Você está na página 1de 2

Selecione Binário Tm (padrão) para especificar um binário de entrada, em N.

m
ou em pu, e alterar a rotulagem do bloco entrada para Tm. A velocidade da
máquina é determinada pela inércia da máquina J (ou constante de inércia
H para a pu máquina) e pela diferença entre o torque mecânico aplicado Tm
e o torque electromagnético interno Te. Assinar a convenção para o torque
mecânico é: quando a velocidade for positivo, um sinal positivo indica o modo
binário do motor e um sinal negativo indica modo de gerador.

Selecione a velocidade w para especificar uma velocidade de entrada, em


rad/s ou em pu, e alterar a rotulagem do bloco de entrada w. A velocidade
da máquina é imposta e a parte mecânica do modelo de inércia (J) é
ignorado. Usando a velocidade como a entrada mecânica de modelação de uma
ligação mecânica entre duas máquinas.

Factor de atrito constante, inércia, e pares de pólos para a caixa de diálogo de


unidades SI: o conjunto de máquina e carregar o coeficiente de inércia J (kg.m2),
coeficiente de atrito viscoso combinado (N.m f.s) e pares de pólos p. o binário
de atrito Tf é proporcional à velocidade do rotor ω (tf = F.w). O padrão é
0,005879 2 [0,05].

Quando o rotor é definido como parâmetro do tipo gaiola de esquilo, as


condições iniciais podem ser computadas pelo fluxo de carga ou a máquina
ferramenta ferramenta de inicialização no Powergui bloco. O padrão é 1,0 0,0,0
0,0,0 [ ] para unidades e pu [0 0 0 0 0 0 0 0] para as unidades SI.

block = gcb;
[Ts,SM,WantBlockChoice,X,Y,txt] =
powericon('AsynchronousMachineInit',block,TsPowergui,TsBlock,Mechanica
lLoad,RotorType,ReferenceFrame,NominalParameters,Stator,Rotor,Cage1,Ca
ge2,Lm,Mechanical,PolePairs,InitialConditions,Units,SimulateSaturation
,Saturation,IterativeModel,MeasurementBus);
powericon('SetInternalModels','set',block,WantBlockChoice);
sps_rtmsupport('parametereditingmodes',block, [-1 2 -3 4 5 6 7 17 22
23]);
powericon('ShaftInput',(block));

Você também pode gostar