Você está na página 1de 38

UNIP INTERATIVA

Projeto Integrado Multidisciplinar


Cursos Superiores de Tecnologia

PIM V
Projeto Infraestrutura de Rede de Padaria
Padaria Pão de Perdizes

Pólo Mogi das Cruzes - SP


2018
UNIP INTERATIVA
Projeto Integrado Multidisciplinar
Curso Superior de Tecnologia

PIM V
Projeto Infraestrutura de Rede de Padaria
Padaria Pão de Perdizes

Silvério Natalisio Leite da Silva Jr.


RA: 1.727.680
Curso: Gestão Tecnologia Informação
Semestre: 2018 – 1º

Pólo Mogi das Cruzes - SP


2018
RESUMO

O Projeto Integrado Multidisciplinar V, faz parte do Programa Pedagógico dos


Cursos Superiores de Tecnologia a distância da UNIP Interativa - Universidade
Paulista.
Propõe-se neste trabalho, desenvolver um projeto de modernização de
infraestrutura, gerenciamento, segurança e reestruturação de recursos humanos
da empresa PADARIA PÃO DE PERDIZES.
Utilizando-se de conceitos e metodologias abordadas nas disciplinas de
Gerenciamento de Infraestrutura, Gestão Estratégica de Recursos Humanos,
Finanças em Projetos de TI e Economia.
Expõem-se a necessidade de aquisição de equipamentos e sistemas e
adequação da rede de computadores visando melhorias técnicas, segurança das
informações e agilidade no processo de gerenciamento.
O capital humano, tão importante para a manutenção e crescimento do
negócio será tratado através da Gestão Estratégica dos Recursos Humanos. Este
item visa o aumento da produtividade através da qualificação e retenção dos
colaboradores na empresa mediante a um programa de benefícios e definição de
função de cada cargo.
A análise sobre o investimento será abordada através do Orçamento e analise
do retorno obtido.

Palavras chaves: Infraestrutura, Restruturação, Recursos Humanos,


Finanças
ABSTRACT

he Integrated Multidisciplinary Project V, is part of the Pedagogical Program


of the Higher Distance Technology Courses of UNIP Interativa - Universidade Paulista.
It is proposed to develop a project to modernize infrastructure, management,
safety and human resources restructuring of PADARIA PÃO DE PERDIZES.
Using concepts and methodologies addressed in the disciplines of Infrastructure
Management, Strategic Management of Human Resources, Finance in IT Projects and
Economy.
The need for acquisition of equipment and systems and the adequacy of the
computer network for technical improvements, information security and agility in the
management process are exposed.
Human capital, so important for the maintenance and growth of the business,
will be addressed through Strategic Management of Human Resources. This item aims
to increase productivity through the qualification and retention of employees in the
company through a benefits program and definition of function of each position.
The analysis of the investment will be approached through the Budget and
analysis of the obtained return.

Keyword: Infrastructure, Restructuring, Human Resources, Finance


SUMÁRIO

1 – INTRODUÇÃO ............................................................................................ 6

2 – DESENVOLVIMENTO ................................................................................ 7

2.1 - Topologia de Rede da Matriz ................................................................ 7

2.2 – Reestruturação da Topologia de Rede da Matriz ................................. 7

2.3 – Topologia de Rede das Filiais .............................................................. 8

2.4 – Reestruturação da Topologia de Rede das Filiais ................................ 9

2.5 – VPN .................................................................................................... 10

2.5.1 – Comunicação entre Matriz e Filiais .............................................. 10

2.5.2 – Cabeamento de Rede ..................................................................... 11

2.6 – SOLUÇÃO COMERCIAL ................................................................... 11

3 – EQUIPE DE TI .......................................................................................... 14

3.1 – Organograma ..................................................................................... 14

3.2 – Benefícios .......................................................................................... 15

3.2 - Vale Refeição ou Vale Alimentação .................................................... 15

3.3 – Seguro Saúde .................................................................................... 16

3.4 – Seguro Odontológico .......................................................................... 16

3.5 – Estratégia de Motivação ..................................................................... 17

3.6 – Auxilio Certificação ............................................................................. 17

3.7 – Bolsa de Estudos ............................................................................... 18

4 – ORÇAMENTOS ........................................................................................ 18

4.1 - Orçamento de equipamentos da Matriz .............................................. 19

4.2 - Orçamento de equipamentos das filiais .............................................. 19

4.3 - Orçamento para Prestação de Serviço ............................................... 20

4.4 - Orçamento Mensal .............................................................................. 21

4.4.1 - Análise Financeira do Investimento .............................................. 22


4.4.2 – Indicadores Financeiros Cenário Atual ........................................ 22

4.4.3 – Indicadores Financeiros Após Reestruturação da TI ................... 22

5. EQUIPAMENTOS ....................................................................................... 23

5.1 - Terminais de Acesso ........................................................................... 23

5.2 - Switches .............................................................................................. 24

5.2.1 - Comparativo entre Switch e Hub .................................................. 24

5.2.2 - Switch Utilizado no Projeto ........................................................... 24

5.3 – Modem ............................................................................................... 25

5.4 - Roteador wireless ............................................................................... 26

5.5 - Fornecedor de Internet ........................................................................ 27

5.6 - Servidores ........................................................................................... 28

5.6.1 - Servidor - Máquina Física ............................................................. 28

5.6.2 - Servidor de Firewall e Proxy. ........................................................ 28

5.6.3 - Especificações Servidor E-Mail .................................................... 29

5.6.4 - Especificações Servidor de Aplicação .......................................... 29

5.6.5 - Especificações Servidor de Impressão ......................................... 30

5.6.6 - Especificações Servidor Banco de Dados .................................... 30

5.7 - Modelo de Virtualização de Servidores ............................................... 31

6 – SEGURANÇA ........................................................................................... 32

6.1 – Antivírus ............................................................................................. 32

6.2 - Ferramenta de Gerenciamento de rede .............................................. 32

7 – ATENDIMENTO DE CHAMADOS ............................................................ 33

7.2 – Atendimento de Chamados de TI ....................................................... 33

7.3 – Processo de Atendimento de Chamados ........................................... 34

8. CONCLUSÃO ............................................................................................. 35

9. REFERENCIAS .......................................................................................... 37
6

1 – INTRODUÇÃO
A empresa PÃO DE PERDIZES é uma rede de padarias que oferece produto e
serviços de conveniência desde 1970 quando foi fundada. Este empreendimento de
origem familiar mantem seu capital fechado até a atualidade.
Seu público alvo são as classes sociais A, B e C com faixa etária superior aos
30 anos de ambos os sexos. Sua rede é considerada como umas das mais tradicionais
e requisitadas do ramo em São Paulo tendo sua matriz localizada em Perdizes e suas
10 (dez) filiais estão distribuídas entre as cidades de Osasco, Cotia, Barueri e São
Bernardo do Campo.
Em função da expansão dos volumes dos negócios e a busca pela
competitividade empresarial, observa-se que a empresa tem dificuldade com sua
estrutura de rede e infraestrutura da TI (desktop, serviços de suporte, segurança) e
alguns pontos a serem melhorados na gestão da sua equipe de TI.
A área de TI é considerada um gargalo para a execução dos processos
organizacionais e operacionais e precisa ser reestruturada para agregar valor aos
negócios e não ser vista como um centro de custos para despesas. O processo de
restruturação da TI e dos recursos humanos serão tratados ao longo deste trabalho.
7

2 – DESENVOLVIMENTO

2.1 - Topologia de Rede da Matriz


A unidade Matriz está localizada no bairro de Perdizes não dispõem de um
servidor e nem de rede sem fio para os colaboradores e clientes. Observa-se também,
que não está implementada uma camada de segurança através de firewall.
Apresentamos a seguir o digrama com a Topologia de Rede utilizada
atualmente pela Matriz.

Rede Local da Matriz


Legenda
Subtítulo da Legenda
Área de Vendas Símbolo Contagem Descrição

03 Computadores 1 Modem
18 PC
Roteador 24
1
Portas
Internet
1
10Mbps

INTERNET 10MB

Modem
Roteador

Figura 1 - Topologia Atual Rede Matriz

2.2 – Reestruturação da Topologia de Rede da Matriz


Sugere-se a reestruturação da topologia de rede da Matriz, através da
disponibilização 01 servidor, implementação de firewall e implantação de pontos de
acesso (AP´s). Busca-se com estas adequações, uma significativa melhoria
operacional para a infraestrutura. A implementação do ponto de acesso para
dispositivos wi-fi (tablets, notebooks e celulares) permitirá a conexão à internet se fio,
8

sendo que uma AP será exclusiva para os funcionários e outra para clientes da
padaria, que poderão navegar na internet e com isto passara mais tempo nos
estabelecimentos para aumentar o Ticket Médio de consumo.

Matriz
Topologia de Rede Matriz
Símbolo Descrição
Modem
PC
Roteador.28
Nuvem
Internet Firewall
10 MBPS Hub
Ponto de acesso sem fio
Impressora
Servidor

Terminais Thin Client Impressora Termica


Impressoras Terminais Thin Client
Servidor Área de Vendas PDV
Área Administrativa Área Administrativa

Figura 2 - Topologia Matriz Restruturada

2.3 – Topologia de Rede das Filiais


Observou-se a existência problema de performance devido à qualidade dos
cabeamentos, conexões e equipamentos defasados e obsoletos. Soma-se a isto a
identificação de tecnologias vulneráveis, comprometendo a segurança e
gerenciamento.
9

Topologia Atual Filiais


Filiais
Topologia Rede Atual
Área de Vendas Símbolo Contagem Descrição

02 Computadores 1 Modem
4 PC
Roteador 24
1
Portas
Internet 10
1
Mbps

INTERNET 10MB

Modem
Roteador

Área de
Administrativa
02 Computadores

Figura 3 - Topologia Atual Filiais

2.4 – Reestruturação da Topologia de Rede das Filiais


O diagrama a seguir, apresenta a proposta para reestruturação da topologia de
rede com implementação novos equipamentos. Busca-se com esta topologia atender
aos requisitos de melhoria de gerenciamento, segurança do ambiente, melhoria na
performance operacional, velocidade e facilidade de acesso à internet para os clientes
internos e externos. Inclui-se nesta topologia mais terminais para aumento da eficiente
operacional e produtividade.
10

Matriz
Topologia de Rede Matriz
Internet
Símbolo Descrição
10 MBPS
Modem
PC
Roteador 24 Portas
Internet 10 Mbps
Firewall
Switch
Ponto de Acesso (PA)
Impressora
Servidor

Servidor Terminais Thin Client Impressora Termica


Impressoras Terminais Thin Client Área de Vendas PDV
Área Administrativa Área Administrativa

Figura 4 - Topologia Reestruturada Filiais

2.5 – VPN
Segundo o autor, define-se VPN como sendo uma rede de acesso privado,
onde as partes (terminais, servidores, impressoras) são conectadas utilizando a rede
pública da Internet e assim substituindo a tecnologia de links dedicados ou rede de
pacotes (como Frame Relay e X.25) para a conexão de redes remotas (FEILNER,
2009)

2.5.1 – Comunicação entre Matriz e Filiais

Definiu-se que método de comunicação entre a unidade da matriz e as filiais


será o através de VPN (Virtual Private Network), ou rede privada virtual. Através deste
recurso os servidores podem se conectar e efetuar compartilhamento arquivos e
recursos fosse uma rede local.
O custo de rede dedicadas é alto, fator importante para reforçar a decisão pelo
uso da estratégia de VPN, conexões com a internet tendem a apresentar um custo
inferior aos links dedicados.
Analisou-se os fatores técnicos e conclui-se que é valido afirmar que a VPN é
uma forma segura para transmissão de dados através de redes públicas, já que
11

ofertam recursos de autenticação e criptografia de níveis variados de segurança além


de custo reduzido quando comparado ao link dedicado.
Implantaremos VPN em todas as unidades da empresa o que possibilitará os o
gerenciamento seguro e agilidade de manutenção ou solução de problemas através
do acesso remoto quando necessário.
Conceitualmente a rede corporativa pode ser visualizada na figura abaixo:
Grupo Pão Perdizes
Interligação Unidades
Símbolo Contagem Descrição
1 Internet
10 Unidades
Matriz

Interlagos
Vila São Francisco

Lapa
Internet
10 MBPS
Moema

Tatuapé

Nova Petrópolis

Granja Viana

Morumbi
Alphaville

Figura 5 - Interligação Unidades

2.5.2 – Cabeamento de Rede

Neste projeto, utiliza-se os seguintes materiais para confecções de pontos de


rede.

Tipo Descrição
Cabo UTP ANSI/TIA-568-C.2 Categoria 6 e ISO/IEC-11801
Patch Panel Patch Panel Gigalan CAT.6/Classe E 24P - ANSI/TIA/EIA-568C.2
Conector macho RJ-45
Conector fêmea GIGALAN CAT.6 T568A/B - ANSI/TIA/EIA-568C.2
Tabela 1 - Materiais Cabeamento

2.6 – Sistema de Automação Comercial


Para aumentar a produtividade, faturamento e margem de lucro, propõe-se
neste projeto o uso de uma Solução de Automação Comercial para integrar as
12

operações da Padaria Pão de Perdizes. A solução escolhida tem recursos para


integração de catracas com cartão de comandas, possibilita o uso de smartphones e
micro terminais nos pontos de pedidos. O sistema permite o uso de balanças e leitores
de código de barras, facilitando a venda de produtos por peso ou expostos nas
gôndolas e módulo de Ponto de Venda (PDV).
A solução utilizada será OpenBravo (Open Source) com modulo de ERP e PDV.
A solução não tem custo de licenciamento por se tratar de Open Source.
A seguir um diagrama geral da solução:

Figura 6 - Automação Comercial Matriz

2.6.1 Itens Automação Comercial - Matriz


# Item Descrição Qtde Valor Valor
Unitário Total
R$ R$
1 Computador do Equipamento padrão PC ( CPU + Monitor + 04 1.250,00 5.000,00
Frente de Caixa Teclado) de baixo custo para executar o sistema
(PDV) de PDV (Frente de Caixa)
2 Gaveta de Organiza e simplifica a operação de frente de 04 256,00 1.012,00
Valores caixa e confere mais agilidade e conforto ao
operador.
3 Leitor de Código Obter informações sobre o produto e agiliza 04 159,00 636,00
de Barra operação de frente de caixa no apontamento de
vendas.
13

# Item Descrição Qtde Valor Valor Total


Unitário R$ R$
4 SAT Sistema Autenticador e Transmissor de Cupons 02 707,00 1.414,00
Fiscais Eletrônicos é um projeto exclusivo do
estado de São Paulo e tem por objetivo
documentar, de forma eletrônica, as operações
comerciais do varejo dos contribuintes.
5 Impressora Utilizada para imprimir relatórios gerenciais. 04 0,00 0,00
Remota Será configurado para utilizar a impressora
Laser da rede
6 Micro Terminal Permite que os atendentes digitem os pedidos 04 667,00 2.668,00
com rapidez e precisão. São fixados em pontos
estratégicos facilitando o atendimento.
7 Smartphone Proporciona liberdade aos atendentes que 10 999,00 9990,00
podem tirar os pedidos diretamente nas mesas
com agilidade e economia de pessoal.
8 Balanças Permitem através de nosso aplicativo a captura 02 620,00 1.240,00
automática de pesos e a leitura de códigos de
barras com agilidade e precisão.
9 Catracas de Facilita o controle de acesso tornando o 02 5.940,00 11.880,00
Acesso processo mais rápido, prático e econômico. Este
dispositivo libera o acesso e libera cartão de
consumo para cada cliente.
10 Cartões de Registra o consumo do cliente e será 200 3,00 600,00
Consumo apresentado ao Terminal de Frente de Caixa
para leitura e totalização da conta.
11 Impressora de Impressora térmica para impressão do Cupom 04 1.300,00 5.200,00
Pedido Fiscal e comprovante de pagamento
12 No-Break Equipamento para manter os sistemas em 05 279,00 1.116,00
funcionamento em caso de parada no
suprimento de energia elétrica. Autonomia de
até 01 horas.
VALOR TOTAL R$ 40.756,00
14

3 – EQUIPE DE TI
Observou-se a necessidade de melhoria na gestão de recursos humanos com
o estudo dos cargos e funções desempenhados pela equipe e a partir desta análise,
desenhou-se um organograma da empresa.
Em relação a equipe de TI verifica-se que são três recursos sendo um
coordenador e dois colaboradores, todos subordinados ao Gerente de TI.
Recomenda-se que as funções dos colaboradores sejam definidas de forma
clara para que seja executado o de pleno atendimento de todas as filiais.

Tabela 2 - Cargos e Funções da Área de TI

Qtde. Cargo Função Remuneração


1 Gerente de TI Gerenciar as atividades da área de TI, aprovar R$ 12.500,00
orçamentos para aquisição de equipamentos e
sistemas, selecionar e contratar novos
funcionários.
1 Coordenador de TI Controle de chamados internos e externos R$ 7.200,00
Elaboração de Relatórios Gerências
Administração de Horários e alocação dos
funcionários externos Levantamento de
Melhorias de Processo de Atendimento
1 Analistas de TI Pleno Atendimento de chamados 2º Nível (Sistemas R$ 3.800,00
e Rede) Atendimento Externos Treinamentos
de Novas Funcionalidades Testes de novas
funcionalidades de Sistema Manutenção de
rede local de cada filial
1 Analista de TI Jr. Atendimento de Chamados 1º Nível (Sistema e R$ 2.900,00
Rede) Remotamente Envio de Chamados para
Equipe Externa

3.1 – Organograma
Demonstramos a seguir o organograma geral da unidade Matriz, com destaque
para a área de TI que é departamento tratado neste projeto.
Considera-se que o Time da TI é formado por profissionais com o objetivo de
prestar um serviço de qualidade e manter os sistemas e equipamentos de TI em
operação constante de forma a agregar valor ao negócio..
15

Gerente Geral

Secretaria

Diretor Gerente Gerente Gerente Gerente


Gerente TI
Administrativo Distribuição Produção Comercial Contabil

Auxiliar Auxiliar Carga e Operador de


Confeiteiro Auxiliar Fiscal Coordenador TI
Administrativo Descarga Caixa

Atendente de Auxiliar Contas a


Padeiro Analista Sênior
Caixa Pagar

Auxiliar Cozinha Atendente de Auxiliar Contas a Analista Júnior


Balcão Receber

Figura 7 - Organograma

3.2 – Benefícios
Estudou-se os benefícios aplicado aos profissionais da área de TI e
considerando as regiões de aonde estão as unidades, recomenda-se a adoção dos
seguintes benefícios:
 Vale Refeição ou Vale Alimentação
 Seguro Saúde
 Seguro Odontológico

3.2 - Vale Refeição ou Vale Alimentação


Caberá ao colaborador decidir entre as opções de vale alimentação e o vale
refeição. Nas unidades da empresa existe um espaço (refeitório) para que os
colaboradores possam efetuar suas refeições. Desta forma, ficará a critério do
funcionário a escolha do benefício.
16

Analisou-se o valor médio refeição e definiu-se o valor diário de R$ 18,00 por


colaborador. O valor médio de uma cesta básica familiar de 30 Kg com 40 itens é de
aproximadamente R$ 210,00.
Julgamos coerente utilizar o valor mensal de R$ 396,00 como valor do de
ambos os benefícios que será de escolha única pelo colaborador.
Para fornecer o benefício, realizou-se uma cotação com algumas empresas do
mercado a opção escolhida para concessão do benefício foi da empresa Sodexo.

3.3 – Seguro Saúde


Entende-se que um seguro de saúde é benefício fundamental para os
colaboradores e realizou-se uma pesquisa de mercado e o melhor pacote de
benefícios foi ofertado pela empresa Amil. De acordo com proposta oferecida pela
Amil o plano contempla enfermaria com hospitais espalhados por SP e de rede
credenciada com bons hospitais. Observou-se que o plano não contempla
coparticipação e não tem desconto em consultas e nem exames.
O valor mensal do plano é de R$ 350,00, sendo que 50% serão custeados pela
empresa e os outros 50% custeados pelo funcionário com desconto em folha, abaixo
os orçamentos apresentados.

Tabela 3 - Orçamentos Seguro Saúde

Empresa Valor Mensal Valor 50% Valor 50%


Total R$ Empresa Funcionário
Total R$ Total R$
Porto Saúde 430,00 215,00 215,00
Amil 350,00 175,00 175,00
Bradesco 252,00 126,00 126,00

3.4 – Seguro Odontológico


Compreende-se que o Seguro Odontológico é um benefício que tem
acompanhado o mercado, analisando os orçamentos realizados, a melhor opção ficou
com a empresa Metlife, oferecendo todas as coberturas emergenciais e clinicas com
17

um custo de 50% para empresa e outros 50% para o funcionário. Calculou-se o valor
de R$ 10,00 para ambas as partes.
Ilustra-se a seguir uma tabela com os benefícios ofertados aos colaboradores
e valores de Remuneração, Salário Indireto e Salário Nominal.

Valor percebido pelo


Valor do salário bruto
cargo de acordo com as Valores de benefícios concedidos aos funcionários pela empresa, que
a ser pago sem os
funções são somados ao salário.
devidos descontos.
desempenhadas
Remuneração R$ Salário Indireto R$ Salário Nominal R$
Seguro
Vale Alimentação Seguro Saude
Odontologico
Gerente de TI R$ 12.500,00 R$ 396,00 R$ 175,00 R$ 10,00 R$ 13.081,00
Coordenador de TI R$ 7.200,00 R$ 396,00 R$ 175,00 R$ 10,00 R$ 7.781,00
Analistas de TI
R$ 3.800,00 R$ 396,00 R$ 175,00 R$ 10,00
Pleno R$ 4.381,00
Analista de TI Jr. R$ 2.900,00 R$ 396,00 R$ 175,00 R$ 10,00 R$ 3.481,00
T O T A L => R$ 26.400,00 R$ 1.584,00 R$ 700,00 R$ 40,00 R$ 28.724,00

Tabela 4 - Valores de Salários

3.5 – Estratégia de Motivação


Para motivação dos funcionários e crescimento pessoal, a empresa oferecerá
Auxilio Certificação, Bolsa de Estudos e um Plano de Carreira onde todo funcionário
terá uma avaliação anual e segundo essa avaliação de desempenho o funcionário
poderá ter uma promoção e consecutivamente um aumento de salário.
Segundo Kotler e Armstrong (2003, p. 130),
Uma pessoa motivada está pronta para agir. A maneira como ela age é
influenciada por sua percepção da situação. Todos nós aprendemos por meio
do fluxo de informação que recebemos pelos nossos cinco sentidos: visão,
audição, olfato, tato e paladar. Entretanto, cada um de nós recebe, organiza e
interpreta essas informações sensoriais de maneira peculiar. A percepção é o
processo por meio do qual uma pessoa seleciona, organiza e interpreta as
informações recebidas para formar uma visão significativa do mundo.

3.6 – Auxilio Certificação


A empresa disponibilizará um valor adicional ao salário para auxiliar o
pagamento de certificações de TI que estejam relacionadas com as atividades
exercidas pelo colaborador. Estabelece-se como requisito mínimo a condição que o
18

mesmo tenha um ano de permanência na empresa. É de responsabilidade do Gerente


de TI aprovar a liberação deste benefício e que devidamente aprovado será
encaminhado ao RH para processamento da folha de pagamento.

3.7 – Bolsa de Estudos


A empresa disponibilizará um valor referente a custeio dos estudos de até 50%
do valor do curso realizado. Caberá ao gestor da área de TI aprovar a liberação deste
benefício observando-se os seguintes requisitos:
 Ao menos 1 ano de contratação.
 Valor de 50% para cursos relacionados as atividades da área.
 Valor de 20% para cursos não relacionados diretamente a área e que
agregam conhecimentos aos colaboradores.
Após aprovação formal do Gerente de TI, este deverá encaminhar a requisição
de pagamento do Benefício para o RH.

4 – ORÇAMENTOS
Para a estimativa dos custos do projeto de reestruturação do ambiente de TI,
considera-se os valores de todos os recursos necessários para o desenvolvimento do
projeto.
Os valores foram obtidos junto a empresas tradicionais e conceituadas no
mercado de TI. Avaliou-se itens como tempo de atuação no mercado, prazos de
entrega, suporte pós-venda e valores dos itens para a seleção do fornecedor.
19

4.1 - Orçamento de Equipamentos da Matriz


Apresentamos a seguir, o orçamento para os equipamentos de TI utilizados na
unidade Matriz.
Descrição Qtde. Valor Unitário R$ Valor Total R$
TERMINAIS THIN CLIENT 25 3.256,80 81.420,00
MONITORES 25 506,00 12.650,00
TECLADO E MOUSE 25 103,39 2.584,63
CABO DE REDE CAT6 1 373,75 373,75
IMPRESSORA LASER 5 918,85 4.594,25
IMPRESSORA MATRICIAL 2 920,00 1.840,00
SW ITCHES 24 PORTAS 2 1.953,85 3.907,70
PATCH PANEL 24 PORTAS 2 373,75 747,50
SERVIDOR 1 5.748,85 5.748,85
NOBREAK 26 526,70 13.694,20
RACK SERVIDOR 1 1.012,00 1.012,00
ROTEADOR WIRELES 1 165,60 165,60
TOTAL GERAL 128.738,48

4.2 - Orçamento de Equipamentos das Filiais


Apresentamos a seguir, o orçamento para os equipamentos de TI utilizados nas
unidades das Filiais (Osasco, Cotia, Barueri e São Bernardo do Campo).
Descrição Qtde. Valor Unitário R$ Valor Total R$
TERMINAIS THIN CLIENT 100 3.256,80 325.680,00
MONITORES 100 506,00 50.600,00
TECLADO E MOUSE 100 103,39 10.338,50
CABO DE REDE CAT6 10 373,75 3.737,50
IMPRESSORA LASER 20 918,85 18.377,00
IMPRESSORA MATRICIAL 10 920,00 9.200,00
SW ITCHES 24 PORTAS 10 1.953,85 19.538,50
PATCH PANEL 24 PORTAS 10 373,75 3.737,50
SERVIDOR 10 5.748,85 57.488,50
NOBREAK 110 526,70 57.937,00
RACK SERVIDOR 10 1.012,00 10.120,00
ROTEADOR WIRELES 10 165,60 1.656,00
TOTAL GERAL 568.410,50
20

4.3 - Orçamento para Prestação de Serviços


Apresentamos a seguir, o orçamento para a prestação de serviços necessários
para a instalação dos equipamentos.

Orçamento de Serviço para Matriz


Valor
Qtde. Valor Total
Descrição Unitário
Horas R$
R$
Adequação de Rede
40 115,00 4.600,00
Elétrica
Cabeamento
16 45,00 720,00
Estruturado
Instalação e Adequação
8 45,00 360,00
de Tomadas Elétricas
Instalação e
4 115,00 460,00
organização do Rack
TOTAL GERAL 6.140,00
Tabela 5 - Valores de Serviço Matriz

Orçamento de Serviço para Filial


Valor
Qtde. Valor Total
Descrição Unitário
Horas R$
R$
Adequação de Rede
100 115,00 11.500,00
Elétrica
Cabeamento
80 45,00 3.600,00
Estruturado
Instalação e Adequação
24 45,00 1.080,00
de Tomadas Elétricas
Instalação e
10 115,00 1.150,00
organização do Rack
TOTAL GERAL 17.330,00
Tabela 6 - Valores de Serviço Filiais
21

4.4 – Estratégia de Financiamento


Tomando-se como base o valor total do projeto orçado em R$ 1.045.368,98
haverá necessidade de financiamento. A estratégia é utilizar os recursos próprios, com
o valor distribuído em 6 meses.

Item de Custo Mês 1 Mês 2 Mês 3 Mês 4 Mês 5 Mês 6 Total


Equipamentos Matriz
21.456,41 21.456,41 21.456,41 21.456,41 21.456,41 21.456,41 128.738,48
Mão de Obra Matriz
17.330,00 17.330,00 17.330,00 17.330,00 17.330,00 17.330,00 103.980,00
Salario Nominal Matriz
Equipe de TI 28.724,00 28.724,00 28.724,00 28.724,00 28.724,00 28.724,00 172.344,00
Sistema Automação Comercial
6.792,67 6.792,67 6.792,67 6.792,67 6.792,67 6.792,67 40.756,00
Customização Sistema
Automação 4.166,67 4.166,67 4.166,67 4.166,67 4.166,67 4.166,67 25.000,00
Mão de Obra Filiais
3.070,00 3.070,00 6.140,00
Equipamentos Filiais
94.735,08 94.735,08 94.735,08 94.735,08 94.735,08 94.735,08 568.410,50

Total 176.274,83 176.274,83 173.204,83 173.204,83 173.204,83 173.204,83 1.045.368,98

Orçamento Mensal
1,200,000.00

1,000,000.00

800,000.00

600,000.00

400,000.00

200,000.00

-
Mês 1 Mês 2 Mês 3 Mês 4 Mês 5 Mês 6

Total Acumulado

Item de Custo Mês 1 Mês 2 Mês 3 Mês 4 Mês 5 Mês 6


Total
176.274,83 176.274,83 173.204,83 173.204,83 173.204,83 173.204,83
Acumulado
176.274,83 352.549,66 525.754,49 698.959,32 872.164,15 1.045.368,98
22

4.4.1 - Análise Financeira do Investimento

Estima-se um aumento no valor do faturamento em função da melhoria nos


processos de atendimento, oferta de wi-fi para os clientes. A estratégia prevê que
aumento do tempo de permanência na loja e agilidade no fechamento da contas e
pagamento das comandas trarão como resultado a fidelização dos clientes e aumento
do ticket médio de consumo.
Considera-se que com gerenciamento mais eficientes dos produtos ofertados,
haverá aumento significativo na margem de lucro e consequentemente maior receita
liquida.

4.4.2 – Indicadores Financeiros Cenário Atual

Cenário Atual
Matriz Matriz Grupo
Faturamento Faturamento Faturamento
Anual R$ 804.000,00 Anual R$ 1.320.000,00 Anual R$ 2.124.000,00
Faturamento Faturamento Faturamento
Mensal R$ 67.000,00 Mensal R$ 110.000,00 Mensal R$ 177.000,00

Cliente por Dia 2.000 Cliente por Dia 4.000 Cliente por Dia 6.000

Ticket Médio R$ 33,50 Ticket Médio R$ 27,50 Ticket Médio R$ 30,50


Permanência na Permanência na Permanência na
Loja 30 min Loja 25 min Loja 28 min
Margem de Lucro 12% Margem de Lucro 12% Margem de Lucro 12%

4.4.3 – Indicadores Financeiros Após Reestruturação da TI

Cenário Após Reestruturação e Automação Comercial


Matriz Matriz Grupo
Faturamento Faturamento Faturamento
Anual R$ 924.600,00 Anual 1.485.000,00 Anual 2.409.600,00
Faturamento Faturamento Faturamento
Mensal R$ 77.050,00 Mensal 123.750,00 Mensal 200.800,00

Cliente por Dia 2.300 Cliente por Dia 4.500 Cliente por Dia 6.800

Ticket Médio R$ 33,50 Ticket Médio R$ 27,50 Ticket Médio R$ 30,50


Permanência na Permanência na Permanência na
Loja 35 min Loja 25 min Loja 28 min
Margem de Lucro 18% Margem de Lucro 18% Margem de Lucro 18%
Crescimento Crescimento Crescimento
Previsto 13% Previsto 11% Previsto 12%
Aumento Aumento Aumento
Faturamento 120.600,00 Faturamento 165.000,00 Faturamento 285.600,00
Os itens Cliente por Dia, Ticket Médio Permanência na Loja são valores médio.
23

5. EQUIPAMENTOS
Descreve-se a seguir, os equipamentos utilizados no processo de
reestruturação da infraestrutura de TI.

5.1 - Terminais de Acesso


Para este projeto definiu-se que serão utilizados como Terminais de Acesso,
terminais com a tecnologia Thin Client. Esta tecnologia é baseada na arquitetura de
cliente/servidor com poucos aplicativos instalados, sendo estes equipamentos
utilizados como desktop e que se conectam a um servidor central para fazer o
processamento.
Os terminais Thin Client são compostos por uma placa contendo o processador,
memória flash, fonte externa alojados em um gabinete pequeno, contendo no gabinete
placa de rede, saída serial, saída paralela e entradas USB, e seu sistema vem na
memória flash (boot PXE).
O uso deste equipamento visa redução dos custos com informática de uma
empresa e agilidade no processo de gerenciamento da infraestrutura.

Fonte: http://thinclientbrasil.com/

Vantagens no uso da tecnologia Thin Client:


 Baixo custo
 Diminui a ociosidade
 Expansibilidade
 Aproveitamento de Espaço
 Sustentável
 Operacionabilidade
24

5.2 - Switches
Define-se o equipamento Switch como é o hardware que possibilita a conexão
de computadores em redes, sendo considerado como uma evolução tecnologia do
equipamento HUB. A principal vantagem do Switch sobre o Hub é que este
equipamento faz a comutação dos dados, ou seja, os dados vindos do computador de
origem somente são repassados ao computador de destino.

Figura 6 - Switch interligando Terminais

5.2.1 - Comparativo entre Switch e Hub

Hub: Retransmite todos os dados que chegam para todas as estações


conectadas a ele, como um espelho. Isso faz com que o barramento de dados
disponível seja compartilhado entre todas as estações e que apenas uma possa
transmitir de cada vez.

Switch: Usado para interligar vários hubs, ou mesmo para interligar diretamente
as estações, substituindo o hub. Encaminha os pacotes de dados apenas para o
destinatário correto.

5.2.2 - Switch Utilizado no Projeto


25

Neste projeto, definiu-se que serão utilizados os equipamentos Switch do


fabricante HP da linha de produtos HP OfficeConnect que foi projetada para
organizações menores que lidam com aplicativos com alto consumo de largura de
banda. O modelo selecionado oferece 24 portas PoE+, suporte a IPv6 e tecnologia
de silício avançada.

Fonte:https://www.hpe.com/us/en/product-
catalog/networking/networking/pip.options.1900-switch-products.7399514.html

Características
 Simplifica a implantação e gerenciamento de rede para empresas
 Mantém a empresa funcionando e segura
 IMC - Intelligent Management Center
 Interface de linha de comando limitada
 Navegador da Web
 Gerenciador SNMP
 IEEE 802.3 Ethernet mib

5.3 – Modem
A palavra Modem vem da junção das palavras modulador e demodulador. É um
dispositivo eletrônico que modula um sinal digital numa onda analógica, pronta a ser
transmitida pela conexão com provedor de internet contratado. Este equipamento será
fornecido pela empresa provedora de internet através da modalidade de contrato CPE.
A sigla CPE que significa Customer Premises Equipment e é um termo técnico
designado aos equipamentos de rede instalados na ponta do acesso do cliente.
26

Sendo assim, quando uma operadora vende um serviço ela instala um modem,
e cria uma interface de sua LAN. O acesso à internet será feito diretamente pela
operadora através das portas de IP da rede. O roteador é um equipamento que liga
um computador na internet. Neste projeto utilizaremos Modem Roteador Cisco
modelo Catalyst 2950 SX - 24 Switch que fará a conexão com a internet.

5.4 - Roteador wireless


Define-se o equipamento roteador wireless como um dispositivo de redes que
executa a função de um roteador, mas também inclui as funções de um access point
(Ponto de Acesso). Ele será utilizado neste projeto para criar um acesso para Internet
e aos recursos da rede de computadores (Servidores e Impressoras) sem a
necessidade de cabos para conectá-los.
O equipamento selecionado para o uso neste projeto é fabricado pela empresa
D-LINK e o modelo mais adequado as necessidades é o DIR 809.
Especificações do Roteador Wireless DIR 809: Velocidade do wi-fi de 750Mbps,
frequência dual band de 2,4 Ghz e 5Ghz, alcance de 200m, três antenas de 5dBi, wi
-fi de 5ª Geração 802.11ac.
27

Fonte: https://www.dlink.com.br/produto/roteadores/dir-809

5.5 - Provedor de Internet


Atualmente o meio de transmissão mais confiável e moderno é meio de
transmissão por fibra óptica. O acesso será feito através do acesso dedicado através
de serviço prestado pela operadora de telefonia. Este serviço utiliza um equipamento
que o nome de CPE que tecnicamente é um modem.
O CPE (Customer Premisse Equipment) consiste na locação de equipamento
com serviços de instalação, manutenção, configuração e gerência (gerência somente
se o produto for contratado em conjunto com os serviços de IP e MPLS) já inclusos,
para atender toda a rede de comunicação de dados, internet e voz.
A empresa contratada para prover o serviço de internet é a Telefonica Vivo.
28

5.6 - Servidores
O servidor é um sistema de computação centralizada que fornece diferente
serviços a uma rede de computadores, existem vários tipos de servidores com várias
funções diferentes. O termo servidor é largamente aplicado a computadores
completos que são configurados de acordo com a sua finalidade, como veremos nos
itens a seguir.x’

5.6.1 - Servidor - Máquina Física

Especificações: Processador Intel® Xeon® E5 2620 v3 de 2.4 Ghz, 24 GB de


memória RAM e 2 HDs de 2TB Hot Plug em Raid 1.
O servidor será virtualizado com ferramenta Vmware Vsphere e o mesmo irá
atender ás soluções de firewall, proxy, impressão, e -mail, e ferramenta de
gerenciamento de rede.

5.6.2 - Servidor de Firewall e Proxy.

Neste projeto definiu-se que a configurações do servidor de Proxy será a


mesma para na matriz e em cada filial.
O servidor de firewall UTM no inglês Unified Threat Management, que é na
tradução literal para o português Central Unificada de Gerenciamento de Ameaças, é
uma solução criada para segurança de redes. O UTM é teoricamente uma evolução
do firewall tradicional, unindo a execução de várias funções de segurança em um
único dispositivo: firewall, prevenção de intrusões de rede, antivírus, VPN (Virtual
29

Private Network ou rede privada virtual), filtragem de conteúdo e geração de relatórios


informativos e gerenciais sobre a rede no geral.
Especificação do Servidor:
 CPU Cores: 2 cores
 Memória: 2 GB
 HD: 200 GB
 SO: GNU/Linux CentOS 5.6
 Ferramentas: Firewall iptables 1.4.10 - integrado ao kernel
 Proxy Squid 2.6-Stable21 + squidGuard 1.3-2
 DNS BIND 9.3.6
 DHCP 3.0
 Apache 2.2.3

5.6.3 - Especificações Servidor E-Mail

Um servidor de E-mail gerencia os e-mails que são enviados e recebidos.


A seguir as características do servidor:

CPU Cores: 2 cores


Memória: 4 GB
HD: 1 TB
SO: GNU/Linux CentOS 5.6
Ferramenta de e-mail: Squirrelmail 1.4.22
Nagios 4.0.8

5.6.4 - Especificações Servidor de Aplicação

Define-se Servidor de Aplicações (em inglês Applications Server), é um servidor


que disponibiliza um ambiente para a instalação e execução de aplicações, com a
centralização do gerenciamento e sem a necessidade de instalação nos
computadores clientes. Os servidores de aplicação também são conhecidos por
middleware.
Neste projeto o Servidor de Aplicação hospedará as aplicações de ERP e BI
que serão utilizadas pelos clientes conectados.
30

A seguir as características do servidor:


CPU Cores: 4 cores
Memória: 6 GB
HD: 500 GB
SO: Linux CentOS 5.6
Ferramentas: Nagios 4.0.8

5.6.5 - Especificações Servidor de Impressão

Um servidor de impressão é um aplicativo para um servidor, destinado a


controlar as tarefas do computador enviadas para uma impressora (de rede) por
diferentes estações de trabalho que competem entre si pelo recurso. Ele oferece aos
clientes drivers atualizados de impressora e gerencia a fila impressão e segurança.
A seguir as características do servidor:

CPU Cores: 2 cores


Memória: 4 GB
HD: 300 GB
SO: Windows Server 2008 R2 Enterprise

5.6.6 - Especificações Servidor Banco de Dados

Um Sistema de Gerenciamento de Banco de Dados (SGBD) — do inglês Data


Base Management System (DBMS) — é o conjunto de softwares responsáveis pelo
gerenciamento de um banco de dados. Seu principal objetivo é retirar da aplicação
cliente a responsabilidade de gerenciar o acesso, a persistência, a manipulação e a
organização dos dados. O SGBD utilizado neste projeto será o Banco de Dados
MySQL que será instalado neste servidor que tem as configurações definidas abaixo:
CPU Cores: 2 cores
Memória: 4 GB
HD: 500 GB
SO: Windows Server 2008 R2 Enterprise
Ferramenta: Nagios 4.0.8 / MySql Server
31

5.7 - Virtualização de Servidores


Define-se a Virtualização de Servidor como a técnica de execução de um ou
mais servidores virtuais sobre um servidor físico. Esta técnica permite maior
densidade de utilização de recursos (hardware, espaço e etc), enquanto permite que
isolamento e segurança sejam mantidos. Com a Virtualização de Servidor, conquista-
se os seguintes benefícios:

 Consolidação de Servidores
 Economia de eletricidade e iniciativas de Green IT
 Isolamento de Aplicação ou Serviço:
 Múltiplos Sistemas Operacionais podem ser executados uma única
plataforma:
A seguir a proposta de virtualização de Servidores adotada neste projeto. Este
modelo será utilizado em todas as unidades.

CPU: Processador Intel® Xeon® E5 2620 v3 de 2.4 Ghz


Memoria: 24 GB de memória RAM
Storage:2 HDs de 2TB Hot Plug em Raid 1

Servidores Virtualizados

Servidor de Email Servidor de Aplicação Servidor de Firewall Servidor de Impressão Servidor Banco de Dados
CPU Cores: 2 cores
CPU : 2 cores CPU Cores: 4 cores CPU Cores: 4 cores CPU Cores: 2 cores
Memória: 4 GB
Memória: 4 GB Memória: 6 GB Memória: 2 GB Memória: 4 GB
Storage: 500 GB
Storage: HD: 1 TB Storage: 500 GB Storage: 500 GB Storage: 300 GB
Sistema: GNU/Linux CentOS 5.6
Sistema: Linux CentOS 5.6 Sistema: Linux CentOS 5.6 Sistema: Linux CentOS 5.6 Sistema: Linux CentOS 5.6
Ferramentas: Nagios 4.0.8
E-mail: Squirrelmail 1.4.22 Server: Apache/Tomcat Server: Apache/Tomcat Ferramentas: Nagios 4.0.8
MySQL Server
Ferramenta: Nagios 4.0.8 Ferramentas: Nagios 4.0.8 Ferramentas:
Firewall iptables 1.4.10 -
integrado ao kernel
Proxy Squid 2.6-Stable21 +
squidGuard 1.3-2
DNS BIND 9.3.6
DHCP 3.0
Apache 2.2.3
32

6 – SEGURANÇA
Neste projeto, conceituou-se que a segurança será tratada de nos aspectos
informação de procedimentos aos consultores através da Política de Segurança e com
Software de Antivirus, Ferramentas de gerenciamento e regras de segurança de
acessos definidas aos usuários de rede e das aplicações.
A política de segurança se converte no primeiro passo para conseguir que a
segurança seja um esforço comum.

6.1 – Antivírus
Será instalado em todas as máquinas a solução ClamAV em sua última versão
para mantermos um padrão de segurança dentro da empresa.

6.2 - Ferramenta de Gerenciamento de rede


Será utilizada a ferramenta de gerenciamento de redes NAGIOS versão 4.0.8.
Este software será acessado pela equipe responsável pelo suporte de rede da filial.

Fonte: http://cd6.com.br/artigos/o-que-e-e-para-que-serve-o-nagios/
33

7 – ATENDIMENTO DE CHAMADOS
Dentre as diversas opções para gerenciamento de chamados optou-se pela a
ferramenta QDPM devidamente personalizada de acordo com workflow definido. Será
utilizado um sistema de abertura de chamados via telefone / ramal. O ramal utilizado
para a abertura destes chamados será o 767 (SOS no teclado do telefone).

Figura 7 – Tela da Aplicação QDPM

Fonte: Autor

7.1 – Atendimento de Chamados de TI


Serão definidos acordos de níveis de serviços (SLA) de atendimento de acordo
com a criticidade do problema.
34

Figura 8 - Nível Criticidade

7.2 – Processo de Atendimento de Chamados


Para que o atendimento dos chamados seja feito de maneira padronizada,
definiu-se que o usuário deverá abrir um chamado no sistema QDPM e irá em uma
fila de atendimento onde os técnicos responsáveis farão o acompanhamento.
Os técnicos verificarão qual é a criticidade do chamado e providenciarão o
devido atendimento de acordo com as prioridades.
Após a resolução do problema o chamado é fechado.
A seguir Fluxo de Atendimento dos chamados.
35

Figura 9 - Fluxo de Atendimento

8. CONCLUSÃO
Este trabalho nos permitiu visualizar o desenvolvimento e a integração de
conceitos aplicados dentro de uma organização, tais como Gerenciamento de
Infraestrutura, incluindo soluções de hardware e software, Gestão Estratégica de RH,
apresentando reestruturação na equipe e apontando papeis e responsabilidades,
Finanças, Economia e Mercado apresentando os custos com as mudanças de
infraestrutura de TI e reestruturação. O mesmo nos levou a e laborar um projeto,
definindo e direcionando pontos estratégicos da empresa PÃO DE PERDIZES.
Observa-se, portanto, que a TI é essencial para o crescimento do negócio e
deve agregar valores e solução aos processos operacionais e comerciais.
A partir da premissa acima citada, buscou-se neste projeto implementar uma
reestruturação dos equipamentos e da infraestrutura de TI (hardware) e de sistema
36

(software). Sendo que através da solução de automação comercial, como demostrado


da seção 4.4.1, são apresentados indicadores financeiros e desempenho que
demonstram um aumento de faturamento e margem de lucro.
Para garantir a operacionalização desta nova infraestrutura, o capital humano
deverá ser capacitado e estar motivado a desempenhar com competência e
entusiasmo as funções que também foram reestrutura como citado no item 3.
Através dos benefícios, plano de motivação busca-se a retenção dos
colaboradores na empresa, visto que o mercado de TI está em constante crescimento
e sempre em busca de profissionais.
Justifica-se o investimento na solução de automação comercial pelo retorno
estimado que será obtido com a clara melhora no atendimento dos clientes e sua
consequente fidelização. Um fator importante para o negócio é aumentar a margem
de lucro e isto será possível através do gerenciamento das ofertas de produtos.
Através das análises gerenciais será possível identificar os produtos mais vendidos e
incentivar a vendas dos produtos produzidos internamente (refeições, pães, biscoitos
e lanches) que oferecem maiores margem de lucro em comparação aos produtos
industrializados.
Por fim, pode-se concluir que o trabalho proporcionou um aprendizado distinto,
correspondendo aos conteúdos estudados e apresentados, servindo o projeto como
a maior parte de conhecimento dos conceitos abordados. O aprendizado obtido serviu
para aumentar o conhecimento e o desenvolvimento profissional e acadêmico.
37

9. REFERENCIAS

FEILNER MARKUS & GRAF, NORBET “Beginning Open VPN 2. 0. 9: Build


and Integrate Virtual Private Networks Using OpenVPN”. Packt Publishing Ltd, USA,
2009

COMER , Douglas E. & STEVENS, David L. “Internetworking With TCP/IP


Vol.III: Client/Server Programming and Application (Socket Version)”. Prentice Hall,
Englewood Cliffs, New Jersey, USA, 1993

KOTLER, P; ARMSTRONG, G. Princípios de marketing. 9. ed. São Paulo:


Prentice Hall Brasil, 2003