Você está na página 1de 11

SISTEMAS TÉRMICOS E FLUIDOMECÂNICOS - Exemplos

(Aula 2 ) Revisão e Introdução

1. 1 - Conforme ilustrado na figura, a água circula entre um tanque de estocagem e um


coletor solar. A água aquecida do tanque é utilizada para fins domésticos.
Considerando o coletor solar como um sistema, identifique as posições nas fronteiras
onde este interage com as vizinhanças e descreva o que acontece no interior do
sistema. Repita a análise para um sistema aumentado que inclui o tanque de
estocagem e a tubulação de conexão.

2. 1.30(Shapiro)-Umgás inicialmente a p1 =1 bar e ocupando um volume de 1L é


comprimido no interior de um conjunto cilindro-pistão até uma pressão final p2 =4bar.
(a)Se a relação entre a pressão e o volume durante a compressão é pV = constante,
determine o volume, em L, para uma pressão de 3 bar. Represente também o processo
global em um gráfico de pressão versus volume. (b)Repita a análise para uma relação
linear pressão-volume entre estados finais.

3. 2 - Uma nova escala de temperatura absoluta é proposta. Nesta escala, a temperatura


de gelo da água é de150°S e a temperatura de vapor éde300 °S. Determine as
temperaturas em °C que correspondem a 100 °S e a 400 °S, respectivamente. Qual é a
razão entre o °S e o Kelvin?

4. 1.25 (Shapiro) - 15 kg de dióxido de carbono (CO2) são introduzidos em um cilindro


que possui um volume de 20 m3 e que inicialmente contém 15 kg de metano a uma
pressão de 10bar. Mais tarde, uma pequena fratura se forma e o metano vaza
lentamente do cilindro. (a) Determine o volume específico, em m3/kg, do CO2 no
cilindro em sua condição inicial. Repita este cálculo após a adição de 15kg. (b)Esboce
graficamente a quantidade de CO2 que vaza pelo cilindro, em kg, versus o volume
específico do CO2 restante no cilindro. Considere que𝑣𝑣 varie até no máximo
1,0m3/kg.
5. 1.37 (Shapiro) - A Figura abaixo mostra um tanque no interior de um outro, cada um
contendo ar. O medidor de pressão A está localizado no interior do tanque B e registra
1,4 bar. O manômetro do tipo tubo em U conectado ao tanque B contém mercúrio.
Usando os dados no diagrama, determine a pressão absoluta no interior do tanque A e
do tanque B, ambas em bar. A pressão atmosférica nas vizinhanças do tanque B é de
101 kPa. A aceleração da gravidade é g=9,81m/s2.

6. 1.41 (Shapiro) – Conforme ilustrado, um conjunto cilindro-pistão vertical com um


resistor elétrico instalado contém ar. A atmosfera exerce uma pressão de 101,354 Pa
no topo do pistão, o qual tem uma massa de 45,4 e uma área frontal de 0,09 m².
Conforme a corrente elétrica passa através do resistor o volume de ar aumenta,
enquanto o pistão se move lentamente no cilindro. A aceleração local da gravidade é
g=9,7 m/s². Determine a pressão do ar no conjuntocilindro-pistãoemPa ebar.

7. 1.42(Shapiro)-Um conjunto cilindro-pistão orientado horizontalmente contém ar


quente, conforme mostra a Fig. P1.42. O ar é resfriado lentamente partindo do volume
inicial de 0,003 m³ até o volume final de 0,002 m³. Durante o processo a mola exerce
umaforça quevaria linearmente dovalor inicial de 900 N até o valor final
correspondente a zero. A pressão atmosférica é de 100kPa, e a área frontal do pistão é
de 0,018 m². O atrito entre o pistão e a parede do cilindro pode ser desprezado.Para o
ar contido no interior do conjunto cilindro pistão determine a pressão inicial e a final,
ambas em kPa e atm.
(Aula 3) Conceito de Energia e Transferência de Calor –Sistemas Fechados

8. 1 - Um automóvel tem uma massa de 1200 kg. Qual é a sua energia cinética, em kJ, em
relação à estrada quando ele viaja à velocidade de 50 km/h? Se o veículo acelerar para
100 km/h, qual é a variação da energia cinética, em kJ?
9. 2 - Um objeto pesando 40 kN está localizado a uma altura de 30 m acima da superfície
da Terra. Para g = 9,78 m/s2, determine a energia potencial gravitacional do objeto,
em kJ, em relação à superfície da Terra.
10. 3 - Partindo do repouso, um objeto com massa de 20 kg desliza para baixo em
uma rampa de 5 m de comprimento. A rampa está inclinada de um ângulo de 30° a
partir da horizontal. Se a resistência do ar e o atrito entre o objeto e a rampa forem
desprezíveis, determine a velocidade do objeto, em m/s, ao final da rampa. Considere
g = 9,81 m/ s2.

11. 4 – Um gás em um conjunto cilindro-pistão passa por um processo de


expansão, cuja relação entre pressão e volume é dada por 𝑝⩝n=𝑐onstante. A pressão
inicial é 3 bar, o volume inicial é de 0,1 m³ e o volume final é de 0,2 m³. Determine o
trabalho para o processo, em kJ, no caso de (a) n=1,5; (b) n=1,0 e (c) n=0.

12. 2.25 (Shapiro) - Meio quilo de um gás contido dentro de um conjunto cilindro-
pistão sofre um processo à pressão constante de 4 bar, começando em v1 = 0,72
m3/kg. Para o gás considerado como sistema, o trabalho é -15 kJ. Determine o volume
final do gás em m3.
13. 2.31 (Shapiro) - Um conjunto cilindro-pistão orientado horizontalmente
contém ar aquecido, conforme mostrado na Fig. P2.31. O ar se resfria lentamente de
um volume inicial de 0,003 m3 até um volume final de 0,002 m3. Durante este
processo, a mola exerce uma força que varia linearmente de um valor inicial de 900 N
até um valor final zero. A pressão atmosférica é 100 kPa, e a área da face do pistão é
0,018 m2. O atrito entre o pistão e a parede do cilindro pode ser desprezado. Para o
ar, determine as pressões inicial efinal, em kPa, e o trabalho, em kJ.
14. 2.43 (Shapiro) - Uma parede plana de 0,2 m de espessura é construída de
concreto. Em regime permanente, a taxa de transferência de energia por condução
através de uma área de parede de 1 m2 é 0,15 kW. Se a distribuição de temperatura
através da parede for linear, qual é a diferença de temperatura entre os lados da
parede, em K?
15. 2.46 (Shapiro) - Uma parede plana consiste em uma camada de tijolo de 0,23
m de espessura, sendo k=2,4 W/m.K e uma camada de isolante de 0,10 m com k=0,09
W/m.K. As temperaturas das superfícies exteriores do tijolo e do isolante são de 426°C
e 38°C respectivamente, e existe um contato perfeito na interface entre as duas
camadas. Determine, em regime permanente, a taxa instantânea de transferência de
calor por unidade de área, e a temperatura na interface entre o tijolo e o isolante.
16. 2.48 (Shapiro) - A estrutura de uma parede isolada de uma casa possui
condutividade térmica média de 0,07 W/m²K. Aespessura da parede é de 0,15 m , A
temperatura do ar interno é 21,1°C, e o coeficiente de transferência de calor por
convecção entre o ar interno e a parede é de 11,4 W/m²K. No lado externo, a
temperatura do ar ambiente é 0°C e o coeficiente de transferência de calor por
convecção entre a parede e o ar externo é 28,4 W/m²K. Determine a taxa de
transferência de calor através da parede, em regime permanente, em Btu/h por m² de
área de superfície.
17. 2.51 (Shapiro) - Um corpo cuja área superficial é 0,5 m², emissividade é 0,8 e
temperatura 150°C é colocado numa grande câmara de vácuo, cujas paredes estão a
25°C. Qual a taxa de radiação emitida pela superfície, em W? Qual a taxa líquida de
radiação trocada entre a superfície e as paredes da câmara, em W?
18. Exemplo 2.3 (Shapiro) – Ar está contido em um conjunto cilindro-pistão
vertical equipado com uma resistência elétrica. A atmosfera exerce uma pressão de
101,3 kPa no topo do pistão, que possui uma massa de 45,4 kg e cuja área da face é
0,09 m². Uma corrente elétrica passa através da resistência e o volume de ar aumenta
lentamente de 0,04 m³ enquanto sua pressão permanece constante. Amassa de ar é
0,27 kg e sua energia interna específica aumenta de 41,9 kJ/kg. O ar e o pistão estão
em repouso no início e no fim do processo. Considere o material do cilindro-pistão
isolante e as perdas por atrito desprezíveis. Determine a transferência de calor da
resistência para o ar, para os sistemas a) e b).

19. 2.38 (Shapiro) - Uma bateria automotiva de 12 V é carregada com uma


corrente constante de 2 Apor 24 h. Se a eletricidade custar $0,08 por kW.h, determine
o custo de recarregamento da bateria.
20. 2.59 (Shapiro) - Um motor elétrico consome uma corrente de 10 A com uma
voltagem de 110 V. O eixo de saída desenvolve um torque de 10,2 N.m e uma
velocidade rotacional de 1000 rpm. Para a operação em regime permanente,
determine (a) a potência elétrica requerida pelo motor e a potência desenvolvida pelo
eixo de saída, ambas em kW. (b) a potência de entrada líquida para o motor, em kW.
21. 2.39 - Uma barra cilíndrica sólida, com diâmetro de 5 mm, é lentamente
estendida de um comprimento inicial de 10 cm para um comprimento final de 10,1
cm. Atensão normal na barra varia de acordo com (σ = C(x - xo)/xo, onde x é o
comprimento da barra, xo é o comprimento inicial e C é uma constante do material
(módulo de Young). Para C = 2x 107 kPa, determine o trabalho realizado sobre a barra,
em J, considerando que o diâmetro permanece constante.

22. 2.40 (Shapiro) - Uma película superficial de sabão é suspensa em uma armação
de arame de 5 cm x 5 cm, como mostrado na Fig. 2.10. O arame corrediço é deslocado
de 1 cm por uma força aplicada, enquanto a tensão superficial da película de sabão
permanece constante em 25 x 10-5 N/cm. Determine o trabalho realizado ao esticar-se
a película, em J.

23. 2.55 (Shapiro) - Uma massa de 10 kg sofre um processo no qual há


transferência de calor de magnitude 5 kJ/kg do sistema para a vizinhança. A altura do
sistema diminui 50 m durante o processo, e a velocidade aumenta de 15 m/s para 30
m/s. Aenergia interna específica do sistema diminui de 5 kJ/kg. Aaceleração da
gravidade é constante e vale g = 9,7 m/s2. Determine o trabalho para o processo, em
kJ.
24. 5 - Um sistema fechado com massa de 3 kg sofre um processo no qual há
transferência de calor de 150 kJ do sistema para a vizinhança. O trabalho realizado
sobre o sistema é de 75 kJ. Se a energia interna específica inicial do sistema for 450
kJ/kg, qual é a energia interna específica final, em kJ/kg? Despreze variações nas
energias cinética e potencial.
25. 2.56 (Shapiro) - Conforme mostrado na Fig. P2.57, 5 kg de vapor d'água
contidos dentro de um conjunto cilindro-pistão sofrem uma expansão de um estado 1,
onde a energia interna específica é u1 = 2709,9 kJ/kg, até um estado 2, onde u2 =
2659,6 kJ/kg. Durante o processo, há transferência de calor para o vapor d'água com
uma magnitude de 80 kJ. Também um agitador transfere energia para o vapor d'água
através de trabalho numa quantidade de 18,5 kJ. Não há variação significativa na
energia cinética ou potencial do vapor. Determine a energia transferida por trabalho
do vapor para o pistão durante o processo, em kJ.

26. 2.65 (Shapiro) - Um tanque rígido fechado contém um gás. Uma resistência
elétrica no interior do tanque transfere energia para o gás numa taxa constante de
1000 W. Ocorre transferência de calor entre o gás e a vizinhança numa taxa de Q = - 5t
Watts, onde t é o tempo em min.

(a) Faça um gráfico da taxa de variação de energia do gás com o tempo para 0≤t ≤ 20 min, em
watts.

(b) Determine a variação líquida na energia do gás após 20 min, em kJ.

27. 2.71 (Shapiro) – A seguinte tabela fornece dados, em Btu, para um sistema que
percorre um ciclotermodinâmico composto por quatro processos em série. Determine:
(a) Os dados que faltam na tabela, todos em Btu. (b) Se o ciclo é de potência ou
refrigeração. (c) A eficiência térmica;
28. 2.79 (Shapiro) – A eficiência térmica de um ciclo de potência é 35%, e Qsai = 40
MJ. Determine o trabalho líquido desenvolvido e a transferência de calor Qentra,
ambos em MJ.
29. 2.89 (Shapiro) – Um refrigerador doméstico opera continuamente, e com
coeficiente de desempenho de 2,4 remove energia do espaço refrigerado numa taxa
de 175,8 W. Calculando a eletricidade a R$ 0,08 por kWh, determine o custo de
eletricidade em um mês em que o refrigerador opera por 360 horas.

(Aula 4) Avaliando Propriedades – Substâncias Puras

30. 3.42 (Shapiro) - Utilizando as tabelas para a água, determine os dados de


propriedades especificadas nos estados indicados. Para cada caso, localize
oestadomanualmenteapartirdeesboçosdediagramasp-veT-v.

(a)Ap=3bar, T=240°C,avalievemm3/kgeuemkJ/kg. (b)Ap=3bar, v=0,5m3/kg,avalieTem


°CeuemkJ/kg. (c)AT=400°C,p=10bar, avalievemm3/kgehemkJ/kg.
(d)AT=320°C,v=0,03m3/kg,avaliepemMPaeuemkJ/lkg.
(e)Ap=28MPa,T=520°C,avalievemm3/kgehemkJ/kg.
(f)AT=100°C,x=60%,avaliepembarevemm3/kg.
(g)AT=10°C,v=100m3/kg,avaliepemkPaehemkJ/kg.
(h)Ap=4MPa,T=160°C,avalievemm3/kgeuemkJ/kg.

31. 3.35 – Vapor d’água inicialmente a 10 bar a 400°C está contido no interior de
um conjunto cilindro-pistão. A água é resfriada a volume constante até que sua
temperatura atinja 150°C. A água então é condensada isotermicamente até o estado
de líquido saturado. Considerando a água comosistema,avalieotrabalho,emkJ/kg.
32. 3.34 – Amônia em um conjunto cilindro-pistão é submetida a um processo a
pressão constante a 2,5 bar e T1=30°C até vapor saturado. Determine o
trabalhoparaoprocesso,emkJ/kgderefrigerante.
33. 2 - Um reservatório rígido e fechado de 0,5 m³ de volume é colocado sobre
uma placa aquecida. Inicialmente o reservatório contém uma mistura bifásica de água
líquida saturada e de vapor d’água saturado a p1=1 bar com título de 0,5. Após o
aquecimento a pressão do reservatório é de p2=1,5 bar. Indique os
estadosinicialefinalemumdiagramaT-vedetermine:
a)Atemperaturaem°C,nosestados1e2. b)Amassadevaporpresentenosestados1e2,emkg.
c)Considerandoqueoaquecimentocontinua,determineapressão,embar, na
qualoreservatóriocontémsomentevaporsaturado.
34. 3.124 Um quilo de ar, inicialmente a 5 bar, 350 K e 3 kg de dióxido de carbono
(C02), inicialmente a 2 bar, 450 K, estão confinados em lados opostos de um
reservatório rígido e isolado, como ilustrado na figura ao lado. A divisória é livre para
mover e permite condução de um gás para o outro sem acúmulo de energia na própria
divisória. O ar e o dióxido de carbono se comportam como gases ideais. Determine a
temperatura final deequilíbrio,emK,eapressãofinal,embar,
assumindocaloresespecíficos constantes.

35. 3.84 – Um conjunto cilindro-pistão contém 0,5 kg de amônia, inicialmente a


T1=-20°C e um título de 25%. Conforme a amônia é lentamente aquecida até o estado
final, onde T2=20°C e p2=0,6 MPa, sua pressão varia linearmente com o volume
específico. Os efeitos das energias cinética e potencial são desprezíveis.Para aamônia:
a) Mostre o processo em um diagrama p-v e;
b) Determine o trabalho e a quantidade de calor transferida, em kJ/kg.

(Aula 5) Análise de Volumes de Controle

36. 4.9 (Shapiro) - Ar entra em um volume de controle de uma entrada e uma


saída a 8 bar, 600 K e 40 m/s através de uma área de 20 cm². Na saída, a pressão é de
2 bar, a temperatura vale 400 K e a velocidade é de 350 m/s. O ar se comporta como
um gás ideal. Para uma operação emregimepermanente,determine:
(a)avazãomássicaemkg/s. (b)aáreadesaídaemcm².
37. Exemplo 4.1 (Shapiro) – Um aquecedor de água operando em regime
permanente possui duas entradas e uma saída. Na entrada 1, o vapor d’água entra a
p1=7 bar, T1=200ºC com uma vazão mássica de 40 Kg/s. Na entrada 2, água líquida a
p2=7 bar, T2=40ºC entra através de uma área A2=25 cm². Líquido saturado a 7 bar sai
em 3 com uma vazão volumétrica de 0,06m³/s. Determine a vazão mássica na entrada
2 e na saída, em kg/s, e a velocidade na entrada 2, em m/s.
38. Exemplo 4.3 (Shapiro) – Vapor d’água entra em um bocal
convergentedivergente que opera em regime permanente com p1=40 bar, T1=400ºC e
a uma velocidade de 10 m/s. O vapor escoa através do bocal sem transferência de
calor e sem nenhuma variação significativa da energia potencial. Na saída p2=15 bar e
a velocidade é de 665 m/s. A vazão mássica é de 2 kg/s. Determine a área de saída do
bocal em m².

39. Exemplo 4.4 (Shapiro) – Vapor d’água entra em uma turbina operando em
regime permanente com uma vazão mássica de 4600 kg/h. A turbina desenvolve uma
potência de 1000 kW. Na entrada, a pressão é de 60 bar, a temperatura é 400ºC e a
velocidade é 10 m/s. Na saída, a pressão é 0,3 bar, o título é 0,9 (90%) e a velocidade é
30 m/s. Calcule a taxa de transferência de calor entre a turbina e a vizinhança em kW.

40. 4.49 (Shapiro) – Aentrada de uma turbina hidráulica instalada em um dique de


controle de inundação encontra-se localizada a uma altura de 10 m acima da saída da
turbina. A água entra a 20°C com velocidade desprezível e sai da turbina a 10 m/s. A
água escoa através da turbina sem nehuma variação significativa de temperatura ou
pressão entre a entrada e a saída, e a transferência de calor é desprezível. A
aceleração da gravidade é constante e igual a 9,8 m/s². Se a potência em regime
permanente for de 500 kW, qual é a vazão mássica em kg/s?
41. 6.30 (Van Wylen) – Um bocal convergente é alimentado com Refrigerante R22
a 200 kPa e 20°C. O escoamento na seção de descarga do bocal apresenta temperatura
e pressão iguais a 0°C e 100 kPa. Sabendo que a velocidade do nitrogênio na seção de
alimentação do bocal é pequena e que o bocal é adiabático, determine a velocidade
do escoamento na seção de descarga do bocal.
42. 6.32 (Van Wylen) – AFig. P6.32 mostra o esquema de um bocal isolado que é
alimentado com vapor de amônia (T = 20°C e p = 800 kPa). A velocidade do
escoamento na seção de entrada do bocal é baixa. A pressão e a velocidade, na seção
de saída, são respectivamente iguais a 300 kPa e 450 m/s. Sabendo que a vazão em
massa no bocal é 0,01 kg/s, calcule a temperatura e o título, se aplicável, da amônia na
seção de saída do bocal.

43. 6.48 (Van Wylen) – Um turbina é alimentada com 2 kg/s de vapor a 1 MPa e
360°C. O vapor é descarregado da turbina como vapor saturado a 100 kPa. Sabendo
que a velocidade na seção de alimentação da turbina é igual a 15 m/s e que a
velocidade na seção de descarga é pequena, determine o trabalho específico e a
potência gerada pela turbina.
44. 4.55 (Shapiro) – Refrigerante 134a entra em um compressor operando em
regime permanente como vapor saturado a 0,12 MPa e sai a 1,2 MPa e 70 °C, com
vazão mássica de 0,108 kg/s. Conforme o refrigerante passa ao longo do compressor, a
transferência de calor para a vizinhança ocorre a uma taxa de 0,32 kJ/s. Determine, em
regime permanente, a potência de acionamento do compressor em kW.

(Aula 6) Segunda Lei da Termodinâmica

45. 5.3 Classifique os seguintes processos de um sistema fechado como


possível,impossívelouindeterminado.

46. 5.17 (Shapiro) – Os dados listados a seguir são afirmados para um ciclo de
potência que opera entre reservatórios quente e frio a 1000 K e 300 Km
respectivamente. Para cada caso, determine se o ciclo opera
reversivelmente,irreversivelmenteouéimpossível. a) Qh=600kJ,W=300kJ,Qc=300kJ b)
Qh=400kJ,W=280kJ,Qc=120kJ c) Qh=700kJ,W=200kJ,Qc=500kJ d)
Qh=800kJ,W=600kJ,Qc=200kJ
47. 5.22 (Shapiro) – Determine a eficiência térmica teórica máxima para qualquer
ciclo de potência operando entre reservatórios quente e frio a
602°Ce112°C,respectivamente.
48. 5.34 (Shapiro) – Em regime permanente, um ciclo de potência que possui
eficiência térmica de 38% gera 100 MW de eletricidade, enquanto descarrega energia
por transferência de calor para a água de
resfriamentoaumatemperaturamédiade21,1°C.Atemperatura média
dovaporquepassapelacaldeiraéde482,2°C.Determine. a) Aeficiênciamáxima b)
AtaxadeenergiadescarregadaparaaáguaderesfriamentoemkJ/s. c) A taxa teórica
mínima na qual a energia poderia ser descarregada
paraaáguaderesfriamento,emkJ/s.Comparecomataxareal.
49. 5.31 (Shapiro) - Um ciclo de potência opera entre um reservatório à
temperatura T e um reservatório de temperatura mais baixa a 280 K. Em regime
permanente, o ciclo desenvolve 40 kW de potência enquanto rejeita 1000 kJ/min de
energia por transferência de calor para o reservatóriofrio.Determine o valor mínimo
teórico paraT, emK.
50. 5.43 (Shapiro) – Um ciclo de refrigeração operando entre dois reservatórios
recebe a energia Qc do reservatório frio a Tc = 280 K e rejeita energia Qh para o
reservatório quente a Th = 320 K. Para cada um dos seguintes casos, determine se ciclo
opera reversivelmente, irreversivelmente ou é impossível. a) Qc =1500kJ,Wciclo
=150kJ b) Qc =1400kJ,Qh =1600kJ c) Qh =1600kJ,Wciclo =400kJ d) β=5
51. 5.44 (Shapiro) - Um ciclo de refrigeração reversível opera entre os
reservatórios frio e quente nas temperaturasTc e Th, respectivamente.
a) Se o coeficiente de desempenho for 3,5 eTh =26,7°C, determineTc
b) SeTc =-30°CeTh =30°C,determineocoeficientededesempenho
c) SeQc =527,5kJeQh =844kJeTc=-6,7°C,determineTh
d) SeTc =-1,1°CeTh =37,8°C,determineocoeficientededesempenho
e) Se o coeficiente de desempenho for 8,9 e Tc = -5°C, determine Th em °C.

(Aula 7) Introdução aos Ciclos de Potência e de Refrigeração

52. 8.1 (Shapiro) Utiliza-se vapor como fluido de trabalho em um ciclo ideal de
Rankine. O vapor saturado entra na turbina a 8,0 MPa e o
líquidosaturadonocondensadorestá aumapressãode0,008MPa.A potência líquida de
saída do ciclo é de 100 MW. Determine para o ciclo (a) a eficiência térmica, (b) a razão
bwr, (c) o fluxo de massa de vapor, emkg/h.(d)ataxa
detransferênciadecalorQent,fornecidaao fluido de trabalho que passa pela caldeira,
em MW e (e) a taxa de transferência de calor Qsai, que sai do vapor condensado que
passa pelocondensador,emMW.

Você também pode gostar