Você está na página 1de 10

Importância pratica teórico do trabalho

“As TIC dizem respeito a processos de tratamento, controlo e comunicação de


informação, fundamentalmente baseados em meios informáticos” 1.

Actualmente as TIC acompanham o homem em todas as suas actividades.


Sobre o ensino, importa realçar o papel dos processadores de texto na
elaboração de documentos, manuais de apoio e livros, o papel das folhas de
cálculo na elaboração de mapas de avaliação, horários, orçamentos e folhas de
salário, o papel das bases de dados na constituição e gestão de arquivos, o
papel dos programas de apresentação na elaboração e projecção de
conteúdos, etc.

Dentro das TIC destacamos três áreas: a Informática (tratamento de dados e


informações através de meios automáticos) a Burótica (utilização das TIC no
escritório) e a Telemática (combinação das telecomunicações com a
Informática). Este destaque não é por acaso, mas sim a propósito da estrita
relação que o programa apresentado neste trabalho tem com cada uma delas:
o programa processa dados e informações através do computador, é uma
tecnologia utilizada em escritório e serve de base para a disponibilização on-
line de resultados de avaliações.

Aspectos que motivaram o desenvolvimento do trabalho foram os


seguintes:
- O interesse em aproveitar os recursos mais actuais de ensino e
aprendizagem, como são as Novas Tecnologias de Informação e Comunicação
(NTIC).
- Dificuldades no processo ensino-aprendizagem dos alunos face a disciplina
de Química Analítica.
-Necessidade de Inserir os novos enfoques educativos no processo de ensino-
aprendizagem em Angola no marco da reforma educativa procurando uma
aproximação as tendências mundiais do processo de ensino-aprendizagem.
Fazendo repercussão das novas tendências pedagógicas, que consideram que
a construção do conhecimento é feita pelo próprio aluno (Sanheza,2006), que
1

1
se levanta o problema, consubstanciado numa reflexão sobre a dificuldade na
aprendizagem da cadeira de Química Analítica do 3ª Ano curso de Química no
ISCED.

A hipótese que apontamos, tendo em conta o problema levantado é a


seguinte: “ A utilização de um sítio Web interactivo, como estratégia de ensino-
aprendizagem de Química Analítica Qualitativa melhora
significativamente a aprendizagem dos estudantes”.

O presente trabalho tem como objectivos os seguintes:


Propor uma variante metodológica para o ensino desta disciplina baseado nas
Novas Tecnologias de Informação e Comunicação.

Foram utilizados os seguintes métodos para dar cumprimento as etapas


propostas:
MÉTODOS TEÓRICOS:
Método de analise e síntese: Para elaboração de hipóteses, analise dos
dados e extracção de conclusões.
Método histórico teórico Para a caracterização psicopedagógica do processo
de ensino-aprendizagem usando as NTIC ao longo de diferentes anos.
Método de modelação para criação do modelo e a estratégia proposta.
MÉTODOS EMPÍRICOS:
Método de analise documental: Na revisão de manuais, programas. fontes
bibliográficas e diagnósticos da situação actual do uso das NTIC no processo
de ensino-aprendizagem.
Inquérito: Para aferir sobre as opiniões dos estudantes e professores quanto
ao uso das NTIC no processo de ensino-aprendizagem.
Método estatísticos descritivo e inferencial: Para a analise dos dados
Método de Delfhi: para validação do modelo proposto e da estratégia
proposta.

O estudo incidiu sobre os alunos do 3º e 4º ano do curso de Química do


ISCED, na cidade do Lubango, os quais constituíram a nossa amostra.

2
Trabalhamos também com todos os professores de Química do ISCED-
Lubango, (apenas em entrevistas).

Em função da hipótese identificamos as seguintes variáveis principais:


- Variável independente: NTIC
- Variável dependente: a aprendizagem dos alunos

No diagnóstico dos problemas do processo de ensino-aprendizagem da


Química Analítica Qualitativa,
Quanto aos alunos constatamos aspectos positivos e aspectos negativos,
sendo os aspectos positivos os seguintes:

Aspectos positivos:
• 39,6% dos estudantes tem muita informação sobre as NTIC
• A maior parte dos estudantes considera positivo a criação de um sítio
web interactivo como ferramenta de ensino.

Aspectos negativos:
• 8,3% dos estudantes que já estão no 3º e 4º da universidade referem
que nunca ouviram falar sobre as TIC;
• os alunos pouco utilizaram um sítio web para buscar informações úteis
ao estudo da Química Analítica;
• os alunos confirmam a fraca acessibilidade de literaturas sobre Química
Analítica Qualitativa;
• A maioria dos estudantes não utiliza nenhum tipo de material de apoio
para o estudo de Química Analítica Qualitativa;

Quanto aos professores tambem constatamos aspectos positivos e


negativos, sendo os positivos:
Aspectos positivos:
• A proporção é muito reduzida dos professores que não fazem uso das
TIC

3
• Se demonstrou no diagnóstico desenvolvido que todos os professores
de Química consideram positivo a criação de um sítio web para Química
Analítica Qualitativa

Aspectos negativos:
• Existem três dificuldades principais que afectam o processo de ensino
aprendizagem de Química Analítica Qualitativa: falta de meios de
ensino, falta de literatura e falta de meios orientadores
• A proporção dos professores que já leccionaram conteúdos de Química
Analítica Qualitativa é muito reduzida.

Modelo pedagógico
Referencias do modelo

O modelo tem em conta as ideias mais actuais da Didáctica das ciências e as


bases gnoseológicas da Educação em relação com o processo de introdução
de NTIC no ensino-aprendizagem de Química Analítica baseado nas teorias
psicopedagógicos construtivistas.

Explicação de cada um dos componentes do modelo:

A incorporação das NTIC no processo ensino-aprendizagem de Química


Analítica Qualitativa inclui um sistema de processos que se desenvolveu em
virtude das relações entre os conteúdos, objectivos, métodos e meios.

Os objectivos, representam a intencionalidade e direccionalidade no processo


de ensino-aprendizagem do tema “Métodos Químicos de Analise Qualitativa”,

O conteúdo corresponde ao previsto no programa da cadeira de Química


Analítica para a abordagem deste tema.

Os meios dentro dos quais se encontra um sítio web, que contêm conteúdo,
softwares educacionais, linkes a Internet e revistas com abundante informação
sobre Química Analítica, exercícios e laboratório virtual.

E finalmente os métodos, entendidos como o modo de se desenvolver os


processos, com a finalidade de garantir o cumprimento das funções do sistema.
Expressam o modo de fazer ou proceder.

4
Modelo para a incorporação das NTIC na cadeira de Química Analítica
Qualitativa no curso de Química no ISCED, através do trabalho
metodológico

OBJECTIVO

CONTEUDO

TEXTO SÍTIO WEB Laboratório


virtual

METODOS

H
A
B
OBSERVAÇÃO I
ACTIVIDADE APLICAÇÃO L
-Identificação dos iões COGNITIVA
dos 5 grupos -Conceitos, - Situações novas I
analíticos, a partir de princípios, leis e -Resolução de
suas propriedades problemas D
teorias da química A
analítica
D
qualitativa
E
S
- Pensamento lógico - Desenvolvimento
- Espírito cognitivo independente
investigativo -Associação teoria á
pratica

Aprendizagem significativa da
Química Analítica Qualitativa

5
Estratégia para introdução das NTIC
Diagnóstico
Tem como objectivo diagnosticar a dificuldade no processo de ensino-
aprendizagem de Química Analítica e o estado de aplicação das TIC como uma
via de aperfeiçoamento dos métodos de ensino
Requisitos
Para a estratégia que se propõe, toma-se em consideração os seguintes
requisitos:
 O conhecimento da realidade do uso das NTICs em Química Analítica e
a identificação da sua importância.
 Conhecimento das regularidades psicopedagógicas do processo de
ensino aprendizagem e sua interacção com as técnicas de informação e
o uso da mesma como uma ferramenta no ambiente de aprendizagem.
 A integração das componentes académicas, dentro do processo de
ensino-aprendizagem da cadeira de Química Analítica.
 Reforço do trabalho metodológico com enfoque integral de ciências em
relação as potencialidades das TICs como ferramenta de ensino-
aprendizagem.

Objectivos
Divulgar as vantagens do uso das NTIC como estratégia de ensino, introduzir
novos enfoques no ensino de acordo as exigências e o contexto actual para
elevar o nível da aprendizagem dos alunos.

Missão
Incorporar as NTIC no processo de ensino-aprendizagem da cadeira de
Química Analítica do 3ª Ano curso de Química no ISCED.
Estimular os professores e em particular os estudantes a procurem e utilizarem
as novas variantes e alternativas para o tratamento metodológico dos
conteúdos.

Trabalho metodológico
O objectivo é de melhorar o processo de ensino-aprendizagem da cadeira de
Química Analítica e contribuir para a formação da qualidade do profissional.

6
O trabalho metodológico deverá percorrer por diferentes níveis, a partir do
centro escolar ao professor e ao aluno.

Valorização da estratégia pelos peritos


Para a avaliação teórica do modelo e da estratégia propostos, foi utilizado o
método Delphi ou julgamento de especialistas, visando determinar a previsão
qualitativa da proposta o que exigiu a selecção e constituição de um grupo de
especialistas na área da gestão da educação, portanto foram seleccionados
apenas dezasseis especialistas que possuiam os critérios específicos do
método aplicado, tendo em conta que foram empregues dez questões,
totalizam 160 respostas.
O gráfico a seguir representa as frequências absolutas dos resultados da
avaliação da estratégia proposta, pelos peritos como pode notar-se, não se
exploraram avaliações pouco adequadas (PA) nem não adequadas (NA).

Frequências absolutas das avaliações dadas pelos peritos à estratégia


proposta

Nas avaliações representadas no gráfico reflecte-se que os peritos têm


avaliado satisfatoriamente a proposta, devido que todas as avaliações são
positivas, com 15 avaliações de adequada, destaca-se mais de 49 das
respostas colocam a estratégia numa categoria de bastante adequada.
Nota-se que a proposta recebeu um número significativo de avaliações que a
qualificam em muito adequada.

7
O gráfico a seguir representa as médias da avaliação de cada uma das
perguntas do questionário pelo conjunto de peritos. Este resultado tem um
significado muito importante na avaliação da estratégia porque resume a visão
do conjunto dos peritos sobre cada aspecto do questionário

Resultados da avaliação global de cada uma das perguntas pelo conjunto


de peritos

A qualificação mais baixa observada, foi concedida à factibilidade da


metodologia, cujo valor é de 4. Este valor situa-se entre bastante adequada
(BA) com tendência a muito adequada (MA), valorizando de forma global a
proposta metodológica, por este como um valor limite, pode afirmar - se que a
mesma é satisfatória.

Outro indicador importante que pode dar uma ideia clara da percepção da
qualidade da estratégia pelos peritos é a frequência das avaliações que os
mesmos deram à proposta recolhidas no questionário de avaliação cujos
resultados de mostram no gráfico a seguir:

8
Avaliações mais frequentes acordadas pelos peritos à cada uma das
perguntas estratégia proposta

Nota-se que em 4 aspectos, como qualidade teórica do modelo, missão,


requisitos e pertinência da estratégia, representada pelas questões 1, 3,4 e 8.
Avaliação em que coincidiu o maior número de peritos foi de Muito Adequado
(MA).
Enquanto que para as 6 restantes, as questões que avaliam o objectivo, o
componente diagnostica da estratégia, o componente do trabalho
metodológico, a possível aplicabilidade da estratégia, o possível impacto da
estratégia na formação e desempenho do profissional dos futuros professores,
finalmente avaliação sob o ponto de vista qualitativo, o nível de satisfação da
hipótese da investigação, Avaliação em que coincidiu o maior número de
peritos foi de Bastante Adequada (BA).

Conclusões
1-A criação do modelo e da estratégia permite a introdução das NTIC no
processo de aprendizagem da Química Analítica em particular, nos conteúdos
sobre o tema Métodos químicos de análise qualitativa.

2-A validação da proposta pelo Critério de Experts demonstrou a qualidade


teórica e aplicabilidade da mesma segundo mostram os estudos estatísticos.

9
Sugestões
1. Que o trabalho desenvolvido seja publicado para que possa ser do
conhecimento dos professores interessados no uso das NTIC no
processo de ensino-aprendizagem para transmissão de novos
conhecimentos e desenvolvimento de habilidade.

2. Utilizar o produto do nosso trabalho (sitio web com conteúdos de


Química Analítica Qualitativa) para busca de informação, tanto para os
professores como alunos do 3º e 4º ano do curso de Química do ISCED-
Lubango.
3. Ampliar este modelo didáctico a outras partes da Química Analítica,
assim como a outras cadeiras da especialidade.

Muito obrigado

10