Você está na página 1de 32

Método Básico de Teoria Musical

Realização e apoio:

CAEMON
Centro Assistencial Educacional
Evangélico Missionário Otton Nelson
PROJETO MUSICAL
OTTO NELSON
Método Básico de Teoria Musical
Elaboração: Maestro Geaze Santos

Edição e Revisão: Erika Fernanda

Nome do aluno (a): ________________________________________

Maceió / AL
2018

Projeto Musical Otto Nelson - CAEMON 2


Biografia Otto Nelson ...............................04 Módulo 7 ...................................................23
Módulo 1 ...................................................05 Quiálteras
Definição de Música, Musico e Maestro. Sinais de Repetição
Elementos Fundamentais da Música.
Propriedades do Som. Módulo 8 ...................................................26
Dinâmica Musical
Módulo 2 ...................................................07 Acidentes Musicais
Notas ou Sons musicais.
Notação Musical. Módulo 9 ..................................................30
Escala Musical
Módulo 3 ...................................................09
Arpejo
Pauta ou Pentagrama.
Intervalo
Claves
Linhas e Espaços Suplementares.

Módulo 4 ...................................................13
Figuras de Notas
Figuras de Pausas

Módulo 5 ...................................................17
Ligadura e Legato
Ponto de Aumento
Fermata ou Suspensão

Módulo 6 ...................................................19
Compassos Simples
Compassos Compostos

Projeto Musical Otto Nelson - CAEMON 3


Otto Nelson foi um missionário lembrado como um homem de
Deus que muito contribuiu para a história da Assembleia de Deus
em Alagoas. Ele nasceu em 11 de agosto de 1881, no Estado de
Smáland, na Suécia. Aos 29 anos, Otto Nelson migrou para os
Estados Unidos em busca de trabalho, foi nos EUA onde aceitou a
Jesus como salvador, alguns meses depois foi batizado nas águas e
em 1911 batizado com o Espírito Santo. Neste dia, o Senhor lhe fez
uma clara chamada para a obra missionária. Nesta ocasião, os
pioneiros Gunnar Vingren e Daniel Berg estavam evangelizando no
Norte do Brasil, e foi para esta região que Otto Nelson sentiu a
direção de Deus para atender ao chamado do Senhor.

O missionário chegou em Belém do Pará em 1914, recém-casado com a jovem Adina Petterson
Nelson. Em 21 de julho de 1915, teve a sua primeira oportunidade para pregar a palavra de Deus
em solo brasileiro.

Otto Nelson e sua esposa Adina tiveram três filhas e um filho, que veio a falecer, mesmo assim
foram agraciados por Deus quando trabalhavam em Alagoas. Após quinze anos de serviço
prestado à Assembleia de Deus em Alagoas, Otto Nelson seguiu adiante no cumprimento de sua
missão, deixando atrás de si uma herança, tanto espiritual, como patrimonial. Logo após a sua
saída de Alagoas, Otto Nelson transferiu-se para Salvador, na Bahia, cooperando também no
Estado de Sergipe, organizando e supervisionando a Assembleia de Deus nesse Estado.

Em 1938, Otto Nelson sentiu a direção divina de ir trabalhar na Argentina, para onde seguiu com
a sua esposa e filhas. Na Argentina, ele trabalhou durante sete anos na cidade de Mar del Plata,
província de Buenos Aires. Em 1945, Otto Nelson transferiu-se para o Rio de Janeiro, onde
trabalhou até 1948. Após isto, sentiu a direção de Deus para trabalhar no Uruguai, onde
permaneceu até 1960.

Em 1970, quando Otto Nelson estava com 89 anos, ele visitou pela última vez o Estado de Alagoas,
ocasião em que foi homenageado com uma linda bandeja de prata, na qual estava escrito o Salmo
126. Hoje, Otto Nelson é lembrado como um homem de Deus, que marcou grandemente a
história da Assembleia de Deus em Alagoas. Não somente como o seu pioneiro, mas como tendo
deixado um vasto legado espiritual e uma sólida base doutrinária na qual gerações de crentes
pentecostais neste Estado têm firmado a sua fé.

Projeto Musical Otto Nelson - CAEMON 4


l MÓDULO 1
Música é a arte de combinar os sons, podemos dizer também que a música é a arte de
manifestar os sentimentos através do som. Som é tudo o que causa impressão ao ouvido.

ELEMENTOS FUNDAMENTAIS DA MUSICA


A música divide-se em três partes importantes: Melodia, Harmonia e Ritmo.
Melodia é a combinação de sons sucessivos, ou seja, um som após o outro. Como
exemplos de melodia temos: Flauta, Violino, Clarinete, Saxofone, Tuba, Violoncelo, Voz
entre outros. Na pauta é representada na forma horizontal.

Harmonia é a combinação de sons simultâneos, ou seja, vários sons ao mesmo tempo.


Como exemplos de harmonia temos: Teclado, Piano, Violão, Guitarra entre outros. Na
pauta é representada na forma vertical.

Ritmo é o movimento dos sons ou do silêncio de acordo com as variações de duração


organizados num espaço de tempo, ora mais rápido, ora mais lento (Combinação dos
valores). Como exemplo de instrumentos rítmicos podemos citar: Bateria, Bumbo,
Tímpano, Percussão, Pandeiro.

z Saiba mais
Músico é uma pessoa ligada à musica, chamado também de musicista; existem várias funções
na música, como tocar, reger, cantar e compor. O dia do musico é comemorado no dia 22 de
novembro.

O Maestro, regente ou condutor é o responsável por guiar os músicos, orientando-os no


andamento a ser seguido, dando clareza e respeitando a obra do compositor, além de definir
o volume sonoro da orquestra ou coral que estará regendo.

Projeto Musical Otto Nelson - CAEMON 5


PROPRIEDADES DO SOM
O som tem quatro qualidades: Altura, Intensidade, Timbre e Duração.
Altura é uma característica do som que nos permite classificá-lo em grave médio ou
agudo.
Intensidade é a propriedade que o som tem de ser forte ou fraco, está relacionado ao
volume.
Duração é o tempo que se prolonga o som ou em que uma nota é tocada.
Timbre é a característica peculiar de cada som que nos permite identificar a origem das
ondas sonoras.

EXERCÍCIOS
1. O que é música? _______________________________________________________
2. O que é som? __________________________________________________________
3. Em quantas partes se divide a música? _____________________________________
4. Relacione as colunas corretamente:
(A) Melodia. ( ) Sons simultâneos
(B) Harmonia. ( ) Sons graves, médios e agudos
(C) Ritmo. ( ) Característica particular do som
(D) Altura. ( ) Som forte ou som fraco
(E) Duração. ( ) Sons sucessivos
(F) Intensidade. ( ) Tempo que se prolonga o som
(G) Timbre. ( ) Ordem dos valores

Projeto Musical Otto Nelson - CAEMON 6


l MÓDULO 2
SONS MUSICAIS
Os sons musicais ou notas musicais são sete, e por serem nomes próprios são escritos
com as iniciais maiúsculas. São elas:
DÓ – RÉ – MI – FÁ – SOL – LÁ – SÍ

NOTAÇÃO MUSICAL
Chamamos de notação musical a escrita da música, é o nome genérico de qualquer
sistema de escrita utilizado para representar graficamente uma peça musical. O sistema
de notação musical mais utilizado atualmente é a partitura.
Partitura é uma representação escrita de música padronizada mundialmente, ela dispõe
de símbolos próprios (notas musicais) que se associam aos sons. É o modelo de notação
musical mais completo.
Cifra é uma notação usado para indicar através de símbolos gráficos ou letras os acordes
a serem executados por um instrumento musical. Este modelo não indica ao músico a
duração do tempo dos sons.
Notas: DÓ – RÉ – MI – FÁ – SOL – LÁ – SI
Cifras: C – D – E – F – G – A – B

z Saiba mais
O nome das notas (Dó, Ré, Mi, Fá, Sol, Lá, Si) tem
a sua origem na música coral medieval. Foi Guido
d'Arezzo, um monge italiano, que criou este
sistema de nomear as notas musicais - o chamado
sistema de solmização, as notas foram tiradas de
uma parte do hino a São João Batista.
Fonte: http://www.sitedecuriosidades.com/curiosidade/a-origem-das-notas-musicais.html

Fonte:
http://www.sitedecuriosidades.com/curiosidade
/a-origem-das-notas-musicais.html

Projeto Musical Otto Nelson - CAEMON 7


EXERCÍCIOS
1. O que é nota musical? ___________________________________________________
2. Quantas notas musicais existem? __________________________________________
3. Quais são elas? ________________________________________________________
4. O que é notação musical? ________________________________________________
5. O que é partitura? ______________________________________________________
6. Escreva o nome das notas musicais representadas por cifras abaixo:
E ______ D ______ G ______ F ______
B ______ A ______ B ______ G ______
G ______ B ______ C ______ A ______
C ______ F ______ E ______ D ______

7. Escreva as notas musicais na ordem ascendente: ______________________________


8. Escreva as notas musicais na ordem descendente: _____________________________

Projeto Musical Otto Nelson - CAEMON 8


l MÓDULO 3
PENTAGRAMA
É o conjunto de cinco linhas e que formam entre si quatro espaços, a pauta serve para
colocar as notas musicais. As linhas e os espaços da pauta são sempre contados de baixo
para cima.

LINHAS E ESPAÇOS SUPLEMENTARES


São usadas para complementar a pauta, serve para tirar sons mais graves quando
utilizada abaixo da pauta, e para tirar sons mais agudos quando utilizada acima da pauta.
As linhas e os espaços suplementares superiores são contadas de baixo para cima, e as
linhas e os espaços suplementares inferiores são contadas de cima para baixo. Ambas
podem ser colocadas um limite de 5 linhas.

CLAVES
É o sinal, colocado no início da pauta e serve para dar nomes as notas. Existem três tipos
de Claves.

Clave de Sol Clave de Fá Clave de Dó

Projeto Musical Otto Nelson - CAEMON 9


Clave de Sol é utilizada ou desenhada na segunda linha.

Clave de Fá é utilizada ou desenhada na terceira ou quarta linha, a mais usada é a da


quarta linha.

Clave de Dó é utilizada ou desenhada na primeira, segunda, terceira ou quarta linha, a


mais usada é a terceira e quarta linha.

As claves são usadas conforme a extensão de altura de cada instrumento ou voz.


 Clave de Sol: violino, flauta, clarinete, sax, voz, entre outros.
 Clave de Fá: violoncelo, fagote, tuba, entre outros.
 Clave de Dó: viola.
Obs.: Alguns instrumentos podem ser tocados nas três claves, como: o piano, fagote e o
violoncelo.
Clave de percussão: serve para indicar que a clave será utilizada para representar
instrumentos de percussão de altura não determinada, como uma bateria, um tambor
ou um grupo de congas.

z Saiba mais
Já ouviu falar de Diapasão? Ele é um instrumento metálico
utilizado para auxiliar na afinação de instrumentos musicais e
vozes. Ele tem a forma de uma forquilha (letra "U") e funciona
com a vibração sonora. Ao vibrar, emite a nota de referência (lá)
para sintonizar o instrumento musical, afinando-o.

Projeto Musical Otto Nelson - CAEMON 10


EXERCÍCIOS
1. O que é pauta? ________________________________________________________
2. Para que serve a pauta? __________________________________________________
3. Numere as linhas e os espaços da pauta.

2º Espaço 5º Linha 3º Espaço 2º Espaço

1º Linha 3º Espaço 3 º Linha 4º Espaço

2º Espaço 2º Linha 1º Espaço 4º Linha

4. Para que serve as linhas e os espaços suplementares superiores e inferiores?


_______________________________________________________________________
5. O que é Clave? _________________________________________________________
6. Para que serve a Clave? __________________________________________________
7. Cite dois instrumentos que são tocados na clave de Sol e na clave de Fá.
_______________________________________________________________________

8. Coloque o nome das notas musicais na clave de Sol.

Projeto Musical Otto Nelson - CAEMON 11


9. Desenhe as figuras de notas seguindo o modelo.

Mi Lá Dó Si Fá Sol Ré Dó Lá

Sol Ré Sí Mi Lá Fá Mi Lá Dó

Fá Si Lá Dó Ré Sol Fá Ré Si

Lá Mi Fá Ré Dó Si Lá Fá Sol

Projeto Musical Otto Nelson - CAEMON 12


l MÓDULO 4
FIGURAS RÍTMICAS
As figuras rítmicas (ou figuras musicais) são símbolos utilizados para representar os
tempos de uma música. A duração de tempo que uma nota é tocada, em proporção às
demais, é definida pelo valor, que é indicado pelo desenho da nota.
Os valores das notas e pausas são definidos por fração. A semibreve é a figura que
representa o tempo de maior valor.
Figuras de notas (som) – É chamadas de valores positivos, são figuras que indicam a
duração dos sons.

Figuras de pausas (silêncio) – É chamadas de valores negativos, são figuras que indicam a
duração do silêncio.

A Figura de nota completa é formada por:

Quando temos uma sequência de figuras que possuem colchetes, como a colcheia,
semicolcheias, fusa e semifusa, podemos liga-las por uma barra de união para facilitar a
leitura.

Projeto Musical Otto Nelson - CAEMON 13


EXERCÍCIOS
1. O que é figura de nota? __________________________________________________
2. O que é figura de pausa? _________________________________________________
3. Quais as partes que podem constituir uma figura de som? ______________________
_______________________________________________________________________
4. Nomeie as partes das figuras abaixo:

5. Desenhe as sete notas musicais com os seu respectivos nomes, números e pausas.

Nº Figura Nome Pausa

6. Responda as frases a seguir:


a. A semínima é a metade da _______________ e o dobro da ___________________
b. A mínima é o dobro da _________________ e a metade da __________________
c. Se dividirmos uma semibreve por dois, o resultado dará o valor da ______________
d. Eu preciso de ______________ colcheias para preencher uma semínima.
e. Eu preciso de ______________ semínimas para preencher uma semibreve.
f. Eu preciso de ______________ fusas para dar uma semicolcheia.

Projeto Musical Otto Nelson - CAEMON 14


7. Resolva as somas e subtrações das figuras abaixo:
Exemplo:

8. Coloque o valor de duração das figuras de som e de pausa:

9. Desenhe 10 figuras de cada seguindo o modelo.

Projeto Musical Otto Nelson - CAEMON 15


r ATIVIDADES PARA CASA
Complete a cruzadinha:

1- F

G 6

2- A

5- S

3- A

4-

7- S
1. Seu número é o 32
2. Seu número é o 2
3. Seu número é o 8
4. Seu número é o 16
5. Seu número é o 64
6. Seu número é o 1
7. Seu número é o 4

Projeto Musical Otto Nelson - CAEMON 16


l MÓDULO 5
LIGADURA E LEGATO
Ligadura - É uma linha curva que se coloca sobre ou sob duas ou mais notas de mesma
altura, indicando que somente a primeira nota é articulada. Simplificando, toca-se a
primeira nota e prolonga-a, em duração, até a próxima.

Legato - Palavra italiana usada para indicar que a passagem de um som para o outro
deve ser feita sem interrupção.

Ponto de aumento – É um ponto colocado ao lado direito de uma nota ou pausa e serve
para aumentar metade do seu valor.

Obs: Pode ser colocado


mais de um ponto ao
lado de uma figura.

Fermata ou Suspensão – É um ponto com uma linha curva que fica em cima ou abaixo
de uma nota ou pausa e serve para prolonga ou diminuir a duração da nota ou da pausa.

Projeto Musical Otto Nelson - CAEMON 17


EXERCÍCIOS
1. O que é legato? ________________________________________________________
2. O que é Ligadura? ______________________________________________________
3. O que é ponto de aumento? _____________________________________________
5. Coloque um S para Suspensão e F para Fermata.

6. Nomeie as setas abaixo com ligadura ou legato.

7. Calcule o valor das figuras pontuadas abaixo:

Projeto Musical Otto Nelson - CAEMON 18


l MÓDULO 6
COMPASSOS
Compasso é o espaço entre dois travessões.
Os compassos são separados por linhas verticais chamadas de barras de compassos ou
travessões, as barras de compassos ou travessões dividem a pauta em compassos iguais.

FÓRMULA DE COMPASSO
Fórmula de compasso ou signo de compasso, é uma fração colocada no início da pauta
que define a quantidade e o tipo de notas que cada compasso pode conter.

Numerador: indica a quantidade de notas que cabem no compasso.

Denominador: indica o tipo das notas (Unidade de Tempo).

Unidade de Tempo (UT) – Figura que vale 1 tempo do compasso.


Unidade de Compasso (UC) – Figura que vale todo o compasso.

De acordo com o número de tempos que compõem o compasso, podemos classifica-los


como binário (quando é formado por dois tempos), ternário (quando é formado por três
tempos), quaternário (quando é formado por quatro tempos), e assim por diante.

Projeto Musical Otto Nelson - CAEMON 19


TIPOS DE COMPASSO
De acordo com o tipo de divisão que ocorre em cada tempo do compasso, podemos
classifica-los em:
Compasso simples - significa que cada um desses tempos, ou unidades de tempo, pode
ser dividido em duas notas.
No compasso simples, o número de cima da fórmula de compasso sempre será 2, 3, 4, 5
e 7 (os dois últimos não são utilizados com muita frequência em nossa cultura).
Compasso composto - o tempo é divisível em três notas. Todos compassos compostos
tem alguma figura pontuada como unidade de tempo. Qualquer fórmula de compasso
com o número de cima 6, 9, 12, 15 é considerado composto.
Compasso alternado - é formado pela junção de dois ou mais tipos de compassos
diferentes.

Os compassos são marcados com gestos feitos com as mãos chamados de regência. A
regência é a arte de transmitir a um conjunto instrumental ou vocal o conteúdo rítmico
e expressivo de uma obra musical através gestos convencionais. O maestro é, portanto,
o elo entre o compositor da peça musical e seus executores (os instrumentistas).

Projeto Musical Otto Nelson - CAEMON 20


EXERCÍCIOS
1. O que é compasso? ____________________________________________________
2. O que é fórmula de compasso? ___________________________________________
_______________________________________________________________________
3. O que é regência? ______________________________________________________
_______________________________________________________________________
4. O que é UT? __________________________________________________________
5. O que é UC? __________________________________________________________
6. Complete os compassos corretamente:

7. Separe os Compassos corretamente:

7. Qual a figura que corresponde a unidade de tempo no compasso: 3/2, 4/4 e 2/4?
_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________
8. Qual é a figura que vale o valor 1 tempo no compasso: 2/2 e 2/4?
_______________________________________________________________________

Projeto Musical Otto Nelson - CAEMON 21


_______________________________________________________________________
9. Qual é a figura que vale o valor de 2 tempos nos compassos: 2/2, 2/4, 3/4 e 4/4?
_______________________________________________________________________
10. Como se chama o número de cima e para que serve? ________________________
_______________________________________________________________________
11. Como se chama o número de cima e para que serve? ________________________
_______________________________________________________________________

Projeto Musical Otto Nelson - CAEMON 22


l MÓDULO 7
QUIÁLTERAS
São grupos de valores que aparecem em maior ou menor quantidade do que deviam, em
relação ao signo de compasso. Para identificar um grupo de quiálteras, coloca-se um
número indicando a quantidade de figuras, e sobre este, uma chave, ligadura ou somente
o número.
Aumentativas – quando a soma dos valores são maiores que o valor permitido pela
fórmula de compasso.
Diminutivas – quando as somas dos valores são menores que o valor permitido pela
fórmula de compasso.

Compasso normal Compasso com quiálteras

Quiálteras regulares – São grupos de valores alterados, que no compasso simples


possuem mais a metade do valor do grupo normal e no compasso composto possuem
menos um terço do valor do grupo normal.

Quiálteras irregulares – São formadas por grupos alterados de 5, 7, 9, 10, 11 etc. por não
pertencerem à divisão binária nem ternaria dos valores estabelecidos.

Projeto Musical Otto Nelson - CAEMON 23


SINAIS DE REPETIÇÃO
Ritornelo – É um travessão com dois pontos um acima e outro abaixo da 3ª linha,
indicando que o trecho deve ser tocado ou repetido duas vezes. Se um trecho da música
é repetido, com uma terminação diferente, usa duas chaves com as expressões 1ª vez
para a repetição, e 2ª vez para finalizar.

Da Capo (D.C) – Expressão italiana que significa volta ao início.

Se a expressão for Da Capo al Fine, indica que deve repetir o trecho até chegar no fine.

Da Segno (D.S) – Indica que se deve voltar ao lugar onde se encontra o sinal.

Coda – Repete a música até a marcação To Coda, e faz o salto para o Coda

Símile – É um sinal que indica a repetição de pequenos trechos ou padrões musicais.

Projeto Musical Otto Nelson - CAEMON 24


EXERCÍCIOS
1. O que é quiáltera? ______________________________________________________
2. Qual a diferença entre quiálteras aumentativas e diminutivas? ___________________
_______________________________________________________________________
3. O que é símile? ________________________________________________________
4. Escreva a ordem numérica de execução dos compassos abaixo, respeitando os sinais
de repetição.

RESPOSTA: 1, 2, 3, 2, 3, 4, 5.

Resposta: ______________________________________________________________
______________________________________________________________________

Projeto Musical Otto Nelson - CAEMON 25


l MÓDULO 8
DINÂMICA MUSICAL
São as variações de diferentes intensidades, ou seja, diferentes volumes em
determinados trechos da música.
Para indicar se uma parte será tocada com mais ou menos força, são usados os sinais de
intensidade (dinâmica).
Dinâmica – é a variação de intensidade dos sons em uma música.

Abreviatura Termo italiano Execução


ppp molto pianissimo Bem pianíssimo, delicadíssimo.
pp pianissimo Suavíssimo, muito brando
pp piano Suave, brando.
mp mezzo-piano Meio piano
mf mezzo-forte meio forte
f forte Forte, intensidade vigorasa.
ff fortissimo Muito forte, Intesidade muito vigorosa.
fff molto fortissimo Bem fortíssimo, vigorosíssimo.
aum. aumentando Aumentando o som
cresc. crescendo Aumentando o som
dim. diminuendo Diminuindo o som
decres. decrescendo Diminuindo o som

Sinal de Crescente e Decrescente – Sinais para aumentar ou diminuir a intensidade do


som. Também é comum o aparecimento de ambos os sinais consecutivamente:

Crescendo – Aumento gradativo Diminuindo – Diminuição gradativa

Projeto Musical Otto Nelson - CAEMON 26


ACIDENTES MUSICAIS
Acidentes ou Alteração Musical é um sinal colocado antes da figura de som e serve para
modificar a entoação da nota.

Colocação dos sustenidos e bemóis na pauta:

FÁ – DÓ – SOL – RÉ – LÁ – MI – SI SI – MI – LÁ – RÉ –SOL – DÓ - FÁ

Projeto Musical Otto Nelson - CAEMON 27


Os sinais de alteração podem se apresentar das seguintes maneiros:
Acidentes Fixos – São colocados sempre após o sinal da clave e antes da fórmula do
compasso. Indica que todas as notas constantes na armadura da clave serão alteradas do
início ao fim da música.

Todas as notas SI, MI e LÁ serão alteradas.

Acidentes Ocorrentes – São acidentes que aparecem no decorrer de um trecho musical.


Indica que apenas naquele compasso haverá uma modificação de altura que não foi
prevista na armadura de clave.

Acidentes de Precaução – Como o nome já diz, são acidentes utilizados para prevenir
eventuais erros de leitura, geralmente em execuções muito rápidas em que certos
trechos tendem a levar o músico a uma leitura equivocada de determinada nota. É
habitual grafar estes acidentes entre parênteses.

Cromatismo – Notas com sustenidos e bemóis.

Projeto Musical Otto Nelson - CAEMON 28


EXERCÍCIOS
1. O que é Dinâmica Musical? _______________________________________________
2. O que são Acidentes/Alterações Musicais? ___________________________________
_______________________________________________________________________
3. O que é Cromatismo? ___________________________________________________
4. O que são Acidentes Fixos? _______________________________________________
_______________________________________________________________________
5. O que são Acidentes Ocorrentes? __________________________________________
_______________________________________________________________________
6. Coloque o nome dos acidentes musicais abaixo:

7. Coloque o significado das abreviaturas das dinâmicas musicais.


a) p g) decres.
b) mp h) dim.
c) ff i) aum.
d) cresc. j) fff
e) pp k) ppp
f) f

Projeto Musical Otto Nelson - CAEMON 29


l MÓDULO 9
ESCALA MUSICAL
Escala – É o conjunto de notas tocadas ou ouvidas em sequência.
O nosso sistema tonal compreende 2 modos o maior e o menor. Pela audição percebe-
se cada modo.

Intervalo – É a distância entre dois sons. Podemos usar esse tempo para dizer: intervalo
de um tom, intervalo de um semitom; enfim, qualquer distância entre duas notas é um
intervalo.

Semitom – É o menor intervalo entre duas notas ou (dois sons) símbolo – ST.
Tom – É a distância entre dois sons formado por dois semitons. Símbolo – T
O semitom pode ser cromático (duas notas iguais) ou diatônico (notas diferentes).

Escala Cromática – É a escala que possuirá todas as notas ascendentes e descendentes


produzidas por sustenidos e bemóis

Escala Diatônica – É uma escala de oito notas, com cinco intervalos de tons e dois
intervalos de semitons entre as notas. Através delas formamos os acordes maiores.

Projeto Musical Otto Nelson - CAEMON 30


Escala Maior – é um conjunto de 07 notas que apresentam os seguintes intervalos de
tempo entre elas: T, T, ST, T, T, T, ST.

Arpejo – É quando as notas de um determinado acorde, são tocadas uma após a outra.
Por exemplo, as notas que formam o acorde de Dó maior são: C, E, G, quando tocamos
essas 3 notas separadamente uma após a outra, formamos o arpejo de Dó, e quando
tocamos essas 3 notas ao mesmo tempo, formamos o acorde de Dó.
Todo acorde, por mais complexo que seja, tem um arpejo, pois sempre podemos tocar
nota por nota. Essa técnica pode ser usada para embelezar alguma harmonia ou ainda
servir como trecho de um solo.

z Saiba mais
Enarmonia é um termo utilizado quando um som possui mais de um nome.
Por exemplo, Dó sustenido é o mesmo que Ré bemol, portanto, essas notas
são enarmônicas.

EXERCÍCIOS
1. O que é Escala Musical? _________________________________________________
2. O que é Escala Cromática? _______________________________________________
_______________________________________________________________________
3. O que é Escala Diatônica? ________________________________________________
_______________________________________________________________________
4. O que é Arpejo? _______________________________________________________
5. O que é Intervalo? _____________________________________________________

Projeto Musical Otto Nelson - CAEMON 31


6. Coloque TOM ou SEMITOM:
A) DÓ# para RÉ E) FÁ# para SOL H) LÁ para SI
_____________ _____________ _____________
B) SOL para LÁ F) DÓ para RÉ E) FÁ para MI
_____________ _____________ _____________
C) LÁ para SIb G) RÉ# para MI F) SOL# para LÁ
_____________ _____________ _____________
D) MIb para FÁ G) SIb para DÓ G) SI para DÓ
_____________ _____________ _____________

7. Complete com os intervalos ascendestes:


Terças Dó ______, Sol, ______, ______, ______, ______, Dó.
Quartas Dó ______, Si, ______, ______, ______, ______, Dó.
Quintas Dó ______, Ré, ______, ______, ______, ______, Dó.

8. Complete com os intervalos descendentes:


Terças Dó ______, Fá, ______, ______, ______, ______, Dó.
Quartas Dó ______,Ré, _______, ______, ______, ______, Dó.
Quintas Dó ______, Si, ______, ______, ______, ______, Dó.

9. Coloque as notas enarmônicas correspondentes:


a) Dó# é o mesmo que _________ h) Sib é o mesmo que _________
b) Mib é o mesmo que _________ i) Fá# é o mesmo que _________
c) Réb é o mesmo que _________ j) Lá# é o mesmo que _________
d) Solb é o mesmo que _________ k) Si# é o mesmo que _________
e) Sol# é o mesmo que _________ l) Dób é o mesmo que _________
f) Fáb é o mesmo que _________ m) Mi# é o mesmo que _________
g) Láb é o mesmo que _________ n) Ré# é o mesmo que _________

10. Escreva a escala cromática de DÓ:


_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________

Projeto Musical Otto Nelson - CAEMON 32