Você está na página 1de 37

Blog Receita de Samba

www.receitadesamba.com.br

BLOG RECEITA DE SAMBA

www.receitadesamba.com.br

BLOG RECEITA DE SAMBA www.receitadesamba.com.br Nélson Cavaquinho Obra completa * Pesquisa de áudios:

Nélson Cavaquinho

Obra completa*

Pesquisa de áudios: Sérgio Moraleida / Colaboração: Vinicius Terror Transcrição: Vinicius Terror

Organizador: Vinicius Terror

1

Blog Receita de Samba

Conteúdo

A DOR DE UMA PAIXÃO

A FLORE E O ESPINHO

A MANGUEIRA ME CHAMA

A

AMOR A DEUS AMOR DE MÃE AMOR PERFEITO

AMOR QUE MORREU APRESENTA-ME AQUELA MULHER AQUELE BILHETINHO ARMAS PROIBIDAS BEIJA FLOR CAMINHANDO (instrumental) CARIDADE CHEIRO DE VELA CHORO DO ADEUS CINZA CIÚME, INVEJA E RANCOR CONSCIÊNCIA CORAÇÃO POETA CUIDADO COM A OUTRA DEGRAUS DA VIDA DEPOIS DA VIDA DESCONSOLO DEUS ME FEZ ASSIM DEUS NÃO ME ESQUECEU DEVIA SER CONDENADA DIZEM DO FUNDO DO ARMÁRIO DONA CAROLA DUAS HORAS DA MANHÃ

É SÓ VERGONHA

É TÃO TRISTE CAIR

ENCONTRO MARCADO

VIDA

www.receitadesamba.com.br

3

4

4

4

5

5

5

5

6

6

6

6

7

7

7

7

7

8

8

8

9

9

9

9

10

10

10

11

11

11

12

12

12

13

ENQUANTO A CIDADE DORME

13

ENTRE A CRUZ E A ESPADA

13

ERVA DANINHA

13

EU E AS FLORES

14

EU JÁ FUI CRIANÇA

14

EUFORIA

14

FALÊNCIA

14

FOLHAS

CAÍDAS

15

FOLHAS SECAS

15

FORA DO BARALHO

15

FREIRA QUERIDA

15

FRUTO DA MALDADE

16

GARÇA

16

GOTAS DE LUAR

16

HISTÓRIA DE UM VALENTE

16

INSÔNIA

17

JUÍZO FINAL

17

JUSTIÇA DIVINA

17

LÁGRIMA SEM JURI

17

LAVO MINHAS MÃOS

18

LUTO

18

LUZ NEGRA

18

ME ESQUECE

18

MESA FARTA

19

MEU CAMINHO

19

MINHA FAMA

19

MINHA FESTA

19

MINHA HONESTIDADE VALE OURO

20

MINHA PAZ

20

MINHA SOLIDÃO

20

MIRAGEM

20

MULHER SEM ALMA

21

NAIR

21

NÃO BRIGO MAIS

21

NÂO É SÓ VOCÊ

21

Organizador: Vinicius Terror

2

Blog Receita de Samba

www.receitadesamba.com.br

NÃO FAÇA A VONTADE A ELA

21

RISOS E LÁGRIMAS

31

NÃO ME OLHES ASSIM (Aceito o teu adeus)

22

RUGAS

31

NÃO PRECISA ME HUMILHAR

22

SAUDADE MINHA INIMIGA

32

NÃO TE DÓI A CONSCIÊNCIA

22

SE EU BEBO

32

NÃO TENHO INVEJA

22

SE EU SORRIR

32

NEGASTE UM CIGARRO

23

SE ME DER ADEUS

32

NEM TODOS SÃO AMIGOS

23

SE VOCÊ ME OUVISSE

33

NINHO DESFEITO

23

SEMPRE ALGUÉM

33

NOME SAGRADO

23

SEMPRE MANGUEIRA

33

NOTÍCIA

24

SINAL DE PAZ

33

O

BEM E O MAL

24

TATUAGEM

34

O

BEM QUERER

24

TENHA PACIÊNCIA

34

O

DIA DE AMANHÃ

25

TRAÇO DE UNIÃO

34

O

DONO DAS CALÇADAS

25

VELHICE

34

O

MEU PECADO

25

VELHO AMIGO

35

ORGULHO E AGONIA

26

VISITA TRISTE

35

OS TEUS OLHOS CANSAM DE CHORAR

26

VOLTEI

35

PALAVRAS MAL DITAS

26

VOU PARTIR

35

PALCO VAZIO

26

EXTRA – SAMBAS INÉDITOS

36

PALHAÇO

27

TIBURCIO

36

PECADO

27

SEI SOFRER COM RESIGNAÇÃO

36

PIMPOLHO MODERNO

27

SUICÍDIO

36

POMBA DA PAZ

28

SEM NOME 1

37

PRANTO DE POETA

28

SEM NOME 2

37

PRIMEIRO DE ABRIL

28

SEM NOME 3

37

QUANDO EU ME CHAMAR SAUDADE

28

SEM NOME 4

37

QUE CAIA SOBRE MIM

29

QUEM CHORA TEM SEMPRE RAZÃO

29

QUERO ALEGRIA

29

QUERO LHE VER EM MEUS BRAÇOS

30

30

30

*

Todas as canções de autoria do compositor encontradas

REI SEM TRONO REI VADIO

durante a pesquisa.

 

REI VAGABUNDO

30

REVERTÉRIO

31

RIO NÃO ÉS MAIS CRIANÇA

31

Organizador: Vinicius Terror

3

Blog Receita de Samba

A DOR DE UMA PAIXÃO Nélson Cavaquinho e José Ribeiro Intérprete: Isaura Garcia, 1978

Se eu sorri meu pranto ninguém verá Se eu cantar minha alegria virá

Ei de resistir essa paixão que me domina

Tenho certeza que amar foi a minha ruína

Meu criador olhai o meu sofrer Não perco a esperança de viver Eu amei tanto e não venci Só deus é quem sabe o que eu sofri Vou dar por terminada essaq minha triste sina Porque amar foi a minha ruina

A FLORE E O ESPINHO Nélson Cavaquinho, Alcides Caminha e Guilherme de Brito Intérprete: Nélson Cavaquinho

Tire o seu sorriso do caminho Que eu quero passar com a minha dor Hoje pra você eu sou espinho, espinho não machuca a flor Eu só errei quando juntei minha alma a sua

O sol não pode viver perto da lua

É no espelho que eu vejo a minha magoa

A minha dor e os meus olhos rasos d'agua

Eu na sua vida já fui uma flor Hoje sou espinho em seu amor

www.receitadesamba.com.br

A MANGUEIRA ME CHAMA

Bernardo de Almeida Soares, José Ribeiro de Souza e Nelson Cavaquinho Intérprete: Nélson Cavaquinho

A Mangueira me chama, eu vou Sempre fui o seu defensor Sou um filho fiel À Mangueira eu tenho amor

Foi a Mangueira Quem me deu apoio e fama Até hoje ela me ama Agora vieram me dizer Que a Mangueira quer me ver Quer me ver

A VIDA

Nélson Cavaquinho e Guilherme de Brito Intérprete: Carlos Galhardo

Se mais uma criança apareceu. Se pra felicidade alguém nasceu. Eu sinto que a vida está mentindo, Pois nunca vi ninguém nascer sorrindo

Aqueles que nascem porque é preciso Trazem uma lágrima em vez de um sorriso. Se viver é bom, como é que a vida diz:

“Tens que sofrer pra ser feliz”

Organizador: Vinicius Terror

4

Blog Receita de Samba

AMOR A DEUS Nélson Cavaquinho e Guilherme de Brito Intérprete: Tuco e Batalhão de Sambistas

Se todos quisessem ter amor a Deus

O mundo não seria assim

Cheio de inveja e maldade Será que está chegando o fim Nem todos pensam em bondade Só querem a destruição Quase ninguém tem coração

Quase não se fala em perdoar

A ordem é só castigar

Mas eu ficar com o amor e a paz Dos tempos que não voltam mais

AMOR DE MÃE Nélson Cavaquinho e Guilherme de Brito Intérprete: Maria Creuza

O amor de mãe é sempre amor

Um bom filho também tem o seu valor

A herança maior que eu tenho em minha vida

Deus me deu, que é a minha mãe querida

Abracem esta mulher que pôs sorrisos no martírio

E beijem sua mão como se beija um lírio

Aceitem o conselho da minh'alma comovida Conservem esse amor, que só se ama uma vez na vida.

www.receitadesamba.com.br

AMOR PERFEITO Nélson Cavaquinho e Guilherme de Brito Intérprete: Nélson Cavaquinho

O amor é como a flor Que nasce e morre quando não se espera Pode haver outra mulher tão carinhosa Mas para mim só Vera

Disse que plantou amor perfeito em meu jardim Sei que me enganou, mas fui feliz assim Pois quando partiu eu vi a sua maldade No jardim eu só colhi saudade

AMOR QUE MORREU Nélson Cavaquinho, Gilberto Teixeira, Roldão Lima Elizeth Cardoso, 1953

Meu amor tudo que é meu podes levar Só não quero que voltes a me procurar

Tens os olhos rasos d´água Sei que é bem grande a tua mágoa Só não posso é te perdoar Por que outra vez tu vais me enganar

Organizador: Vinicius Terror

5

Blog Receita de Samba

APRESENTA-ME AQUELA MULHER Augusto Garcez, G de Oliveira e Nélson Cavaquinho Ciro Monteiro, 1943

Amigo que era aquela criatura tão linda Que há quatro dias estava com você Espero que me responda com toda sinceridade Bem sabe que entre nós existe amizade Não é crime perguntar, talvez possa me ajudar A fazer a felicidade no meu lar Se não é nada sua, até amanhã se Deus quiser Mas não se esqueça de me apresentar aquela mulher

AQUELE BILHETINHO Arnô Canegal, Augusto Garcêz e Nelson Cavaquinho Intérprete: Ciro Monteiro, 1945

Aquele bilhetinho que você mandou pra mim Dizia simplesmente o nosso amor chegou ao fim Você não imagina o grande mal que me fez Estou sem amor outra vez O tempo é aliado de quem sofre por amor Espero você, seja lá quando for

Eu reconheço, terminou nossa amizade Eu fui culpado em dar-lhe tanta liberdade Bem sei que não mereço mais os seus carinhos Ai, ai, ai meu Deus Minha vida tem sido um rosário de espinhos

www.receitadesamba.com.br

ARMAS PROIBIDAS Nélson Cavaquinho, Guilherme de Brito e José Ribeiro Intérprete: Nélson Cavaquinho

Não vou me utilizar de armas que são proibidas Para me vingar de uma mulher que para mim for fingida Mesmo que ela seja infiel ou seja a perdição da minha vida

Tenho outros meios para me vingar Sei que o desprezo é capaz de matar Mas se eu falhar com os desejos meus Entregarei a Deus

BEIJA FLOR Nélson Cavaquinho, Noel Silva e Augusto Thomás Intérprete: Soraya Ravenle

Vai beija-flor beija a roseira Faz me lembrar o meu amor Hoje sou triste sinto saudade Volta para mim felicidade

Pobre de quem desiste da vida Não quero ser um suicida A dor me abraça, ah, tão cruel Minha esperança é Deus no céu

Organizador: Vinicius Terror

6

Blog Receita de Samba

CAMINHANDO (instrumental) Nélson Cavaquinho e Nourival Bahia Intérprete: Nélson Cavaquinho

CARIDADE Nélson Cavaquinho e Hermínio do Vale Intérprete: Nélson Cavaquinho

Não sei negar esmola a quem implora a caridade Me compadeço sempre de quem tem necessidade Embora algum dia eu receba ingratidão Não deixarei de socorrer a quem pedir um pão Eu nunca soube evitar de praticar o bem Porque eu posso precisar também

Sei que a maior herança que eu tenho na vida É meu coração, amigo dos aflitos Sei que não perco nada em pensar assim Porque amanhã não sei o que será de mim

CHEIRO DE VELA Nélson Cavaquinho e José Ribeiro de Sousa Intérprete: Ari Cordovil

Não sei nada a respeito dela Porque jamais convivi com ela Se ela sai a noite, volta ao amanhecer A mim não interessa, é o que deves fazer

www.receitadesamba.com.br

Eu trato todos com muito respeito Assim faz um homem que é direito Vou sair daqui, seu caso cheira a vela Quem está te olhando é o marido dela

CHORO DO ADEUS Nélson Cavaquinho e Guilherme de Brito Intérprete: Ademilde Fonseca

Já não ouço o lamento do chorinho que eu cantava Que feliz aquele tempo quando a flauta me acompanhava Violões em meu caminho alegravam os dias meus É tão triste cavaquinho que eu cante o choro do adeus

Não sei por que tudo acabou, chegou ao fim o que eu sonhava Não sei por que silenciou o bandolim que eu adorava Bate em meu peito feito um bordão meu coração agradecido Pelos momentos que eu já vivi, ó meu chorinho eu choro por ti

CINZA Guilherme de Brito, Nelson Cavaquinho e Renato Gaetani Intérprete: Nélson Cavaquinho e Guilherme de Brito

Eras o meu mundo, eras o meu bem Mas agora tudo é cinza Não tenho amor, não tenho ninguém

Tu vivias no meu ninho, e eu vivia muito bem Mas perdendo o teu carinho, perdi o meu mundo também

Organizador: Vinicius Terror

7

Blog Receita de Samba

CIÚME, INVEJA E RANCOR

Nélson Cavaquinho e Hermínio Bello de Carvalho Intérprete: Jair Rodrigues

Foi ciúme, inveja e rancor Que esfacelou o nosso amor Desastroso fim, fiquei assim Me afogando em nuvens de mágoa

Foste bem cruel, incapaz De restituir minha paz Fiz-me o teu degrau

E a flor do mal se enraíza No meu jardim

Que louco amor desesperado, quem insensato foi Que de ciúme até deixou-se envenenar

E a inveja dessa gente nos crucificou

E o que restou foi um doce rancor Mistura de ódio com amor

CONSCIÊNCIA Nélson Cavaquinho e Guilherme de Brito Intérprete: Guilherme de Brito

Eu quis evitar de te amparar Mas me doeu a consciência Vem comer meu pão, tu tens razão Muito embora fugindo à decência

Quando eu queria o teu carinho, Tu me ensinaste o bom caminho Tu me ajudaste a vencer, Hoje a derrota te persegue

A consciência manda eu te socorrer

www.receitadesamba.com.br

CORAÇÃO POETA Nélson Cavaquinho e Paulinho Tapajós Intérprete: João Nogueira, Paulinho Tapajós e Chico Buarque

Deus me deu um coração poeta

E a alma inquieta de um cantor

Pra que eu vigiasse a madrugada Acordasse o sol e o Beija-Flor

Cantar me faz viver bem mais Soltar a voz que nem um passarinho Que ninguém prenderá jamais Se eu sou feliz ou infeliz, são lindas minhas penas Vale a pena ser quem sou se eu tenho o céu aqui no chão Se eu tenho o mel no coração

Organizador: Vinicius Terror

8

Blog Receita de Samba

CUIDADO COM A OUTRA Nélson Cavaquinho e Augusto Tomás Junior Intérprete: Nélson Cavaquinho

Vou abrir a porta mais uma vez, pode entrar

É dia das mães e eu resolvi lhe perdoar

Deus me ensinou praticar o bem Deus me deu essa bondade. Vou abrir a porta pra você entrar Mas não demore que a outra pode lhe encontrar

DEGRAUS DA VIDA Nélson Cavaquinho, Antônio Braga e César Brasil Intérprete: Nélson Cavaquinho

Sei que estou No último degrau da vida, meu amor Já estou envelhecido, acabado Por isso muito eu tenho chorado Eu não posso esquecer o meu passado

Foram-se meus vinte anos de idade Já vai muito longe a minha mocidade

Sinto uma lágrima rolar sobre meu rosto

É tão grande o meu desgosto

www.receitadesamba.com.br

DEPOIS DA VIDA Nélson Cavaquinho, Guilherme de Brito e Paulo Gesta Intérprete: Paulinho da Viola

Passei a mocidade esperando dar-te um beijo Sei que agora é tarde, mas matei o meu desejo

É pena que os lábios gelados como os teus

Nao sintam o calor que eu conservei nos lábios meus

No teu funeral estás tão fria assim Ai de mim, e dos beijos meus Eu te esperei, minha querida Mas só te beijei depois da vida

DESCONSOLO Nélson Cavaquinho, Maurício Tapajós e Herminio Bello Intérprete: Mônica Salmazo

Só, com os meus pesares e desabrigado eu vou Quem há de seguir os soltos passos meus

E

me penetrar todo o pensamento

E

me perdoar o ressentimento

Nesse meu percurso hei de parar atormentado Sem localizar aonde o meu passado

E vou lastimar, lastimar profundamente Tudo o que eu fui e não sou mais

Organizador: Vinicius Terror

9

Blog Receita de Samba

www.receitadesamba.com.br

Quando em desconsolo eu procurar abrigo Vão me relembrar tudo o que errei

DEUS NÃO ME ESQUECEU Nélson Cavaquinho, Jamelão e Ananias

E

vão ironizar dizendo "não há jeito"

Intérprete: Nélson Cavaquinho

E

eu vou remoer tudo novamente

No fim dessa agonia a fantasia de palhaço Então irá comigo transpor a negra porta Meus versos ficarão tristes, magoados Lembrando que eu fui e não sou mais

DEUS ME FEZ ASSIM Guilherme de Brito e Nélson Cavaquinho Intérprete: Beth Carvalho

Nunca se deve odiar,

Nem desejar mal a ninguém Seria bom a gente ver Todos vivendo muito bem Juro por tudo que é sagrado, Jamais pensei em me vingar

O que eu mais aprendi no mundo

Foi viver, sofrer e perdoar

Não é você que vai fazer Mudar a minha opinião Posso chorar que ninguém vai Modificar meu coração Já perdoei até você que desejou meu fim Que bom que Deus me fez assim

Quem vem ao mundo é para sofrer Uns fogem da vida, mas eu quero viver Quem não sabe sofrer não tem amor a deus Carrego a minha cruz Deus me ensinou a suportar os sofrimentos meus

Assim irei até o fim Feliz neste mundo de quem pensa assim Sou pobre, mas sou rico De bondade que Deus me deu Deus não me esqueceu

DEVIA SER CONDENADA Cartola e Nélson Cavaquinho Intérprete: Nélson cavaquinho

Devia ser condenada ou crucificada Pois juraste falso Beijaste a cruz do Senhor

E disseste que tinha amor

Quando eu ouço as badaladas Do sino daquela igrejinha Julgo-me ainda feliz

E que és toda minha

Organizador: Vinicius Terror

10

Blog Receita de Samba

E quando vejo a torre bem alta

Daquela linda catedral Fujo de tua amizade infernal

Eu vivo tão magoando Não sei viver mais ao teu lado Só peço à Deus que me dê coragem Eu preciso te esquecer

A tua grande mentira

Que me faz sofrer

DIZEM Nélson Cavaquinho e Guilherme de Brito Intérprete: Tião Motorista

Dizem que eu me tornei um louco Dizem que o meu sofrer é pouco Quando uma lágrima rola em meu rosto Finjo ter alegria pra ninguém ver o meu desgosto

Talvez alguém critique por não saber o meu sofrer Mas podem ficar cientes, a dor ensina a gemer

A minha vida tem sido tão ruim

Porque infelizmente ela não vive só pra mim

www.receitadesamba.com.br

DO FUNDO DO ARMÁRIO Nélson Cavaquinho e Paulinho Tapajós Intérprete: Paulinho Tapajós

Desculpe a demora dos versos que eu prometi Perdi tanto tempo juntando as palavras Quando eu percebi rasguei o meu dicionário Trouxe a inspiração lá do fundo do armário

Ouvi Cartola e Candeia lembrei você Até que o pranto brotou de mansinho Prá me oferecer as cordas de um cavaquinho A ternura das rosas do amor e o espinho

Se a saudade faz um samba, faz a tradução da vida Traz a coisa mais querida, da esperança eu sou freguês Quem sabe talvez um dia a gente se encontre outra vez Nos braços de um samba

DONA CAROLA Nelson Cavaquinho e Nourival Bahia Intérprete: Chico Buarque

Levantei-me da cama sem poder Até hoje ninguém vem me ver Fui amigo enquanto eu tive dinheiro Hoje eu não tenho companheiro

Organizador: Vinicius Terror

11

Blog Receita de Samba

Hoje eles fogem de mim Mas não faz mal Amigo é só pra levar meu capital Se não fosse a Dona Augusta

E a Dona Carola

Eu saia do hospital de camisola

DUAS HORAS DA MANHÃ Ari Monteiro e Nélson Cavaquinho Intérprete: Paulinho da Viola

Duas horas da manhã Contrariado espero pelo meu amor Vou subindo o morro sem alegria Esperando que amanheça o dia Qual será o paradeiro Daquela que até agora não voltou? Eu não sei se voltará, uu se ela me abandonou

A minha esperança está morrendo

E a saudade no meu peito vai crescendo Parece até que o coração me diz

Sem ela, eu não serei feliz

www.receitadesamba.com.br

É SÓ VERGONHA

Nélson Cavaquinho e Ermínio do Vale Intérprete: Gilberto Alves

É só vergonha que essa mulher me dá e nada mais

Pra que viver, se nesse mundo eu não fico e paz Sorrindo escondo os males que me acompanham noite e dia

Se eu chorar os meus amigos vão dizer que é covardia

A água lava as nossas mãos e nosso rosto

Só não lava a vergonha e o desgosto Bem sei que só vivendo longe da humanidade

Eu poderei gozar de tranqüilidade

É TÃO TRISTE CAIR

Nélson Cavaquinho e Guilherme de Brito Intérprete: Nélson Cavaquinho

Ontem subiste, eu desci Hoje eu subo, tu desces

É tão triste cair

Sorriste da minha dor Este mundo é uma escola Não te esqueças de aprender meu amor

Ontem negaste a mão Quando eu quis me levantar Mas aprendeste a lição

E hoje estou pronto pra te ajudar

Organizador: Vinicius Terror

12

Blog Receita de Samba

ENCONTRO MARCADO Nélson Cavaquinho e Guilherme de Brito Intérprete: Guilherme de Brito

Hoje é feriado Tenho um encontro marcado Volto pra te ver se eu não morrer Se nada me acontecer Compromisso sério Eu vou desfazer o mistério Se eu encontrar o meu rival Vai ter cemitério

E se chegar meu fim Mande uma flor pra mim Que eu deixo a saudade Fazendo o que não fiz Mas se ficar tudo acertado Eu volto pra teu lado Pra viver feliz

ENQUANTO A CIDADE DORME Nélson Cavaquinho e Jair do Cavaquinho Intérprete: Aroldo Santos

Enquanto a cidade dorme Meu sofrimento é desconforme Eu já perdi a esperança Meu coração pede vingança

www.receitadesamba.com.br

Estou vingado em lhe ver sofrer demais Eu não sabia que não me querias mais Foi bem melhor tudo terminar Vou colocar minha cabeça no lugar

ENTRE A CRUZ E A ESPADA Nélson Cavaquinho Intérprete: Alfredo Del Penho e Pedro Paulo Malta

Entre a cruz e a espada não sei o que faço Na cruz eu vejo a imagem do nosso senhor E na espada eu vejo a sua imagem Quero disputar seu amor mas me falta coragem

Tu andas depressa e vá prevenir meu rival Assim que encontrar tu dirás que és dele afinal A minha religião não posso abandonar Eu sei que mais tarde por mim muito hás de chorar

ERVA DANINHA Nélson Cavaquinho e Guilherme de Brito Intérprete: Guilherme de Brito e Cássia Eller

Assim sou condenado, nem preciso de juiz Pois só falas no que eu faço de errado Mas não vês o bem que eu fiz Eu sou erva daninha porque tu és a minha raiz

Organizador: Vinicius Terror

13

Blog Receita de Samba

Tu plantaste a semente do meu mal Ensinaste-me a ser tão desigual Por isso vês em mim tanto defeito assim Mas não é me ofendendo que serás feliz Eu sou erva daninha porque tu és a minha raiz

EU E AS FLORES Jair do Cavaquinho e Nelson Cavaquinho Intérprete: Nélson Cavaquinho

Quando eu passo perto das flores Quase elas dizem assim Vai, que amanhã enfeitaremos o seu fim

A nossa vida é tão curta

Estamos nesse mundo de passagem

Ó meu grande Deus, nosso criador

A minha vida pertence ao senhor

EU JÁ FUI CRIANÇA Nélson Cavaquinho Intérprete: Terreiro Grande e Cristina Buarque

Eu fui no Tororó beber água, não achei Encontrei bela morena que no Tororó deixei

Eu já fui criança, aprendi a ler Hoje sou sambista, faço meus sambas pra poder viver Estou muito além do mal que passei Hoje eu não choro, mas por um grande amor chorei

www.receitadesamba.com.br

EUFORIA Eduardo Gudin, Nelson Cavaquinho e Roberto Riberti Intérprete: Dona Inah

Eu já sofri, hoje estou sorrindo de tanta euforia Aquela alegria voltou, quero pedir que não partas agora Tu que foste a aurora, luz que me clareou

Se for paixão, fica até o amanhecer Se tens amor, fica até não mais querer Se é amizade, fica pra me proteger Mas hoje não vás pra eu não entristecer

FALÊNCIA Nélson Cavaquinho e Guilherme de Brito Intérprete: Beth Carvalho

Foi a falência o nosso amor Multiplicaste a minha dor Eu vou sofrer sem o teu carinho Qual ave que não encontra o ninho Esqueces todo o bem que fiz Por isso não sou mais feliz Contigo eu caminhei em vão Buscando a luz na escuridão

Eu não vou perdoar a tua maldade Pois contigo perdi minha mocidade Mas agora meu bem vais me destruir Sem teus olhos não posso prosseguir

Organizador: Vinicius Terror

14

Blog Receita de Samba

www.receitadesamba.com.br

FOLHAS CAÍDAS César Brasil e Nelson Cavaquinho Intérprete: Nélson Cavaquinho e Odete Amaral

FORA DO BARALHO Nelson Cavaquinho, José Ribeiro e Antônio Gomes de Faria Intérprete: Graça Braga

Estás vendo esta árvore enjeitar Folhas que envelhecem caídas no chão Até quando o vento quiser Sei qual é o destino destas folhas caídas Vão rolar pelas ruas, não serão protegidas

Sei que há criaturas que até negam esmolas Aos que vivem caídos e não são protegidos Quanto ao teu egoísmo somente te aconselho Eu te mostro por que para mim também Já serviu de espelho

FOLHAS SECAS Nélson Cavaquinho e Guilherme de Brito Intérprete: Nélson Cavaquinho

Quando eu piso em folhas secas caídas de uma mangueira Penso na minha escola e nos poetas da minha estação primeira Não sei quantas vezes subi o morro cantando Sempre o sol me queimando e assim vou me acabando.

Quando o tempo avisar que não posso mais cantar Sei que vou sentir saudade ao lado do meu violão Da minha mocidade

Não sei, nem quero saber Não vi, pago pra não ver Eu não sou criança e não me serve esse jogo Não estou aqui para amanhã entrar no fogo

Não gosto de encrenca com ninguém Assim vivo muito bem Se ela pinta o sete quando ele vai para o trabalho Não me interessa, sou carta fora do baralho

FREIRA QUERIDA Alfredo Português e Nélson Cavaquinho Intérprete: Nélson Sargento

Morreu a freira mais querida Que durante a sua vida Foi a badência que mais reinou Vivia sempre a rezar na frente do altar Oh, Jesus, o seu coração me entregou

Morreu com todos os seus prantos Nem anjos, nem santos, nem Cristo a salvou

Quem professa a religião, diz a sagrada escritura Que poucos se salvarão porque a matéria não é pura Não se deve errar ao amor da devoção cristã Se não te podes salvar para que rezas tanto irmão

Organizador: Vinicius Terror

15

Blog Receita de Samba

FRUTO DA MALDADE Nélson Cavaquinho e César Brasil Intérprete: Jorge Veiga

Podem até dizer que eu sou um fruto da maldade Podem até jogar todos os males sobre mim Enquanto Deus me de a existência hei de zelar Por essa mulher até chegar meu fim

Ela sempre que me afastar do mal caminho Sempre evita que eu pise em montes de espinhos Sempre foi a minha ompanheira de jornada Deus me livre que digam que essa mulher não vale nada

GARÇA Nélson Cavaquinho e Guilherme de Brito Intérprete: Nélson Cavaquinho e Guilherme de Brito

És uma garça vadia voando na orgia sem direção Em busca de pérolas raras, De jóias bem caras pra tua ambição Fugida de um ninho pequeno De um lago sereno que foi todo teu Mergulha nesse lodaçal Procurando no mal o que o bem não te deu

Com gargalhadas alegres e perfumes Levas os pacatos coitados ao fim És uma garça sem ninho e pensas Que o lodo é o teu bom caminho

www.receitadesamba.com.br

GOTAS DE LUAR Nélson Cavaquinho e Guilherme de Brito Intérprete: Guilherme de Brito

Se eu pudesse roubar As gotas de luar Que vi brilhar nos olhos teus Guardava aquele encanto Para enfeitar meu pranto Na hora do adeus

Sei que muito breve, tu irás me esquecer Eu sei que vou sofrer, pr culpa da minha paixão Eu devia lhe deixar, mas vou continuar Pra castigar meu pobre coração

HISTÓRIA DE UM VALENTE Nélson Cavaquinho e José Ribeiro de Souza Intérprete: Nélson Cavaquinho

Quem diz, não mente Na mão de um fraco Sempre morre um valente

Sou daquele tempo da Brancura Que os fracos mandavam Os fortes para a sepultura

Quando eu fui pra Mangueira Noel Dizia, que o revólver veio Pra acabar com a valentia

Organizador: Vinicius Terror

16

Blog Receita de Samba

INSÔNIA Nélson Cavaquinho, Bandeira Brasil e Neoci Intérprete: Velha Guarda da Mangueira

Meu deus amanhã cedo, se acaso ela voltar Me diga o que fazer pra gente não brigar Meu deus, meu coração vive a me torturar Cansado de sofrer, de tanto te esperar

A insônia leva-me a loucura, faz da noite uma tortura

Quando se espera por alguém voltar Onde anda aquela criatura

A minha triste figura é o retrato da desilusão

Dói no peito a ingratidão, eu não merecia isso não

Volta meu amor, tens o meu perdão Não há motivo pra nossa separação Por isso volta meu amor, tens o meu perdão Ainda há tempo pra reconciliação

JUÍZO FINAL Nélson Cavaquinho e Élcio Soares Intérprete: Nélson Cavaquinho

O sol há de brilhar mais uma vez

A luz há de chegar aos corações

Do mal será queimada a semente

O amor será eterno novamente

É o Juízo Final, a história do bem e do mal

Quero ter olhos pra ver, a maldade desaparecer

www.receitadesamba.com.br

JUSTIÇA DIVINA Nélson Cavaquinho e Guilherme de Brito Intérprete: Cristina Buarque e Guilherme de Brito

Tu manchaste meu nome Me levaste ao tribunal Tens piedade, confessa a verdade A justiça divina me dará a liberdade

Um juiz pode me condenar Mas um dia se abrirá a prisão E o remorso que há de te acompanhar Deste não terás libertação

LÁGRIMA SEM JURI Nélson Cavaquinho e Fernando Mauro Intérprete: Nélson Cavaquinho

Quem sou eu pra pensar só em mim Choro até por quem está chegando ao fim

Se viveu ou se sofreu, isso não pertence a mim Todos tem seu próprio eu, e o eu seu próprio fim Não critico a ninguém, sempre me achei feliz Pois se eu erro também nunca posso ser juiz

Organizador: Vinicius Terror

17

Blog Receita de Samba

LAVO MINHAS MÃOS Nélson Cavaquinho Intérprete: Élton Medeiros

Deus é quem tem o direito de castigar Não me vingo de ti para não pecar Obedeço os mandamentos da lei de Deus Nunca mais eu beijarei os lábios teus

Para que vingar-me se o castigo vem do céu Para que beijar lábios que amargam como fel Lavo minhas mãos com todos os pecados teus Pra castigar só Deus

LUTO Nélson Cavaquinho e Guilherme de Brito Intérprete: Nélson Cavaquinho

Respeite a minha dor, não cante agora Perdi meu grande amor faz uma hora

O seu gesto é muito feio

Você deve respeitar o mau alheio Eu também já fui feliz até que um dia

O luto envolveu minha alegria

A minha mágoa quase deformou meu rosto

Repare bem que não é pouco o meu desgosto Depois de tantos anos perdi meu grande amor Não cante agora que é demais a minha dor

www.receitadesamba.com.br

LUZ NEGRA Nélson Cavaquinho e Amâncio Cardoso Intérprete: Elizeth Cardoso e Nélson Cavaquinho

Sempre só eu vivo procurando alguém Que sofre como eu também E não consigo achar ninguém

Sempre só e a vida vai seguindo assim Não tenho quem tem dó de mim Estou chegando ao fim

A luz negra de um destino cruel Ilumina um teatro sem cor Onde estou desempenhando o papel De palhaço do amor

ME ESQUECE Guilherme de Brito e Nélson Cavaquinho Intérprete:Guilherme de Brito

Não pense Que o seu sorriso vai me trazer a paz Com a maldade que você me faz Meu coração não lhe aceita mais

Eu sinto que o nosso amor hoje caiu no esquecimento Seus olhos só querem ver meu sofrimento Enquanto você sorri eu vou chorando em minha prece Implorando ao criador pra ver se você me esquece

Organizador: Vinicius Terror

18

Blog Receita de Samba

MESA FARTA Nélson Cavaquinho e Guilherme de Brito Intérprete: Márcia

Na hora da mesa farta não se julga a companheira Às vezes por uma carta se perde a fortuna inteira Pois quando nos falta o vinho e quando se falta o pão É que se vê que um carinho é feito de coração

Há sempre um Judas com dinheiro Na mesa de qualquer casal Inimigo traiçoeiro esperando o momento fatal Que todo homem tivesse que passar por esse dia Pra ver se a mulher merece ter o nome de Maria

MEU CAMINHO Nélson Cavaquinho e Guilherme de Brito Intérprete: Beth Carvalho

Vai por mim, que encontrarás no meu caminho Flores e bondade, amor e paz Sofri com resignação Mas hoje em dia eu não sofro mais Só posso agradecer a Deus o Criador Que me deu tudo que mereço Estou tranqüila com o meu amor

Eu sofri de verdade, hoje vivo assim Mas a felicidade não é só pra mim Sei que vais me ouvir e hás de ver Que eu plantei o que tu vais colher

www.receitadesamba.com.br

MINHA FAMA Magno de Oliveira e Nélson Cavaquinho Intérprete: Nélson Cavaquinho

Quando eu morrer deixarei minha fama Deixarei no mundo quem me ama As lágrimas que rolam em meu rosto Não sabem dizer qual é o meu desgosto

Meu coração é uma casa de sentimentos

E sele guardo todos os meus sentimentos

às vezes choro para me desabafar Mas não dogo a ninguém a causa do meu penar

MINHA FESTA Nélson Cavaquinho e Guilherme de Brito Intérprete: Nélson Cavaquinho

Graças à Deus minha vida mudou Quem me viu, quem me vê, a tristeza acabou Contigo aprendi a sorrir Escondeste o pranto de quem sofreu tanto Organizaste uma festa em mim

É por isso que eu canto assim

Organizador: Vinicius Terror

19

Blog Receita de Samba

MINHA HONESTIDADE VALE OURO Nélson Cavaquinho e Guilherme de Brito Intérprete: Nélson Cavaquinho

www.receitadesamba.com.br

MINHA SOLIDÃO Nélson Cavaquinho e Guilherme de Brito Intérprete: Guilherme de Brito

Meu coração é terra que ninguém passeia Tu és igual a quem traiu Jesus na ceia

Agora que eu paro pra pensar Mas deixe a vida caminhar

Minha honestidade vale ouro

É

muito tarde pra pedir perdão

Foi Deus quem me deu este tesouro

O

amor eu maltratei no meu passado

Sou companheiro, não mereço Ser trocado por dinheiro

Quanto peito magoado há de sorrir da minha solidão

Bem sei que é por isso que padeço Com o desprezo que mereço

O

remorso algum dia vem te procurar

Dos corações que sempre magoei

Serei teu amigo, hei de te perdoar Tu nunca soubeste ser bom companheiro És como Judas que trocou Cristo por trinta dinheiros

Que Deus perdoe os pecados meus Porque a vida está me dizendo adeus

MINHA PAZ Nélson Cavaquinho e Guilherme de Brito Intérprete: Guilherme de Brito

Ó meu Deus, porque eu sou tão infeliz

Não sei qual foi o mal que fiz Para sofrer tanto assim, tenha pena de mim Foi sofrendo que eu perdi a mocidade Buscando a felicidade que sempre foge de mim

Nem no amor eu consigo encontrar minha paz Só dissabor é o que a vida me traz Se eu errei e não mereço ser perdoado Quero ter com esta provação a resignação

Sei que já paguei os erros do passado Tanto desprezei que vivo desprezado Só o que desejo agora no meu fim

É que alguém venha chorar por mim

MIRAGEM Nélson Cavaquinho e Guilherme de Brito Intérprete: Guilherme de Brito

Mais uma vez venho a vocês pra confessar que nunca fui feliz Sempre sorrindo, eu vou fingindo pois afinal não sei o mal que fiz Sou qual ave que não sabe chorar, todos gostam de ouvir meu cantar Com meu violão sempre colado ao meu peito tão amargurado

A minha vida é um livro aberto que conta histórias de um deserto

Minha alegria que não tem fim é a miragem que existe em mim

Organizador: Vinicius Terror

20

Blog Receita de Samba

MULHER SEM ALMA Nélson Cavaquinho e Guilherme de Brito Intérprete: Nélson Cavaquinho

Fui tão bom pra ela, dei meu nome a ela Tudo no princípio eram flores Sem saber que eu era demais entre seus amores Quase passei fome para honrar seu nome Tropecei nos erros de uma mulher sem alma Mas eu não perdi a calma

Eu não sei por que isso acontece em minha vida Mais uma ferida no meu peito a sangrar Só a minha fé é que me traz consolação Pra tanta humilhação que eu vivo a suportar

NAIR Nélson Cavaquinho Intérprete: Galo Preto

Choro

NÃO BRIGO MAIS Nélson Cavaquinho e César Brasil Intérprete: Vítor Bacelar

Não, eu não brigo mais Sem o teu amor eu não vivo em paz Já não passo mais as noites como eu passava Não tenho sossego, se soubesse não brigava

www.receitadesamba.com.br

NÂO É SÓ VOCÊ Nélson Cavaquinho e Guilherme de Brito Intérprete: Nélson Cavaquinho

Se você soubesse esconder a sua mágoa Os seus olhos não estariam rasos d água Quando eu sinto vontade de chorar Finjo me alegre pra ninguém me criticar Não é só você que não tem felicidade Eu também estou me acabando E não gozo a mocidade

Sempre me afastei de quem nasceu pra reclamar Não vem falar, não vem chorar perto de mim Escondo a minha dor pois eu não sei o mal que fiz Eu gosto de fingir que estou feliz

NÃO FAÇA A VONTADE A ELA Nélson Cavaquinho Intérprete: Nélson Cavaquinho

Não faça a vontade a essa mulher Não deixe ela fazer o que quer Deve-se ter amizade Mas não se deve dar liberdade

Vou te aconselhar porque tu és um grande amigo Deve estar ciente do que se passou comigo Não faça a vontade a essa mulher Dinheiro e vaidade é o que ela quer

Organizador: Vinicius Terror

21

Blog Receita de Samba

NÃO ME OLHES ASSIM (Aceito o teu adeus) Nélson Cavaquinho, Luis Rocha e Amado Regis Intérprete: Nélson Cavaquinho

Pelo amor de deus não me olhes assim Vejo nos seus olhos humilhação Já sei que não gostas mais de mim

Aceito teu adeus,como se aceitasse a paz Não será surpresa se não me quiseres mais Nesse mundo de deus tudo pode acontecer Porque que eu não posso te esquecer

NÃO PRECISA ME HUMILHAR Nélson Cavaquinho e Amado Regis Intérprete: Germano Mathias

Pode sorrir pra quem você quiser Pode até dizer que não me quer Não precisa me humilhar Nos olhos da mulher eu seu Quando ela quer abandonar o lar

O tempo me ensinou assim Me respeite até chegar meu fim Se você me der adeus Não pense mais em mim Que eu ficarei com Deus

www.receitadesamba.com.br

NÃO TE DÓI A CONSCIÊNCIA Nélson Cavaquinho, Augusto Garcez e Ari Monteiro Intérprete: Nélson Cavaquinho

Quando eu estava na flor da idade Sei que me tinhas amizade, sempre sorrias para mim Sinto saudades daqueles beijos de outrora Zombas por eu ter perdido a mocidade Não tardas em me dizer que vais embora

Eu faço tudo para não te ver contrariada Sempre soube te prezar, ó minha doce amada Não te dói a consciência em eu ser sacrificado? Será que tens coragem de me deixar abandonado

NÃO TENHO INVEJA Nélson Cavaquinho e Silvio Trancoso Intérprete: Gilberto Alves

Eu não tenho inveja de quem vive muito bem

O que Deus me deu é pouco, mas chega também

Não sei cobiçar aquilo que não posso ter

O pouquinho também satisfaz o meu prazer

Guarda bem na mente, ó meu grande companheiro Eu sou pobre e não me troco por tanto dinheiro

Eu tenho sofrido tanto nessa vida Não sei se estou pagando os meus pecados Eu ainda tenho pouco e outros não tem nada Muitos caem até numa sarjeta abandonados

Organizador: Vinicius Terror

22

Blog Receita de Samba

NEGASTE UM CIGARRO José Batista e Nélson Cavaquinho Intérprete: Gil Orlando

Não és mais aquele que comigo padeceu Sinto só porque eu fui um grande amigo teu Negaste um cigarro a quem contigo já sofreu Pensar como tu pensas, antes ser pobre como eu

Neste mundo quanto mais se faz, menos merece É mais um que de um grande amigo se esquece É bom eu saber com quem lido, não és mais aquele amigo Cuidado para não sofrer um castigo

NEM TODOS SÃO AMIGOS Nélson Cavaquinho e Guilherme de Brito Intérprete: Beth Carvalho

Você tendo vida, saúde e dinheiro Todos lhe querem muito bem Mas se você fracassar pode ter a certeza Que ninguém vem lhe procurar

Não conte com amigos, amigos não são todos Alguns só sabem lhe chamar para beber Mas se lhe encontrarem com fome fogem de você

www.receitadesamba.com.br

NINHO DESFEITO Nélson Cavaquinho e Wilson Carnegal Intérprete: Nélson Cavaquinho

Vives no meu pensamento Não esqueço um segundo de ti

É minha vida um tormento

Sofrimento igual nunca vi Teu perfume ficou em meu leito No meu peito ficou teu amor Volta que ninho desfeito é uma casa onde mora a dor

Se batem na porta do meu triste lar No peito meu coração se agita Abro, a esperança desfaz-se no ar Por não encontrar por quem ele palpita No entanto, eu espero sem desesperar Pois sei que voltarás um dia Sei que virás novamente enfeitar Nosso lar de prazer e alegria

NOME SAGRADO Nélson Cavaquinho , Guilherme de Brito e José Ribeiro de Sousa Intérprete: Zuzuca

O nome de mulher é tão sagrado

Mulher é nome pra ser respeitado

A cobra não morde uma mulher gestante

Porque respeita seu estado interessante

Organizador: Vinicius Terror

23

Blog Receita de Samba

Minha mãe também tem nome de mulher Tenho que defender Eu choro quando vejo ela sofrer Deus, Nosso Senhor, devia castigar

O infeliz que faz uma mulher chorar

NOTÍCIA Nélson Cavaquinho e Alcides Caminha Intérprete: Nélson Cavaquinho

Já sei a notícia que vens me trazer Os seus olhos só faltam dizer

O melhor é eu me convencer

Guardei até onde eu pude guardar

O cigarro deixado em meu quarto

É da marca que fumas

Confessa a verdade, não deves negar

Amigo como eu jamais encontrarás Só desejo que vivas em paz Com aquela que manchou meu nome Vingança, meu amigo, eu não quero vingança Os meus cabelos brancos Me obrigam a perdoar uma criança

www.receitadesamba.com.br

O BEM E O MAL

Nélson Cavaquinho e Guilherme de Brito Intérprete: Nélson Cavaquinho

Nunca é tarde pra quem sabe esperar

O que se espera há de se alcançar

Eu plantei o bem vou colher o que mereço

A felicidade deve ter meu endereço

Eu não sei porque tu falas mau de mim Se eu tenho defeito Deus me fez assim Mas tenho certeza do que me convém Entre o mal e o bem

Tu és a treva eu sou a luz Entre nós dois não pode haver a união Eu tenho a fé que conduz Pra me livrar de quem deseja Apunhalar meu coração

O BEM QUERER

Guilherme de Brito e Nélson Cavaquinho Intérprete: Guilherme de Brito

Vou me modificar, não vou mais amar

Não vou mais sofrer, chega de sofrimento

E de perder tempo com o bem querer

Organizador: Vinicius Terror

24

Blog Receita de Samba

Se estou feliz sozinho Surge em meu caminho nova ilusão Eu vou me derretendo

E quem sai perdendo é meu coração

Se um novo amor se aproximar Vou me esconder, vou deixar passar Se que pra mim só vem mais um bem querer Que não me quer bem

www.receitadesamba.com.br

O DONO DAS CALÇADAS

Nélson Cavaquinho e Guilherme de Brito Intérprete: Nélson Gonçalves

Como é bom a gente ser amigo Como é bom a gente ser querido Pois só é assim quem pensa em Deus quando amanhece Como é bom a gente socorrer a quem padece Eu que já vaguei nas madrugadas e já fui o dono das calçadas Pra todos aqueles que me estenderam a mão dividi meu coração

O DIA DE AMANHÃ Nélson Cavaquinho e Guilherme de Brito

Não é preciso me agradecer

Hoje me recebem nos salões iluminados Cabelos prateados, mas eu não vou mudar Pois eu me apresento com o mesmo violão

Intérprete: Beth Carvalho

E

o mesmo coração que ainda tem amor pra dar

Pelo bem que eu fiz a você

O

MEU PECADO

Não sei o meu dia de amanhã Também posso precisar De alguém me ajudar

Nélson Cavaquinho e Zé Kéti Intérprete: Elizeth Cardoso

Eu sempre fiz por quem merece

Quem é bom de coração Deus não esquece

Meu pecado

Foi querer na minha mocidade Amar tantas mulheres

É

triste ver os outros sofrendo

O

tempo já passou, eu sinto saudade

E

a gente querendo ajudar a quem é infeliz

O

meu pecado foi passar noites em serestas

Por mim essa gente sorria Se eu pudesse faria todo mundo feliz

E

bebendo por aí pela cidade

Nem com dinheiro as mulheres Já não me desejam mais Ah, se eu soubesse Voltaria ao meu tempo de rapaz

Organizador: Vinicius Terror

25

Blog Receita de Samba

ORGULHO E AGONIA Nélson Cavaquinho e Fernando Mauro Intérprete: Nélson Cavaquinho

O mal não avisa quando está pra chegar

Veio de surpresa para lhe castigar Transformou o seu orgulho em agonia Eu já esperava isso um dia

Todos nós erramos, mas é bom não errar

É um conselho que eu vou te dar

Não devo me humilhar, Deus não me ensinou assim Talvez aprenda a ser igual a mim Sempre eu falei a vida muda, aqui vai a minha ajuda Vamos juntos caminhar até o fim Não me ouviu um só minuto e no desespero eu escuto Você chamando por mim

OS TEUS OLHOS CANSAM DE CHORAR Nélson Cavaquinho e Alfredo Português Intérprete: Nélson sargento

Os teus olhos cansam de chorar

E me fazem admirar as tuas faces que não tem cor

Que será que te faz penar querendo assassinar o teu valor

Se eu te pudesse valer não te deixava morrer Nos braços de algum sedutor

www.receitadesamba.com.br

Ilusões jamais terás no teu triste viver Por certo te darás sentença ao teu sofrer A dor que te oprime, não terás perdão Se te matares de paixão, é crime

PALAVRAS MAL DITAS Guilherme de Brito e Nélson Cavaquinho Intérprete: Ari Cordovil

Palavras mal ditas, aquelas que eu ouvi de ti Da mesma boca que me fez sonhar Dos mesmos lábios que eu gostava de beijar Agora vá em bora, não quero mais te ouvir falar

Eu não perdôo a sua ingratidão pro nosso coração Nem tudo é como se deseja Eu não errava quando te dizia A mão que acaricía é a mesma que apedreja

PALCO VAZIO Nélson Cavaquinho e Guilherme de Brito Intérprete: Guilherme de Brito

Foi um fracasso quando subiste ao palco iluminado Sem ter ninguém para erguer teu braço Nesse teu show tão vaiado Da tua fama só resta um pouco de melancolia Tu tinhas que te levantar da cama Hoje o teu nome não dá bilheteria

Organizador: Vinicius Terror

26

Blog Receita de Samba

Caiu o pano sobre o cenário que era multicor Como empresário desse nosso amor Fui teu amigo e te avisei Te vi sozinha sem ter ninguém para te acompanhar Quando senti que iam te vaiar em vez de rir, chorei

PALHAÇO Nélson Cavaquinho, Washington e Oswaldo Martins Intérprete: Nélson Cavaquinho

Sei que é doloroso um palhaço Se afastar do palco por alguém Volta, que a platéia te reclama Sei que choras palhaço Por alguém que não lhe ama

Enxuga os olhos e me dá um abraço Não te esqueças, que és um palhaço Faça a platéia gargalhar Um palhaço não deve chorar

PECADO Nélson Cavaquinho e Lígia Uchôa Intérprete: Telma

Vai, antes que os vizinhos saibam Vai, antes que tu me enganes outra vez O teu nome deve ser pecado Se eu pudesse, esqueceria o teu passado

www.receitadesamba.com.br

Vai, antes que os vizinhos saibam Vai, antes que tu me enganes outra vez

O teu nome deve ser pecado

Se eu pudesse, esqueceria o teu passado

Vai antes que os outros me apontem Antes que eu morra de vergonha de te perdoar Vai, antes que o sol transforme em pedra

O lamaçal que tu trouxeste para dentro do meu lar

PIMPOLHO MODERNO Gérson Filho e Nélson Cavaquinho Intérprete: João Nogueira

Dos filhos meus o caçulinha é o fim Saiu pai, ele e igualzinho a mim Já esta de olho na filhinha do vizinho aí ao lado Parece que mais tarde isso não vai dar bom resultado

Cantar um samba para ele e de colher Ele tem 5 anos e só diz assim:

Papai me arranja uma mulher Já estou preocupado com os atos do pimpolho Ao passar por uma jovem ele logo pisca o olho

Se entro num barbeiro, ele também quer se barbear Diz que é Vasco e até um charuto o garoto quer fumar Cumprimenta todo mundo, como adora uma viola Cismou que a Teresinha agora esta lhe dando bola

Organizador: Vinicius Terror

27

Blog Receita de Samba

POMBA DA PAZ Guilherme de Brito e Nélson Cavaquinho Intérprete: Guilherme de Brito

Assim como nasce uma flor, que ninguém consegue explicar Nasce também o amor que não devia acabar Eu como não sei de onde vim e também não sei pra onde eu vou Vivo indeciso assim, mas vou cantando onde estou

Sei que existe a força do mal habitando mil corações Existe também o carnaval me mostrando um rei de ilusões Mas o que é bom ninguém faz, o bem ninguém quer praticar E se existe a pomba da paz, os homens vão matar

PRANTO DE POETA Nélson Cavaquinho e Guilherme de Brito Intérprete: Cartola

Em Mangueira quando morre um poeta Todos choram Vivo tranqüilo em Mangueira porque Sei que alguém há de chorar quando eu morrer

Mas o pranto em Mangueira é tão diferente É um pranto sem lenço que alegra a gente Hei de ter um alguém pra chorar por mim Através de um pandeiro e de um tamborim

www.receitadesamba.com.br

PRIMEIRO DE ABRIL Nélson Cavaquinho, Paulista e Noel Silva Intérprete: Jorge Veiga

Hoje não é dia primeiro de abril Com essa cara, outra vez você mentiu Não sou otário, nasci na Lapa Você não pode me enganar Mentir assim é de amargar Eu não mereço tanta ingratidão assim Parece até que você quer ver o meu fim Não faça mais isso comigo senão eu lhe darei castigo Quando me zango sou um perigo

Nunca hás de aprender a me enganar Coloque-se em seu lugar E deixe de me envergonhar, me envergonhar Por favor não faça isso mais Se outra vez você mentir Eu sei de que serei capaz

QUANDO EU ME CHAMAR SAUDADE Nélson Cavaquinho e Guilherme de Brito Intérprete: Nélson Cavaquinho

Sei que amanhã quando eu morrer, Os meus amigos vão dizer que eu tinha um bom coração Alguns até hão de chorar e querer me homenagear Fazendo de ouro um violão

Organizador: Vinicius Terror

28

Blog Receita de Samba

Mas depois que o tempo passar Sei que ninguém vai se lembrar que eu fui embora Por isso é que eu penso assim Se alguém quiser fazer por mim que faça agora

www.receitadesamba.com.br

QUEM CHORA TEM SEMPRE RAZÃO Guilherme de Brito e Nélson cavaquinho Intérprete: Nélson Cavaquinho

Me dê as flores em vida, o carinho, a mão amiga Para aliviar meus ais

Chorar não é vergonha não Quem chora sempre tem razão Alguns choram de alegria

Depois que eu me chamar saudade

E

outros por não terem

Não preciso de vaidade, quero preces e nada mais

O

pão de cada dia

QUE CAIA SOBRE MIM Nélson Cavaquinho e Amado Régis Intérprete: Nélson Cavaquinho

Juro que não sou o causador De você estar sofrendo assim Juro até pelo amor de Deus Se algum mal eu lhe desejo Que caia sobre mim

Apenas eu lhe disse Não use a sua grandeza Para ofuscar a minha pobreza Nunca é tarde demais Pra quem sofre encontrar a paz

Se uma lágrima brilha num rosto Dá motivo pra gente pensar Se ela é de prazer ou desgosto Não faz mal, o que importa

É que tem que se respeitar

QUERO ALEGRIA Nélson Cavaquinho e Guilherme de Brito Intérprete: Nélson Cavaquinho

Eu já sei porque choras palhaço Eu já sei que alguém não te quer Enxuga o teu pranto

O que não falta nesse mundo é mulher

Vejo cair dos olhos teus Lágrimas cada vez mais Quero sorrir, quero alegria Não quero ouvir os teus ais

Organizador: Vinicius Terror

29

Blog Receita de Samba

QUERO LHE VER EM MEUS BRAÇOS Nélson Cavaquinho e Wilson Moreira Intérprete: Quinteto em Branco e Preto

Quando eu passo por você Me dá vontade de lhe dizer Que lhe adoro e te quero só pra mim Não sei se esse amor, vai causar meu fim Já fiz tudo pra lhe esquecer Mas dia-a-dia aumenta o meu sofrer e digo Com pureza d´alma: estou perdendo a calma

A obsessão me atingiu profundamente

Veio amargurando e confundiu a minha mente Mas acho que o destino nos envolve a cada dia Sinto toda força me dizer que você é minha guia

REI SEM TRONO Nélson Cavaquinho e Alberto Jesus Intérprete: Nélson Cavaquinho

Sou um rei sem coroa

Sou um rei destronado Olhem bem no meu rosto Que não deixa mentir

É tão grande o meu desgosto

Tenho as ruas francas para andar Bancos de jardins pra descansar

Minha vida foi tão boa

É tão triste a sorte minha

Sem reinado e sem rainha

www.receitadesamba.com.br

REI VADIO Nélson Cavaquinho e Joaquim Vaz de Carvalho Intérprete: Nélson Cavaquinho

Consolei meu peito tão marcado Quando relembrei as rugas do passado Tropecei nos cantos dessa vida Cada esquina traz agora uma ferida

Noites eu varei, mas cada amor me fez um rei Um rei vadio, um poeta tão sem lei Não vivi em vão, fiz tanto amigo, muito irmão Nem mesmo a mágoa pode calar meu violão

REI VAGABUNDO José Ribeiro de Souza, Nelson Cavaquinho e Noel Silva Intérprete: Nélson Cavaquinho

Todos têm o direito De sorrir nesse mundo Só eu choro porque Sou um rei vagabundo

Meu reinado é cheio de ilusão

E ninguém de mim tem compaixão, meu irmão

Organizador: Vinicius Terror

30

Blog Receita de Samba

REVERTÉRIO Nélson Cavaquinho e Guilherme de Brito Intérprete: Nélson Cavaquinho

Do pó vieste e para o pó irás Neste planeta tudo se desfaz Não deves sorrir do mal-estar de alguém Porque o teu castigo chegará também Vives como um fidalgo, guardes a tua riqueza Que eu ficarei com a pobreza

Eu me considero rico em ser pobre Sejas como eu que sempre soube ser nobre Tens um coração de pedra, de ninguém tens dó Tu também és um que vieste do pó Vives como um fidalgo, guardes a tua riqueza Que eu ficarei com a pobreza

RIO NÃO ÉS MAIS CRIANÇA Nélson Cavaquinho e José Ribeiro de Sousa Intérprete: Thelma Soares

Rio, tu não és mais criança Rio te abraço toda hora Vou pra Mangueira com o meu violão Já vou-me embora

www.receitadesamba.com.br

RISOS E LÁGRIMAS Nélson Cavaquinho, José Ribeiro de Souza e Rubem Brandão Intérprete: Clara Nunes

Ah, eu sou aquela dama das camélias Ah, que fez vibrar diversos corações Em carnavais que passaram nas avenidas e salões Despertado ambições Ah eu não sou esquecida Entre palhaços e pierrôs eu sou a preferida

Choro, risos e lágrimas em fantasias eu vi rolar Mais sendo a dama das camélias Nem o pranto colorido me fez silenciar

RUGAS Nélson Cavaquinho, Augusto Garcez e Ari Monteiro Intérprete: Nélson Cavaquinho

Se eu for pensar muito na vida, morro cedo, amor Meu peito é forte, nele tenho acumulado tanta dor As rugas fizeram residência no meu rosto Não choro pra ninguém me ver sofrer de desgosto

Eu que sempre soube esconder a minha mágoa Nunca ninguém me viu com os olhos rasos d'água Finjo-me alegre pro meu pranto ninguém ver Feliz aquele que sabe sofrer

Organizador: Vinicius Terror

31

Blog Receita de Samba

SAUDADE MINHA INIMIGA Nélson Cavaquinho e Guilherme de Brito Intérprete: Elza Soares

Saudade és a minha inimiga mais perigosa Saudade abandones o meu peito, não sejas teimosa Sofri o revés pela primeira vez na vida Vivo tão distante da minha querida Saudade seja minha amiga

Quando o amor chega a saudade logo vem

E a gente é feliz por ter aquilo que convém

Mas o amor se foi e não deseja mais voltar

E a saudade não quer me abandonar

SE EU BEBO Nélson Cavaquinho Intérprete: É com esse que eu vou

Se eu bebo é porque posso beber Se eu gasto é por que posso gastar Bebida não me atrasa Se eu caio na

A bebida é um prazer, só quem bebe pode dizer

Uns bebem por alegria, outros bebem até pra sofrer

Bebida foi a mulher que ficou No lugar daquela que me abandonou

www.receitadesamba.com.br

SE EU SORRIR Nélson Cavaquinho e Guilherme de Brito Intérprete: Nélson Cavaquinho

Se eu sorrir meu pranto nunca virá Se eu cantar minha alegria virá Hei de resistir essa paixão que me domina Chega de chorar, pois sofrer é minha sina

Meu criador olhai o meu sofrer Não perco a esperança de vencer Eu amei tanto e não venci Só Deus sabe o que eu sofri Vou dar por terminada esse minha triste sina Porque amar foi a minha ruína

SE ME DER ADEUS Nélson Cavaquinho e Amado Régis Intérprete: Jorge Veiga

Se me der adeus É um favor que você faz Na minha vida, criança louca Sempre você foi demais

Na sua juventude só me trouxe amargor Gostei de uma criança que só me trouxe amargor Adeus, adeus, adeus, aceito sem pesar Dê o seu rosto para quem quiser beijar

Organizador: Vinicius Terror

32

Blog Receita de Samba

SE VOCÊ ME OUVISSE Nélson Cavaquinho e Guilherme de Brito Intérprete: Beth Carvalho

Se você me ouvisse Não estaria chorando agora, chora, chora Vou embora, vou deixar a saudade

Como lembrança, adeus linda criança Se ficar vou sofrer muito mais do que já sofri Vou com Deus, vou sair daqui

www.receitadesamba.com.br

SEMPRE MANGUEIRA Geraldo Queiroz e Nelson Cavaquinho Intérprete: Nélson Cavaquinho

Ôô, Oô, foi Mangueira que chegou

Mangueira é celeiro de bambas como eu Portela também teve p Paulo que morreu Mas o sambista vive eternamente No coração da gente

O

nosso sonho chegou

Os versos de Mangueira são modestos

O

amor quando nasce é bonito a gente ver

Mas há sempre força de expressão

Que bom se não chegasse o momento do amor morrer

Nossos barracos são castelos

É

por isso que eu sinto o meu peito tão magoado

Em nossa imaginação

Quando eu venho dizer que está tudo acabado

SEMPRE ALGUÉM Nélson Cavaquinho e Joaquim Vaz de Carvalho Intérprete: É com esse que eu vou

Um dia como a flor caí

E como um pecador menti

Tal qual um perdedor fugi Com medo da verdade, tão cego e sem razão

Não desejo a ninguém todo o mal que passei Nem a dor que sofri

Mas pro erro e pro mal sempre resta o perdão

E sempre alguém pra oferecer a mão

SINAL DE PAZ Nélson Cavaquinho e Guilherme de Brito Intérprete: Jurema

Teu sorriso me traz tanta alegria É um sinal de paz que eu quero todo dia Te perdi com os olhos rasos d´água Mas felizmente agora não tenho mágoa

Apelei pra tua consciência Sofri demais na tua ausência Pensei em me vingar Mas a tua volta me transformou Meu anjo bom vamos viver em paz Que é bem melhor do que brigar

Organizador: Vinicius Terror

33

Blog Receita de Samba

TATUAGEM Nélson Cavaquinho, Guilherme de Brito e Paulo Gesta Intérprete: Nélson Cavaquinho

www.receitadesamba.com.br

TRAÇO DE UNIÃO Nélson Cavaquinho e Guilherme de Brito Intérprete: Guilherme de Brito

O

meu único fracasso

Deus que te ajude e perdoe o teu pecado

Está na tatuagem no meu braço

Nunca é tarde pra se pedir perdão a deus É grande o teu erro, me revolto em pensar

É

feliz quem já viveu aflito

Somente Deus pode te perdoar

E

hoje tem a vida sossegada

Muita gente tem um corpo tão bonito Mas tem a alma toda tatuada

TENHA PACIÊNCIA Nélson Cavaquinho e Guilherme de Brito Intérprete: Clara Nunes

Tenha paciência meu amor

A fé é tudo nesse mundo

Estamos com nosso Senhor Deus o Criador do céu, da terra e do mar Há de dar forças para a gente caminhar Vamos pra bem longe da maldade Deus que nos guie em direção à bondade

Vai por mim, é sempre assim Quando se é feliz tem sempre alguém Para nos invejar e aconselhar Mas essa gente só quer nos separar

Fugiste do dever naquela hora tão sagrada És a mãe desnaturada Mataste o fruto de um amor, de uma grande paixão Sem ver que destruías nosso traço de união

VELHICE Alcides Malandro Histórico e Nélson Cavaquinho Intérprete: Pedro Miranda

Vejo você hoje em dia acabada Quem te viu quem te vê quando eras amada Hoje a velhice apoderou-se de você Eu não sinto saudade da mocidade E nem vivo a sofrer Assim diz você, assim diz você

Vá te mirar no espelho e veja como estás velha Estas no último degrau da vida Não vou zombar de você porque também vou pra lá Mais tarde a velhice de mim vai se apoderar

Organizador: Vinicius Terror

34

Blog Receita de Samba

VELHO AMIGO Nélson Cavaquinho e Paulo César Feital Intérprete: Soraya Ravenle

Desce o porão e vê se espanta o meu passado Me dê a mão, por Deus, estou enclausurado Toma cuidado o corrimão é tão antigo Já perdi um velho amigo Aqui perigo é mato

Vai que a adega ainda está iluminada A escuridão veio comigo encarcerada Abre os barris dessa ilusão inebriada Pra que eu possa enfim dormir Com a minha bem amada

VISITA TRISTE Nélson Cavaquinho, Guilherme de Brito e Anatalício Silva Intérprete: Nélson Cavaquinho

Já vem a saudade outra vez me visitar Que visita triste, só me faz chorar Para ninguém ver o meu pranto Boa noite para todos, eu vou me retirar

Os meus amigos não respeitam minha mágoa Eu sinto os meus olhos rasos d'água O meu sorriso vai e a saudade vem Eu não sou o primeiro a sofrer por alguém Já vem a saudade outra vez me visitar Que visita triste, só me faz chorar

www.receitadesamba.com.br

Para ninguém ver o meu pranto Boa noite para todos, eu vou me retirar

VOLTEI Nélson Cavaquinho e Guilherme de Brito Intérprete: Beth Carvalho

Voltei

Humildemente venho te pedir perdão

E pensa bem se queres me dizer que não

Porque podes fazer parar meu coração

Se eu errei não fiz por mal, por isso vim te procurar

E peço pelo amor de Deus para me perdoar

Eu não devia jamais ter partido, mas fui ouvir meu orgulho ferido Na tua ausência eu senti como é a noite fria de um homem sem fé

A solidão, a fiel companheira, mostrou o erro que eu cometi

Volto chorando, me humilhando, pra nunca mais me afastar de ti.

VOU PARTIR Nélson Cavaquinho e Jair do Cavaquinho Intérprete: Nélson Cavaquinho

Vou partir não sei si voltarei Tu não me queiras mal, hoje é carnaval

Partirei para bem longe, não precisas te preocupar Só voltarei pra casa quando o carnaval acabar,acabar

Organizador: Vinicius Terror

35

Blog Receita de Samba

EXTRA – SAMBAS INÉDITOS

Além das faixas de áudio selecionadas nessa coletânea, consegui encontrar mais sete sambas em gravações caseiras na voz do próprio Nélson. Seguem abaixo as letras desses sambas:

TIBURCIO Nélson Cavaquinho e Guilherme de Brito

Quem vê o Tuburcio Subindo o morro, fazendo arruaça Pedindo um trocado pra tomar cachaça Não sabe quem vai ali Filando cigarro, batendo na mão com o jornal dobrado Se existe alguém que ri deste coitado É porque não viu aquilo que eu já vi

Eu já vi o Tiburcio, um dia sereno contar seu passado Tão triste coitado, lembrou seus amores Nos dias de flores que o tempo destrói O Tiburcio maluco hoje carrega água tão cheio de mágoa Com a garotada lhe dando pedrada Sem saber que na guerra ele foi um herói

www.receitadesamba.com.br

SEI SOFRER COM RESIGNAÇÃO Nélson Cavaquinho e Guilherme de Brito

O que eu mais peço a Deus é bondade

Não sei praticar a maldade Sei sofrer com resignação Sou feliz, tenho um bom coração

Pobre de quem não sabe sofrer Acha que é melhor morrer

Sempre peço a Deus para me socorrer

E socorra quem vive a sofrer

Desde criança eu penso assim

Não desejo o bem só para mim

SUICÍDIO Nélson Cavaquinho e Guilherme de Brito

A arma do covarde é o suicídio, eu sei

É um erro que eu sempre condenei

Existe sempre alguém que troca a vida pela morte Peço sempre a Deus pra não me dar essa sorte Quiseram viver eternamente Servindo de exemplo a essa gente Eu vivo sempre só, tão desgostoso

Mas acho meu viver tão precioso

Organizador: Vinicius Terror

36

Blog Receita de Samba

SEM NOME 1 Nélson Cavaquinho

Eu nada posso fazer Por quem vive no mundo sem ter proteção Uns dizem que são felizes Porque não lhes falta um pedaço de pão Coitados daqueles que vivem Caídos na rua sem ter um carinho Sou bem feliz infeliz Deus não me esqueceu e me deu um pouquinho

Muitos desertam da vida Não sabem sofrer como eu tenho sofrido Um pedaço de pão já me fez muita falta Hoje me compadeço de um pobre caído

SEM NOME 2 Nélson Cavaquinho

Bela como as flores, falsa como Judas Às vezes até o tempo muda Olha que os males podem te avançar E depois ter que me procurar Eu não matarei a tua mágoa Juro que lhe negarei até um copo d´água

www.receitadesamba.com.br

SEM NOME 3 Nélson Cavaquinho e Guilherme de Brito

Eu não me meto mais na briga de ninguém Minha vizinha hoje me olha com desdém Em briga de mulher com marido Quem se mete fica mal e eles ficam bem

Se ela fosse uma outra mulher Talvez soubesse me agradecer Mas é tão diferente Ela chora de raiva quando me vê ?????????????? socorro Daquela mulher que mora no alto do morro

SEM NOME 4

Zela pela tua existência que a vida é curta Tudo que tem um princípio também tem um fim

Quando abrir os teus olhos vais ver que é verdade Tudo que estou te dizendo é realidade

O mundo ensina qualquer criatura a viver

Quem te aconselha é um grande amigo teu Quem te aconselha sou eu que muito já padeceu Deixa essa vida cruel que amarga tanto quanto fel

Tu tens que compreender o que eu te digo

A vida é preciosa meu amigo

????????????????????

Seu companheiro tão fiel que vive sempre ao teu lado

Organizador: Vinicius Terror

37