Você está na página 1de 8

EXTENSIVO

TURMA de JANEIRO

ELETRODINÂMICA

Circuitos elétricos

EXTENSIVO TURMA de JANEIRO ELETRODINÂMICA Circuitos elétricos P 001. (UEPA) Baterias estão entre as fontes de
EXTENSIVO TURMA de JANEIRO ELETRODINÂMICA Circuitos elétricos P 001. (UEPA) Baterias estão entre as fontes de

P 001. (UEPA)

Baterias estão entre as

fontes de energia

elétrica mais usadas nos dias de hoje. Sem elas ficaríamos perdidos; não funcionariam nossos celulares, computadores e nem os nossos relógios. A figura abaixo representa como a diferença de potencial V, entre os terminais da bateria de um automóvel, varia de função da corrente i.

EXTENSIVO TURMA de JANEIRO ELETRODINÂMICA Circuitos elétricos P 001. (UEPA) Baterias estão entre as fontes de

A análise do gráfico nos permite afirmar que, para essa bateria:

  • a) a corrente de curto circuito é igual a 106,6A.

  • b) a resistência interna é igual a 0,12.

  • c) a equação da sua curva característica é V = 12,8 0,12i.

  • d) na situação de máxima potência seu rendimento será de 80%.

  • e) ligando-se aos seus terminais um resistor de 10, esse será percorrido

por uma corrente aproximadamente igual a 1,28A.

P 002. (PUCCamp SP) Uma fonte de tensão ideal F, cuja força eletromotriz é 12 volts,
P 002. (PUCCamp SP)
Uma fonte de tensão ideal F, cuja força
eletromotriz é
12
volts,
fornece uma
corrente elétrica de 0,50 ampéres para
um
resistor
R,
conforme
indica
o
esquema a
seguir.
Se
essa fonte
de
tensão
F
for
substituída
por
outra,
também de
12
volts,
a
corrente elétrica
em
R
será
de 0,40 ampéres.

Determine a resistência interna da nova fonte de tensão é, em ohms.

www.youtube.com/fisicatotal

66
66

www.fisicatotal.com.br

EXTENSIVO

TURMA de JANEIRO

ELETRODINÂMICA

Circuitos elétricos

P 003. (UFPE 2ª fase)

Uma bateria foi ligada a um resistor X de resistência ajustável, como indicado na figura. Para diferentes valores da resistência, os valores medidos par a diferença de potencial V AB , entre os pontos A e B, e para a corrente i no circuito, são indicados no gráfico abaixo. Determine o valor da resistência interna r da bateria, em .

 r A B A
r
A
B
A
V AB (V) 6,0 4,0 2,0 0
V
AB (V)
6,0
4,0
2,0
0
  • X 0,0

0,2 0,4 0,6 0,8 i(A)
0,2
0,4
0,6
0,8
i(A)

P 004. (UNESP SP)

Três resistores de 40 ohms cada um são ligados a uma bateria de f.e.m. (E) e resistência interna desprezível, como mostra a figura. Quando a chave "C" está aberta, a corrente que passa pela bateria é 0,15A.

Qual é o valor da f.e.m. (E), em volts?

P 005. (UNESP SP)

Voltando ao enunciado na questão anterior Que corrente, em ampère, passará pela bateria, quando a chave "C" for fechada?

www.youtube.com/fisicatotal

67
67

www.fisicatotal.com.br

EXTENSIVO

TURMA de JANEIRO

ELETRODINÂMICA

Circuitos elétricos

P 006. (MACKENZIE SP)

Num circuito de corrente elétrica, a força eletromotriz é:

  • a) a força que o gerador imprime dos elétrons.

  • b) a ddp entre os terminais do gerador.

  • c) a energia que o gerador transfere a uma unidade de carga.

  • d) a energia dissipada em forma de calor.

  • e) nenhuma das anteriores.

P 007. (UEBA)

Sendo a força eletromotriz de uma bateria igual a 15V:

  • a) a corrente fornecida pela bateria é de 15A.

  • b) a resistência interna é de 15.

  • c) a potência fornecida pela bateria para o circuito externo é de 15W.

  • d) é necessária uma força de intensidade igual a 15N para cada 1C de carga

que atravessa a bateria.

  • e) a energia química que se transforma em energia elétrica é de 15J para

cada 1C de carga que atravessa a bateria.

P 008. (

)

Num gerador ideal:

  • a) a ddp nos seus terminais é proporcional à corrente elétrica.

  • b) a ddp nos seus terminais é inversamente proporcional à corrente elétrica.

  • c) sua força eletromotriz é proporcional à corrente elétrica.

  • d) a ddp nos seus terminais é sempre igual à força eletromotriz.

  • e) a resistência interna tem um valor muito alto.

www.youtube.com/fisicatotal

68
68

www.fisicatotal.com.br

EXTENSIVO

TURMA de JANEIRO

ELETRODINÂMICA

Circuitos elétricos

P 009. (UEPB)

As baterias apresentam certas especificações a respeito de sua capacidade de fornecer corrente elétrica. Esta informação é dada em A.h (ampère-hora) e indica que a carga armazenada capacita-as para fornecerem certo valor de corrente elétrica, durante uma hora, até ficarem totalmente descarregadas. Uma bateria de 30 A.h é utilizada por um grupo de pessoas acampadas numa praia, para acender duas lâmpadas em paralelo, cujas especificações são:

potência de 22,5W e resistência de 10 ohms. O tempo de uso da bateria, em horas, sem recarga, para manter as lâmpadas acesas, vale:

  • a) b) 15

10

  • c) d) 30

20

P 010. (

)

e) 25

Um gerador de força eletromotriz e a resistência interna r é ligado aos terminais de uma lâmpada, fornecendo a ela uma corrente elétrica de 4A. Nestas condições, a lâmpada consome uma potência de 24W e o rendimento do gerador é de 75%. Pode-se afirmar que a força eletromotriz e a resistência interna r do gerador valem, respectivamente.

  • a) b) 6V e 0,5

6V e 1,0

  • c) d) 8V e 0,5

8V e 1,0

P 011. (UEL PR)

e) 9V e 1,5

A diferença de potencial obtida nos terminais de um gerador, quando em circuito aberto, é 12 volts. Quando esses terminais são colocados em curto- circuito, a corrente elétrica fornecida pelo gerador é 5,0 ampères. Nessas condições, a resistência interna do gerador é, em ohms, igual a:

  • a) b) 7,0

2,4

  • c) d) 17

9,6

www.youtube.com/fisicatotal

69
69

e) 60

www.fisicatotal.com.br

EXTENSIVO

TURMA de JANEIRO

ELETRODINÂMICA

Circuitos elétricos

P 012. (UEL PR)

O gráfico a seguir representa a ddp

U

em

função da corrente i para um determinado elemento de circuito.

Pelas características do gráfico, o elemento é um:

EXTENSIVO TURMA de JANEIRO ELETRODINÂMICA Circuitos elétricos P 012. (UEL PR) O gráfico a seguir representa
 

a)

gerador de resistência interna 2,0.

 

b)

receptor de resistência interna 2,0.

 

c)

resistor de resistência elétrica 2,0.

 

d)

gerador de resistência interna 1,0.

e)

receptor de resistência interna 1,0.

 
 
 

P 013. (UNIFESP SP)

 

Dispondo de um voltímetro em condições ideais, um estudante mede a diferença de potencial nos terminais de uma pilha em aberto, ou seja, fora de um circuito elétrico, e obtém 1.5V. Em seguida, insere essa pilha num circuito elétrico e refaz essa medida, obtendo 1,2V. Essa diferença na medida da diferença de potencial nos terminais da pilha se deve a energia dissipada no:

a)

interior da pilha,

equivalente a 20% da energia total que essa pilha

poderia fornecer.

b)

circuito externo,

equivalente a

20%

da

energia total que essa pilha

poderia fornecer.

 

c)

interior da pilha,

equivalente a 30% da energia total que essa pilha

poderia fornecer.

d)

circuito externo,

equivalente a 30% da energia total que essa pilha

poderia fornecer.

e)

interior da pilha e no circuito externo, equivalente a 12% da energia total

que essa pilha poderia fornecer.

www.youtube.com/fisicatotal

70
70

www.fisicatotal.com.br

EXTENSIVO

TURMA de JANEIRO

ELETRODINÂMICA

Circuitos elétricos

P 014. (UFIt MG) Calcular a intensidade da corrente em ampères, que atravessa o gerador no
P 014. (UFIt MG)
Calcular a intensidade da corrente em
ampères, que atravessa o gerador no
circuito a seguir:
a)
2
b) 3
c)
5
d) 1,75
e) 0,28

P 015. (PUCCamp SP)

Uma fonte de tensão ideal F, cuja força eletromotriz é 12 volts, fornece uma corrente elétrica de 0,50A para um resistor R. Se essa fonte de tensão F for substituída por outra, também de 12 volts, a corrente elétrica em R será de 0,40A. A resistência interna da nova fonte de tensão é, em ohms, igual a:

  • a) b) 0,60

0,10

  • c) d) 3,00

1,20

P 016. (UFAL)

e) 6,00

Considere os gráficos a seguir.

EXTENSIVO TURMA de JANEIRO ELETRODINÂMICA Circuitos elétricos P 014. (UFIt MG) Calcular a intensidade da corrente

Eles representam as curvas características de três elementos de um circuito elétrico, respectivamente,

  • a) gerador, receptor e resistor.

  • c) receptor, gerador e resistor.

  • e) resistor, receptor e gerador.

b) gerador, resistor e receptor.

d) receptor, resistor e gerador.

www.youtube.com/fisicatotal

71
71

www.fisicatotal.com.br

EXTENSIVO

TURMA de JANEIRO

ELETRODINÂMICA

Circuitos elétricos

P 017. (

)

O gráfico a seguir representa a curva característica do gerador equivalente de uma associação em série de 4 geradores idênticos. A corrente de curto-circuito de cada gerador da associação vale:

  • a) b) 8A

12A

  • c) d) 3A

6A

EXTENSIVO TURMA de JANEIRO ELETRODINÂMICA Circuitos elétricos P 017. ( ) O gráfico a seguir representa

e) 2ª

P 018. (

)

Associando-se em paralelo os geradores da questão anterior, obtém-se um gerador equivalente de fem e resistência interna respectivamente iguais a:

  • a) b) 30V e 1,25

120V e 6

  • c) d) 30V e 2,5

60V e 3

e) 120V e 1,5

P 019. (UFSM RS)

No circuito mostrado na figura a seguir, as caixas A e B são geradores que possuem resistências internas iguais. Se a força eletromotriz de cada um dos geradores é 12 volts e a corrente elétrica que

EXTENSIVO TURMA de JANEIRO ELETRODINÂMICA Circuitos elétricos P 017. ( ) O gráfico a seguir representa

passa pela resistência

R,

de

10 ohms,

é

2 ampères,

então a resistência

interna de cada um dos geradores é em ohms, de:

  • a) b) 0,5

0,1

 
  • c) d) 2,0

1,0

 

e) 10,0

www.youtube.com/fisicatotal

72
72

www.fisicatotal.com.br

EXTENSIVO

TURMA de JANEIRO

ELETRODINÂMICA

Circuitos elétricos

P 020. (

)

Quando forçamosum motor elétrico, como, por exemplo, o motor da enceradeira quando tentamos lustrar o chão com a cera ainda úmida, ou quando colocamos roupas na máquina de lavar em quantidade acima da máxima especificada pelo fabricante, notamos que há um aquecimento acima do normal, chegando até, às vezes, a sair fumaça. Tal procedimento é prejudicial à vida útil do motor, pois:

  • a) ele está consumindo o dobro da energia elétrica.

  • b) ele dissipa menos energia térmica e exerce mais energia mecânica.

  • c) ele dissipa mais energia térmica em detrimento da energia mecânica.

  • d) a energia elétrica é totalmente convertida em mecânica.

EXTENSIVO TURMA de JANEIRO ELETRODINÂMICA Circuitos elétricos P 020. ( ) Quando “ forçamos ” um

G A B A R I T O

EXERCÍCIOS PROPOSTOS:

01

E

 

02

06

 

03

05

   
  • 04 05

12

   

0,2

 

06

C

07

E

 

08

D

 

09

A

   
  • 10 11

 
  • D A

A

 

12

 

13

A

 

14

A

 

15

E

   
  • 16 17

 
  • C B

C

 

18

 

19

C

 

20

C

 

www.youtube.com/fisicatotal

73
73
 

www.fisicatotal.com.br