Você está na página 1de 11

Tema: Higiene e Segurança no Trabalho

Higiene e Segurança no trabalho são todos os métodos ou


formas seguras com a finalidade de reduzir os riscos, os
acidentes sofridos pelos trabalhadores. Riscos estes
causados nos locais de trabalho.
Higiene- identificação e controlo das condições de
trabalho que possam prejudicar a saúde do trabalhador.
A higiene do trabalho esta relacionada com o diagnostico
e com a prevenção de doenças ocupacionais a partir do
estudo e controle de duas variáveis: o homem e seu
ambiente no trabalho.
Um plano de higiene do trabalho geralmente envolve o
seguinte conteúdo:
1.Um plano organizado: envolve a prestação não apenas
de serviços de médicos, como também de enfermeiros e
auxiliares, em tempo integral ou parcial, dependendo do
tamanho da empresa.
2.Servicos médicos adequados: envolve dispensários de
emergência e primeiros socorros, se for o caso. Essas
facilidades devem incluir:
a) Exames médicos de admissão.
b) Primeiros socorros
c) Registos médicos adequados
d) Supervisão quanto a higiene e saúde. etc.
3.Prevencao de riscos a saúde.
a) Riscos químicos (como intoxicações, dermatose
industriais, etc.)
b) Riscos físicos (como ruídos, temperaturas extrema,
radiações ionizantes e não ionizantes).
c) Riscos biológicos (como agentes biológicos, micro
organismos patogénicos, etc.).
Objectivos da higiene no trabalho
A higiene do trabalho tem carácter eminentemente
preventivo, pois objectiva a saúde e o conforto do
trabalhador, evitando que a doença se ausente provisória
ou definitivamente do trabalho.
Entre os objectivos principais da higiene no trabalho
estão:
. Eliminação das causas das doenças profissionais.
.Redução dos efeitos prejudiciais provocados pelo
trabalho em pessoas doentes ou portadores de defeitos
físicos.
. Prevenção de agravamento de doenças e de lesões.
. Manutenção da saúde dos trabalhadores e aumento da
produtividade por meio de controle do ambiente de
trabalho.
Segurança do trabalho
Segurança e higiene do trabalho são actividades
interligadas que repercutem directamente sobre a
continuidade da produção e sobre o moral dos
empregados.
Segurança do trabalho é o conjunto de medidas,
técnicas, educacionais, médicas e psicológicas utilizadas
para prevenir acidentes, seja eliminando condições
inseguras do ambiente, seja instruindo ou convencendo as
pessoas da utilização de pratica preventivas. Ela é
indispensável ao desempenho satisfatório do trabalho. E é
cada vez maior o número de organizações que criam seus
próprios serviços de segurança. Dependendo do esquema
de organização da empresa, os serviços da segurança tem
a finalidade de estabelecer normas e procedimentos,
pondo em prática os recursos possíveis para conseguir a
prevenção de acidentes e controlando os resultados
obtidos. O programa de segurança deve ser estabelecido
partindo se do principio de que a prevenção de acidentes é
alcançada pela aplicação de medidas de segurança
adequadas e que só podem ser bem aplicadas por meio de
um trabalho de equipe. O rigor, a segurança é uma
responsabilidade de linha de staff. Em outros termos, cada
chefe e responsável pelos assuntos de segurança de sua
área, embora exista na organização um órgão de
segurança para assessorar as chefias em relação a esse
asunto.pag 352.
Um plano de segurança envolve os seguintes requisitos:
1. A segurança em si é uma responsabilidade de linha
e uma função de staff em face de sua
especialização.
2. As condições de trabalho, o ramo de actividade, o
tamanho, a localização da empresa, etc.
Determinam os meios materiais preventivos.
3. A segurança não deve ficar restrita somente a área
de producao. Os escritórios, depósitos, etc. também
oferecem riscos cujas implicacoes afetam a
empresa toda.
4. O plano de segurança envolve necessariamente a
adaptacao da pessoa ao trabalho (seleccao de
pessoal), adaptacao do trabalho á pessoa
(racionalizacao do trabalho), alem de factores
sociopsicologicos, razão pela qual muitas
organizações vinculam a segurança ao orgao de
RH.
5. A segurança do trabalho mobiliza todos os
elementos para o treinamento e doutrinacao de
técnicas e operários, controle de cumprimento de
normas de segurança, simulacao de acidentes,
inspecao periódica dos equipamentos de combate a
incêndios, primeiros socorros; e a escolha,
aquisicao e distribuicao de uma serie de pecas de
roupagem do pessoal(óculos de segurança,
luvas,macacões, botas, etc) em certas áreas de
organizacao.
Figura 1.1seguranca como responsabilidade de
linha de staff.
A segurança de trabalho actua em três áreas
principais de actividades a saber:
1 Prevencao de acidentes
2 Prevencao de roubo e
3 Prevencao de incêndios.
Cada uma dessas três áreas será tratada
separadamente.
Prevencao de acidentes
A organizacao mundial de saúde define acidente
como um fato não premeditado do qual resulta
dano considerável. O National safety Council
define acidente como uma ocorrência numa serie
de fatos que, em geral sem intencao, produz lesão
corporal, morte ou dano material.
Segundo Baptista caracteriza o acidente como um
fato súbito, inesperado, imprivisto(emboraalgumas
vezes previsível) e não premeditado ou desejado; e
ainda , como causador de dano considerável,
embora não especifique se trata de dano
económico(prejuízo material) ou de dano físico as
pessoas(sofrimento, invalidez ou morte).
A palavra acidente significa acto imprevisto e
prefeitamente evitável na maioria dos casos.As
estatísticas de acidente do trabalho, por lei,
englobam também os acidentes de trajectos, ou seja
,aqueles que ocorrem no trajecto do empregado de
sua casa para a organizacao, e vice-versa.p.354
Prevencao de roubo (vigilância)
De modo geral, cada organizacao tem seu serviço
de vigilância co características próprias. Alem
disso as medidas preventivas devem ser revistas
com frequências, para evitar a rotina que chega a
tornar os planos obsoletos.
Um plano de prevencao de roubo (vigilância)
geralmente inclui:
1. Controle de entrada e saída de pessoal.
2. Controle de entrada e saída de veículos.
3. Estacionamento fora da área da fabrica.
4. Ronda pelos terrenos da fabrica e pelo interior da
da fabrica.
5. Registo de maquinas, equipamentos e
ferramentas.
Prevencao de Incendios
A prevencao e combate a incêndios,
pricipalmente quando há equipamente e
instalacoes valiosas a proteger, exigem um
planejamento cuidadoso. Não apenas um
conjunto de extintores adequados,
dimensionamento do reservatório de agua,
sistema de deteccao e alarme, como também o
treinamento do pessoal são pontos-chaves.
O fogo que provoca um incêndio é uma reacao
química do tipo oxidacao exotérmica ou seja,
queima de oxigénio com liberacao de calor.para
haver a reacao devem estar presentes:
. Combustivel (sólido, liquido ou gasoso)
. comburente (geralmente o oxigénio da
atmosfera)
. Catalisador (a temperatura).
Temperatura---Combustivel---Oxigenio
Figura 1.3 triangulo do fogo.pag36o

Trabalho- e tudo aquilo que e feito pelo homemcom uma


certa finalidade, mas a custo de energia. Pag.348
1.1 Importância da higiene e segurança no trabalho nas
organizações

1.2 Os principais aspectos da saúde ocupacional


Segundo a organizacao mundial da saúde (OMS),a
principal finalidade dos serviços de saúde ocupacional
consiste na promocao de condicoes laborais que garantem
o mais elevado grau de qualidade de vida no trabalho,
protegendo a saúde dos trabalhadores, promovendo o
bem-estar físico, mental e social, prevenindo e
controlando os acidentes e as doenças através da reducao
das condicoes de riscos.
1.3 Compreender as causas e consequências dos acidentes
de trabalho
As principais causas dos acidentes de trabalho: atitudes de
risco.
- Atender ao celular durante o expediente ou em transito.
- fofocas no ambiente de trabalho
-mudancas inesperadas de turno.
Segundo Portfolio Fabio Almeida as consequências dos
acidentes são as manifestações externas que permitem o
seu reconhecimento. Se não houvesse, os acidentes
passariam a maior parte das vezes despercebidos. Podem
ser apreciados no plano material e humano.
1.4 As características de um programa de Q.V.T.
Os programas de qualidade de vida no trabalho tem como
objectivo criar uma organizacao mais humanizada,
mediante maior grau de responsabilidade e de autonomia
no trabalho, orientam-se também em direcao a melhoria
na eficácia organizacional, já que esta tem como pré-
requisito a satisfacao do individuo que se intensifica por
meio da participacao nas decisões e na melhoria das
condicoes em que se desenvolvem seu trabalho.
Um programa de QVT tem geralmente três componentes:
a) Ajudar os funcionários a identificar riscos potenciais
de saúde.
b) Educar os funcionários a respeito de riscos de saúde,
como pressão sanguínea elevada, fumo obesidade
dieta pobre e estresse e
c) Encorajar seus funcionários a mudar seus estilos de
vida através de exercícios, boa alimentacao e
monitoriamento da saúde.
1.5 Qualidade de vida nas organizações e o seu impacto
na vida dos trabalhadores e da organização

1.5 Gestão de riscos