Você está na página 1de 12

Estágio

Supervisionado

Comprovante de recebimento de Estágio

Recebido por: _______________________________________________________

Data de entrega: ______/______/_________

Contato: (61) 3218-8305 / 3218-8336


Estágio Supervisionado: Informações
Gerais
I. O que é?

Antes de iniciar o preenchimento do Relatório, entenda o que é um Estágio Supervisionado.

Em 2008, foi decretada a nova Lei do Estágio (Lei no 11.788/2008), que introduziu uma série
de inovações nas normas até então aplicadas. A legislação protege o estudante da exploração da mão
de obra barata por parte das empresas, impedindo que elas utilizem o seu trabalho sem o registro de
estágio.

O ato educativo oportuniza colocar em prática tudo o que o aluno aprendeu na escola. Isso
significa que apenas estudantes do ensino médio, da educação profissional, de educação de jovens e
adultos ou de nível superior podem atuar como estagiários. As atividades poderão ser concedidas por
profissional liberal ou com pessoas jurídicas de direito público ou privado, sob responsabilidade e
coordenação da escola.

II. Para quê?

O Estágio Supervisionado propicia ao estudante a complementação dos processos de ensino


e de aprendizagem e deve ser planejado, executado, acompanhado e avaliado em conformidade com
o programa de Curso, a fim de se constituir um instrumento de integração, no que se refere ao
aprendizado técnico, cultural, científico e de relacionamento humano.

Assim, o Estágio Supervisionado visa proporcionar ao aluno a oportunidade de:

 Aplicar, ampliar e adequar conhecimento técnico e científico, buscando a integração de


teoria e prática no desenvolvimento de habilidades requeridas para a formação do perfil do
profissional.

 Exercitar-se na perspectiva da prática profissional por meio de sua inserção em situação


real de trabalho.

 Conhecer a realidade socioeconômica e cultural da população no contexto da área de


atuação do estágio.

 Desenvolver a capacidade de crítica e percepção humana da realidade, identificando seu


potencial como elemento de transformação da sociedade.

 Participar do trabalho em equipes multidisciplinares.

III. Organização

O estágio faz parte da organização curricular, sendo, portanto, obrigatório para a formação
profissional do aluno, que deverá cumprir o número mínimo de horas de estágio determinadas pelo
Programa de Curso.

Entenda como:

 Orientador de estágio: professor designado pela escola para acompanhamento do aluno,


visando ao cumprimento dos objetivos do Plano de Estágio.

 Supervisor de estágio: profissional designado pela empresa ou profissional liberal para


acompanhamento do estagiário, visando ao cumprimento dos objetivos do Plano de Estágio.

1
O acompanhamento por parte dos Supervisores deve ser realizado por profissionais habilitados
(empresa), que tenham experiência comprovada nas áreas específicas, e do Professor-Orientador,
selecionado pela escola.

Para conclusão do estágio, o aluno deverá encaminhar à ESCOLA CETEB de Jovens e


Adultos, ao término de suas avaliações, juntamente com seu Relatório Final, os seguintes dados em
papel timbrado:

 Identificação do aluno.

 Identificação da empresa, com histórico resumido. É obrigatório anexar documentos que


comprovem as condições das instalações e do local de trabalho do estagiário (fotos, layouts
e/ou outros documentos que subsidiem a avaliação das instalações da empresa, por parte
da escola), devidamente assinados pelo supervisor de estágio.

 Termo de Compromisso de Estágio, devidamente assinado, entre a empresa concedente, o


estagiário e a ESCOLA CETEB de Jovens e Adultos, e entregue ao final com os demais
formulários.

Deverão constar, ainda, do Relatório de Estágio Supervisionado as seguintes informações:

 Identificação do aluno.

 Identificação da empresa – com histórico resumido devidamente assinado pelo supervisor


de estágio.

 Relatório de Frequência e Atividades – em conformidade com o Plano de Atividades para


Estágio, definido pelas três partes envolvidas (educando, empresa e escola).

 Descrição das Atividades – em conformidade com as atividades nomeadas na seção


anterior.

 Avaliação Global – de responsabilidade do Supervisor de Estágio (indicado pela empresa).

 Parecer da escola – análise conclusiva do Professor-Orientador do Estágio.

IV. Deveres do Estagiário

 Desenvolver o trabalho de estágio profissional com responsabilidade, competência e


seriedade.

 Observar o horário e cronograma da instituição na qual estagia e cumprir rigorosamente a


programação estabelecida para o estágio.

 Atender à demanda dos usuários dos serviços das instituições de acordo com suas normas
e rotinas, desde que de acordo com o conceito daquilo que compete a um estagiário,
respeitando os preceitos da ética profissional.

 Desenvolver atividades compatíveis com sua condição de estagiário e de acordo com os


processos de ensino e de aprendizagem.

 Contribuir, no decorrer do estágio, para a construção de propostas racionais da prática


profissional.

 Atender às datas, aos prazos e às convocações do Professor-Orientador de estágios,


quando necessário.

 Interagir com a equipe de trabalho e com os usuários da instituição.

2
 Apresentar-se devidamente identificado, equipado e com traje adequado ao local de
trabalho. Caso deixe de atender a um desses requisitos, não poderá permanecer em
estágio.

 Preencher e assinar a folha de frequência.

 Assimilar e aplicar os princípios da ética profissional ao seu processo de formação.

 Cumprir os objetivos gerais do estágio supervisionado.

V. Avaliação
a) Serão atribuídas menções por parte do Supervisor de acordo com:

 Assiduidade – é o ato de comparecer com regularidade e exatidão ao lugar onde tem de


desempenhar seus deveres ou funções. A assiduidade deve ser avaliada em relação ao
cumprimento dos horários estabelecidos para o trabalho e aos prazos das tarefas.

 Iniciativa – é a ação daquele que é o primeiro a propor e/ou realizar uma tarefa, no sentido
de empreender um determinado estudo, pesquisa, programa ou trabalho. A pessoa de
iniciativa (ou proativa) está sempre desafiando a si mesma e ao próximo, na busca constante
de uma prática profissional que possa contribuir para o aprimoramento técnico/científico da
sua profissão e do meio no qual ela se insere.

 Interesse – é o envolvimento contínuo em todas as tarefas, com participação ativa e


voluntária. A pessoa interessada se empenha em atividades que estejam ou não sob sua
responsabilidade, podendo gerar mudanças não só no seu campo de atuação e no presente,
mas também influenciar visões e campos diferentes.

 Responsabilidade profissional – é a postura consciente no desenvolvimento das atividades


e de suas implicações. A pessoa responsável conhece suas obrigações em relação às
atividades, à equipe, empresa e sociedade.

 Adaptação ao trabalho – é o enquadramento da pessoa às condições do ambiente físico e


à função que irá desempenhar.

 Disciplina – é a observância e a obediência a um regime de ordem imposta ou livremente


consentida. A pessoa disciplinada conhece a abrangência e os limites de atuação em
relação aos seus superiores hierárquicos, às normas e aos procedimentos estabelecidos.

 Relações interpessoais – é o comportamento adequado em relação aos clientes internos e


externos, seus pares e superiores hierárquicos. Fazem parte das relações interpessoais a
antecipação aos conflitos e a manutenção da convivência e da amizade afetiva e profissional
condicionada a uma série de atitudes recíprocas.

 Segurança do trabalho – é o desenvolvimento dos procedimentos que garantem a


manutenção da integridade física do agente da ação, dos demais envolvidos e do espaço
físico do local de trabalho.

 Conhecimento técnico – é a apropriação do objeto pelo pensamento, como quer que se


conceba essa apropriação: como definição, como percepção clara, apreensão completa,
análise etc. Será considerado conhecedor técnico aquele que aplicar com eficácia, na
prática, as bases teóricas.

 Técnicas de trabalho – é a maneira ou a habilidade especial de executar as tarefas.

3
Observação:

 Supervisor de estágio designado por empresa, profissional com vínculo empregatício –


deverá constar do Relatório de Estágio o CNPJ (Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas)
da empresa em papel timbrado ou carimbo. Deverá ser anexada também uma cópia do
Registro Profissional da área do curso (CRECI) do supervisor de estágio.

 Caso o Supervisor de estágio seja um profissional liberal, deverá ter ensino superior e ser
devidamente registrado em seu respectivo conselho de fiscalização profissional (Lei
no 11.788/2008, art. 9o). O Relatório de Estágio também deverá ter assinatura do supervisor
e a cópia do Diploma de Nível Superior, bem como a cópia do Registro Profissional. Lembre-
se de que o Supervisor deverá ter formação compatível com a área de estágio.

VI. Órgãos Fiscalizadores

Cada Conselho Profissional pode estabelecer regras próprias por meio de Resoluções e
Portarias. Consulte sempre o site do Conselho Profissional Regional onde você solicitará seu registro
provisório.

Após 30 (trinta) dias de matrícula, é fornecido uma Declaração de Escolaridade para que você
providencie sua carteira provisória. Antes de iniciar o seu estágio, você deve solicitar mais informações
no CRECI do estado onde você mora ou pretende estagiar.

VII. Orientações para o preenchimento do Relatório de Estágio Supervisionado


Leia com bastante atenção as instruções para o correto preenchimento do formulário. Disso
dependerá a aprovação do relatório pela escola. Antes de entregar seu relatório, certifique-se de ter
obtido os vistos e as assinaturas do supervisor de Estágio.

 O Relatório deve ser preenchido com caneta preta ou azul, em letra de forma ou cursiva,
desde que seja legível.

 Não pode haver nenhum tipo de rasura.

 Não é permitido o uso de corretivos.

a) Identificação do aluno e da empresa

 Os dados e documentos referentes à empresa devem ser obtidos com o supervisor do


estágio.

b) E se o supervisor de estágio for uma pessoa física (profissional liberal), como deve ser
preenchida a parte sobre a empresa?

Suponhamos que a pessoa física seja um corretor de imóveis:

Empresa/Razão Social: inserir nome completo do corretor (supervisor do estágio).

CNPJ: substituir pelo CPF do supervisor do estágio.

Inscrição Estadual: substituir pelo RG do supervisor do estágio.

Ramo de atividade: corretor de imóveis – profissional liberal.

Tempo de funcionamento: mencionar a quanto tempo o supervisor do estágio exerce a


atividade de corretagem de imóveis.

4
Histórico da empresa: descreva um histórico da atuação do corretor (supervisor do estágio).

c) Relatório de Frequência e Atividades

É um apontamento diário de suas atividades na empresa.

Se for necessário, utilize mais folhas, anexando-as ao relatório. Para isso, uma boa dica é tirar
uma cópia (xerox) do seu relatório ainda sem preencher. Mas não se esqueça de que todas as
vias devem conter o visto do supervisor.

 A DATA de início do estágio deve ser a partir de 30 (trinta) dias da matrícula na ESCOLA
CETEB de Jovens e Adultos ou a partir da 3a (terceira) avaliação. Entre em contato com a
Coordenação para quaisquer esclarecimentos.

 A DATA deve ser apontada diariamente.

 Indique o HORÁRIO de início e término do período de realização do seu estágio. Não deve
ser incluso o horário de almoço, se ocorrer. Importante: o estágio nunca deve ultrapassar
06 (seis) horas diárias (artigo 10o da Lei no 11.788/2008). Por exemplo: se você realiza 06
(seis) horas de estágio, coloque início às 08 (oito) horas finalizando às 12 (doze) horas –
primeiro período – e início às 13 (treze) horas finalizando às 15 (quinze) horas.

 No campo ATIVIDADES, coloque apenas o título do trabalho desenvolvido no período/dia


que possua ligação com o curso que está fazendo. Não precisa descrever. Isso você fará
na página seguinte.

 Não há problema se uma atividade se repetir por vários dias. Mesmo que isso ocorra, aponte
por escrito. Não use o sinal (”) para indicar repetição.

 Aviso importante, principalmente para aluno do curso de TTI: não use termos genéricos que
não especifiquem e/ou deem clareza da atividade desenvolvida. Exemplo: “comprar ou
vender”. Use “acompanhamento de vendas ou compras”.

Veja, então, como ficaria uma tabela preenchida:

Horário Visto do
Data No de Horas Atividades
Início/Término Supervisor
xx/xx/xxxx 8h às 12h 04 horas Atendimento a clientes Rubricar
Demonstração de imóveis a
xx/xx/xxxx 13h às 15h 02 horas Rubricar
clientes
xx/xx/xxxx 8h às 12h 04 horas Arquivo de documentos Rubricar

xx/xx/xxxx 13h às 15h 02 horas Visitas e avaliações de imóveis Rubricar

xx/xx/xxxx 13h às 15h 02 horas Visitas e avaliações de imóveis Rubricar

Total de horas --

5
Observação:

 É necessário colocar o carimbo da empresa com CNPJ. Se não couber no espaço reservado
(no pé da folha), pode ser feito no início da página.

 Se o supervisor do estágio for pessoa física (profissional liberal), não esquecer das cópias
dos documentos. Se houver outras folhas anexadas, elas devem conter o visto e a
assinatura do supervisor do estágio.

 Junto ao relatório, deve ser entregue uma Declaração de Comprovação de Estágio, em


papel timbrado da empresa, contendo, CNPJ, nome completo do aluno, CPF, nome do
supervisor, CPF, período de realização de estágio e carga horária realizada.

d) Descrição das atividades

Em uma página, você apenas apontou as atividades realizadas. Na página seguinte, você vai
descrever o que realizou com detalhes. Por exemplo, se você citou “avaliação de imóveis” na
página anterior, nesta você deve especificar: “fizemos avaliação de imóveis de clientes
potenciais que colocaram suas propriedades à venda”. Descreva cada atividade apontada da
página anterior.

Se precisar, pode utilizar mais folhas e anexá-las.

Não se esqueça das assinaturas. Não é preciso reconhecer firma.

e) Avaliação global do estagiário

Esta página deve ser preenchida pelo supervisor do estágio.

f) Considerações

Seu supervisor de estágio deverá colocar as impressões a respeito da sua aptidão para o
exercício da profissão.

 O supervisor deve assinar e colocar o nome completo e o cargo que ocupa.

O documento de conclusão do curso estará sujeito à aprovação do Relatório de Estágio. A


carga horária total do estágio supervisionado será cumprida pelo aluno após o término demais
disciplinas.

6
Relatório de Estágio Supervisionado
1. Identificação do aluno e da empresa

Instruções: esta seção deverá ser preenchida pelo aluno/estagiário. Para as informações relativas à
empresa, consulte o supervisor de estágio e/ou o setor administrativo da empresa onde atua, para
obtenção de documentos que comprovem a adequação das instalações da empresa e do local.

Obs.: caso o supervisor de estágio seja um profissional liberal, deverá possuir nível superior e ter como
documento comprobatório Diploma e Registro Profissional.

Estagiário: ALEX SANDRO DA SILVA MAGALHÃES

No de matrícula: 170130623 RG: 36.585.391-4

Endereço RUA UM, Nº 139, FORMOSINHA

Cidade: FORMOSA Estado: GOIÁS

Telefone: (61) 364201871 Celular (61) 9.9996-2160

Concedente/Razão Social:

Ramo de Atividade: Tempo de Funcionamento:

CNPJ: IE:

Endereço:

Cidade: Estado: Telefone:

Supervisor de estágio:

Histórico da empresa:

1
2. Relatório de Frequência e Atividades

Instruções: esta seção deverá ser preenchida pelo aluno/estagiário. Cada linha do quadro é destinada
a um único período de estágio, sem interrupções. No campo Atividades, deverão ser apenas nomeadas
as atividades desenvolvidas pelo estagiário, sem mais detalhes.

Obs.: não preencha o último campo (coluna) de cada linha; ele é reservado para o visto do supervisor
de estágio. Se necessário, utilize mais folhas, anexando-as ao relatório.

Horário No de Visto do
Data Atividades
(início/término) horas Supervisor

Total de horas

PERÍODO DO ESTÁGIO
Início: Término: Total de horas: Total de dias:

Estagiário Supervisor de estágio Orientador de estágio


(carimbo da empresa) (Escola CETEB)

2
3. Descrição das atividades

Instruções: esta seção deverá ser preenchida pelo aluno/estagiário. No espaço, devem ser detalhadas
as atividades que foram apenas nomeadas na seção anterior. Procure ser claro e objetivo na descrição
de cada atividade. Se necessário, utilize mais folhas, anexando-as ao relatório.

Supervisor de estágio
Estagiário
(carimbo da empresa)

3
4. Avaliação global do estagiário

Instruções: Para efeitos de avaliação, esta seção é destinada à avaliação do desempenho do


estagiário e deverá ser preenchida pelo supervisor de estágio.

a) Dificuldades encontradas no desenvolvimento das atividades:

b) A formação que o curso oferece ao estagiário:

( ) Supera as exigências de mercado de trabalho;


( ) Satisfaz as exigências de mercado de trabalho;
( ) É insuficiente para atender ao mercado de trabalho.

Justifique:

c) Menções:
ITENS DE AVALIAÇÃO Ótimo Bom Regular Insuficiente
Assiduidade
Iniciativa
Interesse
Responsabilidade profissional
Adaptação ao trabalho
Disciplina
Relações interpessoais
Segurança do trabalho
Conhecimento técnico
Técnicas de trabalho

4
5. Considerações:

Assinatura do supervisor do estágio:

Nome do supervisor do estágio:

Cargo ou função: