Você está na página 1de 4

INTRODUCAO

A civilização Islâmica é considerada recente quando comparada às grandes civilizações do


mundo antigo (Babilónica (séc. XVIII a.C.), Persa (558 a.C.), Egípcia (5000 -320 a.C.),
Grega (séc. XX a.C.), etc. …)

A religião muçulmana (Islão) surgiu na Península Arábica por volta do século VIII d.C.
por intermédio de Moamé, difundindo-se pelo Médio Oriente e Norte da África nos dois
séculos que se seguiram. O império construído pelos Árabes integrava territórios onde a
ciência se tinha desenvolvido em épocas anteriores, como o Egipto, Pérsia, Mesopotâmia
etc.

A língua Árabe surge como uma língua de cultura e saber comum a todo o mundo
Islâmico. Nessa época, vários manuscritos gregos (tais como os de Platão e os de
Aristóteles) e de outras partes do mundo foram traduzidos para o Árabe.

Em 1004 d.C. foi inaugurado a Casa da Sabedoria (Bayt al-Hikmah) em Bagdad, que
funcionou como centro de tradução de manuscritos e de reflexão científica, e a partir dai
começa o desenvolvimento da ciência Árabe.

ISLÃO E A MATEMÁTICA

A matemática foi usada pelos sábios islâmicos com objectivos religiosos (na elaboração de
calendários e no cálculo da Gibla ( orientação da cidade sagrada de Meca no sentido da
qual se devem realizar as orações ); na arquitectura; no comércio; na medição de terras; na
Astronomia e principalmente na divisão de heranças.

A ÀLGEBRA ISLÂMICA

Alguns tratados sobre Álgebra datam das civilizações Egípcias e Babilónicas,


mas quem realmente a desenvolveu foram os Islâmicos. O nome "Álgebra" surgiu do
nome de um tratado escrito por Al – Khwarizmi (Al-Jabr wa - al Muqbilah) um matemático
Árabe que vivia em Bagdad.
Nesse tratado Al-Khwarizmi apresentou soluções para os problemas matemáticos
quotidianos da época mas também esse tratado teve grande importância na resolução de
equações. Al-Khwarizmi apresentou duas regras que até agora são usadas na Álgebra:
Jabr (completação): se refere a adicionar a mesma quantidade positiva a ambos os lados de
uma equação assim como remover termos negativos
Muqbilah (redução): cancelar termos semelhantes dos dois lados da equação.

Também nessa obra existem regras para a adição e a multiplicação de expressões contendo
incógnitas seu quadrado ou a sua raiz quadrada.

Também outros matemáticos Islâmicos deram alguns contributos para a Álgebra tais como:
Tâbit Ibn Kara (836-901 d.C.). Se ocupou das equações do 3° grau, que ele realizava
geometricamente:

Omar Alkhaijâmi & Alkarchie (sec. XI d.C.). Usaram a linguagem


simbólica de Diofanto alargando-a e servindo-se por vezes de símbolos para duas
incógnitas.
Alkodjandi (1000d.C.) teria reconhecido que a equação x 3  y 3  z 3 é insolúvel.

Nota: nessa época as expressões algébricas eram representadas por palavras.

Por exemplo: a expressão x 2  21  10 x


Census (potencia, quadrado da incógnita,)
Res, radix (a raiz do censo, a coisa procurada; a incógnita)

Por exemplo: a expressão x 2  21  10 x era:


Censo e vinte e um são iguais a dez coisas

ARITMETICA ISLAMICA

A Aritmética (ou teoria dos números, actualmente) foi tema estudado pelos matemáticos
Islâmicos, com cada vez maior pormenor e profundidade ultrapassando a herança ao longo
dos séculos seguintes. Dentre as contribuições Islâmicas na aritmética temos:

A invenção do zero

A representação dos algarismos de 1-9


Os árabes orientais empregavam esta representação:
Os árabes que estavam no Ocidente representaram assim os números:

Hoje a representação é esta: 1 2 3 4 5 6 7 8 9 0

.Que actualmente são denominados algarismos Árabes

Também na obra de Al-khawrizmi existe contribuições na aritmética, tais como:

- Indicações sobre a escrita das quatro operações fundamentais e da representação de


fracções simples;

- A prova dos nove para as três operações.

MULTIPLICAÇÃO ÀRABE

3 6 x

2 4 8
2 4 8
0 0

9 3 6 1

1
6

GEOMETRIA
A principal contribuição do mundo Islâmica na área da Geometria veio por intermedio de
Abul Wafa. Sua contribuição abrange as soluções de problemas geométricos referentes a
abertura da esfera; a construção de um quadrado equivalente a outros quadrados; um
poliedro regular; a construção de um octógono e a construção da parábola por pontos.

Também outros islâmicos contribuiriam para a Geometria tais como;

Os três filhos de Musa: a eles foram atribuídos a construção mecânica da Elípse e a


demonstração da fórmula de calcular a Área do triângulo em função dos três lados;

Alhazan (987- 1038 d.C.). Escreveu uma obra sobre Óptica que teve grande importância
na Física;

Abd-al Gehl. Publicou um livro sobre Secções Cónicas que deixou contributos nesse ponto.

CONCLUSÃO
A civilização islâmica desempenhou um papel muito importante na história da matematica,
não só por ter preservado e enviado para o Ocidente a sabedoria antiga, mas também por a
ter desenvolvido.