Você está na página 1de 24

Aula 01 – Arte na Atualidade:

TEORIA DO DESIGN Conceitos Básicos

Prof.: Léo Diaz


O QUE É DESIGN?
Pelo Dicionário Michaelis
(dizáin) sm (ingl)
1 Concepção de um projeto ou modelo; planejamento.
2 O produto deste planejamento.
Definição:
Design ou desenho industrial é a idealização, criação, desenvolvimento,
configuração, concepção, elaboração e especificação de objetos que serão
produzidos industrialmente ou por meio de sistema de produção seriada e que
demandem padronização dos componentes, compatibilização do desenho para
construção em maquinário mecânico ou manual, envolvendo a repetição das
diferentes etapas de produção.
Essa é uma atividade estratégica, técnica e criativa, normalmente orientada por
uma intenção ou objetivo, ou para a solução de um problema.

06/06/2013 TEORIA DO DESIGN - [ AULA 1] POR LÉO DIAZ 2


ÁREAS DE ATUAÇÃO
Design estratégico

Design de comunicação

Design de som

Design visual

Design digital

Design de produto

Design de moda

Design de ambientes

Design de sinalização

Design de interação

06/06/2013 TEORIA DO DESIGN - [ AULA 1] POR LÉO DIAZ 3


DESIGN GRÁFICO
Esta área é responsável pela comunicação de um conceito ou ideia através de recursos visuais
(imagens) e tipográficos (texto/fonte) geralmente voltada para mídias impressas (jornais, livros,
revistas, etc.).

Aplicações:

Identidade corporativa (Branding)

Design de embalagem (Packaging Design)

Design editorial

Sinalética (ou Sinalização)

Tipografia
06/06/2013 TEORIA DO DESIGN - [ AULA 1] POR LÉO DIAZ 4
INDENTIDADE VISUAL
Símbolo
Logótipo IDENTIDADE VISUAL é o conjunto de elementos que
Manual de Identidade Visual representa visualmente, e de forma sistematizada, um
nome, ideia, produto, empresa, instituição ou serviço.
Imagem corporativa
Design visual
Esse conjunto de elementos costuma ter como base o
Programação visual logótipo, um símbolo visual e conjunto de cores.
Administração / Gestão
Marketing

06/06/2013 TEORIA DO DESIGN - [ AULA 1] POR LÉO DIAZ 5


O QUE UM DESIGNER GRÁFICO FAZ?
Primeiramente, ele estuda e conhece questões relacionadas à profissão, como cores,
tipografia, produção gráfica, meios de comunicação, marketing, semiótica,
ergonomia, entre outras tantas necessárias.

Com isso, ele pode estudar cada caso, analisar e vivenciar a situação do cliente,
ponderar todas as variáveis, a fim de encontrar a melhor solução, de forma
harmônica, viável e que traga resultados.

06/06/2013 TEORIA DO DESIGN - [ AULA 1] POR LÉO DIAZ 6


PORTFÓLIO
O portfólio é uma coleção de todo o trabalho em andamento na organização
relacionado com o alcance dos objetivos do negócio.

Para um designer uma imagem diz mais que mil palavras. É importante montar um
coleção que sirva de amostra de seus trabalhos para mostrar a qualidade e o tipo
de serviço prestado por ele.

06/06/2013 TEORIA DO DESIGN - [ AULA 1] POR LÉO DIAZ 7


SOFTWARES [FERRAMENTAS]
Atualmente existem diversas opções de softwares para auxiliar um designer ou
projetista em quase todas as áreas, desde editoração até animação 3D
FOTOGRAFIA DESENHO VETORIAL DESENHO 3D EDITORAÇÃO DIGITAL

06/06/2013 TEORIA DO DESIGN - [ AULA 1] POR LÉO DIAZ 8


Alguns Fabricantes

SOFTWARES
Vetorial Bitmap
•Adobe Illustrator •Adobe Photoshop

•Corel Draw •GIMP

•Inkscape •Corel Photopaint

•Pixelmator

•Photoscape

06/06/2013 TEORIA DO DESIGN - [ AULA 1] POR LÉO DIAZ 9


Alguns Fabricantes

SOFTWARES

Editoração Design 3D
(jornais, Livros e Revistas) (personagens, produtos, cenários e engenharia)
• QuarkXPress
• Blender
• Adobe InDesign
• Autodesk 3D Studio Max
• Adobe PageMaker (Descontinuado)
• Google Sketchup
• PageStream, RagTime
• Rinoceros
• Scribus
• Zbrush
• Microsoft Publisher
• Vue 3D
• Apple Pages
• Terragen
• CorelDraw
• CINEMA 4D

06/06/2013 TEORIA DO DESIGN - [ AULA 1] POR LÉO DIAZ 10


TIPOS DE IMAGEM DIGITAL
BITMAP VETORIAL

Calculo e Propriedades
Mapa de BIT’s
Não Perde Qualidade ao ser
Possui maior grau de realismo Redimensionada
Utilizado em fotografias Utilizado em ilustrações e em mídia
impressa

06/06/2013 TEORIA DO DESIGN - [ AULA 1] POR LÉO DIAZ 11


VETORIAL
Vetor é uma entidade definida pelos atributos direção, módulo e sentido, podemos dizer que, na
comunicação visual, os vetores (imagens vetoriais) são objetos definidos, também, por seus atributos.
• Assim, de modo simplificado, o objeto abaixo (imagem vetorial) poderia ser definido da seguinte maneira:

 Tipo de Curva = Circunferência


 Raio = 2,6 cm
 Preenchimento = amarelo
 Contorno = azul

Observe que, para guardar esse círculo, não precisamos gravar a imagem propriamente dita, que seriam os
pixels (gastaria muita memória).
•Se guardarmos os atributos, como "Circunferência", preenchida de "amarelo", contornada por "azul" e com
raio de "1 cm", qualquer computador poderia reproduzi-la! Esta é a principal característica de uma
imagem vetorial.

06/06/2013 TEORIA DO DESIGN - [ AULA 1] POR LÉO DIAZ 12


VETORIAL

06/06/2013 TEORIA DO DESIGN - [ AULA 1] POR LÉO DIAZ 13


BITMAP
Uma fotografia digitalizada é um exemplo claro de imagem bitmap.

Bitmaps são imagens que, apresentadas no monitor, são divididas em pequenos quadradinhos, cada
um, com uma cor.
Esses quadradinhos chamam-se pixels. Quando se grava na modalidade bitmap, grava-se o conteúdo
de cada pixel. Num programa que manipula bitmaps, como o Paint do Windows ou o Photoshop, você
pode alterar a cor até mesmo de um único pixel!

Apesar das vantagens para se trabalhar com fotos, ícones, ou outros desenhos, existem algumas
desvantagens para os arquivos do tipo bitmap.

06/06/2013 TEORIA DO DESIGN - [ AULA 1] POR LÉO DIAZ 14


BITMAP

06/06/2013 TEORIA DO DESIGN - [ AULA 1] POR LÉO DIAZ 15


FORMATOS DE IMAGEM DIGITAL
Raster (Bitmap) Vetorial
AI (Adobe Illustrator)
JPEG
CDR (Corel Draw)
PNG
INDD (Adobe Indesign)

GIF EPS (Universal)

SVG (Inkscape, Navegadores)


TIFF
DWG (Autodesk AutoCAD)
BMP
3DS (3D Studio Max)
RAW OBJ (Blnder)

06/06/2013 TEORIA DO DESIGN - [ AULA 1] POR LÉO DIAZ 16


GLOSSÁRIO
Arte-final: Layout preciso de um anúncio, cartaz, página de revista ou jornal etc., preparado pelo
designer gráfico, mostrando a disposição final de todos os textos e ilustrações, pronto para a
reprodução gráfica.

Definição: Resolução, fidelidade ou clareza de detalhes de uma reprodução fotográfica ou


impressa.
Dégradé: Variação progressiva de tons desde um valor máximo até um valor mínimo de pontos de
meio-tom. Conjunto de tonalidades de uma mesma cor variando do mais escuro ao mais claro.
Design: Projeto gráfico
Diagramação: Concepção, organização e configuração de todos os elementos que compõem um
trabalho de comunicação visual gráfica, incluindo a escolha dos textos e das ilustrações, a definição
do formato da obra, a repartição das margens, dos espaços em branco, do texto e das ilustrações,
a escolha dos caracteres tipográficos etc.

06/06/2013 TEORIA DO DESIGN - [ AULA 1] POR LÉO DIAZ 17


GLOSSÁRIO
DPI – Dots per inch – Pontos por Polegada: Unidade de medida de resolução de um
equipamento de saída, conectado a um sistema eletrônico de reprodução, tal como
um scanner, um monitor, uma impressora ou uma imagesetter.
Escala: Tira de controle de cores, indicativa das cores primárias e de suas
sobreposições, impressa na área de refilo das provas, das folhas ou dos cadernos
para controlar a qualidade.
Fechamento: Conclusão dos trabalhos de redação, diagramação, composição e
paginação de um jornal ou revista.
Fonte: Coleção completa de caracteres tipográficos, alfabéticos e para-alfabéticos,
incluindo todas as letras maiúsculas e minúsculas, números, símbolos e sinais de
acentuação e pontuação, que integram o alfabeto num determinado corpo,
empregados na composição tipográfica.

06/06/2013 TEORIA DO DESIGN - [ AULA 1] POR LÉO DIAZ 18


GLOSSÁRIO
Halftone: Meio-tom.
Hue: Diferença básica entre as cores (vermelha, azul, verde, amarela, etc.)
K - black: Tinta preta.
Layout: Esboço de um trabalho gráfico que apresenta todos os seus elementos (textos,
gráficos, ilustrações etc.) distribuídos num espaço equivalente àquele que será impresso.
Margem de Sangra/Sangria: Excesso (cerca de 3 mm) que se deve deixar, além das marcas
de corte, quando existem ilustrações sangradas numa página composta.
Matriz: Dispositivo de uma impressora que transfere a imagem entintada para uma
blanqueta intermediária, ou diretamente para o papel ou para outro suporte de impressão,
tal como o clichê tipográfico, a chapa offset, o cilindro rotogravura, a fôrma flexográfica e a
tela serigráfica.

06/06/2013 TEORIA DO DESIGN - [ AULA 1] POR LÉO DIAZ 19


GLOSSÁRIO
Meio-tom: Reprodução de uma imagem de tom-contínuo, composta de pontos que variam em
freqüência (número por centímetro), em tamanho ou em densidade, produzindo gradações tonais.
Processo utilizado no sistema offset.
Opacidade: Relação entre a intensidade da luz incidente e a quantidade de luz transmitida ou
refletida pelo original. Um papel completamente opaco não permite a passagem da luz; quando o
papel tem baixa opacidade, a imagem impressa num dos lados interfere no resultado impresso no
verso da folha, o que prejudica a leitura e altera as cores; a opacidade aumenta em virtude da
gramatura e do corpo do papel.
Overlay: Folha de material translúcido, colocada sobre a arte-final para indicar as aplicações de
cor, de alterações e de correções.
Paginação: 1) Numeração das páginas de um livro ou revista, com os cabeçalhos e rodapés
associados. 2) Imposição dos componentes de uma página de revista, jornal, livro etc., feita por
processos manuais, fotomecânicos ou na tela do monitor de visualização de um computador.
Pantone: Sistema de classificação de cores e mistura de tintas padronizadas para obtenção de
cores especiais.

06/06/2013 TEORIA DO DESIGN - [ AULA 1] POR LÉO DIAZ 20


GLOSSÁRIO
Prova: Protótipo de um trabalho a ser impresso, obtido eletronicamente, a partir de dados
digitais (prova de pré-impressão). A prova serve de amostra para o cliente e guia para o
impressor.
Resolução: Medida de definição de uma imagem ou do desempenho de um sistema óptico,
expressa em número de linhas, de pontos ou de pixels por polegada ou por centímetro.
Retícula: 1) Material utilizado para transformar a imagem num conjunto de pontos de meio-
tom. 2) Área de uma chapa ou de uma folha impressa que reproduz as gradações tonais
através de ponto de amplitude ou freqüência variável. 3) Matriz de pontos, linhas ou círculos
utilizada para reproduzir os meios-tons nas reproduções fotomecânicas.
RGB: Espaço de cores nativo dos monitores de vídeo, que empregam as cores primárias
verde, vermelha e azul para reproduzir todas as cores.
Sangra (ou Sangria): Área impressa que se estende além do refilo de uma página,
geralmente 3mm ou mais além das marcas de corte.

06/06/2013 TEORIA DO DESIGN - [ AULA 1] POR LÉO DIAZ 21


GLOSSÁRIO
Tom: Comprimento de onda da luz refletida ou transmitida por uma cor em seu
estado mais puro, sem adição de branco ou preto.
Traçado: Disposição das páginas a serem impressas em um dos lados da folha,
arranjadas em ordem adequada dentro do caderno a ser impresso, geralmente
contendo um número de páginas múltiplo de oito.
Vetor: Descrição matemática de imposição de imagens e de sua localização numa
página montada em sistema eletrônico de editoração; as informações gráficas
vetoriais são transferidas de uma estação de trabalho para um processador de
imagem por varredura (RIP), o qual interpreta todas as informações de montagem
de páginas para uma imagesetter; a linguagem

06/06/2013 TEORIA DO DESIGN - [ AULA 1] POR LÉO DIAZ 22


REFERÊNCIAS
Fabricantes de Softwares
www.adobe.com
www.corel.com
Blogs e Sites com Tutoriais
www.abduzeedo.com
www.photoshoptutorials.ws
psd.tutsplus.com
Revistas
www.revistadesign.com.br
www.photoshopcreative.com.br

06/06/2013 TEORIA DO DESIGN - [ AULA 1] POR LÉO DIAZ 23


SOBRE O AUTOR
Contatos

Léo Diaz (Leonildo)


wilborn7@gmail.com
leo.diaz1985
Webdesginer
www.facebook.com/wilborn7
Designer Gráfico wilborn7.deviantart.com/gallery

Ilustrador

06/06/2013 TEORIA DO DESIGN - [ AULA 1] POR LÉO DIAZ 24