Você está na página 1de 3

Pró-Reitoria de Pós-Graduação e Educação Continuada

Curso de Especialização em PSICANÁLISE

PLANO DE ENSINO
DISCIPLINA:
Psicanálise e Sexualidade
Professor: Paulo Roberto Ceccarelli Titulação: Doutor em Psicopatologia e Psicanálise
Breve currículo: Psicólogo. Psicanalista. Doutor em Psicopatologia fundamental e Psicanálise - Paris VII. Pós-doutor -
Paris VII. Membro da "Société de Psychanalyse Freudienne" - Paris – França. Membro da Associação Universitária de
Pesquisa em Psicopatologia Fundamental. Professor do Instituto de Psicologia da PUC- MG. Professor e orientador
de pesquisas na Pós-Graduação em Psicologia/UFPA (Belém-PA). Professor e orientador de pesquisas do Mestrado
de Promoção de Saúde e Prevenção da Violência/MP, da Faculdade de Medicina da UFMG (BH-MG). Sócio do Círculo
Psicanalítico de Minas Gerais (CPMG). Sócio Fundador do Círculo Psicanalítico do Pará (CPPA). Membro da Société de
Psychanalyse Freudienne (Paris, França).
Plataforma Lattes (CNPQ): http://lattes.cnpq.br/6109293223271452
Contatos: paulorcbh@mac.com
Carga Horária: 20h/aulas Data das Aulas: 25, 26 e 27 de janeiro de 2018

Ementa:
A história da sexualidade; sexualidade e cultura ocidental; ensaios sobre a sexualidade; a ruptura freudiana; o sexual
(o pulsional) e a sexualidade; sexualidade, moral sexual e cultura; corpo erógeno da psicanálise; os destinos do
pulsional: os sintomas, as neuroses, as perversões, as psicoses, complexo de Édipo e castração; as manifestações da
sexualidade (as heterossexualidades, as homossexualidades, travestismos, transexualidades, perversões, adicções,
crimes sexuais), dentre outros.

Objetivos da Disciplina:
1. Traçar o percurso freudiano em relação à sexualidade
2. O lugar do sexual (do pulsional) e da sexualidade na teoria psicanalítica
3. O sexual e o mal-estar na civilização

Metodologias de Ensino e Aprendizagem:


 Aula Expositiva
 Discussão de textos com a sala
 Discussão em grupo

Avaliação da Disciplina:
A atribuição de notas aos alunos regularmente matriculados na disciplina será baseada nos seguintes critérios:
 (1) participação nas aulas – peso 2;
 (2) participação nas discussões de textos - peso 3;
 (3) apresentação de trabalho – peso 5.

Faltas durante a Disciplina:


O aluno deverá ter no mínimo 75% de presença no decorrer da disciplina. Caso tenha mais de 25% de faltas nesta
disciplina o aluno será reprovado por falta.
PROGRAMAÇÃO DAS AULAS
Encontro 1 Data: 25 de janeiro (quinta-feira) Horário: 18h30 às 22h00
Objetivo da aula
 Breve digressão sobre a história da sexualidade.
 Discutir as ideologias que sustentam os discursos "normais" e "desviantes" sobre a sexualidade.
Conteúdo da aula
 A criação do normal e do patológico
 O "estilo psiquiátrico" aplicado à sexualidade
 Introdução à visão psicanalítica da sexualidade
Atividade:
 Aula expositiva e discussão dos textos
Bibliografia da aula
 Slides da Disciplina (A sexualidade, sua história e suas práticas)
 CECCARELLI, P. R.; COSTA SALLES, A. C. A invenção da sexualidade. In: Reverso, Belo Horizonte, ano 32, n. 60,
p. 15-24, 2010. Publicação semestral do Círculo Psicanalítico de Minas Gerais.
 FREUD, S. (1906). Meus pontos de vista sobre o papel desempenhado pela sexualidade na etiologia das
neuroses. E.S.B. RJ: Imago, 1972, v. 7.
Encontro 2 Data: 26 de janeiro (sexta-feira) Horário: 18h30 às 22h00
Objetivo da aula
 Apresentar as bases epistemológicas do pensamento freudiano.
Conteúdo da aula
 Retraçar o percurso de Freud
 A ruptura freudiana
 Para Freud "tudo é sexo"!
Atividade:
 Aula expositiva e discussão dos textos
Bibliografia da aula
 Slides da Disciplina (O percurso de Freud)
 FREUD, S. (1915) Neuroses de transferência: uma síntese. RJ: Imago, 1987.
 FREUD, S. (1905) Três ensaios sobre a teoria da sexualidade. E.S.B. RJ: Imago, 1972, v. 7.
Encontro 3 Data: 27 de janeiro (sábado) Horário: 08h00 às 12h00
Objetivo da aula
 Apresentar as bases da teoria pulsional (Trieb).
Conteúdo da aula
 O problema da tradução do termo alemão Trieb
 Os destinos da pulsão
 Pulsão e corpo
Atividade:
 Aula expositiva e discussão dos textos
Bibliografia da aula
 Slides da Disciplina (Instinto x Pulsão)
 FREUD, S. (1908). Moral sexual civilizada e doença nervosa moderna. E.S.B. RJ: Imago, 1976, v. 9.
 LINDENMEYER, C. Qual é o estatuto do corpo em psicanálise? In: Tempo Psicanalítico. RJ, 44-2, p 341-359,
2012.
Encontro 4 Data 27 de janeiro (sábado) Horário: 13h00 às 17h00
Objetivo da aula
 Discutir sobre os destinos pulsionais, as identificações, e as construções identitárias.
Conteúdo da aula
 O complexo de Édipo – uma introdução
 Os sintomas, as neuroses as psicoses e as perversões
 As manifestações da sexualidade
Atividade:
 Aula expositiva
 Discussão clínica
 Avaliação do curso
Bibliografia da aula
 Slides da Disciplina (O Édipo em busca de seus fundamentos)
 FREUD, S. (1923). O Ego e o id (Cap. 3). E.S.B. RJ: Imago, 1976, v. 19
 ________ (1924). A dissolução do complexo de Édipo. E.S.B. RJ: Imago, 1976, v. 19.
 MCDOUGALL, J. Teoria sexual e psicanálise. In: Ceccarelli, P. R. (org.) Diferenças sexuais. São Paulo: Escuta.
1999.
 CECCARELLI, Paulo R. As possíveis leituras da perversão. In: Estudos de Psicanálise, Belo Horizonte MG, n.
36, p. 135–14, Dez./2011.
Bibliografia Complementar:
 BUTLER, Judith. (1990) Problemas de gênero – Feminismo e subversão de identidade. Rio de Janeiro:
Civilização Brasileira, 2003
 CECCARELLI, Paulo R. Reflexões sobre a economia psíquica das adicções . In: Reverso. Belo Horizonte, 33,
62, p. 69 – 78, Set. 2011
 ___________________. O que as homossexualidades têm a dizer à psicanálise e aos psicanalistas. In:
BAGOAS – estudos gays, gêneros e sexualidades, Natal, 8, 103-1233, 2012
 ___________________. Sobre a virtualização do sexual. In: Lopes, A; Barberi, C; Ramos M; Barreto, R.
(Orgs.) Conexões virtuais: diálogos com a psicanálise. São Paulo: Escuta, p. 157-175, 2017a.
 ___________________. Transexualidades e mudanças discursivas. In: Estudos de Psicanálise – Belo
Horizonte, 47, 151-158, dez., 2017b.
 FOUCAULT, M. História da sexualidade I: a vontade de saber. 6.ed. Rio de Janeiro: Graal, 1985.
 FREUD, S. (1908). Sobre as teorias sexuais infantis. E.S.B. RJ: Imago, 1976, v. 9
 ________ (1908). Caráter e erotismo anal. E.S.B. RJ: Imago, 1976, v. 9.
 ________ (1925). Algumas consequências psíquicas da distinção anatômica entre os sexos. E.S.B. RJ: Imago,
1976, v. 19.
 ________ (1921). Psicologia de grupo e a análise do ego. E.S.B. RJ: Imago, 1976, v. 17.
 ________ (1930) O mal-estar na civilização. Imago, 1974, v. 17: Imago, 1974. v. 21.
 LAPLANCHE, J.; PONTALIS, J. B. Vocabulário da psicanálise. São Paulo: Martins Fontes, 2001.
 McDOUGALL, J As múltiplas faces de Eros. Rio de Janeiro, Martins Fontes, 1997.
 _____________. Teoria sexual e psicanálise. In: Ceccarelli, P. R. (org.) Diferenças sexuais. São Paulo: Escuta.
1999.
 REIS SANTOS, Adelson B.; CECCARELLI, Paulo R. Psicanálise e moral sexual. In: Reverso, Revista do Círculo
Psicanalítico de Minas Gerais, ano XXXII, n.59, 23-30, 2010b.
 ROUDINESCO, E. PLON, M. Dicionário de Psicanálise; tradução Vera Ribeiro, Lucy Magalhães; supervisão da
edição brasileira Marco Antonio Coutinho Jorge. - Rio de Janeiro: Jorge Zahar Ed., 1998.