Você está na página 1de 12

Prof. Dr.

Francisco José de Almeida

TABELAS

Engrenagem

Tabela 1. Número mínimo de dentes zmin


zmin
o
Tipo de transmissão θ = 20 θ = 14o30’
pequenas velocidades - pequenas cargas 10 18
velocidades médias (6 a 9 m/s) 12 24
cargas e velocidades elevadas 16 30
engrenamento externo z1 + z2 ≤ 24
engrenamento interno z1 + z2 ≤ 10

Tabela 2. Módulos normalizados m


classe
I 0,3 0,4 0,5 0,6 --- 0,8 1 1,25 1,50
II 0,35 0,45 0,55 --- 0,7 0,9 1,125 1,375 1,75
III --- --- 0,65 --- --- --- --- --- ---
I 2 2,5 3 --- 4 5 6 --- 8
II 2,25 2,75 --- 3,5 4,5 5,5 --- 7 9
III --- --- 3,25 3,75 --- --- 6,5 --- ---
I 10 12 16 20 25 32 40 50 ---
II 11 14 18 22 28 36 45 --- ---
III --- --- --- --- --- --- --- --- ---

Tabela 3. Relação λ = l/m


Tipo de construção λ=l/m
dentes brutos de fundição limpa 6
dentes bem acabados
suporte comum e saliente 10
suportes em vigas de aço 15
bons suportes em caixas de engrenagens 25
suportes rígidos de melhor qualidade 30 a 45
engrenagens de construção de elevada precisão até 200

Tabela 4. Fator de sobrecarga γ


aplicação da engrenagem γ
automóveis (baixa sobrecarga) 1,15 a 1,25
caminhões (média sobrecarga) 1,25 a 1,35
tratores (alta sobrecarga) 1,40 a 1,50
Sistemas Mecânicos / Elementos de Máquinas - Tabelas Prof. Dr. Francisco José de Almeida 2
Tabela 6. Erros de fabricação α
fabricação α (mm/mm)
dentes fresados (média qualidade) 0,002
dentes retificados (alta qualidade) 0,001
dentes lapidados (altíssima qualidade) 0,0005

Tabela 7. Coeficiente de forma de Lewis yt


número de pinhões pequenos θ = 20o
dentes
θ = 14o 30’ θ = 20o θ = 20o alt. total rebaixado
5 0,320
6 0,301
7 0,282
8 0,264
9 0,264
10 0,264
11 0,264
12 0,211 0,245 0,264 0,312
13 0,223 0,261 0,270 0,324
14 0,236 0,277 0,277 0,340
15 0,245 0,290 0,350
16 0,254 0,296 0,362
17 0,264 0,303 0,368
18 0,270 0,309 0,378
19 0,277 0,314 0,388
20 0,283 0,322 0,394
21 0,289 0,328 0,400
22 0,292 0,331 0,406
24 0,299 0,337 0,416
26 0,308 0,346 0,425
28 0,314 0,353 0,432
30 0,318 0,359 0,438
34 0,327 0,371 0,447
38 0,333 0,384 0,457
43 0,340 0,397 0,463
50 0,346 0,409 0,476
60 0,355 0,422 0,485
75 0,361 0,435 0,497
100 0,367 0,447 0,507
150 0,374 0,460 0,520
300 0,383 0,472 0,535
cremalheira 0,390 0,485 0,552
Sistemas Mecânicos / Elementos de Máquinas - Tabelas Prof. Dr. Francisco José de Almeida 3
Tabela 8. Fator de aplicação Ka
Órgão acionado
uniforme: compressores choques moderados: choques severos:
centrífugos, agitadores de agitadores para sólido- compressores
líquidos, correias líquido, correias monocilíndricos,
transportadoras (avanço transportadoras (avanço transportadores
Órgão acionador uniforme), sistemas de não uniforme), sistemas de alternativos, britadores,
translação de carrinhos, elevação de carga das peneira vibratória
pontes e pórticos, sistemas pontes e guindastes,
de rotação de guindastes elevadores, máquinas
operatrizes com arranque
de cavaco
uniforme: motores
elétricos, turbinas 1,00 1,25 1,75
choques pequenos:
motores de combustão 1,10 1,35 1,80
interna multicilíndricos
choques severos: motores
de combustão interna 1,25 1,50 1,85
monocilíndricos

Tabela 9. Tensão admissível à tração σfadm


Dureza σfadm (kgf/cm2)
Material Brinell Rockwell C Retas ou Cônicas
Helicoidais
fofo cinzento 160-200 350 200
fofo nodular 210-245 500 300
aço 160-200 1.400 700
aço 210-245 1.550 800
aço benef. 302-351 33-38 2.250 1.050
aço temper. 455-525 48-53 2.500 1.250
aço cement. 615-706 58-63 3.900 2.100

Tabela 10. Fator de vida Lfc


número de ciclos Lfc

103 1,40
105 1,40
106 1,25
107 1,10
108 1,00
109 0,90
Sistemas Mecânicos / Elementos de Máquinas - Tabelas Prof. Dr. Francisco José de Almeida 4
Tabela 11. Tensão admissível à compressão σcadm
Dureza
Material σcadm (kgf/cm2)
Brinell Rockwell C
bronze,
bronze fosforoso 2.500
fofo cinzento 160-200 3.500
fofo nodular 210-245 4.200
aço 160-200 4.200
aço 210-245 4.900
aço benef. 302-351 33-38 7.000
aço temper. 455-525 48-53 11.200
aço cement. 615-706 58-63 14.000

Tabela 12. Dureza Brinnell HB


Material σruptura Dureza HB
2
Tipo - tratamento designação (kgf/cm ) núcleo flanco
fofo cinzento GG 18 18 170
fofo cinzento GG 26 26 210
fofo nodular ferrítico 60 170
fofo nodular perlítico 70 a 75 250
fofo nodular GG 90 80 a 90 300
aço fundido GS 52 52 150
aço fundido GS 60 60 175
aço carbono St 50.11 50 a 60 150
aço carbono St 60.11 60 a 70 180
aço carbono St 70.11 70 a 85 208
aço beneficiado C 22 50 a 60 140
aço beneficiado C 45 65 a 80 185
aço beneficiado C 60 75 a 90 210
aço beneficiado 34 Cr 4 75 a 90 260
aço beneficiado 37 MnSi 5 80 a 95 260
aço beneficiado 42 CrMo 4 95 a 110 300
aço cementado C 15 50 a 65 190 736
aço cementado 16 MnCr 5 80 a 110 270 650
aço cementado 20 MnCr 5 110 a 130 360 650
aço cementado 15 CrNi 6 90 a 120 310 650
aço cementado 18 CrNi 8 120 a 145 400 650
aço c/ temp. sup. Ck 45 65 a 80 220 595
aço c/ temp. sup. 37 MnSi 5 90 a 105 270 560
aço c/ temp. sup. 53 MnSi 4 90 a 110 275 615
aço c/ temp. sup. 42 CrMo 4 90 a 110 275 615
aço cianetado 41 Cr 4 140 a 180 460 595
aço cianetado 37 MnSi 5 150 a 190 470 550
aço nitretado C 45 55 a 60 185 450
aço nitretado 42 CrMo 4 85 a 90 300 660
aço nitretado 31 CrMo 9 70 a 85 350 700
Sistemas Mecânicos / Elementos de Máquinas - Tabelas Prof. Dr. Francisco José de Almeida 5
Tabela 13. Coeficiente de viscosidade j2
graus Engler a 50o C j2
1,5 0,70
3,0 0,75
5,0 0,80
9,0 0,90
13,5 1,00
19,0 1,10
26,0 1,20
35,0 1,30
40,0 1,35

Tabela 14. Coeficiente de forma de Dubbell Ye


Ye para z2/z1
z1
1 2 5 ∞
14 0,142 0,165 0,190 0,216
17 0,150 0,180 0,212 0,243
20 0,155 0,189 0,225 0,260
30 0,159 0,201 0,246 0,289
50 0,160 0,207 0,256 0,304
150 0,162 0,213 0,265 0,318

Gráfico 1. Fator de concentração de tensões Kf

Curva 1 - material submetido a


tratamento térmico superficial (alta
resistência)

Curva 2 - material cementado

Curva 3 - material cementado

Curva 4 - aço SAE 1045 a 1050 sem


tratamento
Sistemas Mecânicos / Elementos de Máquinas - Tabelas Prof. Dr. Francisco José de Almeida 6
Gráfico 2. Fator de velocidade Cv

Curva 1 - engrenagens retas de boa precisão comercial


Curva 2 - engrenagens helicoidais de média qualidade
Curva 3 - engrenagens retas ou helicoidais de grande precisão

Gráfico 3. Fator de vida Lf

Curva 1 - Aço - dureza Brinell = 210 a 245


Curva 2 - Aço - dureza Brinell = 302 a 351
Curva 3 - Aço - dureza Rockwell C = 58 a 63 (cementado)
Curva 4 - Aço - todas as durezas
Sistemas Mecânicos / Elementos de Máquinas - Tabelas Prof. Dr. Francisco José de Almeida 7
Eixo

α= 0,8 para flexão alternada e torção constante


1,0 para flexão alternada e torção oscilante
1,7 para flexão alternada e torção alternada

b = ϕ (tipo de carga) carga constante: b=1,0


carga oscilante: b=1,5 ≈ 2,0
carga alternada: b=2,0 ≈ 3,0
c = ϕ (modo de aplicação) carga de aplicação gradual: c=1,0
carga de aplicação súbita: c=2,0
carga de aplicação com choque: c=2 ≈ 5
d = ϕ (tipo do material) material dúctil: d=1,5 ≈ 2,0
material frágil: d=2,0 ≈ 3,0
Sistemas Mecânicos / Elementos de Máquinas - Tabelas Prof. Dr. Francisco José de Almeida 8
SN = 1,1 a 1,8 Quando σe for fator decisivo no dimensionamento
1,8 a 2,5 Quando σr for fator decisivo no dimensionamento
3a6 Quando σK for fator decisivo no dimensionamento

de=10 20 30 50 100 200 300


b0=1 0,9 0,8 0,7 0,6 0,57 0,56
Sistemas Mecânicos / Elementos de Máquinas - Tabelas Prof. Dr. Francisco José de Almeida 9
União eixo-eixo
Sistemas Mecânicos / Elementos de Máquinas - Tabelas Prof. Dr. Francisco José de Almeida 10
União eixo-cubo
Sistemas Mecânicos / Elementos de Máquinas - Tabelas Prof. Dr. Francisco José de Almeida 11
Sistemas Mecânicos / Elementos de Máquinas - Tabelas Prof. Dr. Francisco José de Almeida 12