Você está na página 1de 2

TESTE DE AVALIAÇÃO

Designação da Ação Higiene e Segurança Alimentar Código da Ação PN1.000087.3296.01


Módulo/UFCD 3296 Teste n.º 1

Nome do Formador Silvana Carvalho Data de aplicação 04/06

Nome do Formando

Classificação obtida Assinatura do Formador

GRUPO I

Leia com atenção as afirmações e responda com um “V” se considerar afirmação verdadeira ou um
“F” se considerar afirmação falsa. (1 valor cada)

V 1 A microbiologia é a ciência que estuda os microrganismos e a sua ação.


F 2 Quando presentes nos alimentos os microrganismos reproduzem-se com grande dificuldade,
podendo causar graves toxinfecções alimentares. FACILIDADE
V 3 Os microrganismo têm ação benéfica no tubo digestivo.
V 4 Os bolores, as bactérias,as leveduras são alguns dos microrganismos com interesse para a
indústria alimentar.
V 5 Os principais veículos de transmissão das bactérias são o solo, a água, o Homem, entre
outros.
F 6 As Leveduras desenvolvem-se na presença de oxigénio. BOLORES
V 7 Os fatores que afetam o crescimento dos alimentos são os fatores intrínsecos e
extrínsecos.
F 8 Exemplos de fatores intrínsecos: temperatura, humidade relativa, e composição da atmosfera.
EXTRINSECOS
F 9 Exemplos de fatores extrínsecos: atividade da água, acidez, estrutura biológica do alimento.
INTRINSECOS
V 10 Alguns alimentos contêm naturalmente algumas substâncias com características anti-microbianas
que lhes conferem estabilidade acrescida.
F 11 Abaixo de 5ºC, as bactérias, apesar de não morrerem, multiplicam-se mais rapidamente.
LENTAMENTE
F 12 Infeções Alimentares são aquelas onde os microrganismos presentes nos alimentos produzem toxinas
que vão causar a doença aquando da ingestão. INTOXICAÇÕES ALIMENTARES
V 13 Carnes cruas , maionese e cremes elaborados com ovos crus são alguns dos alimentos mais
susceptíveis para contrair a Salmonella.
V 14 Após a confecção os alimentos devem ser arrefecidos o mais rapidamente possível.
F 15 As sobras nobres devem ser refrigeradas a temperaturas que variam entre os 0°C e 3°C, e
consumidas no máximo em 48 horas.
F 16 No processo de higienização, a limpeza elimina ou reduz a flora microbiana para níveis de segurança
aceitáveis. DESINFEÇÃO
V 17 Manter as instalações em bom estado de conservação e higiene, orientar a colocação do
equipamento de forma a evitar espaços mortos de difícil acesso e manter portas e janelas fechadas,
são algumas das medidas para o controlo de pragas.
V 18 Fazem parte da HCCP 7 príncipios.
F 19 Os perigos podem ser classificados de acordo com a sua natureza em perigo biológico e perigo
químico. FALTA FÍSICO
V 20 Quando os resultados da monitorização indicam um desvio fora dos limites críticos num PCC,
procede-se à tomada de acções correctivas.

Boa Sorte!