Você está na página 1de 12

RESUMO

INFORMAÇÕES GERAIS MAN DE TREINAMENTO


Veiculo MAN com intarder + freio motor , com caixa mecânica ZF 16 S

TESTE PRÁTICO COM MANBRAKEMATIC DESATIVADO

ACIONA FREIO CONTÍNUO ????


SIM NÃO

Com o pé fora do freio de serviço ---- NÃO

Com o pé fora da embreagem ---- NÃO

Com o pé fora do acelerador ---- NÃO

Com botão do interruptor comutador da coluna de SIM , somente quando aciona NÃO , se não acionar o
direção na posição ON o botão e rotação do LED botão da coluna de
VERDE menor que 1400 rpm direção.

Com botão do interruptor comutador da coluna de NÃO


direção na posição OFF

Se acionar o estacionamento em emergência ---- NÃO

Com piloto ativado SIM se acionar o botão da NÃO se não acionar o


coluna de direção e somente botão da coluna de
com LED VERDE menor que direção .
1400 rpm

Com limite de velocidade ativado SIM – se acionar o botão da NÃO se não acionar o
( feito a 32 Km/h – 5ª marcha) coluna de direção e somente botão da coluna de
se LED VERDE menor que direção
1400 rpm
Veiculo MAN com intarder + freio motor , com caixa mecânica ZF 16 S

TESTE PRÁTICO COM MANBRAKEMATIC ATIVADO

ACIONA FREIO CONTÍNUO ????


SIM NÃO
Com o pé no freio de serviço SIM – incluindo todas as rotações, ou seja
em qualquer rpm ( 850 a 2200 rpm ) , desde
que não tenha travamento da roda , neste
caso , se travar roda , ABS elemina função,
do MANBRANKEMATIC assume função
100%
Com o pé fora do freio de serviço NÃO
Com o pé fora da embreagem NÃO

Com o pé fora do acelerador NÃO


Com botão do interruptor comutador SIM, quando ponteiro chega no LED NÃO quando rotações
da coluna de direção na posição ON VERDE menor 1400 rpm , e desativa com maiores que 1400 rpm
rotações menores que 850 rpm , reativa
acima de 1000 rpm
Com botão do interruptor comutador NÃO
da coluna de direção na posição
OFF
Se acionar o estacionamento em NÃO
emergência
Com piloto ativado SIM somente , com rotação do LED VERDE NÃO acima de 1400 rpm
abaixo de 1400 rpm , não entra inclusive
quando acionado o
botão da coluna de
direção na posição ON
Com limite de velocidade ativado SIM , se acionar o botão da coluna de NÃO , com o botão da
( feito a 32 Km/h – 5ª marcha) direção , com rotação no LED VERDE coluna de direção em
abaixo de 1400 rpm OFF
OUTROS ITENS , FEITOS E COMPROVADOS NO MAN

1 - Abaixo de 15 Km/h , o FFR libera o engate da 1ª e 2ª , acima de 15 Km/h permissão


somente 3ª e 4ª , em passagem do H2 para o H1 .
( motivo – proteger caixa de câmbio , motor , e garantir que não haja erro de engate pelo
condutor ) . Existe um bloqueio de marcha pelo FFR na situação acima . Alavanca de câmbio
não se desloca na posição de 1ª e 2ª .

2 - Se tentar sair no grupo GP em H2 com veículo parado ( V=0 ) , ou seja tentando engatar 5ª
marcha , aparece mensagem de sobre carga de embreagem e omódulo FFR corta o acelerador
do motor , ficando somente na marcha lenta =( mesmo acionando o pedal do acelerador para
tentar sair ) .

3 – Se piloto automático ativo no veiculo em movimento , pisando no acelerador para uma


possivel ultrapassagem , ao voltar na posição normal retirando o pé do acelerador , o veiculo
volta com a velocidade ativa memorizada do piloto ( não se perde o piloto automático ) desde
que não acionado freio e nem embreagem .

4- Ao pisar o freio de serviço e ou embreagem , o piloto automático com o veiculo em movimento


é cancelado ( necessidade de novo ajuste no veiculo )

5- Se Limite de velocidade máxima ativada, com veículo em movimento ao se pisar no


acelerador solicitando o Kick down no pedal do acelerador , a velocidade máxima programada ,
ativada é liberada, e o veiculo passa a acelerar normalmente . Limite máximo de velocidade
volta ao normal deixando veiculo abaixar a velocidade abaixo da velocidade máxima programada
( retoma limite de velocidade máxima ).

A - TESTE PRÁTICO DOS SENSORES DE FASE E SENSOR DE ROTAÇAO COM


MOTOR FUNCIONANDO

MOTOR FUNCIONA ????


SIM NÃO
Desligando sensor de fase SIM – Mantem RPM normal do motor
Desligado sensor de rotação SIM – Mantem RPM normal do motor
( escuta-se diferença de ruido )

B - TESTE PRÁTICO DOS SENSORES DE FASE E SENSOR DE ROTAÇAO COM


MOTOR PARADO E SOLICITANDO PARTIDA REMOTA E OU NA CHAVE DE
IGNIÇÃO

MOTOR FUNCIONA ????


SIM NÃO
Desligando sensor de fase SIM – Demora para partir + ou – 5 s. E
motor mantem rotação normal
Desligado sensor de rotação SIM – Demora para partir + ou – 5 s e
mantem rpm nomal

Desconectando os dois sensores fase e rotação o motor desliga ( parada )


ROTAÇÃO MEMORIZADA DE PTO COM VEICULO PARADO
Se pisar no freio, e pressionar interruptor MEM do volante para rotação de PTO ( 1200 rpm
inicial ) , não é ativada a rotação memorizada de PTO . Reativa somente se tirar o pé do pedal
do freio .

SISTEMA ALTA PRESSÃO RAIL MAN

Para partida mínima 250 Bar


Para marcha lenta 500 a 600 Bar
Para motor acelerado parado 1350 Bar
Parafuso oco “OUT” ( válvula de retorno ) da bomba de alta pressão mantem
5 Bar internamente na bomba de alta pressão
Pressão do rail máx. 1800 RPM ( com válvula de segurança aberta )
Pressão do rail a plena carga ( com controle de pressão ) 1600 Bar
Válvula de segurança limitadora de pressão do rail imbutida internamente

Sensor de rotação da arvore de manivelas ( B488)


Do tipo sinal com tensão indutiva

Sensor de fase ( B 489)


Do tipo sinal com tensão indutiva

Sensor de pressão de óleo lubrificante ( B104)


Proteção do motor ( despotenciamento por pressão baixa , confirmar )

Sensor de pressão de combustível ( B377)


Para EDC , ter informação da pressão de combustível na linha de baixa pressão

Sensor de pressão e temperatura do ar de admissão Bosch ( B125-B623 )


Medir a pressão absoluta e a temperatura na entrada do coletor de admissão . Localizado na
curva da entrada do coletor de admissão. Juntamente com o sensor de temperatura B 123 ,

Sensor de temperatura do ar do coletor de admissão ( B123 )


Localizado no coletor de admissão para monitorar temperatura do ar no coletor
( recirculação do EGR ) ( EURO 4)

Sensor de temperatura do líquido refrigerante ( B124 )

Informa a EDC a temperatura do líquido refrigerante do motor , para adaptar o volume injetado e
ponto de injeção , para as diversas condições do motor
Redução do torque no motor em 10% com temperatura a 100,4°C

Sensor de temperatura dos gases de escape ( B 561 , B 633 ) – MANadblue


Monitora a temperatura dos gases de escape antes do catalizador PM KAT .

Sensor de temperatura dos gases de escape ( B 561 , B 634 ) – MANadblue


Monitora a temperatura dos gases de escape depois do catalizador PM KAT .

Sensor de Nox ( B994 )- MAN adblue ( localizado no caixa do escape – silencioso )


Mede a concentração de óxido de azoto ( Nox ) no escapamento
Sonda Lambda ( B 322) ( motores com EGR ) EURO 4
Mede a diferença de concentração do oxigênio entre o ar ambiente e o fluxo de gás de escape .
Desta forma é possivel obter conclusão sobre a emissão de NOx

Sensor de pressão diferencial dos gases de escape ( B565 )


Monitora a pressão diferencial através do filtro de particulas ( restrição do escape )

Sensor de pressão relativa de gases de escape ( B683)


Tem a mesma função do sensor de pressão dos gases do escape com a diferença que compara
com a pressão atmosférica ( pressão momentânea )

Válvula proporcional do turbo compressor de 2 níveis de sobrealimentação


( Y340 ) somente motor D08

Ataves do EDC regula a pressão do ar de admissão nos pontos de pressões préviamente


estabelecidos de projeto do motor . ( comanda o turbo compressor )

Atuador da recirculação dos gases de escape EGR ( Y280 ) NÃO REGULADO

Atraves do módulo de controle EDC , controla o refluxo do gás de escape para o coletor de
admissão . ( recirculação dos gases de escape baixa o teor de óxido nitrico ( NOx ) dos gases de
escape, atraves da redução do excesso de oxigênio e temperaturas e pressões máximas
reduzidas )

Atuador da recirculação dos gases de escape EGR ( B673 ) REGULADO

Comandado pela válvula proporcional EGR , controla o refluxo do gás de escape para o coletor
de admissão através de uma borboleta com posições pré definidas . Sensor transdutor do tipo
indutivo imbutido no atuador , mede deslocamento do atuador e informa EDC a posição .

Válvula proporcional EGR E ( Y 458 )


ATAVÉS DO edc , comanda o atuador EGR B 673 ( acima ) por ar comprimido
( min. 7 bar ) posicionando o atuador em posição pré definida

Válvula de passagem de ar comprimido ( Y 460 )


Alimenta a válvula proporcional EGR Y 458 com ar comprimido quando o motor se encontra em
funcionamento .
Com o motor parado , evita perda de ar da válvula proprocional EGR E.

Limitação do torque do motor

Torque será limitado se monitoração da sonda lambda é detectada uma taxa de EGR
demasiadamente baixa , por consequinte concetração de NOX demasiadamente alta ( SPN 3930
) ( medição por 3 cilcos )
- 1 ciclo é considerado ( arranque do motor , funcionamento , e desligamento do motor )
Falha no sistema de monitoração ( 50 horas após avaria da sonda Lambda )
Falha ficará registrada no período de 400 dias ou 9600 Horas

Temperatura do líquido de arrefecimento alta ( 100,4°C redução de 10% do torque do motor )


Sobre rotação do motor ( D20 e D 26 )
Considerada como maior que 2800 rpm pelo EDC

Sensor de pressão atmosférica danificado


EDC assume valor de 1000 mbar

Ativação do imobilizador de arranque – nenhuma quantidade devido a ID FFR invalido .


EDC , recepciona um numero de ID falso do FFR , e motor de arranque não é liberado ( motor
não vira )

Regulador de pressão de admissão ( somente motor D08 ) não pode ser regulado
Redução da rotação do motor , redução do torque do motor para 1800 rpm .

Sensor de pressão do rail ( falha na tensão de alimentação e ou sinal )


Motor passa a tabalhar com pressão do rail em 800 bar , valvula de segurança abre , motor D26
é limitado em 2000rpm , e injeção fica em 180 mg/curso

Valvula limitadora de pressão de combustível não abre


Motor desliga

Temperatura interna da unidade de comando EDC


Valor para substituição máximo 60°C

Irregularidade da rotação do motor demasiadamente alta


Diferença na quantidade de injeção no respectivo cilindro

Controle da pressão do rail


Pressão do rail excessivamente alta e ou baixa
Pressão alta – valvula de pressão de segurança se abre ( 1800 bar )
Pressão baixa – motor se desliga por baixa pressão no rail
Limitação – rotação a 2000 rpm – injeção em 180 mg/curso ( no caso alta )

Controle do filtro de particulas – catalisador Pmkat

Pressao diferencial dos gases de escape forçada demasiado alto e ou baixo


Filtros entupidos e ou queimados .

Monitoração do motor de arranque


Calculado pelo EDC , tempo de partida
Maior que 30 segundos sem interrupção , falha gerada pelo EDC SPN 3813 .
( proteção contra o aquecimento do mesmo ) motor de arranque não gira
Somente após 10 segundos a falha desaparece e libera a partida .

Temperatura da sonda lambda


Monitorização de temperatura demasiadamente elevado – maior que 800°C
E ou demasiadamente baixa menor que 600°C
Permissão de partida, pela chave ignição e remota pelo FFR e EDC
Cambio em neutro ( sensor no FFR )
Código da chave de ignição , reconhecido pelo FFR
Embreagem acionada no mínimo 70% do curso .( caso veículo engatado )

Na substiuição do FFR ,
programa tem que ser instalado novamente inclusive do código do imobilizador . ( feito ON LINE
com a Alemanha .)

VALORES DE TESTES EM GERAL ( RESISTÊNCIAS )

Sensor de fase - 0,75 a 1,1 KΩ

Sensor de rotação – 0,75 a 1,1 KΩ

Unidade Mprop válvula reguladora de combustível – 2,5 a 4,5 Ω

Sensor de temperatura dos gases de escape 1 (antes do silencioso ) 200 a 700 Ω

Sonda Lambda –entre os pinos B08 e B05 2 a 4 Ω e entre B24 e B31 de 30 a 300 Ω

Sensor de temperatura do ar de admissão ( antes da entrada do cilindro )


em relação a massa - A57 e A03 > 10 MΩ

Sensor de temperatura da água do motor – A58 e A03 > 10 MΩ

Sensor de pressão de admissão – A62 e A03 > 10 MΩ

Sensor de pressão de óleo – A38 e A03 > 10 MΩ

Sensor de pressão de combustível – A37 e A03 > 10 MΩ

Sensor de pressão do rail – A61 e A03 > 10 MΩ

Sensor de pressão relativa dos gases de escape – A59 e A03 > 10 MΩ

Sinal do retorno do EGR regulado ( EGR E ) – A39 e A03 > 10 MΩ

Ativação do EGR ( válvula proporcional EGR E ) - A17 e A11 – 25 a 110 Ω

Ligação CAN para o FFR – B22 e B21 - 115 a 125 Ω

Ligação da CAN a tomada do OBD – B25 e B32 - 115 a 125 Ω

Válvula de passagem de ar comprimido – ( apenas quando ligada a EDC – dispositivo de comando ) B 06 e B 02 – 25 a


260 Ω

Válvula de entrada de ar do motor – apenas com filtro catalisador de oxidação montado – B12 e B19 – 40 a 110 Ω

Válvulas injetoras dos cilindros – Resistência da bobina < 2 Ω


VALORES DE TESTES EM GERAL ( TENSÕES V) COM MOTOR NA TEMPERATURA > 30°C

Tensão de alimentação da linha 30000 para o módulo EDC 24 V ( ou corte do regulador do alternador, com motor
funcionado )- motor funcionando em vazio

Tensão de alimentação da linha 15000 com chave ligada , para o módulo EDC 24 V ( ou corte do regulador do
alternador , com motor funcionando ) – B36 e A03 – motor funcionando em vazio

Sensor de temperatura do ar de admissão ( antes da entrada do cilindro ) 4,20 V a 2,20 V com temperaturas
respectivamente entre 0 a 60°C – motor funcionando em vazio – A76 e A57 .

Sonda Lambda com motor parado , 2,3 a 2,70 V ( valor ref. Oxigênio atmosfera ) - B23 e A03

Sensor de temperatura e pressão de ar do coletor de admissão ( montado na curva de entrada do coletor ) 4,20 V a
2,20 V – com temperaturas respectivamente entre 0 a 60°C – motor funcionando em vazio – A70 e A62

Sensor de temperatura de água do motor 3,74 a 1,22V com temperatura respectivamente , entre 20 a 90°C , motor
funcionando em vazio. – A77 e A58

Sensor de temperatura dos gases de escape 1 , antes do filtro 1,08 a 2,3V com temperaturas respectivamente 20 a
700°C . motor funcionando em vazio.- B33 e B26

Tensão de referência do sensor de pressão de admissão ( pressão depende carga do motor ) – 4,75 a 5,25V , motor
funcionando em vazio – A25 e A62

Sensor de pressão da admissão – com pedal do acelerador no mínimo 0,94 a 1,2V e com pedal do acelerador no
máximo 1,10 V a 1,70V , - motor funcionando em vazio - A81 e A62

Alimentação do sensor de pressão de óleo lubrificante pelo módulo EDC 4,75 a 5,25 V , com motor funcionando em
vazio – A24 e A38

Sinal do sensor de pressão de óleo lubrificante para o módulo EDC 1,20 V a 4,35V, com pressões respectivamente de
1,5 a 5,4 bar -motor funcionando em vazio – A21 e A38

Alimentação do sensor de pressão de combustível do rail pelo EDC 4,75 a 5,25V

Sinal do sensor de pressão de combustível do rail para o EDC 1,01 a 1,70 V com 200 a 540 bar respectivamente . ou
,0,2 a 0,8V , com 0 bar aproximadamente . motor funcionando em vazio .A80 e A61.

Alimentação do sensor de pressão relativa dos gases de escape / e ou sensor de pressão diferencial dos gases de
escape 4,75V a 5,25V , com motor funcionando em vazio . A41 e A59

Sinal do sensor de pressão relativa dos gases de escape / e ou sensor de pressão diferencial dos gase de escape 0,40
a 0,70 V , com motor funcionando em vazio , - A78 e A 59
EGR REGULADO , EGR E , Alimentação de 4,75 a 5,25 V nos pinos A32 e A39 .e o sinal nos pinos A87 e A39 de
0,50 a 0,80 V , com o motor funcionando em vazio .
COMPARATIVO DE COMPONENTES DO SISTEMA DE GERENCIAMENTO DE INJEÇÃO
EDC7 BOSCH , ENTRE EURO 3 , EURO 4 OBD1 , EURO4 OBD1 COM MONITORAMENTO
DE NOX , E EURO 5 OBD

( NÃO INCLUSO SISTEMA DE INJEÇÃO DE URÉIA ADblue – DENOXTRONIC BOSCH PARA EURO 5 )

COMPONENTE EURO 3 EURO 4 OBD 1COM EURO 4 OBD EURO5


MONITORAMENTO DE NOx
B 104 – Sensor de pressão sim sim Sim sim
de óleo lubrificante
B377- Sensor de pressão de sim sim sim sim
combustível do filtro diesel
B125 – Sensor de pressão sim não não não
de ar no coletor de admissão
B 123 – Sensor de sim sim sim sim
temperatura de ar no coletor
de admissão
B487 – Sensor de pressão sim sim sim sim
do rail
B124 – Sensor de Sim Sim Sim Sim
temperatura de água do
motor
B489 – sensor de fase do Sim Sim Sim sim
eixo de comando válvulas
B488 – sensor de rotação da Sim Sim Sim sim
arvore de manivelas
Y 332 – Válvula reguladora Sim Sim Sim sim
de pressão do combustível
no rail ( M prop )
Y 346 – Válvula injetora de Sim Sim Sim sim
combustível do cilindro 6
Y 345 – Válvula injetora de Sim Sim Sim sim
combustível do cilindro 5
Y 344 – Válvula injetora de Sim Sim Sim sim
combustível do cilindro 4
Y 343 – Válvula injetora de Sim Sim Sim sim
combustível do cilindro 3
Y 342 – Válvula injetora de Sim Sim Sim sim
combustível do cilindro 2
Y 341 – Válvula injetora de Sim Sim Sim sim
combustível do cilindro 1
A403- FFR – ligado pela rede Sim Sim Sim sim
CAN ( ver componentes do
FFR )
Y280 – Cilindro atuador de Sim Não Não Não
recirculação dos gases de
escape EGR NÃO
REGULADO
( ON – OFF APENAS )
Y340 Válvula proporcional de Sim motor Sim , motor D08 Sim, motor D08 Sim , motor D08
pressão do turbo ( somente D08 Não motores D20 /D26 Não motores D20 Não motores D20 /D26
motor D08 ) Não /D26
motores
D20 /D26
M100 - Motor de partida sim sim sim sim
COMPARATIVO DE COMPONENTES DO SISTEMA DE GERENCIAMENTO DE INJEÇÃO
EDC7 BOSCH , ENTRE EURO 3 , EURO 4 OBD1 , EURO4 OBD1 COM MONITORAMENTO
DE NOX , E EURO 5 OBD

( NÃO INCLUSO SISTEMA DE INJEÇÃO DE URÉIA ADblue – DENOXTRONIC BOSCH PARA EURO 5 )

COMPONENTE EURO 3 EURO 4 OBD 1COM EURO 4 OBD EURO5


MONITORAMENTO DE NOx
31000 linhas negativas direta Sim Sim Sim sim
( não protegida por fusível )
todas direta ponto específico
( os marrons )
30000 linhas positivas direta Sim Sim Sim sim
( protegida por fusível )
15000 linha positiva pós Sim Sim Sim sim
chave de ignição ( protegida
por fusível )
B623 – Sensor de pressão e Não Sim Sim sim
de temperatura do ar antes
do coletor de admissão ( na
curva de entrada )
B322 – Sonda Lambda para Não Sim Não Não
medir quantidade de óxigenio ( esta é a única
do escape diferença entre o
Euro4 e o Euro 4
com
monitoramento
NOX )
X200 – conector diagnóstico Sim Sim sim sim
com linha K WP 2000 para
uso do MANCats II
X200 – conector diagnóstico Não , Sim , conector diagnóstico com linha Sim , conector Sim , conector diagnóstico
com rede CAN LOW e CAN Euro 3 , KWP , e tambem CAN LOW e CAN diagnóstico com com linha KWP , e tambem
HIGH para uso do somente HIGH para diagnóstico com linha KWP , e CAN LOW e CAN HIGH ,
MANCats II pinos com MANCatsII tambem CAN LOW para disgnóstico com
linha KWP e CAN HIGH para MANCatsII e com extensão
Inesistente diagnóstico com da rede CAN para o
pinos com MANCatsII sistema de injeção de uréia
rede CAN ADblue
B561 – Sensor de Não Sim Sim Não
temperatura dos gases de
escape 1 , ( antes do filtro do
silencioso )
Y458 – Válvula proporcional Não Sim Sim Não
do EGR E de recirculação
dos gases de escape
( EGR REGULADO –
MODULADO )
Y 460 – Válvula de Não Sim Sim Não
passagem de ar comrimido (
passagem de ar para a
válvula Y458 do EGR –
REGULADO )
COMPARATIVO DE COMPONENTES DO SISTEMA DE GERENCIAMENTO DE INJEÇÃO
EDC7 BOSCH , ENTRE EURO 3 , EURO 4 OBD1 , EURO4 OBD1 COM MONITORAMENTO
DE NOX , E EURO 5 OBD

( NÃO INCLUSO SISTEMA DE INJEÇÃO DE URÉIA ADblue – DENOXTRONIC BOSCH PARA EURO 5 )

COMPONENTE EURO 3 EURO 4 OBD 1COM EURO 4 OBD EURO5


MONITORAMENTO DE NOx
B683 - Sensor de pressão Não Sim Sim Não
relativa dos gases de escape
( compara pressão do
escape em relação a
pressão atmosférica )
Y673 – Sensor indutivo de Não Sim Sim Não
deslocamento do atuador do
EGR E- REGULADO -
MONITORADO
B633 – Sensor de Não Não Não Sim
temperatura de escape 1
antes do misturador de
ADBlue
B994 – Módulo eletrônico Não Não Não Sim
junto com sensor de NOx a
partir de 10-2007 ( ver
boletim 2576-PE de 04-09-
2007 )
Sensor de umidade e Não Não Não Sim
temperatura do ar do filtro de
ar do motor
( informação para módulo
comparar saturação da
injeção de uréia ) a partir de
10-2007 ( ver boletim 2567-
PE de 04-09-2007)