Você está na página 1de 3

LOJAS AKI

AKI Alverca AKI Gaia AKI Penafiel

A PODA

JARDIM
Quinta da Verdelha E.N.10 Alverca Park Lugar da Barrosa CityPark Penafiel - Loja A
Alverca do Ribatejo Santa Marinha Rua do Tapadinho - Guilhufe
2610-501 Alverca 4400 Vila Nova de Gaia 4560-163 Penafiel
tel. +351 219 936 700
fax. +351 219 936 706
tel. +351 223 773 120
fax. +351 223 773 126
tel. +351 255 729 150
fax. +351 255 729 156 Saiba como utilizar técnicas de poda e ferramentas.
AKI Aveiro
Retail Park Aveiro , Lj. A e A1 AKI Guarda AKI Portimão
Zona Industrial da Taboeira Guarda Retail Park Retail Park de Portimão - Loja B
3800-055 Aveiro VICEG – Quinta da Várzea Vale de Arrancada, Chão das Donas
tel. +351 234 305 380
6300-653 Guarda 8500-473 Portimão
fax. +351 234 305 386 tel. +351 282 490 220
tel. +351 271 210 810
fax. +351 282 490 226
fax. +351 271 210 816
AKI Braga
Vale de Lamaçães AKI Guimarães AKI Porto
Lugar de Bretas Estrada da Circunvalação, 13941-75
Rua Capitão Salgueiro Maia
4700 Braga
tel. +351 253 240 080 Silvares 4100 Porto
fax. +351 253 240 086 4835-604 Guimarães tel. +351 226 165 860
Tel. +351 253 439 020 fax. +351 226 165 866

AKI Caldas da Rainha Fax. +351 253 439 026


City Park Caldas da Rainha AKI Santarém
Av. Infante Dom Henrique AKI Leiria Santarém Retail Park
2500-918 Caldas da Rainha Quinta do Pisão Quinta das Cegonhas,
tel. +351 262 889 680
Parceiros Rua O - Parque CNEMA
fax. +351 262 889 686
2400-473 Leiria 2000-471 Santarém
tel. +351 244 850 650 tel. +351 243 303 150
AKI Cascais fax. +351 244 850 656 fax. +351 243 303 156
Estrada Nacional N9
2645-544 Alcabideche
tel. +351 214 608 620 Lisboa - AKI Colombo AKI Setúbal
fax. +351 214 608 626 CC. Colombo, Lj. A003 Azeda de Baixo
Av. Lusíada São Sebastião
AKI Coimbra 1500-392 Lisboa 2900-411 Setúbal
CC. Dolce Vita - Euro Stadium Loja 10 tel. +351 217 110 750 tel. +351 265 528 470
Stº António dos Olivais fax. +351 217 110 756 fax. +351 265 528 476
3030-397 Coimbra
tel. +351 239 793 050
fax. +351 239 793 056 Lisboa - AKI Expo AKI Torres Vedras
Av. de Berlim, 10 Bairro de Arenes
AKI Évora 1800-038 Lisboa S. Pedro
Quinta do Alcaide tel. +351 218 540 880 2560-628 Torres Vedras
S. José da Ponte fax. +351 218 540 886 tel. +351 261 339 140
7005-312 Évora fax. +351 261 339 146
tel. +351 266 780 100
fax. +351 266 780 106 Lisboa - AKI Telheiras
CC. Continente, Lj. 41 AKI Viana do Castelo
Av. das Nações Unidas Estrada Nacional 203
AKI Faro
Faro Shopping 1600-528 Lisboa Lugar da Estação
Estrada Nacional 125, km 103 tel. +351 217 112 410 4935-238 Darque, Viana do Castelo
8005-145 Faro fax. +351 217 112 416 tel. +351 258 359 120
tel. +351 289 870 530 fax. +3351 258 359 126
fax. +351 289 870 536 AKI Loures
AKI Funchal
CC. Continente de Loures, Lj. MS.1 AKI Viseu
Estrada Nacional N250 Av. da Bélgica
Caminho do Poço Barral, 57
Santo Amaro Quinta Casal da Pipa E.N. nº 2 - Km 170, 550
9000-157 Funchal 2670 Loures 3510-159 Viseu
tel. +351 291 724 160 tel. +351 219 898 920 tel. +351 232 427 300
fax. +351 291 724 166 fax. +351 219 898 926 fax. +351 232 427 306

www.aki.pt
Palavras-chave
Poda de formação Serrote
É o tipo de poda cuja função é a de possibilitar o desenvolvimento de uma folhagem saudável e robusta.

Poda de produção ou frutificação Corta-ramos


É o tipo de poda cujo objectivo é o de adequar a carga de frutos à capacidade da planta.

Poda de renovação
É o tipo de poda que serve para resolver uma situação de perigo (ramos partidos ou doentes) que
pode comprometer o bom desenvolvimento da planta.

Esporão Tesoura de poda Tesoura para poda


Ramo com alguns botões ou gemas (geralmente 2 ou 3). para roseiras de galhos com corda

Desponta
Poda das extremidades dos ramos para permitir um maior afluxo de seiva aos botões mais baixos.

"Ladrões"
Ramo que não produz flores nem frutos, mas que retira a seiva à planta devendo, portanto, ser eliminado.

Deslagartadeira
Ferramenta manual para a poda de ramos altos; é constituída por uma lâmina curvada situada na
extremidade de um longo cabo e accionada através de uma pequena corda. Tesoura

Canivete

AO RETIRAR OS "LADRÕES" É IMPORTANTE ATRAVÉS DO USO DE UM CANIVETE é possível


que as lâminas da tesoura estejam muito bem alisar a superfície do enxerto e deixá-la pronta
afiadas, para que o corte seja seco e limpo. para a aplicação do cicatrizante.

1 Ferramentas de poda
Serrote
AS FERRAMENTAS BÁSICAS PARA A PODA SÃO POUCAS, MAS UMA BOA SELECÇÃO
É FUNDAMENTAL.

Para os ramos mais pequenos utilizam-se tesouras com lâminas bem afiadas que permitam um
corte seco. Podem também estar equipadas com alavancas que aumentam a força. Corta-Ramos
Para os ramos altos existem tesouras específicas (chamadas varas) situadas na extremidade de
um longo cabo e accionadas através de uma pequena corda. O SERROTE DE LÂMINA CURVADA está indicado AS TESOURAS DE PODA DE CABO LONGO, OU
Para ramos grossos é utilizado um serrote dotado de uma lâmina rígida e dentes muito pronunciados
JARDIM

JARDIM
para a extracção de ramos com maior diâmetro. CORTA-RAMOS estão particularmente indicadas
e afiados. O corte deve ser executado de uma só vez e nunca para alcançar pontos de difícil acesso e permitem
Para modelar as sebes utilizam-se os clássicos corta-sebes, manuais ou eléctricos. descontinuado. cortar ramos até 35 mm de diâmetro sem esforço.
Os canivetes são indispensáveis para conferir um bom acabamento aos enxertos. A lâmina curvada é a mais adequada.
2 Técnicas de poda
Excertos bem executados Qual o formato

OS CORTES DEVEM SER A PODA DE FORMAÇÃO...


EFECTUADOS com ferramentas tem como objectivo a constituição do esqueleto de suporte da planta. É possível realizar
bem afiadas, senão corre-se o risco formas de "volume", chatas ou de desenvolvimento vertical.
de formar bordos esmagados e
lascados que dificilmente
cicatrizam, o que aumenta a
probabilidade de infecções.

SOBRE O ENXERTO deve ser


aplicada uma pasta ou cera
fungicida que protege a zona de 01. FORMA EM VASO 02. FORMA PIRAMI- 03. FORMA EM 04. FORMA EM PAL-
infecções e parasitas, facilitando a Em fase de desenvol- DAL INVERTIDA CANDELABRO MEIRA
rápida cicatrização. vimento avançado Seguem o desenvol- São utilizadas em
vimento natural da árvores frutíferas
planta e obtêm-se para facilitar a
sem necessitar de colheita e simplifi-
muitas intervenções car a manutenção.
de poda.

Videira Roseira Pessegueiro Sebe

REQUER DUAS PODAS A ROSEIRA DEVE SER PODADA NO A PODA DO PESSEGUEIRO É A SEBE DEVE SER PODADA seguindo o
Uma no Inverno, para eliminar o elemento FINAL DE FEVEREIRO quando as gemas PARTICULARMENTE ENÉRGICA e feita corte em forma de trapézio, a fim de impedir
frutifico que já produziu, e outra na Primavera, começam a engrossar. Cada ramo deve ser sobretudo para remover os ramos que frutifi- a rarefacção da parte inferior que recebe luz
para reduzir o elemento que deverá frutificar, cortado ao nível de 3-4 gemas, tendo em caram no ano anterior. Geralmente, são retira- insuficiente. Para cada metro de altura
deixando os esporões dos novos rebentos. atenção que a superior esteja virada para o dos 50-60% dos ramos. A melhor altura para a atribuem-se 10 cm de inclinação em direcção
A forma da planta deve permitir o desenvolvi- exterior. As roseiras arbustivas enxertam-se até realização da poda é no final do período de ao interior. No Inverno podem-se cortar 2/3 da
mento vertical dos brotos. ao nível de 5 gemas. repouso, tendo no entanto o cuidado de não a sebe para a tornar mais robusta.
praticar já na época de retoma da actividade
vegetativa.
JARDIM

JARDIM