Você está na página 1de 4

TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL – 5ª b) poderá ser nomeado Ministro do Tribunal

REGIÃO de Contas da União, pois preenche todos os


AULA 4: DIREITO CONSTITUCIONAL requisitos necessários, desde que seja
escolhido pelo Presidente da República ou
Prof. Cristiano Lopes pelo Senado Federal.
c) poderá ser nomeado Ministro do Tribunal
de Contas da União, pois preenche todos os
1. (FCC: PGE-MT / Analista – Bacharel em requisitos necessários, desde que seja
Direito, 2016) Todo órgão público é escolhido pelo Presidente da República ou
submetido a controles interno e externo pelo Congresso Nacional.
no que diz respeito a aspectos contábeis, d) não poderá ser nomeado Ministro do
financeiros, orçamentários, operacionais Tribunal de Contas da União sem prestar
e patrimoniais. A Constituição Federal concurso público de provas e títulos para o
estabelece a sistemática desses controles exercício desse cargo.
e prevê que o controle externo é exercido e) poderá ser nomeado Ministro do Tribunal
a) pelos Tribunais de Contas. de Contas da União, pois preenche todos os
b) pelo Poder Legislativo. requisitos necessários, desde que seja
c) pelo Poder Executivo. escolhido pelo Poder Executivo após o envio
d) pelo Poder Judiciário. de sua indicação em lista sêxtupla pela
e) pelo Conselho Nacional de Justiça. Ordem dos Advogados do Brasil.
2. (FCC: TRT - 24ª REGIÃO (MS)/Técnico 4. (FCC: Prefeitura de Teresina – PI /
Judiciário) No tocante à fiscalização Técnico de Nível, 2016) Na hipótese de um
contábil, financeira e orçamentária, contrato da União, o ato de sustação,
segundo a Constituição Federal, o segundo dispõe a Constituição Federal, é
controle externo, a cargo do Congresso adotado diretamente pelo
Nacional, será exercido com o auxílio do a) Poder Executivo.
Tribunal de Contas da União. O Tribunal b) Congresso Nacional.
encaminhará relatório de suas atividades c) Superior Tribunal de Justiça.
ao d) Ministério Público Federal.
a) Congresso Nacional, semestralmente. e) Tribunal de Contas da União.
b) Supremo Tribunal Federal,
semestralmente. 5. (FCC: TRF - 3ª REGIÃO / Analista
c) Supremo Tribunal Federal, trimestral e Judiciário – Contadoria, 2016) Nos termos
anualmente. definidos pela Constituição Federal de
d) Congresso Nacional, trimestral e 1988, o Poder Judiciário Federal, que
anualmente. inclui o TRF da 3ª Região, está submetido
e) Superior Tribunal de Justiça, a uma fiscalização contábil, financeira e
semestralmente. orçamentária. Se, nesse contexto, um
determinado ato de despesa for
3. (FCC: TRT - 11ª Região (AM e RR) / impugnado pelo controle externo, sua
Analista, 2017) Michel é brasileiro, tem 66 execução poderá ser sustada
anos de idade, idoneidade moral e
a) pela Câmara dos Deputados, que
reputação ilibada. Advogado há mais de comunicará a decisão ao Senado.
trinta anos, é conhecido por seus notórios b) pela Câmara dos Deputados, que
conhecimentos jurídicos, contábeis, comunicará a decisão ao Presidente da
econômicos e financeiros. Michel República.
a) não poderá ser nomeado Ministro do c) pelo Tribunal de Contas da União, que
Tribunal de Contas da União por não comunicará a decisão ao Presidente da
estarem presentes todos os requisitos República.
necessários previstos na Constituição d) pelo Tribunal de Contas da União, que
Federal. comunicará a decisão à Câmara dos
Deputados e ao Senado.
e) pelo Senado, que comunicará a decisão remoção poderá ser determinada, desde que
ao Presidente da República. mediante decisão do órgão colegiado
competente, pelo voto de dois terços de seus
membros.
1. (FCC: TRT - 24ª REGIÃO / Analista III. É vedado, tanto a magistrados quanto a
Judiciário - Área Engenharia, 2017) De membros do Ministério Público, exercer a
acordo com a Constituição Federal, lei advocacia no juízo ou tribunal do qual se
complementar, de iniciativa do Supremo afastaram, antes de decorridos três anos do
Tribunal Federal, disporá sobre o Estatuto afastamento do cargo por aposentadoria ou
da Magistratura, observados, dentre exoneração.
outros princípios, IV. Juízes estaduais e membros do Ministério
a) o ingresso na carreira, cujo cargo inicial Público dos Estados serão julgados perante
será o de juiz de entrância intermediária, os Tribunais de Justiça, nos crimes comuns e
mediante concurso público de provas e de responsabilidade, ressalvada a
títulos, sem a participação da Ordem dos competência da Justiça Eleitoral.
Advogados do Brasil, exigindo-se do Está correto o que consta APENAS em
bacharel em direito, no mínimo, cinco anos
a) I e II.
de atividade jurídica.
b) III e IV.
b) o ingresso na carreira, cujo cargo inicial
será o de juiz substituto, mediante concurso c) I, II e III.
público de provas e títulos, sem a d) II, III e IV.
participação da Ordem dos Advogados do e) I e IV.
Brasil, exigindo-se do bacharel em direito, no
mínimo, dois anos de atividade jurídica.
3. (FCC: TRT - 9ª REGIÃO (PR) /Técnico
c) o ingresso na carreira, cujo cargo inicial Judiciário - Área Administrativa, 2015)
será o de juiz substituto, mediante concurso Sobre as garantias constitucionais que
público de provas e títulos, com a gozam os juízes e sobre as vedações as
participação da Ordem dos Advogados do quais estão submetidos, é correto afirmar
Brasil, exigindo-se do bacharel em direito, no que:
mínimo, cinco anos de atividade jurídica.
a) a vitaliciedade é adquirida na posse.
d) a promoção de entrância para entrância
por antiguidade de três em três anos e b) a irredutibilidade de subsídio é absoluta.
merecimento de ano em ano. c) podem exercer atividade político-
e) a promoção de entrância para entrância, partidária.
alternadamente, por antiguidade e d) podem ser submetidos a ato de remoção
merecimento, atendida às normas por motivo de interesse público.
constitucionais. e) podem exercer qualquer outro cargo ou
função se estiverem em disponibilidade.
2. (FCC: TRE-SP / Analista Judiciário -
Área Administrativa, 2017) A respeito de 4. (FCC: TRT - 3ª Região (MG) / Técnico
magistrados e membros do Ministério Judiciário – Área, 2015) Após o decurso
Público, à luz da Constituição da de quatro anos de exercício da
República, considere: magistratura, determinado Juiz foi
I. É vedado a magistrados receber, a removido de comarca, por motivo de
qualquer título e sob qualquer pretexto, interesse público, independentemente de
honorários, percentagens ou custas sua vontade, por decisão da maioria
processuais, diferentemente do que ocorre absoluta do respectivo tribunal, em
em relação a membros do Ministério Público, processo que respeitou a ampla defesa do
para os quais se admitem exceções previstas magistrado. Um ano mais tarde, o mesmo
em lei. Juiz praticou ato criminoso que lhe
II. É assegurada, tanto a magistrados quanto acarretou a perda do cargo por decisão
a membros do Ministério Público, judicial transitada em julgado. Essa
inamovibilidade, salvo por motivo de situação é
interesse público, hipótese em que a
a) compatível com a Constituição Federal, b) à vitaliciedade e a inamovibilidade.
não tendo sido violadas as garantias da c) ao juízo natural e a inamovibilidade.
inamovibilidade e da vitaliciedade.
d) à inamovibilidade e a vitaliciedade.
b) compatível com a Constituição Federal,
e) à vitaliciedade e a segurança jurídica.
uma vez que não se aplicam a esse
magistrado as garantias da inamovibilidade e
da vitaliciedade em razão do pouco tempo de 7. FCC: TRT - 9ª REGIÃO (PR) / Analista
exercício do cargo. Judiciário - Área Administrativa, 2015)
c) incompatível com a Constituição Federal, Processar e julgar, originariamente, os
por violação da garantia da inamovibilidade, conflitos de competência entre o Tribunal
uma vez que apenas o Conselho Nacional da Superior do Trabalho e outros Tribunais
Justiça poderia ter determinado a remoção Superiores compete ao
do magistrado por motivo de interesse a) Conselho Nacional de Justiça.
público. b) Superior Tribunal de Justiça.
d) incompatível com a Constituição Federal, c) Poder Legislativo.
por violação da garantia da inamovibilidade, d) Supremo Tribunal Federal.
uma vez que a remoção do magistrado não
poderia ter ocorrido senão a pedido dele e) Conselho Superior da Justiça do Trabalho.
próprio.
e) incompatível com a Constituição Federal, 8. (FCC: TRT - 24ª REGIÃO (MS) / Técnico
por violação da garantia da vitaliciedade, Judiciário, 2017) De acordo com a
uma vez que apenas o Conselho Nacional de Constituição Federal, o Ministério Público
Justiça poderia ter determinado a perda do a) é instituição permanente, com os
cargo do magistrado. seguintes princípios institucionais: unidade,
indivisibilidade e independência funcional.
5. (FCC: TRE-RN / Técnico Judiciário - b) possui autonomia funcional, não havendo
Área Administrativa) Os juízes gozam da autonomia administrativa, em razão da sua
garantia da vitaliciedade, que, subordinação ao Poder Executivo.
a) no primeiro grau, só será adquirida após c) possui autonomia funcional, não havendo
três anos de exercício. autonomia administrativa, em razão da sua
b) no primeiro grau, só será adquirida após subordinação ao Poder Judiciário.
dois anos de exercício. d) elaborará sua proposta orçamentária
c) será sempre adquirida após cinco anos de dentro dos limites estabelecidos na lei
exercício, independente do grau. Orgânica da Magistratura.
d) será sempre adquirida após três anos de e) elaborará sua proposta orçamentária
exercício, independente do grau. dentro dos limites estabelecidos no
Regimento Interno do Supremo Tribunal
e) no primeiro grau, só será adquirida após Federal.
cinco anos de exercício.

9. (FCC: TRT - 20ª REGIÃO (SE) / Técnico


6. (FCC: TRE-AC / Técnico Judiciário - Judiciário – Administrativa, 2016) A
Área Administrativa, 2010) Em matéria de Constituição Federal veda ao membro do
garantias aos juízes, considere: Ministério Público exercer
I. A que consiste na permanência na a) qualquer outra função pública, ainda
comarca em que é titular, salvo por quando estiver em disponibilidade, com
motivo de interesse público. exceção de exercer uma função de
II. A que implica na sua permanência no magistério.
cargo, salvo entre outras situações, por b) qualquer outra função pública, ainda
sentença judicial transitada em julgado, quando estiver em disponibilidade, sem
exoneração a pedido ou aposentadoria. qualquer exceção.
As hipóteses dizem respeito, c) qualquer outra função pública, com
respectivamente, exceção de exercer a função de defensor
a) à indisponibilidade e ao juízo natural. público quando estiver em disponibilidade.
d) algumas funções públicas c) o Ministério Público do Trabalho, o
predeterminadas taxativamente no texto Ministério Público Militar, o Ministério Público
constitucional. do Distrito Federal e Territórios, e tem por
e) qualquer outra função pública, exceto chefe o Procurador-Geral da República.
quando estiver em disponibilidade, sem d) o Ministério Público do Trabalho, o
qualquer exceção. Ministério Público Militar, o Ministério Público
do Distrito Federal e Territórios, e tem por
chefe o Promotor de Justiça.
10. (FCC: DPE-RR / Técnico em
Contabilidade, 2015) Instituição e) os Ministérios Públicos dos Estados, e tem
permanente, incumbida da defesa da por chefe o Promotor de Justiça.
ordem jurídica, do regime democrático e
dos interesses sociais e individuais 12. FCC: TCE-CE / Técnico de Controle
indisponíveis. Externo-Administração) Nos termos da
Tal conceito constitucional refere-se Constituição Federal, o Ministério Público
a) à Advocacia Pública. é considerado instituição permanente e
b) à Defensoria Pública. a) essencial à função jurisdicional do Estado,
integrando a estrutura do Poder Judiciário.
c) à Ordem dos Advogados do Brasil.
b) incumbida da defesa do regime
d) ao Poder Judiciário.
democrático e da ordem jurídica, integrando
e) ao Ministério Público. a estrutura do Poder Executivo.
c) responsável, privativamente, pela defesa
11. (FCC: TRE-AP / Técnico Judiciário – dos direitos sociais e individuais
Administrativa, 2016) O Ministério Público indisponíveis em Juízo.
da União compreende, além do Ministério d) responsável pela defesa do regime
Público Federal, democrático e da ordem jurídica, integrando
a) o Ministério Público do Distrito Federal e a estrutura do Poder Legislativo.
Territórios e tem por chefe o Promotor de e) incumbida de promover a defesa da ordem
Justiça. jurídica, gozando de autonomia e
b) os Ministérios Públicos dos Estados, e tem independência funcional.
por chefe o Procurador-Geral da República.