Você está na página 1de 49

UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS – UFAL

CENTRO DE TECNOLOGIA - CTEC

MEDIÇÃO FISCAL

AMANDA S. FERREIRA
TAINNES C. ARAUJO Instrumentação e Controle – EPET 076
VICTOR A. P. S NASCIMENTO DOCENTE: Cristiane Holanda Sodre
YGOR L. MORAES
SUMÁRIO

▰ Introdução
▰ Medição Fiscal
▰ Medição Fiscal Aplicada à Indústria Petrolífera
▰ Órgãos de Relacionamento Externo
▰ Aspectos regulatórios e normativos
▰ Medição Fiscal do Petróleo – Elementos de Medição

2
1
INTRODUÇÃO
Instrumentação, Controle e
Sistemas Medição

3
INSTRUMENTAÇÃO E CONTROLE

Sistemas de Eficiência
Produção
Controle Eficácia
Larga Escala Inteligentes Precisão

Definição: A ciência que estuda, desenvolve e aplica instrumentos


de medição e controle de processos.

4
INSTRUMENTAÇÃO E CONTROLE

Tomadas
Dados de Benchmarks
de Decisão
Medição Offsets
(Auto.)

Elemento de Controle
Qualidade
Sistema de Controle
Sistema de Medição
5
SISTEMAS DE MEDIÇÃO

“ A coleção de instrumentos ou dispositivos de medição, padrões, operações,


métodos, dispositivos de fixação, software, pessoal, ambiente e premissas
utilizadas para quantificar a unidade de medição ou corrigir a avaliação de uma
característica sendo medida; o processo completo para obter medições.”
(MSA, 2002, p.5).

6
SISTEMAS DE MEDIÇÃO

▰ IDEAL: fornece medição corretas a todo momento (MSA, 2002)


▰ ADEQUADO: Atende aos critérios de precisão e custos

O MSA (2012) estabelece critérios para análise;

7
SISTEMAS DE MEDIÇÃO:
Critérios de Análise (MSA, 2012)

▰ Tendência: É a diferença entre o valor verdadeiro (valor de referência) e a média das


medições observada para uma característica, medições estas feitas sobre uma
mesma peça;

▰ Estabilidade: É a variação total nas medições obtidas com um sistema de medição


aplicado sobre o mesmo padrão-mestre ou peças quando medindo uma única
característica no decorrer de um período de tempo prolongado;

8
SISTEMAS DE MEDIÇÃO:
Critérios de Análise (MSA, 2012)

▰ Linearidade: É a diferença da tendência ao longo do intervalo de operação esperado


(medição) no equipamento. A linearidade pode ser imaginada como a variação da
tendência com respeito ao tamanho (medido);

▰ Repetitividade: É a variabilidade “de um único avaliador”, isto é, a variabilidade


associada às medições realizadas por este operador;

▰ Reprodutibilidade: É a variabilidade “entre avaliadores”, isto é, a variabilidade


associada à média das medições de cada avaliador.

9
PROCESSOS DE MEDIÇÃO TÍPICOS

▰ Medição Operacional: Aquela realizada para ajuste das variáveis


do sistema, tendo em vista o controle do processo produtivos.

▰ Medição de Comercialização: Aquela realizada em para definição


do valor em transações comerciais, baseado no preço por
quantidade do produto.

10
PROCESSOS DE MEDIÇÃO TÍPICOS

▰ Medição de Apropriação: Aquela realizada para determinar os volumes de


produção de cada campo num conjunto de campos (de petróleo ou gás
natural), ou de cada poço num campo específico (Fernandéz Et. al, 2018).

▰ Medição Fiscal: Aquela realizada para fiscalização de alguma variável de


processo tendo em vista normatizações ou regulamentações vigentes.

11
2
MEDIÇÃO FISCAL
Conceito e Paradigmas

12
MEDIÇÃO FISCAL

Privilégios tributários, de participação


econômica, e/ou são encarregados pela
regulamentação e fiscalização de tais
atividades.

Controle e responsabilidades
sobre os processos

13
PARADIGMAS MEDIÇÃO FISCAL
Suprimento de Energia Elétrica

Distribuição e
Perdas Sistema de
Fornecimento de
Comerciais Medição Fiscais
Energia

Agente ativo também realiza as medições fiscais!!!

14
PARADIGMAS MEDIÇÃO FISCAL
Petróleo Gás e Biocombustíveis

Fiscalização

Tributos
Royalties

15
3
MEDIÇÃO FISCAL APLICADA À
INDÚSTRIA PETROLÍFERA
Definição e medição de fluidos
16
Definição

17
Medição oficial de toda a produção de óleo e gás de
uma concessão, sendo usada para calcular todas as
participações governamentais.

Finalidade de compensar
os danos causados pela
indústria.
18
Medição de fluidos
A medição de fluidos sempre fez parte do processo de
explotação e processamento dos produtos dos poços.

19
Medição de fluido
1. Aspecto legal
Exigência de informação mensal da produção

2. Operacional
Facilitar o controle operacional do sistema
185,244 users
3. Financeiro
Cálculo de tributos

4. Gestão do sistema
Recursos para a manutenção do sistema
20

Os equipamentos e sistema de medição DEVEM SER
PROJETADOS e operados em condições adequadas para
MEDIR COM FINS FISCAIS os volumes para controle
operacional da produção, bem como transporte e estocagem,
importação e exportação de petróleo e gás natural.

21
4
ÓRGÃOS DE RELACIONAMENTO
EXTERNO
ANP e INMETRO
22
ÓRGÃOS DE RELACIONAMENTO EXTERNO

AUTARQUIA
FEDERAL
ANP (Ministério de INMETRO
Minas e
Energia)

23
Aprova e Fiscaliza o
cumprimento da portaria RTM

É o órgão regulador que


realiza as aprovações e
inspeções nos sistemas
de medição.

24
Órgão que fiscaliza os
instrumentos de medição Define requisitos
de forma a assegurar a metrológicos
exatidão das medições para o sistema

nos campos onde a de medição

metrologia legal atua.

25
Os pontos de medição para fins fiscais
devem ser aprovados pela ANP.
Os sistemas de medição para fins fiscais devem ser aprovados
pelo INMETRO com a sua utilização autorizada pela ANP antes
do início da produção.

26
5
ASPECTOS REGULATÓRIOS E
NORMATIVOS
Regulamento Técnico de Medição de
Petróleo e Gás Natural (RTM) 27
Regulamento Técnico de Medição de Petróleo e Gás
Natural (RTM)

▰ Aprovação pelo INMETRO e ANP;


▰ Aplicado à área de exploração e produção de
petróleo e gás natural no âmbito nacional.

28
Regulamento Técnico de Medição de Petróleo e Gás
Natural (RTM)

▰ Estabelecimento das condições e requisitos mínimos


para os sistemas de medição para garantir os
resultados e completos;
▰ Ficam sujeitos ao Regulamento o projeto, a instalação,
a operação, o teste e a manutenção do processo.

29
6
Medição fiscal do petróleo
Elementos de medição
30
Medição fiscal do petróleo

▰ O petróleo é um fluido multifásico de


uma mistura de hidrocarbonetos

31
Especificações

Separação das fases

Contaminantes (água e areia) < 1%

Separação de
Desidratação Tratamento gás

32
Medição fiscal

Empresa Medição fiscal Produção de


Concessionária óleo e gás

33
Transferência de custódia

Empresa Medição fiscal Produção de


Concessionária óleo e gás

Transferência
de custódia Refinaria

34
Sistemas de medição

▰ Um sistema de medição é formado por três partes:


1. Elemento primário (sensor) – Transformar vazão em grandeza mensurável

2. Elemento secundário (transmissor) – Transformar a grandeza medida pelo


sensor em informação adequada para transmissão.

3. Elemento terciário (computador de vazão) – Realizam os cálculos e


disponibilizam os dados finais para o usuário

Computador
Sensor Transmissor de vazão

35
Tipos de medidores

A medição do óleo e gás é


normalmente realizada em linha

Medidores de
Medidores de
vazão para gás
vazão para óleo
natural

36
Tipos de medidores - Óleo

Deslocamento positivo Turbina Coriolis Sônico

37
Tipos de medidores – Gás natural

Placa de orificio Turbina Sônico

38
Erros e Incertezas

▰ Exigido elevado grau de precisão nas medições

Óleo Gás Dispositivos


de
compensação
• ± 0,3% • ± 1,5% automática

Intervalo de calibração < 60 dias


39
40
Armazenamento, Medição e Análise de Petróleo

▰ Especificações para sistema de Transportes:


▰ Transferência de Custódia:
▻ Um ou mais Tanques de Armazenamento:
▻ Permitem medição acurada do volume de Petróleo;
▻ Transferência Automática:
▻ Instrumentos no interior do tanque controlam.
41
Tanques de Armazenamento

Medição Armazenamento
Precisa Seguro

▰ Escotilha no teto para acesso;


▰ Saída de Drenagem para o BSW.

42
Arqueamento de Tanques

▰ Indústria é meticulosa na medição acurada;


▰ Processo de Medição:
▻ Circunferência;
▻ Profundidade;
▻ Espessura da Parede;
▻ Conexões com oleoduto.
43
Tabela de Arqueação

▻ Oficial de capacidade de armazenamento


do campo;
▻ Incrementos de um milímetro;
▻ Base para futuros cálculos de quantidade
de petróleo.

44
Segurança

▰ Procedimentos durante as análises de medições:


▻ Gases perigosos;
▻ Detector de gás sulfídrico;
▻ Não devem ser medidos em tempo ruim;
▻ Incêndio
▻ NR 33 – Operações em espaços confinados
45
Medições e Análises

▰ Intervalos de 24 horas:
▻ Óleo;
▻ Gás;
▻ Água salgada.
▰ Regularmente:
▻ Análises de qualidade do petróleo:
▻ Temperatura, peso específico e BSW.
46
Transferência de Custódia

▰ Ambos os representantes;
▰ Verificadas condições de produção,
produtos, transportador, número do tanque e
data
▰ Registra medidas:
▻ Temperatura, BSW e densidade

47
Análise Final

▰ Grau API:
▻ Feita por densímetro;
▻ 60 ºF;

48
MEDIÇÃO FISCAL
amandasouza.ufal@gmail.com
tainnes.c.araujo@gmail.com
victoraleff@gmail.com
ygor.moraes@ctec.ufal.br