Você está na página 1de 22
Era uma vez um mundinho ... 1

Era uma vez um mundinho ...

1

... muito colorido. 2

...

muito colorido.

2

Suas cores eram tantas que os homenzinhos que lá viviam nunca conseguiram contá-las. 3

Suas cores eram tantas que os homenzinhos que lá viviam nunca conseguiram contá-las.

3

As mais variadas cores encontravam-se por toda parte: 4
As mais variadas cores encontravam-se por toda parte: 4
As mais variadas cores encontravam-se por toda parte: 4
As mais variadas cores encontravam-se por toda parte: 4
As mais variadas cores encontravam-se por toda parte: 4
As mais variadas cores encontravam-se por toda parte: 4
As mais variadas cores encontravam-se por toda parte: 4
As mais variadas cores encontravam-se por toda parte: 4
As mais variadas cores encontravam-se por toda parte: 4

As mais variadas cores encontravam-se por toda parte:

As mais variadas cores encontravam-se por toda parte: 4
As mais variadas cores encontravam-se por toda parte: 4
As mais variadas cores encontravam-se por toda parte: 4

4

Na natureza, nas árvores, nas frutas e flores, nos animais da água, da terra e do
Na natureza, nas árvores, nas frutas e flores, nos animais da água, da terra e do
Na natureza, nas árvores, nas frutas e flores, nos animais da água, da terra e do
Na natureza, nas árvores, nas frutas e flores, nos animais da água, da terra e do
Na natureza, nas árvores, nas frutas e flores, nos animais da água, da terra e do
Na natureza, nas árvores, nas frutas e flores, nos animais da água, da terra e do

Na natureza, nas árvores, nas frutas e flores, nos animais da água, da terra e do ar. Em tudo, até mesmo nos habitantes do mundinho.

5

Lá existiam homenzinhos vermelhos, brancos, azuis, marrons, verdes e de outras cores mais. 6

Lá existiam homenzinhos vermelhos, brancos, azuis, marrons, verdes e de outras cores mais.

6

Os homenzinhos, desde o nascimento, conviviam com as suas diferenças, que não se resumem somente à
Os homenzinhos, desde o nascimento, conviviam com as suas diferenças, que não se resumem somente à
Os homenzinhos, desde o nascimento, conviviam com as suas diferenças, que não se resumem somente à
Os homenzinhos, desde o nascimento, conviviam com as suas diferenças, que não se resumem somente à

Os homenzinhos, desde o nascimento, conviviam com as suas diferenças, que não se resumem somente à diversidade de cores ...

7

Cada habitante do mundinho tinha um jeito de ser diferente do outro.
Cada habitante do mundinho tinha um jeito de ser diferente do outro.

Cada habitante do mundinho tinha um jeito de ser diferente do outro.

8

 

R

 

O

 
 

M

 

A

 

Eles aprendiam coisas novas e importantes ao aceitar, entender e valorizar o outro.

9

Os homenzinhos que viviam no norte gostavam de andar descalços e tomar sorvete, pois lá fazia

Os homenzinhos que viviam no norte gostavam de andar descalços e tomar sorvete, pois lá fazia muito calor.

10

No sul era diferente: fazia frio e os homenzinhos de lá usavam gorro, cachecol e bebiam

No sul era diferente: fazia frio e os homenzinhos de lá usavam gorro, cachecol e bebiam chocolate quente todas as noites.

11

No mundinho existiam homenzinhos que não enxergavam muito bem e precisavam de ajuda para caminhar pela

No mundinho existiam homenzinhos que não enxergavam muito bem e precisavam de ajuda para caminhar pela cidade.

12

Havia outros que não escutavam direito e alguns que eram mudos. Então, eles conversavam através de
Havia outros que não escutavam direito e alguns que eram mudos. Então, eles conversavam através de

Havia outros que não escutavam direito e alguns que eram mudos. Então, eles conversavam através de gestos.

Havia outros que não escutavam direito e alguns que eram mudos. Então, eles conversavam através de

13

Cada habitante do mundinho tinha sua forma de agradecer por viver num lugar tão cheio de
Cada habitante do mundinho tinha sua forma de agradecer por viver num lugar tão cheio de

Cada habitante do mundinho tinha sua forma de agradecer por viver num lugar tão cheio de paz.

14

Todos os homenzinhos amavam a natureza do mundinho e sabiam de sua importância. Então, eles faziam

Todos os homenzinhos amavam a natureza do mundinho e sabiam de sua importância. Então, eles faziam de tudo para preservá-la.

15

No mundinho vivam alguns homenzinhos que não podiam andar e, por isso, usavam cadeiras de rodas

No mundinho vivam alguns homenzinhos que não podiam andar e, por isso, usavam cadeiras de rodas para se locomover.

16

Nas escolas, algumas crianças aprendiam rápido, outras levavam mais tempo e precisavam de mais ajuda. 17

Nas escolas, algumas crianças aprendiam rápido, outras levavam mais tempo e precisavam de mais ajuda.

17

Quando um dos homenzinhos sentia-se triste por alguma razão, outro logo levava uma palavra amiga, de

Quando um dos homenzinhos sentia-se triste por alguma razão, outro logo levava uma palavra amiga, de força e coragem.

18

Todos os habitantes do mundinho reconheciam o valor de cada um e respeitavam suas diferenças: o

Todos os habitantes do mundinho reconheciam o valor de cada um e respeitavam suas diferenças: o mundinho é para todos!

19

CO AUTORES

A leitura tem a capacidade de provocar a emoção, o prazer, a fantasia, a identificação e o interesse das crianças.

Pensando nisso, a partir do contexto social em que vivemos, faz-se necessário o respeito e a vivência das diferenças.

Essa releitura possibilitou o reconhecimento da importância do outro, o despertar da consciência de que estas diferenças existem e que necessitam ser respeitadas e valorizadas.

Releitura: Turma 203 Ingrid Biesemeyer Bellinghausen
Releitura: Turma 203
Ingrid Biesemeyer Bellinghausen

Interesses relacionados