Você está na página 1de 23

1- Q1550 ( Prova: CESPE - 2012 - TC-DF - Auditor de Controle

Externo Disciplina: Direito Civil - Assuntos: 6. Direito das obrigações,


6.2. Transmissão das obrigações, 6.2.1. Cessão de crédito)
No que se refere aos atos ilícitos e à transmissão das obrigações, julgue os
itens subsequentes de acordo com as disposições constantes do Código Civil
brasileiro

É possível a cessão de um crédito sem que todos os seus acessórios


estejam abrangidos pela operação.

Certo
Errado

2- Q55738 ( Prova: CESPE - 2008 - MPE-RR - Promotor de


Justiça Disciplina: Direito Civil - Assuntos: 6. Direito das obrigações, 6.2.
Transmissão das obrigações, 6.2.2. Assunção de dívida )
Sobre o direito das obrigações, julgue os próximos itens.

Na assunção de dívida, ocorre a substituição do sujeito passivo da


relação de crédito, com a modificação da obrigação primitiva,
extinguindo-se o vínculo obrigacional, os acessórios e as garantias do
débito, exceto as garantias do crédito que tiverem sido prestadas por
terceiro.

Certo
Errado

3- Q55740 ( Prova: CESPE - 2008 - MPE-RR - Promotor de


Justiça Disciplina: Direito Civil - Assuntos: 6. Direito das obrigações, 6.3.
Adimplemento e extinção das obrigações, 6.3.3. Pagamento com sub-
rogação )
Sobre o direito das obrigações, julgue os próximos itens.

O terceiro interessado que paga dívida pela qual era ou poderia ser
obrigado, no todo ou em parte, pode cobrar o que tiver desembolsado,
sub-rogando-se nos direitos e ações do credor.

Certo
Errado

4- Q21652 ( Prova: IESES - 2011 - TJ-MA - Titular de Serviços de Notas


e de Registros - Provimento por remoção Disciplina: Direito Civil -
Assuntos: 6. Direito das obrigações, 6.1. Modalidades das obrigações,
6.1.4. Obrigações alternativas )

Assinale a alternativa correta:


a) Nas obrigações alternativas, a escolha cabe ao credor, se outra coisa não
se estipulou.
b) A um dos credores solidários não pode o devedor opor as exceções
pessoais oponíveis aos outros.
c) Pode o cessionário exercer os atos conservatórios do direito cedido,
desde que haja conhecimento da cessão pelo devedor.
d) Até a tradição pertence ao devedor a coisa, com os seus melhoramentos
e acrescidos, pelos quais não poderá exigir aumento no preço.

5- Q21481 ( Prova: VUNESP - 2011 - TJ-SP - Titular de Serviços de


Notas e de Registros - Critério Remoção Disciplina: Direito Civil -
Assuntos: 6. Direito das obrigações, 6.3. Adimplemento e extinção das
obrigações, 6.3.6. Novação )

Dá-se a novação quando

a) ocorre o pagamento parcial da dívida, em termos de compensação.


b) o credor consentir em receber prestação diversa da que lhe é devida.
c) o credor for evicto da coisa recebida em pagamento.
d) o devedor contrai com o credor nova dívida para
extinguir e substituir a anterior.

6- Q102432 ( Prova: FCC - 2009 - TRT - 7ª Região (CE) - Analista


Judiciário - Área Judiciária - Execução de Mandados Disciplina: Direito
Civil - Assuntos: 6. Direito das obrigações, 6.3. Adimplemento e extinção
das obrigações, 6.3.2. Pagamento em consignação )

NÃO se justifica o pedido de consignação em pagamento se

a) credor não for, nem mandar receber a coisa no lugar, tempo e condição
devidos.
b) ocorrer dúvida sobre quem deva legitimamente receber o objeto do
pagamento.
c) o credor, com justa causa, recusar receber o pagamento ou dar quitação
na forma devida.
d) pender litígio sobre o objeto do pagamento.
e) o credor for incapaz de receber.

7- Q114963 ( Prova: CESPE - 2008 - INSS - Analista do Seguro Social -


Direito Disciplina: Direito Civil - Assuntos: 6. Direito das obrigações,
6.3.1. Pagamento )
O regime econômico se estrutura mediante as relações
obrigacionais; assim, por meio do direito das obrigações, se
estabelece também a autonomia da vontade entre os particulares
na esfera patrimonial. Pode-se afirmar que o direito das
obrigações exerce grande influência na vida econômica, em razão
da inegável constância das relações jurídicas obrigacionais no
mundo contemporâneo; ele intervém na vida econômica, nas
relações de consumo sob diversas modalidades e, também, na
distribuição dos bens. O direito das obrigações é, pois, um ramo
do direito civil que tem por fim contrapesar as relações entre
credores e devedores. Consiste em um complexo de normas que
regem relações jurídicas de ordem patrimonial e que têm por
objeto prestações (dar, restituir, fazer e não fazer) cumpridas por
um sujeito em proveito de outro.

Bruna Lyra Duque. Análise histórica do direito das obrigações.


In: Jus Navigandi. Internet: (com adaptações).

A partir dasidéias apresentadas no texto acima, julgue os


seguintes itens, acerca do direito das obrigações.

Se uma dívida é caracterizada como quesível, isso significa que


competirá ao devedor oferecer o pagamento no domicílio do credor.

Certo
Errado

8- Q87825 ( Prova: TJ-SC - 2009 - TJ-SC - Juiz Disciplina: Direito Civil -


Assuntos: 6. Direito das obrigações, 6.3. Adimplemento e extinção das
obrigações, 6.3.2. Pagamento em consignação)

Observadas as proposições abaixo, assinale a alternativa correta:

I. O terceiro não interessado pode pagar a dívida mesmo contra a


vontade do devedor.

II. O terceiro pode pagar a dívida, mas não consignar em pagamento.

III. Quem de boa-fé paga ao credor aparente, paga mal e não se libera
da obrigação.

IV. Se o devedor paga ao credor após ser intimado da penhora sobre o


crédito, o pagamento não valerá contra o terceiro a quem aproveita a
constrição.

a) Somente a proposição IV está correta.


b) Somente as proposições I e III estão corretas.
c) Somente as proposições I e II estão corretas.
d) Somente a proposição III está correta.
e) Somente as proposições III e IV estão corretas.
9- Q116116 ( Prova: CESPE - 2008 - TJ-DF - Analista Judiciário - Área
Judiciária - Execução de Mandados Disciplina: Direito Civil - Assuntos: 6.
Direito das obrigações, 6.3. Adimplemento e extinção das obrigações,
6.3.1. Pagamento )
Quanto às obrigações, julgue os itens a seguir.

Pagamento ou quitação é ato que compete exclusivamente ao devedor.

Certo
Errado

10- Q96030 ( Prova: FCC - 2008 - TRT - 18ª Região (GO) - Analista
Judiciário - Área Administrativa Disciplina: Direito Civil - Assuntos: 6.
Direito das obrigações, 6.3. Adimplemento e extinção das obrigações,
6.3.5. Dação em pagamento )

Se o credor consentir em receber prestação diversa da que lhe é devida


ocorre a

a) novação.
b) imputação do pagamento.
c) dação em pagamento.
d) compensação.
e) confusão.

11- Q98877 ( Prova: FCC - 2009 - TJ-PI - Analista Judiciário - Área


Judiciária - Execução de Mandados Disciplina: Direito Civil - Assuntos: 6.
Direito das obrigações, 6.3. Adimplemento e extinção das obrigações,
6.3.7. Compensação )

A compensação, que é causa extintiva da obrigação, pressupõe a


presença de alguns requisitos. Dentre eles, é correto afirmar que as
dívidas devem ser

a) exigíveis, mas não necessariamente certas e líquidas.


b) certas e líquidas, mas não necessariamente exigíveis.
c) certas, mas não necessariamente líquidas e exigíveis.
d) líquidas, mas não necessariamente certas e
exigíveis.
e) certas, líquidas e exigíveis.

12- Q117599 ( Prova: FCC - 2009 - TRE-PI - Analista Judiciário - Área


Judiciária Disciplina: Direito Civil - Assuntos: 6. Direito das obrigações,
6.3. Adimplemento e extinção das obrigações,6.3.1. Pagamento, 6.3.3.
Pagamento com sub-rogação, 6.3.4. Imputação do pagamento )
Sobre o adimplemento e extinção das obrigações, considere:

I. Na sub-rogação legal o sub-rogado não poderá exercer os direitos e as


ações do credor, senão até a soma que tiver desembolsado para
desobrigar o devedor.

II. O terceiro não interessado, que paga a dívida em seu próprio nome,
tem direito a reembolsar-se do que pagar, ficando sub-rogado, ainda,
nos direitos do credor.

III. Na imputação do pagamento, havendo capital e juros, o pagamento


imputar-se-á primeiro no capital e, depois, nos juros vencidos, salvo
estipulação em contrário.

IV. O pagamento feito de boa-fé ao credor putativo é válido, ainda


provado depois que não era credor.

De acordo com o Código Civil Brasileiro, está correto o que se afirma


APENAS em

a) I, II e III.
b) I, III e IV.
c) I e IV.
d) II e III.
e) II, III e IV.

13- Q119057 ( Prova: FCC - 2008 - TRF-5R - Analista Judiciário - Área


Judiciária Disciplina: Direito Civil - Assuntos: 6. Direito das obrigações,
6.3. Adimplemento e extinção das obrigações,6.3.1. Pagamento )

A respeito do pagamento, considere:

I. O credor é obrigado a receber prestação diversa da que lhe é devida,


se for mais valiosa.

II. O pagamento feito de boa-fé ao credor putativo é válido ainda


provado depois que não era credor.

III. É lícito convencionar o aumento progressivo de prestações


sucessivas.

Está correto o que se afirma, APENAS, em

a) I.
b) I e II.
c) I e III.
d) II e III.
e) III.

14- Q132890 ( Prova: PUC-PR - 2012 - TJ-MS - Juiz Disciplina: Direito


Civil - Assuntos: 6. Direito das obrigações, 6.3. Adimplemento e extinção
das obrigações, 6.3.2. Pagamento em consignação )

O pagamento por consignação é meio conducente à exoneração do


“solvens” impedido de efetuar um pagamento válido, podendo ainda ser
utilizado para evitar que o pagamento seja feito a quem não tem direito
sobre o crédito. Assim, são partes legitimadas ativas requerer a
consignação do pagamento:

a) Apenas o devedor e o terceiro interessado.


b) Apenas o devedor, o terceiro interessado e o terceiro não interessado se
o fizer em nome e por conta do devedor.
c) O credor, o devedor, o terceiro interessado, o terceiro não interessado,
se o fizer em nome e por conta do devedor.
d) Apenas o credor, o devedor e o terceiro interessado.
e) Apenas o credor e o devedor.

15- Q160360 ( Prova: FEPESE - 2013 - DPE-SC - Analista


Técnico Disciplina: Direito Civil - Assuntos: 6. Direito das obrigações,
6.1. Modalidades das obrigações, 6.1.1. Obrigação de dar,6.1.4.
Obrigações alternativas, 6.1.6. Obrigações solidárias )

Assinale a alternativa correta de acordo com o Código Civil brasileiro.

a) Nas obrigações alternativas, a escolha cabe ao credor.


b) Presume-se a solidariedade quando decorrente da vontade das partes.
c) Na obrigação de dar coisa certa, os frutos percebidos e os pendentes são
do credor.
d) Na obrigação de dar coisa incerta, antes da escolha, não poderá o
devedor alegar perda ou deterioração da coisa, ainda que por força maior
ou caso fortuito.
e) Até a tradição pertence ao devedor a coisa certa, com os seus
melhoramentos e
acrescidos, não podendo depois da avença exigir aumento no preço.

16- Q142806 ( Prova: FCC - 2012 - TRF - 5ª REGIÃO - Analista


Judiciário - Execução de Mandados Disciplina: Direito Civil - Assuntos: 6.
Direito das obrigações, 6.3. Adimplemento e extinção das obrigações,
6.3.3. Pagamento com sub-rogação )

Quando terceira pessoa empresta ao devedor a quantia precisa para


solver a dívida, sob a condição expressa de ficar o mutuante com
direitos iguais aos do credor satisfeito, tem-se configurada a
a) sub-rogação convencional.
b) sub-rogação legal.
c) cessão de crédito.
d) novação passiva.
e) imputação de pagamento.

17- Q153543 ( Prova: COPESE - UFT - 2012 - DPE-TO - Analista Jurídico


- de Defensoria Pública Disciplina: Direito Civil - Assuntos: 6. Direito das
obrigações, 6.3. Adimplemento e extinção das obrigações, 6.3.1.
Pagamento )

Nos termos do Código Civil, assinale a alternativa CORRETA,


relativamente ao direito das obrigações:

I. é ilícito convencionar o aumento progressivo de prestações


sucessivas;

II. efetuar-se-á o pagamento no domicílio do credor, salvo se as partes


convencionarem diversamente, ou se o contrário resultar da lei, da
natureza da obrigação ou das circunstâncias;

III. presumem-se a cargo do credor as despesas com o pagamento e a


quitação; se ocorrer aumento por fato do devedor, suportará este a
despesa acrescida;

IV. o credor não é obrigado a receber prestação diversa da que lhe é


devida, salvo se mais valiosa;

a) Apenas os itens I e II estão corretos.


b) Apenas os itens III e IV estão corretos.
c) Todos os itens estão corretos.
d) Todos os itens estão incorretos.

18- Q182871 ( Prova: CESPE - 2013 - TC-DF - Procurador Disciplina:


Direito Civil - Assuntos: 6. Direito das obrigações, 6.3. Adimplemento e
extinção das obrigações, 6.3.2. Pagamento em consignação )
Julgue os itens a seguir, relativos a adimplemento e extinção de obrigações.

Se o devedor verificar que o credor é pessoa incapaz de receber, o


pagamento deverá ser realizado mediante consignação.

Certo
Errado

19- Q201560 ( Prova: VUNESP - 2013 - TJ-SP - Advogado Disciplina:


Direito Civil - Assuntos: 6. Direito das obrigações, 6.1. Modalidades das
obrigações, 6.1.6. Obrigações solidárias )
Assinale a alternativa correta acerca das obrigações solidárias.

a) Impossibilitando-se a prestação por culpa de um dos devedores


solidários, ficam todos exonerados da obri- gação, respondendo o
culpado por perdas e danos.
b) Falecendo um dos devedores solidários, em regra, os herdeiros ficam
exonerados da dívida.
c) É vedado ao credor renunciar à solidariedade em benefício de apenas um
dos devedores solidários.
d) O ajuizamento de ação, pelo credor, em face de um dos devedores,
importa em renúncia à solidariedade passiva.
e) Havendo insolvente entre os devedores solidários, sua quota é
igualmente dividida entre os demais devedores.

20- Q226917 ( Prova: FCC - 2013 - MPE-MA - Técnico Ministerial -


Execução de Mandados Disciplina: Direito Civil - Assuntos: 6. Direito das
obrigações, 6.1. Modalidades das obrigações,6.1.6. Obrigações solidárias
)

Paulo é credor da quantia líquida de R$ 20.000,00 de Renato, Maurício,


José e Fernando, devedores solidários. Neste caso, de acordo com o
Código Civil brasileiro,

a) se a dívida solidária interessar exclusivamente ao devedor Maurício, este


não responderá por toda ela para com o devedor que pagar.
b) falecendo o devedor Maurício, deixando herdeiros, nenhum destes será
obrigado a pagar senão a quota que corresponder ao seu quinhão
hereditário, e todos reunidos não serão considerados como um devedor
solidário em relação aos demais devedores.
c) a remissão obtida pelo devedor Fernando junto a Paulo aproveita aos
outros devedores, que ficam livres de qualquer pagamento.
d) Paulo não poderá renunciar à solidariedade em favor de um dos
devedores, pois a renúncia só valerá se ocorrer em favor de todos os
devedores.
e) não importará renúncia da solidariedade a propositura de ação por Paulo
contra um ou alguns dos devedores.

21- Q11424 ( Prova: VUNESP - 2007 - OAB-SP - Exame de Ordem - 1 -


Primeira Fase Disciplina: Direito Civil - Assuntos: 6. Direito das
obrigações, 6.2. Transmissão das obrigações, 6.2.2. Assunção de dívida
)

Quanto à assunção de dívida, é errado afirmar que

a) tem previsão expressa no Código Civil.


b) só ocorre se o credor assim consentir.
c) devidamente cientificado o credor a respeito da assunção, seu silêncio
significará aceitação.
d) depende de aceitação do credor.

22- Q22887 ( Prova: FCC - 2011 - TRT - 23ª REGIÃO (MT) - Analista
Judiciário - Área Judiciária Disciplina: Direito Civil - Assunto: 6.1.4.
Obrigações alternativas )

Nas obrigações alternativas, quando a escolha couber ao credor e uma


das prestações tornar-se impossível por culpa do devedor, o

a) contrato será rescindido, sem perdas e danos, voltando as partes ao


estado anterior.
b) credor poderá reclamar o valor de qualquer das duas, sem perdas e
danos.
c) credor só terá o direito de exigir a prestação subsistente, sem perdas e
danos.
d) credor só poderá exigir o valor da prestação que se tornou impossível por
culpa do devedor.
e) credor terá o direito de exigir a prestação subsistente ou o valor da
outra, com perdas e danos.

23- Q28905 ( Prova: CESPE - 2011 - TJ-ES - Comissário da Infância e da


Juventude - Específicos Disciplina: Direito Civil - Assuntos: 6. Direito das
obrigações, 6.2. Transmissão das obrigações, 6.2.1. Cessão de crédito )

Julgue os itens que se seguem, relativos a propriedade,


obrigações e negócios jurídicos.

O crédito é um direito que pode ser cedido pelo seu titular (credor).
Entretanto, a cessão de crédito, em regra, dependerá da anuência tanto
do cessionário quanto do devedor.

Certo
Errado

24- Q41116 ( Prova: CESPE - 2010 - DETRAN-ES - Advogado Disciplina:


Direito Civil - Assuntos: 6. Direito das obrigações, 6.3. Adimplemento e
extinção das obrigações, 6.3.3. Pagamento com sub-rogação )
Julgue os itens seguintes, acerca de obrigações e responsabilidade
civil.

O terceiro não interessado, que paga a dívida em seu próprio nome, tem
direito a reembolsar-se do que pagar, mas não se sub-roga nos direitos
do credor, sendo certo que, se pagar antes de vencida a dívida, terá
direito ao reembolso de forma imediata, ou seja, antes do vencimento.

Certo
Errado

25- Q49348 ( Prova: TRT 14R - 2008 - TRT - 14ª Região (RO e AC) -
Juiz - Prova 1 Disciplina: Direito Civil - Assuntos: 6. Direito das
obrigações, 6.1. Modalidades das obrigações, 6.1.5. Obrigações
divisíveis e indivisíveis, 6.1.6. Obrigações solidárias )

Sobre a solidariedade ativa, à luz do Direito Civil, analise as proposições


abaixo e responda:

I. Nas obrigações divisíveis, cada um dos credores solidários terá direito


a exigir do devedor o cumprimento da prestação, no que se refere à
parte que lhe couber.

II. Os herdeiros do credor solidário somente terão direito a exigir e


receber a quota do crédito que corresponder aos seus quinhões
hereditários.

III. Tratando-se de solidariedade ativa, pode o devedor opor a um dos


credores solidários as exceções pessoais oponíveis aos outros.

IV. O julgamento contrário a um dos credores solidários atinge os


demais.

a) Há apenas uma proposição verdadeira.


b) Há apenas duas proposições verdadeiras.
c) Há apenas três proposições verdadeiras.
d) Todas as proposições são verdadeiras.
e) Todas as proposições são falsas.

26- Q51689 ( Prova: CESGRANRIO - 2010 - EPE - Advogado Disciplina:


Direito Civil - Assuntos: 6. Direito das obrigações, 6.3. Adimplemento e
extinção das obrigações, 6.3.7. Compensação,6.5. Contratos, 6.5.7.
Empréstimo )

A empresa GGO S.A. contraiu empréstimo com a sociedade LPJR Ltda.,


no valor de R$ 1.500.000,00, tendo adquirido, com tal valor, máquinas e
equipamentos para uso nas suas atividades. Por exigência do credor,
GGO S.A. realizou contrato de seguro com a seguradora TÔAÍ S.A., com
cláusula de beneficiário à empresa LPJR Ltda. No curso do contrato de
empréstimo, com parcelas correspondentes a R$ 500.000,00 pagas,
houve sinistro, com o consequente requerimento à companhia
seguradora para cobrir o valor constante da apólice. Diante da cláusula
de beneficiário, o valor é pago à empresa LPJR Ltda., que, abatendo o
valor restante da dívida, devolve o saldo à empresa segurada. Diante
dessas circunstâncias, conclui-se que

a) a atuação da empresa beneficiária é correta, pois compensou os valores


de débitos e créditos com a empresa segurada.
b) a compensação se revela inviável diante da ausência de negócios da
mesma natureza.
c) a compensação seria possível com a prévia anuência da devedora.
d) a compensação é ato dependente de autorização
legal específica e ato das partes.
e) o devedor e o credor somente podem realizar compensação se o contrato
expressamente autorizar.

27- Q52207 ( Prova: CESGRANRIO - 2010 - BNDES -


Advogado Disciplina: Direito Civil - Assuntos: 6. Direito das obrigações,
6.2. Transmissão das obrigações, 6.2.1. Cessão de crédito )

A diretoria do Banco Super S/A, com o objetivo de adequar o seu


balanço às regras internacionais, resolve ceder diversos créditos de
difícil recuperação a empresas especializadas em cobrança. Nessa trilha,
cedeu o crédito da Empresa X Ltda. à Empresa Z Ltda. O devedor não foi
comunicado do ato e somente teve ciência da situação quando recebeu,
em sua sede, carta de cobrança, indicando a origem da dívida.
Nessa perspectiva, à luz da legislação, entende-se que o(a)

a) crédito pode ser cedido pelo credor, desde que não haja proibição legal
ou a convencionada, não importando a natureza da obrigação.
b) cessionário de boa-fé pode ser obstado por cláusula proibitiva de cessão.
c) ciência do devedor, quanto à cessão, poderá ocorrer por publicação em
meio de comunicação.
d) cessão do crédito não abrange os acessórios, como regra geral.
e) cessão de crédito não tem efeito em relação ao devedor caso o mesmo
não tenha sido notificado.

28- Q198290 ( Prova: CESPE - 2013 - MPE-RO - Promotor de


Justiça Disciplina: Direito Civil - Assuntos: 6. Direito das obrigações, 6.3.
Adimplemento e extinção das obrigações, 6.3.6. Novação )

João assinou nota promissória em garantia a empréstimo tomado de


Carlos, no valor de R$ 5.000,00. Não tendo conseguido pagar a dívida
no prazo acordado, João solicitou a sua irmã, Cláudia, que assinasse
nova nota promissória, comprometendo-se a realizar o pagamento do
débito em sessenta dias. Carlos concordou com o negócio e o título
assinado por João foi inutilizado. Nessa situação, houve:

a) assunção de dívida.
b) cessão de crédito.
c) novação
d) imputação do pagamento.
e) pagamento com sub-rogação
29- Q200690 ( Prova: CESPE - 2013 - ANTT - Analista Administrativo -
Direito Disciplina: Direito Civil - Assuntos: 6. Direito das obrigações, 6.3.
Adimplemento e extinção das obrigações,6.3.3. Pagamento com sub-
rogação )
Em relação ao direito das obrigações, julgue os itens que se seguem.

O pagamento por sub-rogação tem caráter liberatório para o devedor,


extinguindo a relação obrigacional originária e fazendo surgir um
negócio jurídico com um novo credor.

Certo
Errado

30- Q205265 ( Prova: CESPE - 2006 - DPE-DF - Procurador - Assistência


Judiciária - Segunda Categoria Disciplina: Direito Civil - Assuntos: 6.
Direito das obrigações, 6.2. Transmissão das obrigações, 6.2.1. Cessão
de crédito )

Com base no direito das obrigações, julgue os itens que se seguem.

A cessão de crédito consiste em um negócio jurídico oneroso, pactuado


com propósito de lucro, por meio do qua o credor transmite o seu
crédito a um terceiro, extinguindo se a obrigação primitiva e surgindo
nova relação obrigacional entre o cessionário e o devedor. O devedor
não precisa autorizar a cessão, no entanto, deverá ser notificado para
que essa tenha eficácia jurídica.

Certo
Errado

31- Q57079 ( Prova: VUNESP - 2009 - TJ-SP - Juiz Disciplina: Direito


Civil - Assuntos: 6. Direito das obrigações, 6.3. Adimplemento e extinção
das obrigações, 6.3.6. Novação )

A novação

a) deve ser expressa e implica criação de nova obrigação, podendo o credor


optar pela primitiva.
b) pressupõe ânimo de novar, que pode ser tácito, desde que inequívoco.
c) se subjetiva passiva, depende da concordância do devedor.
d) não extingue as garantias da obrigação anterior,
salvo a fiança.

32- Q77320 ( Prova: CESPE - 2009 - PC-PB - Delegado de


Polícia Disciplina: Direito Civil - Assuntos: 6. Direito das obrigações, 6.1.
Modalidades das obrigações, 6.1.5. Obrigações divisíveis e indivisíveis,
6.1.6. Obrigações solidárias, 6.2. Transmissão das obrigações, 6.2.1.
Cessão de crédito, 6.4. Inadimplemento das obrigações, 6.4.1. Mora )

Assinale a opção incorreta com referência às obrigações contratuais e


extracontratuais.

a) Na obrigação indivisível, subsiste a indivisibilidade ainda que a obrigação


se converta em perdas e danos.
b) No caso da solidariedade ativa, convertendo-se a prestação em perdas e
danos em razão do inadimplemento desta, subsiste, para todos os
efeitos, a solidariedade.
c) Na cessão de crédito por título oneroso, o cedente não se responsabiliza
pela solvência do devedor, salvo estipulação em contrário.
d) Purga-se a mora por parte do credor, se este oferecer-se a receber o
pagamento e sujeitar-se aos efeitos da mora até a mesma data.
e) No caso de dano causado por comportamento omissivo do agente da
administração pública, a responsabilidade do Estado é subjetiva.

33- Q54664 ( Prova: COPEVE - 2010 - Prefeitura de Penedo - AL -


Procurador Municipal - 1 Disciplina: Direito Civil - Assuntos: 6. Direito
das obrigações, 6.3. Adimplemento e extinção das obrigações, 6.3.4.
Imputação do pagamento, 6.3.5. Dação em pagamento, 6.3.6. Novação,
6.3.7. Compensação )

Juvenal deve R$ 500,00 (quinhentos reais) a Angélica. Como não tem o


dinheiro, oferece pagar com um aparelho de som que possui no valor de
R$ 100,00 (cem reais). Escolha a opção correta.

a) Angélica deveria aceitar, visto que o devedor não possui condições de


adimplir de outra forma.
b) Caso Angélica aceitasse, caracterizar-se-ia uma dação em pagamento e a
dívida seria totalmente extinta.
c) Caso Angélica aceitasse, caracterizar-se-ia uma compensação e Juvenal
ainda teria que pagar o restante da dívida.
d) Caso Angélica aceitasse, caracterizar-se-ia uma imputação do pagamento
e a dívida seria totalmente extinta.
e) Caso Angélica aceitasse, caracterizar-se-ia uma novação parcial, visto
que Juvenal ainda teria que pagar o restante da dívida.

34- Q131389 ( Prova: FCC - 2012 - TRT - 6ª Região (PE) - Técnico


Judiciário - Área Administrativa Disciplina: Direito Civil - Assunto: 6.3.1.
Pagamento )

Efetuar-se-á o pagamento

a) em qualquer lugar, à escolha do devedor.


b) no domicílio do credor, salvo se as partes convencionarem diversamente,
ou se o contrário resultar de disposição expressa de lei.
c) no domicílio do devedor, salvo se as partes convencionarem
diversamente, ou se o contrário resultar da lei, da natureza da obrigação
ou das circunstâncias.
d) onde for determinado pelo credor, antes do vencimento da dívida.
e) facultativamente, no domicílio do credor ou do devedor, salvo disposição
de lei expressa em sentido contrário.

35- Q88721 ( Prova: CESPE - 2010 - BRB - Advogado Disciplina: Direito


Civil - Assuntos: 6. Direito das obrigações, 6.1. Modalidades das
obrigações, 6.1.6. Obrigações solidárias )
Acerca do direito das obrigações, julgue os itens a seguir.

Considere que Luís e Paulo sejam devedores solidários de Márcio e que


Luís venha a falecer. Nesse caso, Márcio não poderá cobrar dos
herdeiros a quota devida pelo falecido, pois a eles não pode ser imposta
a solidariedade dessa dívida.

Certo
Errado

36- Q88726 ( Prova: CESPE - 2010 - BRB - Advogado Disciplina: Direito


Civil - Assuntos: 6. Direito das obrigações, 6.1. Modalidades das
obrigações, 6.1.6. Obrigações solidárias )
Quanto às partes e ao litisconsórcio, julgue os itens que se seguem.

Considere que Luiz, André e Marcos tenham se obrigado solidariamente


a pagar a Felipe a importância de R$ 2.100,00. Nessa situação, em caso
de inadimplência, Felipe deve propor a ação de cobrança contra os três
devedores, visto que há entre eles um litisconsórcio unitário.

Certo
Errado

37- Q97450 ( Prova: FCC - 2001 - TRF - 1ª REGIÃO - Analista Judiciário


- Área Judiciária Disciplina: Direito Civil - Assuntos: 6. Direito das
obrigações, 6.3. Adimplemento e extinção das obrigações, 6.3.1.
Pagamento )

Quanto ao pagamento, é certo dizer que

a) se considera autorizado a receber o pagamento o portador da quitação,


exceto se as circunstâncias contrariarem a presunção daí resultante.
b) somente o credor está autorizado a recebê-lo.
c) nunca é válido quando feito ao credor putativo.
d) é sempre válido quando feito ao credor, mesmo que o
devedor esteja intimado de penhora feita sobre o crédito.
e) não é válido quando feito ao credor incapaz de quitar, mesmo se em
benefício dele efetivamente reverteu.

38- Q83163 ( Prova: MPE-SC - 2010 - MPE-SC - Promotor de Justiça -


Matutina Disciplina: Direito Civil - Assuntos: 6. Direito das obrigações,
6.1. Modalidades das obrigações, 6.1.4. Obrigações alternativas, 6.1.6.
Obrigações solidárias, 6.2. Transmissão das obrigações, 6.2.2. Assunção
de dívida, 6.3. Adimplemento e extinção das obrigações, 6.3.1.
Pagamento )

I - Há solidariedade ativa quando na mesma obrigação concorre mais de


um credor, cada um com direito à dívida toda. Esse tipo de obrigação
pode ser presumida, decorrente de determinação legal expressa ou da
vontade das partes.

II - O pagamento feito por terceiro, com desconhecimento ou oposição


do devedor, não obriga a reembolsar aquele que pagou, se o devedor
tinha meios para ilidir a ação.

III - Nas obrigações alternativas, a escolha cabe ao credor. Em se


tratando de prestações periódicas, a faculdade de opção poderá ser
exercida em cada período.

IV - Na solidariedade passiva, o devedor demandado pode opor ao


credor as exceções que lhe forem pessoais e comuns a todos; não lhe
aproveitando as exceções pessoais a outro codevedor.

V - Na assunção de dívida, o novo devedor não pode opor ao credor as


exceções pessoais que competiam ao devedor primitivo.

Com fundamento no Código Civil, em sua redação atual, estão corretas:

a) Apenas as assertivas I e III.


b) Apenas as assertivas II, IV e V.
c) Apenas a assertiva V.
d) Apenas as assertivas I, IV e V.
e) Apenas as assertivas II e IV. 37

39- Q86939 ( Prova: FCC - 2010 - SEFIN-RO - Auditor Fiscal de Tributos


Estaduais Disciplina: Direito Civil - Assuntos: 6. Direito das obrigações,
6.3. Adimplemento e extinção das obrigações,6.3.1. Pagamento )

A respeito do Adimplemento das Obrigações, considere:

I. O terceiro não interessado, que paga a dívida em seu próprio nome,


tem direito a reembolsar-se do que pagar e se sub-roga nos direitos do
credor.
II. O pagamento feito de boa-fé ao credor putativo é válido, exceto se
provado depois que não era credor.

III. O credor não é obrigado a receber prestação diversa da que lhe é


devida, ainda que mais valiosa.

IV. É lícito convencionar o aumento progressivo de prestações


sucessivas.

De acordo com o Código Civil brasileiro, está correto o que se afirma


APENAS em

a) II e IV.
b) III e IV.
c) I, II e III.
d) I e IV.
e) II, III e IV.

40- Q16896 ( Prova: FUNDEP - 2011 - MPE-MG - Promotor de


Justiça Disciplina: Direito Civil - Assuntos: 6. Direito das obrigações, 6.3.
Adimplemento e extinção das obrigações, 6.3.1. Pagamento )

É INCORRETO afirmar quanto ao objeto do pagamento e sua prova no


Código Civil:

a) O credor não é obrigado a receber prestação diversa da que lhe é devida,


ainda que mais valiosa.
b) Ainda que a obrigação tenha por objeto prestação divisível, não pode o
credor ser obrigado a receber, nem o devedor a pagar, por partes, se
assim não se ajustou.
c) É ilícito convencionar o aumento progressivo de prestações sucessivas.
d) Quando, por motivos imprevisíveis, sobrevier desproporção
manifesta entre o valor da prestação devida e o do momento
de sua execução, poderá o juiz corrigi-lo, a pedido da parte,
de modo que assegure, quanto possível, o valor real da
prestação.

41- Q16834 ( Prova: NCE-UFRJ - 2007 - MPE-RJ - Analista -


Processual Disciplina: Direito Civil - Assuntos: 6. Direito das obrigações,
6.3. Adimplemento e extinção das obrigações, 6.3.7. Compensação )

Mévio cedeu seu crédito em relação a Tício para Caio, tendo o cedido,
solvente produtor de soja, sido notificado da transação dois dias após
sua celebração. Um mês após a celebração, na data do vencimento, em
razão de fortes chuvas, Tício perdeu toda sua produção, tornando-se
insolvente. Instado pelo cessionário para pagar, o cedido alegou, então,
compensação do débito com um outro crédito que ele possui em relação
a Mévio. No caso de ação judicial de Caio contra Mévio e Tício, é correto
afirmar que:

a) Mévio responde pela insolvência de Tício já que, diferentemente do


endosso em títulos de crédito, o cedente garante a dívida em todo o
tempo;
b) Tício tem o direito de suscitar a compensação porque o cedido possui
todas as formas de defesa da relação originária na data do pagamento;
c) Mévio somente responde pela solvência do cedido até o momento da
notificação;
d) o cedente garante a insolvência do cedido apenas até o pagamento, não
respondendo em caso de mora do credor em cobrar o débito;
e) Tício não poderia mais alegar a compensação porque não o fez no
momento da notificação.

42- Q33720 ( Prova: FCC - 2011 - TRE-TO - Analista Judiciário - Área


Judiciária Disciplina: Direito Civil - Assuntos: 6. Direito das obrigações,
6.3. Adimplemento e extinção das obrigações,6.3.1. Pagamento )

Considere as seguintes assertivas a respeito do pagamento:

I. É lícito convencionar o aumento progressivo de prestações


sucessivas.

II. Sendo a quitação do capital sem reserva dos juros, estes não se
presumem pagos.

III. A entrega do título ao devedor firma a presunção do pagamento,


mas ficará sem efeito a quitação assim operada se o credor provar, em
sessenta dias, a falta do pagamento.

IV. Se o pagamento se houver de fazer por medida, ou peso, entender-


se-á, no silêncio das partes, que não aceitaram os do lugar da
execução.

De acordo com o Código Civil brasileiro está correto o que se afirma


APENAS em

a) I, II e III.
b) I, II e
IV.
c) I e III.
d) II e IV.
e) III e IV.
43- Q32018 ( Prova: EJEF - 2006 - TJ-MG - Juiz Disciplina: Direito Civil -
Assuntos: 6. Direito das obrigações, 6.3. Adimplemento e extinção das
obrigações, 6.3.5. Dação em pagamento )

João deve a Otávio a quantia de R$28.000,00 (vinte e oito mil reais).


Entretanto, na ocasião do vencimento da dívida, não tendo conseguido a
importância em dinheiro, procura o credor e lhe oferece um veículo de
sua propriedade em pagamento. Otávio aceita, dando por quitada a
obrigação. Conforme o Código Civil, é CORRETO afirmar ter-se
caracterizado, nesta hipótese:

a) dação em pagamento;
b) pagamento com sub-rogação;
c) remissão da dívida, em pagamento;
d) pagamento em consignação.

44- Q34944 ( Prova: FCC - 2011 - TRE-RN - Analista Judiciário - Área


Judiciária Disciplina: Direito Civil - Assuntos: 6. Direito das obrigações,
6.3. Adimplemento e extinção das obrigações,6.3.6. Novação )

A novação

a) feita com o devedor principal sem o consentimento do fiador não importa


na sua exoneração.
b) não extingue os acessórios e garantias da dívida, sempre que não houver
estipulação em contrário.
c) operada entre o credor e um dos devedores solidários, não afetará as
preferências e garantias do crédito novado relativas aos bens de todos os
devedores.
d) que substitui devedor é transparente e, sendo assim, em regra, se o
novo devedor for insolvente, tem o credor, que o aceitou, ação
regressiva contra o primeiro.
e) por substituição do devedor pode ser efetuada independentemente de
consentimento deste.

45- Q51690 ( Prova: CESGRANRIO - 2010 - EPE - Advogado Disciplina:


Direito Civil - Assuntos: 6. Direito das obrigações, 6.3. Adimplemento e
extinção das obrigações, 6.3.6. Novação )

Mévio e Tácio, maiores e absolutamente capazes, estipulam negócio em


que o primeiro se compromete a entregar um móvel cujas características
foram apresentadas em desenho entregue pelo segundo, com prazo de
entrega de trinta dias e preço ajustado de R$ 5.000,00. Findo o prazo, o
bem não é entregue ao credor. Buscando a conciliação, as partes
contratantes ajustam a extinção da relação jurídica anterior,
estabelecendo que Tácio pagaria a Mévio a quantia de R$ 4.000,00, em
dez parcelas mensais e de igual valor, e Mévio entregaria o móvel,
objeto do desenho entregue anteriormente, e duas cadeiras de madeira
de lei. Diante de tais circunstâncias, verifica-se que

a) a descrição dos fatos indica que houve novação.


b) não se trata de novação pela ausência de palavras sacramentais.
c) houve apenas a confirmação da obrigação originária.
d) o parcelamento descaracteriza a novação.
e) a mudança da prestação é vedada pelo instituto da novação.

46- Q82758 ( Prova: CESPE - 2008 - PGE-ES - Procurador de


Estado Disciplina: Direito Civil - Assuntos: 6. Direito das obrigações, 6.3.
Adimplemento e extinção das obrigações, 6.3.6. Novação )
Acerca do direito das obrigações, julgue os itens subseqüentes.

Quando o devedor contrai com o credor nova obrigação, visando


extinguir e substituir obrigação nula ou extinta, verifica-se a novação.
Da mesma forma, verifica-se novação se surgir novo devedor, sucessor
do anterior, hipótese em que este fica desobrigado, transmitindo ao
novo devedor a obrigação pela qual, até então, era o responsável.

Certo
Errado

47- Q129782 ( Prova: FCC - 2006 - TRT-4R - Analista Judiciário - Área


Judiciária Disciplina: Direito Civil - Assuntos: 6. Direito das obrigações,
6.2. Transmissão das obrigações, 6.2.2. Assunção de dívida )

De acordo com o Código Civil brasileiro, com relação à Assunção de


Dívida, é correto afirmar:

a) O novo devedor pode opor ao credor as exceções pessoais que


competiam ao devedor primitivo.
b) É facultado a terceiro assumir a obrigação do devedor, com o
consentimento do credor, ficando, em qualquer hipótese, o devedor
primitivo coobrigado.
c) Em regra, se a substituição do devedor vier a ser anulada, restaura-se o
débito sem todas as suas garantias, por expressa determinação legal.
d) Qualquer das partes pode assinar prazo ao credor para que consinta na
assunção da dívida, interpretando- se o seu silêncio como recusa.
e) Em regra, com a assunção da dívida, as garantias especiais, dadas
originariamente pelo devedor primitivo, não serão extintas.

48- Q84796 ( Prova: FCC - 2006 - BACEN - Procurador - Prova


2 Disciplina: Direito Civil - Assuntos: 6. Direito das obrigações, 6.3.
Adimplemento e extinção das obrigações, 6.3.7. Compensação )
O devedor somente pode compensar com o credor o que este lhe dever,
entretanto

a) o fiador pode compensar sua dívida com a de seu credor ao afiançado.


b) a diferença de causa nas dívidas sempre impede a compensação.
c) a dívida proveniente de alimentos pode compensarse apenas com as
provenientes também de alimentos ou de depósito, porque somente
nestes casos se admite a prisão civil.
d) obrigando-se por terceiro uma pessoa, pode compensar essa dívida com
a que o credor dele lhe dever.
e) sendo a mesma pessoa obrigada por várias dívidas compensáveis não se
pode, no compensá-las, observar as regras estabelecidas quanto à
imputação do pagamento.

49- Q112584 ( Prova: CESPE - 2008 - TRT - 1ª REGIÃO (RJ) - Analista


Judiciário - Área Administrativa Disciplina: Direito Civil - Assuntos: 6.
Direito das obrigações, 6.3. Adimplemento e extinção das obrigações,
6.3.2. Pagamento em consignação, 6.3.5. Dação em pagamento )

José entabulou com Paulo dois negócios distintos, em razão dos quais se
obrigou a pagar a este as quantias de R$ 1.000,00 e de R$ 500,00,
sendo a primeira dívida onerada pela fixação de juros moratórios, e a
segunda, apenas pelo estabelecimento de multa. Vencidas as dívidas,
José, que só dispunha de R$ 600,00, propôs pagar parte do capital da
primeira dívida, já que esta era a mais onerosa. Encontrou, no entanto,
resistência de Paulo.

Com base na situação hipotética acima descrita, assinale a opção


correta.

a) Diante da recusa injustificada de Paulo, cabe a José o pagamento em


consignação.
b) Por dispor de quantia insuficiente ao pagamento integral da primeira
obrigação, José não podia servir-se da imputação em pagamento para
determinar qual das duas obrigações seria saldada.
c) A lei civil garante ao devedor o pagamento do capital antes dos juros
vencidos.
d) Por oferecer quantia diversa daquela efetivamente devida, José, na
verdade, tentou utilizar-se da dação em pagamento.
e) Mesmo que Paulo tivesse aceito o pagamento parcial do capital da dívida
mais onerosa, tal transação seria nula por ir de encontro à disposição
legal que determina a obrigatoriedade da quitação dos juros em primeiro
lugar.

50- Q13214 ( Prova: FCC - 2011 - TRT - 20ª REGIÃO (SE) - Analista
Judiciário - Área Judiciária Disciplina: Direito Civil - Assuntos: 6. Direito
das obrigações, 6.3. Adimplemento e extinção das obrigações, 6.3.4.
Imputação do pagamento )
João é devedor das quantias de R$ 2.000,00 e R$ 5.000,00 para um
estabelecimento bancário, relativas a débitos da mesma natureza,
ambos líquidos e vencidos. O direito que a lei lhe assegura de indicar a
qual deles oferece pagamento denomina-se

a) dação em pagamento.
b) imputação do pagamento.
c) pagamento com sub-rogação.
d) novação.
e) compensação.

51- Q9257 ( Prova: FGV - 2011 - OAB - Exame de Ordem Unificado - V -


Primeira Fase Disciplina: Direito Civil - Assuntos: 6. Direito das
obrigações, 6.3. Adimplemento e extinção das obrigações, 6.3.5. Dação
em pagamento )

A dação em pagamento é

a) modalidade de obrigação facultativa, na qual o credor consente em


receber objeto diverso ao da prestação originariamente pactuada.
b) modalidade de adimplemento direto, na qual o credor consente em
receber objeto diverso ao da prestação originariamente pactuada.
c) causa extintiva da obrigação, na qual o credor consente em receber
objeto diverso ao da prestação originariamente pactuada.
d) modalidade de obrigação alternativa, na qual o credor consente em
receber objeto diverso ao da prestação originariamente pactuada.

52- Q182601 ( Prova: FCC - 2013 - AL-PB - Procurador Disciplina:


Direito Civil - Assuntos: 6. Direito das obrigações, 6.1. Modalidades das
obrigações, 6.1.6. Obrigações solidárias )

Em relação às obrigações solidárias, analise as seguintes afirmações:

I. Importará renúncia da solidariedade a propositura de ação pelo credor


contra um ou alguns dos devedores, não demandando de imediato os
demais.

II. A obrigação solidária pode ser pura e simples para um dos cocredores
ou codevedores, e condicional, ou a prazo, ou pagável em lugar
diferente, para o outro.

III. Se um dos credores solidários falecer deixando herdeiros, cada um


destes só terá direito a exigir e receber a quota do crédito que
corresponder ao seu quinhão hereditário, salvo se a obrigação for
indivisível.

Está correto o que se afirma APENAS em


a) II e III.
b) I e III.
c) II.
d) I e II.
e) I.

GABARITO

1) 1550 - Certo
2) 55738 - Errado
3) 55740 - Certo
4) 21652 - b
5) 21481 - d
6) 102432 - c
7) 114963 - Errado
8) 87825 - a
9) 116116 - Errado
10) 96030 - c
11) 98877 - e
12) 117599 - c
13) 119057 - d
14) 132890 - c
15) 160360 - d
16) 142806 - a
17) 153543 - d
18) 182871 - Certo
19) 201560 - e
20) 226917 - e
21) 11424 - c
22) 22887 - e
23) 28905 - Errado
24) 41116 - Errado
25) 49348 - a
26) 51689 - a
27) 52207 - e
28) 198290 - c
29) 200690 - Errado
30) 205265 – Errado
31) 57079 - b
32) 77320 - a
33) 54664 - b
34) 131389 - c
35) 88721 - Errado
36) 88726 - Errado
37) 97450 - a
38) 83163 - b
39) 86939 - b
40) 16896 - c
41) 16834 - e
42) 33720 - c
43) 32018 - a
44) 34944 - e
45) 51690 - a
46) 82758 - Errado
47) 129782 - d
48) 84796 - a
49) 112584 - b
50) 13214 - b
51) 9257 - c
52) 182601 - a