Você está na página 1de 2

24/05/2018 O que é a Batalha Espiritual?

1 week ago O que é a Batalha Espiritual?


Grupos específicos de pessoas consideravam-se que o “ministério da guerra espiritual”. Essas pessoas eram
geralmente mais “espiritual” do que o resto de nós.

Eles diriam às pessoas que o que elas fazem pode parecer estranho, mas no reino espiritual, fortalezas estão
sendo puxadas para baixo e os demônios estão sendo espalhados. Por um tempo, eu tendi a acreditar no que estavam
fazendo. Então eu li a bíblia, estudei a escrituras sobre guerra espiritual.

A filosofia subjacente dos indivíduos acima mencionados, bem como muitos cristãos, é que Novo Testamento guerra
espiritual é modelado após Guerra Antigo Testamento. A filosofia por trás disso é inteiramente diferente. A guerra que o
NT retrata é muito diferente. É mais como um tipo de espião infiltração de guerra. É mais parecido com espiões
entrando em uma terra estrangeira, levando as pessoas para fora. Os espiões não são chamados a se envolver
diretamente com o inimigo (em sua maior parte), mas para resgatar os habitantes de um império do mal.

A filosofia básica da OT a guerra é “A terra é nossa, vamos levá-la.” A filosofia da guerra NT é “O navio está afundando,
esqueça o navio, vamos tentar salvar o máximo de pessoas que pudermos. ”

Assim guerra NT não está envolvido diretamente sobre o inimigo em combate, ou seja, “Obrigatoriamente o o diabo”, ou
qualquer um dos outros semelhantes. Guerra NT é para ganhar os perdid
os e distantes de Cristo. Trata-se de uma luz brilhando para que outros possam ver Cristo você na guerra. NT é
qualquer forma de verdadeiro ministério cristão ea vida cristã eficaz.

No processo, o inimigo pode travar uma guerra contra nós, mas o nosso trabalho não é para enfrentá-lo diretamente no
batalha, mas para ser firmes em nossa missão.

2 Timóteo 2: 3,4: Esses versículos nos ensinam que, como soldados, vamos ter de suportar as dificuldades, e
não devemos ser enredados com os negócios desta vida. Isso se encaixa perfeitamente em minha analogia espião. O
inimigo vai afligir-nos e levar-nos, com a esperança para desviar a nossa atenção, mas temos de ser firmes, no entanto.

Efésios 6: 11-18 Os versículos 11-13 fala de pé firme contra todas as estratégias do diabo. Depois que ele joga tudo
para nós que ele pode jogar, ainda estaremos firmes. O diabo fará tudo o que puder para nos libertar de nossa missão.
as armas da nossa guerra são destinados para nós, para sermos eficaz, a despeito dessa oposição.

Os versículos 14-17 lista de itens específicos de guerra à nossa disposição. nossas armas incluem verdade, a justiça, o
evangelho da paz, reconciliação, fé, salvação e da palavra de Deus [http://https://www.institutogamaliel.com] .

A guerra que retrata a escritura é de perseverança e firmeza, apesar da oposição contínua e interminável. Com o
evangelho da paz, ganhamos outros a Cristo e fora do reino do diabo. Com a verdade e justiça, os outros vão ver a
nossa luz e glorificar a Deus [http://https://www.institutogamaliel.com] . O diabo arremessará dardos inflamados contra nós,
mas com fé em Deus [http://https://www.institutogamaliel.com] , vamos ser capazes de resistir. O único elemento ofensivo na
armadura é a espada do Espírito, que é a palavra de Deus [http://https://www.institutogamaliel.com] .

Em certo sentido, podemos usar a palavra de Deus [http://https://www.institutogamaliel.com] para convencer os outros que
Jesus [http://https://www.institutogamaliel.com] é o caminho para a salvação. Em outro sentido, podemos usar a palavra
como Jesus [http://https://www.institutogamaliel.com] fez no deserto, quando ele resistiu ao diabo. Note que, no deserto,
Jesus [http://https://www.institutogamaliel.com] não destruiu o diabo, nem ele foi à procura de uma lutar. Ele só resistiu. O
diabo tentou distrair Jesus [http://https://www.institutogamaliel.com] da sua missão, mas Jesus
[http://https://www.institutogamaliel.com] resistiu com sucesso usando a palavra de Deus
[http://https://www.institutogamaliel.com] . Da mesma forma, o diabo tentar distrair-nos de nossa missão, mas devemos
permanecer comprometidos com o missão, conforme descrito em Sua Palavra.

A guerra é a vida cristã eficaz e o ministério. O Diabo é mais ameaçado por aqueles que estão envolvidos em ganhar
outros para Cristo, seja diretamente, através da intercessão, ou de outra forma. A guerra não é uma coreografia de
movimentos sem sentido enigmático selvagens, mas sim normais da Vida cristã e do Ministério.

2 Coríntios 10: 3-5 Nesta passagem, Paulo fala sobre um grande alvo inimigo, que deve ser um foco de nossa guerra –
fortalezas. No Antigo Testamento, fortalezas físicas incluem coisas como paredes – qualquer coisa que de
um lado uma vantagem estratégica sobre o outro. Portanto, se a fortaleza é destruída, a vitória geralmente segue. No
Novo Testamento, as fortalezas não são físicas. Esta escritura identifica claramente fortalezas como argumentos e
filosofias que impedem as pessoas de virem a Cristo. A religião é uma boa exemplo de uma fortaleza. Normalmente as
pessoas mergulhadas na sua religião têm dificuldade para vir a Cristo, porque há tanta informação anti-cristã
programado em suas mentes.

A guerra espiritual é alvo dessas fortalezas. Paulo não identificou as armas da nossa milícia em 2 Coríntios, mas
obviamente que seria o mesmo que as outras escrituras – a oração, intercessão, compartilhar o evangelho,
resistir ao diabo, etc Existem alguns intercessores que acreditam que quando eles “dançam no Espírito”, fortalezas
“desmoronam”. Infelizmente a Bíblia não diz isso. A leitura mais natural do NT sobre escrituras em guerra irá revelar que
as fortalezas mentais (idéias e filosofias) serão destruídas pela verdade da palavra de Deus
[http://https://www.institutogamaliel.com] e pela oração que o Espírito Santo fará os olhos das pessoas abertas à verdade.

Outros propõem o argumento de que existe uma hierarquia de poderes demoníacos sobre a vida das pessoas, e esses
poderes devem ser quebradas antes que uma pessoa pode vir a Cristo. Não há absolutamente nenhuma dúvida de que
Satanás pode cegar as pessoas (2 Coríntios 4: 4).

Mas será que Deus [http://https://www.institutogamaliel.com] precisa em nós para derrotar o diabo para ele, de modo que
Ele poderia atrair as pessoas para si mesmo? Será que Deus [http://https://www.institutogamaliel.com] é incapaz de atrair as
pessoas para Cristo por causa do trabalho do diabo em suas vidas?

Isso faria com que o diabo fosse maior que Deus [http://https://www.institutogamaliel.com] . Não somos nós que
quebraremos o poder do diabo sobre a vida das pessoas. É a palavra de Deus [http://https://www.institutogamaliel.com]

https://acervoteologico.blogspot.com.br/2018/05/o-que-e-batalha-espiritual.html 1/2
24/05/2018 O que é a Batalha Espiritual?
(Hebreus 4:12). É o Espírito Santo (Efésios 1: 17-20). Nosso trabalho é compartilhar a verdade com as pessoas, que se
torna uma semente plantada em seus corações.

Nosso trabalho é orar por eles, para que Deus [http://https://www.institutogamaliel.com] abra seus olhos, de modo que a
verdade pode enraizar-se em seus corações. Isso é uma guerra – aração e plantio – ministério e intercessão (1
Coríntios 3: 6). A menos que o Espírito Santo abra os olhos de alguém, não há absolutamente nada que possamos
fazer para ganhar essa pessoa.

E se Deus [http://https://www.institutogamaliel.com] abre os olhos dessa pessoa, não há nada que o diabo possa fazer para
cegá-los. Se eles ainda rejeitam a Cristo, será por causa de sua própria teimosia. A ideia de que se pudéssemos
quebrar o poder do diabo sobre
a vida de alguém que viria a Cristo, é completamente anti-bíblica.

O Espírito e a Palavra, que qu


ebra o poder do diabo. Esta não é uma escritura de guerra típico, no entanto, eu acho que é pertinente a discussão.
Mencionei acima que não somos nós que quebraremos o diabo poder sobre a vida das pessoas, mas uma combinação
de O Espírito e a Palavra. No entanto, há pessoas que estão sempre “repreendendo o diabo” e “a ligação do diabo”.

Eles parecem pensar que por eles repreenderem o diabo, ele seria forçado a recuar, assim, dar a Deus
[http://https://www.institutogamaliel.com] a oportunidade de tirar as pessoas para si mesmo.

A Bíblia retrata o Diabo como um leão que ruge, buscando a quem possa tragar (1 Pedro 5: 8,9), assim devemos ser
vigilantes, atentos e cuidadosos. Esta mesma Escritura nos exorta a, portanto, a resistir ao diabo, e permanecem firmes
em nossa fé, apesar dos sofrimentos. O NT simplesmente não pinta o retrato de nós indo ao diabo e diretamente
engajando-o na batalha.

Expulsando demônios pode ser parte de nosso esforço evangelho, mas está longe de ser sendo o foco central de nossa
luta.

Em Atos 1: 8, recebemos o poder para sermos testemunhas. E expulsão de demônios e cura o doente tem que ser
entendida em um contexto evangelístico.

Há aqueles que vêem a guerra como uma ferramenta para receber as bênçãos de Deus
[http://https://www.institutogamaliel.com] . Alguns acreditam que quando Deus [http://https://www.institutogamaliel.com] nos dá
algo, o diabo tenta roubá-lo, e a guerra é como levá-la de volta. Então, tudo o que Deus
[http://https://www.institutogamaliel.com] dá nós deve primeiro passar pelo diabo antes que possamos conseguir. O diabo
muitas vezes está no caminho da nossa bênção, e devemos aprender a tomar de volta o que o diabo tem roubado. Isso,
é claro, tem vista para as escrituras que dizem que nós somos assentado com Cristo nos lugares celestiais (Efésios 2:
6), onde temos sido abençoou com todas as bênçãos espirituais (Efésios 1: 3).

Sua idéia básica é que a guerra é sobre a obtenção de bênçãos de Deus [http://https://www.institutogamaliel.com] . Eu não
saberia que tipo de Deus [http://https://www.institutogamaliel.com] impotente dá a alguém uma bênção, de modo que o diabo
possa rouba-lo antes que a pessoa poderia fazê-lo. Esse não é o Deus [http://https://www.institutogamaliel.com] da Bíblia.

Trata-se do local da diabo nos planos de Deus [http://https://www.institutogamaliel.com] . Escrituras retratam o diabo como
um cachorro na coleira. Escrituras indicam que Deus [http://https://www.institutogamaliel.com] usa o diabo para realizar
alguns de seus trabalhos (1 Reis 22: 19-23).

Caso contrário, o diabo não poderia fazer absolutamente nada. Assim, se Deus [http://https://www.institutogamaliel.com] é o
único que regula a coleira do diabo, e o diabo só pode fazer tanto quanto Deus [http://https://www.institutogamaliel.com]
permite-lhe fazer, o lugar é lá para repreender o diabo?

Se Deus [http://https://www.institutogamaliel.com] quer dar-lhe algo, Ele o fará. Pedimos Deus


[http://https://www.institutogamaliel.com] , e dele recebemos. O diabo nem sequer entram em cena. Não sei por que é que
tantas pessoas fazem do diabo a parte central do Novo Testamento. Estas pessoas estão mais preocupadas com a luta
contra o diabo do que a servir a Deus [http://https://www.institutogamaliel.com] . Isso é exatamente o que Jesus
[http://https://www.institutogamaliel.com] não fez. Isso é exatamente o que a guerra espiritual não é.

Conclusão

No Novo Testamento guerra espiritual é mais uma missão de espionagem e infiltração do que uma invasão. A
verdadeira guerra é a vida cristã eficaz e o ministério. Não se trata de gestos carismáticos e truques. Também não é
uma
ferramenta para conseguir o que queremos de Deus [http://https://www.institutogamaliel.com] . É ainda impreciso dizer que a
guerra é um precursor para o evangelismo. Evangelismo é a guerra. Não é algo separado da guerra. A guerra é, tudo
que diz respeito ao evangelismo
– Oração, intercessão, vivendo uma vida religiosa, resistência apesar das tribulações, etc guerra é a vida cristã normal,
como nós devemos cumprir nossa missão dada por Deus [http://https://www.institutogamaliel.com] .

O post O que é a BatalhaThis site is using SEO Baclinks plugin created by InfoMotru.ro [http://www.infomotru.ro] and Locco.Ro [http://locco.ro]
Espiritual? [https://www.institutogamaliel.com/portaldateologia/o-que-e-a-batalha-espiritual/] apareceu primeiro em Portal da
Teologia [https://www.institutogamaliel.com/portaldateologia] .

from Portal da Teologia https://ift.tt/2IJRRyb


via IFTTT [https://ifttt.com/?ref=da&site=blogger]

Postado há 1 week ago por Pr. Flávio Nunes


Marcadores: IFTTT, Portal da Teologia

0 Visualizar comentários

https://acervoteologico.blogspot.com.br/2018/05/o-que-e-batalha-espiritual.html 2/2

Interesses relacionados