Você está na página 1de 10

1-Encontro introdutório

A família é o ambiente primário e insubstituível para o


despertar religioso e da educação da fé das nossas crianças
(LG 11; DGC 255).

Vários são os documentos do magistério onde se podem


encontrar referências ao papel fundamental das famílias na
transmissão e irradiação do Evangelho e de renovação da
Igreja.

É na família que a criança experimenta o amor, a confiança e a


vivência dos valores cristãos. Os pais são as testemunhas, por
excelência, da vida cristã
A acção catequética da família tem um carácter particular e, em
certo sentido, insubstituível…

A educação para a fé, feita pelos pais — a começar desde a mais


tenra idade das crianças — já se realiza quando os membros de
determinada família se ajudam uns aos outros a crescer na fé,
graças ao próprio testemunho de vida cristã muitas vezes
silencioso, mas perseverante, no desenrolar da vida de todos os
dias, vivida segundo o Evangelho.

Torna-se ainda mais marcante quando, ao ritmo dos


acontecimentos familiares — como por exemplo a recepção dos
Sacramentos, a celebração de grandes festas litúrgicas, o
nascimento de um filho, um luto — quando se tem o cuidado de
explicar em família o conteúdo cristão ou religioso de tais
acontecimentos.” (CT 68)
Não nos podemos esquecer que a família de hoje continua
a ser um valor a defender, é nela que a criança vive a
sua experiência de amor e afecto necessários para que
entenda o amor que Deus e Jesus têm por ela.
Para além disso a família continua a ser indispensável
para a catequese e comunidades paroquiais. São elas as
comunidades de base de toda a vida cristã e, assim
sendo, para que desempenhem verdadeiramente este
papel é necessário investir novos esforços e lançar uma
nova evangelização das famílias cristãs.
Nesse sentido uma nova forma de catequese, está na
proposto às nossas paróquias do Secretariado Nacional de
Educação Cristã, da Catequese Familiar.
Este método de catequese segue o itinerário catequético
aprovado pela nossa conferência episcopal dando especial
ênfase ao testemunho, indispensável para que a catequese
não se reduza a pura teoria;
Mas pela experiência de vida e da vivência concreta da fé e
pela doutrina.

O papa João Paulo II apontou a Catequese Familiar,


como forma privilegiada da Igreja formar os seus filhos
porque a futura evangelização depende, em grande parte, da
Igreja doméstica que é o lugar indispensável para a
formação da pessoa
A proposta de Catequese Familiar (CF)
desenvolve-se em quatro tempos valorizando de
forma especial o Domingo:
Tempo 1 (na paróquia, duas vezes por mês)
- Encontro dos pais: tem como objetivo a descoberta
da fé dos adultos, que acontece num grupo de pais
orientado por um animador ou catequista. Neste
encontro são fornecidas aos pais sugestões para
comunicar em família o que foi amadurecido no
grupo.
Tempo 2 (em casa, ao longo do mês)
- Diálogo em família: no encontro dos pais, oferecem-se-lhes
algumas propostas simples, assim como materiais, preparando-
os para a sua missão de testemunhar a fé aos filhos, com
momentos próprios de diálogo, de oração e de confronto com a
vida. O diálogo em família, entre pais e filhos, é o momento
central de toda a CF.

Tempo 3 (na paróquia, duas vezes por mês)


Encontro das crianças: realiza-se numa sala da catequese, pelo
menos, um período de duas horas e sempre sucessivo ao
diálogo em família.
Onde as crianças, tem a possibilidade de partilhar o que
viveram em família e o catequista aprofunda a catequese e
incentiva para a oração.
Tempo 4 encontro, no final de cada mês)
O Domingo: os pais encontram-se, guiados pelos
catequistas e animadores
Para uma avaliação da experiência feita em família e
para aprofundar as questões abertas.
Entretanto, as crianças preparam uma oração, um gesto,
ou um sinal para manifestar na Missa alguma coisa do
caminho feito e envolvendo a assembleia.
Este encontro acontece ao Domingo cerca de 1h30m
antes da celebração da Eucaristia. Previamente
combinado com os pais.
Este é o momento para tirar duvidas
e decidirem qual o método de
Catequese que desejam adotar para
os vossos filhos:

1 catequese habitual?
2 catequese familiar?
QUESTÕES;

DUVIDAS;

ORAÇÃO

DESPEDIDA