Você está na página 1de 12

1234256!7689525:7268;<!=!;>3>?!≅ΑΒΧ!

! ! 5∃,∋∗(!∃!∆.∃%&Ε∃%!
! ;.Φ(!ΑΓ!=!Η∋,Ι(!8ϑΚ∗(!Λ!Η∋,Ι#!3∗+(∋Κ,!Μ(Φ∃!

!!∀#∃!∀!
!∀#∃∀%&∋(()&∗+%∀,&∋(!∀#∃%&∋()∗∀#)+,&∋−)∗!

Sumário
Direitos Políticos ........................................................................................... 2
1- Conceitos Iniciais: .................................................................................. 2
2- Direitos Políticos Positivos: .................................................................... 3
3- Direitos Políticos Negativos: ................................................................. 10
4- Princípio da anterioridade eleitoral: ..................................................... 23

Partidos Políticos ......................................................................................... 24


Questões Comentadas ................................................................................. 28
Lista de Questões ........................................................................................ 35
Gabarito ...................................................................................................... 38

Olá, amigos do Estratégia Concursos, tudo bem?

Na aula de hoje, encerraremos o estudo dos direitos fundamentais. Falaremos


sobre os direitos políticos e os direitos relacionados à organização e
funcionamento dos partidos políticos.

Um grande abraço,

Nádia e Ricardo

Para tirar dúvidas e ter acesso a dicas e conteúdos gratuitos, acesse


nossas redes sociais:

Facebook do Prof. Ricardo Vale:

https://www.facebook.com/profricardovale

Facebook da Profa. Nádia Carolina:

https://www.facebook.com/nadia.c.santos.16?fref=ts

Canal do YouTube do Ricardo Vale:

https://www.youtube.com/channel/UC32LlMyS96biplI715yzS9Q

!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!∀∀∀#∃%&∋(&∃)∗(+,−+.∋%,%#+,/#0∋!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!∀!#∃!%&!
!
1234256!7689525:7268;<!=!;>3>?!≅ΑΒΧ!
! ! 5∃,∋∗(!∃!∆.∃%&Ε∃%!
! ;.Φ(!ΑΓ!=!Η∋,Ι(!8ϑΚ∗(!Λ!Η∋,Ι#!3∗+(∋Κ,!Μ(Φ∃!

Questões Comentadas

1. Direitos Políticos

1. (ESAF / ATPS - 2012) Estão dispensados da obrigatoriedade de


alistamento eleitoral e do voto: os analfabetos, os maiores de setenta
anos e os menores de dezoito e os maiores de dezesseis anos.

Comentários:

Determina a Constituição (art. 14, § 1º, II) que o alistamento eleitoral e o voto
são facultativos para: i) os analfabetos; ii) os maiores de setenta anos e; iii) os
maiores de dezesseis e menores de dezoito anos. Questão correta.

2. (ESAF / ATPS - 2012) É condição de elegibilidade a idade mínima


de 18 anos para vereador e prefeito, e de 21 anos para deputado
estadual e federal.

Comentários:

É condição de elegibilidade a idade mínima de 21 anos para Prefeito e 18 anos


para Vereador. Questão incorreta.

3. (ESAF / ATPS - 2012) São inelegíveis os inalistáveis e os


analfabetos.

Comentários:

É o que determina o art. 14, § 4º, da Constituição Federal. Questão correta.

4. (ESAF / MDIC - 2012) Segundo a doutrina, o sufrágio restrito


poderá ser censitário, quando o nacional tiver que preencher
qualificação econômica, ou capacitário, quando necessitar apresentar
alguma característica especial (natureza intelectual por exemplo).

Comentários:

O sufrágio pode ser universal ou restrito. O sufrágio restrito pode ser


censitário ou capacitário. No Brasil, adota-se o sufrágio universal. Observe
que o enunciado, em momento algum, disse ser essa modalidade de sufrágio
adotada no Brasil. Questão correta.

5. (ESAF / MDIC - 2012) É garantido o exercício do direito ao voto


em plebiscitos e referendos. Enquanto o plebiscito é convocado com
posterioridade a ato legislativo ou administrativo, cumprindo ao povo
a respectiva ratificação ou rejeição, o referendo é convocado com

!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!∀∀∀#∃%&∋(&∃)∗(+,−+.∋%,%#+,/#0∋!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!∋&!#∃!%&!
!
1234256!7689525:7268;<!=!;>3>?!≅ΑΒΧ!
! ! 5∃,∋∗(!∃!∆.∃%&Ε∃%!
! ;.Φ(!ΑΓ!=!Η∋,Ι(!8ϑΚ∗(!Λ!Η∋,Ι#!3∗+(∋Κ,!Μ(Φ∃!

anterioridade a ato legislativo ou administrativo, cabendo ao povo,


pelo voto, aprovar ou denegar o que lhe tenha sido submetido.

Comentários:

É o contrário! O plebiscito é convocado antes do ato legislativo ou


administrativo, e o referendo, depois. Questão incorreta.

6. (ESAF / MDIC - 2012) A Constituição determina que não podem


alistar-se como eleitores os estrangeiros e, durante o período do
serviço militar obrigatório, os conscritos. Não se enquadra no conceito
de conscritos os médicos, dentistas, farmacêuticos e veterinários que
prestam serviço militar obrigatório.

Comentários:

Os médicos, dentistas, farmacêuticos e veterinários que prestam serviço


militar obrigatório são, sim, considerados conscritos. Questão incorreta.

7. (ESAF/MDIC/2012) A inelegibilidade absoluta é excepcional e


somente pode ser estabelecida, taxativamente, em lei ordinária
específica.

Comentários:

A inelegibilidade absoluta só pode ser estabelecida pela Constituição. Questão


incorreta.

8. (ESAF/MDIC/2012) A inelegibilidade absoluta, a despeito da


denominação absoluta, não consiste em impedimento eleitoral para
todos os cargos eletivos.

Comentários:

A inelegibilidade absoluta é impedimento eleitoral para todos os cargos


eletivos, por isso recebe esse nome. Questão incorreta.

9. (ESAF / DNIT – 2013) Assinale a opção incorreta.

a) Estão previstas entre as condições de elegibilidade a nacionalidade


brasileira, o alistamento eleitoral e pleno exercício dos direitos políticos.

b) Para o exercício do direito de propor ação popular, é necessário o


alistamento eleitoral.

c) Apesar de terem o direito de votar, os maiores de dezesseis anos e menores


de dezoito anos e os analfabetos não são elegíveis.
!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!∀∀∀#∃%&∋(&∃)∗(+,−+.∋%,%#+,/#0∋!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!∋−!#∃!%&!
!
1234256!7689525:7268;<!=!;>3>?!≅ΑΒΧ!
! ! 5∃,∋∗(!∃!∆.∃%&Ε∃%!
! ;.Φ(!ΑΓ!=!Η∋,Ι(!8ϑΚ∗(!Λ!Η∋,Ι#!3∗+(∋Κ,!Μ(Φ∃!

d) Em algumas situações, para ratificar ou rejeitar ato legislativo, a população


é convocada para votar em plebiscito.

e) A incapacidade civil absoluta gera suspensão dos direitos políticos.

Comentários:

Letra A: correta. São condições de elegibilidade a nacionalidade brasileira, o


alistamento eleitoral, o pleno exercício dos direitos políticos, o domicílio
eleitoral na circunscrição, a filiação partidária e a idade mínima (conforme
previsto na Constituição).

Letra B: correta. A ação popular somente poderá ser proposta por cidadão,
assim considerado aquele que tem o direito de votar. Dessa forma, exige-se o
alistamento eleitoral como condição para a propositura de ação popular.

Letra C: correta. Os analfabetos são inelegíveis, por expressa previsão


constitucional. Por sua vez, os menores de dezoito anos também o são, em
razão de não possuírem idade mínima para ocupar nenhum cargo.

Letra D: errada. O plebiscito é uma forma de consulta popular prévia à


edição de ato legislativo. Após a edição de ato legislativo, o instrumento
adequado é o referendo.

Letra E: correta. A incapacidade civil absoluta é hipótese de suspensão dos


direitos políticos.

10. (ESAF / PGFN -2012) Sobre os direitos políticos previstos na


Constituição, é correto afirmar:

a) que a soberania popular será exercida, independentemente de qualquer


disposição legislativa infraconstitucional, mediante plebiscito ou referendo.

b) que o alistamento eleitoral e o voto são facultativos para os analfabetos


funcionais.

c) que, nos termos da lei, é condição de elegibilidade, dentre outras, a


nacionalidade brasileira nata.

d) que o militar alistável é elegível, atendida, dentre outras, a condição de


que, se contar com menos de dez anos de serviço, deverá afastar-se da
atividade.

e) é vedada a cassação de direitos políticos, cuja perda ou suspensão só se


dará havendo condenação criminal transitada em julgado, enquanto durarem
os seus efeitos.

!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!∀∀∀#∃%&∋(&∃)∗(+,−+.∋%,%#+,/#0∋!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!%.!#∃!%&!
!
1234256!7689525:7268;<!=!;>3>?!≅ΑΒΧ!
! ! 5∃,∋∗(!∃!∆.∃%&Ε∃%!
! ;.Φ(!ΑΓ!=!Η∋,Ι(!8ϑΚ∗(!Λ!Η∋,Ι#!3∗+(∋Κ,!Μ(Φ∃!

Comentários:

Letra A: errada. A soberania popular será exercida mediante sufrágio universal


e pelo voto direto e secreto, com valor igual para todos, e, nos termos da lei,
mediante plebiscito, referendo e iniciativa popular.

Letra B: errada. O alistamento eleitoral e o voto são facultativos para os


analfabetos. A CF/88 não fala nada sobre “analfabetos funcionais”.

Letra C: errada. Uma das condições de elegibilidade é a nacionalidade


brasileira, nata ou por naturalização.

Letra D: correta. O militar alistável é elegível, porém precisa atender certas


condições. Caso possua menos de 10 anos de serviço, deverá se afastar da
atividade; por outro lado, caso tenha mais de 10 anos de serviço, será
agregado pela autoridade superior e, se for eleito, passará automaticamente,
no ato da diplomação, para a inatividade.

Letra E: errada. Há vários outros casos de perda ou suspensão de direitos


políticos.

11. (ESAF / CGU – 2006) O alistamento eleitoral e o voto são


obrigatórios para todos os brasileiros maiores de dezoito anos.

Comentários:

O alistamento eleitoral e o voto são facultativos para os analfabetos e os


maiores de 70 anos. Questão incorreta.

12. (ESAF / CGU – 2006) Se já forem titulares de mandato eletivo,


não são inelegíveis, no território de jurisdição do chefe do Poder
Executivo, o cônjuge e os parentes consanguíneos ou afins, até o
segundo grau ou por adoção, do Presidente da República, de
Governador de Estado ou Território, do Distrito Federal e de Prefeito.

Comentários:

Trata-se de exceção à regra da inelegibilidade reflexa, que exige dois


requisitos: i) o indivíduo já é titular de mandato eletivo e; ii) o indivíduo é
candidato à reeleição. No enunciado, não foi mencionado esse segundo
requisito. Por isso, a questão está incorreta.

13. (ESAF / CGU – 2006) A ação de impugnação de mandato,


proposta em face de prática de abuso do poder econômico, corrupção
ou fraude pelo candidato diplomado, tramitará em segredo de justiça,
respondendo o autor, na forma da lei, se temerária ou de manifesta
má-fé.
!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!∀∀∀#∃%&∋(&∃)∗(+,−+.∋%,%#+,/#0∋!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!%∀!#∃!%&!
!
1234256!7689525:7268;<!=!;>3>?!≅ΑΒΧ!
! ! 5∃,∋∗(!∃!∆.∃%&Ε∃%!
! ;.Φ(!ΑΓ!=!Η∋,Ι(!8ϑΚ∗(!Λ!Η∋,Ι#!3∗+(∋Κ,!Μ(Φ∃!

Comentários:

É exatamente o que dispõe o art. 14, § 10 e 11. Questão correta.

14. (ESAF/1998/PGFN) A Constituição de 1988 consagra um regime


de democracia representativa absolutamente incompatível com
qualquer forma de democracia direta ou "de identidade".

Comentários:

A CF/88 adotou a democracia semidireta ou participativa, em que se


adotam instrumentos da democracia direta, como, o referendo e o plebiscito,
por exemplo. Questão incorreta.

15. (ESAF / AFRF - 2005) A condenação criminal, transitada em


julgado, de brasileiro naturalizado implica a perda dos seus direitos
políticos.

Comentários:

Segundo a doutrina, trata-se de hipótese de suspensão de direitos políticos (e


não de perda!). Questão incorreta.

16. (ESAF / Banco Central - 2001) As hipóteses de inelegibilidade


estão dispostas taxativamente no texto constitucional.

Comentários:

Nada disso! Elas não são exaustivas. A Constituição permite que lei
complementar estabeleça outras hipóteses de inelegibilidade. Questão
incorreta.

17. (ESAF / Banco Central - 2001) A condenação por improbidade


administrativa não pode ensejar a cassação de direitos políticos.

Comentários:

O “caput” do art. 15 da Constituição veda a cassação de direitos políticos, em


qualquer hipótese. Questão correta.

18. (ESAF / Promotor de Justiça do Ceará - 2001) Atos de


improbidade administrativa acarretam a perda dos direitos políticos.

Comentários:

Esses atos geram a suspensão dos direitos políticos. Questão incorreta.

!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!∀∀∀#∃%&∋(&∃)∗(+,−+.∋%,%#+,/#0∋!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!%∋!#∃!%&!
!
1234256!7689525:7268;<!=!;>3>?!≅ΑΒΧ!
! ! 5∃,∋∗(!∃!∆.∃%&Ε∃%!
! ;.Φ(!ΑΓ!=!Η∋,Ι(!8ϑΚ∗(!Λ!Η∋,Ι#!3∗+(∋Κ,!Μ(Φ∃!

!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!∀∀∀#∃%&∋(&∃)∗(+,−+.∋%,%#+,/#0∋!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!%%!#∃!%&!
!
1234256!7689525:7268;<!=!;>3>?!≅ΑΒΧ!
! ! 5∃,∋∗(!∃!∆.∃%&Ε∃%!
! ;.Φ(!ΑΓ!=!Η∋,Ι(!8ϑΚ∗(!Λ!Η∋,Ι#!3∗+(∋Κ,!Μ(Φ∃!

2. Partidos Políticos

19. (ESAF / Prefeitura de Natal - 2008) Aos partidos políticos é


assegurada autonomia para definir sua estrutura interna, organização
e funcionamento e para adotar os critérios de escolha e o regime de
suas coligações eleitorais, com obrigatoriedade de vinculação entre as
candidaturas em âmbito nacional, estadual, distrital ou municipal,
devendo seus estatutos estabelecer normas de disciplina e fidelidade
partidária.

Comentários:

Não há obrigatoriedade de vinculação entre as candidaturas das coligações em


âmbito nacional, estadual, distrital ou municipal (art. 17, § 1º, CF). Questão
incorreta.

20. (ESAF / ATPS - 2012) Os partidos políticos adquirem


personalidade jurídica com o ato de registro de seus estatutos junto ao
Tribunal Superior Eleitoral.

Comentários:

A personalidade jurídica dos partidos políticos é adquirida mediante a inscrição


do seu ato constitutivo no respectivo registro. O registro do estatuto junto ao
TSE ocorre após a personalidade jurídica já ter sido adquirida. Questão
incorreta.

!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!∀∀∀#∃%&∋(&∃)∗(+,−+.∋%,%#+,/#0∋!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!%(!#∃!%&!
!
1234256!7689525:7268;<!=!;>3>?!≅ΑΒΧ!
! ! 5∃,∋∗(!∃!∆.∃%&Ε∃%!
! ;.Φ(!ΑΓ!=!Η∋,Ι(!8ϑΚ∗(!Λ!Η∋,Ι#!3∗+(∋Κ,!Μ(Φ∃!

Lista de Questões

1. (ESAF / ATPS - 2012) Estão dispensados da obrigatoriedade de


alistamento eleitoral e do voto: os analfabetos, os maiores de setenta
anos e os menores de dezoito e os maiores de dezesseis anos.

2. (ESAF / ATPS - 2012) É condição de elegibilidade a idade mínima


de 18 anos para vereador e prefeito, e de 21 anos para deputado
estadual e federal.

3. (ESAF / ATPS - 2012) São inelegíveis os inalistáveis e os


analfabetos.

4. (ESAF / MDIC - 2012) Segundo a doutrina, o sufrágio restrito


poderá ser censitário, quando o nacional tiver que preencher
qualificação econômica, ou capacitário, quando necessitar apresentar
alguma característica especial (natureza intelectual por exemplo).

5. (ESAF / MDIC - 2012) É garantido o exercício do direito ao voto


em plebiscitos e referendos. Enquanto o plebiscito é convocado com
posterioridade a ato legislativo ou administrativo, cumprindo ao povo
a respectiva ratificação ou rejeição, o referendo é convocado com
anterioridade a ato legislativo ou administrativo, cabendo ao povo,
pelo voto, aprovar ou denegar o que lhe tenha sido submetido.

6. (ESAF / MDIC - 2012) A Constituição determina que não podem


alistar-se como eleitores os estrangeiros e, durante o período do
serviço militar obrigatório, os conscritos. Não se enquadra no conceito
de conscritos os médicos, dentistas, farmacêuticos e veterinários que
prestam serviço militar obrigatório.

7. (ESAF/MDIC/2012) A inelegibilidade absoluta é excepcional e


somente pode ser estabelecida, taxativamente, em lei ordinária
específica.

8. (ESAF/MDIC/2012) A inelegibilidade absoluta, a despeito da


denominação absoluta, não consiste em impedimento eleitoral para
todos os cargos eletivos.

9. (ESAF / DNIT – 2013) Assinale a opção incorreta.

a) Estão previstas entre as condições de elegibilidade a nacionalidade


brasileira, o alistamento eleitoral e pleno exercício dos direitos políticos.

b) Para o exercício do direito de propor ação popular, é necessário o


alistamento eleitoral.

!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!∀∀∀#∃%&∋(&∃)∗(+,−+.∋%,%#+,/#0∋!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!%)!#∃!%&!
!
1234256!7689525:7268;<!=!;>3>?!≅ΑΒΧ!
! ! 5∃,∋∗(!∃!∆.∃%&Ε∃%!
! ;.Φ(!ΑΓ!=!Η∋,Ι(!8ϑΚ∗(!Λ!Η∋,Ι#!3∗+(∋Κ,!Μ(Φ∃!

c) Apesar de terem o direito de votar, os maiores de dezesseis anos e menores


de dezoito anos e os analfabetos não são elegíveis.

d) Em algumas situações, para ratificar ou rejeitar ato legislativo, a população


é convocada para votar em plebiscito.

e) A incapacidade civil absoluta gera suspensão dos direitos políticos.

10. (ESAF / PGFN -2012) Sobre os direitos políticos previstos na


Constituição, é correto afirmar:

a) que a soberania popular será exercida, independentemente de qualquer


disposição legislativa infraconstitucional, mediante plebiscito ou referendo.

b) que o alistamento eleitoral e o voto são facultativos para os analfabetos


funcionais.

c) que, nos termos da lei, é condição de elegibilidade, dentre outras, a


nacionalidade brasileira nata.

d) que o militar alistável é elegível, atendida, dentre outras, a condição de


que, se contar com menos de dez anos de serviço, deverá afastar-se da
atividade.

e) é vedada a cassação de direitos políticos, cuja perda ou suspensão só se


dará havendo condenação criminal transitada em julgado, enquanto durarem
os seus efeitos.

11. (ESAF / CGU – 2006) O alistamento eleitoral e o voto são


obrigatórios para todos os brasileiros maiores de dezoito anos.

12. (ESAF / CGU – 2006) Se já forem titulares de mandato eletivo,


não são inelegíveis, no território de jurisdição do chefe do Poder
Executivo, o cônjuge e os parentes consanguíneos ou afins, até o
segundo grau ou por adoção, do Presidente da República, de
Governador de Estado ou Território, do Distrito Federal e de Prefeito.

13. (ESAF / CGU – 2006) A ação de impugnação de mandato,


proposta em face de prática de abuso do poder econômico, corrupção
ou fraude pelo candidato diplomado, tramitará em segredo de justiça,
respondendo o autor, na forma da lei, se temerária ou de manifesta
má-fé.

14. (ESAF/1998/PGFN) A Constituição de 1988 consagra um regime


de democracia representativa absolutamente incompatível com
qualquer forma de democracia direta ou "de identidade".

!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!∀∀∀#∃%&∋(&∃)∗(+,−+.∋%,%#+,/#0∋!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!%∗!#∃!%&!
!
1234256!7689525:7268;<!=!;>3>?!≅ΑΒΧ!
! ! 5∃,∋∗(!∃!∆.∃%&Ε∃%!
! ;.Φ(!ΑΓ!=!Η∋,Ι(!8ϑΚ∗(!Λ!Η∋,Ι#!3∗+(∋Κ,!Μ(Φ∃!

15. (ESAF / AFRF - 2005) A condenação criminal, transitada em


julgado, de brasileiro naturalizado implica a perda dos seus direitos
políticos.

16. (ESAF / Banco Central - 2001) As hipóteses de inelegibilidade


estão dispostas taxativamente no texto constitucional.

17. (ESAF / Banco Central - 2001) A condenação por improbidade


administrativa não pode ensejar a cassação de direitos políticos.

18. (ESAF / Promotor de Justiça do Ceará - 2001) Atos de


improbidade administrativa acarretam a perda dos direitos políticos.

19. (ESAF / Prefeitura de Natal - 2008) Aos partidos políticos é


assegurada autonomia para definir sua estrutura interna, organização
e funcionamento e para adotar os critérios de escolha e o regime de
suas coligações eleitorais, com obrigatoriedade de vinculação entre as
candidaturas em âmbito nacional, estadual, distrital ou municipal,
devendo seus estatutos estabelecer normas de disciplina e fidelidade
partidária.

20. (ESAF / ATPS - 2012) Os partidos políticos adquirem


personalidade jurídica com o ato de registro de seus estatutos junto ao
Tribunal Superior Eleitoral.

!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!∀∀∀#∃%&∋(&∃)∗(+,−+.∋%,%#+,/#0∋!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!%+!#∃!%&!
!
1234256!7689525:7268;<!=!;>3>?!≅ΑΒΧ!
! ! 5∃,∋∗(!∃!∆.∃%&Ε∃%!
! ;.Φ(!ΑΓ!=!Η∋,Ι(!8ϑΚ∗(!Λ!Η∋,Ι#!3∗+(∋Κ,!Μ(Φ∃!

Gabarito

1. CORRETA
2. INCORRETA
3. CORRETA
4. CORRETA
5. INCORRETA
6. INCORRETA
7. INCORRETA
8. INCORRETA
9. LETRA D
10. LETRA D
11. INCORRETA
12. INCORRETA
13. CORRETA
14. INCORRETA
15. INCORRETA
16. INCORRETA
17. CORRETA
18. INCORRETA
19. INCORRETA
20. INCORRETA

!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!∀∀∀#∃%&∋(&∃)∗(+,−+.∋%,%#+,/#0∋!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!%&!#∃!%&!
!