Você está na página 1de 2

A SÍNDROME DE ABSTINÊNCIA DAR RESPOSTA AOS SINTOMAS

• Inquietação, nervosismo e ansiedade entre as 12h- DROGA


Face aos consumos preocupantes, e relembrando que
16h seguintes à privação de bebida
nem sempre é fácil identificar o que é preocupante face
• Cãibras musculares, tremores, náuseas, vómitos e à aceitação social deste consumo, é importante recor-
grande irritabilidade rer a respostas técnicas eficazes, nomeadamente atra- Serviço de
vés do recurso ao médico, psicólogo ou psiquiatra, bem Aconselhamento e Apoio
• A partir do segundo dia, Delírium de Tremens carac-
como a clínicas especializadas que lidam com este Psicológico
terizado por desintegração dos conceitos, apareci-
mento de delírios, alucinações, fortes tremores problema diariamente.

Aqui na ESSCVP podemos contar com o apoio do Ser-


O ÁLCOOL NA VIDA QUOTIDIANA viço de Aconselhamento e Apoio Psicológico que está
à disposição de todos que queiram ver esclarecidas as
suas dúvidas sobre este consumo. O
Álcool
No núcleo familiar, o consumo de álcool pode conduzir
à falta de responsabilidade, desintegração familiar, cri-
ses, maus tratos, entre outros.

Outras consequências são a instabilidade e o absentis-


mo laboral, o aumento de acidentes, os comportamen-
tos criminosos, alterações da ordem e até o suicídio.

O álcool está também associado a uma grande percen-


tagem de acidentes rodoviários, sendo uma das princi-
pais causas de acidente e de morte na estrada.

O que de facto acontece é


que por ser um consumo
socialmente aceite, frequen-
temente nos esquecemos Serviço de Aconselhamento e
dos seus perigos. Na verda- Apoio Psicológico
de, somos constantemente
convidados a beber: em
encontros familiares, em 3º Piso
reuniões profissonais, quan- 2ª Feira: 10h—17h
do saímos à noite, nas praxes universitárias... É por 4ª Feira: 10h—14h
isso importante conhecer os efeitos desta droga e res- 21 631 67 90 (ext. 138)
tringir eficazmente o seu consumo. saúde.escolar@esscvp.pt
ÁLCOOL
• Alcoolismo
• Encefalopatias com deterioração psico-orgânica
O ÁLCOOL E AS O ÁLCOOL E OS SEUS EFEITOS
(demência alcoólica)
SUAS MATRIZES SOCIAIS • Irritabilidade
O álcool não é um estimulante do sistema nervoso
central, mas sim um depressor. Neste sentido, à sen- • Insónia
O consumo de álcool parece ser tão antigo como a sação inicial de euforia e desinibição seguem-se:
própria humanidade. Contudo, no séc. XIX, com os • Delírios de ciúme
fenómenos da industrialização e com o desenvolvi-
• Sonolência • Delírios persecutórios
mento das comunicações e tecnologias, que permiti-
ram a estabilidade dos destilados, o mercado do • Turvação da visão
álcool é expandido alcançado O ALCOOLISMO
• Descoordenação visual
um protagonismo definitivo, ao
mesmo tempo que se ia intensifi- • Diminuição da capacidade de reacção, atenção e Os factores que podem levar ao alcoolismo são inú-
cando a sociedade de consumo compreensão meros, podendo ser de ordem biológica, psicológica
do séc.XX. ou sociocultural. A transição do beber moderado ao
• Fadiga muscular
alcoolismo ocorre de forma lenta, em geral percor-
• Intoxicação etílica aguda (ingestão muito elevada) rendo vários anos. Alguns dos sinais são:
Apesar do desconhecimento
geral, o álcool é também consi- • Coma (ingestão muito elevada)
derado uma droga psicotrópica, • Desenvolvimento de tolerância (necessidade de
actuando no sistema nervoso A longo prazo, as alterações de um consumo crónico beber cada vez mais para obter os mesmos efei-
central, produzindo mudanças de são inúmeras: tos)
comportamento e tendo um • Aumento da importância do álccol na vida da pes-
grande potencial para desenvol-
• Deterioração e atrofia cerebral soa
ver dependência. Contudo, é uma das poucas drogas
psicotrópicas que vê o seu consumo aceite e, até • Anemia • Enorme desejo de beber e falta de controle em
mesmo incentivado, pela sociedade. relação a quando parar
• Diminuição das defesas imunitárias
• Síndrome de Abstinência
O marcado carácter social desta droga e a grande • Hepatopatia (hepatite ou cirrose)
• Aumento da ingestão
aceitação de que goza, permitem considerar normais • Gastrites e úlceras de álcool para aliviar
padrões de consumo que, na verdade, são extrema-
• Inflamação e deterioração do pâncreas a síndrome de absti-
mente exagerados e preocupantes.
nência
• Transtornos na absorção de vitaminas, hidratos e
gorduras, provocando sintomas de carência