Você está na página 1de 66

Série Vermelha

Profa. Msc. Vivianne Mendes Mangueira


viviannemangueira@gmail.com
Eritrócito
 São bicôncavos e anucleados, no
citoesqueleto há maior deposição de
hemoglobina na periferia;

 DEFORMABILIDADE- Facilita o
transporte pelos vasos, penetrando
em pequenas regiões sem sofrer
lesão;

 Garante as TROCAS GASOSAS.


Eritrograma
Avaliação Qualitativa

 TAMANHO
 DISTRIBUIÇÃO
 COLORAÇÃO
 FORMA
 INCLUSÕES
 MATURIDADE
Tamanho Eritrocitário

• Avaliar: macrocitose
normocitose
microcitose

• Avaliar também a homogeneidade do tamanho


anisocitose (quando não há homogeneidade no
tamanho eritrocitário) expressa pelo RDW
Macrocitose
Normocitose
Macro X Normo
Microcitose
Anisocitose
Causas da Macrocitose
• Alcoolismo
• Uso de fármacos como: AZT, anticonvulsivantes
(carbamazepina, ácido válpróico, fenitoína), quimioterápicos
(fludarabina , cladribina, cicclofosfamida , melfalam,
clorambucil,azatioprina, hidroxiuréia, metotraxate)
• Hepatopatias
• Esplenectomia
• Hiperegeneração eritróide
• Anemias megaloblásticas(def. vit B12 e /ou ac. Fólico)
• Anemia aplástica
• Síndrome Mielodisplásica
Causas da Microcitose
Deficiência de síntese de Hb como:

• Anemia ferropênica
• Talassemia
• Policitemia vera
• Hemoglobinopatias
Causas associadas a Normocitose

• Anemia de doença crônica;


• Deficiência combinada de vit.B12 e /ac.fólico com
deficiência de Ferro;
• Insuficiência Renal Crônica;
• Síndrome Mielodisplásica;
• HIV+.
Distribuição
• Avaliar se há distribuição eritrocitária homogêna ou se há
aglutinações como crioaglutinação e rouleaux.
Distribuição Homogênea
Aglutinação e Rouleaux
Coloração

Inferir o conteúdo hemoglobínico através da coloração eritróide:

• HIPOCROMIA
• NORMOCROMIA
• HIPERCROMIA
Normocromia
Hipocromia
Hipercromia - Esferócitos

.
Hiper X Hipo

.
Forma

• Hemácia Normal - célula anucleada, rosada com palidez


central ocupando cerca de 1/3 da célula com dimensões de 7-
7,5µm;

• Formas anormais de hemácias - chamados pecilócitos ou


poiquilócitos.
Poiquilocitose ou Pecilocitose- presença de formas anormais
de hemácias, comum em anemias ferropênicas severas,
anemia megaloblástica, mielofibrose, etc.
Hemácia Normal
Poiquilocitose
Principais Poiquilócitos

• Esferócitos - são eritrócitos de biconcavidade e diâmetro


reduzidos, geralmente apresentam-se hipercorados, forma
esferocítica devido a diminuição da superfície de membrana.

Podem ser encontrados na esferocitose hereditária, anemias


hemolíticas.
Esferócitos
Principais Poiquilócitos

• Ovalócitos ou eliptócitos - são eritrócitos com forma oval ou


elíptica decorrente de defeitos genéticos que afetam as
membranas do citoesqueleto.
Visto aneliptocitose hereditária e pequeno número de
ovalócitos (<10%) também pode ser visto nas anemias
microcíticas e megaloblásticas e nas síndromes
mieloproliferativas .
Ovalócitos ou Eliptócitos

.
Principais Poiquilócitos

• Estomatócitos – são eritrócitos com a membrana retraída em


cúpula. Na lâmina é visto a área pálida central em forma de
fenda. Pode ocorrer no RN, estomatocitose hereditária, doenças
hepáticas .
Estomatócitos
Principais Poiquilócitos

• Drepanócitos – caracteriza-se pela presença de hemácias em


foice ou falcizadas. Decorrente da presença da hemoglobina S,
presente em indivíduos portadores do gene da anemia
falciforme.
Drepanócitos

.
Principais Poiquilócitos

• Equinócitos – são eritrócitos que apresentam espículas


regularmente distribuídas em sua superfície, também
conhecidos por hemácias crenadas .
Podem ser considerados artefatos quando aparecem
após conservação do sangue in vitro, aquecimento da
lâmina. E também podem surgir em patologias como
uremia, no hipotireoidismo e no uso de heparina
intravenosa.
Equinócitos

.
Principais Poiquilócitos

• Acantócitos – são eritrócitos com menor numero de espículas e


dimensões irregulares. São comuns em hepatopatias, pós
esplenectomia.
Acantócitos

.
Principais Poiquilócitos

• Células em Alvo– são eritrócitos delgados com excesso de


membrana. Ao distender-se na lâmina coram-se mais no
centro e na periferia , por este motivo são chamadas target
cells (hemácias em alvo).
O excesso de membrana pode ocorrer nas
hemoglobinopatias C e S, na ß-talassemia, asplenia e
alterações da composição lipídica do plasma que estão em
contínua troca com as moléculas de colesterol e lecitina da
membrana, como nas icterícias obstrutivas e no tratamento
com L-asparaginase.
Hemácias em Alvo

.
Principais Poiquilócitos

• Dacriócitos – são eritrócitos em forma de gota, hemácias em gota,


ou “tear drop cells” .

Quando numerosos são bem característicos de mielofibrose ,


quando vistos em pequeno número podem estar presentes em
diversas anemias.
Dacriócitos
Principais Poiquilócitos

Hemácias fragmentadas (helmet cells, bite cells) – as


hemácias fragmentadas se originam por vários mecanismos:

• trauma por colisão em zonas de fluxo turbulento;


• trauma ao passar por depósitos intravasculares de fibrina
ou agregados plaquetários;
• trauma mecânico (próteses valvares), agressão térmica
(queimaduras) , agressão química por fármacos oxidativos
Principais Poiquilócitos

• O trauma gera invaginação na membrana e após vacúolo cujo


rompimento deixa o eritrócito com duas projeções simétricas
queratiformes que lhe dão aspecto de capacete (helmet cells
ou queratócitos).
Helmet cells ou Queratócitos
Principais Poiquilócitos

• Quando a fragmentação é mais intensa como em


microangipatias hemolíticas, geram pedaços de eritrócitos em
meia-lua, triângulo, ou outras formas denominados esquizócitos
Esquizócitos
Inclusões Eritrocitárias

Normalmente os eritrócitos não contêm inclusões,


entretanto muitas inclusões diferentes podem ser vistas em
várias doenças hematológicas. Inclusões que se desenvolvem nos
eritrócitos, devido a certos tipos de anemias, podem ser visíveis
por corantes da rotina hematológica.
Inclusões Eritrocitárias

Corpúsculos de Howell-Jolly
Corpúsculos remanescentes do núcleo
(DNA) – Danos ao DNA
Relacionam-se com:
• Anemias severas (hemolítica, megaloblástica);
• Alcoolismo, Quimioterápicos;
• Esplenectomizados.
Howell Jolly

.
Inclusões Eritrocitárias
Pontilhado Basófilo - São agregados de cromossomos e
precipitados de mitocôndrias, caracterizados por inclusões
basofílicas em todo o eritrócito.

Relacionam-se com:
• TALASSEMIAS
• Anemia megaloblástica
• Intoxicação por chumbo e arsênio
• Alcoolismo
Pontilhado Basófilo
Inclusões Eritrocitárias

• Corpos de Heinz – são corpúsculos maiores de


hemoglobina desnaturada , precipitados por corantes
como verde de metila, azul brilhante de cresil e novo azul
de metileno.
Pode ocorrer nas variantes instáveis da hemoglobina, crises
hemolíticas da deficiência de G 6PD . São removidos pelo
baço, de modo que são numerosos em pacientes
esplenectomizadas.
Corpos de Heinz

.
Inclusões Eritrocitárias

• Siderócitos – são grânulos de ferro dispersos de modo irregular


na periferia do eritrócito , vistos nas síndromes mielodisplásicas.
São vistos na coloração de Perls (para ferro - com azul da
Prússia).
Siderócitos

.
Inclusões Eritrocitárias

• Inclusões parasitárias – os eritrócitos podem conter


hematozoários da malária ou da babesiose.
Malária
Babesiose
Inclusões Eritrocitárias

• Anéis de Cabot – são restos de membrana nuclear em forma de


filamento que permanece na hemácia. Apresenta-se corado de
vermelho-violeta e em diferentes formas : nó, oito, anel.

Seu aparecimento constitui sinal de regeneração, ocorrendo


em algumas anemias graves e pós intoxicação por chumbo.
Anel de Cabot
Reticulócito
• É a hemácia jovem após a perda do núcleo;

• Célula rica em RNA ribossômico;

• RNA atribui aos eritrócitos coloração acinzentada ou


arroxeada configurando policromatofilia;

• Coloração com novo azul de metileno ou azul brilhante de


cresil- precipitação do RNA que se encadeiam em forma de
retículo – reticulócitos

• Valores normais 0,5-1,0%


25000-50.000/µl
Reticulócitos

.
Policromasia ou Policromatofilia
Policromasia é a presença de eritrócitos jovens, com RNA
citoplasmático e organelas remanescentes, torna-se azulados com a
utilização de corantes usuais em laboratório de patologia, como os
corantes rápidos. A presença de policromasia é um indicativo de boa
resposta medular perante uma anemia, anemias hemolíticas, aumento da
eritropoiese, ANEMIAS REGENERATIVAS.
Linhagem Eritróide
eritroblasto
ortocromático

... .
Célula .
.. ..

Citoplasma

Relação
núcleo/citoplasma

Cromatina
Linhagem Eritróide
eritroblasto
ortocromático

... .
.
.. ..

Mitoses Diferenciação

 Citoplasma vai se tornando mais acidófilo, devido a


hemoglobinização da célula;
 Relação núcleo/citoplasma vai aumentando pois o núcleo vai
diminuindo para ser expulso no eritroblasto ortocromático;
 Cromatina se torna bastante condensada a medida que ocorre a
maturação
Eritroblastos
Nucléolos

Reticulócitos-Coloração SUPRAVITAL
Série Vermelha

Profa. Msc. Vivianne Mendes Mangueira


viviannemangueira@gmail.com