Você está na página 1de 2

BELO HORIZONTE

É uma cidade brasileira, capital do estado de Minas Gerais. Com uma área de
aproximadamente 330 km² e uma geografia diversificada, com montanhas e baixadas,
está localizada na área central do estado a 716 km de Brasília, a capital nacional e a 438
km do Rio de Janeiro.

De acordo com o censo populacional nacional de 2010, sua população é de 2.475.440


habitantes, sendo a sexta cidade mais populosa do país.

É a cidade com o quinto maior PIB entre os municípios brasileiros e representa 1,38% da
riqueza total produzida no país. O desenvolvimento da cidade nos últimos tempos foi
reconhecido pelo ranking do jornal América Economía, no qual aparece como uma das
10 melhores cidades para fazer negócios na América Latina em 2009, a segunda no Brasil
e em frente a cidades como o Rio de Janeiro, Brasília e Curitiba.

HISTÓRIA

Fundação:

Em maio de 1895, Aarão Reis foi substituído pelo engenheiro Francisco de Paula Bicalho.
Ao 12 de dezembro de 1897, em ato público solene, o então presidente de Minas, Crispim
Jacques Bias Fortes, inaugurou a nova capital. A cidade, que já contava com 10 mil
habitantes em sua inauguração, custou aos cofres estaduais a importância de 36 mil contos
de réis. Em 1901, a Cidade de Minas teve seu nome modificado para o atual, em virtude
da dualidade de nomes, já que o distrito e a comarca se chamavam Belo Horizonte.

O projeto de Aarão Reis:

Projetada pelo engenheiro Aarão Reis entre 1894 e 1897, Belo Horizonte foi uma das
primeiras cidades brasileiras planejadas. Elementos chaves do seu traçado incluem uma
malha perpendicular de ruas cortadas por avenidas em diagonal, quarteirões de dimensões
regulares e uma avenida em torno de seu perímetro, a Avenida do Contorno.

O objetivo de se criar uma das maiores cidades brasileiras do século XX era atingido.
Porém, o plano de Belo Horizonte pertencia a sua época, seu conceito estava embasado
em fundamentos do século anterior. O projeto da cidade foi inspirado no modelo das mais
modernas cidades do mundo, como Paris e Washington. Os planos revelavam algumas
preocupações básicas, como as condições de higiene e circulação humana. A cidade foi
dividida em três principais zonas: a área central urbana, a área suburbana e a área rural.

História recente

Em 1980, aproximadamente 850.000 pessoas levaram o então Plaza Israel Pinheiro para
receber o próprio Papa João Paulo II.

Neste início do século XXI, Belo Horizonte tem se destacado pelo desenvolvimento do
setor terciário da economia: o comércio, a prestação de serviços e setores de tecnologia
de ponta. Alguns dos investimentos recentes nesses setores são a implantação do Parque
Tecnológico de Belo Horizonte, do Centro de Pesquisa e Desenvolvimento do Google
para a América Latina e do moderno centro de convenções Expominas. O turismo de
eventos, com a realização de congressos, convenções, feiras, eventos técnico-científicos
e exposições, tem fomentado o crescimento dos níveis de ocupação da rede hoteleira e do
consumo dos serviços de bares, restaurantes e transportes.

Interesses relacionados