Você está na página 1de 9
SIMULADO XXV EXAME DE ORDEM 2ª FASE 4º SIMULADO

SIMULADO

XXV

EXAME DE ORDEM

2ª FASE

4º SIMULADO
4º SIMULADO
1 4º Simulado 2ª Fase XXV Exame de Ordem: Direito Tributário
1 4º Simulado 2ª Fase XXV Exame de Ordem: Direito Tributário

1

4º Simulado 2ª Fase XXV Exame de Ordem: Direito Tributário

4º Simulado 2ª Fase XXV Exame de Ordem: Direito Tributário 2
4º Simulado 2ª Fase XXV Exame de Ordem: Direito Tributário
4º Simulado 2ª Fase XXV Exame de Ordem: Direito Tributário

2

4º SIMULADO - 2ª FASE XXV EXAME DE ORDEM: DIREITO TRIBUTÁRIO A resolução em vídeo

4º SIMULADO - 2ª FASE XXV EXAME DE ORDEM: DIREITO TRIBUTÁRIO

A resolução em vídeo do Simulado estará disponível na área de Transmissões no app do OAB de Bolso. Acesse http://www.oabdebolso.com/download no seu celular para baixar o aplicativo.

PEÇA PROFISSIONAL

A sociedade empresária Compre Bem, tem por objeto social a compra, venda e montagem de equipamentos utilizados na estrutura de palcos e palanques. Nesse sentido, necessita continuamente para o bom desempenho de sua atividade, promover o deslocamento desses equipamentos entre suas instalações que por sua vez encontram-se situadas em municípios distintos pertencentes ao Estado de Pernambuco.

Embora não haja nesses deslocamentos transmissão da propriedade dos equipamentos, no entanto, apenas seu transporte físico entre distintas filiais de Compre bem, o fisco do Estado de Pernambuco concebeu que existe a ocorrência de Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviços ICMS nesse deslocamento. Consoante a ausência de pagamento do devido imposto, o fisco já manteve algumas vezes, através de seus Auditores Fiscais, inúmeros objetos que estavam sendo transportados entre as sucursais, visando, desse modo, obrigar o recolhimento do imposto pela sociedade empresária Compre bem.

Dessa forma, avalie que entre a primeira conservação dos objetos e a sua composição como advogado, decorreram menos de três meses. Analise, ademais, que todo o conjunto probatório de caráter fundamental já está à disposição e que o satisfatório recolhimento do tributo, ou o depósito completo deste, impediria o seguimento das transações realizadas pela sociedade empresária que, além disso, não quer se submeter ao risco de possível condenação em honorários, na hipótese de derrota na ação promovida.

Assim, com certo temor de experimentar novas cobranças do ICMS e outras apreensões, e ainda, objetivando

a célere dispensa das mercadorias já retidas, tendo em vista que elas são fundamentais para o

prosseguimento de suas atividades, a empresa Compre Bem o procura para, na qualidade de advogado,

elaborar a petição adequada, ciente de que, entre a apreensão dos objetos e a composição do advogado, há período inferior a 120 (cento e vinte) dias, e que, para a demonstração dos fatos, há a necessidade, apenas,

de prova documental que lhe foi entregue. (Valor: 5,00 pontos)

3

4º Simulado 2ª Fase XXV Exame de Ordem: Direito Tributário

Obs.: o examinando deve fundamentar suas respostas. A mera citação do dispositivo legal não confere

Obs.: o examinando deve fundamentar suas respostas. A mera citação do dispositivo legal não confere pontuação.

(Veja o comentário em vídeo para esta questão do simulado na área de Transmissões do aplicativo OAB de Bolso. Se ainda não possui o aplicativo instalado no seu celular ou tablet, basta acessar http://www.oabdebolso.com/download)

4

4º Simulado 2ª Fase XXV Exame de Ordem: Direito Tributário

QUESTÃO 1 Ativa na locação de veículos a empresa Locação garantida, contesta judicialmente a aplicação

QUESTÃO 1

Ativa na locação de veículos a empresa Locação garantida, contesta judicialmente a aplicação da COFINS concernente às transações de locação que executa, que, por sua vez, no seu entendimento, não caracterizariam prestação de serviço.

Diante do exposto, responda aos itens a seguir, se valendo de argumentos jurídicos adequados e de fundamentação legal consistente.

A) A locação de automóveis caracteriza prestação de serviço? (Valor: 0,55)

B) Há incidência de COFINS sobre as transações de locação de veículos? (Valor: 0,70)

A simples menção ou transcrição do dispositivo legal não pontua.

(Veja o comentário em vídeo para esta questão do simulado na área de Transmissões do aplicativo OAB de Bolso. Se ainda não possui o aplicativo instalado no seu celular ou tablet, basta acessar http://www.oabdebolso.com/download)

5

4º Simulado 2ª Fase XXV Exame de Ordem: Direito Tributário

QUESTÃO 2 A Empresa Beta Ltda, possui crédito no valor de R$ 300.000,00 (trezentos mil

QUESTÃO 2

A Empresa Beta Ltda, possui crédito no valor de R$ 300.000,00 (trezentos mil reais), perante a unidade federativa X na qual conserva a Matriz de seu estabelecimento comercial, acontece que tal crédito é proveniente de um precatório judicial decorrente de ação por desapropriação.

Contudo, a empresa em apreço, está devendo ao Estado Z, em virtude do não pagamento de ICMS no montante de 250.000,00.

Ressalte-se, que até agora, a legislação estadual extensível ao contribuinte em pauta apenas versa como modo de extinção do crédito de ICMS o pagamento em dinheiro consoante prazo e condições nela instituída.

Diante disso, responda, justificadamente, se valendo de todos os fundamentos jurídicos aplicáveis à espécie.

A) Qual a forma de extinção do crédito tributário que se amolda a liquidação do aludido débito do ICMS com a utilização do crédito oriundo do referido precatório judicial? (Valor: 0,70)

B) Com base na resposta contida na letra A, a referida empresa poderia liquidar o seu débito do ICMS fundado no crédito contido no aludido precatório judicial. (Valor: 0,55)

A simples menção ou transcrição do dispositivo legal não pontua.

(Veja o comentário em vídeo para esta questão do simulado na área de Transmissões do aplicativo OAB de Bolso. Se ainda não possui o aplicativo instalado no seu celular ou tablet, basta acessar http://www.oabdebolso.com/download)

6

4º Simulado 2ª Fase XXV Exame de Ordem: Direito Tributário

QUESTÃO 3 O Prefeito do Município X expediu o Decreto nº Z, publicado em 15/10/2016,

QUESTÃO 3

O Prefeito do Município X expediu o Decreto nº Z, publicado em 15/10/2016, visando alterar os requisitos concernentes à verificação da base de cálculo do IPTU, deixando-o mais dispendioso para os contribuintes do então Município. Nota-se que as alterações introduzidas no referido Decreto só começariam a viger a partir do dia 01/01/2017.

Dessa forma, o aludido ato normativo encontra-se em consonância com o ordenamento jurídico tributário em vigor? Justifique, com o apontamento dos dispositivos legais pertinentes. (Valor: 1,25)

(Veja o comentário em vídeo para esta questão do simulado na área de Transmissões do aplicativo OAB de Bolso. Se ainda não possui o aplicativo instalado no seu celular ou tablet, basta acessar http://www.oabdebolso.com/download)

7

4º Simulado 2ª Fase XXV Exame de Ordem: Direito Tributário

QUESTÃO 4 A Empresa JKL S/A, produtora de sucos industrializados, arrecadou a maior o IPI

QUESTÃO 4

A Empresa JKL S/A, produtora de sucos industrializados, arrecadou a maior o IPI aplicável sobre a saída dos produtos vendidos a terceiros, tendo sido inserido no preço da venda, o montante do tributo.

Constatado o erro, a empresa entrou com pedido, junto à Receita Federal competente, com o intuito de ser atestado o pagamento indevido e retribuído o seu montante. A Receita Federal admitiu o pagamento indevido, tendo, todavia, negado o pedido de restituição.

Desse modo, explique se é possível a repetição do indébito no caso em análise, quem deveria requerer e com qual fundamento. Justifique com base no ordenamento jurídico em vigor. (Valor: 1,25)

(Veja o comentário em vídeo para esta questão do simulado na área de Transmissões do aplicativo OAB de Bolso. Se ainda não possui o aplicativo instalado no seu celular ou tablet, basta acessar http://www.oabdebolso.com/download)

8

4º Simulado 2ª Fase XXV Exame de Ordem: Direito Tributário