Você está na página 1de 2

Mudança Social

A mudança social é a transformação da sociedade e do seu modo de organização. Decorre de hábitos e costumes
que deixam de fazer ou que começam a fazer parte do cotidiano das pessoas.
Abolição da escravatura, êxodo rural e evolução dos meios de transporte são apenas alguns exemplos de
acontecimentos que transformaram a sociedade. Por isso, são ocorrências de mudanças sociais.
Para o sociólogo canadense Guy Rocher (1924) a mudança social deve ser observada sob a corrente histórica. A
mudança social não é provisória, é constante e afeta o desenvolvimento da sociedade.

Para os Clássicos da Sociologia


A mudança social é um dos principais temas de que se ocupa a Sociologia. Os sociólogos apresentaram
diferentes pontos de vista no que respeita a essa dinâmica, sem a qual a sociedade não existiria.

Segundo Auguste Comte


Conservador, Comte - o fundador da Sociologia - admitia a importância da mudança desde que a ordem não
fosse afetada, de modo que é contra a revolução.

Segundo Max Weber


Para Weber a principal causa da mudança da sociedade está na origem do capitalismo, especialmente como
resultado do progresso e da urbanização.

Segundo Karl Marx


Transformador, Marx acredita que as condições econômicas e a luta entre as classes são a principal causa da
mudança social.

Segundo Émile Durkheim


Para Durkheim a mudança social é resultado das relações de trabalho e descarta a necessidade de revoluções.

Características
Um dos fatores mais importantes para a mudança social é o ritmo, que varia conforme, entre outros, de acordo
com o meio onde se insere. Assim, a mudança social acontece mais rapidamente nos meios urbanos.
Pelo fato de abranger vários grupos, afetando significativamente várias pessoas, coletividade é outra
característica que a marca.
As mudanças não são passageiras. Ao passo que acontecem, deixam marcas que têm um carácter de durabilidade.
Assim, tem destaque a sua permanência.
Tipos
As mudanças sociais são inúmeras e constantes. Os meios de transporte evoluíram, as relações entre professor e
aluno, a moda. Dentre as mudanças sociais, citamos:
 Direitos Femininos: Em 1933 as mulheres conquistaram a permissão para votar, bem como foi a partir da
Revolução Industrial que começaram a trabalhar fora, conquistando o seu espaço numa sociedade que era
patriarcal.
 Modelos de Família: No Brasil, o divórcio foi instituído em 1977. Essa foi uma das causas para que a família
nuclear desse lugar à monoparental. Atualmente, há mais liberdade na relações entre pais e filhos, bem como as
famílias tem menos filhos.
 Trabalho: Hoje em dias, passa-se mais tempo no trabalho, mas em contrapartida é possível trabalhar em casa.
 Cultural: A incorporação de costumes de outras culturas promove a mudança de hábitos e costumes. A
tecnologia também é um intermediário para a origem das diversas modificações ocorridas nessa área.
Causas e Consequências
Atualmente a tecnologia é apontada como o principal causa da mudança. Traduz-se na forma como as pessoas
conseguem se comunicar rapidamente com o outro lado do mundo, bem como nos benefícios que trouxe em
avanços médicos e outros tantos mais.
Mas há muitos outros elementos que competem para que essa dinâmica ocorra, fatores que se desenvolvem de
forma involuntária e que tornam complexa a sua identificação. Vale, todavia, ressaltar que a mudança social
compete com obstáculos e resistências.
Fatores geográficos, culturais (incluindo-se religiosos) e econômicos estão na lista de elementos que dão origem
à mudança social.
Como qualquer mudança, há uma série de consequências benéficas e outras menos benéficas para a sociedade. A
mudança, muitas vezes, tida como um sinônimo de progresso pode, por outras vezes ir ao encontro da perda de
valores.

Você também pode gostar