Você está na página 1de 2

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ


CAMPUS DE CASTANHAL PESQUISA DE
FACULDADE DE PEDAGOGIA
CAMPO NEGRO E
EDUCAÇÃO:
RACISMO NO
ENSINO SUPERIOR
EM CASTANHAL-PA
ANTROPOLOGIA EDUCACIONAL
PROF. Dr. ASSUNÇÃO AMARAL

NEGRO E EDUCAÇÃO

As mãos escravas extraíram ouro e


diamantes das minas, plantaram e colheram
PESQUISA DE CAMPO NEGRO E cana, café, cacau, algodão [...] hoje, para
EDUCAÇÃO: RACISMO NO ENSINO viver, precisam às vezes, tornarem-se invi-
SUPERIOR EM CASTANHAL-PA
síveis.

Wlamyra Albuquerque, Walter Fraga e Luiza cunha.

JOSÉ ALAN S. TEIXEIRA


LONGINO ARRUDA
TIAGO FERREIRA

CASTANHAL—PA, 2018
LUMA FLÔRES
1 A HISTÓRIA DO NEGRO NO BRASIL 2.1 Análise da imagem do negro no livro apelidos que insultam; trocadilhos; comentá-
didático rios que aludem ao passado do negro como
 A escravidão humana;
escravizado.
 A ruptura do seio familiar;
 Imagem do negro descontextualizada; 5 CONCLUSÃO
 Trabalho forçado;
 Discriminação do negro/Como o negro é Os dados obtidos através da pesqui-
 A duração da escravidão;
apresentado; sa de campo revela que há racismo explícito
 Equidade em relação à quantidade de no ensino médio em Castanhal-PA, com is-
1.1 A Educação do Negro no Brasil em so, se faz necessário maior intervenção das
uma Perspectiva Histórica etnias apresentadas no livro didático;
Essa análise resultou na comprovação de que o
instituições com seu alunado, em políticas
mais utilizado dos materiais pedagógicos, segundo efetivas e debates sobre o tema. Se propõe
 A negação do direito à educação du- SILVA, 2001, o livro didático, ainda apresenta o levar esse estudo aos coordenadores de
rante o império; negro estereotipado e o discrimina, dessa forma
fortalece o privilegio a classes tidas como superio-
curso e dos campi para alertá-los dessa in-
 A interdição durante a República res, estabelecendo critérios de superioridade/ feliz realidade, assim com apresentar os da-
 As reformas em favor do negro; inferioridade. dos nas redes sociais para informar a comu-
 Lei nº 12.711/2012, que dispõe sobre o nidade acadêmica. A longa história da es-
sistema de cotas. 3 PESQUISA DE CAMPO NEGRO E EDU- cravidão no Brasil ocasiona ainda hoje racis-
CAÇÃO: RACISMO NO ENSINO SUPERI- mo e preconceito aos negros, “pois a socie-
OR EM CASTANHAL–PA dade não os deixa viver sua cultura, mas
2 COMO O NEGRO É REPRESENTADO
sim, os tornam cativos de sua própria histó-
NO LIVRO DIDÁTICO  Tipo de pesquisa:
ria.
 Grupo de Informantes:
 Estrutura do livro didático: 6 REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS
“o livro didático, geralmente, “omite ou apresenta
 Objetivo da pesquisa: Investigar ca-
de um uma forma simplificada e falsificada o coti- sos de racismo no ensino superior em JESUS, Samuel de. O Negro na Educação
diano, as experiências e o processo histórico- Castanhal-PA; Brasileira. Vozes dos Vales: Publicações
cultural de diversos segmentos sociais, tais como
a mulher, o branco, o negro, os indígenas, os  A pesquisa engloba o ensino público Acadêmicas. Minas Gerais, Nº 01, 01-11,
trabalhadores, entre outros” (SILVA, 2001 apud (UFPA, IFPA e UEPA) e privado março de 2012.
JESUS, 2012:15).
(Estácio/Fcat e UNIP).
 A contexto do negro nos livros didáti- ALBUQUERQUE, Wlamyra R. de; FILHO,
cos; Walter Fraga. Uma história do negro no Bra-
4 ANÁLISE DOS DADOS E RESULTADO
sil. Brasília: Fundação Cultural Palmares,
 A contribuição para a expansão de idei-
Algumas vezes vai de apelidos a tro- 2006.
as que afirmem uma imagem corrompi-
da ou adulterada da realidade de al- cadilhos, e outras de injúria a humilhação.
7 AGRADECIMENTOS
guns grupos sociais. As vítimas geralmente se sentem acuadas
e a maioria não buscou seus direitos le- Agradecemos a Deus; aos informantes.
 Os Estereótipos criados pelo Livro Di-
gais. Os atos são questionamento indevi-
dático. dos, levando em consideração a cor da pe-
le negra, como: inteligência e capacidade;

Você também pode gostar