Você está na página 1de 4

Centro de Ciências Tecnológicas - CCT - Joinville

Departamento de Matemática
Lista 3 de CVE - maio de 2018
Professora: Alessandra Piske

1. Calcule a área da porção do cilindro y = 4 − x2 situada acima do plano z = 0 e abaixo da
superfície z = x2 + y .
2. Determine a área da porção da superfície cilindrica 2x2 + 3y 2 = 6, situada no primeiro octante e
abaixo da superfície z = 2xy .
3. Calcule a área da porção da calha y = 6 − x2 que está situada no primeiro octante, abaixo do
plano z = x.

4. Calcule a área da porção da superfície y = 4 − x2 situada entre o plano z = 0 e a superfície
z = x2 y .
5. Um o delgado possui o formato de uma curva C parametrizada por ~r(t) = (t2 , 2t, ln t), t ∈ [1, 2].
Sabendo que sua densidade linear de massa é dada pela função ρ(x, y, z) = x + y 2 , calcule a massa
deste o.
6. Uma mola que possui o formato da porção da curva
~r(t) = (4 cos t, 4 sin t, 3t)
√ √
situada entre os pontos A(2 3, 2, π/2) e B(2, 2 3, π). A densidade linear de massa desta mola é
dada pela função
x2 + y 2
ρ(x, y, z) = .
x2 + y 2 + z
Calcule a massa desta mola.
7. Calcule a massa de um arame delgado cujo formato é denido pela intersecção entre plano 2x +
y + z = 4 com os planos coordenados, sabendo que a densidade do arame em um ponto qualquer
é dada por f (x, y, z) = 2x + 1.

8. Considere a curva C denida pela intersecção entre y = 26 x2 e z = x3 situada entre os pontos
√ √
A(−1, 26 , −1) e B(2, 2 6, 8)
a) Calcule a massa de um o delgado que possui o formato desta curva e de densidade linear de
massa
ρ(x, y, z) = 2xz + yz 2 .
√ 5
b) Calcule o trabalho realizado pela força f~(x, y, z) = (x2 y − z, zx, 2yz − 6x ) para mover a
partícula sobre a curva C .
9. Seja C a curva de intersecção entre as superfcies z 2 = 9x2 +9y 2 e z = 6+ 4 − x2 − y 2 . Determine:
p

a) A massa de um arame delgado que possui o formato de C, sabendo que sua densidade linear
de massa é dada por
|y| + z 2
ρ(x, y, z) = .
x2 + y 2 + z

b) o trabalho realizado pela força f~(x, y, z) = (xz, xy, yz) ao deslocar uma partícula ao longo de
C.
10. Calcule o trabalho realizado pela força f~(x, y, z) = (x2 − y, x − y, z + 1) para mover uma particula
em linha reta de A(−1, −1, 2) para B(−1, 2, 6).
11. Calcule o trabalho realizado pela força f~(x, y, z) = (ex + ez , ey + z, 2xzez + y) para mover uma
2 2

partícula em linha reta de A(−2, 3, 0) para B(0, 1, 3).


12. Determine o trabalho realizado pela força f~ = (yz + 8x, xz, xy) para deslocar uma partícula: a)
ao longo da poligonal ABD, com A(1, 2, 0), B(1, 2, −2) e D(3, 1, 2).
b) ao longo da curva de interseção entre as superfcies z = 9 − x2 − y 2 e x2 + y 2 = 4 orientada no
sentido anti-horário.
13. O campo vetorial abaixo representa a força aplicada sobre uma partícula para deslocá-la ao longo
de uma curva C .
 
2z
f~(x, y, z) = 3
−2y sin(2xy) + 2xyz , −2x sin(2xy) + x z , 2 2 3 2 2
+ 3x yz .
z +1

Calcule o trabalho realizado por esta força para a curva C dada por:

a) √
A intersecção das superfícies z = x2 + y 2 e x2 + y 2 + z 2 = 8 do ponto A(2, 0, 2) ao ponto
p

B( 2, 2, 2).
b) A intersecção entre z = x2 + y 2 + 1 e z = −2x2 − 2y 2 + 4.
14. Calcule
Z  
3z
(2x cos(yz) + sin y)dx + (x cos y − x z sin(yz))dy + −x2 y sin(yz) +
2
2
dz
C z +5

em que C é:

a) A intersecção entre z = x2 + y 2 + 1 e z = −2x2 − 2y 2 + 4 do ponto A(1, 0, 2) ao ponto B(0, 1, 2).


b) A intersecção das superfícies z = x2 + y 2 e x2 + y 2 + z 2 = 8.
p

15. Calcule o trabalho realizado pela força f~(x, y, z) = (ex − y 2 , y y + x2 ) em que C é a circunferência
4

x2 + y 2 = 1 orientada em sentido anti-horário.

16. Calcule o trabalho realizado pela força



f~(x, y) = (yex + cos2 x + 1, ex + 5x)

para descolar uma partícula ao longo da fronteira da região delimitada por x2 +y 2 = 4 e x2 +4y 2 =
4, ambas com y ≥ 0, no sentido horário.

17. Calcule I
(ln(x2 + 1) − 2y)dx + (2x2 + ey )dy
C

em que C é a curva x + y = 4 orientada em sentido horário.


2 2

18. Calcule I p
(sin(x2 + ex ) − 2y)dx + (2x + 4y 2 + 1dy
C

em que C é a curva 9x + 4y 2 = 36 orientada em sentido anti-horário.


2

2
19. Use integrais curvilíneas para calcular a área da menor região limitada pelas curvas:
a) y = x2 e x2 − 2x + y 2 = 0.
b) y = x2 e x2 + y 2 = 6.
20. Sabendo que f~ é um campo conservativo e que a função g : R3 → R está denida por
Z (x,y,z)
g(x, y, z) = f~ · d~r,
(0,0,0)

mostre que g é uma função potencia de f~.


21. Mostre que:
Z Z Z Z
a) f ds = f ds b) f~ · d~r = − f~ · d~r
C −C C −C

3
GABARITO

1. A = 4π + 8

2. A = 6 2 − √83

3. A = 31
3

4. A = 32
3

5. M = 45
6. M = 80
3
[ln(16 2
+ π) + ln( 32+π )]
√ √
7. M = 12 5 + 4 2
8. a) M ∼
= 877, 99 b) W ∼
= 33, 401
9. a) M = 58 (1 + 9π) b) W = 0
10. W = 31
2

11. W = e − e−2 − e3 + 6
12. a) W = 38 b) W = 0

13. a) W = cos 4 + 16 8 − 1 b) W = 0