Você está na página 1de 24

Coester Automação Ltda

Rua Jacy Porto, 1157 – São Leopoldo – RS – Brasil – CEP 93.025 –120
Fone: (051) 4009-4200 – Fax: (051) 3592-5044
www.coester.com.br

INTERFACE EXTERNA

I/O REMOTO
DIGITAL

Manual I/O Remoto Digital Pag


Coester Automação Ltda
Rua Jacy Porto, 1157 – São Leopoldo – RS – Brasil – CEP 93.025 –120
Fone: (051) 4009-4200 – Fax: (051) 3592-5044
www.coester.com.br

MANUAL

INTERFACE EXTERNA
I/O REMOTO DIGITAL

Emissão Original: Julho / 2009


Versão: 1
Revisão: 3
Código: MN_059

Manual I/O Remoto Digital Pag 1


Coester Automação Ltda
Rua Jacy Porto, 1157 – São Leopoldo – RS – Brasil – CEP 93.025 –120
Fone: (051) 4009-4200 – Fax: (051) 3592-5044
www.coester.com.br

Sumário

1. Introdução.................................................................................................................5
2. Entradas...................................................................................................................5
2.1 Entrada 1 - Pino 5 do J5 (Cabo 34) - PARADA..................................................5
2.2 Entrada 2 - Pino 6 do J5 (Cabo 35) - FECHA.....................................................6
2.3 Entrada 3 - Pino 1 do J6 (cabo 36) - ABRE........................................................6
2.4 Entrada 4 - Pino 2 do J6 (cabo 37) - INIBE LOCAL...........................................6
2.5 Entrada 5 - Pino 3 do J6 (cabo 38) - ESD..........................................................6
2.6 Entrada 8 - Pino 12 de CN5 - ALARME Posicionador
(ativa quando conf. p/GAMK).............................................................................6
2.7 Entrada 6 - Pino 10 de CN5 - ABRE Posicionador
(ativa quando configurado p/GAMK)...................................................................6
2.8 Entrada 7 - Pino 11 de CN5 - FECHA Posicionador
(ativa quando conf. p/GAMK)..............................................................................6
3. Saída Digital (on – off)..............................................................................................7
3.1 Saída 1...............................................................................................................7
3.2 Saída 2...............................................................................................................7
3.3 Saída 3...............................................................................................................7
3.4 Saída 4...............................................................................................................7
3.5 Saída 5...............................................................................................................7
4. Configuração do atuador com placa de I/O remoto Digital.......................................7
4.1 Modo de programação.......................................................................................8
4.2 Parâmetros de programação..............................................................................9
4.2.1 Fim de Curso de Fechamento....................................................................9
4.2.2 Modifica Fim de Curso de Fechamento....................................................10
4.2.3 Fim de Curso de Abertura.........................................................................10
4.2.4 Modifica Fim de Curso de Abertura..........................................................10
4.2.5 Parâmetro da célula de carga para Fechamento......................................11
4.2.6 Parâmetro da célula de carga para Abertura............................................11
4.2.7 Torque Máximo de Fechamento...............................................................11

Manual I/O Remoto Digital Pag 2


Coester Automação Ltda
Rua Jacy Porto, 1157 – São Leopoldo – RS – Brasil – CEP 93.025 –120
Fone: (051) 4009-4200 – Fax: (051) 3592-5044
www.coester.com.br

4.2.8 Torque Máximo de Abertura.....................................................................12


4.2.9 Sobre torque.............................................................................................12
4.2.10 Sensibilidade de Posição........................................................................12
4.2.11 Seleciona o modo de posição.................................................................13
4.2.12 Comando ESD........................................................................................13
4.2.13 Fechamento anti-horário.........................................................................13
4.2.14 Fechamento por torque...........................................................................14
4.2.15 Desconsidera torque na abertura............................................................14
4.2.16 Inibe comando local................................................................................14
4.2.17 Quitar alarmes remoto............................................................................14
4.2.18 Desconsidera sobreaquecimento em ESD.............................................14
4.2.19 Desconsidera torque em ESD................................................................15
4.2.20 Desconsidera falta de fase em ESD.......................................................15
4.2.21 Falha na comunicação da rede...............................................................15
4.2.22 Retem comando......................................................................................15
4.2.23 Comando simultâneo na Entrada Remoto..............................................15
4.2.24 Entrada ESD em nível alto ou baixo.......................................................16
4.2.25 Programa saída 1...................................................................................16
4.2.26 Programa o sinal de saída do relé 1:.....................................................16
4.2.27 Programa saída 2:..................................................................................17
4.2.28 Programa o sinal de saída do relé 2:.....................................................17
4.2.29 Programa saída 3...................................................................................17
4.2.30 Programa o sinal de saída do relé 3:.....................................................18
4.2.31 Programa saída 4:..................................................................................18
4.2.32 Programa o sinal de saída do relé 4:.....................................................18
4.2.33 Programa saída de alarme.....................................................................18
4.2.34 Amplia Tempo de Operação (Timming Control)......................................19
4.2.35 Tempo Movimento na Abertura...............................................................20
4.2.36 Tempo Movimento no Fechamento........................................................20
4.2.37 Tempo Parado no Fechamento..............................................................20
4.2.38 Programa endereço de rede...................................................................20
4.2.39 Programa velocidade Baud Rate............................................................20
4.2.40 Programa paridade da rede....................................................................21
4.2.41 Programa tempo operação atuador.......................................................21
4.2.42 Programa numero de partidas por hora..................................................22
4.2.43 Seta o valor do torque em zero...............................................................22
4.2.44 Configura a cor do LED..........................................................................22
4.3 I/O Remoto Digital – Vista do Módulo...............................................................22

Histórico das revisões..................................................................................................23

Manual I/O Remoto Digital Pag 3


Coester Automação Ltda
Rua Jacy Porto, 1157 – São Leopoldo – RS – Brasil – CEP 93.025 –120
Fone: (051) 4009-4200 – Fax: (051) 3592-5044
www.coester.com.br

1 Introdução.
A Placa de I/O Remoto Digital , permite que a placa controladora
receba alem dos sinais comuns provenientes do Atuador, sinais
de comando externos e saídas para indicação de Status do
Atuador.
Esta placa funciona como expansão da placa de controle do
Atuador (opcional), ainda podendo ser adicionado um controle
modulante(I/O Remoto Analógico) e pode funcionar em conjunto
com a placa de Rede Fieldbus (AnyBus).

2 Entradas.
As entradas da Placa de I/O Remoto, são acionadas através de
''Contato seco'' ou tensão e, tem capacidade de leitura de sinais
com tensão AC ou DC positivas ou negativas de 5 a 250V.
Para a faixa de tensão de 5 a 55 VAC ou VDC, utilizar o comum
conectado ao pino 2 do J5(Cabo 31), se a tensão for entre 55 e
250 VAC ou VDC, utilizar o comum conectado ao pino 1 do
J5(cabo 30).
Para comandar as entradas através de “contato seco”, utiliza-se
uma saída de 24 VDC fornecida pela própria placa. Neste caso,
conectar pino 2 do J5(Cabo31) ao pino 3 do J5 (Ground) e utilizar
a saída de tensão (24 VDC) do pino 4 do J5. Caso não seja
utilizado o comando remoto de “Parada“, deve ser conectado o
pino 4 ao pino 5 do J5 (cabo 34) para habilitar as demais
entradas.
Todas as entradas são protegidas através de opto-acopladores.
O sinal é considerado ativo quando existe tensão na entrada com
exceção do comando de parada que é ativo quando não existe
tensão.
A placa possui 8 entradas que tem as seguintes funções:

2.1 Entrada 1 - Pino 5 do J5 (Cabo 34) - PARADA.

Comanda parada de movimento do Atuador. Ativo em baixo, ou


seja, sem tensão comanda parada. Valida nas seguintes
condições:
 Esta em modo Local e a entrada Inibe Comando Local esta
configurado por Software (ver Item 4.2.16 - Inibe Comando
Local na configuração do Atuador).

2.2 Entrada 2 - Pino 6 do J5 (Cabo 35) - FECHA.

Comanda o fechamento, pode ser do tipo com ou sem retenção.


(ver detalhe no item de “Retém Comando” na configuração do
Atuador) Um sinal nesta entrada inicia um ciclo de movimento de
fechamento nas seguintes condições:
 Não esta totalmente fechado.
 Não parou no movimento anterior por alarme de excesso de
torque no fechamento.
 Não esta com alarme de Sobreaquecimento.

Manual I/O Remoto Digital Pag 4


Coester Automação Ltda
Rua Jacy Porto, 1157 – São Leopoldo – RS – Brasil – CEP 93.025 –120
Fone: (051) 4009-4200 – Fax: (051) 3592-5044
www.coester.com.br

 Não esta com alarme de falta de fase


 Esta em modo Local e a entrada Inibe Comando Local esta
configurado por Software (ver configuração no Item_4.2.22
“Retém Comando” na configuração do Atuador).

2.3 Entrada 3 - Pino 7 do J6 (cabo 36) - ABRE.

Comanda a abertura, pode ser do tipo com ou sem retenção, (ver


no item “Retém Comando” na configuração do Atuador). Um sinal
nesta entrada inicia um ciclo de movimento de abertura nas
seguintes condições:
 Não esta totalmente aberto.
 Não parou no movimento anterior por alarme de excesso de
torque na abertura.
 Não esta com alarme de Sobreaquecimento.
 Não esta com alarme de falta de fase
 Esta em modo Local e a entrada Inibe Comando Local esta
configurado por Software (ver configuração no Item_4.2.22
“Retém Comando” na configuração do Atuador).

2.4 Entrada 4 - Pino 8 do J6 (cabo 37) - INIBE LOCAL.

Esta entrada possui duas funções dependendo da instalação do


módulo posicionador analógico. Se o módulo não estiver
instalado, esta entrada funciona como Inibidor de Comando Local,
isto é, se a entrada estiver ativa o Atuador apenas aceita
comandos através das Entradas 30, 31 e 32 independente do
estado da chave de Modo da painel frontal do Atuador. Nesta
condição, a indicação do estado da chave de modo que pode ser
configurada como uma das saídas indicará sempre Modo Remoto
Ativo.
Se o módulo posicionador analógico estiver instalado esta entrada
passa a ter a função de AUTO / REMOTO ou seja se a entrada
não estiver ativa são aceitos comandos vindos do módulo
posicionador conectado nas entradas 35 e 36 e as entradas 30, 31
e 32 são ignoradas. Se a entrada estiver ativa, passa a receber
comando pelas entradas 30, 31 e 32.
Obs.: Se o módulo posicionador analógico estiver instalado só
serão aceitos comandos se a chave de Modo do painel frontal
estiver em Modo Remoto ou foi programado Inibe Comando Local
por Software (ver configuração do Atuador).

2.5 Entrada 5 - Pino 9 do J6 (cabo 38) - ESD.

Entrada do Comando de Emergência. Inicia o comando (Abre,


Fecha, Para ou Continua) que foi programado (ver programação
ESD no parágrafo de configuração). Este comando sobrepõe
qualquer outro que esteja sendo executado. A condição de
execução é a seguinte: (Disponível a seleção de sensibilidade de
nível alto e baixo).

 Não esta no Modo Desligado (Painel Frontal) ou Inibe


Comando Local esta ativo (Na entrada 4 - 33 sem Módulo

Manual I/O Remoto Digital Pag 5


Coester Automação Ltda
Rua Jacy Porto, 1157 – São Leopoldo – RS – Brasil – CEP 93.025 –120
Fone: (051) 4009-4200 – Fax: (051) 3592-5044
www.coester.com.br

posicionador ou configurado por Software).


 Não tem alarme de Sobreaquecimento e não foi configurado
desconsidera Sobreaquecimento em comando ESD.
 Não tem alarme de Falta de Fase e não foi configurado
desconsidera Falta de Fase em comando ESD.
 Não tem excesso de torque e não foi configurado
desconsidera torque em comando ESD.

2.6 Entrada 6 - Pino 10 de CN5 - ABRE Posicionador (ativa quando configurado


p/GAMK).

Entrada para o comando de abertura do posicionador. Conectado


a saída do módulo posicionador analógico. Aceita comando nas
seguintes condições:
 Não esta totalmente aberto.
 Não parou no movimento anterior por alarme de
excesso de torque na abertura.
 Não esta com alarme de Sobreaquecimento.
 Não esta com alarme de falta de fase
 Não esta com alarme no modulo posicionador
 Esta em modo Remoto e a entrada Auto / Remoto
não esta ativa.

2.7 Entrada 7 - Pino 11 de CN5 - FECHA Posicionador (ativa quando conf. p/GAMK).

Entrada para o comando de fechamento do posicionador.


Conectado a saída do módulo posicionador analógico. Aceita
comando nas seguintes condições:
 Não esta totalmente fechado.
 Não parou no movimento anterior por alarme de
excesso de torque no fechamento.
 Não esta com alarme de Sobreaquecimento.
 Não esta com alarme de falta de fase
 Não esta com alarme no modulo posicionador
 Esta em modo Remoto e a entrada Auto / Remoto
não esta ativa.

2.8 Entrada 8 - Pino 12 de CN5 - ALARME Posicionador (ativa quando conf. p/GAMK).

Entrada de alarme do posicionador, é conectado a saída de


alarme do posicionador analógico e indica mal funcionamento
do módulo (ver no capitulo que trata do módulo posicionador
as condições de alarme). Esta entrada pode ser utilizada para
indicação de Alarme Geral se configurado para tal (ver
parágrafo que trata dos alarmes na configuração do Atuador).

Manual I/O Remoto Digital Pag 6


Coester Automação Ltda
Rua Jacy Porto, 1157 – São Leopoldo – RS – Brasil – CEP 93.025 –120
Fone: (051) 4009-4200 – Fax: (051) 3592-5044
www.coester.com.br

3 Saída Digital (on – off).

As saídas de Status são através de contatos de relé que podem


ser programados individualmente quanto ao que deverá indicar
(Movimento de Abertura, Fechamento, Movimento, Aberto, Torque
etc..) e quanto ao tipo de contato Normalmente Aberto - NA ou
Normalmente Fechado - NF. O tipo de contato programado é
assumido apenas após a energização do Atuador. Com o Atuador
desenergizado, todas as saídas assumem a mesma condição
atual com relés de remanescência. Apenas um relê é dedicado ao
Status de Alarme do Atuador (SAIDA 5) (Ver condições de alarme
no Item 4.2.32 em configuração do atuador) e possui dois bornes
de conexão NA e NF.
A corrente máxima nos contatos em qualquer saída é de 5
amperes.

3.1 Saída 1

Disponível como NA nos pinos 1 e 2 do J7.

3.2 Saída 2.

Disponível como NA nos pinos 3 e 4 do J7.

3.3 Saída 3.

Disponível como NA nos pinos 5 e 6 do J7.

3.4 Saída 4.

Disponível como NA nos pinos 1 e 2 do J8.

3.5 Saída 5

Disponível como NF nos pinos 3 e 5 do J8 e como NA nos pinos 3


e 4 do J8.

4 Configuração do atuador com placa de I/O remoto Digital.

Podem ser configurados vários parâmetros e opções para


funcionamento do Atuador. Esta programação é feita utilizando a
chave de comando do display, e a botoeira do Painel com chaves
de Abre e Fecha, Modo Local / Remoto e Parada Local.
Obs: O mn_066 tem uma Árvore de Programação simplificada.

4.1 Modo de programação.

O modo de programação é iniciado na seguinte condição:


Chave Seletora de Comando em DESLIGADO ( SL = D ).
Chave Parada Local ACIONADA ( PL = P ).
Acionar durante 10 segundos o botão de comando Abre ou Fecha
( CM = A ou F ).

Manual I/O Remoto Digital Pag 7


Coester Automação Ltda
Rua Jacy Porto, 1157 – São Leopoldo – RS – Brasil – CEP 93.025 –120
Fone: (051) 4009-4200 – Fax: (051) 3592-5044
www.coester.com.br

Aparece no Display conforme ilustração abaixo.


| PROGRAMAR ? |
| FECHA SIM |

Acionar o botão de comando para FECHA (CM = F), para iniciar o


modo de programação.

| MODO PROGRAMAR |
| ENTRAR SENHA 0### |

Acionar a chave seletora de comando para LOCAL (SL = L), para


selecionar os dígitos.

| MODO PROGRAMAR |
| ENTRA SENHA 0000 | SENHA PADRÃO

Ao acionar a chave após o ultimo dígito, pula a tela.

| ALTERAR SENHA? |
| ABRE=NÃO FECHA=SIM |

Acionar o botão de comando para ABRE (CM = A), para avançar


no modo de programação, mantendo a senha padrão.
Para alterar a senha, acionar o botão de comando para FECHA
( CM = F ), e entrar na tela seguinte.

| PROG NOVA SENHA |


| ENTRA SENHA #### |

Acionar a chave seletora de comando para LOCAL (SL = L), para


selecionar os dígitos.
Acionar o botão de comando para ABRE ou FECHA (CM = A ou
F), para incrementar ou decrementar o dígito selecionado.
Ao acionar a chave seletora após o ultimo dígito, pula a tela.

| CONFIRMA NOVA |
| SENHA = #### |

Acionar o botão de comando para FECHA (CM = F), para aceitar


a nova senha e retornar ao modo de programação.
ALERTA !
Em caso de troca e/ou perda da senha, caso apareça a tela.
| MODO PROGRAMAR |
| SENHA INVALIDA |

Contatar Suporte Técnico da Coester.


Telefones: (51) 4009-4207
4009-4208
4009-4209
4009-4213

Os parâmetros mudam de estado ou opção a cada vez que a

Manual I/O Remoto Digital Pag 8


Coester Automação Ltda
Rua Jacy Porto, 1157 – São Leopoldo – RS – Brasil – CEP 93.025 –120
Fone: (051) 4009-4200 – Fax: (051) 3592-5044
www.coester.com.br

chave Abre/Fecha é acionada. Para passar para o próximo


parâmetro, deve se acionar a chave seletora no sentido de
local.Para retornar um parâmetro, deve-se acionar a chave
seletora no sentido remoto.
Alguns parâmetros são programados com diversão opções,
outros são apenas como Ativo ou Inativo, estas ultimas são
mostradas no display como Ativo (L) e Inativo (D) de Ligado e
Desligado
Após a programação do ultimo parâmetro ou desligamento da
chave de Parada Local, o Atuador sai do modo de programação,
guarda os dados modificados na memória Flash e volta ao
funcionamento normal.

4.2 Parâmetros de programação.

4.2.1 Fim de Curso de Fechamento

| POSIÇÃO A/D: XXXXX |


| FIM CURSO FECHAMENTO? |

Programa a posição em que se encontra o Atuador no momento


como sendo o fim de curso de fechamento (fechado). O valor
mínimo é 20 e o máximo, menor que o valor do fim de curso de
abertura (Aberto).
No display aparece o valor atual lido e que será gravado como fim
de curso.

É importante que o curso total de movimento fique centralizado


no curso do sensor de posição.

FC Fechado FC Aberto
0 ------ 20 ------------------------- 1000 ----------------------------------2047
(ERRADO)

FC Fechado FC Aberto
0 ------------------------------------- 1000 ----------------- 1500 -------2047
(ERRADO)

FC Fechado FC Aberto
0 ---------------------- 600 ------------------------- 1250 ----------------2047
(CERTO)

4.2.2 Modifica Fim de Curso de Fechamento

| MODIFICA FC FECHAMENTO |
| PROGRAMADO = XXXXX |

Permite configurar o valor do fim de curso independente da


posição em que se encontra o Atuador no momento.
O valor lido no display pode ser incrementado ou decrementado
através do botão de comando Abre ou Fecha.
Este parâmetro pode ser utilizado:
- para ajuste fino do fim de curso quando necessário aumentar ou
diminuir o curso para melhor se adequar ao equipamento

Manual I/O Remoto Digital Pag 9


Coester Automação Ltda
Rua Jacy Porto, 1157 – São Leopoldo – RS – Brasil – CEP 93.025 –120
Fone: (051) 4009-4200 – Fax: (051) 3592-5044
www.coester.com.br

agregado.
- para ajuste prévio quando o curso é muito grande, eliminando
esforço e tempo ao movimentar o atuador através do volante
manual até chegar à posição desejada.

4.2.3 Fim de Curso de Abertura

| POSIÇÃO A/D: XXXXX |


| FIM CURSO ABERTURA? |

Programa a posição em que se encontra o Atuador no momento


como sendo o fim de curso de abertura (aberto). O valor mínimo é
2047 e o máximo, menor que o valor do fim de curso de abertura
(Fechamento).
No display aparece o valor atual lido e que será gravado como fim
de curso.

É importante que o curso total de movimento fique centralizado


no curso do sensor de posição.

FC Fechado FC Aberto
0 ------ 20 ------------------------- 1000 ---------------------------------2047
(ERRADO)

FC Fechado FC Aberto
0 ------------------------------------- 1000 ----------------- 1500 -------2047
(ERRADO)

FC Fechado FC Aberto
0 ---------------------- 600 ------------------------- 1250 ----------------2047
(CERTO)

4.2.4 Modifica Fim de Curso de Abertura

| MODIFUCA FC ABERTURA |
| PROGRAMADO = XXXXX |

Permite configurar o valor do fim de curso independente da


posição em que se encontra o Atuador no momento.
O valor lido no display pode ser incrementado ou decrementado
através do botão de comando Abre ou Fecha.
Este parâmetro pode ser utilizado:
- para ajuste fino do fim de curso quando necessário aumentar ou
diminuir o curso para melhor se adequar ao equipamento
agregado.
– para ajuste prévio quando o curso é muito grande,
eliminando esforço e tempo ao movimentar o atuador através do
volante manual até chegar à posição desejada.

4.2.5 Parâmetro da célula de carga para Fechamento

| PROG. CELULA DE CARGA |

Manual I/O Remoto Digital Pag 10


Coester Automação Ltda
Rua Jacy Porto, 1157 – São Leopoldo – RS – Brasil – CEP 93.025 –120
Fone: (051) 4009-4200 – Fax: (051) 3592-5044
www.coester.com.br

| LIMITE FECHAMENTO = XXX |

Programa o Parâmetro da célula de carga para o torque durante o


fechamento.
O incremento e decremento durante a programação é de 5.
O valor máximo é 700 e o valor mínimo é 30.
O ajuste deste parâmetro é efetuado na fábrica, durante os testes
efetuados em bancada.

4.2.6 Parâmetro da célula de carga para Abertura

| PROG. CELULA DE CARGA |


| LIMITE ABERTURA = XXX |

Programa o Parâmetro da célula de carga para o torque durante a


abertura.
O incremento e decremento durante a programação é de 5.
O valor máximo é 700 e o valor mínimo é 30.
O ajuste deste parâmetro é efetuado na fábrica, durante os testes
efetuados em bancada.

ALERTA !
Os parâmetros da célula de carga não devem ser alterados.
A desconsideração à este aviso pode causar danos ao
Atuador ou ao equipamento a ele conectado, por excesso de
torque.

4.2.7 Torque Máximo de Fechamento

| PROGRAMA TORQUE EM NM |
| FECHAMENTO = XXX |

Programa o valor máximo de torque durante o fechamento em Nm.


O incremento e decremento durante a programação é de 5 Nm
Valor máximo e mínimo, dependem do modelo:

Modelo Mínimo Máximo

CSR06M 5 60
CSR12M 30 120
CSR25M 50 250
CSR50M 100 650
CSM100 500 1000
CSM6 5 60
CSM16 5 160

4.2.8 Torque Máximo de Abertura

| PROGRAMA TORQUE EM NM |
| ABERTURA = XXX |

Programa o valor máximo de torque durante a abertura em Nm.

Manual I/O Remoto Digital Pag 11


Coester Automação Ltda
Rua Jacy Porto, 1157 – São Leopoldo – RS – Brasil – CEP 93.025 –120
Fone: (051) 4009-4200 – Fax: (051) 3592-5044
www.coester.com.br

Durante os 3 primeiros segundos de movimento, é considerado o


valor máximo programado mais o percentual programado em
Sobre torque passado este tempo, durante o restante do percurso
de abertura o valor do torque máximo programado é verificado.
Se o parâmetro desconsidera torque na abertura estiver ativo (L)
durante os 3 segundos iniciais de movimento não é verificado o
torque, passado este tempo, durante o restante do percurso de
abertura o valor do torque máximo programado é verificado.
O incremento e decremento durante a programação é de 5 Nm
Valor máximo e mínimo, dependem do modelo:

Modelo Mínimo Máximo


CSR06M 5 60
CSR12M 30 120
CSR25M 50 250
CSR50M 100 650
CSM100 500 1000
CSM6 5 60
CSM16 20 160

4.2.9 Sobre torque

| PROGRAMA TORQUE EM NM |
| < 3 SEG: XXX % |

Programa o valor de torque que pode ser atingido durante os 3


primeiros segundos de movimento de abertura. O valor é expresso
em percentual (%) e pode variar de 0 a 100% em incrementos e
decrementos de 5%. Significa que se o torque máximo de abertura
esta programado em 300 Nm, e o sobre torque em 50%, o torque
durante os primeiros 3 segundos de operação pode atingir até 450
Nm sem que o atuador desligue e indique alarme de torque na
abertura.

4.2.10 Sensibilidade de Posição

| PROGRAMA SENSIBILIDADE |
| POSICAO: XXX % |

Programa a sensibilidade de posição para verificação de aberto ou


fechado na indicação do sinaleiro do painel e status para a rede.
Pode ser programado entre 0 e 10%. Significa que se programado
em 3%, se o atuador estiver em 97, 98 , 99 ou 100% aberto, a
indicação será aberto. De maneira análoga na posição fechado.
Utilizado com a opção de fechamento por torque para que não
haja alarme de parada por torque no fechamento quando a
posição não atingiu exatamente a posição programada para o Fim
de Curso de Fechamento.

4.2.11 Seleciona o modo de posição.

| MODO POSICIONAR |
| POR COMANDO |Padrão

Manual I/O Remoto Digital Pag 12


Coester Automação Ltda
Rua Jacy Porto, 1157 – São Leopoldo – RS – Brasil – CEP 93.025 –120
Fone: (051) 4009-4200 – Fax: (051) 3592-5044
www.coester.com.br

Se ativado modo Posicionar Por Comando, o comando remoto


deverá ser pulsado no Bit 4 da Word 1 (Área de escrita).

| POSICAO CONTINUO |

O percentual escrito na Word de posição, já é automaticamente


executado, mantendo-se o bit 4 da word 1 ligado.

4.2.12 Comando ESD.

| PROGRAMA COMANDO ESD |


| xxxxxxxxxxxxxxxxxxxx |

Programa qual a ação a ser tomada quando receber o comando


ESD. Pode ser programada uma das seguintes ações:

| SEQUIR COMANDO ATUAL |


| COMANDO ABERTURA |
| COMANDO FECHAMENTO | Padrão
| COMANDO PARADA |

 Seguir o comando - Termina a execução do comando que


esta ativo, se estiver abrindo, vai até o final da abertura, se
estiver parado, continua parado e assim por diante.
 Abrir Totalmente - Comanda abertura quando recebe o
comando ESD
 Fechar Totalmente - Comanda fechamento quando recebe
comando ESD
 Comando Parada - Para o Atuador na posição em que se
encontra.

4.2.13 Fechamento anti-horário.

| PROGRAMACAO: |
| FECHAMENTO ANTIHORA D | Padrão

Se ativo (L) indica que o fechamento da válvula se dá no sentido


anti-horário.
O motor nesta condição deverá operar com a rotação no sentido
inverso ao normal.

4.2.14 Fechamento por torque.

| PROGRAMACAO: |
| FECHAMENTO C/TRQ D | Padrão

Se ativo (L) indica que o final do ciclo de fechamento para o


estado parado, deverá levar em conta o fim de curso e o Torque

Manual I/O Remoto Digital Pag 13


Coester Automação Ltda
Rua Jacy Porto, 1157 – São Leopoldo – RS – Brasil – CEP 93.025 –120
Fone: (051) 4009-4200 – Fax: (051) 3592-5044
www.coester.com.br

de Fechamento programado ou seja ambas as condições deverão


ser satisfeitas. Se o torque for atingido antes do fim de curso, a
parada se dará com alarme de torque.

4.2.15 Desconsidera torque na abertura.

| PROGRAMACAO: |
| DESC. TORQUE ABERTO D | Padrão

Se ativo (L) Desconsidera o Torque de abertura durante os 3


segundos iniciais do ciclo de abertura que partiu da posição
fechado.

4.2.16 Inibe comando local.

| PROGRAMACAO: |
| INIBE COMANDO LOCAL D | Padrão

Se ativo (L) desabilita os comandos locais de Abre e Fecha do


painel do Atuador e aceita apenas comandos Remotos pela placa
de I/O Remoto. A chave de Parada Local continua em
funcionamento e a chave de Modo, independente da posição é
assumida como se estivesse em Remoto.

4.2.17 Quitar alarmes remoto.

| QUITAR ALARMES REMOTO |


| LOCALMENTE L |

Se ativo (D) não é possível quitar alarmes no local, somente via


software ou controlador.

4.2.18 Desconsidera sobreaquecimento em ESD.

| PROGRAMACAO: |
| DESCONS. SBRAQ ESD D | Padrão

Se ativo (L) e se comandado ESD, desconsidera o alarme de


Sobreaquecimento e executa a ação requerida previamente
programada.

4.2.19 Desconsidera torque em ESD.

| PROGRAMACAO: |
| DESCONS. TORQUE ESD D | Padrão

Se ativo (L) e se comandado ESD, desconsidera os limites de


torque e executa a ação requerida previamente programada.

Manual I/O Remoto Digital Pag 14


Coester Automação Ltda
Rua Jacy Porto, 1157 – São Leopoldo – RS – Brasil – CEP 93.025 –120
Fone: (051) 4009-4200 – Fax: (051) 3592-5044
www.coester.com.br

4.2.20 Desconsidera falta de fase em ESD.

| PROGRAMACAO: |
| DESCOS. FASE ESD D | Padrão

Se ativo (L) e se comandado ESD, desconsidera a falta de fase de


alimentação do motor e executa a ação requerida previamente
programada.

4.2.21 Falha na comunicação da rede.

| PROGRAMACAO: |
| FALHA DE COMUNICACAO D | Padrão

Se ativo (L), pode gerar um alarme de comunicação na rede do


atuador.

4.2.22 Retem comando.

| PROGRAMACAO: |
| RETEM COMANDO L | Padrão

Escolhe se o comando remoto será feito através de botoeira com


retenção ou sem retenção. Se a botoeira é sem retenção, deverá
existir um botão de parada. Programa se o Atuador com a opção
em Ligado (L) onde o controlador fará a retenção do comando.
Assim, quando acionado o botão de abre ou fecha remoto, o
Atuador só para quando atingiu fim de curso, torque, ocorreu
alguma falha que deva parar o movimento ou foi acionado o botão
de parada remota (Botão Vermelho do Painel).
Se a botoeira utilizada é com retenção, o comando de abertura ou
fechamento é ativo enquanto uma da estradas estiver ativa, se
nenhuma ativa, para o movimento. Neste caso programar o
parâmetro em Desligado (D).

4.2.23 Comando simultâneo na Entrada Remoto.

| PROGRAMA ABRE+FECHA |
| COMANDO PARADA |Padrão

| COMANDO ABERTURA |
| COMANDO FECHAMENTO |

Executa a ação programada se as entradas de Abre e Fecha


estiverem ativas ao mesmo tempo (Parâmetro de Segurança).

4.2.24 Entrada ESD em nível alto e baixo.

| CONFI.IODIG NIVEL ESD |


| ESD NIVEL ALTO ENTR. |Padrão

| CONFI.IODIG NIVEL ESD |


| ESD NIVEL BAIXO ENTR. |

Manual I/O Remoto Digital Pag 15


Coester Automação Ltda
Rua Jacy Porto, 1157 – São Leopoldo – RS – Brasil – CEP 93.025 –120
Fone: (051) 4009-4200 – Fax: (051) 3592-5044
www.coester.com.br

Configurar a sensibilidade de nível do I/O Digital, em alta (padrão),


ou baixa.

4.2.25 Programa saída 1.

Cada uma das 4 saídas pode ser programada quanto ao tipo de


saída (NA, NF, NA Piscante ou NF Piscante) e quanto ao sinal de
saída (Parado, Abrindo, Fechado, etc..).

| PROGRAMA SAIDA 1 |
| TIPO: NA | Padrão

Tipo: Pode ser configurada como NA, NF,. NA Piscante ou NF


Piscante. Se configurada como NF (Normalmente Fechada) esta
saída abrirá quando o sinal de saída estiver ativo e vice versa. Se
a saída for programada como NF, esta condição só é assumida
após o Atuador estar energizado. As opções com piscante,
seguem as atribuições de NA ou NF mas quando ativas piscam ou
seja, ligam e desligam com a seguinte temporização: 0,2 seg.
ligado e 0,8 seg. desligado.

| TIPO NF |
| PISCANTE |
| TIPO NF PISC |

➢ Tipo NF: Define relé no modo Normalmente fechado.


➢ Piscante : Define relé no modo piscante.
➢ Tipo NF Pisc: Define relé no modo Normalmente fechado e
Piscante.

4.2.26 Programa o sinal de saída do relé 1:

| PROGRAMA SINAL SAI 1 |


| ABERTO | Padrão

O Sinal que será direcionado para a saída pode ser um dos


seguintes:
| FECHADO |
| INTERMEDIÁRIO |
| ESD |
| TORQUE ABERTURA |
| TORQUE FECHAMENTO |
| MODO LOCAL |
| MODO REMOTO |
| INATIVO |
| PARADO |
| MOVIMETO |
| MOVIM ABERTURA |
| MOVIM FECHAMENTO |
➢ Inativo: Saída sem programação, mantém o relê sempre no
estado programado (NA ou NF).
➢ Movimento: Saída ativa quando em movimento de abertura
ou fechamento.
➢ Movimento de Abertura: Saída ativa quando Atuador em

Manual I/O Remoto Digital Pag 16


Coester Automação Ltda
Rua Jacy Porto, 1157 – São Leopoldo – RS – Brasil – CEP 93.025 –120
Fone: (051) 4009-4200 – Fax: (051) 3592-5044
www.coester.com.br

movimento de abertura.
➢ Movimento de Fechamento: Saída ativa quando Atuador
em movimento de fechamento.
➢ Parado: Saída ativa quando Atuador parado.
➢ Aberto: Saída ativa quando Atuador na posição 100%
aberto.
➢ Fechado: Saída ativa quando Atuador na posição 0% aberto.
➢ Intermediário: Saída ativa quando não estiver aberto nem
fechado.
➢ ESD: Saída ativa quando estiver executando um comando
ESD.
➢ Torque Abertura: Saída ativa quando acionado o torque de
abertura.
➢ Torque Fechamento: Saída ativa quando acionado o torque
de fechamento.
➢ Modo Remoto: Saída ativa quando a chave de modo do
painel do Atuador estiver em modo Remoto
➢ Modo Local: Saída ativa quando a chave de modo do painel
do Atuador estiver em modo Local.
Obs.: Se o parâmetro “Inibe Local” estiver ativo, esta condição
nunca será satisfeita, ou seja, indica sempre modo remoto.

4.2.27 Programa saída 2:

| PROGRAMA SAÍDA 2 |
| TIPO NA | Padrão

Programa Saída de contato do Relé 2.


Os mesmos parâmetros válidos para a saída 1

4.2.28 Programa o sinal de saída do relé 2:

| PROGRAMA SINAL SAI 2 |


| FECHADO | Padrão

Programa Saída de Sinal do Relé 2.


Os mesmos parâmetros válidos para a saída 1

4.2.29 Programa saída 3.

| PROGRAMA SAÍDA 3 |
| TIPO NA | Padrão

Programa Saída de contato do Relé 3.


Os mesmos parâmetros válidos para a saída 1

4.2.30 Programa o sinal de saída do relé 3:

| PROGRAMA SINAL SAI 3 |


| MODO REMOTO | Padrão

Programa Saída de Sinal do Relé 3.


Os mesmos parâmetros válidos para a saída 1

Manual I/O Remoto Digital Pag 17


Coester Automação Ltda
Rua Jacy Porto, 1157 – São Leopoldo – RS – Brasil – CEP 93.025 –120
Fone: (051) 4009-4200 – Fax: (051) 3592-5044
www.coester.com.br

4.2.31 Programa saída 4:

| PROGRAMA SAÍDA 4 |
| Tipo NA | Padrão

Programa Saída de contato do Relé 4.


Os mesmos parâmetros válidos para a saída 1

4.2.32 Programa o sinal de saída do relé 4:

| PROGRAMA SINAL SAI 4 |


| MODO LOCAL | Padrão

Programa Saída de Sinal do Relé 4.


Os mesmos parâmetros válidos para a saída 1

4.2.33 Programa saída de alarme.

| PROGRAMA: SAI ALARME |


| NENHUM | Padrão

Esta saída é usada exclusivamente para sinalização de alarmes e


possui 1 contato reversor estando disponíveis as saídas NA e NF.
O rele é energizado com o equipamento, permanecendo assim em
condições normais de funcionamento. Em caso de uma das falhas
programadas, o rele é desenergizado.
Pode ser programada para um ou mais alarmes.
Opções disponíveis:

|TQ |
| FA |
|TQ FA |
| SA |
|TQ SA |
| FA SA |
|TQ FA SA |
| MO |
|TQ MO |
| FA MO |
|TQ FA MO |
| SA MO |
|TQ SA MO |
| FA SA MO |
|TQ FA SA MO |
| BP |
|TQ BP |
| FA BP |
|TQ FA BP |
| SA BP |

Manual I/O Remoto Digital Pag 18


Coester Automação Ltda
Rua Jacy Porto, 1157 – São Leopoldo – RS – Brasil – CEP 93.025 –120
Fone: (051) 4009-4200 – Fax: (051) 3592-5044
www.coester.com.br

|TQ SA BP |
|FA SA BP |
|TQ FA SA BP |
| MO BP |
|TQ MO BP |
| FA MO BP |
|TQ FA MO BP |
| SA MO BP |
|TQ SA MO BP |
| FA SA MO BP |
|TQ FA SA MO BP|
➢ TQ: Ativo quando atingiu torque. Não é acionada no final do
fechamento se programado “Fechamento por torque” e foi atingido
o fim de curso. O sinal permanece ativo até que seja executado
um novo movimento
➢ FA: Ativo se houve falha na fase monitorada que não
alimenta a placa de controle do Atuador (neste caso o Atuador não
opera).
➢ SA: Ativo enquanto existir Sobreaquecimento do motor.
➢ MO: Ativo enquanto houver falha no módulo Posigam.
➢ BP: Ativo quando botão de parada acionado.

4.2.34 Amplia Tempo de Operação (Timming Control)

| PROGRAMA: |
| AMPLIA TEMPO OPER. D | Padrão

Amplia o tempo de operação. Possibilita que o movimento de


abertura e fechamento possam ser de maneira descontinua ou
seja, movimenta durante um determinado tempo (liga o motor) e
para durante algum tempo (motor desligado). Desta maneira, é
possível ampliar o tempo necessário para abertura ou fechamento.
Os tempos são programados independentemente para movimento
e parada na abertura e movimento e parada no fechamento nos
próximos itens.

4.2.35 Tempo Movimento na Abertura

| PROGRAMA TEMPO AB |
| PARADO: XX.X s |

Programa o tempo que o motor permanecerá ligado a cada


acionamento durante o ciclo de abertura. O tempo pode ser
programado com valores entre 0,5 a 10 s em incrementos de 0,5s.

4.2.36 Tempo Movimento no Fechamento

| PROGRAMA TEMPO FC |
| MOVIMENTO: XX.X S |

Manual I/O Remoto Digital Pag 19


Coester Automação Ltda
Rua Jacy Porto, 1157 – São Leopoldo – RS – Brasil – CEP 93.025 –120
Fone: (051) 4009-4200 – Fax: (051) 3592-5044
www.coester.com.br

Programa o tempo que o motor permanecerá ligado a cada


acionamento durante o ciclo de fechamento. O tempo pode ser
programado com valores entre 0,5 a 10 s em incrementos de 0,5s.

4.2.37 Tempo Parado no Fechamento

| PROGRAMA TEMPO FC |
| PARADO: XXX s |

Programa o tempo que o motor permanecerá desligado após cada


acionamento durante o ciclo de abertura. O tempo pode ser
programado com valores entre 3 a 120 s em incrementos de 3 s.

4.2.38 Programa endereço de rede.

| PROGRAMA: END. REDE |


| <0 - 250> XXX |

Programa o endereço do Atuador na Rede Modbus RTU (Sem


AnyBus), este tipo de rede suporta até 250 endereços. A
programação dos endereços é feita pela programação do atuador
(tela acima), então assim sendo comandados remotamente por
um software de comando, que dará os status do atuador, e os
alarmes.

4.2.39 Programa velocidade Baud Rate.

| PROGRAMA: BAUD RATE |


| XXX BPS |

Programa a velocidade do canal FLEX LC / RTU, ajustando de


110 / 300 a 2.400 / 115.200 bps.

| 110 BPS |
| 300 BPS |
| 600 BPS |
| 1.200 BPS |
| 2.400 BPS |Padrão Flex
| 4.800 BPS |
| 9.600 BPS |Padrão RTU
| 14.400 BPS |
| 19.200 BPS |
| 28.800 BPS |
| 38.400 BPS |
| 57.600 BPS |
| 115.200 BPS |
Programa a velocidade nas redes FLEX LC e Modbus RTU. O
protocolo FLEX LC pode variar de 110 a 2.400 bps sendo padrão
2.400 BPS. No Modbus RTU as velocidades variam de 300 a
115.200 bps, sendo padrão 9.600 bps.
OBS: Os protocolos de rede Anybus, a velocidade não é
programada, os parâmetros já vem definidos do fabricante.

4.2.40 Programa paridade da rede.

| PROGRAMA: PARIDADE |

Manual I/O Remoto Digital Pag 20


Coester Automação Ltda
Rua Jacy Porto, 1157 – São Leopoldo – RS – Brasil – CEP 93.025 –120
Fone: (051) 4009-4200 – Fax: (051) 3592-5044
www.coester.com.br

| PARIDADE Par | Padrão

Programa o tipo de paridade na rede ModBus RTU

| PARIDADE IMPAR |
| PARIDADE SEM PARIDADE |
| PARIDADE PAR |Padrão
| PARIDADE MARCA |
| PARIDADE SPACO |

➢ Paridade Ímpar: Define paridade do Byte como Ímpar,


números de 1 igual a ímpar.
➢ Paridade Sem Paridade: Define paridade do Byte como
Sem Paridade, assim não fazendo o teste de paridade no
recebimento e envio.
➢ Paridade Par: Define paridade do Byte como Par, números
de 1 igual a Par.
➢ Paridade Marca: Define a paridade como marca.
➢ Paridade Spaço: Define a paridade como Spaço.

4.2.41 Programa tempo operação atuador.

| PROG. TEMPO OPERACAO |


| MAXIMO: DESLIGADO | Padrão

Programa o tempo que o atuador leva até o fim de curso ou


intermediário para Fechamento e Abertura. Para tempo
intermediário, pode-se programar por Exemplo: 40 segundos de
comando para abertura, então irá abrir o componente atuado por
durante 40 segundos e para o acionamento.

4.2.42 Programa numero de partidas por hora.

| NUMERO PARTIDA HORA |


| MAXIMO: DESLIGADO | Padrão

Programa o número máximo que o atuador (Motor e conjunto


mecânico) vai partir por Hora, este então ultrapassando gera um
alarme.

4.2.43 Seta o valor do torque em zero.

| TORQUE AFERIDO XXXXX |


| TORQUE ZERO? XXXXX |

O valor em Nm da linha inferior do Display é o valor do sensor


eletrônico de torque inicial.
A segunda primeira linha seta o torque inicial como valor Zero.
EX: O valor da linha inferior é o ZERO da linha superior, tendo o
funcionamento de TARA.

4.2.44 Configura a cor do LED do painel.

| Configura LED VERDE |


| LED VERDE = ABERTO | Padrão

Manual I/O Remoto Digital Pag 21


Coester Automação Ltda
Rua Jacy Porto, 1157 – São Leopoldo – RS – Brasil – CEP 93.025 –120
Fone: (051) 4009-4200 – Fax: (051) 3592-5044
www.coester.com.br

Se LED verde configurado ABERTO, as cores dos led's serão


verde para aberto e vermelho para fechado. Se LED verde
configurado FECHADO, então a posição de aberto irá passar para
VERMELHO, e fechado para VERDE.

4.3 I/O Remoto Digital – Vista do Módulo

Alimentação Entradas Saídas

24 VDC Programação
de firmware

Led`s Indicadores Conectores SATA Conector do I/O


das entradas (comunicação I²C) Analógico
Led's

D1: Entrada 1 = (cabo 34) D5: Entrada 5 = (cabo 38)


D2: Entrada 2 = (cabo 35) D6: Entrada 6 = (usada somente p/ GAMK)
D3: Entrada 3 = (cabo 36) D7: Entrada 7 = (usada somente p/ GAMK)
D4: Entrada 4 = (cabo 37) D8: Entrada 8 = (usada somente p/ GAMK)

Manual I/O Remoto Digital Pag 22


Coester Automação Ltda
Rua Jacy Porto, 1157 – São Leopoldo – RS – Brasil – CEP 93.025 –120
Fone: (051) 4009-4200 – Fax: (051) 3592-5044
www.coester.com.br

Histórico das Revisões

Nº versão Nº revisão Data Comentários


0 0 10/07/2009 Primeira versão do documento
1 0 10/08/2010 Inserido item 4.2.24 e revisado item 2.5.
27/08/2010 Revisão ortográfica, inclusão de novos
1 1 modelos de atuadores nos items 4.2.7 e 4.2.8
1 2 30/12/11 Revisado item 2.4
1 3 19/11/2012 Correção do item 4.1 (ALERTA)

Manual I/O Remoto Digital Pag 23