Você está na página 1de 27
Inreooucio ‘As toses Sobre o conceit de hibra S80 a resposta polit= «a de um filésofo no momento em que, na Europa, no havia rnenhum lugar para a esperanca. O que as anima ¢ esse gesto de resistencia que sea autor, Walter Benjamin, fzia chegae 20 amigo Theodor Wiesengrand Adorno, em 1938, quando este 0 instava @abandonae a Europa e somar-se&coreente de exilados judeus que haviam deixada 0 Velho Continent pata tis, git do do fascismo: “Ainda’, disse ee, "hs posigaes a defender na Europa”. Ele quis xaros seus olhos na Gérgona, esa figura mitica sem rosto que matava quem ousasseencaré-la de fren- te para arrancar histva osegredo do mal que estava prestes 4 abater-se sobre a humanidade, Alguns anos antes, ele havia Aeseritoa sua posiggo como a de um néufrago que trepa no alto do mastro de um barco que est indo a pique para, a parte dali, Jangar um SOS mais potene. "Era posicio de uma testemumha aque escolhiaestar ali endo a de alguém que casialmenteestava pasando por aquele lugar” (Wohlart, 1999, p. 155), Precisamente por te selado coma sua morieo papel que havia atribuidoa si mesmo, ou sea, “daquele que tea o ala sme de incindio”,) 6 que os textos fragmentitios de Benjamin se rei uri nde pice ee uM revestram de ma autoridade singular, Por casa, nfo dizia Franz Rosenzweig o autor de A esrela dt reengio,olivto que sempre acompanhava o seu Angelus Novus, © quatro de Paul Klee que tanto inspirou em sua cruzada particular contra borbarie ~ que ndo ha verdade maior do que aquela que se de- fende com a propria vida? (Rosenzweig, 1937, p. 395). Dentre todos os seus esritos so esses fragmentos postumos batiza- ios por ele mesmo cama Tess que maisse revestem dessa au- toridade, Se hoje continsam comovendo e dando o que pensar, ‘porque, além de falar daquelefascismo, desvelam uma ligica stdrica que continua em aividade, 1 segredo das Tess é, com efito, sua atualidade o.com: temponinge, Ela nos falar de algo muito préximo, mas tazi- lode Tonge ou do passade: de raizes profundas que nutrem a substincia das coises. Dai ver o sentimento de proximidade ‘que produzem, apesar do tempo transcorride, Para um tempo foo 0 nosso, que consome café sem cafoina, nata sem gord- zn ou cervea sem cool; que projeta guerra sem balxas (pr pris, laro),que desenvalve politica sem politica (sto €, que hos oferece uma existincia desprovida de substancia naquilo {que ela tem de confltva e amargo) as teses Sobre o conceit de Fistiritresultam provocadoras porque argumentam com tsm sescaramento insuportvel, A seus olhos, todos esesintentos dle dessubstancializasSo podem ocultar, mas no eliminar, a {lara realidade de um mundo desengoncado que traumatiza xquele que chega a cle de zepente e do qual nose lvra em se- ‘guid, ignorando as deatrizes que deixa, Pode ser que, primeira vst, este mundo, cujasares- tas foram acolchoadas pata que nfo machuquem 3 quem ha: bita nee, pouco se parega com a meia-noite do século em gue Benjamin tove de viver. Poném, se atentarmos bem, ambos tm algo nada acidental em comum, algo que expla precisimen- te a atualidade da anise benjaminiana, Agora como ontem, de fato & verdade que, para os oprimidas, 0 estado de excess uma stuagio permanente, Nem a multiplicacio do Estado s0cial de Diteto, nem 0 avango da democracia liberal, nem 0 Prestigio do discurso sobre os direitos humanos, nemo