Você está na página 1de 1

Bernard Jensen (americano) desenvolveu um mapa de iridologia onde nele está indicada a posição relativa de cada

órgão representado na íris.


A íris direita representa os órgãos que estão localizados do lado direito do corpo e a íris esquerda os que estão
localizados do lado esquerdo. Por exemplo: o fígado está representado na íris direita, o baço na íris esquerda. Já a
tireóide está representada nas duas íris.
A íris representa todas as partes do organismo em sua topografia.
Isso é possível graças ao Sistema Nervoso Autônomo, formado por duas cadeias nervosas: o simpático e o
parassimpático. Eles enervam todas as partes do organismo e levam até o cérebro impulsos sobre a situação da cada
região (Sistema Nervoso Central) e também até a íris, onde essas impressões ficam registradas.