Você está na página 1de 2

Direito Administrativo II - Exercícios de Fixação

Profa. Msc. Ana Cláudia Aguiar

1. Titularidade e execução de serviços públicos são conceitos que podem ou não estar vinculados à
mesma pessoa, porque
a) tanto a titularidade, quanto a execução dos serviços públicos devem ser expressamente delegadas à
iniciativa privada quando o Poder Público pretender prover referidas utilidades de forma indireta.
b) a titularidade dos serviços públicos demanda delegação expressa na lei que autoriza a execução
daqueles pela iniciativa privada, seja por meio de concessão ou por permissão de serviços públicos.
c) a concessão de serviços públicos transfere a titularidade do serviço para o concessionário, que
gozará de proteção inerente ao regime jurídico da prestação do serviço enquanto perdurar a relação
jurídica.
d) a titularidade do serviço público remanesce com o ente federado assim competente, sendo -lhe
permitido delegar à iniciativa privada a execução das referidas utilidades.
e) somente os consórcios podem reunir titularidade e execução de serviços públicos no que concerne
aos entes que integram a Administração indireta, tendo em vista que às autarquias e empresas
estatais podem ser atribuídos um ou outro conceito, alternativamente.

2. É um exemplo de serviço público denominado de uti singuli:


a) iluminação pública.
b) policiamento.
c) asfaltamento de ruas.
d) fornecimento de água.
e) limpeza pública.

3. Acerca dos serviços públicos, assinale a opção correta.


a) Serviço público é toda atividade material que a lei atribui ao Estado para que a exerça diretamente
ou indiretamente, com o objetivo de satisfazer concretamente às nec essidades coletivas, sob
regime jurídico total ou parcialmente público.
b) A celebração de contrato de parceria público-privada não permite período de prestação de serviço
inferior a três anos.
c) Concessão administrativa corresponde a contrato de prestação de serviços em que a administração
pública é a usuária direta, salvo quando envolver a execução de obra.
d) Os serviços públicos podem ser uti singuli, ou individuais, e uti universi, ou gerais. Os uti singuli são
os serviços que não podem ser divididos em sua utilização, como, por exemplo, a energia domiciliar,
em que não se sabe quanto cada usuário utilizou do serviço; e os uti universi são os serviços
prestados a toda a coletividade, como, por exemplo, a pavimentação de ruas, em que o poder
público pode individualizar a utilização.

4. As opções a seguir apresentam características das concessões de serviços públicos, à exc eção de
uma. Assinale-a.
a) Licitação prévia, na modalidade concorrência.
b) Natureza contratual.
c) Celebração com pessoas físicas ou jurídicas.
d) Prazo determinado, podendo haver renovação.
e) Prestação do serviço por conta e risco do concessionário.

5. Quanto ao tema dos serviços públicos e sua disciplina constante da Lei n° 8.987/1995, julgue os
itens com V ou F:
( ) Entende-se por concessão serviço público a delegação de sua prestação, feita pelo poder concedente
, mediante licitação, na modalidade de concorrência, à pessoa jurídica ou consórcio de empresas que
demonstre capacidade para seu desempenho, por sua conta e risco e por prazo determinado.
( ) Como o contrato de concessão de serviço público não é considerado um contrato administrativo e,
portanto, não pode conter cláusulas exorbitantes, o poder concedente não possui atribuição para
aplicação de penalidades regulamentares e contratuais. Por outro lado, a bem do interesse público,
poderá a Administração intervir na prestação do serviço sempre que este não estiver sendo prestado de
modo adequado.
( ) Considera-se caducidade a retomada do serviço pelo poder concedente durante o prazo da
concessão, por motivo de interesse público, mediante lei autorizativa específica e após prévio pagamento
de indenização. Declarada a caducidade, não resultará para o poder concedente qualquer espécie de
responsabilidade em relação aos encargos, ônus, obrigações ou compromissos com terceiros ou com
empregados da concessionária.

6. Assinale a alternativa INCORRETA sobre os serviços públicos.


a) Nem todos os serviços públicos podem ser objeto de delegação. Entre os serviços indelegáveis,
podem ser lembrados a defesa nacional e os serviços de energia elétrica.
b) O contrato de concessão é marcado pela presença da supremacia do poder concedente.
c) A falta das cláusulas essenciais no contrato de concessão sujeita o pacto à invalidação,
decretável pela própria Administração ou pelo Judiciário.
d) A rescisão do contrato de concessão por inadimplemento do concessionário é denominada
caducidade.

7. Para que a construção e operação de um novo ramal ferroviário para transporte de passageiros
possam ser contratados por meio de parc eria público privada é necessário observar, dentre
outros requisitos, que
a) os custos da obra sejam exclusivamente suportados pelo concessionário, que deve se remunerar
integralmente pela exploração do serviço no âmbito de uma concessão patrocinada.
b) o valor originalmente cobrado dos usuários como tarifa nas concessões comuns seja custeado pelo
poder concedente sob a forma de contraprestação.
c) a repartição de riscos entre as partes estabeleça a qual delas será atribuído o custo pelas obras de
implantação, sendo necessariamente dever do concessionário a realização material das mesmas.
d) haja contraprestação paga pelo poder concedente, devida somente após o início da prestação dos
serviços, cuja utilização também deverá ser objeto de remuneração por meio de tarifa cobrada dos
usuários no âmbito de uma concessão patrocinada.
e) haja previsão de receitas acessórias ou complementares em favor do concessionário para que seja
viável manter o equilíbrio econômico-financeiro do contrato sem onerar demasiadamente o valor da
tarifa.

8. Sendo o usuário dos serviços públicos inadimplente, é possível que eles sejam c essados segundo
doutrina administrativa. Nesse caso, estaria ocorrendo uma exceção ao princípio da:
a) mutabilidade
b) anualidade
c) continuidade
d) modicidade
e)
9. Os serviços públicos devem ser prestados com a maior amplitude possível, beneficiando o maior
número possível de indivíduos, além de serem prestados sem discriminação entre os
beneficiários, que tenham as mesmas condições técnicas e jurídicas para a fruição. Refere-se ao
princípio geral:
a) da economicidade.
b) da eficiência.
c) da generalidade.
d) da continuidade.
e) da obrigatoriedade.

10. Assinale a característica que não corresponde aos elementos caracterizadores da permissão de
serviço público, conforme expresso na legislação pertinente.
a) Delegação aplicável a serviços públicos não privativos do Estado, como a educação.
b) Delegação efetuada a título precário.
c) Delegação efetuada em favor de pessoa física ou de pessoa jurídica.
d) Delegação formalizada mediante contrato de adesão.
e) Delegação precedida por licitação e por ato que caracterize seu objeto, área e prazo.