Você está na página 1de 2

Fundamentos de Geologia

FUNDAMENTOS DE GEOLOGIA

Profa. Christianne Maria Moura Reis

UNIDADE 1 DINÂMICA INTERNA DA TERRA

1. ESTRUTURA DA TERRA

A Terra é um planeta cujas características atuais são resultantes da interação entre a dinâmica interna e externa atuantes desde a sua formação há cerca de 4,6 bilhões de anos atrás. Sua estrutura é constituída por três camadas concêntricas (núcleo, manto e crosta) que diferem, uma das outras, tanto física como quimicamente (Figura 01).

uma das outras, tanto física como quimicamente (Figura 01). Figura 01. A estrutura da Terra, baseada

Figura 01. A estrutura da Terra, baseada principalmente nos conhecimentos da sismologia. Fonte:

USGS, disponível em: http://www.dicionario.pro.br/dicionario/index.php/Estrutura_da_Terra.

O núcleo, ocupa cerca de 16% do volume total da Terra e possui densidade aproximada de 10-13 gramas por centímetro cúbico. Apesar de está muito distante da superfície da Terra, o núcleo não escapa das investigações sismológicas. Assim foi possível dizer que ele é constituído, principalmente, de ferro e uma pequena quantidade de níquel. Divide-se em: núcleo interno (1.300km de diâmetro), em estado sólido e núcleo externo (1.600km de espessura) aparentemente líquido. A interação entre essas duas massas de do núcleo é responsável pela geração do campo magnético da Terra.

O manto, circunda o núcleo e forma cerca de 83% do volume da Terra. Esta camada da Terra abrange profundidades que vão desde 40 até 2.900km, constituído por rochas de densidade intermediária, em sua maioria compostos de oxigênio com magnésio, ferro e silício. É menos denso que o núcleo e pode ser dividido (de acordo com suas características físicas) em três zonas: a zona inferior do manto (manto inferior ou manto interno) abrange a maior parte do

155

Fundamentos de Geologia

volume do interior da Terra. Está situado abaixo de 1.000km de profundidade, tem densidade aproximada de 4,7, e temperatura entre 1.000 e 3.000 o C. Apesar das altas temperaturas também é sólido em função das altas pressões; a astenosfera (circunda o manto inferior) com a mesma composição do manto inferior, porém, apresenta comportamento plástico; a zona superior do manto (manto superior ou manto externo) envolve parte da astenosfera e juntamente com a crosta constituem a litosfera. Tem densidade em torno de 3,4 e é o principal fornecedor de magma (material rochoso em fusão originada em profundidades crustais e mantélicas, que ascendem na crosta terrestre e que, ao resfriar, se solidifica como rocha magmática) para a formação da crosta.

A crosta da Terra (parte superior da Litosfera) consiste numa camada fina externa

(espessura variável de 5-80 km) constituída de materiais que formam as rochas magmáticas e por rochas delas decorrentes (sedimentares e metamórficas). A maioria dos elementos que a compõem são o silício, alumínio, ferro, cálcio, magnésio, sódio e potássio, combinados com oxigênio. Dois tipos principais de crosta são assim denominados: crosta continental (30-80km), menos densa, mais antiga e complexa, formada por

jovem,

rochas

normalmente formadas por rochas basálticas (Figura 02).

graníticas

e

basálticas;

e

crosta

oceânica

(5-15km),

mais

densa

e

mais

basálticas; e crosta oceânica (5-15km), mais densa e mais Figura 02. Abundância relativa dos elementos da

Figura 02. Abundância relativa dos elementos da Terra inteira comparado com a dos elementos da crosta (percentuais em peso). Fonte: Modificado de Press et al. (2006).

2. COMPORTAMENTO DAS ONDAS SÍSMICAS

Os terremotos são fenômenos que mostram, sem deixar dúvidas, que a Terra é um planeta dinâmico. Eles consistem em vibrações ou tremores sentidos na superfície da Terra, gerados pela energia interna da Terra, devido aos movimentos entre placas tectônicas. (Figura

03).

156