Você está na página 1de 5

O LIDER SERVO -Transformando a Nação Russell Shedd Introdução

A nação será tranformado somente pelo impacto de pessoas que fazem diferença -eles são líderes.

A esfera do seu impacto positivo será maior ou menor dependendo do seu caráter, seus dons e sua atitude
de servo.

Neste plenário quero mostrar como e porque Jesus Cristo fez e continua a fazer o maior impacto para o bem
na história e no mundo. Os líderes que melhor espelham o Senhor Jesus, são aqueles que tem maior
chance de transformar a nação.

Concentremos nossa atençao em Fp. 2.

I. O Exemplo de Jesus como Líder Servo -Fp 2. 6,7

A. Sendo Deus não considerou que o ser igual a Deus era algo a que devia apegar-se -v. 6. A gramática
mostra que o particípio "sendo" significa, não, "embora" mas, "por causa de". Não há dúvida que Jesus
preexistiu e que era Deus partilhando a glória do Pai (Jo 17.5).

1. A ambição do líder, naturalmente, é ser como Deus

a. Foi a tentação de Adão e Eva.

b. Foi a ambição de Alexandre o Grande

c. Foi a ambição de Adolfo Hitler, Lenin, Stalin e Mão

d. Todos creram firmemente no ideal de poder melhorar o mundo e a sociedade se pudessem exercer uma
soberania como Deus exerce.

e. Nenhum deles tinha o deseja de ser servo para servir.

2. Somente Jesus desvalorizou por completo o ideal de ser como Deus em Sua encarnação. Não entendeu
que deveria tirar alguma vantagem de sua igualdade com Deus. Não trocou a glória compartilhada com o
Pai para a escravatura, mas revelou sua deidade em foram de escravo. Fp 2.5-11

(As três frases seguintes explicam em que sentido Jesus se esvaziou.)

B. Esvaziou-se a si mesmo -v.7

1.Jesus não entendeu que alcançaria satisfação em ganhar, raptar soberania, mas em dar-se até a próprio
morte. Entendeu ser igual a Deus como dar em vez de receber. At 20.35 "Há maior felicidade em dar do
que em receber" disse Jesus, e Hebreus diz, "pela a alegria que lhe fora proposta, suportou a cruz" (Hb
12.2).
2.Isaías 53.12 diz que o Servo do Senhor "derramou sua vida até a morte" como um paralelo desta frase.
C. "Vindo a ser servo" -lit. "assumindo a forma de escravo" -7b. A escravatura era a mais baixa posição
na sociedade que uma pessoa podia tomar. O escravo perdia todos os direitos. Seu senhor podia matá-
lo sem nenhuma preocupação pela justiça ou repressália.. Seu valor único perante a sociedade e seu
dono era seu serviço. Jesus demonstrou sua atitude de escravo lavando os pés dos discípulos (Jo 13).

D. Tornando-se semelhante aos homens -"sendo achado em forma humana".

Jesus nasceu da Virgem Maria, assumindo pela incarnação sua perfeita identidade com os
homens. Cf. Rm 8.3.. Transformação requer convivência.

E. v. 8 E, sendo encontrado em forma (schema -como parecia) humana, humilhou-se a si mesmo.

1.Sua humilhação foi voluntária -"humilhou-se a si mesmo"; não foi humilhado. Foi um ato livre de nosso
Senhor.

2.Sua humilhação se manifestou em obediência -"foi obediente até a morte". Cf. a oração de Getsêmani e
Hb 10.7-8.

3.Sua humilhação foi na oferta de si mesmo como sacrifício por nós na cruz -"a totalmente desprezível
morte de cruz" (Origenes).

A morte de cruz foi o castigo romano para as classes mais baixas. Tinha o propósito de evitar levantes
e rebeliões.

II. V.9-11. "Por isso Deus o exaltou à mais alta posição". Refere à exaltação de Jesus para soberania sobre

todo o universo. É paralelo á declaração de Jesus em Mt 28.18 que o Pai tinha dado a Ele toda autoridade

nos céus

e na terra".

1.Ganhou o nome acima de todo nome -Jesus (Jahweh salva) e Kurios (adonai-Jahweh). nome quer dizer a
pessoa com seus atributos e direitos. Na antiguidade "o nome"... "foi usado para revelar o ser interior, a
natureza real do indivíduo" (P. Obrien)

2.Ele recebe este nome para que todos venham dobrar seus joelhos em sinal de submissão.

3.Toda língua confesse que Jesus Cristo é o Senhor

4.Recebe o nome para se salvar e condenar os ("nos céus, na terra e debaixo da terra") que confessam que
Ele é o Senhor ou negam este fato.

5.O Pai é glorificado na exaltação do Filho.

III. As implicações da autohumilhação de Jesus como nosso Senhor

A. Mt 11.27-30 "Todas as coisas me foram entregues por meu Pai...Venham a mim, todos os que estão
cansados e sobrecarregados, e eu lhes darei descanso. Tomem sobre vocês o meu jugo e
aprendam de mim, pois sou manso e humilde de coração, e vocês encontrarão descanso para as suas
almas. Pois o meu jugo é suave e o meu fardo é leve". O melhor seminário para um Servo Líder é
aprender com Jesus.

B. O jugo de Cristo foi sua incarnação, seu esvaziamento, sua obediência, culminando na cruz.

Jesus instruiu seus discípulos no sentido de que seus líderes seriam pessoas que negam a si
mesmos, tomam sua cruz e o seguem -isto, é imitam seu estilo.

C. A motivação que impulsionou a autoentrega de Jesus foi o amor -Jo 13.34 Um novo mandamento lhes
dou. Amem-se uns aos outros. Como eu os amei, vocês devem amar-se uns aos outros. Com isso todos
saberão que vocês são meus discipulos, se vocês se amam uns aos outros". Cf. Ef 5.26,27.

1.O estilo de liderança cristã que tem o apoio de Cristo é aquele que se espelha nele e sua mente (Fp. 2.6
phronema). Devemos nos educar na mente de Cristo, como Paulo que disse, "Nós porém temos a
mente de Cristo".

2.É amor constrangedor -2 Co 5.14,15 É o amor que os modificou os chineses para transferir sua lealdade
pelo partido comunista para o cristianismo. Cf. a Familia de Jesus. A Missão Vida de Anápolis.

3.É o amor de dar sua vida pelos liderados -"Nisto conhecemos o que é o amor: Jesus Cristo deu a sua vida
por nós, e devemos dar a nossa vida por nossos irmãos. Se alguém tiver recursos materiais e, vendo
seu irmão em necessidade, não se compadecer dele, como pode permanecer nele o amor de Deus.
Filhinhos, não amemos de palavra nem de boca, mas em ação e em verdade (1 Jo 3.16-18).

4.O amor agape descrito em 1 Co 13.


Não é falar em línguas ou profetizar, não se resume em vasto conhecimento nem em fé
miraculosa, nem em dar tudo aos pobres e nem em ser queimado na estaca, mas em 16
qualidades de atitude e trato das pessoas.

a. paciência,

b. gentileza

c. falta de inveja

d. falta de vanglória "Um servo não deve ter símbolos de status, mas apenas as cicatrizes decorrentes do
trablho duro. Você não esperaria que um servo tenha uma vaga especial no estacionamento. Não teria um
escritório maior nem mais promposamente decorado para mostrar sua posicão, nem roupas que
intimidassem as pessoas...não tentaria usar seu "poder" para proteger sua posição de ser o "primeiro" (G.
Erwin, p. 50.

e. ausência de orgulho

f. sem trato rude

g. ausência de egoismo

h. dificilmente ficar irado

i. sem manter ou cobrar uma lista de erros cometidos

j. sem ter prazer no mal

k. sentir alegria na verdade


l. sempre proteger

m. sempre confiar

n. sempre ter esperança

o. sempre perseverar

p. nunca falhar. As Implicações da Exaltação de Jesus -ter seguidores e imitadores.


1.Ouviremos dele, "Bem feito, servo bom e fiel, foste fiel no pouco sobre o muito te colocarei" -Mt 25.21,23.

2."Nossos sofrimentos leves e momentâneos estão produzindo para nós um peso eterno de glória" (2 Co
4.17).

3."Se perseveramos, com ele também reinaremos" -2 Tm 2.12.

4.O bom combate (como Paulo travou) recompensado com a coroa de justiça.

Conclusão

"Quando fui atingido pelo fato de que nosso relacionamento com Deus e nossa utilidade no mundo é
condicionada a nossa habilidade de amar uns aos outros, comecei a ver que no NT, havia muitas instruções
sobre como devemos tratar "uns aos outros". Gayle Erwin, O Estilo de Jesus, p. 39.

Interesses relacionados