazenamento de 8 ALIQ_CIDE Valor da alíquota da CIDE
T015AF Combustiveis - Complemento do Item
Cadastro de Armazenamento de 9 VAL_CIDE Valor da CIDE
T015AF Combustiveis - Complemento do Item
CHAVE DE INTEGRAÇÃO TIPO TAM DEC OBRIG COMENTÁRIO VALIDAÇÃO

C 8 - S Fixo "T015AF"

C 3 - S

N 3 - S

C 21 - N Informar apenas quando a UF utilizar o


CODIF (Sistema de Controle do
Diferimento do Imposto nas Operações
com AEAC - Álcool Etílico Anidro
Combustível).

N 16 4 N Formato: @E 99,999,999,999.9999

C 2 - N

N 16 4 N Formato: @E 99,999,999,999.9999

N 15 4 N Formato: @E 9,999,999,999.9999

N 15 2 N Formato: @E 999,999,999,999.99
Campos
REG. SPED REG. SPED
relacionado
Fiscal PIS/Cofins
s
- -

C171 -

C171 -

-
TABELA CADASTRO ITEM NOME DO CAMPO DESCRIÇÃO CHAVE DE INTEGRAÇÃO

T015AG Ressarcimento de ICMS em operacoes 1 REGISTRO Tipo de registro


com ST (CÓDIGO 01, 55) -
Complemento do Item
T015AG Ressarcimento de ICMS em operacoes 2 COD_MOD_ULT_E Código do modelo do documento fiscal
com ST (CÓDIGO 01, 55) - relativa a última entrada
Complemento do Item
T015AG Ressarcimento de ICMS em operacoes 3 NUM_DOC_ULT_E Número do documento fiscal relativa a
com ST (CÓDIGO 01, 55) - última entrada
Complemento do Item
T015AG Ressarcimento de ICMS em operacoes 4 SER_ULT_E Série do documento fiscal relativa a
com ST (CÓDIGO 01, 55) - última entrada
Complemento do Item
T015AG Ressarcimento de ICMS em operacoes 5 DT_ULT_E Data relativa a última entrada da
com ST (CÓDIGO 01, 55) - mercadoria
Complemento do Item

T015AG Ressarcimento de ICMS em operacoes 6 COD_PART_ULT_E Código do participante (do emitente do


com ST (CÓDIGO 01, 55) - documento relativa a última entrada)
Complemento do Item

T015AG Ressarcimento de ICMS em operacoes 7 QUANT_ULT_E Quantidade do item relativa a última


com ST (CÓDIGO 01, 55) - entrada
Complemento do Item
T015AG Ressarcimento de ICMS em operacoes 8 VL_UNIT_ULT_E Valor unitário da mercadoria constante
com ST (CÓDIGO 01, 55) - na NF relativa a última entrada inclusive
Complemento do Item despesas acessórias.

T015AG Ressarcimento de ICMS em operacoes 9 VL_UNIT_BC_ST Valor unitário da base de cálculo do


com ST (CÓDIGO 01, 55) - imposto pago por substituição.
Complemento do Item
T015AG Ressarcimento de ICMS em operacoes 10 CHAVE_NFE_ULT Número completo da chave da NFe
com ST (CÓDIGO 01, 55) - _E relativo à última entrada
Complemento do Item

T015AG Ressarcimento de ICMS em operacoes 11 NUM_ITEM_ULT_ E Número sequencial do item na NF


com ST (CÓDIGO 01, 55) - entrada que corresponde à mercadoria
Complemento do Item objeto de pedido de ressarcimento

T015AG Ressarcimento de ICMS em operacoes 12 VL_UNIT_BC_ICM Valor unitário da base de cálculo da


com ST (CÓDIGO 01, 55) - S_ULT_E operação própria do remetente sob o
Complemento do Item regime comum de tributação
T015AG Ressarcimento de ICMS em operacoes 13 ALIQ_ICMS_ULT_ E Alíquota do ICMS aplicável à última
com ST (CÓDIGO 01, 55) - entrada da mercadoria
Complemento do Item
T015AG Ressarcimento de ICMS em operacoes 14 VL_UNIT_LIMITE_ Valor unitário da base de cálculo do
com ST (CÓDIGO 01, 55) - BC_ICMS_ULT_E ICMS relativo à última entrada da
Complemento do Item mercadoria, limitado ao valor da BC da
retenção (corresponde ao menor valor
entre os campos VL_UNIT_BC_ST e
VL_UNIT_BC_ICMS_ULT_E )

T015AG Ressarcimento de ICMS em operacoes 15 VL_UNIT_ICMS_U Valor unitário do crédito de ICMS sobre
com ST (CÓDIGO 01, 55) - LT_E operações próprias do remetente,
Complemento do Item relativo à última entrada da mercadoria,
decorrente da quebra da ST –
equivalente a multiplicação entre os
campos 13 e 14

T015AG Ressarcimento de ICMS em operacoes 16 ALIQ_ST_ULT_E Alíquota do ICMS ST relativa à última


com ST (CÓDIGO 01, 55) - entrada da mercadoria
Complemento do Item
T015AG Ressarcimento de ICMS em operacoes 17 VL_UNIT_RES Valor unitário do ressarcimento (parcial
com ST (CÓDIGO 01, 55) - ou completo) de ICMS decorrente da
Complemento do Item quebra da ST

T015AG Ressarcimento de ICMS em operacoes 18 COD_RESP_RET Código que indica o responsável pela
com ST (CÓDIGO 01, 55) - retenção do ICMS-ST: 1-Remetente
Complemento do Item Direto 2-Remetente Indireto 3-Próprio
declarante

T015AG Ressarcimento de ICMS em operacoes 19 COD_MOT_RES Código do motivo do ressarcimento 1 –


com ST (CÓDIGO 01, 55) - Venda para outra UF; 2 – Saída
Complemento do Item amparada por isenção ou não
incidência; 3 – Perda ou deterioração; 4
– Furto ou roubo 9 - Outros

T015AG Ressarcimento de ICMS em operacoes 20 CHAVE_NFE_RET Número completo da chave da NF-e


com ST (CÓDIGO 01, 55) - emitida pelo substituto, na qual consta o
Complemento do Item valor do ICMS-ST retido

T015AG Ressarcimento de ICMS em operacoes 21 COD_PART_NFE_R Código do participante do emitente da


com ST (CÓDIGO 01, 55) - ET NF-e em que houve a retenção do
Complemento do Item ICMS-ST – campo 02 do registro 0150

T015AG Ressarcimento de ICMS em operacoes 22 SER_NFE_RET Série da NF-e em que houve a retenção
com ST (CÓDIGO 01, 55) - do ICMSST
Complemento do Item
T015AG Ressarcimento de ICMS em operacoes 23 NUM_NFE_RET Número da NF-e em que houve a
com ST (CÓDIGO 01, 55) - retenção do ICMS-ST
Complemento do Item

T015AG Ressarcimento de ICMS em operacoes 24 ITEM_NFE_RET Número sequencial do item na NF-e em


com ST (CÓDIGO 01, 55) - que houve a retenção do ICMS-ST, que
Complemento do Item corresponde à mercadoria objeto de
pedido de ressarcimento

T015AG Ressarcimento de ICMS em operacoes 25 COD_DA Código do modelo do documento de


com ST (CÓDIGO 01, 55) - arrecadação : 0 - documento estadual
Complemento do Item de arrecadação 1 – GNRE
T015AG Ressarcimento de ICMS em operacoes 26 NUM_DA Número do documento de arrecadação
com ST (CÓDIGO 01, 55) - estadual, se houver
Complemento do Item
Campos
REG. SPED REG. SPED
TIPO TAM DEC OBRIG COMENTÁRIO VALIDAÇÃO relacionado
Fiscal PIS/Cofins
s
C 8 - S Fixo "T015AG"

C 2 - S C176 -

N 9 - S o valor informado no campo deve ser C176 -


maior que “0” (zero).

C 3 - N C176 -

N 8 - S o valor informado deve ser no formato C176 -


“AAAAMMDD”. O valor informado no
campo deve ser menor ou igual ao valor
no Campo10 (DT_DOC) do registro
C100.

C 60 - S o valor informado deve existir no campo C176 -


COD_PART do registro 0150.

N - 3 S C176 -

N - 3 S C176 -

N - 3 S C176 -

C 44 - N É conferido o dígito verificador (DV) da C176 -


chave da NF-e. Este campo é de
preenchimento obrigatório para
COD_MOD igual a “55”. Para
confirmação inequívoca de que a chave
da NF-e corresponde aos dados
informados do documento, é
comparado o CNPJ base existente na
CHV_ULT_NFE com o campo CNPJ
base do registro 0150, que corresponde
ao CNPJ do participante. São
verificados a consistência da
informação dos campos NUM_DOC e
SER com o número do documento e
série contidos na chave da NF-e. É
também comparada a UF codificada na
chave da NF-e com o campo UF
informado no registro 0150.

C 3 - N O valor informado no campo deve ser C176 -


maior que “0” (zero)

N 16 2 N O valor informado no campo deve ser C176 -


maior que “0” (zero).
N 16 2 N O valor informado no campo deve ser C176 -
maior que “0” (zero).

N 16 2 N O valor informado no campo deve ser C176 -


maior que “0” (zero), e corresponder ao
menor valor entre os campos
VL_UNIT_BC_ST e
VL_UNIT_BC_ICMS_ULT_E.

N 16 3 N O valor informado no campo deve ser C176 -


maior que “0” (zero), e deve
corresponder a multiplicação entre os
campos ALIQ_ICMS_ULT_E e
VL_UNIT_LIMITE_BC_ICMS_ULT_E

N 16 2 N O valor informado no campo deve ser C176 -


maior que “0” (zero).

N 16 3 N O valor informado no campo deve ser C176 -


maior ou igual que “0” (zero), e deve
corresponder a multiplicação entre os
campos VL_UNIT_BC_ST e
ALIQ_ST_ULT_E, subtraindo, deste
resultado, o campo
VL_UNIT_ICMS_ULT_E.

C 1 - N Valores válidos: [1,2,3] C176 -

C 1 - N Valores válidos: [1,2,3,4,9] C176 -

C 44 - N É conferido o dígito verificador (DV) da C176 -


chave da NF-e. Este campo somente
poderá ser apresentado quando
COD_RESP_RET=2. Neste caso,
obrigatoriamente, o campo
CHAVE_NFE_RET ou os campos
COD_PART_NFE_RET,
SER_NFE_RET e NUM_NFE_RET
deverão ser preenchidos.

C 66 - N Se informado o campo C176 -


CHAVE_NFE_RET, este campo não
deve ser preenchido. O valor informado
deve existir no campo COD_PART do
registro 0150. Este campo somente
poderá ser apresentado quando
COD_RESP_RET=2

C 3 - N Se informado o campo C176 -


CHAVE_NFE_RET, este campo não
deve ser preenchido. Se informado o
campo COD_PART_NFE_RET, este
campo deve ser preenchido.
C 9 - N Se informado o campo C176 -
CHAVE_NFE_RET, este campo não
deve ser preenchido. Se informado o
campo COD_PART_NFE_RET, este
campo deve ser preenchido.

C 3 - N Se informado o campo C176 -


CHAVE_NFE_RET ou o
COD_PART_NFE_RET, este campo
deve ser preenchido.

C 1 - N Valores válidos: [0, 1] C176 -

C 25 - N - C176 -
NOME DO
TABELA CADASTRO ITEM DESCRIÇÃO
CAMPO

T015AH Complemento do item do Documento 1 REGISTRO Tipo de registro


Fiscal - Modelo 21 e 22
T015AH Complemento do item do Documento 2 COD_CLASS Código de classificação do item do
Fiscal - Modelo 21 e 22 serviço de comunicação ou de
telecomunicação, conforme a
Tabela 4.4.1

T015AH Complemento do item do Documento 3 IND_REC Indicador do tipo de receita:


Fiscal - Modelo 21 e 22 0- Receita própria - serviços prestados;
1- Receita própria - cobrança de
débitos;
2- Receita própria - venda de
mercadorias;
3- Receita própria - venda de serviço
pré-pago;
4- Outras receitas próprias;
5- Receitas de terceiros (co-
faturamento);
9- Outras receitas de terceiros

T015AH Complemento do item do Documento 4 COD_PART Código do participante receptor da


Fiscal - Modelo 21 e 22 receita, terceiro da operação (campo 02
do Registro T003).
CHAVE DE INTEGRAÇÃO TIPO TAM DEC OBRIG COMENTÁRIO VALIDAÇÃO

C 8 - S Fixo "T015AH"

N 4 - S

C 1 - S

C 60 N
Campos
REG. SPED REG. SPED
relacionado
Fiscal PIS/Cofins
s

D510 -

D510 -

D510
TABELA CADASTRO ITEM NOME DO CAMPO DESCRIÇÃO

T015AI Complemento do item do Documento 1 REGISTRO Tipo de registro


Fiscal - Modelo 07
T015AI Complemento do item do Documento 2 UF_MUN_ORIG Sigla da UF para o municipio de origem
Fiscal - Modelo 07
T015AI Complemento do item do Documento 3 COD_MUN_ORIG Código do município de origem do
Fiscal - Modelo 07 serviço,
conforme a tabela IBGE
T015AI Complemento do item do Documento 4 UF_MUN_DEST Sigla da UF para o municipio de destino
Fiscal - Modelo 07
T015AI Complemento do item do Documento 5 COD_MUN_DEST Código do município de destino,
Fiscal - Modelo 07 conforme a tabela IBGE
T015AI Complemento do item do Documento 6 VEIC_ID Deve representar um código particular
Fiscal - Modelo 07 do sistema legado objeto da integração
caso tenha um identificador diferente do
ID deste registro.
REG. SPED REG. SPED
CHAVE DE INTEGRAÇÃO TIPO TAM DEC OBRIG COMENTÁRIO VALIDAÇÃO
Fiscal PIS/Cofins

C 8 - S Fixo "T015AI" - -

C 2 S Preencher com EX, D120 -


se Exterior
N 5 S Preencher com 99999, D120 -
se Exterior

C 2 S Preencher com EX, D120 -


se Exterior
N 5 S Preencher com 99999, D120 -
se Exterior
C 6 N D120 -
Campos
relacionado
s
TABELA CADASTRO ITEM NOME DO CAMPO

T015AJ Tipo de Ajuste CPRB 1 TPAJUSTE

T015AJ Tipo de Ajuste CPRB 2 CODAJUSTE

T015AJ Tipo de Ajuste CPRB 3 VLRAJUSTE


T015AJ Tipo de Ajuste CPRB 4 DESCAJUSTE
T015AJ Tipo de Ajuste CPRB 5 DTAJUSTE
DESCRIÇÃO CHAVE DE INTEGRAÇÃO TIPO TAM DEC OBRIG

N 1 - N
Tipo de Ajuste

N 2 - N

Código de Ajuste

Valor do Ajuste N 14 2 N

Descrição Ajuste C 20 - N
C 7 - N
Data do Ajuste
Campos
REG. SPED REG. SPED
COMENTÁRIO VALIDAÇÃO relacionado
Fiscal PIS/Cofins
s

Preencher com o código correspondente ao tipo de ajuste: Valores Válidos: 0,1


0- Ajuste de redução; 1- Ajuste de acréscimo
Preencher com o código de ajuste: 1 - Ajuste da CPRB: Valores Válidos: 1, 2, 3, 4, 5, 6,
Adoção do Regime de Caixa; 2 - Ajuste da CPRB: 7, 8, 9, 10, 11
Diferimento de Valores a recolher no período; 3 - Adição
de valores Diferidos em Período(s) Anteriores(es); 4 -
Exportações diretas; 5 -Transporte internacional de
cargas; 6 - Vendas canceladas e os descontos
incondicionais concedidos; 7 - IPI, se incluído na receita
bruta; 8 - ICMS, quando cobrado pelo vendedor dos bens
ou prestador dos serviços na condição de substituto
tributário; 9 - Receita bruta reconhecida pela construção,
recuperação, reforma, ampliação ou melhoramento da
infraestrutura, cuja contrapartida seja ativo intangível
representativo de direito de exploração, no caso de
contratos de concessão de serviços públicos; 10 - O valor
do aporte de recursos realizado nos termos do art 6 §3
inciso III da Lei 11.079/2004; 11 - Demais ajustes oriundos
da Legislação Tributária, estorno ou outras situações

Valor do ajuste
Descrição resumida do ajuste
Informar o mês/ano (formato AAAA-MM) de referência do Validação: Deve ser um
ajuste mês/ano válido
VALIDAÇÃ
O/
ECF REINF
REGRAS
ECF
NOME DO
TABELA CADASTRO ITEM DESCRIÇÃO TIPO TAM
CAMPO

T015AK Indicativo de 1 REGISTRO Tipo de registro C 8


Suspensão por
processo
judicial/administrativo

T015AK Indicativo de 2 TP_PROC Tipo de processo C 1


Processo Principal
ou Adicional

T015AK Indicativo de 3 NUM_PROC Identificação do processo ou ato C 20


Suspensão por concessório
processo
judicial/administrativo

T015AK Indicativo de 4 IND_PROC Indicador da origem do processo: C 1


Suspensão por Indicador da origem do processo:
processo 0 - SEFAZ;
judicial/administrativo 1 - Justiça Federal;
2 - Justiça Estadual;
3 – Secretaria da Receita Federal do
Brasil
9 – Outros.

T015AK Indicativo de 5 COD_SUS N 14


Suspensão por
processo
judicial/administrativo

Código do Indicativo da Suspensão

T015AK Indicativo de 6 VAL_SUS Valor da retenção de contribuição N 16


Suspensão por previdenciária principal que deixou
processo de ser
judicial/administrativo efetuada em função de processo
administrativo ou judicial.
T015AK Indicativo de 9 COD_TRIB Informar o codigo que corresponde ao C 2
Suspensão por tributo:
processo 01=ISSQN;
judicial/administrativo 02=ICMS;
03=ICMS Complementar;
04=ICMS/ST;
05=IPI;
06=PIS;
07=Cofins;
08=PIS/ST;
09=Cofins/ST;
10=Pis Retencao;
11=Cofins Retencao;
12=IR;
13=Previdencia;
14=PIS Importacao;
15=Cofins Importacao;
16=ISSQN Retido;
17=ICMS Antecipado;
18=CSLL;
19 =IRPJ;
23 = CPRB;
24 = GILRAT;
25 = SENAR
REG. SPED REG. SPED
DEC OBRIG COMENTÁRIO VALIDAÇÃO
Fiscal PIS/Cofins

- S Fixo "T015AK" -

- S 1-Processo sobre a
contribuição previdenciária
principal.
2- Processo sobre a
contribuição previdenciária
adicional.

- S Número do processo enviado C111


no registro T001AB.

- N informar o número do processo Valores C111


judicial ou do processo válidos: [ 0,
administrativo, conforme o 1, 2, 3, 9 ]
caso, que autoriza a adoção de
procedimento especifico de
apuração das contribuições
sociais ou dos créditos.

- N Código do Indicativo da Suspensão, atribuído pelo Preenchimento obrigatório se


contribuinte. Este campo deve ser utilizado se, num houver mais de uma
mesmo processo, houver mais de uma matéria informação de Indicativo de
tributária objeto de contestação e as decisões forem Suspensão para um mesmo
diferentes para cada uma. processo. Se informado, deve
constar na tabela de processos
(R-1070 - campo {codSusp}),
vinculado ao número do
processo informado em
{nrProcRetPrinc}.

2 N
- S Deve ser indicado para qual tributo o processo se C111
refere, através dessa informação o TAF conseguirá
identificar para qual obrigação o processo deve ou não
ser considerado
Campos VALIDAÇÃO
relacionado ECF REINF / REGRAS
s ECF

R-2010 / R-2020

A111, C111

A111, C111

R-2010{codSuspPrinc}/
R-2020{codSuspPrinc}

R-2010{codSuspPrinc}/
R-2020{codSuspPrinc}
A111, C111

R-2010{codSuspAdic}/
R-2020{codSuspAdic}
TABELA CADASTRO ITEM NOME DO CAMPO
T020 Apuração e/ou Sub- 1 REGISTRO
Apuração do ICMS
T020 Apuração e/ou Sub- 2 TIPO_APUR
Apuração do ICMS
T020 Apuração e/ou Sub- 3 DT_INI
Apuração do ICMS
T020 Apuração e/ou Sub- 4 DT_FIN
Apuração do ICMS
T020 Apuração e/ou Sub- 5 IND_APUR_ICMS
Apuração do ICMS

T020 Apuração e/ou Sub- 6 DESCR_COMPL_OUT_APU


Apuração do ICMS R

T020 Apuração e/ou Sub- 7 VL_TOT_DEBITOS


Apuração do ICMS

T020 Apuração e/ou Sub- 8 VL_AJ_DEBITOS


Apuração do ICMS

T020 Apuração e/ou Sub- 9 VL_TOT_AJ_DEBITOS


Apuração do ICMS

T020 Apuração e/ou Sub- 10 VL_ESTORNOS_CRED


Apuração do ICMS

T020 Apuração e/ou Sub- 11 VL_TOT_CREDITOS


Apuração do ICMS

T020 Apuração e/ou Sub- 12 VL_AJ_CREDITOS


Apuração do ICMS
T020 Apuração e/ou Sub- 13 VL_TOT_AJ_CREDITOS
Apuração do ICMS

T020 Apuração e/ou Sub- 14 VL_ESTORNOS_DEB


Apuração do ICMS

T020 Apuração e/ou Sub- 15 VL_SLD_CREDOR_ANT


Apuração do ICMS
T020 Apuração e/ou Sub- 16 VL_SLD_APURADO
Apuração do ICMS

T020 Apuração e/ou Sub- 17 VL_TOT_DED


Apuração do ICMS

T020 Apuração e/ou Sub- 18 VL_RECOLHER


Apuração do ICMS

T020 Apuração e/ou Sub- 19 VL_SLD_CREDOR_TRANS


Apuração do ICMS PORTAR

T020 Apuração e/ou Sub- 20 DEB_ESP


Apuração do ICMS

T020 Apuração e/ou Sub- VL_CRED_EXPORT


Apuração do ICMS
21

T020 Apuração e/ou Sub- VL_CRED_DENUN_ESPON


Apuração do ICMS T
22

T020 Apuração e/ou Sub- VL_CRED_EXPORT_AUT


Apuração do ICMS
23
T020 Apuração e/ou Sub- VL_SLD_CRED_ACU
Apuração do ICMS
24

T020 Apuração e/ou Sub- VL_CRED_ISENCAO


Apuração do ICMS
25

T020 Apuração e/ou Sub- VL_CRED_DIFERIMENTO


Apuração do ICMS
26

T020 Apuração e/ou Sub- VL_CRED_RED_BASE


Apuração do ICMS
27

T020 Apuração e/ou Sub- VL_CRED_OUT_MOT


Apuração do ICMS
28

T020 Apuração e/ou Sub- VL_CRED_PGTO


Apuração do ICMS
29

T020 Apuração e/ou Sub- VL_CRED_IMPORT


Apuração do ICMS
30

T020 Apuração e/ou Sub- VL_CRED_ESPONT


Apuração do ICMS
31

T020 Apuração e/ou Sub- VL_CRED_AUTUAÇÃO


Apuração do ICMS
32

T020 Apuração e/ou Sub- VL_CRED_TRANSF


Apuração do ICMS
33

T020 Apuração e/ou Sub- VL_CRED_NCOMP_TRA


Apuração do ICMS NSP
34

T020 Apuração e/ou Sub- VL_CRED_NCOMP_ANT


Apuração do ICMS 35
DESCRIÇÃO CHAVE DE INTEGRAÇÃO TIPO TAM DEC OBRIG
Tipo de registro C 8 - S

Indica o Tipo de Apuração do ICMS X C 1 - S

Data inicial a que a apuração se refere X N 8 - S

Data final a que a apuração se refere X N 8 - S

No caso de Sub-Apuração de ICMS, X C 1 - N


este campo deve representar o
indicador de uma outra Apuração do
imposto:

3 = Apuracao 1
4 = Apuracao 2
5 = Apuracao 3
6 = Apuracao 4
7 = Apuracao 5
8 = Apuracao 6

No caso de Sub-Apuração de ICMS, C - - N


este campo deve representar a
descrição complementar da Outra
Apuração do ICMS

Valor total dos débitos por "Saídas e N - 2 N


prestações com débito do imposto"

Valor total dos ajustes a débito N - 2 N


decorrentes do documento fiscal.

Valor total de "Ajustes a débito" N - 2 N

Valor total de Ajustes “Estornos de N - 2 N


créditos”

Valor total dos créditos por "Entradas e N - 2 N


aquisições com crédito do imposto"

Valor total dos ajustes a crédito N - 2 N


decorrentes do documento fiscal.
Valor total de "Ajustes a crédito" N - 2 N

Valor total de Ajustes “Estornos de N - 2 N


Débitos”

Valor total de "Saldo credor do período N - 2 N


anterior"
Valor do saldo devedor apurado N - 2 N

Valor total de "Deduções" N - 2 N

Valor total do tributo a recolher N - 2 N


(VL_SLD_APURADO-VL_TOT_DED)

Valor total de "Saldo credor a N - 2 N


transportar para o período seguinte”

Valores recolhidos ou a recolher, N - 2 N


extraapuração.

Valor de Crédito na Exportação N 16 2 N

Cred. Denuncia Espontania N 16 2 N

Cred. Exportação Autuação N 16 2 N


Saldo Cred. Acumulado N 16 2 N

Val. Cred. Isenção N 16 2 N

Credito Diferemento N 16 2 N

Cred. Redução Base N 16 2 N

Valor Cred. Outros Motiv. N 16 2 N

Valor Crédito pagamento N 16 2 N

Val. Cred. Importação N 16 2 N

Val. Cred. espontanio N 16 2 N

Val Cred Autuação N 16 2 N

Val. Cred Tranferencia N 16 2 N

Crédito não Compensáveis a - N 16 2 N


Transportar para o mês Seguinte

Saldo credor não Compensáveis - N 16 2 N


mês anterior.
COMENTÁRIO VALIDAÇÃO REG. SPED Fiscal
Fixo "T020"

0-Apuração de ICMS;
1-Sub-Apuração de ICMS; -

Formato: AAAAMMDD E100/1910

Formato: AAAAMMDD E100/1910

• Código “3” –Apuração em separado 1 [3,4,5,6,7,8] 1900


(tem que haver pelo menos um registro
C197 onde o 4º (quarto) dígito do
COD_AJ, campo 02, seja 3, ou valor maior
que “zero” no campo 08-
VL_SLD_CREDOR_ANT_OA do registro
1920).
• Código “4” – Apuração em separado 2
(tem que haver pelo menos um registro
C197 onde o 4º (quarto) dígito do
COD_AJ, campo 02, seja 4, ou valor maior
que “zero” no campo 08-
VL_SLD_CREDOR_ANT_OA do registro
1920).
• Código “5” – Apuração em separado 3
(tem que haver pelo menos um registro
Descrever
C197 ondeaonorma legal dígito
4º (quarto) que exige
do esta 1900
apuração
COD_AJ, em separado.
campo 02, seja 5, ou valor maior
que “zero” no campo 08-
VL_SLD_CREDOR_ANT_OA do registro
1920).
: o valor informado deve corresponder ao E110/1920
somatório de todos os documentos fiscais de saída
que geram débito de ICMS. Deste somatório, estão
excluídos os documentos extemporâneos
(COD_SIT com valor igual ‘01’), os documentos
complementares extemporâneos (COD_SIT com
valor igual ‘07’) e os documentos fiscais com CFOP
5605.
o valor informado deve corresponder ao somatório E110
Devem
do campo serVL_ICMS
incluídos do os registro
documentos C197,fiscais com
se o terceiro
CFOP igual
caractere doacampo
1605. COD_AJ do registro C197 for
O valor
igual neste
a ‘3’, campo
‘4’ ou ‘5’ e odeve
quartoser caractere
igual à soma dos a
for igual
VL_ICMS
“0”, “3”, “4”de outodos os registros
“5”. Deste somatório,C190, C320, C390,
estão
C490, C590,
excluídos C690, C790, extemporâneos
os documentos D190, D300, D390,
D410,
(COD_SIT D590, comD690,
valorD696,
igual com
‘01’) as datas
e os dos
documentos
campos DT_DOCextemporâneas
complementares (C300, C405, C600, (COD_SIT D300,com
D355,
valor
o valor D400,
igual
informado D600)
‘07’), cujosouvalores
deve DT_E_S (C100,
devem
corresponder serC500)
ao ou
prestados
somatório E110/1920
DT_DOC_FIN
no
do campo DEB_ESP (C700,juntamente
VL_AJ_APUR D695)
dosou DT_A_P
com os
registros E111,(D100,
demais
se o
D500)
valoresdentro
terceiro do período
extra-apuração.
caractere for igualinformado no registro
a ‘0’ e o quarto
E100. considerados
Serão
caractere os registros cujosdo
do campo COD_AJ_APUR documentos
registro
Quando
estejam
E111 oigual
campo a ‘0’.DT_E_S
for compreendidos noou DT_A_P
período não for no
informado
informado,
registro E100, utilizar o campo DT_DOC.
Para os estados
utilizando para tantoque outilizam
campocomo DT_E_S data(C100).
da
o valor informado
escrituração a data deve corresponder
de emissão, todos ao
ossomatório E110/1920
Quando o campo DT_E_S (C100) for vazio, utilizar
do campo VL_AJ_APUR
documentos dos registros
devem ser declarados na E111, se o
o campo DT_DOC.
terceiro caractere for igual a ‘0’
competência da emissão. Neste caso, se a data de e o quarto
caractere
saída (DT_E_S do campo COD_AJ_APUR
ou DT_A_P) for posteriordo registro
à data
E111 for igual ano
final informada ‘1’.campo 03 do registro E100, o
campo referente à data de saída não deve ser
o valor informado deve corresponder ao somatório
preenchido. E110/1920
de
Para todos os documentos
os estados que utilizamfiscaiscomode entrada
data da que
geram
escrituraçãocréditoa de dataICMS. O valor
de efetiva nestetodos
saída, campo os deve
ser igual à soma
documentos devem dosserVL_ICMS
declarados de todos
na os
registros
competência C190, C590, D190
específica e D590.
da data Deste
de saída como
somatório,
documentoestão regular excluídos
(COD_SIT os documentos
igual a ‘00’), fiscais
com CFOP 1605
obedecendo e incluídos
à legislação os documentos
estadual pertinente.fiscais
o
comvalor informado
CFOP 5605. Os deve corresponder
documentos ao somatório
fiscais devem E110
do campo VL_ICMS do registro
ser somados conforme o período informado C197, se o terceiro
no
caractere
registro E100 do código
e a data deinformada
ajuste do registro
no campo C197 for
‘0’,
DT_E_S‘1’ ou (C100,
‘2’ e o quarto
C500) caractere
ou campofor ‘0’, “3”,(D100,
DT_A_P “4” ou
“5”.
D500), exceto se COD_SIT do documento for igual
Devem ser considerados
a “01” (extemporâneo) ouos documentos
igual a 07 (NF fiscais
compreendidos no período informado
Complementar extemporânea), cujo valorno registro
será
E100,
somado analisando-se
no primeiro períodoas datasdeinformadas
apuração no
campo
informado DT_E_S do registro
no registro E100.C100, exceto se
COD_SIT
Quando o do camporegistro C100 ou
DT_E_S forDT_A_P
igual a ‘01’não for
(extemporâneo)
informado, é utilizada ou igual a ‘07’
a data (NF Complementar
constante no campo
extemporânea),
DT_DOC. cujo valor deve ser somado no
primeiro período de apuração informado no
registro E100.
o valor informado deve corresponder ao somatório E110/1920
dos valores constantes dos registros E111, quando
o terceiro caractere for igual a ‘0’ e o quarto
caractere for igual a ‘2’, do COD_AJ_APUR do
registro E111.

o valor informado deve corresponder ao somatório E110/1920


do VL_AJ_APUR dos registros E111, quando o
terceiro caractere for igual a ‘0’ e o quarto
caractere for igual a ‘3’, do COD_AJ_APUR do
registro E111.

E110/1920

o valor informado deve ser preenchido com base E110/1920


na expressão: soma do total de débitos
(VL_TOT_DEBITOS) com total de ajustes
(VL_AJ_DEBITOS +VL_TOT_AJ_DEBITOS) com
total de estorno de crédito
(VL_ESTORNOS_CRED) menos a soma do total
de créditos (VL_TOT_CREDITOS) com total de
ajuste de créditos (VL_,AJ_CREDITOS +
VL_TOT_AJ_CREDITOS) com total de estorno de
débito
o valor(VL_ESTORNOS_DEB)
informado deve corresponder com saldo credor
ao somatório E110/1920
períodoVL_ICMS
do campo anterior (VL_SLD_CREDOR_ANT).
do registro C197, se o terceiro Se
o valor da do
caractere expressão
código de forajuste
maiordo ouregistro
igual a “0” (zero),
C197, for
então
‘6’ e o este
quartovalor deve ser
caractere forinformado
‘0’, somado neste campo e
ao valor
o campo
total 14 (VL_SLD_CREDOR_TRANSPORTAR)
informado nos registros E111, quando o
deve sercaractere
terceiro igual a “0”for(zero).
igual a ‘0’ e o quarto
Se o valorfor
caractere daigual
expressão
a ‘4’, doforcampo
menorCOD_AJ_APUR
que “0” (zero),
então
do este campo
registro E111. deve ser preenchido com “0”
(zero)oesomatório
Para o valor absoluto
do campo da expressão
VL_ICMS do deve ser
registro
informado
C197 devem no ser
campo
considerados os documentos
o valor informado deve corresponder à diferença E110/1920
VL_SLD_CREDOR_TRANSPORTAR.
fiscais compreendidos no período informado no
entre o campo VL_SLD_APURADO e o campo
registro E100, comparando com a data informada
VL_TOT_DED. Se o resultado dessa operação for
no campo DT_E_S do registro C100, exceto se
negativo, informe o valor zero neste campo, e o
COD_SIT do registro C100 for igual a ‘01’
valor absoluto correspondente no campo
(extemporâneo) ou igual a ‘07’ (NF Complementar
VL_SLD_CREDOR_TRANSPORTAR. Verificar se
extemporânea), cujo valor deve ser somado no
a legislação da UF permite que dedução seja
primeiro período de apuração informado no
maior que o saldo devedor.
registro
se o valorE100,expressão:
quando houver somamais de um período
O valor dada
soma deste campo do total
com de débitos
o campo E110/1920
de apuração. Quandocom
(VL_TOT_DEBITOS) o campo
total DT_E_S
de ajustes não for
DEB_ESP deve ser igual à soma dos valores do
informado, utilizar o+campo
(VL_AJ_DEBITOS DT_DOC.
VL_TOT_AJ_DEBITOS) com
campo VL_OR do registro E116.
Neste
total decampo
estornosãodeinformados
crédito os valores que,
segundo a legislação da UF,
(VL_ESTORNOS_CRED) devam
menos ser tratados
a soma do total
como “Dedução
de créditos do imposto”, aindacom
(VL_TOT_CREDITOS) que total
no campo
de
VL_SLD_APURADO
ajuste tenha como resultado
de créditos (VL_AJ_CREDITOS + o valor
zero.
VL_TOT_AJ_CREDITOS) com total de estorno de
débito (VL_ESTORNOS_DEB) com saldo credor
do período anterior (VL_SLD_CREDOR_ANT) for
Informar o correspondente ao somatório O valorque
maior da “0”
soma deste
(zero), campo
este campo com o campo
deve ser E110/1920
dos valores: a) de ICMS correspondentes VL_ICMS_RECOLHER
preenchido com “0” (zero) deve
e oser igual11
campo à soma dos
aos documentos fiscais extemporâneos valores do campo VL_OR
(VL_SLD_APURADO) deve doserregistro E116.
igual ao valor do
(COD_SIT igual a “01”) e das notas fiscais resultado. Se for menor que “0” (zero), o valor
complementares extemporâneas absoluto do resultado deve ser informado neste
(COD_SIT igual a “07”); Pode ser campo e o campo VL_SLD_APURADO deve ser
verificado no resumo do relatório dos informado com “0” (zero).
registros fiscais de documentos de saídas
(totalização por COD_SIT e CFOP ou o de
entradas, constante das últimas páginas).
b) de ajustes do campo VL_ICMS do
registro C197, se o terceiro caractere do
código informado no campo COD_AJ do
registro C197 for igual a “7” (débitos
especiais) e o quarto caractere for igual a
“0” ou “2” (operações próprias ou outras
apurações) referente aos documentos
compreendidos no período a que se refere
a escrituração *( Pode ser verificado no
resumo do relatório dos registros fiscais de
documentos de saídas (totalização dos
ajustes constante das últimas páginas); e
c) de ajustes do campo VL_AJ_APUR do
registro E111, se o terceiro caractere do
código informado no campo
COD_AJ_APUR do registro E111 for igual
a “0” (apuração ICMS próprio) e o quarto
caractere for igual a “5”(débito especial).
*(Valor informado nos registros E111 com
os códigos específicos para débitos
especiais).
-

- GIA-RS

- - GIA-RS
REG. SPED PIS/Cofins Campos relacionados

- Interno

-
-

DMA-BA

DMA-BA

DMA-BA
DMA-BA

DMA-BA

DMA-BA

DMA-BA

DMA-BA

DMA-BA

DMA-BA

DMA-BA

DMA-BA

DMA-BA

- - -

- - -
TABELA CADASTRO ITEM NOME DO CAMPO DESCRIÇÃO

T020AA Ajustes da Apuracao do Tributo - ICMS 1 REGISTRO Tipo de registro

T020AA Ajustes da Apuracao do Tributo - ICMS 2 COD_AJ_APUR Código do ajuste da apuração e


dedução, conforme a Tabela indicada
no item 5.1.1 do SPED Fiscal.

T020AA Ajustes da Apuracao do Tributo - ICMS 3 DESCR_COMPL_AJ Descrição complementar do ajuste da


apuração.
T020AA Ajustes da Apuracao do Tributo - ICMS 4 VL_AJ_APUR Valor do ajuste da apuração

T020AA Ajustes da Apuracao do Tributo - ICMS 5 COD_SUBITEM Código do Subitem

T020AA Ajustes da Apuracao do Tributo - ICMS 6 COD_MOT Código que justificava o ajuste fiscal,
conforme código disponibilizado pela
SEFAZ do Estado.
CHAVE DE INTEGRAÇÃO TIPO TAM DEC OBRIG COMENTÁRIO VALIDAÇÃO

C 8 - S Fixo "T020AA"

C 8 - S o valor informado no campo deve existir


na tabela de código do ajuste da
apuração e dedução de cada Secretaria
de Fazenda, conforme a UF do
declarante, campo UF do registro 0000
ou, não havendo esta tabela, o valor
informado no campo deve existir na
tabela de código do ajuste da apuração
e dedução, constante da observação do
Item 5.1.1. do Ato COTEPE/ICMS nº 09,
de 18 de abril de 2008. O código do
ajuste utilizado deve ter seu terceiro
caractere como “0” (zero), indicando
ajuste de ICMS, não incluindo ajustes
de ICMS-ST.
O quarto caractere deve

0 – Outros débitos;
1 – Estorno de créditos;
2 – Outros créditos;
3 – Estorno de débitos;
4 – Deduções do imposto apurado;
5 – Débitos Especiais.

Obs.: Na existência de mais de um tipo


de crédito que se enquadre no mesmo
código de ajuste, deverão ser
apresentados tantos registros E111
quantos forem os tipos de créditos.

C - - N

N - 2 S

C - 5 N

C 5 0 N
Campos
REG. SPED REG. SPED REG. GIA-
relacionado
Fiscal PIS/Cofins SP
s

E111/1921 -

E111/1921 -

E111/1921 -

- CR=20

DAPI-MG
TABELA CADASTRO ITEM NOME DO CAMPO DESCRIÇÃO

T020AB Informacoes adicionais dos ajustes da 1 REGISTRO Tipo de registro


Apuracao - Processos referenciados ou
Documentos de arrecadacao

T020AB Informacoes adicionais dos ajustes da 2 COD_DA Código do modelo do documento de


Apuracao - Processos referenciados ou arrecadação :
Documentos de arrecadacao 0 - documento estadual de arrecadação
1 – GNRE

T020AB Informacoes adicionais dos ajustes da 3 NUM_DA Número do documento de arrecadação


Apuracao - Processos referenciados ou estadual, se houver
Documentos de arrecadacao

T020AB Informacoes adicionais dos ajustes da 4 NUM_PROC Identificação do processo ou ato


Apuracao - Processos referenciados ou concessório
Documentos de arrecadacao

T020AB Informacoes adicionais dos ajustes da 5 IND_PROC Indicador da origem do processo:


Apuracao - Processos referenciados ou Indicador da origem do processo:
Documentos de arrecadacao 0 - SEFAZ;
1 - Justiça Federal;
2 - Justiça Estadual;
3 – Secretaria da Receita Federal do
Brasil
9 – Outros.

T020AB Informacoes adicionais dos ajustes 6 VL_DEVIDO Valor realmente devido de ICMS,
da Apuracao - Processos em situações que a Guia de
referenciados ou Documentos de Arrecadação relacionada tenha sido
arrecadacao paga a maior em período de
apuração anterior.
CHAVE DE INTEGRAÇÃO TIPO TAM DEC OBRIG COMENTÁRIO VALIDAÇÃO

C 8 - S Fixo "T020AB"

C 1 - S

C - - S

C 20 - N Múmero do processo enviado no


registro T001AB.

C 1 - N informar o número do processo judicial Valores válidos: [ 0, 1, 2, 3, 9 ]


ou do processo administrativo,
conforme o caso, que autoriza a adoção
de procedimento especifico de
apuração das contribuições sociais ou
dos créditos.

- N 16 2 N -

-
Campos
REG. SPED REG. SPED
relacionado
Fiscal PIS/Cofins
s

interno interno
E112/1922 -

E112/1922

E112/1922

- -

GIA-RS
NOME DO
TABELA CADASTRO ITEM DESCRIÇÃO
CAMPO

T020AC Informacoes adicionais dos ajustes da 1 REGISTRO Tipo de registro


Apuracao - Identificacao dos
documentos fiscais
T020AC Informacoes adicionais dos ajustes da 2 COD_PART Código do participante (campo 02 do
Apuracao - Identificacao dos Registro T003):
documentos fiscais - do emitente do documento ou do
remetente das mercadorias, no caso de
entradas;
- do adquirente, no caso de saídas

T020AC Informacoes adicionais dos ajustes da 3 COD_MOD Código do modelo do documento fiscal,
Apuracao - Identificacao dos conforme a Tabela 4.1.1 do SPED
documentos fiscais Fiscal.

T020AC Informacoes adicionais dos ajustes da 4 SER Série do documento fiscal


Apuracao - Identificacao dos
documentos fiscais
T020AC Informacoes adicionais dos ajustes da 5 SUB Subserie do documento fiscal
Apuracao - Identificacao dos
documentos fiscais

T020AC Informacoes adicionais dos ajustes da 6 NUM_DOC Número do documento fiscal


Apuracao - Identificacao dos
documentos fiscais
T020AC Informacoes adicionais dos ajustes da 7 DT_DOC Data da emissão do documento fiscal
Apuracao - Identificacao dos
documentos fiscais

T020AC Informacoes adicionais dos ajustes da 8 COD_ITEM Código do item (campo 02 do Registro
Apuracao - Identificacao dos T007)
documentos fiscais

T020AC Informacoes adicionais dos ajustes da 9 VL_AJ_ITEM Valor do ajuste para a operação/item
Apuracao - Identificacao dos
documentos fiscais

T020AC Informações adicionais dos ajustes 10 DT_VISTO Data em que a nota fiscal foi visada
da Apuracão - Identificação dos pela repartição fazendária do
documentos fiscais destinatário

T020AC Informações adicionais dos ajustes 11 CHV_DOCe Chave do Documento Eletrônico


da Apuracão - Identificação dos
documentos fiscais
CHAVE DE INTEGRAÇÃO TIPO TAM DEC OBRIG COMENTÁRIO VALIDAÇÃO

C 8 - S Fixo "T020AC"

C 60 - S no caso de entrada, deve constar a o valor informado deve existir no campo


informação referente ao emitente do COD_PART do registro 0150.
documento ou ao remetente das
mercadorias ou serviços. No caso de
saída, deve constar a informação
referente ao destinatário. O valor deve
ter até 60 caracteres.

C 2 - S o valor informado no campo deve existir


na tabela de Documentos Fiscais do
ICMS, conforme Item 4.1.1. do Ato
COTEPE/ICMS nº 09, de 18 de abril de
2008.

C 4 - N

N 3 - N

N 9 - S o valor informado no campo deve ser


maior que “0” (zero).

N 8 - S informar a data de emissão do


documento fiscal, no formato
“AAAAMMDD”, sem os separadores de
formatação.

C 60 - N este campo só deve ser informado o valor informado no campo deve existir
quando o ajuste se referir a um no campo COD_ITEM do registro 0200.
determinado item/produto do
documento.

N - 2 S

- D 8 0 N Formato: AAAAMMDD -

- C 44 - N Informar a chave da NF-e, para -


documentos de COD_MOD igual a
“55”, ou informar a chave do
conhecimento de transporte
eletrônico, para documentos de
COD_MOD igual a “57” (a vigorar a
partir de 01/01/2017).
Campos
REG. SPED REG. SPED
relacionado
Fiscal PIS/Cofins
s

E113/1923 -

E113/1923 -

E113/1923 -

E113/1923 -

E113/1923 -

E113/1923 -

E113/1923 -

E113/1923 -

- -

DAPI-MG

E113/1923 - -
NOME DO
TABELA CADASTRO ITEM DESCRIÇÃO CHAVE DE INTEGRAÇÃO
CAMPO

T020AD Informacoes adicionais dos ajustes da 1 REGISTRO Tipo de registro


Apuracao - Valores declaratorios

T020AD Informacoes adicionais dos ajustes da 2 COD_INF_ADIC Código da informação adicional


Apuracao - Valores declaratorios conforme tabela a ser definida pelas
SEFAZ, conforme tabela definida no
item 5.2 do SPED Fiscal.

T020AD Informacoes adicionais dos ajustes da 3 VL_INF_ADIC Valor referente à informação adicional
Apuracao - Valores declaratorios

T020AD Informacoes adicionais dos ajustes da 4 DESCR_COMPL_ Descrição complementar do ajuste


Apuracao - Valores declaratorios AJ
Campos
REG. SPED REG. SPED
TIPO TAM DEC OBRIG COMENTÁRIO VALIDAÇÃO relacionado
Fiscal PIS/Cofins
s
C 8 - S Fixo "T020AD"

C 8 - S o código da informação adicional deve E115/1925 -


obedecer à tabela definida pelas
Secretarias de Fazenda dos Estados.
Caso não haja publicação da referida
tabela, o registro não deve ser
apresentado.

N - 2 S E115/1925 -

C - - N E115/1925 -
TABELA CADASTRO ITEM NOME DO CAMPO DESCRIÇÃO

T020AE Obrigacoes a recolher 1 REGISTRO Tipo de registro


T020AE Obrigacoes a recolher 2 COD_DA Código do modelo do documento de
arrecadação :
0 - documento estadual de arrecadação
1 – GNRE

T020AE Obrigacoes a recolher 3 NUM_DA Número do documento de arrecadação


estadual, se houver
T020AE Obrigacoes a recolher 4 NUM_PROC Identificação do processo ou ato
concessório
T020AE Obrigacoes a recolher 5 IND_PROC Indicador da origem do processo:
Indicador da origem do processo:
0 - SEFAZ;
1 - Justiça Federal;
2 - Justiça Estadual;
3 – Secretaria da Receita Federal do
Brasil
9 – Outros.
CHAVE DE INTEGRAÇÃO TIPO TAM DEC OBRIG COMENTÁRIO VALIDAÇÃO

C 8 - S Fixo "T020AE"
C 1 - S

C - - S

C 20 - N Múmero do processo enviado no


registro T001AB.
C 1 - N informar o número do processo judicial Valores válidos: [ 0, 1, 2, 3, 9 ]
ou do processo administrativo,
conforme o caso, que autoriza a adoção
de procedimento especifico de
apuração das contribuições sociais ou
dos créditos.
Campos
REG. SPED REG. SPED
relacionado
Fiscal PIS/Cofins
s

interno interno
E116/1926 -

E116/1926

E116/1926
TABELA CADASTRO ITEM NOME DO CAMPO DESCRIÇÃO

T020AF Resumo por CFOP 1 REGISTRO Tipo de registro


T020AF Resumo por CFOP 2 COD_CTA Informar neste campo o código da conta
contábil analítica ou sintética utilizada
na Escrituração Contábil da pessoa
jurídica

T020AF Resumo por CFOP 3 CFOP Deve representar o Código Fiscal de


Operação e Prestação( CFOP )
T020AF Resumo por CFOP 4 VLR_CONTABIL Deve representar o valor contábil
consolidado por Conta Contábil + CFOP

T020AF Resumo por CFOP 5 BASE Deve representar a base de calculo do


tributo consolidado por Conta Contábil +
CFOP
T020AF Resumo por CFOP 6 IMP_CREDITADO Deve representar o valor de
crédito/débito do tributo consolidado por
Conta Contábil + CFOP

T020AF Resumo por CFOP 7 ISENTO_NTRIB Deve representar o valor de isento e/ou
não tributado referente ao tributo, de
forma consolidada por Conta Contábil +
CFOP

T020AF Resumo por CFOP 8 OUTROS Deve representar o outros valores do


tributo, de forma consolidada por Conta
Contábil + CFOP
CHAVE DE INTEGRAÇÃO TIPO TAM DEC OBRIG COMENTÁRIO VALIDAÇÃO

C 8 - S Fixo "T020AF"
C 60 - S

N 4 - S

N 16 2 N

N 16 2 N

N 16 2 N

N 16 2 N

N 16 2 N
Campos
REG. SPED REG. SPED
relacionado
Fiscal PIS/Cofins
s
- -

Livro P9 Livro P9

Livro P9 Livro P9

Livro P9 Livro P9

Livro P9 Livro P9

Livro P9 Livro P9

Livro P9 Livro P9

Livro P9 Livro P9
TABELA CADASTRO ITEM NOME DO CAMPO DESCRIÇÃO

T020AG Autorização de Créditos Acumulados de 1 REGISTRO Tipo de registro


ICMS
T020AG Autorização de Créditos Acumulados de 2 COD_AUTORIZ Código de Autorização
ICMS
T020AG Autorização de Créditos Acumulados de 3 VALOR Valor do Crédito Acumulado
ICMS
CHAVE DE INTEGRAÇÃO TIPO TAM DEC OBRIG COMENTÁRIO VALIDAÇÃO

C 8 - S Fixo "T020AG"

C 12 - S

N 16 2 S
Campos
REG. SPED REG. SPED REG. GIA-
relacionado
Fiscal PIS/Cofins SP
s

- -

CR=28

CR=28
TABELA CADASTRO ITEM NOME DO CAMPO DESCRIÇÃO

T020AH Resumo por Natureza de Operação 1 REGISTRO Tipo de registro


T020AH Resumo por Natureza de Operação 2 NAT_OPERACAO Deve representar o Código da Natureza
de Operação.
T020AH Resumo por Natureza de Operação 3 TIPO_OPERACAO Deve representar o tipo de operação da
natureza (0 - Entrada, 1 - Saída)

T020AH Resumo por Natureza de Operação 4 VLR_CONTABIL Deve representar o valor contábil
consolidado por natureza de operação.

T020AH Resumo por Natureza de Operação 5 BASE Deve representar o valor da base de
cálculo do tributo consolidado por
natureza de operação.
T020AH Resumo por Natureza de Operação 6 IMP_CRED_DEB Deve representar o valor creditado ou
debitado do tributo consolidado por
natureza de operação.
T020AH Resumo por Natureza de Operação 7 ISENTO_NTRIB Deve representar o valor isento ou não
tributado do tributo consolidado por
natureza de operação.

T020AH Resumo por Natureza de Operação 8 OUTROS Deve representar o valor de outros do
tributo consolidado por natureza de
operação.
CHAVE DE INTEGRAÇÃO TIPO TAM DEC OBRIG COMENTÁRIO VALIDAÇÃO

C 8 - S Fixo "T020AH"
C 10 - S

C 1 - S

N 16 2 N Valores aceitos: 0 e 1 (0 - Entrada, 1 -


Saída).

N 16 2 N

N 16 2 N

N 16 2 N

N 16 2 N
Campos
REG. SPED REG. SPED REG. GIA-
relacionado
Fiscal PIS/Cofins SP
s
- -
TABELA CADASTRO ITEM NOME DO CAMPO DESCRIÇÃO

T021 Apuração de ST 1 REGISTRO Tipo de registro


T021 Apuração de ST 2 UF Sigla da unidade da federação a que se
refere a apuração do ICMS ST

T021 Apuração de ST 3 DT_INI Data inicial a que a apuração se refere

T021 Apuração de ST 4 DT_FIN Data final a que a apuração se refere

T021 Apuração de ST 5 IND_MOV_ST Indicador de movimento:


0 – Sem operações com ST;
1 – Com operações de ST.
T021 Apuração de ST 6 VL_SLD_CRED_ANT_ST Valor do "Saldo credor de período
anterior – "Substituicao Tributaria"
T021 Apuração de ST 7 VL_DEVOL_ST Valor total do ICMS ST de devolução de
mercadorias

T021 Apuração de ST 8 VL_RESSARC_ST Valor total do ICMS ST de


ressarcimentos
T021 Apuração de ST 9 VL_OUT_CRED_ST Valor total de Ajustes "Outros créditos
ST" e Estorno de debitos ST"

T021 Apuração de ST 10 VL_AJ_CREDITOS_ST Valor total dos ajustes a crédito de


ICMS ST, provenientes de ajuestes do
documento fiscal.
T021 Apuração de ST 11 VL_RETENÇAO_ST Valor Total do ICMS retido por
Substituição Tributária

T021 Apuração de ST 12 VL_OUT_DEB_ST Valor Total dos ajustes "Outros débitos


ST" " e "Estorno de creditos ST"

T021 Apuração de ST 13 VL_AJ_DEBITOS_ST Valor total dos ajustes a débito de ICMS


ST, provenientes de ajustes do
documento fiscal.
T021 Apuração de ST 14 VL_SLD_DEV_ANT_ST Valor total de Saldo devedor antes das
deduções

T021 Apuração de ST 15 VL_DEDUÇÕES_ST Valor total dos ajustes "Deduções ST"


T021 Apuração de ST 16 VL_ICMS_RECOL_ST Imposto a recolher ST
(VL_SLD_DEV_ANT_ST-
VL_DEDUÇÕES_ST)

T021 Apuração de ST 17 VL_SLD_CRED_ST_TRAN (VL_SLD_CRED_ANT_ST+VL_DEVOL


SPORTAR _ST+VL_RESSARC_ST+VL_OUT_CR
ED_ST+VL_AJ_CREDITOS_ST)-
(VL_RETENÇAO_ST+VL_OUT_DEB_S
T+VL_AJ_DEBITOS_ST)

T021 Apuração de ST 18 DEB_ESP_ST Valores recolhidos ou a recolher,


extraapuração.
CHAVE DE INTEGRAÇÃO TIPO TAM DEC OBRIG COMENTÁRIO VALIDAÇÃO

C 8 - S Fixo "T021"
X C 2 - S

X N 8 - S Formato: AAAAMMDD

X N 8 - S Formato: AAAAMMDD

X C 1 - S

N - 2 N

N - 2 N o valor informado deve corresponder à


soma do campo VL_ICMS_ST do
registro C190, quando o valor do campo
CFOP for igual a 1410, 1411, 1414,
1415, 1660, 1661, 1662, 2410, 2411,
2414, 2415, 2660, 2661 ou 2662 e para
documentos com data (campo DT_E_S
ou DT_DOC do registro C100)
compreendida no período de apuração
do registro E200. Só será considerada a
data do campo DT_DOC, quando o
campo DT_E_S estiver em branco.

N - 2 N só deve ser informado valor neste o valor informado deve corresponder à


campo se o ressarcimento tiver origem soma do campo VL_ICMS_ST do
em documento fiscal. registro C190, quando o valor do campo
CFOP for igual a 1603 ou 2603 e para
documentos com data, campo DT_E_S
ou campo DT_DOC do registro C100,
compreendida no período de apuração
do registro E200. Só será considerada a
data do campo DT_DOC, quando o
campo DT_E_S estiver em branco.
N - 2 N o valor informado deve corresponder ao
somatório do campo VL_AJ_APUR dos
registros E220 quando o terceiro
caractere for igual a ‘1’ e o quarto
caractere do campo COD_AJ_APUR for
igual a ‘2’ ou ‘3’ mais a soma do campo
VL_ICMS_ST do registro C190 (demais
CFOPs), quando o primeiro caractere
do campo CFOP for ‘1’ ou ‘2’, exceto se
o valor do campo CFOP for 1410, 1411,
1414, 1415, 1660, 1661, 1662, 2410,
2411, 2414, 2415, 2660, 2661 ou 2662.
Para documentos com data (campo
DT_E_S ou DT_DOC do Registro
C100) compreendida no período de
apuração do Registro E200. Só será
considerada a data do Campo
DT_DOC, quando o Campo DT_E_S
estiver em branco.

N - 2 N o valor informado deve corresponder ao


somatório do campo VL_ICMS do
registro C197, por UF, se o terceiro
caractere do código de ajuste no campo
COD_AJ do registro C197 for “0”, “1” ou
“2” e o quarto caractere for “1”(um) para
todos os registros onde os documentos
estejam compreendidos no período
informado no registro E200,
considerando a UF, utilizando para tanto
o campo DT_E_S (C100). Quando o
campo DT_E_S (C100) não estiver
preenchido, a data considerada é a
informada no campo DT_DOC.
Para os documentos extemporâneos
(campo COD_SIT, do registro C100,
com valor igual ‘01’), assim como para
os documentos complementares
extemporâneos (campo COD_SIT, do
registro C100, com valor igual ‘07’),
estes valores devem ser informados no
primeiro período no registro E200, para
a UF.
N - 2 N o valor informado deve corresponder ao
somatório do campo VL_ICMS_ST de
todos os registros C190, C590, C690,
C791, D590 e D690, por UF, se o
primeiro caractere do campo CFOP for
igual a 5 ou 6, considerando o período,
por UF. Para o registro C791, o CFOP a
ser considerado é o do registro pai
C790. Nesta soma, devem constar
apenas os documentos fiscais
compreendidos no período informado
no registro E200, utilizando-se, para
tanto, os campos DT_DOC (C600,
D600) ou DT_E_S (C100, C500, D500)
ou DT_DOC_FIN (C700, D695).
Quando a data do campo DT_E_S não
for informada, será utilizada a data do
campo DT_DOC.

N - 2 N o valor informado deve corresponder ao


somatório do campo VL_AJ_APUR do
registro E220, quando o terceiro
caractere for igual a ‘1’ e o quarto for
igual a ‘0’ ou ‘1’, ambos do campo
COD_AJ_APUR do registro E220.

N - 2 N o valor informado deve corresponder ao


somatório do campo VL_ICMS do
registro C197, por UF, se o terceiro
caractere do código de ajuste (campo
COD_AJ) do registro C197 for ‘3’, ‘4’ ou
‘5’ e o quarto caractere for ‘1’, para
todos os registros onde os documentos
estejam compreendidos no período
informado no registro E200, por UF,
utilizando-se, para tanto, o campo
DT_E_S (C100).
Quando a data do campo DT_E_S
(C100) não estiver preenchida, é
utilizada a data do campo DT_DOC.
Devem ser excluídos os documentos
extemporâneos (campo COD_SIT do
registro C100 com valor igual ‘01’) e os
documentos complementares
extemporâneos (campo COD_SIT do
registro C100 com valor igual ‘07’),
cujos valores devem ser informados no
campo DEB_ESP_ST junto com os
demais valores extra-apuração.
N - 2 N o valor informado deve ser preenchido
com base na expressão: soma do total
de retenção por ST, campo
VL_RETENCAO_ST, com total de
outros débitos por ST, campo
VL_OUT_DEB_ST, com total de ajustes
de débito por ST, campo
VL_AJ_DEBITOS_ST, menos a soma
do saldo credor do período anterior por
ST, campo VL_SLD_CRED_ANT_ST,
com total de devolução por ST, campo
VL_DEVOL_ST, com total de
ressarcimento por ST, campo
VL_RESSARC_ST, com o total de
outros créditos por ST, campo
VL_OUT_CRED_ST, com o total de
ajustes de crédito por ST, campo
VL_AJ_CREDITOS_ST. Se o valor da
expressão for maior ou igual a “0”
(zero), então este valor deve ser
informado neste campo e o campo
VL_SLD_CRED_ST_TRANSPORTAR
deve ser igual a “0” (zero). Se o valor da
expressão for menor que “0” (zero),
então este campo deve ser preenchido
com “0” (zero) e o valor absoluto da
expressão deve ser informado no
campo
VL_SLD_CRED_ST_TRANSPORTAR.

N - 2 N o valor informado deve corresponder ao


somatório do campo VL_AJ_APUR do
registro E220, por UF, quando o terceiro
caractere for igual a ‘1’ e o quarto
caractere do campo COD_AJ_APUR for
igual a ‘4’, mais a soma do campo
VL_ICMS do registro C197, se o
terceiro caractere do campo COD_AJ
for ‘6’ e o quarto caractere for ‘1’, para
todos os registros onde os documentos
estejam compreendidos no período
informado no registro E200, por UF,
utilizando-se, para tanto, o campo
DT_E_S, do registro C100. Quando o
campo DT_E_S do registro C100 não
estiver preenchido, utilizar o campo
DT_DOC do mesmo registro.
N - 2 N o valor informado deve corresponder à
diferença entre o campo
VL_SLD_DEV_ANT_ST e o campo
VL_DEDUCOES_ST.
O valor da soma deste campo com o
campo DEB_ESP_ST deve
corresponder à soma dos valores do
campo VL_OR do registro E250.

N - 2 N se o valor da expressão: soma do total


de retenção por ST, campo
VL_RETENCAO_ST, com total de
outros débitos por ST, campo
VL_OUT_DEB_ST, com total de ajustes
de débito por ST, campo
VL_AJ_DEBITOS_ST, menos a soma
do saldo credor do período anterior por
ST, campo VL_SLD_CRED_ANT_ST,
com total de devolução por ST, campo
VL_DEVOL_ST, com total de
ressarcimento por ST, campo
VL_RESSARC_ST, com o total de
outros créditos por ST, campo
VL_OUT_CRED_ST, com o total de
ajustes de crédito por ST, campo
VL_AJ_CREDITOS_ST, for maior ou
igual a “0” (zero), este campo deve ser
preenchido com “0” (zero). Se for menor
que “0” (zero), o valor absoluto do
resultado deve ser informado.

N - 2 N Informar por UF, valor correspondente O valor da soma do campo


ao somatório dos valores: DEB_ESP_ST com o campo
a) de ICMS_ST referente aos VL_ICMS_RECOL_ST deve
documentos fiscais extemporâneos corresponder à soma dos valores do
(COD_SIT igual a “01”) e das notas campo VL_OR do registro E250.
fiscais
complementares extemporâneas
(COD_SIT igual a “07”). ;
b) de ajustes do campo VL_ICMS do
registro C197, se o terceiro caractere do
código informado no campo COD_AJ
do registro C197 for igual a “7” (débitos
especiais) e o quarto caractere for igual
a “1” (operações por ST) referente aos
documentos compreendidos no período
a que se refere a escrituração; e
c) de ajustes do campo VL_AJ_APUR
do registro E220, se o terceiro caractere
do código informado no campo
COD_AJ_APUR do registro E220 for
igual a “1” (ICMS- ST) e o quarto
caractere for igual a “5”(débito
especial).
Campos
REG. SPED REG. SPED
relacionado
Fiscal PIS/Cofins
s

E200 -

E200 -

E200 -

E210 -

E210 -

E210 -

E210 -
E210 -

E210 -
E210 -

E210 -

E210 -
E210 -

E210 -
E210 -

E210 -

E210 -
NOME DO
TABELA CADASTRO ITEM DESCRIÇÃO CHAVE DE INTEGRAÇÃO
CAMPO

T021AA Ajustes da Apuracao do Tributo - 1 REGISTRO Tipo de registro


ICMS/ST
T021AA Ajustes da Apuracao do Tributo - 2 COD_AJ_APUR Código do ajuste da apuração e
ICMS/ST dedução, conforme a Tabela indicada
no item 5.1.1 do layout do SPED Fiscal.

T021AA Ajustes da Apuracao do Tributo - 3 DESCR_COMPL Descrição complementar do ajuste da


ICMS/ST _AJ apuração.
T021AA Ajustes da Apuracao do Tributo - 4 VL_AJ_APUR Valor do ajuste da apuração
ICMS/ST
T021AA Ajustes da Apuracao do Tributo - 5 COD_SUBITEM Código do Subitem
ICMS/ST
T021AA Ajustes da Apuracao do Tributo - 6 COD_MOT Código que justificava o ajuste fiscal,
ICMS/ST conforme código disponibilizado pela
SEFAZ do Estado.
REG. SPED REG. SPED REG. GIA-
TIPO TAM DEC OBRIG COMENTÁRIO VALIDAÇÃO
Fiscal PIS/Cofins SP

C 8 - S Fixo "T021AA"

C 8 - S o valor informado no campo deve existir E220 -


na tabela de código do ajuste da
apuração e dedução de cada Secretaria
de Fazenda, conforme a UF do
contribuinte substituído ou, não
havendo esta tabela, o valor informado
no campo deve existir na tabela de
código do ajuste da apuração e
dedução constante na observação do
Item 5.1.1. do Ato COTEPE/ICMS nº 09,
de 18 de abril de 2008 (tabela
genérica).
O código do ajuste utilizado deve ter
seu terceiro caractere como um,
indicando ajuste de ICMS-ST.
O quarto caractere deve ser
preenchido, conforme item 5.1.1. do Ato
COTEPE/ICMS nº 09, de 18 de abril de
2008, com um dos códigos abaixo:

0 – Outros débitos;
1 – Estorno de créditos;
2 – Outros créditos;
3 – Estorno de débitos;
4 – Deduções do imposto apurado;
5 – Débitos Especiais.

C - - N E220 -

N - 2 S E220 -

C - 5 N - CR=20

C 5 0 N DAPI-MG
Campos
relacionado
s
TABELA CADASTRO ITEM NOME DO CAMPO DESCRIÇÃO

T021AB Informacoes adicionais dos ajustes da 1 REGISTRO Tipo de registro


Apuracao - Processos referenciados ou
Documentos de arrecadacao

T021AB Informacoes adicionais dos ajustes da 2 COD_DA Código do modelo do documento de


Apuracao - Processos referenciados ou arrecadação :
Documentos de arrecadacao 0 - documento estadual de arrecadação
1 – GNRE

T021AB Informacoes adicionais dos ajustes da 3 NUM_DA Número do documento de arrecadação


Apuracao - Processos referenciados ou estadual, se houver
Documentos de arrecadacao

T021AB Informacoes adicionais dos ajustes da 4 NUM_PROC Identificação do processo ou ato


Apuracao - Processos referenciados ou concessório
Documentos de arrecadacao

T021AB Informacoes adicionais dos ajustes da 5 IND_PROC Indicador da origem do processo:


Apuracao - Processos referenciados ou Indicador da origem do processo:
Documentos de arrecadacao 0 - SEFAZ;
1 - Justiça Federal;
2 - Justiça Estadual;
3 – Secretaria da Receita Federal do
Brasil
9 – Outros.
CHAVE DE INTEGRAÇÃO TIPO TAM DEC OBRIG COMENTÁRIO VALIDAÇÃO

C 8 - S Fixo "T021AB"

C 1 - S

C - - S

C 20 - N Múmero do processo enviado no


registro T001AB.

C 1 - N informar o número do processo judicial Valores válidos: [ 0, 1, 2, 3, 9 ]


ou do processo administrativo,
conforme o caso, que autoriza a adoção
de procedimento especifico de
apuração das contribuições sociais ou
dos créditos.
Campos
REG. SPED REG. SPED
relacionado
Fiscal PIS/Cofins
s

interno interno
E230 -

E230

E230
NOME DO
TABELA CADASTRO ITEM DESCRIÇÃO CHAVE DE INTEGRAÇÃO
CAMPO

T021AC Informacoes adicionais dos ajustes da 1 REGISTRO Tipo de registro


Apuracao - Identificacao dos
documentos fiscais
T021AC Informacoes adicionais dos ajustes da 2 COD_PART Código do participante (campo 02 do
Apuracao - Identificacao dos Registro T003):
documentos fiscais - do emitente do documento ou do
remetente das
mercadorias, no caso de entradas;
- do adquirente, no caso de saídas

T021AC Informacoes adicionais dos ajustes da 3 COD_MOD Código do modelo do documento fiscal,
Apuracao - Identificacao dos conforme a Tabela 4.1.1 do layout do
documentos fiscais SPED Fiscal.

T021AC Informacoes adicionais dos ajustes da 4 SER Série do documento fiscal


Apuracao - Identificacao dos
documentos fiscais
T021AC Informacoes adicionais dos ajustes da 5 SUB Subserie do documento fiscal
Apuracao - Identificacao dos
documentos fiscais

T021AC Informacoes adicionais dos ajustes da 6 NUM_DOC Número do documento fiscal


Apuracao - Identificacao dos
documentos fiscais
T021AC Informacoes adicionais dos ajustes da 7 DT_DOC Data da emissão do documento fiscal
Apuracao - Identificacao dos
documentos fiscais

T021AC Informacoes adicionais dos ajustes da 8 COD_ITEM Código do item (campo 02 do Registro
Apuracao - Identificacao dos T007)
documentos fiscais

T021AC Informacoes adicionais dos ajustes da 9 VL_AJ_ITEM Valor do ajuste para a operação/item
Apuracao - Identificacao dos
documentos fiscais

T021AC Informações adicionais dos ajustes 10 DT_VISTO Data em que a nota fiscal foi visada -
da Apuracão - Identificação dos pela repartição fazendária do
documentos fiscais destinatário

T021AC Informacoes adicionais dos ajustes da 11 CHV_DOCe Chave do Documento Eletrônico -


Apuracao - Identificacao dos
documentos fiscais
Campos
REG. SPED REG. SPED
TIPO TAM DEC OBRIG COMENTÁRIO VALIDAÇÃO relacionado
Fiscal PIS/Cofins
s
C 8 - S Fixo "T021AC"

C 60 - S no caso de entrada, deve constar a o valor informado deve existir no campo E240 -
informação referente ao emitente do COD_PART do registro T003.
documento ou ao remetente das
mercadorias ou serviços. No caso de
saída, deve constar a informação
referente ao destinatário. O valor deve
ter até 60 caracteres.

C 2 - S o valor informado no campo deve existir E240 -


na tabela de Documentos Fiscais do
ICMS, conforme Item 4.1.1. do Ato
COTEPE/ICMS nº 09, de 18 de abril de
2008.

C 4 - N E240 -

N 3 - N E240 -

N 9 - S o valor informado no campo deve ser E240 -


maior que “0” (zero).

N 8 - S informar a data de emissão do E240 -


documento fiscal, no formato
“AAAAMMDD”, sem os separadores de
formatação.

C 60 - N este campo só deve ser informado o valor informado no campo deve existir E240 -
quando o ajuste se referir a um no campo COD_ITEM do registro T007.
determinado item/produto do
documento.

N - 2 S E240 -

D 8 0 N Formato: AAAAMMDD - - -

DAPI-MG

C 44 - N Informar a chave da NF-e, para - E240 - -


documentos de COD_MOD igual a
“55”, ou informar a chave do
conhecimento de transporte
eletrônico, para documentos de
COD_MOD igual a “57” (a vigorar a
partir de 01/01/2017).
TABELA CADASTRO ITEM NOME DO CAMPO DESCRIÇÃO

T021AD Obrigacoes a recolher 1 REGISTRO Tipo de registro


T021AD Obrigacoes a recolher 2 COD_DA Código do modelo do documento de
arrecadação :
0 - documento estadual de arrecadação
1 – GNRE

T021AD Obrigacoes a recolher 3 NUM_DA Número do documento de arrecadação


estadual, se houver
T021AD Obrigacoes a recolher 4 NUM_PROC Identificação do processo ou ato
concessório
T021AD Obrigacoes a recolher 5 IND_PROC Indicador da origem do processo:
Indicador da origem do processo:
0 - SEFAZ;
1 - Justiça Federal;
2 - Justiça Estadual;
3 – Secretaria da Receita Federal do
Brasil
9 – Outros.
CHAVE DE INTEGRAÇÃO TIPO TAM DEC OBRIG COMENTÁRIO VALIDAÇÃO

C 8 - S Fixo "T021AD"
C 1 - S

C - - S

C 20 - N Múmero do processo enviado no


registro T001AB.
C 1 - N informar o número do processo judicial Valores válidos: [ 0, 1, 2, 3, 9 ]
ou do processo administrativo,
conforme o caso, que autoriza a adoção
de procedimento especifico de
apuração das contribuições sociais ou
dos créditos.
Campos
REG. SPED REG. SPED
relacionado
Fiscal PIS/Cofins
s

interno interno
E250 -

E250

E250
TABELA CADASTRO ITEM NOME DO CAMPO DESCRIÇÃO

T021AE Resumo por Estado + CFOP 1 REGISTRO Tipo de registro


T021AE Resumo por Estado + CFOP 2 UF Deve representar a UF para qual os valores se
referem
T021AE Resumo por Estado + CFOP 3 CFOP Deve representar o Código Fiscal de
Operação e Prestação( CFOP )
T021AE Resumo por Estado + CFOP 4 BASE Deve representar a base de calculo do tributo
consolidado por UF + CFOP
T021AE Resumo por Estado + CFOP 5 IMP_CREDITADO
Deve representar o valor de crédito/débito do
tributo consolidado por UF + CFOP

T021AE Resumo por Estado + CFOP 6 ISENTO_NTRIB Deve representar o valor de isento e/ou não
tributado referente ao tributo, de forma
consolidada por UF + CFOP
T021AE Resumo por Estado + CFOP 7 OUTROS
Deve representar o outros valores do tributo,
de forma consolidada por UF + CFOP
CHAVE DE INTEGRAÇÃO TIPO TAM DEC OBRIG COMENTÁRIO VALIDAÇÃO

C 8 - S Fixo "T021AE"

C 2 - S

N 4 - S

N 16 2 N

N 16 2 N

N 16 2 N

N 16 2 N
Campos
REG. SPED REG. SPED
relacionado
Fiscal PIS/Cofins
s

Livro P9 Livro P9

Livro P9 Livro P9

Livro P9 Livro P9

Livro P9 Livro P9

Livro P9 Livro P9

Livro P9 Livro P9
TABELA CADASTRO ITEM NOME DO CAMPO DESCRIÇÃO

T021AF Resumo por Natureza de Operação 1 REGISTRO Tipo de registro


T021AF Resumo por Natureza de Operação 2 UF Deve representar a UF para qual os valores se
referem
T021AF Resumo por Natureza de Operação 3 NAT_OPERACAO Deve representar o Código da Natureza de
Operação.
T021AF Resumo por Natureza de Operação 4 TIPO_OPERACAO Deve representar o tipo de operação da
natureza (0 - Entrada, 1 - Saída)
T021AF Resumo por Natureza de Operação 5 VLR_CONTABIL Deve representar o valor contábil consolidado
por natureza de operação.
T021AF Resumo por Natureza de Operação 6 BASE Deve representar o valor da base de cálculo
do tributo consolidado por natureza de
operação.
T021AF Resumo por Natureza de Operação 7 IMP_CRED_DEB Deve representar o valor creditado ou
debitado do tributo consolidado por natureza
de operação.
T021AF Resumo por Natureza de Operação 8 ISENTO_NTRIB Deve representar o valor isento ou não
tributado do tributo consolidado por natureza
de operação.
T021AF Resumo por Natureza de Operação 9 OUTROS
Deve representar o valor de outros do tributo
consolidado por natureza de operação.
CHAVE DE INTEGRAÇÃO TIPO TAM DEC OBRIG COMENTÁRIO VALIDAÇÃO

C 8 - S Fixo "T021AF"

C 2 - S

C 10 - S

Valores aceitos: 0 e 1 (0 - Entrada, 1 -


C 1 - S
Saída).

N 16 2 N

N 16 2 N

N 16 2 N

N 16 2 N

N 16 2 N
Campos
REG. SPED REG. SPED
relacionado
Fiscal PIS/Cofins
s
NOME DO
TABELA CADASTRO ITEM DESCRIÇÃO CHAVE DE INTEGRAÇÃO
CAMPO

T022 Apuração de IPI 1 REGISTRO Tipo de registro


T022 Apuração de IPI 2 IND_APUR Indicador de período de apuração do X
IPI:
0 - Mensal;
1 - Decendial

T022 Apuração de IPI 3 DT_INI Data inicial a que a apuração se refere X

T022 Apuração de IPI 4 DT_FIN Data final a que a apuração se refere X

T022 Apuração de IPI 5 VL_SD_ANT_IPI Saldo credor do IPI transferido do


período anterior
T022 Apuração de IPI 6 VL_DEB_IPI Valor total dos débitos por "Saídas com
débito do imposto"

T022 Apuração de IPI 7 VL_CRED_IPI Valor total dos créditos por "Entradas e
aquisições com crédito do imposto"

T022 Apuração de IPI 8 VL_OD_IPI Valor de "Outros débitos" do IPI


(inclusive estornos de crédito)

T022 Apuração de IPI 9 VL_OC_IPI Valor de "Outros créditos" do IPI


(inclusive estornos de débitos)

T022 Apuração de IPI 10 VL_SC_IPI Valor do saldo credor do IPI a


transportar para o período seguinte

T022 Apuração de IPI 11 VL_SD_IPI Valor do saldo devedor do IPI a recolher


Campos
REG. SPED REG. SPED
TIPO TAM DEC OBRIG COMENTÁRIO VALIDAÇÃO relacionado
Fiscal PIS/Cofins
s
C 8 - S Fixo "T022"
C 1 - S E500 -

N 8 - S Formato: AAAAMMDD E500 -

N 8 - S Formato: AAAAMMDD E500 -

N - 2 N E520 -

N - 2 N : o valor informado deve corresponder E520 -


ao somatório do campo VL_IPI do
registro E510, quando o CFOP iniciar
por ‘5’ ou ‘6” dos registros C190.

N - 2 N o valor informado deve corresponder ao E520 -


somatório do campo VL_IPI do registro
E510, quando o CFOP iniciar por ‘1’, ‘2’
ou ‘3’ dos registros C190.

N - 2 N o valor informado deve corresponder ao E520 -


somatório do campo VL_AJ do registro
E530, quando o campo IND_AJ do
registro E530 for igual a ‘0’.

N - 2 N o valor informado deve corresponder ao E520 -


somatório do campo VL_AJ do registro
E530, quando o campo IND_AJ do
registro E530 for igual a ‘1’.

N - 2 N se a soma dos campos VL_DEB_IPI e E520 -


VL_OD_IPI menos a soma dos campos
VL_SD_ANT_IPI, VL_CRED_IPI e
VL_OC_IPI for menor que “0” (zero),
então o campo VL_SC_IPI deve ser
igual ao valor absoluto da expressão, e
o valor do campo VL_SD_IPI deve ser
igual a “0” (zero).

N - 2 N se a soma dos campos VL_DEB_IPI e E520 -


VL_OD_IPI menos a soma dos campos
VL_SD_ANT_IPI, VL_CRED_IPI e
VL_OC_IPI for maior ou igual a “0”
(zero), então o campo 08 (VL_SD_IPI)
deve ser igual ao resultado da
expressão, e o valor do campo
VL_SC_IPI deve ser igual a “0” (zero).
NOME DO
TABELA CADASTRO ITEM DESCRIÇÃO CHAVE DE INTEGRAÇÃO TIPO
CAMPO

T022AA Ajustes da Apuracao do Tributo - IPI 1 REGISTRO Tipo de registro C

T022AA Ajustes da Apuracao do Tributo - IPI 2 COD_AJ_A Código do ajuste da apuração e C


PUR dedução, conforme a Tabela indicada
no item 4.5.4 do layout do SPED Fiscal.

T022AA Ajustes da Apuracao do Tributo - IPI 3 DESCR_CO Descrição complementar do ajuste da C


MPL_AJ apuração.
T022AA Ajustes da Apuracao do Tributo - IPI 4 VL_AJ_APU Valor do ajuste da apuração N
R
T022AA Ajustes da Apuracao do Tributo - IPI 5 IND_AJ Indicador do tipo de ajuste: C
0- Ajuste a débito;
1- Ajuste a crédito

T022AA Ajustes da Apuracao do Tributo - IPI 6 IND_DOC Indicador da origem do documento C


vinculado ao ajuste:
0 - Processo Judicial;
1 - Processo Administrativo;
2 - PER/DCOMP;
9 – Outros.

T022AA Ajustes da Apuracao do Tributo - IPI 7 NUM_DOC Número do documento / processo / C


declaração ao qual o ajuste está
vinculado, se houver
Campos
REG. SPED REG. SPED
TAM DEC OBRIG COMENTÁRIO VALIDAÇÃO relacionado
Fiscal PIS/Cofins
s
8 - S Fixo "T022AA"

8 - S Usar tabela 4.5.4 E530 -

- - N E530 -

- 2 S E530 -

1 - S E530 -

1 - N E530 -

- - N E530 -
TABELA CADASTRO ITEM NOME DO CAMPO DESCRIÇÃO

T022AB Detalhamento do IPI por CFOP 1 REGISTRO Tipo de registro


T022AB Detalhamento do IPI por CFOP 2 CFOP Código Fiscal de Operação e Prestação
do agrupamento de itens
T022AB Detalhamento do IPI por CFOP 3 CST_IPI Código da Situação Tributária referente
ao IPI, conforme a Tabela indicada no
item 4.3.2.
T022AB Detalhamento do IPI por CFOP 4 VL_CONT_PI Parcela correspondente ao "Valor
Contábil" referente ao CFOP e ao
Código de Tributação do IPI

T022AB Detalhamento do IPI por CFOP 5 VL_BC_IPI Parcela correspondente ao "Valor da


base de cálculo do IPI" referente ao
CFOP e ao Código de Tributação do IPI,
para operações tributadas

T022AB Detalhamento do IPI por CFOP 6 VL_IPI Parcela correspondente ao "Valor do


IPI" referente ao CFOP e ao Código de
Tributação do IPI, para operações
tributadas
CHAVE DE INTEGRAÇÃO TIPO TAM DEC OBRIG COMENTÁRIO VALIDAÇÃO

C 8 - S Fixo "T022AB"
N 4 - S

C 2 - S

N - 2 S

N - 2 S

N - 2 S
Campos
REG. SPED REG. SPED
relacionado
Fiscal PIS/Cofins
s

E510 -

E510 -

E510 -

E510 -

E510 -
TABELA CADASTRO ITEM NOME DO CAMPO DESCRIÇÃO

T022AC Resumo por Natureza de Operação 1 REGISTRO Tipo de registro


T022AC Resumo por Natureza de Operação 2 NAT_OPERACAO Deve representar o Código da Natureza
de Operação.
T022AC Resumo por Natureza de Operação 3 TIPO_OPERACAO Deve representar o tipo de operação da
natureza (0 - Entrada, 1 - Saída)

T022AC Resumo por Natureza de Operação 4 VLR_CONTABIL Deve representar o valor contábil
consolidado por natureza de operação.

T022AC Resumo por Natureza de Operação 5 BASE Deve representar o valor da base de
cálculo do tributo consolidado por
natureza de operação.
T022AC Resumo por Natureza de Operação 6 IMP_CRED_DEB Deve representar o valor creditado ou
debitado do tributo consolidado por
natureza de operação.
T022AC Resumo por Natureza de Operação 7 ISENTO_NTRIB Deve representar o valor isento ou não
tributado do tributo consolidado por
natureza de operação.

T022AC Resumo por Natureza de Operação 8 OUTROS Deve representar o valor de outros do
tributo consolidado por natureza de
operação.
CHAVE DE INTEGRAÇÃO TIPO TAM DEC OBRIG COMENTÁRIO VALIDAÇÃO

C 8 - S Fixo "T022AC"
C 10 - S

C 1 - S Valores aceitos: 0 e 1 (0 - Entrada, 1 -


Saída).

N 16 2 N

N 16 2 N

N 16 2 N

N 16 2 N

N 16 2 N
Campos
REG. SPED REG. SPED
relacionado
Fiscal PIS/Cofins
s

-
TABELA CADASTRO ITEM NOME DO CAMPO DESCRIÇÃO CHAVE DE INTEGRAÇÃO

Crédito de Pis/Pasep/Cofins
T023 1 REGISTRO Tipo de registro
relaivo ao período
Crédito de Pis/Pasep/Cofins
T023 2 DT_MOVIMENTO Data movimento declarado X
relaivo ao período
Tipo do tributo:
Crédito de Pis/Pasep/Cofins
T023 3 TIPO_TRIB 1=PIS/PASEP; X
relaivo ao período
2=COFINS
Código de Tipo de Crédito apurado no
Crédito de Pis/Pasep/Cofins
T023 4 COD_CRED período, conforme a Tabela 4.3.6 do X
relaivo ao período
layout do SPED PIS/Cofins.

Indicador de Crédito Oriundo de:


Crédito de Pis/Pasep/Cofins 0 – Operações próprias;
T023 5 IND_CRED_ORI X
relaivo ao período 1 – Evento de incorporação, cisão ou
fusão.

Crédito de Pis/Pasep/Cofins Alíquota do PIS/PASEP ou Cofins (em


T023 6 ALIQ_PC X
relaivo ao período percentual)

Crédito de Pis/Pasep/Cofins
T023 7 VL_BC_PC Valor da Base de Cálculo do Crédito
relaivo ao período

Crédito de Pis/Pasep/Cofins
T023 8 ALIQ_PC_QUANT Alíquota do PIS ou Cofins (em reais) X
relaivo ao período

Crédito de Pis/Pasep/Cofins Quantidade – Base de cálculo PIS /


T023 9 QUANT_BC_PC
relaivo ao período COFINS

Crédito de Pis/Pasep/Cofins Valor total do crédito apurado no


T023 10 VL_CRED
relaivo ao período período

Crédito de Pis/Pasep/Cofins
T023 11 VL_AJUS_ACRES Valor total dos ajustes de acréscimo
relaivo ao período

Crédito de Pis/Pasep/Cofins
T023 12 VL_AJUS_REDUC Valor total dos ajustes de redução
relaivo ao período

Crédito de Pis/Pasep/Cofins
T023 13 VL_CRED_DIF Valor total do crédito diferido no período
relaivo ao período

Valor Total do Crédito Disponível


Crédito de Pis/Pasep/Cofins
T023 14 VL_CRED_DISP relativo ao Período
relaivo ao período
Indicador de opção de utilização do
crédito disponível no
período:

0 – Utilização do valor total para


Crédito de Pis/Pasep/Cofins
T023 15 IND_DESC_CRED desconto da contribuição apurada no X
relaivo ao período
período.

1 – Utilização de valor parcial para


desconto da contribuição apurada no
período.

Valor do Crédito disponível, descontado


Crédito de Pis/Pasep/Cofins
T023 16 VL_CRED_DESC da contribuição
relaivo ao período
apurada no próprio período

Crédito de Pis/Pasep/Cofins Saldo de créditos a utilizar em períodos


T023 17 SLD_CRED
relaivo ao período futuros
Campos
REG. SPED REG. SPED
TIPO TAM DEC OBRIG COMENTÁRIO VALIDAÇÃO relacionado
Fiscal PIS/Cofins
s
Controle Controle Controle
C 8 - S Fixo "T023"
interno interno interno
Formato: [AAAAMMDD], Compõe chave Controle Controle Controle
C 8 - S
do registro. interno interno interno

C 1 0 S Compõe chave do registro. [1,2] - M100/M500 -

C 3 - S Compõe chave do registro. - M100/M500 -

C 1 - S Compõe chave do registro. [0, 1] - M100/M500 -

N 8 4 N Compõe chave do registro. M100/M500 -

Deve corresponder ao somatório do


N 16 2 N - M100/M500 -
campo VL_BC_PC do registro T023AA.

Este campo somente pode ser


informado caso o campo COD_CRED
N 8 4 N Compõe chave do registro. M100/M500 -
seja: 103, 203, 303, 105, 205, 305, 108,
208, 308.

Deve corresponder ao somatório do


campo QUANT_BC_PC do registro
T023AA.
N 16 3 N - M100/M500 -
Este campo somente pode ser
informado caso o campo COD_CRED
seja: 103, 203, 303, 105, 205, 305, 108,
208, 308.

N 16 2 S - M100/M500 -

Deve corresponder ao somatório do


campo VL_AJ do registro T023AB
N 16 2 S - M100/M500 -
quando o campo IND_AJ do mesmo
registro seja igual a 1.

Deve corresponder ao somatório do


campo VL_AJ do registro T023AB
N 16 2 S - M100/M500 -
quando o campo IND_AJ do mesmo
registro seja igual a 0.

N 16 2 S - M100/M500 -

Deve corresponder a seguinte


operação:
N 16 2 S - M100/M500 -
( VL_CRED + VL_AJUS_ACRES -
VL_AJUS_REDUC - VL_CRED_DIF )
C 1 - S Compõe chave do registro. [0, 1] - M100/M500 -

N 16 2 N - M100/M500 -

Deve corresponder a seguinte


N 16 2 S operação: - M100/M500 -
( VL_CRED_DISP - VL_CRED_DESC )
TABELA CADASTRO ITEM NOME DO CAMPO DESCRIÇÃO

T023AA Detalhamento da base de


cálculo do crédito apurado no 1 REGISTRO Tipo de registro
período
T023AA Detalhamento da base de Código da Base de Cálculo do Crédito
cálculo do crédito apurado no 2 NAT_BC_CRED apurado no período, conforme Layout do
período Sped Contribuições.
T023AA Detalhamento da base de Código da Situação Tributária referente ao
cálculo do crédito apurado no 3 CST crédito vinculado ao tipo de crédito
período escriturado no registro pai T023
T023AA Detalhamento da base de
cálculo do crédito apurado no Valor Total da Base de Cálculo escriturada
período nos documentos e operações (Blocos A, C,
4 VL_BC_TOT
D e F),
referente ao valor informado no Campo CST

T023AA Detalhamento da base de


cálculo do crédito apurado no
Parcela do Valor Total da Base de Cálculo
período
5 VL_BC_CUM informada no Campo VL_BC_TOT, vinculada
a receitas com incidência cumulativa.

T023AA Detalhamento da base de


cálculo do crédito apurado no Valor Total da Base de Cálculo do Crédito,
período 6 VL_BC_NC vinculada a receitas com incidência não-
cumulativa.

T023AA Detalhamento da base de Valor da Base de Cálculo do Crédito,


cálculo do crédito apurado no 7 VL_BC_PC vinculada ao tipo de Crédito escrituradono
período registro T023.
T023AA Detalhamento da base de
cálculo do crédito apurado no Quantidade Total da Base de Cálculo do
período Crédito apurado em Unidade de Medida de
QUANT_BC_TOT
8 Produto, escriturada nos documentos e
operações (Blocos “A”, “C”, “D” e “F”),
referente ao valor informado no Campo CST.

T023AA Detalhamento da base de Parcela da base de cálculo do crédito em


cálculo do crédito apurado no quantidade ( campo QUANT_BC_TOT )
período 9 QUANT_BC_PC
vinculada ao tipo de crédito escriturado no
registro T023
T023AA Detalhamento da base de
cálculo do crédito apurado no 10 DESC_CRED Descrição do crédito
período
CHAVE DE INTEGRAÇÃO TIPO TAM DEC OBRIG COMENTÁRIO VALIDAÇÃO

C 8 - S Fixo "T023AA"

C 2 - S Compõe chave do registro.

C 2 - S Compõe chave do registro.

N 16 2 N

Campo de preenchimento
específico para a pessoa jurídica
N 16 2 N
sujeita ao regime cumulativo e
não-cumulativo da contribuição

Deve corresponder a seguinte


operação:
N 16 2 N
( VL_BC_TOT - VL_BC_CUM )

O valor deste campo será


N 16 2 N transportado para o Campo
VL_BC_PC do registro T023

N 16 3 N

O valor deste campo será


N 16 3 N transportado para o Campo
QUANT_BC_PC do registro T023

C 60 - N
Campos
REG. SPED REG. SPED
relacionado
Fiscal PIS/Cofins
s

Controle Controle Controle


interno interno interno

- M105/M505 -

- M105/M505 -

- M105/M505 -

- M105/M505 -

- M105/M505 -

- M105/M505 -

- M105/M505 -

- M105/M505 -

- M105/M505 -
TABELA CADASTRO ITEM NOME DO CAMPO DESCRIÇÃO

Ajustes da Apuracao do credito do


T023AB 1 REGISTRO Tipo de registro
PIS/Cofins
Indicador do tipo de ajuste:
Ajustes da Apuracao do credito do
T023AB 2 IND_AJ
PIS/Cofins 0- Ajuste de Redução;
1- Ajuste de Acréscimo

Código do ajuste da apuração e


Ajustes da Apuracao do credito do
T023AB 3 COD_AJ_APUR dedução, conforme a Tabela indicada
PIS/Cofins
no item 4.3.8 do EFD-PIS/Cofins..

Ajustes da Apuracao do credito do Descrição complementar do ajuste da


T023AB 4 DESCR_COMPL_AJ
PIS/Cofins apuração.
Ajustes da Apuracao do credito do
T023AB 5 VL_AJ_APUR Valor do ajuste da apuração
PIS/Cofins
Número do documento / processo /
Ajustes da Apuracao do credito do
T023AB 6 NUM_DOC declaração ao qual o ajuste está
PIS/Cofins
vinculado, se houver

Ajustes da Apuracao do credito do Data de referência do ajuste


T023AB 7 DT_REF
PIS/Cofins (AAAAMMDD)
CHAVE DE INTEGRAÇÃO TIPO TAM DEC OBRIG COMENTÁRIO VALIDAÇÃO

C 8 - S Fixo "T023AB"

C 1 - S Compõe chave do registro. [0, 1]

C 8 - S Compõe chave do registro.

C 220 - N

N 16 2 S

C 9 - N Compõe chave do registro.

informar, se for o caso, a data de referência do


ajuste, no formato “AAAAMMDD”, excluindo-se
N 8 - N
quaisquer caracteres de separação, tais como: “.”,
“/”, “-”.
REG. SPED REG. SPED Campos
Fiscal PIS/Cofins relacionados

Controle Controle Controle


Interno Interno Interno

- M110/M510 -

- M110/M510 -

- M110/M510 -

- M110/M510 -

- M110/M510 -

- M110/M510 -
TABELA CADASTRO ITEM NOME DO CAMPO DESCRIÇÃO

Detalhamento dos ajustes de


T023AC crédito de PIS/COFINS 1 REGISTRO Tipo de registro
apurado

Detalhamento do valor do crédito


Detalhamento dos ajustes de
reduzido ou acrescido, informado no
T023AC crédito de PIS/COFINS 2 DET_VALOR_AJ
Campo VL_AJ_APUR do registro
apurado
T023AB

Detalhamento dos ajustes de


T023AC crédito de PIS/COFINS 3 CST Código de Situação Tributária
apurado
Detalhamento dos ajustes de
Detalhamento da base de cálculo
T023AC crédito de PIS/COFINS 4 DET_BC_CRED
geradora de ajuste de crédito
apurado
Detalhamento dos ajustes de
Detalhamento da alíquota a que se
T023AC crédito de PIS/COFINS 5 DET_ALIQ
refere o ajuste de crédito
apurado

Detalhamento dos ajustes de


Data da operação a que se refere o
T023AC crédito de PIS/COFINS 6 DT_OPER_AJ
ajuste informado neste registro
apurado

Descrição da(s) operação(ões) a que


Detalhamento dos ajustes de se refere o valor informado no Campo
T023AC crédito de PIS/COFINS 7 DESC_AJ DET_VALOR_AJ
apurado

Detalhamento dos ajustes de


Código da conta contábil
T023AC crédito de PIS/COFINS 8 COD_CTA
debitada/creditada
apurado

Detalhamento dos ajustes de


T023AC crédito de PIS/COFINS 9 INFO_COMPL Informação complementar
apurado
REG. SPED
CHAVE DE INTEGRAÇÃO TIPO TAM DEC OBRIG COMENTÁRIO VALIDAÇÃO
Fiscal

C 8 - S Fixo "T023AC"

N 16 2 S -

C 2 - N Compõe chave do registro. -

N 16 3 N Compõe chave do registro. -

N 8 4 N -

D 8 - S Compõe chave do registro. -

C 220 - N -

C 60 - N Compõe chave do registro. -

C 220 - N -
Campos
REG. SPED
relacionado
PIS/Cofins
s

M115/M515

M115/M515

M115/M515

M115/M515

M115/M515

M115/M515

M115/M515

M115/M515
TABELA CADASTRO ITEM NOME DO CAMPO CHAVE DE INTEGRAÇÃO

Consolidação da Contribuição do
T024 1 REGISTRO
período

Consolidação da Contribuição do
T024 2 20140101 DT_MOVIMENTO X
período

Consolidação da Contribuição do
T024 3 1 TIPO_TRIB X
período

Consolidação da Contribuição do VL_TOT_CONT_NC_PER


T024 4 10
período

Consolidação da Contribuição do
T024 5 20 VL_TOT_CRED_DESC
período

Consolidação da Contribuição do VL_TOT_CRED_DESC_ANT


T024 6 30
período

Consolidação da Contribuição do VL_TOT_CONT_NC_DEV


T024 7 40
período

Consolidação da Contribuição do
T024 8 50 VL_RET_NC
período

Consolidação da Contribuição do
T024 9 60 VL_OUT_DED_NC
período

Consolidação da Contribuição do
T024 10 70 VL_CONT_NC_REC
período

Consolidação da Contribuição do
T024 11 80 VL_TOT_CONT_CUM_PER
período

Consolidação da Contribuição do
T024 12 90 VL_RET_CUM
período

Consolidação da Contribuição do
T024 13 100 VL_OUT_DED_CUM
período

Consolidação da Contribuição do
T024 14 110 VL_CONT_CUM_REC
período

Consolidação da Contribuição do
T024 15 120 VL_TOT_CONT_REC
período
DESCRIÇÃO TIPO TAM DEC OBRIG COMENTÁRIO

Tipo de registro C 8 - S Fixo "T024"

Formato: [AAAAMMDD], Compõe a


Data movimento declarado C 8 - S
chave do registro

Tipo do tributo:
1-Pis/Pasep C 1 0 S Compõe a chave do registro
2-Cofins.

Valor Total da Contribuição Não


N 16 2 S
Cumulativa do Período

Valor do Crédito Descontado, Apurado


no Próprio N 16 2 S
Período da Escrituração

Valor do Crédito Descontado, Apurado


em Período de N 16 2 S
Apuração Anterior

Valor Total da Contribuição Não


N 16 2 S
Cumulativa Devida

Valor Retido na Fonte Deduzido no


N 16 2 S
Período

Outras Deduções no Período N 16 2 S

Valor da Contribuição Não Cumulativa a


N 16 2 S
Recolher/Pagar

Valor Total da Contribuição Cumulativa


N 16 2 S
do Período

Valor Retido na Fonte Deduzido no


N 16 2 S
Período

Outras Deduções no Período N 16 2 S

Valor da Contribuição Cumulativa a


N 16 2 S
Recolher/Pagar

Valor Total da Contribuição a


N 16 2 S
Recolher/Pagar no Período
REG. SPED REG. SPED Campos
VALIDAÇÃO
Fiscal PIS/Cofins relacionados

Controle interno Controle interno Controle interno

[1,2] - M200/M600

- M200/M600

- M200/M600

- M200/M600

- M200/M600

- M200/M600

- M200/M600

- M200/M600

- M200/M600

- M200/M600

- M200/M600

- M200/M600

- M200/M600
TABELA CADASTRO ITEM NOME DO CAMPO CHAVE DE INTEGRAÇÃO

T024AA Detalhamento por código de receita 1 REGISTRO

T024AA Detalhamento por código de receita 2 8 NUM_CAMPO

T024AA Detalhamento por código de receita 3 123456 COD_REC

T024AA Detalhamento por código de receita 4 15.25 VL_DEBITO


DESCRIÇÃO TIPO TAM DEC OBRIG COMENTÁRIO

Tipo de registro C 8 - S Fixo "T024AA"

Informar o número do campo do registro


“M200” (Campo 08 (contribuição não
cumulativa) ou Campo 12 (contribuição
cumulativa)), objeto de detalhamento C 2 - S Compõe a chave do registro
neste
registro.

Informar o código da receita referente à


contribuição a recolher, detalhada neste C 6 - S Compõe a chave do registro
registro.
Valor do Débito correspondente ao
código do Campo 03,
N - 2 S
conforme informação na DCTF.
REG. SPED REG. SPED Campos
VALIDAÇÃO
Fiscal PIS/Cofins relacionados

[08,12] - M205/M605

- M205/M605

- M205/M605
TABELA CADASTRO ITEM NOME DO CAMPO CHAVE DE INTEGRAÇÃO

Detalhamento da contribuição do
T024AB 1 REGISTRO
período

Detalhamento da contribuição do
T024AB 2 1 COD_CONT
período

Detalhamento da contribuição do
T024AB 3 100 VL_REC_BRT
período

Detalhamento da contribuição do
T024AB 4 200 VL_BC_CONT
período
Detalhamento da contribuição do
T024AB 5 15.1234 ALIQ_PIS
período
Detalhamento da contribuição do
T024AB 6 20.325 QUANT_BC_PIS
período
Detalhamento da contribuição do
T024AB 7 4.1235 ALIQ_PIS_QUANT
período
Detalhamento da contribuição do
T024AB 8 40 VL_CONT_APUR
período
Detalhamento da contribuição do
T024AB 9 50 VL_AJUS_ACRES
período
Detalhamento da contribuição do
T024AB 10 60 VL_AJUS_REDUC
período
Detalhamento da contribuição do
T024AB 11 70 VL_CONT_DIFER
período
Detalhamento da contribuição do
T024AB 12 80 VL_CONT_DIFER_ANT
período
Detalhamento da contribuição do
T024AB 13 90 VL_CONT_PER
período
DESCRIÇÃO TIPO TAM DEC OBRIG COMENTÁRIO

Tipo de registro C 8 - S Fixo "T024AB"

Código da contribuição social apurada


no período, conforme a Tabela 4.3.5 do C 2 - S Compõe a chave do registro
Sped Conribuições.

Valor da Receita Bruta N 16 2 S

Valor da Base de Cálculo da


N 16 2 S
Contribuição

Alíquota em percentual N 8 4 N Compõe a chave do registro

Quantidade da Base de cálculo da


N 16 3 N
Contribuição

Alíquota em Reais N 16 4 N Compõe a chave do registro

Valor total da contribuição social


N 16 2 S
apurada

Valor total dos ajustes de acréscimo N 16 2 S

Valor total dos ajustes de redução N 16 2 N

Valor da contribuição a diferir no


N 16 2 N
período
Valor da contribuição diferida em
N 16 2 N
períodos anteriores

Valor Total da Contribuição do Período N 16 2 S


Campos
REG. SPED REG. SPED
VALIDAÇÃO relacionado
Fiscal PIS/Cofins
s

- M210/M610

- M210/M610

- M210/M610

- M210/M610

- M210/M610

- M210/M610

- M210/M610

- M210/M610

- M210/M610

- M210/M610

- M210/M610

- M210/M610
TABELA CADASTRO ITEM NOME DO CAMPO CHAVE DE INTEGRAÇÃO

T024AC Composição da Base de Cálculo 1 REGISTRO

T024AC Composição da Base de Cálculo 2 2 IND_TIP_COOP

VL_BC_CONT_ANT_
T024AC Composição da Base de Cálculo 3 100
EXC_COOP

T024AC Composição da Base de Cálculo 4 200 VL_EXC_COOP_GER

T024AC Composição da Base de Cálculo 5 300 VL_EXC_ESP_COOP

T024AC Composição da Base de Cálculo 6 400 VL_BC_CONT


DESCRIÇÃO TIPO TAM DEC OBRIG COMENTÁRIO

Tipo de registro C 8 - S Fixo "T024AC"

Indicador do Tipo de Sociedade


Cooperativa:

01 – Cooperativa de Produção
Agropecuária
02 – Cooperativa de Consumo
C 2 - S Compõe a chave do registro
03 – Cooperativa de Crédito;
04 – Cooperativa de Eletrificação Rural
05 – Cooperativa de Transporte
Rodoviário de Cargas
06 – Cooperativa de Médicos
99 – Outras.

Valor da Base de Cálculo da


N 16 2 S
Contribuição
Valor de Exclusão Especifica das
N 16 2 N
Cooperativas em Geral
Valor das Exclusões da Base de Cálculo
Especifica do Tipo da Sociedade N 16 2 N
Cooperativa

Valor da Base de Cálculo, Após as


Exclusões Especificas da Sociedade N 16 2 S
Cooperativa
Campos
REG. SPED REG. SPED
VALIDAÇÃO relacionado
Fiscal PIS/Cofins
s

[01,02,03,04,05,0,99] - M211/M611

- M211/M611

- M211/M611

- M211/M611

- M211/M611
TABELA CADASTRO ITEM NOME DO CAMPO CHAVE DE INTEGRAÇÃO

Ajustes da Contribuição
T024AD 1 REGISTRO
Apurada

Ajustes da Contribuição
T024AD 2 IND_AJ 1
Apurada

Ajustes da Contribuição
T024AD 3 VL_AJ 100
Apurada

Ajustes da Contribuição
T024AD 4 COD_AJ 1
Apurada

Ajustes da Contribuição
T024AD 5 NUM_DOC 123
Apurada

Ajustes da Contribuição
T024AD 6 DESCR_AJ DESC
Apurada
Ajustes da Contribuição
T024AD 7 DT_REF 20140101
Apurada
REG. SPED REG. SPED
DESCRIÇÃO TIPO TAM DEC OBRIG COMENTÁRIO VALIDAÇÃO
Fiscal PIS/Cofins

Tipo de registro C 8 - S Fixo "T024AD"

Indicador do tipo de ajuste:

0- Ajuste de redução
C 1 - S Compõe a chave do registro - M220/M620
1- Ajuste de acréscimo

Valor do ajuste N 16 2 S - M220/M620

Código do ajuste, conforme a


Tabela indicada no item 4.3.8 C 2 - S Compõe a chave do registro - M220/M620
do Sped Contribuições.

Número do processo,
documento ou ato
C 9 - N Compõe a chave do registro - M220/M620
concessório ao qual o
ajuste está vinculado
Descrição resumida do
C 220 - N - M220/M620
ajuste.

Data de referência do ajuste D 8 - N Compõe a chave do registro - M220/M620


Campos
relacionados
TABELA CADASTRO ITEM NOME DO CAMPO CHAVE DE INTEGRAÇÃO

Detalhamento dos ajustes da


T024AE 1 REGISTRO
Contribuição Apurada

Detalhamento dos ajustes da


T024AE 2 100 DET_VALOR_AJ
Contribuição Apurada

Detalhamento dos ajustes da


T024AE 3 1 CST_PIS
Contribuição Apurada

Detalhamento dos ajustes da


T024AE 4 200 DET_BC_CRED
Contribuição Apurada

Detalhamento dos ajustes da


T024AE 5 300 DET_ALIQ
Contribuição Apurada

Detalhamento dos ajustes da


T024AE 6 20140101 DT_OPER_AJ
Contribuição Apurada

Detalhamento dos ajustes da


T024AE 7 DESC DESC_AJ
Contribuição Apurada

Detalhamento dos ajustes da


T024AE 8 1 COD_CTA
Contribuição Apurada

Detalhamento dos ajustes da


T024AE 9 COMP INFO_COMPL
Contribuição Apurada
REG. SPED
DESCRIÇÃO TIPO TAM DEC OBRIG COMENTÁRIO VALIDAÇÃO
Fiscal
Fixo "T024AE"
Tipo de registro C 8 - S

Detalhamento do valor da -
contribuição reduzida ou N 16 2 S
acrescida

Código de Situação -
Tributária referente à
C 2 - N Compõe a chave do registro
operação detalhada neste
registro

Detalhamento da base de -
cálculo geradora de ajuste N 16 3 N
de contribuição

Detalhamento da alíquota -
a que se refere o ajuste
N 8 4 N
de contribuição

Data da operação a que -


D 8 - S Compõe a chave do registro
se refere o ajuste
Descrição da(s) -
operação(ões) a que se
C 220 - S
refere o valor
informado no Campo 02
-
Código da conta contábil
C 60 - N Compõe a chave do registro
debitada/creditada

-
Informação complementar C 220 1 N
REG. SPED Campos
PIS/Cofins relacionados

M225/M625

M225/M625

M225/M625

M225/M625

M225/M625

M225/M625

M225/M625

M225/M625
TABELA CADASTRO ITEM NOME DO CAMPO CHAVE DE INTEGRAÇÃO

Informações adicionais de
T024AF 1 REGISTRO
diferimento

Informações adicionais de
T024AF 2 12345 CNPJ
diferimento

Informações adicionais de
T024AF 3 200 VL_VEND
diferimento
Informações adicionais de
T024AF 4 100 VL_NAO_RECEB
diferimento
Informações adicionais de
T024AF 5 300 VL_CONT_DIF
diferimento
Informações adicionais de
T024AF 6 400 VL_CRED_DIF
diferimento

Informações adicionais de
T024AF 7 103 COD_CRED
diferimento
REG. SPED REG. SPED
DESCRIÇÃO TIPO TAM DEC OBRIG COMENTÁRIO VALIDAÇÃO
Fiscal PIS/Cofins

Tipo de registro Fixo "T024AF"


C 8 - S

CNPJ da pessoa jurídica de direito - M230/M630


público, empresa pública,
sociedade de economia mista ou
C 14 - S Compõe a chave do registro
suas subsidiárias.

Valor Total das vendas no período - M230/M630


N 16 2 S

Valor Total não recebido no período - M230/M630


N 16 2 S

Valor da Contribuição diferida no - M230/M630


período N 16 2 S

Valor do Crédito diferido no período - M230/M630


N 16 2 N

Código de Tipo de Crédito diferido - M230/M630


no período, conforme
a Tabela 4.3.6 do Sped C 3 - N Compõe a chave do registro
Contribuições.
Campos
relacionado
s
TABELA CADASTRO ITEM NOME DO CAMPO DESCRIÇÃO

T030 Demais documentos e operacoes 1 REGISTRO Tipo de registro


geradoras de contribuicoes e creditos
nao vinculados ao documento fiscal

T030 Demais documentos e operacoes 2 IND_OPER Indicador do Tipo da Operação:


geradoras de contribuicoes e creditos 0 – Operação Representativa de
nao vinculados ao documento fiscal Aquisição, Custos, Despesa ou
Encargos, Sujeita à Incidência de
Crédito de PIS/Pasep ou Cofins (CST
50 a 66).
1 – Operação Representativa de
Receita Auferida Sujeita ao Pagamento
da Contribuição para o PIS/Pasep e da
Cofins (CST 01, 02, 03 ou 05).
2 - Operação Representativa de Receita
Auferida Não Sujeita ao Pagamento da
Contribuição para o PIS/Pasep e da
Cofins (CST 04, 06, 07, 08, 09, 49 ou
99).

T030 Demais documentos e operacoes 3 COD_PART Código do participante (Campo 02 do


geradoras de contribuicoes e creditos Registro T003)
nao vinculados ao documento fiscal
T030 Demais documentos e operacoes 4 COD_ITEM Código do item (campo 02 do Registro
geradoras de contribuicoes e creditos T007)
nao vinculados ao documento fiscal

T030 Demais documentos e operacoes 5 DT_OPER Data da Operação (AAAAMMDD)


geradoras de contribuicoes e creditos
nao vinculados ao documento fiscal

T030 Demais documentos e operacoes 6 VL_OPER Valor da Operação/Item


geradoras de contribuicoes e creditos
nao vinculados ao documento fiscal

T030 Demais documentos e operacoes 7 CST_PIS Código da Situação Tributária referente


geradoras de contribuicoes e creditos ao PIS/PASEP, conforme a Tabela
nao vinculados ao documento fiscal indicada no item 4.3.3.do layout EFD-
PIS/Cofins.

T030 Demais documentos e operacoes 8 VL_BC_PIS Base de cálculo do PIS/PASEP


geradoras de contribuicoes e creditos
nao vinculados ao documento fiscal

T030 Demais documentos e operacoes 9 ALIQ_PIS Alíquota do PIS/PASEP


geradoras de contribuicoes e creditos
nao vinculados ao documento fiscal
T030 Demais documentos e operacoes 10 VL_PIS Valor do PIS/PASEP
geradoras de contribuicoes e creditos
nao vinculados ao documento fiscal

T030 Demais documentos e operacoes 11 CST_COFINS Código da Situação Tributária referente


geradoras de contribuicoes e creditos ao Cofins, conforme a Tabela indicada
nao vinculados ao documento fiscal no item 4.3.4.do layout EFD-PIS/Cofins.

T030 Demais documentos e operacoes 12 VL_BC_COFINS Base de cálculo da COFINS


geradoras de contribuicoes e creditos
nao vinculados ao documento fiscal

T030 Demais documentos e operacoes 13 ALIQ_COFINS Alíquota da COFINS


geradoras de contribuicoes e creditos
nao vinculados ao documento fiscal

T030 Demais documentos e operacoes 14 VL_COFINS Valor da COFINS


geradoras de contribuicoes e creditos
nao vinculados ao documento fiscal
T030 Demais documentos e operacoes 15 NAT_BC_CRED Código da Base de Cálculo dos
geradoras de contribuicoes e creditos Créditos, conforme a tabela indicada no
nao vinculados ao documento fiscal item 4.3.7 do layout EFD-PIS/Cofins,
caso seja informado código
representativo de crédito nos Campos
07 (CST_PIS) e 11 (CST_COFINS).

T030 Demais documentos e operacoes 16 IND_ORIG_CRED Indicador da origem do crédito:


geradoras de contribuicoes e creditos 0 – Operação no Mercado Interno;
nao vinculados ao documento fiscal 1 – Operação de Importação.

T030 Demais documentos e operacoes 17 COD_CTA Código da conta analítica contábil


geradoras de contribuicoes e creditos debitada/creditada
nao vinculados ao documento fiscal

T030 Demais documentos e operacoes 18 COD_CCUS Código do Centro de Custos


geradoras de contribuicoes e creditos
nao vinculados ao documento fiscal

T030 Demais documentos e operacoes 19 DESC_DOC_OPER Descrição do Documento/Operação


geradoras de contribuicoes e creditos
nao vinculados ao documento fiscal
CHAVE DE INTEGRAÇÃO TIPO TAM DEC OBRIG COMENTÁRIO VALIDAÇÃO

C 8 - S Fixo "T030"

X C 1 - S Informar neste campo o indicador do


tipo ou natureza da operação.
Valores Válidos: [0, 1, 2]
Nas operações representativas de
receitas, deve ser informado o indicador
correspondente ao tratamento tributário
(CST) da receita informada neste
registro. Se referente a uma operação
tributável (CST 01, 02, 03 ou 05)
informar o indicador “1”; se referente a
uma operação não tributável, ou
tributável à alíquota zero (CST 04, 06,
07, 08, 09, 49 ou 99) informar o
indicador “2”.
Nas operações representativas de
aquisições, custos ou despesas com
direito a crédito (CST 50 a 66), deve ser
informado o indicador “0”,
correspondente à operação com direito
a crédito. As operações sem direito a
crédito não precisam ser escrituradas
em F100.

X C 60 - N o código informado neste campo deve


está relacionado no registro 0150, no
campo COD_PART.
No caso do registro se referir a uma
operação representativa de receita
(Campo IND_OPER = “1” e “2”) o
Campo 03 não é de preenchimento
obrigatório, como no caso de receitas
financeiras auferidas em instituições
financeiras diversas. Neste caso, a
pessoa jurídica deve complementar o
registro com informações
complementares no Campo 19.
No caso do registro se referir a uma
operação representativa de crédito
(Campo IND_OPER = “0”) o Campo 03
é de preenchimento obrigatório,
devendo ser informado o código de
participante referente ao
fornecedor/prestador de serviço,
cadastrado no Registro 0150.
X C 60 - N o código do item a que se refere a
operação informado neste campo,
quando existir, deve está relacionado no
registro 0200, ressaltando-se que os
códigos informados devem ser os
definidos pelo pessoa jurídica titular da
escrituração.

X N 8 - S informar a data da operação escriturada


neste registro, no formato
“AAAAMMDD”, excluindo-se quaisquer
caracteres de separação, tais como: “.”,
“/”, “-”.
No caso da operação não se referir a
um dia específico, ou se referir a mais
de um dia, deve ser informado o dia
final de referência ou o ultimo dia do
período da escrituração, conforme o
caso.

N - 2 S Informar o valor total da operação/item


escriturado neste registro.

N 2 - S : Informar neste campo o Código de


Situação Tributária referente ao
PIS/PASEP (CST), conforme a Tabela II
constante no Anexo Único da Instrução
Normativa RFB nº 1.009, de 2010,
referenciada no Manual do Leiaute da
EFD-PIS/Cofins.

N - 4 N informar neste campo o valor da base


de cálculo do PIS/Pasep referente à
operação/item, para fins de apuração
da contribuição social ou de apuração
do crédito, conforme o caso.
O valor deste campo será recuperado
no Bloco M, para a demonstração das
bases de cálculo do PIS/Pasep (M210,
Campo “VL_BC_CONT”) no caso de
item correspondente a fato gerador da
contribuição social, ou para a
demonstração das bases de cálculo do
crédito de PIS/Pasep (M105, campo
“VL_BC_PIS_TOT”) no caso de item
correspondente a fato gerador de
crédito.

N 8 4 N informar neste campo o valor da


alíquota aplicável para fins de apuração
da contribuição social ou do crédito,
conforme o caso.
N - 2 N informar o valor do PIS/Pasep o valor do campo “VL_PIS” deve
(contribuição ou crédito) referente à corresponder ao valor da base de
operação/item escriturado neste cálculo (VL_BC_PIS) multiplicado pela
registro. alíquota aplicável ao item (ALIQ_PIS).
No caso de aplicação da alíquota do
campo 09, em percentual, o resultado
deverá ser dividido pelo valor “100”.
Exemplo: Sendo o Campo “VL_BC_PIS”
= 1.000.000,00 e o Campo “ALIQ_PIS”
= 1,6500, então o Campo “VL_PIS” será
igual a: 1.000.000,00 x 1,65 / 100 =
16.500,00.

N 2 - S Informar neste campo o Código de


Situação Tributária referente a Cofins
(CST), conforme a Tabela III constante
no Anexo Único da Instrução Normativa
RFB nº 1.009, de 2010, referenciada no
Manual do Leiaute da EFD-PIS/Cofins.

N - 4 N informar neste campo o valor da base


de cálculo da Cofins referente à
operação/item, para fins de apuração
da contribuição social ou de apuração
do crédito, conforme o caso.
O valor deste campo será recuperado
no Bloco M, para a demonstração das
bases de cálculo da Cofins (M610,
Campo “VL_BC_CONT”) no caso de
item correspondente a fato gerador da
contribuição social, ou para a
demonstração das bases de cálculo do
crédito de Cofins (M505, campo
“VL_BC_COFINS_TOT”) no caso de
item correspondente a fato gerador de
crédito.

N 8 4 N informar neste campo o valor da


alíquota aplicável para fins de apuração
da contribuição social ou do crédito,
conforme o caso.

N - 2 N informar o valor da Cofins (contribuição o valor do campo “VL_COFINS” deve


ou crédito) referente à operação/item corresponder ao valor da base de
escriturado neste registro. cálculo (VL_BC_COFINS) multiplicado
pela alíquota aplicável ao item
(ALIQ_COFINS). No caso de aplicação
da alíquota do campo 13, em
percentual, o resultado deverá ser
dividido pelo valor “100”.
Exemplo: Sendo o Campo
“VL_BC_COFINS” = 1.000.000,00 e o
Campo “ALIQ_COFINS” = 7,6000,
então o Campo “VL_COFINS” será
igual a: 1.000.000,00 x 7,6 / 100 =
76.000,00.
C 2 - N Caso seja informado código
representativo de crédito no Campo 07
(CST_PIS) ou no Campo 11
(CST_COFINS) deste registro, informar
neste campo o código da base de
cálculo do crédito, conforme a Tabela
“4.3.7 – Base de Cálculo do Crédito”
referenciada no Manual do Leiaute da
EFD-PIS/Cofins e disponibilizada no
Portal do SPED no sítio da RFB na
Internet, no endereço
<http://www.receita.fazenda.gov.br/sped
.

C 1 - N No caso de registro representativo de


operação com direito a crédito, informar
o código que indique se a operação tem
por origem o mercado interno ou
externo (importação de bens e
serviços).

C 60 - N informar o Código da Conta Analítica.


Exemplos: estoques, receitas da
atividade, receitas não operacionais,
custos, despesas, etc. Deve ser a conta
credora ou devedora principal, podendo
ser informada a conta sintética (nível
acima da conta analítica).

C 60 - N Nos registros correspondentes às


operações com direito a crédito,
informar neste campo o Código do
Centro de Custo relacionado à
operação, se existir.

C - - N Neste campo pode ser informada a


descrição complementar da operação
ou do item, objeto de escrituração neste
registro. Por exemplo, no caso de
operações relativas a consórcios, pode
ser informado neste campo o
documento arquivado no órgão de
registro, bem como a participação
percentual da pessoa jurídica
consorciada no empreendimento.
Campos
REG. SPED REG. SPED
relacionado
Fiscal PIS/Cofins
s

- F100

- F100
- F100

- F100

- F100

- F100

- F100

- F100
- F100

- F100

- F100

- F100

- F100
- F100

- F100

- F100

- F100

- F100
NOME DO
TABELA CADASTRO ITEM DESCRIÇÃO CHAVE DE INTEGRAÇÃO TIPO
CAMPO

T030AA Processos referenciados 1 REGISTRO Tipo de registro C


T030AA Processos referenciados 2 NUM_PROC Identificação do processo ou ato C
concessório.
T030AA Processos referenciados 3 IND_PROC Indicador da origem do processo: C
1 - Justiça Federal;
3 – Secretaria da Receita Federal do
Brasil
9 – Outros.
Campos
REG. SPED REG. SPED
TAM DEC OBRIG COMENTÁRIO VALIDAÇÃO relacionado
Fiscal PIS/Cofins
s
8 - S Fixo "T030AA"
20 - S - F111

1 - S - F111
TABELA CADASTRO ITEM NOME DO CAMPO DESCRIÇÃO

T031 Bens incorporados ao Ativo Imobilizado 1 REGISTRO Tipo de registro


- Operacoes geradoras de creditos com
base nos encargos de depreciacao e
amortizacao

T031 Bens incorporados ao Ativo Imobilizado 2 DT_MOVIMENTO Data movimento declarado


- Operacoes geradoras de creditos com
base nos encargos de depreciacao e
amortizacao

T031 Bens incorporados ao Ativo Imobilizado 3 NAT_BC_CRED Código da Base de Cálculo do Crédito
- Operacoes geradoras de creditos com sobre Bens Incorporados ao Ativo
base nos encargos de depreciacao e Imobilizado, conforme a Tabela indicada
amortizacao no item 4.3.7:
09 = Crédito com Base nos Encargos
de Depreciação;
11 = Crédito com Base nos Encargos de
Amortização

T031 Bens incorporados ao Ativo Imobilizado 4 IDENT_BEM_IMOB Identificação dos Bens/Grupo de Bens
- Operacoes geradoras de creditos com Incorporados ao Ativo Imobilizado:
base nos encargos de depreciacao e 01 = Edificações e Benfeitorias em
amortizacao Imóveis Próprios;
02 = Edificações e Benfeitorias em
Imóveis de Terceiros;
03 = Instalações;
04 = Máquinas;
05 = Equipamentos;
06 = Veículos;
99 = Outros .
T031 Bens incorporados ao Ativo Imobilizado 5 IND_ORIG_CRED Indicador da origem do bem
- Operacoes geradoras de creditos com incorporado ao ativo imobilizado,
base nos encargos de depreciacao e gerador de crédito:
amortizacao 0 – Aquisição no Mercado Interno
1 – Aquisição no Mercado Externo
(Importação)

T031 Bens incorporados ao Ativo Imobilizado 6 IND_UTIL_BEM_IMOB Indicador da Utilização dos Bens
- Operacoes geradoras de creditos com Incorporados ao Ativo Imobilizado:
base nos encargos de depreciacao e 1 – Produção de Bens Destinados a
amortizacao Venda;
2 – Prestação de Serviços;
3 – Locação a Terceiros;
9 – Outros.
T031 Bens incorporados ao Ativo Imobilizado 7 VL_OPER_DEP Valor do Encargo de
- Operacoes geradoras de creditos com Depreciação/Amortização Incorrido no
base nos encargos de depreciacao e Período
amortizacao

T031 Bens incorporados ao Ativo Imobilizado 8 PARC_OPER_NAO_BC_CRED Parcela do Valor do Encargo de


- Operacoes geradoras de creditos com Depreciação/Amortização a excluir da
base nos encargos de depreciacao e base de cálculo de Crédito
amortizacao

T031 Bens incorporados ao Ativo Imobilizado 9 CST_PIS Código da Situação Tributária referente
- Operacoes geradoras de creditos com ao PIS/PASEP, conforme a Tabela
base nos encargos de depreciacao e indicada no item 4.3.3.
amortizacao

T031 Bens incorporados ao Ativo Imobilizado 10 VL_BC_PIS Base de cálculo do Crédito de


- Operacoes geradoras de creditos com PIS/PASEP no período
base nos encargos de depreciacao e (VL_OPER_DEP-
amortizacao PARC_OPER_NAO_BC_CRED)

T031 Bens incorporados ao Ativo Imobilizado 11 ALIQ_PIS Alíquota do PIS/PASEP (em percentual)
- Operacoes geradoras de creditos com
base nos encargos de depreciacao e
amortizacao
T031 Bens incorporados ao Ativo Imobilizado 12 VL_PIS Valor do Crédito de PIS/PASEP
- Operacoes geradoras de creditos com
base nos encargos de depreciacao e
amortizacao

T031 Bens incorporados ao Ativo Imobilizado 13 CST_COFINS Código da Situação Tributária referente
- Operacoes geradoras de creditos com a COFINS, conforme a Tabela indicada
base nos encargos de depreciacao e no item 4.3.4.
amortizacao

T031 Bens incorporados ao Ativo Imobilizado 14 VL_BC_COFINS Base de Cálculo do Crédito da COFINS
- Operacoes geradoras de creditos com no período (06 – 07)
base nos encargos de depreciacao e
amortizacao

T031 Bens incorporados ao Ativo Imobilizado 15 ALIQ_COFINS Alíquota da COFINS (em percentual)
- Operacoes geradoras de creditos com
base nos encargos de depreciacao e
amortizacao

T031 Bens incorporados ao Ativo Imobilizado 16 VL_COFINS Valor do crédito da COFINS


- Operacoes geradoras de creditos com
base nos encargos de depreciacao e
amortizacao

T031 Bens incorporados ao Ativo Imobilizado 17 COD_CTA Código da conta analítica contábil
- Operacoes geradoras de creditos com debitada/creditada
base nos encargos de depreciacao e
amortizacao

T031 Bens incorporados ao Ativo Imobilizado 18 COD_CCUS Código do Centro de Custos


- Operacoes geradoras de creditos com
base nos encargos de depreciacao e
amortizacao
T031 Bens incorporados ao Ativo Imobilizado 19 DESC_BEM_IMOB Descrição complementar do bem ou
- Operacoes geradoras de creditos com grupo de bens, com crédito apurado
base nos encargos de depreciacao e com base nos encargos de depreciação
amortizacao ou amortização.
CHAVE DE INTEGRAÇÃO TIPO TAM DEC OBRIG COMENTÁRIO VALIDAÇÃO

C 8 - S Fixo "T031"

X C 8 - S Formato: [AAAAMMDD]

X C 2 - S Informar neste registro o código


correspondente à natureza da base de
cálculo do crédito (Se Depreciação = 09
e se Amortização = 11), conforme a
Tabela “4.3.7 – Base de Cálculo do
Crédito” referenciada no Manual do
Leiaute da EFD-PIS/Cofins e
disponibilizada no Portal do SPED no
sítio da RFB na Internet, no endereço
<http://www.receita.fazenda.gov.br/sped
.

X N 2 - S informar neste campo o código


correspondente à identificação do bem
ou grupo de bens (informação por
gênero/grupo de bens) Incorporados ao
Ativo Imobilizado, cujo encargo de
depreciação ou amortização permite o
direito ao crédito.
A identificação dos bens incorporados
ao Ativo Imobilizado a ser informado no
Campo 03 (IDENT_BEM_IMOB) pode
ser realizada de forma individualizada
ou por grupos de bens da mesma
natureza ou destinação.
OBS: No caso do registro F120 se
referir a grupo de bens correspondente
a mais de um código de identificação
como, por exemplo, “Maquinas e
Equipamentos”, pode a pessoa jurídica
informar no Campo 03 quaisquer um
dos códigos a que se refira o grupo de
bens.
X C 1 - N Informar neste campo o código que
indique se a origem (País de aquisição)
do bem incorporado ao ativo
imobilizado, se no mercado interno ou
externo (importação de bens e
serviços). No caso do registro contábil
do bem ou grupo de bens incorporados
ao imobilizado, objeto de crédito com
base nos encargos de depreciação, não
identificar a origem do bem ou grupo de
bens, o campo pode ser informado sem
o indicador de origem. Nesse caso
(campo em branco), em que o registro
não identifica a aquisição como sendo
no mercado externo (importação) –
Indicador “1”, o PVA irá considerar o
crédito como sendo de aquisição no
mercado interno – Indicador “0”.

X N 1 - S Informar neste campo o indicador


correspondente à destinação ou
utilização dos bens geradores de
crédito neste registro. Caso o
bem/grupo de bens relacionados aos
créditos deste registro não estejam
sendo utilizados entre as hipóteses
previstas em lei para a apuração de
créditos (Indicadores 1, 2 e 3), deve ser
informado o indicador 9.
Registre-se que a legislação tributária
não estabelece o direito ao crédito em
relação aos bens incorporados ao ativo
imobilizado:
- Cuja data de aquisição seja anterior a
maio de 2004, conforme disposição do
art. 31 da Lei nº 10.865/2004;
- que não seja utilizado na produção de
bens, prestação de serviços e locação.
Desta forma, as máquinas,
equipamentos, instalações e outros
bens móveis utilizados na área
administrativa, comercial, gerencial, de
processamento de dados, almoxarifado,
etc., não tem previsão em lei para a
apropriação de crédito.
Os encargos de depreciação e
amortização referentes às edificações e
benfeitorias em imóveis próprios ou de
terceiros, utilizados nas atividades da
pessoa jurídica dão direito a crédito.
N - 2 S informar neste campo o valor do
encargo de depreciação ou de
amortização, incorrido no período,
referente ao(s) bem(ns) objeto de
escrituração neste registro.

N - 2 N informar neste campo a parcela do valor


dos encargos de depreciação ou
amortização informados no Campo 06,
que a legislação não permite o direito à
apuração de crédito, tais como os
encargos de depreciação/amortização
sobre bens incorporados ao
imobilizado:
- adquiridos de pessoa física
domiciliada no país;
- não sujeitos ao pagamento da
contribuição social, quando de sua
aquisição;
- de edificações e benfeitorias em
imóveis próprios ou de terceiros, não
utilizados nas atividades da empresa;
- de maquinas, equipamentos e outros
bens, não utilizados na produção de
bens destinados à venda, na locação a
terceiros ou na prestação de serviços.
Os valores informados no campo 07
devem ser excluídos da base de cálculo
dos créditos (Campo 09).

X N 2 - S Informar neste campo o Código de


Situação Tributária referente ao
PIS/PASEP (CST), conforme a Tabela II
constante no Anexo Único da Instrução
Normativa RFB nº 1.009, de 2010,
referenciada no Manual do Leiaute da
EFD-PIS/Cofins.

N - 2 N informar neste campo o valor da base [Campo 10 = Campo 07 – Campo 08


de cálculo do PIS/Pasep referente à
operação/item, para fins de apuração
do crédito, conforme o caso.
O valor deste campo será recuperado
no Bloco M, para a demonstração das
bases de cálculo do crédito de
PIS/Pasep (M105, campo
“VL_BC_PIS_TOT”) no caso de item
correspondente a fato gerador de
crédito.

N 8 4 N informar neste campo o valor da


alíquota aplicável para fins de apuração
do crédito.
N - 2 N informar o valor do PIS/Pasep referente o valor do campo “VL_PIS” deve
à operação/item escriturado neste corresponder ao valor da base de
registro. cálculo (VL_BC_PIS) multiplicado pela
alíquota aplicável ao item (ALIQ_PIS),
dividido pelo valor “100”
Exemplo: Sendo o Campo “VL_BC_PIS”
= 1.000.000,00 e o Campo “ALIQ_PIS”
= 1,6500, então o Campo “VL_PIS” será
igual a: 1.000.000,00 x 1,65 / 100 =
16.500,00.

X N 2 - S Informar neste campo o Código de


Situação Tributária referente a Cofins
(CST), conforme a Tabela III constante
no Anexo Único da Instrução Normativa
RFB nº 1.009, de 2010, referenciada no
Manual do Leiaute da EFD-PIS/Cofins.

N - 2 N informar neste campo o valor da base [Campo 14 = Campo 07 – Campo 08]


de cálculo da Cofins referente à
operação/item, para fins de apuração
do crédito, conforme o caso.
O valor deste campo será recuperado
no Bloco M, para a demonstração das
bases de cálculo do crédito de Cofins
(M505, campo “VL_BC_COFINS_TOT”)
no caso de item correspondente a fato
gerador de crédito.

N 8 4 N informar neste campo o valor da


alíquota aplicável para fins de apuração
do crédito.

N - 2 N informar o valor da Cofins referente à o valor do campo “VL_COFINS” deve


operação/item escriturado neste corresponder ao valor da base de
registro. cálculo (VL_BC_COFINS) multiplicado
pela alíquota aplicável ao item
(ALIQ_COFINS), dividido pelo valor
“100”.
Exemplo: Sendo o Campo
“VL_BC_COFINS” = 1.000.000,00 e o
Campo “ALIQ_COFINS” = 7,6000,
então o Campo “VL_COFINS” será
igual a: 1.000.000,00 x 7,6 / 100 =
76.000,00.

C 60 - N informar o Código da Conta Analítica.


Exemplos: encargos de depreciação do
período, encargos de amortização do
período, etc. Deve ser a conta credora
ou devedora principal, podendo ser
informada a conta sintética (nível acima
da conta analítica).

C 60 - N Nos registros correspondentes às


operações com direito a crédito,
informar neste campo o Código do
Centro de Custo relacionado à
operação, se existir.
C - - N Neste campo pode ser informada a
descrição complementar do bem ou
grupo de bens, com crédito apurado
com base nos encargos de depreciação
ou amortização, objeto de escrituração
neste registro.
Campos
REG. SPED REG. SPED
relacionado
Fiscal PIS/Cofins
s

Controle Controle Controle


interno interno interno

- F120

- F120
- F120

- F120
- F120

- F120

- F120

- F120

- F120
- F120

- F120

- F120

- F120

- F120

- F120

- F120
- F120
NOME DO
TABELA CADASTRO ITEM DESCRIÇÃO CHAVE DE INTEGRAÇÃO TIPO
CAMPO

T031AA Processos referenciados 1 REGISTRO Tipo de registro C


T031AA Processos referenciados 2 NUM_PROC Identificação do processo ou ato C
concessório.
T031AA Processos referenciados 3 IND_PROC Indicador da origem do processo: C
1 - Justiça Federal;
3 – Secretaria da Receita Federal do
Brasil
9 – Outros.
Campos
REG. SPED REG. SPED
TAM DEC OBRIG COMENTÁRIO VALIDAÇÃO relacionado
Fiscal PIS/Cofins
s
8 - S Fixo "T031AA"
20 - S - F129

1 - S - F129
TABELA CADASTRO ITEM NOME DO CAMPO DESCRIÇÃO CHAVE DE INTEGRAÇÃO

T032 Bens incorporados ao Ativo Imobilizado 1 REGISTRO Tipo de registro


- Operacoes geradoras de creditos com
base no valor de aquisicao/contribuicao

T032 Bens incorporados ao Ativo Imobilizado 2 DT_MOVIMENTO Data movimento declarado


- Operacoes geradoras de creditos com
base no valor de aquisicao/contribuicao

T032 Bens incorporados ao Ativo Imobilizado 3 NAT_BC_CRED Texto fixo contendo "10" (Código da
- Operacoes geradoras de creditos com Base de Cálculo do Crédito sobre Bens
base no valor de aquisicao/contribuicao Incorporados ao Ativo Imobilizado,
conforme a Tabela indicada no item
4.3.7)

T032 Bens incorporados ao Ativo Imobilizado 4 IDENT_BEM_IMOB Identificação dos Bens/Grupo de Bens
- Operacoes geradoras de creditos com Incorporados ao Ativo Imobilizado:
base no valor de aquisicao/contribuicao 01 = Edificações e Benfeitorias;
03 = Instalações;
04 = Máquinas;
05 = Equipamentos;
06 = Veículos;
99 = Outros Bens Incorporados ao Ativo
Imobilizado.

T032 Bens incorporados ao Ativo Imobilizado 5 IND_ORIG_CRED Indicador da origem do bem


- Operacoes geradoras de creditos com incorporado ao ativo imobilizado,
base no valor de aquisicao/contribuicao gerador de crédito:
0 – Aquisição no Mercado Interno
1 – Aquisição no Mercado Externo
(Importação)
T032 Bens incorporados ao Ativo Imobilizado 6 IND_UTIL_BEM_IM Indicador da Utilização dos Bens
- Operacoes geradoras de creditos com OB Incorporados ao Ativo Imobilizado:
base no valor de aquisicao/contribuicao 1 – Produção de Bens Destinados a
Venda;
2 – Prestação de Serviços;
3 – Locação a Terceiros;
9 – Outros.

T032 Bens incorporados ao Ativo Imobilizado 7 MES_OPER_AQUI Mês/Ano de Aquisição dos Bens
- Operacoes geradoras de creditos com S Incorporados ao Ativo Imobilizado, com
base no valor de aquisicao/contribuicao apuração de crédito com base no valor
de aquisição.

T032 Bens incorporados ao Ativo Imobilizado 8 VL_OPER_AQUIS Valor de Aquisição dos Bens
- Operacoes geradoras de creditos com Incorporados ao Ativo Imobilizado –
base no valor de aquisicao/contribuicao Crédito com base no valor de aquisição.
T032 Bens incorporados ao Ativo Imobilizado 9 PARC_OPER_NAO Parcela do Valor de Aquisição a excluir
- Operacoes geradoras de creditos com _BC_CRED da base de cálculo de Crédito
base no valor de aquisicao/contribuicao

T032 Bens incorporados ao Ativo Imobilizado 10 VL_BC_CRED Valor da Base de Cálculo do Crédito
- Operacoes geradoras de creditos com sobre Bens Incorporados ao Ativo
base no valor de aquisicao/contribuicao Imobilizado (VL_OPER_AQUIS –
PARC_OPER_NAO_BC_CRED)

T032 Bens incorporados ao Ativo Imobilizado 11 IND_NR_PARC Indicador do Número de Parcelas a


- Operacoes geradoras de creditos com serem apropriadas (Crédito sobre Valor
base no valor de aquisicao/contribuicao de Aquisição):
1 – Integral (Mês de Aquisição);
2 – 12 Meses;
3 – 24 Meses;
4 – 48 Meses;
5 – 6 Meses (Embalagens de bebidas
frias)
9 – Outra periodicidade definida em Lei.

T032 Bens incorporados ao Ativo Imobilizado 12 CST_PIS Código da Situação Tributária referente
- Operacoes geradoras de creditos com ao PIS/PASEP, conforme a Tabela
base no valor de aquisicao/contribuicao indicada no item 4.3.3.
T032 Bens incorporados ao Ativo Imobilizado 13 VL_BC_PIS Base de cálculo Mensal do Crédito de
- Operacoes geradoras de creditos com PIS/PASEP, conforme indicador
base no valor de aquisicao/contribuicao informado no campo IND_NR_PARC.

T032 Bens incorporados ao Ativo Imobilizado 14 ALIQ_PIS Alíquota do PIS/PASEP (em percentual)
- Operacoes geradoras de creditos com
base no valor de aquisicao/contribuicao

T032 Bens incorporados ao Ativo Imobilizado 15 VL_PIS Valor do Crédito de PIS/PASEP


- Operacoes geradoras de creditos com
base no valor de aquisicao/contribuicao

T032 Bens incorporados ao Ativo Imobilizado 16 CST_COFINS Código da Situação Tributária referente
- Operacoes geradoras de creditos com a COFINS, conforme a Tabela indicada
base no valor de aquisicao/contribuicao no item 4.3.4.

T032 Bens incorporados ao Ativo Imobilizado 17 VL_BC_COFINS Base de cálculo Mensal do Crédito da
- Operacoes geradoras de creditos com Cofins, conforme indicador informado
base no valor de aquisicao/contribuicao no campo IND_NR_PARC.

T032 Bens incorporados ao Ativo Imobilizado 18 ALIQ_COFINS Alíquota da COFINS (em percentual)
- Operacoes geradoras de creditos com
base no valor de aquisicao/contribuicao
T032 Bens incorporados ao Ativo Imobilizado 19 VL_COFINS Valor do crédito da COFINS
- Operacoes geradoras de creditos com
base no valor de aquisicao/contribuicao

T032 Bens incorporados ao Ativo Imobilizado 20 COD_CTA Código da conta analítica contábil
- Operacoes geradoras de creditos com debitada/creditada
base no valor de aquisicao/contribuicao

T032 Bens incorporados ao Ativo Imobilizado 21 COD_CCUS Código do Centro de Custos


- Operacoes geradoras de creditos com
base no valor de aquisicao/contribuicao

T032 Bens incorporados ao Ativo Imobilizado 22 DESC_ BEM_IMOB Descrição complementar do bem ou
- Operacoes geradoras de creditos com grupo de bens, com crédito apurado
base no valor de aquisicao/contribuicao com base nos encargos de depreciação
ou amortização.
Campos
REG. SPED REG. SPED
TIPO TAM DEC OBRIG COMENTÁRIO VALIDAÇÃO relacionado
Fiscal PIS/Cofins
s
C 8 - S Fixo "T032"

C 8 - S Formato: [AAAAMMDD] Controle Controle Controle


interno interno interno

C 2 - S Informar neste registro o código - F130


correspondente à natureza da base de
cálculo do crédito, conforme a Tabela
“4.3.7 – Base de Cálculo do Crédito”
referenciada no Manual do Leiaute da
EFD-PIS/Cofins e disponibilizada no
Portal do SPED no sítio da RFB na
Internet, no endereço
<http://www.receita.fazenda.gov.br/sped
.

N 2 - S informar neste campo o código [01,02,03,04,05,06,99] - F130


correspondente à identificação do bem
ou grupo de bens (informação por
gênero/grupo de bens) Incorporados ao
Ativo Imobilizado, cujo crédito está
sendo determinado com base no valor
de aquisição.
A identificação dos bens incorporados
ao Ativo Imobilizado a ser informado no
Campo 03 (IDENT_BEM_IMOB) pode
ser realizada de forma individualizada
ou por grupos de bens da mesma
natureza ou destinação.
OBS: No caso do registro F130 se
referir a grupo de bens correspondente
a mais de um código de identificação
como, por exemplo, “Maquinas e
Equipamentos”, pode a pessoa jurídica
informar no Campo 03 quaisquer um
dos códigos a que se refira o grupo de
bens.

C 1 - N Informar neste campo o código que - F130


indique se a origem (País de aquisição)
do bem incorporado ao ativo
imobilizado, se no mercado interno ou
externo (importação de bens e
serviços).
N 1 - S Informar neste campo o indicador - F130
correspondente à destinação ou
utilização dos bens geradores de
crédito neste registro. Caso o
bem/grupo de bens relacionados aos
créditos deste registro não estejam
sendo utilizados entre as hipóteses
previstas em lei para a apuração de
créditos (Indicadores 1, 2 e 3), deve ser
informado o indicador 9.
Registre-se que a legislação tributária
não estabelece o direito ao crédito em
relação aos bens incorporados ao ativo
imobilizado:
- Cuja data de aquisição seja anterior a
maio de 2004, conforme disposição do
art. 31 da Lei nº 10.865/2004;
- que não seja utilizado na produção de
bens, prestação de serviços e locação.
Desta forma, as máquinas,
equipamentos, instalações e outros
bens móveis utilizados na área
administrativa, comercial, gerencial, de
processamento de dados, almoxarifado,
etc., não tem previsão em lei para a
apropriação de crédito.

N 6 N informar neste campo o mês e ano de


aquisição do bem ou grupo de bens
incorporados ao ativo imobilizado, com
apuração de crédito com base no valor
de aquisição valor. No caso da
escrituração ser por grupo de bens,
com datas de aquisição diversas,
escriturar o registro com o campo em
branco.

N - 2 S informar neste campo o valor de - F130


aquisição dos bens incorporados ao
ativo imobilizado, cujo crédito for
determinado com base no valor de
aquisição, referente ao(s) bem(ns)
objeto de escrituração neste registro.
N - 2 N informar neste campo a parcela do valor - F130
de aquisição a excluir da base de
cálculo do crédito, em função de
vedação na legislação quanto à
apuração de crédito, tais as aquisições
de bens incorporados ao imobilizado:
- adquiridos de pessoa física
domiciliada no país;
- não sujeitos ao pagamento da
contribuição social, quando de sua
aquisição;
- de maquinas, equipamentos e outros
bens, não utilizados na produção de
bens destinados à venda, na locação a
terceiros ou na prestação de serviços.
Os valores informados no campo 08
devem ser excluídos da base de cálculo
dos créditos (Campo 09).

N - 2 S informar neste campo o valor total da [Campo 09 = Campo 07 – Campo 08] - F130
base de cálculo do PIS/Pasep referente
à operação/item, para fins de apuração
do valor total do crédito.

N 1 - S informar neste campo o código [1,2,3,4,5,9] - F130


correspondente ao número de parcelas
a serem apropriadas, mensalmente, em
relação ao valor total do crédito
informado (Crédito sobre Valor de
Aquisição):
1 – Integral (Mês de Aquisição);
2 – 12 Meses;
3 – 24 Meses;
4 – 48 Meses;
5 – 6 Meses (Embalagens de bebidas
frias)
9 – Outra periodicidade definida em Lei.

N 2 - S Informar neste campo o Código de - F130


Situação Tributária referente ao
PIS/PASEP (CST), conforme a Tabela II
constante no Anexo Único da Instrução
Normativa RFB nº 1.009, de 2010,
referenciada no Manual do Leiaute da
EFD-PIS/Cofins.
N - 2 N informar neste campo o valor da base [Campo 12 = Campo 09 / Nº de Meses - F130
de cálculo do PIS/Pasep a ser informados no Campo 10]
apropriada no mês da escrituração, em
função da quantidade de meses
informada no Campo 10. O valor da
base de cálculo do crédito do mês será
determinado, sobre o valor total da base
de cálculo informada no Campo 09,
dividido pelo número de meses
correspondente aos indicadores
informados no Campo 10.
O valor deste campo será recuperado
no Bloco M, para a demonstração das
bases de cálculo do crédito de
PIS/Pasep (M105, campo
“VL_BC_PIS_TOT”) no caso de item
correspondente a fato gerador de
crédito.

N 8 4 N informar neste campo o valor da - F130


alíquota aplicável para fins de apuração
do crédito.

N - 2 N informar o valor do PIS/Pasep referente o valor do campo “VL_PIS” deve - F130


à operação/item escriturado neste corresponder ao valor da base de
registro. cálculo (VL_BC_PIS) multiplicado pela
alíquota aplicável ao item (ALIQ_PIS),
dividido pelo valor “100”.
Exemplo: Sendo o Campo “VL_BC_PIS”
= 1.000.000,00 e o Campo “ALIQ_PIS”
= 1,6500 , então o Campo “VL_PIS”
será igual a: 1.000.000,00 x 1,65 / 100
= 16.500,00.

N 2 - S Informar neste campo o Código de - F130


Situação Tributária referente a Cofins
(CST), conforme a Tabela III constante
no Anexo Único da Instrução Normativa
RFB nº 1.009, de 2010, referenciada no
Manual do Leiaute da EFD-PIS/Cofins.

N - 2 N informar neste campo o valor da base [Campo 16 = Campo 09 / Nº de Meses - F130


de cálculo de Cofins a ser apropriada informados no Campo 10]
no mês da escrituração, em função da O valor deste campo será recuperado
quantidade de meses informada no no Bloco M, para a demonstração das
Campo 10. O valor da base de cálculo bases de cálculo do crédito de Cofins
do crédito do mês será determinado, (M505, campo “VL_BC_COFINS_TOT”)
sobre o valor total da base de cálculo no caso de item correspondente a fato
informada no Campo 09, dividido pelo gerador de crédito.
número de meses correspondente aos
indicadores informados no Campo 10.

N 8 4 N informar neste campo o valor da - F130


alíquota de Cofins aplicável para fins de
apuração do crédito.
N - 2 N informar o valor da Cofins referente à o valor do campo “VL_COFINS” deve - F130
operação/item escriturado neste corresponder ao valor da base de
registro. cálculo (VL_BC_COFINS) multiplicado
pela alíquota aplicável ao item
(ALIQ_COFINS), dividido pelo valor
“100”.
Exemplo: Sendo o Campo
“VL_BC_COFINS” = 1.000.000,00 e o
Campo “ALIQ_COFINS” = 7,6000,
então o Campo “VL_COFINS” será
igual a: 1.000.000,00 x 7,6 / 100 =
76.000,00.

C 60 - N informar o Código da Conta Analítica. - F130


Exemplos: Maquinas e Equipamentos
do Ativo Imobilizado, ativo fixo, etc.
Deve ser a conta credora ou devedora
principal, podendo ser informada a
conta sintética (nível acima da conta
analítica).

C 60 - N Nos registros correspondentes às - F130


operações com direito a crédito,
informar neste campo o Código do
Centro de Custo relacionado à
operação, se existir.

C - - N Neste campo pode ser informada a - F130


descrição complementar do bem ou
grupo de bens, com crédito apurado
com base no valor de aquisição, objeto
de escrituração neste registro.
NOME DO
TABELA CADASTRO ITEM DESCRIÇÃO CHAVE DE INTEGRAÇÃO TIPO
CAMPO

T032AA Processos referenciados 1 REGISTRO Tipo de registro C


T032AA Processos referenciados 2 NUM_PROC Identificação do processo ou ato C
concessório.
T032AA Processos referenciados 3 IND_PROC Indicador da origem do processo: C
1 - Justiça Federal;
3 – Secretaria da Receita Federal do
Brasil
9 – Outros.
Campos
REG. SPED REG. SPED
TAM DEC OBRIG COMENTÁRIO VALIDAÇÃO relacionado
Fiscal PIS/Cofins
s
8 - S Fixo "T032AA"
20 - S - F139

1 - S - F139
TABELA CADASTRO ITEM NOME DO CAMPO DESCRIÇÃO

T033 Operacoes da atividade imobiliaria - 1 REGISTRO Tipo de registro


Unidade imobiliaria vendida
T033 Operacoes da atividade imobiliaria - 2 IND_OPER Indicador do Tipo da Operação:
Unidade imobiliaria vendida 01 – Venda a Vista de Unidade
Concluída;
02 – Venda a Prazo de Unidade
Concluída;
03 – Venda a Vista de Unidade em
Construção;
04 – Venda a Prazo de Unidade em
Construção;
05 – Outras.

T033 Operacoes da atividade imobiliaria - 3 UNID_IMOB Indicador do tipo de unidade imobiliária


Unidade imobiliaria vendida Vendida:
01 – Terreno adquirido para venda;
02 – Terreno decorrente de loteamento;
03 – Lote oriundo de desmembramento
de terreno;
04 – Unidade resultante de
incorporação imobiliária;
05 – Prédio construído/em construção
para venda;
06 – Outras.

T033 Operacoes da atividade imobiliaria - 4 IDENT_EMP Identificação/Nome do Empreendimento


Unidade imobiliaria vendida

T033 Operacoes da atividade imobiliaria - 5 DESC_UNID_IMOB Descrição resumida da unidade


Unidade imobiliaria vendida imobiliária vendida

T033 Operacoes da atividade imobiliaria - 6 NUM_CONT Número do Contrato/Documento que


Unidade imobiliaria vendida formaliza a Venda da Unidade
Imobiliária

T033 Operacoes da atividade imobiliaria - 7 CPF_ADQU Identificação da pessoa física (CPF)


Unidade imobiliaria vendida adquirente da unidade imobiliária
T033 Operacoes da atividade imobiliaria - 8 CNPJ_ADQU Identificação da pessoa jurídica (CNPJ)
Unidade imobiliaria vendida adquirente da unidade imobiliária

T033 Operacoes da atividade imobiliaria - 9 DT_OPER Data da operação de venda da unidade


Unidade imobiliaria vendida imobiliária

T033 Operacoes da atividade imobiliaria - 10 VL_TOT_VEND Valor total da unidade imobiliária


Unidade imobiliaria vendida vendida atualizado até o período da
escrituração
T033 Operacoes da atividade imobiliaria - 11 VL_REC_ACUM Valor recebido acumulado até o mês
Unidade imobiliaria vendida anterior ao da escrituração.
T033 Operacoes da atividade imobiliaria - 12 VL_TOT_REC Valor total recebido no mês da
Unidade imobiliaria vendida escrituração

T033 Operacoes da atividade imobiliaria - 13 CST_PIS Código da Situação Tributária referente


Unidade imobiliaria vendida ao PIS/PASEP, conforme a Tabela
indicada no item 4.3.3.

T033 Operacoes da atividade imobiliaria - 14 VL_BC_PIS Base de Cálculo do PIS/PASEP


Unidade imobiliaria vendida

T033 Operacoes da atividade imobiliaria - 15 ALIQ_PIS Alíquota do PIS/PASEP (em percentual)


Unidade imobiliaria vendida

T033 Operacoes da atividade imobiliaria - 16 VL_PIS Valor do PIS/PASEP


Unidade imobiliaria vendida
T033 Operacoes da atividade imobiliaria - 17 CST_COFINS Código da Situação Tributária referente
Unidade imobiliaria vendida a COFINS, conforme a Tabela indicada
no item 4.3.4.

T033 Operacoes da atividade imobiliaria - 18 VL_BC_COFINS Base de Cálculo da COFINS


Unidade imobiliaria vendida

T033 Operacoes da atividade imobiliaria - 19 ALIQ_COFINS Alíquota da COFINS (em percentual)


Unidade imobiliaria vendida

T033 Operacoes da atividade imobiliaria - 20 VL_COFINS Valor da COFINS


Unidade imobiliaria vendida
T033 Operacoes da atividade imobiliaria - 21 PERC_REC_RECEB Percentual da receita total recebida até
Unidade imobiliaria vendida o mês, da unidade imobiliária vendida
((VL_REC_ACUM + VL_TOT_REC) /
VL_TOT_VEND)

T033 Operacoes da atividade imobiliaria - 22 IND_NAT_EMP Indicador da Natureza Específica do


Unidade imobiliaria vendida Empreendimento:
1 - Consórcio;
2 - SCP;
3 – Incorporação em Condomínio;
4 - Outras.

T033 Operacoes da atividade imobiliaria - 23 INF_COMP Informações Complementares


Unidade imobiliaria vendida
CHAVE DE INTEGRAÇÃO TIPO TAM DEC OBRIG COMENTÁRIO VALIDAÇÃO

C 8 - S Fixo "T033"

X N 2 - S [01,02,03,04,05]

X N 2 - S [01,02,03,04,05,06]

X C - - S deve ser informado neste campo a


identificação ou nome do
empreendimento a que se referem as
operações relacionadas neste registro.

C 90 - N deve ser informado neste campo a


descrição da unidade imobiliária a que
se referem as operações relacionadas
neste registro.

C 90 - N indicar neste campo o número do


Contrato/Documento que formaliza a
venda da unidade imobiliária
relacionada neste registro.

X C 14 - S deve ser informado neste campo o CPF


da pessoa física adquirente da unidade
imobiliária. No caso de haver mais de
um adquirente para a mesma unidade
imobiliária vendida, objeto de
escrituração no Registro F200, deve ser
preenchido o Campo 07 informando o
CPF de um dos adquirentes, sendo os
demais CPF informados no Campo 22
“INF_COMP”.
No caso da pessoa física adquirente da
unidade imobiliária não estar
cadastrada no CPF, deverá ser
informado o CPF do
procurador/representante legal.
X C 14 - S deve ser informado neste campo o
CNPJ da pessoa jurídica adquirente da
unidade imobiliária. No caso de haver
mais de um adquirente para a mesma
unidade imobiliária vendida, objeto de
escrituração no Registro F200, deve ser
preenchido o Campo 07 informando o
CNPJ de um dos adquirentes, sendo os
demais CNPJ informados no Campo 22
“INF_COMP”.

X N 8 - S informar a data da operação de venda


escriturada neste registro, no formato
“AAAAMMDD”, excluindo-se quaisquer
caracteres de separação, tais como: “.”,
“/”, “-”.

N - 2 S

N - 2 S

N - 2 S Informar no Campo 11 (VL_TOT_REC)


o valor da receita recebida no mês da
escrituração referente à unidade
imobiliária objeto de escrituração. Caso
a pessoa jurídica tenha recebido
diversos valores no mês da
escrituração, deverá informar neste
campo o somatório dos valores
recebidos no período.

X N 2 - S Informar neste campo o Código de


Situação Tributária referente ao
PIS/PASEP (CST), conforme a Tabela II
constante no Anexo Único da Instrução
Normativa RFB nº 1.009, de 2010,
referenciada no Manual do Leiaute da
EFD-PIS/Cofins.

N - 2 N informar neste campo o valor da base


de cálculo do PIS/Pasep referente à
receita tributável da atividade
imobiliária.
O valor deste campo será recuperado
no Bloco M, para a demonstração das
bases de cálculo do PIS/Pasep (M210),
nos Campos “VL_BC_CONT”.

N 8 4 N informar neste campo o valor da


alíquota aplicável para fins de apuração
da contribuição (0,65% ou 1,65%),
conforme o caso.

N - 2 N informar o valor do PIS/Pasep apurado.


X N 2 - S Informar neste campo o Código de
Situação Tributária referente a Cofins
(CST), conforme a Tabela III constante
no Anexo Único da Instrução Normativa
RFB nº 1.009, de 2010, referenciada no
Manual do Leiaute da EFD-PIS/Cofins.

N - 2 N informar neste campo o valor da base


de cálculo da Cofins referente à receita
tributável da atividade imobiliária.
O valor deste campo será recuperado
no Bloco M, para a demonstração das
bases de cálculo da Cofins (M610), nos
Campos “VL_BC_CONT”.

N 8 4 N informar neste campo o valor da


alíquota aplicável para fins de apuração
da contribuição (3% ou 7,6%), conforme
o caso.

N - 2 N informar o valor da Cofins apurada.

N 6 2 S informar neste campo o percentual da


receita total recebida até o mês, da
unidade imobiliária vendida

N 1 - N informar neste campo o indicador da [1, 2, 3, 4]


natureza do empreendimento cuja
receita foi informada neste registro.

C 90 - N
Campos
REG. SPED REG. SPED
relacionado
Fiscal PIS/Cofins
s

- F200

- F200

- F200

- F200

- F200

- F200
- F200

- F200

- F200

- F200

- F200

- F200

- F200

- F200

- F200
- F200

- F200

- F200

- F200

- F200

- F200

- F200
NOME DO
TABELA CADASTRO ITEM DESCRIÇÃO CHAVE DE INTEGRAÇÃO TIPO
CAMPO

T033AA Processos referenciados 1 REGISTRO Tipo de registro C


T033AA Processos referenciados 2 NUM_PROC Identificação do processo ou ato C
concessório.
T033AA Processos referenciados 3 IND_PROC Indicador da origem do processo: C
1 - Justiça Federal;
3 – Secretaria da Receita Federal do
Brasil
9 – Outros.
Campos
REG. SPED REG. SPED
TAM DEC OBRIG COMENTÁRIO VALIDAÇÃO relacionado
Fiscal PIS/Cofins
s
8 - S Fixo "T033AA"
20 - S - F211

1 - S - F211
TABELA CADASTRO ITEM NOME DO CAMPO DESCRIÇÃO

T033AB Operacoes da atividade imobiliaria - 1 REGISTRO Tipo de registro


custo incorrido da unidade imobiliaria

T033AB Operacoes da atividade imobiliaria - 2 VL_CUS_INC_ACUM_ANT Valor Total do Custo Incorrido da


custo incorrido da unidade imobiliaria unidade imobiliária acumulado até o
mês anterior ao da escrituração

T033AB Operacoes da atividade imobiliaria - 3 VL_CUS_INC_PER_ESC Valor Total do Custo Incorrido da


custo incorrido da unidade imobiliaria unidade imobiliária no mês da
escrituração

T033AB Operacoes da atividade imobiliaria - 4 VL_CUS_INC_ACUM Valor Total do Custo Incorrido da


custo incorrido da unidade imobiliaria unidade imobiliária acumulado até o
mês da escrituração
(VL_CUS_INC_ACUM_ANT +
VL_CUS_INC_PER_ESC)

T033AB Operacoes da atividade imobiliaria - 5 VL_EXC_BC_CUS_INC_ACUM Parcela do Custo Incorrido sem direito
custo incorrido da unidade imobiliaria ao crédito da atividade imobiliária,
acumulado até o período.

T033AB Operacoes da atividade imobiliaria - 6 VL_BC_CUS_INC Valor da Base de Cálculo do Crédito


custo incorrido da unidade imobiliaria sobre o Custo Incorrido, acumulado até
o período da escrituração
(VL_CUS_INC_ACUM +
VL_EXC_BC_CUS_INC_ACUM)

T033AB Operacoes da atividade imobiliaria - 7 CST_PIS Código da Situação Tributária referente


custo incorrido da unidade imobiliaria ao PIS/PASEP, conforme a Tabela
indicada no item 4.3.3.

T033AB Operacoes da atividade imobiliaria - 8 ALIQ_PIS Alíquota do PIS/PASEP (em percentual)


custo incorrido da unidade imobiliaria
T033AB Operacoes da atividade imobiliaria - 9 VL_CRED_PIS_ACUM Valor Total do Crédito Acumulado sobre
custo incorrido da unidade imobiliaria o custo incorrido – PIS/PASEP
(VL_BC_CUS_INC X ALIQ_PIS)

T033AB Operacoes da atividade imobiliaria - 10 VL_CRED_PIS_DESC_ANT Parcela do crédito descontada até o


custo incorrido da unidade imobiliaria período anterior da escrituração –
PIS/PASEP (proporcional à receita
recebida até o mês anterior).

T033AB Operacoes da atividade imobiliaria - 11 VL_CRED_PIS_DESC Parcela a descontar no período da


custo incorrido da unidade imobiliaria escrituração – PIS/PASEP
(proporcional à receita recebida no
mês).

T033AB Operacoes da atividade imobiliaria - 12 VL_CRED_PIS_DESC_FUT Parcela a descontar em períodos


custo incorrido da unidade imobiliaria futuros – PIS/PASEP
(VL_CRED_PIS_ACUM -
VL_CRED_PIS_DESC_ANT -
VL_CRED_PIS_DESC).

T033AB Operacoes da atividade imobiliaria - 13 CST_COFINS Código da Situação Tributária referente


custo incorrido da unidade imobiliaria ao COFINS, conforme a Tabela indicada
no item 4.3.4.

T033AB Operacoes da atividade imobiliaria - 14 ALIQ_COFINS Alíquota do COFINS (em percentual)


custo incorrido da unidade imobiliaria

T033AB Operacoes da atividade imobiliaria - 15 VL_CRED_COFINS_ACUM Valor Total do Crédito Acumulado sobre
custo incorrido da unidade imobiliaria o custo incorrido - COFINS
(VL_BC_CUS_INC X ALIQ_COFINS)

T033AB Operacoes da atividade imobiliaria - 16 VL_CRED_COFINS_DESC_ANT Parcela do crédito descontada até o


custo incorrido da unidade imobiliaria período anterior da escrituração –
COFINS (proporcional à receita
recebida até o mês anterior).

T033AB Operacoes da atividade imobiliaria - 17 VL_CRED_COFINS_DESC Parcela a descontar no período da


custo incorrido da unidade imobiliaria escrituração – COFINS (proporcional à
receita recebida no mês).

T033AB Operacoes da atividade imobiliaria - 18 VL_CRED_COFINS_DESC_FUT Parcela a descontar em períodos


custo incorrido da unidade imobiliaria futuros – COFINS
(VL_CRED_COFINS_ACUM -
VL_CRED_COFINS_DESC_ANT -
VL_CRED_COFINS_DESC).
CHAVE DE INTEGRAÇÃO TIPO TAM DEC OBRIG COMENTÁRIO VALIDAÇÃO

C 8 - S Fixo "T033AB"

N - 2 S deve ser informado neste campo o valor


total do custo incorrido da unidade
imobiliária escriturada em cada registro
F205, acumulado até o mês anterior ao
da escrituração.

N - 2 S deve ser informado neste campo o valor


do custo da unidade imobiliária
escriturada em cada registro F205,
incorrido no mês da escrituração.

N - 2 S deve ser informado neste campo o valor O valor informado neste campo deve
total do custo incorrido da unidade corresponder ao somatório dos Campos
imobiliária escriturada em cada registro 02 e 03.
F205, acumulado até o mês da
escrituração.

N - 2 S neste registro deve a pessoa jurídica


relacionar a parcela do custo incorrido
da unidade imobiliária vendida que não
deve compor a base de cálculo do
crédito. De acordo com a legislação
tributária, não dará direito a crédito o
valor:
I - de mão-de-obra paga a pessoa
física, bem assim dos encargos
trabalhistas, sociais e previdenciários;
II - da aquisição de bens ou serviços
não sujeitos ao pagamento das
contribuições.

N - 2 S deve ser informado neste campo o valor


da base de cálculo do crédito sobre o
custo incorrido, acumulado até o
período da escrituração,
correspondente ao valor do campo 04 –
campo 05.

N 2 - S Informar neste campo o Código de


Situação Tributária referente ao
PIS/PASEP (CST), conforme a Tabela II
constante no Anexo Único da Instrução
Normativa RFB nº 1.009, de 2010,
referenciada no Manual do Leiaute da
EFD-PIS/Cofins. No caso de crédito
vinculado à receita tributada no
mercado interno, deve ser informado o
CST 50.

N 8 4 S informar neste campo o valor da


alíquota aplicável para fins de apuração
do crédito da atividade imobiliária que,
em relação ao PIS/Pasep,
correspondente ao percentual de
1,65%.
N - 2 S informar o valor total do crédito de o valor do campo 09 deve corresponder
PIS/Pasep incidente sobre o custo ao valor da base de cálculo do custo
incorrido acumulado ajustado (Campo incorrido total (Campo 06) multiplicado
06). pela alíquota aplicável (Campo 08).

N - 2 S informar a parcela do crédito


escriturada no campo 09, já utilizada
mediante desconto da contribuição, até
o período anterior da escrituração –
PIS/PASEP (proporcional à receita
acumulada recebida até o mês
anterior).

N - 2 S informar a parcela do crédito


escriturada no campo 09, a descontar
da contribuição apurada neste período
da escrituração – PIS/PASEP
(proporcional à receita recebida no
mês).

N - 2 S informar a parcela do crédito


escriturada no campo 09, a descontar
da contribuição para o PIS/Pasep em
períodos futuros (Campo 09 – Campo
10 – Campo 11).

N 002* - S Informar neste campo o Código de


Situação Tributária referente a Cofins
(CST), conforme a Tabela III constante
no Anexo Único da Instrução Normativa
RFB nº 1.009, de 2010, referenciada no
Manual do Leiaute da EFD-PIS/Cofins.

N 8 4 S informar neste campo o valor da


alíquota aplicável para fins de apuração
do crédito da atividade imobiliária que,
em relação à Cofins, corresponde ao
percentual de 7,6%.

N - 2 S informar o valor total do crédito de o valor do campo 15 deve corresponder


Cofins incidente sobre o custo incorrido ao valor da base de cálculo do custo
acumulado ajustado (Campo 06). incorrido total (Campo 06) multiplicado
pela alíquota aplicável (Campo 14).

N - 2 S informar a parcela do crédito


escriturada no campo 15, já utilizada
mediante desconto da contribuição, até
o período anterior da escrituração –
Cofins (proporcional à receita
acumulada recebida até o mês
anterior).

N - 2 S informar a parcela do crédito


escriturada no campo 15, a descontar
da Cofins apurada neste período da
escrituração (proporcional à receita
recebida no mês).

N - 2 S informar a parcela do crédito


escriturada no campo 15, a descontar
da Cofins em períodos futuros (Campo
15 – Campo 16 – Campo 17).
Campos
REG. SPED REG. SPED
relacionado
Fiscal PIS/Cofins
s

- F205

- F205

- F205

- F205

- F205

- F205

- F205
- F205

- F205

- F205

- F205

- F205

- F205

- F205

- F205

- F205

- F205
TABELA CADASTRO ITEM NOME DO CAMPO DESCRIÇÃO

T033AC Operacoes da atividade imobiliaria - 1 REGISTRO Tipo de registro


custo orcado da unidade imobiliaria
vendida
T033AC Operacoes da atividade imobiliaria - 2 VL_CUS_ORC Valor Total do Custo Orçado para
custo orcado da unidade imobiliaria Conclusão da Unidade Vendida
vendida

T033AC Operacoes da atividade imobiliaria - 3 VL_EXC Valores Referentes a Pagamentos a


custo orcado da unidade imobiliaria Pessoas Físicas, Encargos
vendida Trabalhistas, Sociais e Previdenciários
e à aquisição de bens e serviços não
sujeitos ao pagamento das
contribuições

T033AC Operacoes da atividade imobiliaria - 4 VL_CUS_ORC_AJU Valor da Base de Calculo do Crédito


custo orcado da unidade imobiliaria sobre o Custo Orçado Ajustado
vendida (VL_CUS_ORC - VL_EXC).

T033AC Operacoes da atividade imobiliaria - 5 VL_BC_CRED Valor da Base de Cálculo do Crédito


custo orcado da unidade imobiliaria sobre o Custo Orçado referente ao mês
vendida da escrituração, proporcionalizada em
função da receita recebida no mês.

T033AC Operacoes da atividade imobiliaria - 6 CST_PIS Código da Situação Tributária referente


custo orcado da unidade imobiliaria ao PIS/PASEP, conforme a Tabela
vendida indicada no item 4.3.3.

T033AC Operacoes da atividade imobiliaria - 7 ALIQ_PIS Alíquota do PIS/PASEP (em percentual)


custo orcado da unidade imobiliaria
vendida
T033AC Operacoes da atividade imobiliaria - 8 VL_CRED_PIS_UTIL Valor do Crédito sobre o custo orçado a
custo orcado da unidade imobiliaria ser utilizado no período da escrituração
vendida - PIS/PASEP (VL_BC_CRED X
ALIQ_PIS)

T033AC Operacoes da atividade imobiliaria - 9 CST_COFINS Código da Situação Tributária referente


custo orcado da unidade imobiliaria a COFINS, conforme a Tabela indicada
vendida no item 4.3.4.

T033AC Operacoes da atividade imobiliaria - 10 ALIQ_COFINS Alíquota da COFINS (em percentual)


custo orcado da unidade imobiliaria
vendida

T033AC Operacoes da atividade imobiliaria - 11 VL_CRED_COFINS_U Valor do Crédito sobre o custo orçado a
custo orcado da unidade imobiliaria TIL ser utilizado no período da escrituração
vendida - COFINS (VL_BC_CRED X
ALIQ_COFINS)
CHAVE DE INTEGRAÇÃO TIPO TAM DEC OBRIG COMENTÁRIO VALIDAÇÃO

C 8 - S Fixo "T033AC"

N - 2 S Informar neste campo o valor total do


custo orçado, referente à unidade
imobiliária não concluída vendida e
objeto de escrituração neste registro.

N - 2 S neste registro deve a pessoa jurídica


relacionar a parcela do custo orçado da
unidade imobiliária vendida que não
deve compor a base de cálculo do
crédito. De acordo com a legislação
tributária, não dará direito a crédito o
valor:
I - de mão-de-obra paga a pessoa
física, bem assim dos encargos
trabalhistas, sociais e previdenciários;
II - da aquisição de bens ou serviços
não sujeitos ao pagamento das
contribuições.

N - 2 S Informar neste campo o valor da base


de calculo do crédito sobre o custo
orçado, ajustado pelas exclusões do
valor informado no Campo 03 (Campo
04 – Campo 03).

N - 2 S o valor da base de cálculo do crédito do


mês referente ao custo orçado,
constante do Campo 05
(VL_BC_CRED) será determinado com
base no valor do custo orçado ajustado
(Campo 06), na proporção da receita
recebida no mês, referente à unidade
imobiliária vendida.

N 2 - S Informar neste campo o Código de


Situação Tributária referente ao
PIS/PASEP (CST), conforme a Tabela II
constante no Anexo Único da Instrução
Normativa RFB nº 1.009, de 2010,
referenciada no Manual do Leiaute da
EFD-PIS/Cofins. No caso de crédito
vinculado à receita tributada no
mercado interno, deve ser informado o
CST 50.

N 8 4 N informar neste campo o valor da


alíquota aplicável para fins de apuração
do crédito da atividade imobiliária que,
em relação ao PIS/Pasep,
correspondente ao percentual de
1,65%.
N - 2 N informar o valor total do crédito de o valor do campo 08 deve corresponder
PIS/Pasep incidente sobre o custo ao valor da base de cálculo do custo
orçado ajustado (Campo 05). orçado (Campo 05) multiplicado pela
alíquota aplicável (Campo 07).

N 2 - S Informar neste campo o Código de


Situação Tributária referente a Cofins
(CST), conforme a Tabela III constante
no Anexo Único da Instrução Normativa
RFB nº 1.009, de 2010, referenciada no
Manual do Leiaute da EFD-PIS/Cofins.
No caso de crédito vinculado à receita
tributada no mercado interno, deve ser
informado o CST 50.

N 8 4 N informar neste campo o valor da


alíquota aplicável para fins de apuração
do crédito da atividade imobiliária que,
em relação a Cofins, correspondente ao
percentual de 7,6%.

N - 2 N informar o valor total do crédito de o valor do campo 11 deve corresponder


Cofins incidente sobre o custo orçado ao valor da base de cálculo do custo
ajustado (Campo 05). orçado (Campo 05) multiplicado pela
alíquota aplicável (Campo 10).
Campos
REG. SPED REG. SPED
relacionado
Fiscal PIS/Cofins
s

- F210

- F210

- F210

- F210

- F210

- F210
- F210

- F210

- F210

- F210
TABELA CADASTRO ITEM NOME DO CAMPO DESCRIÇÃO

T034 Contribuicao retida na fonte 1 REGISTRO Tipo de registro


T034 Contribuicao retida na fonte 2 IND_NAT_RET Indicador de Natureza da Retenção na
Fonte:
01 - Retenção por Órgãos, Autarquias e
Fundações Federais
02 - Retenção por outras Entidades da
Administração Pública Federal
03 - Retenção por Pessoas Jurídicas de
Direito Privado
04 - Recolhimento por Sociedade