Você está na página 1de 17

1

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA


CAMPUS – PALMEIRA DOS ÍNDIOS
CURSO: ENGENHARIA CIVIL
DISCIPLINA: FÍSICA EXPERIMENTAL I

RELATÓRIO
VANTAGEM MECÂNICA DA ROLDANA MÓVEL
E
VANTAGEM MECÂNICA DA TALHA EXPONENCIAL

PALMEIRA DOS ÍNDIOS


2016
2

CHARLES FINNEY ROCHA CAVALCANTE

RELATÓRIO
VANTAGEM MECÂNICA DA ROLDANA MÓVEL
E
VANTAGEM MECÂNICA DA TALHA EXPONENCIAL

Relatório apresentado ao
Curso de Engenharia Civil do
Instituto Federal de Educação,
Ciência e Tecnologia –
Campus – Palmeira dos Índios,
Turma 2015.2 na Disciplina
Física Experimental, sob a
orientação do Professor
Manoel Pereira.

PALMEIRA DOS ÍNDIOS


2016
3

RESUMO

Através do experimento a seguir será mostrada a importância da máquina


simples na vida cotidiana das pessoas, em cujas tarefas sempre existem forças
aplicadas por meio de cordas ou cabos usados em se tratando de objetos puxados ou
tracionados.
Ao longo de sua história, o ser humano procurou melhorar suas condições
de trabalho, principalmente no que se refere à redução de seu esforço físico. Para
isso, o homem utilizou, inicialmente, meios auxiliares que lhe permitissem realizar
trabalhos de modo mais fácil e com o menor gasto possível de sua força muscular.
Esses primeiros meios foram a alavanca, a roda (roldana) e o plano inclinado que, por
sua simplicidade, ficaram conhecidos como máquinas simples.

Desde que máquinas são usadas para exercer uma grande força pela
aplicação de uma força menor, uma máquina pode ser vista como tendo uma
vantagem de força ou vantagem mecânica. Para uma dada força resistente, a
quantidade de força aplicada dependerá do tipo da máquina e da quantidade de atrito
presente.

Na tração, uma corda transmite uma força de uma extremidade à outra. Diante
disso, o experimento vai mostrar que através de roldanas a força pode ser dividida em
uma das extremidades, podendo-se assim levantar-se um objeto aplicando-se uma
força menor que o a exigida inicialmente. O experimento também vai comprovar a
função das roldanas fixas e móveis, bem como a eficiência desse conjunto entre elas
fornecendo vantagens no trabalho.
4

INTRODUÇÃO

O experimento realizado terá como objetivo colocar em prática dois sistemas


de roldanas: Roldana Fixa e Roldana Móvel e por fim, verificar suas vantagens
mecânicas (Vm) de modos diferentes, com a finalidade de comprovar a teoria que
será expressa posteriormente e determinar a vantagem mecânica fornecida à esta
máquina simples denominada talha exponencial.

OBJETIVOS

O experimento realizado terá como objetivo reconhecer que a roldana móvel


modifica o valor da força aplicada, podendo, também, alterar a sua direção e/ou
sentido; determinar as vantagens mecânicas Vmer, Vmei e Vmd da roldana móvel;
reconhecer a talha exponencial como uma máquina simples formada por um conjunto
de roldanas móveis, podendo este conjunto trabalhar combinado com uma roldana
fixa; reconhecer que a talha exponencial modifica o módulo da força motora, podendo,
também, alterar a direção e o sentido desta força.

MATERIAIS UTILIZADOS

VANTAGEM MECÂNICA DA ROLDANA MÓVEL:


 01 painel metálico multifuncional (1) (para utilização em paredes ou
com tripés);
 01 conjunto de retenção M3 destinado a diversas sustentações (9);
 02 hastes acopláveis de 800 mm, diâmetro de 12,7 mm e rosca M5
(10);
 01 tripé delta max com sapatas niveladoras antiderrapantes (11);
 06 massas acopláveis com peso de 0,5N (50gf) (6);
 01 massa acoplável auxiliar (disco fino) (6a);
 01 gancho de engate rápido (7);
 01 régua milimetrada de 350-0-350 mm (18) de fixação magnética;
 03 roldanas móveis com ganchos (14);
 01 roldana simples fixa com eixo M5 (13);
 01 dinamômetro tubular com esca de 0 a 2N (4a);
 01 fio de poliamida de 0,8m com anel e gancho (27);
5

VANTAGEM MECÂNICA DA TALHA EXPONENCIAL:


 01 painel metálico multifuncional (1) (para utilização em paredes ou
com tripés);
 02 hastes acopláveis de 800 mm, diâmetro de 12,7 mm e rosca M5
(10);
 01 tripé delta max com sapatas niveladoras antiderrapantes (11);
 03 roldanas móveis com ganchos (14);
 02 ganchos de engate rápido (7);
 01 fio de poliamida de 0,35m com anéis (25);
 01 fio de poliamida de 0,44m com anéis (26);
 01 fio de poliamida de 0,8m com anel e gancho (27); 01 dinamômetro
tubular com esca de 0 a 2N (4a);
 01 conjunto de retenção M3 destinado a diversas sustentações (9);
 09 massas acopláveis com peso de 0,5N (50gf) (6);
 01 régua milimetrada de 350-0-350 mm (18) de fixação magnética;
6

FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA

Roldana ou polia: servem para mudar a direção e o sentido da força com que
puxamos um objeto (força de tração). As polias podem facilitar a realização de
algumas tarefas, dependendo da maneira com que elas são interligadas.

Aplicações: As roldanas têm sido usadas desde os tempos mais remotos,


sempre com a função de ajudar a elevar objetos pesados, como por exemplo:
7

 Nos poços de água, para alterar o sentido da força que puxa o balde;

 Na construção civil, para colocar os materiais no topo das obras;

 Nos barcos para controlar as velas;

 Nos elevadores dos poços das minas, para descer os mineiros e recolher
o minério.
8

Vantagem mecânica (Vm): Exprime a existência ou não da redução de


esforço, ou seja:

 Vm = 1: não há nem vantagem nem desvantagem mecânica, isto é, não


há redução nem acréscimo de esforço para equilibrar ou deslocar a força resistente;
 Vm >1: que é a situação mais interessante, pois nesse caso a máquina
reduz esforço;
 Vm < 1: temos uma desvantagem mecânica, então neste caso não
haverá interesse em se utilizar ou empregar a máquina.

Roldana fixa: É uma máquina simples, cuja finalidade é alterar a direção e o


sentido de forças transmitidas por cordas, sem alterar o módulo das mesmas. Esta
definição é válida para roldanas ideais, que não tem atrito, e cuja massa é desprezível.
A influência da massa da roldana só é importante em sistemas acelerados.
9

Vantagem mecânica roldana fixa: Neste sistema de roldanas, vale 1, sua


função como máquina simples e apenas a de inverter o sentido da força aplicada, isto
é, se aplicamos uma força de cima para baixo numa das extremidades da corda, a
polia transmite à carga, para levantá-la, com uma força de baixo para cima. Isso é
vantajoso, porque podemos aproveitar o nosso próprio peso (ou um contrapeso) para
cumprir a tarefa de levantar um corpo. Assim sendo para que a carga suba de "1 m"
o operador deve puxar seu ramo de corda para baixo, de "1 m".

Roldanas móveis: Diminuem a intensidade do esforço necessário para


sustentar um corpo, pois parte desse esforço é feito pelo teto, que sustenta o conjunto.

Observe na figura a baixo, como a roldana móvel pode facilitar o trabalho:


10

 Com uma roldana móvel, a força necessária para equilibrar a carga é


dividida por dois (2¹);
 Com duas roldanas móveis, a força necessária é dividida por quatro (2²);
 Com três, é dividida por oito (2³), e assim sucessivamente.

Vantagem mecânica roldana móvel: A polia móvel raramente é utilizada


sozinha, dado o inconveniente de ter que puxar o ramo de corda da potência para
cima. Normalmente vem combinada com uma polia fixa. Para tal montagem tem-se F
= R/2; VM = 2 e dp = 2.dr. Assim, para que a carga suba de "1 m" o operador deve
puxar seu ramo de corda para baixo, de "2 m".

GRANDEZAS VETORIAIS

Na física, representa-se por um vetor qualquer grandeza que tenha três


componentes ou características:

 Uma magnitude (ou módulo);


 Uma direção;
 Um sentido.
11

Existem várias formas de representar os vetores. Dentre as principais, temos:

 Por uma letra, e sobre esta letra é desenhada uma seta Neste
caso, a magnitude do vetor pode ser representada como a função módulo da
matemática |v| ou removendo-se a seta v;
 Listando-se as suas coordenadas, envolvidas em parêntesis. Um vetor
no plano fica (x, y), e um vetor no espaço fica (x, y, z). Quando as coordenadas forem
números reais não-inteiros, em que a vírgula separa a parte inteira da parte decimal,
pode-se usar ponto-e-vírgula para separar as coordenadas do vetor: (1,5 ; 2,5). Em
alguns casos, o separador pode ser omitido: (x y z).
12

PROCEDIMENTO EXPERIMENTAL

VANTAGEM MECÂNICA DA ROLDANA MÓVEL


 Com o dinamômetro mediu-se o valor da força resistente FR (carga ou peso do
conjunto forma pelo gancho e 4 massas acopláveis: o valor da FR encontrado foi de
2N;
 O dinamômetro foi preso, segundo à direção A e determinou-se o valor da força
equilibrante FM = 0,9N;
 Em seguida calculamos o valor da vantagem mecânica estática real da roldana móvel
que é a razão entre a força resistente FR e a menor força motriz FM que equilibra o
sistema: Vmer = FR/ FM = 2/0,9 = 2,22N;
 Após este cálculo, fixou-se a escala milimetrada (18) no painel conforme a figura
abaixo:

 Mediu-se a distância dm percorrida pela força motriz FM , para elevar a carga de uma
distância qualquer dR com objetivo de /50 = 2. Neste cálculo não se considerou o atrito
nem o peso da roldana;
13

 Puxando-se lentamente o dinamômetro, determinou-se o valor menor da força motriz


capaz de imprimir um movimento uniforme o sistema: FM = 1,1N;
 Em seguida, buscando-se calcular a vantagem mecânica dinâmica da roldana móvel
Vmd que é a razão entre a força resistente FR e a menor força motriz FM que produz
um movimento uniforme ao sistema: Vmd = 2/1,1 = 1,8N;
 Buscando-se a veracidade do cálculo, uma segunda massa de peso igual a metade
de FR foi dependurada na extremidade livre do cordão. Diante disso a afirmação “a
roldana móvel foi, que é uma máquina simples, foi capaz de modificar a direção e/ou
sentido da força motriz?

VANTAGEM MECÂNICA DA TALHA EXPONENCIAL

Conceito: A talha exponencial é uma série de polias móveis (roldanas)


associadas a uma só polia fixa quanto maior for o número de polias móveis, maior
também será a facilidade para se mover um peso que esteja nela. Chama-se
vantagem mecânica da talha a relação entre a força resistente (peso) e a força motriz
(a que se faz para erguê-lo).
 Utilizando-se o dinamômetro, mediu-se o peso do conjunto de duas roldanas
móveis, um gancho e 4 massas acopláveis, chegando-se ao resultado FR =
2,3N;
 A seguir, montamos um sistema de talha exponencial, composto por 2 roldanas
móveis, uma roldana fixa e dois fios, conforme figura a seguir:
14

 Puxou-se lentamente com o dinamômetro a ponta livre do fio, segundo a


orientação A e determinou-se o valor da força motora FM = 0,54N;
 Com o valor da força motora acima calculado, determinamos a vantagem
mecânica da talha exponencial composta por duas roldanas móveis que, como
foi visto, é a razão entre a força resistente e a força motora: Vm = 2,2/0,54 =
4,07N;
 Utilizando-se o dinamômetro, mediu-se o peso FR2 do conjunto formado por três
roldanas móveis, um gancho e 4 massas acopláveis: FR2 = 2,3/0,54 = 4,25N;
 Após a mudança do sistema conforme a figura acima puxou-se lentamente a
ponta livre do fio, com o dinamômetro (4a), segundo a orientação A;
 Verificou-se que cada roldana móvel reduz à metade a FM que recebe, por este
motivo é que denominamos a este conjunto de talha exponencial.
15

 Para um caso geral podemos afirma que FM = FR /2n , onde n é o número de


roldanas móveis utilizadas na talha exponencial;
 Segundo às informações obtidas é correto afirmar que “numa talha exponencial
há tantas cordas quanto o número de roldanas móveis”?
R.

 Verificando-se a veracidade dos resultados obtidos e utilizando-se como FM e


FR como os conjuntos de massas acopláveis com gancho disponíveis, chegou-
se ao seguinte resultado:
16

CONCLUSÕES

Ao final do experimento verificou-se na prática a vantagem em se utilizar as


roldanas – máquinas simples e antigas – onde mostrou-se sua eficiência como
sistema chamado de talha exponencial e que oferece ao operador reduzir pela metade
a força exercida numa corda para sustentar massas.
17

REFERÊNCIAS

Determinação Experimental das Vantagens Mecânicas das Roldanas. Laboratório


de Física I. CEFET-MG, 2011. <Acesso em 12 de setembro de 2016>.

http://www.infoescola.com/mecanica/polias-roldana/ <Acesso em 12 de setembro de


2016>.

http://www.vetorvestibular.com.br/vetor/mat/Bordalo%20-%20Mec%C3%A2nica%20-
%20Cap04.pdf <Acesso em 13 de setembro de 2016>.

https://pt.wikipedia.org/wiki/Vetor <Acesso em 13 de setembro de 2016>.

https://pt.wikibooks.org/wiki/Introdu%C3%A7%C3%A3o_%C3%A0_f%C3%ADsica/G
randezas_vetoriais <Acesso em 13 de setembro de 2016>.

https://pt.wikipedia.org/wiki/Talha_exponencial <Acesso em 13 de setembro de


2016>.