Você está na página 1de 2

SMGC PARA O AEROPORTO INTERNACIONAL DE MAPUTO

2.1 Condições de Visibilidade e trafego

2.1.1 As condições de visibilidade e trafego são os dois factores mais importantes a


serem considerados na selecção de componentes para um sistema de orientação e
controle de movimento de superfície (SMGC) para um aeroporto.

Para o caso do Aeroporto Internacional de Maputo o sistema SMGC usado é definido


de acordo com os termos indicados na tabela no nr 1. da tabela 2-1.

Tabela 2-1. Visibilidade e condições de tráfego associadas aos sistemas SMGC

CONDIÇÕES DE VISIBILIDADE

1. Visibilidade suficiente para o piloto circular e evitar a colisão no caminho de


circulação e nos cruzamentos por referência visual, e para o pessoal das
unidades de controle exercer controle sobre todo o tráfego com base na vigilância
visual;

2. Visibilidade suficiente para o piloto circular e evitar colisão no caminho de


circulação e nos cruzamentos por referência visual, mas insuficiente para o
pessoal das unidades de controle exercer controle sobre todo o tráfego com base
na vigilância visual;

3. Visibilidade inferior a 400 m RVR (operações de baixa visibilidade).

Densidade de Tráfego

Em relação a densidade de trafego o Aeroporto Internacional de Maputo recebe 5


aeronaves durante a hora de pico que é o período das 9-10h, neste caso considera-se
que tem uma densidade de trafego baixa conforme indicado na tabela abaixo.
DENSIDADE DE TRÁFEGO
(na hora média ocupada, conforme determinado pelo Estado individual)

Baixa - não superior a 15 movimentos por pista ou tipicamente menos de 20


movimentos totais do aeródromo;

Média - Da ordem de 16 a 25 movimentos por pista ou tipicamente entre 20 e 35


movimentos totais do aeródromo;

Alta - Da ordem de 26 ou mais movimentos por pistas ou tipicamente mais de 35


movimentos totais do aeródromo.