Você está na página 1de 6
00:01-01 Edição 2 p b p r o g r a m a 9 6

00:01-01

00:01-01 Edição 2 p b p r o g r a m a 9 6 Industrial

Edição 2

pb

programa 96

Industrial & Marine Engines

Novidades da linha de motores 96

Esta seção descreve brevemente as alterações de projeto e de especificação que foram feitas nos motores industriais (A) e nos marítimos (M) em relação à linha de 96.

Para obter uma descrição mais detalhada das alterações, veja as descrições da operação e de funcionamento, as instruções de instalação e as especificações relativas a toda a linha de motores no Manual de Especificações e no Manual de Oficina.

Índice

Novos tipos de motor

 

2

Motor 9

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

3

Motor 11

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

5

Motor 14

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

6

1 588 460

© Scania CV AB 1997-02

Novos tipos de motor Novos motores industriais   Veloci-   Tipo de motor dade Gen-

Novos tipos de motor

Novos motores industriais

 

Veloci-

 

Tipo de motor

dade

Gen-

variá-

set

 

vel

DS9 90A

X

 

DS9 92A

 

X

DSC9 46A

X

 

DSC9 49A

 

X

DSC9 50A

 

X

DSI9 48A

X

 

DS11 95A

X

 

DS11 96A

 

X

DS11 97A

 

X

’DSI11 71A

X

 

DSI11 72 A

 

X

DSC11 56A

X

 

DSC11 57A

 

X

DSC11 58A

 

X

DS14 52A

X

 

DSI14 72A

 

X

DSI14 77A

 

X

DSI14 79A

X

 

DSC14 57A

 

X

DSC14 61A

 

X

DSC14 62A

 

X

DSC14 63A

X

 

Novos motores marítimos

 

Veloci-

 

Tipo de motor

dade

Gen-

variá-

set

 

vel

DS9 93M

X

 

DS9 95M

 

X

DSI9 44M

X*)

 

DSI9 46 M

X*)

 

DSI9 47M

X*)

 

DSI9 50 M

 

X*)

DS11 98M

X

 

DS11 99M

 

X

DSI11 73M

X*)

 

DSI11 74M

X*)

 

DSI11 75M

X*)

 

DSI11 78 M

X**)

 

DSI11 76M

 

X*)

DSI11 77M

 

X**)

DSI14 68M

X*)

 

DSI14 69M

X*)

 

DSI14 73M

X

 

DSI14 74M)

X

 

DSI14 75M

X*)

 

DSI14 78M

 

X

*) somente com trocador de calor

**) somente sem trocador de calor

Programa 96 Motor 9 Generalidades - O deslocamento total aumentou para 9,0 litros. - O

Programa 96

Motor 9

Generalidades

- O deslocamento total aumentou para 9,0 litros.

- O curso aumentou 8 mm e passou a ser 144 mm.

- Todos os motores têm a relação de compressão 17:1, exceto os marítimos de alta potência, que apresentam 15:1.

Motores industriais

- O comprimento total do motor (carcaça do volante até o ventilador) foi reduzido em 52 mm.

- DSI9: Introduziu-se uma versão com radia- dor de ar refrigerado a água.

Pistões

- O anel de compressão superior foi deslocado 2,8 mm para cima e recebeu um revestimento de molibdênio.

- A altura do anel raspador foi reduzida de 4,75 mm para 3,5 mm.

Camisa do cilindro

- Introduziu-se uma nova camisa de cilindro com um colar mais baixo.

- Ao mesmo tempo, a altura do anel solto, o anel econômico, foi levemente reduzida.

Virabrequim

- O diâmetro da carreira do mancal frontal aumentou para 95 mm.

Bloco de cilindros

- A camisa foi reforçada.

- O bloco de cilindros foi reforçado para reduzir o nível de ruído

- O bloco também foi modificado para fazer espaço para o novo virabrequim.

- Introduziram-se novas alças para fixar a estru- tura das bombas.

- A vareta de óleo fica no bloco e não no cárter de óleo.

Cárter de óleo

- Introduziu-se um novo cárter de óleo. Ele é do mesmo tipo usado em caminhões, sem a cone- xão de fixação da vareta.

Sistema de injeção

- A bomba injetora fica montada em flange com um ângulo de inclinação de 15° para fora para deixar a folga necessária para o coletor de admissão.

- A bomba injetora padrão é do tipo 3000 com um regulador RSV.

- Nos motores de alta potência haverá uma bomba 8000 com válvula de combustível como padrão.

- Introduziram-se conjuntos dos novos tubos de admissão de combustível.

- Só existe um filtro de combustível, à direita e abaixo da bomba, e consideravelmente maior.

Tampa de distribuição e carcaça da engrenagem de distribuição

- A placa especial de amortecimento sonoro da frente da carcaça foi retirada.

- Introduziu-se uma superfície de fixação para um novo tensor de correia.

Sistema de refrigeração - Introduziu-se uma nova bomba de refrigerante, menor, com uma relação 27%

Sistema de refrigeração

- Introduziu-se uma nova bomba de refrigerante, menor, com uma relação 27% mais alta, de

2,3:1.

- O filtro de refrigerante não é mais integrado na versão padrão mas pode ser fornecido em sepa- rado.

Motor industrial

- Existe uma nova carcaça de termostato com somente um termostato de fixação perma- nente. A carcaça é conectada diretamente ao coletor de refrigerante.

- Introduziu-se um novo acionamento de ven- tilador com uma relação de transmissão de

1,08:1.

Motor marítimo

- O padrão de furos para a bomba de água sal- gada foi renovado e é idêntico ao do com- pressor.

- O núcleo do trocador de calor ficou mais longo para aumentar a capacidade de refri- geração.

Engrenagem de transmissão da correia

- Introduziu-se uma nova engrenagem de trans- missão na correia com correia de ranhuras mútliplas, acionada pelo virabrequim.

- Existem sete padrões diferentes de compri- mento para esta correia.

- A relação de transmissão da engrenagem de transmissão da correia é de 3,9:1 para o alter- nador e de 2,35:1 para o compressor A/C.

Escapamento

- O local padrão do turbocompressor foi leve- mente deslocado para a frente.

- O turbo padrão será o Holset HX50 para todas as versões.

Compressor de ar

- Introduziu-se como padrão um compressor Knorr de cilindro único com um deslocamento de 300 cm 3 . Também é possível instalar uma bomba de direção de potência na parte traseira do compressor de ar. Essa bomba é acionada em linha com o compressor.

Ventilação fechada do cárter

- A válvula fica agora instalada em um dos pai- néis laterais da tampa das válvulas. O projeto permitiu abaixar a parte superior da válvula 58 mm.

Sistema elétrico

- Introduziu-se um novo feixe de cabos padroni- zado (somente para os motores 9). Este tem uma carcaça flexível e os ramos Y e T.

- Só se usam monitores de 2 polos e sensores para a pressão do óleo e a temperatura do refri- gerante.

- Introduziram-se novos alternadores, 65 Ah para a instalação de 1 e 2 polos e 90 Ah para a instalação de 1 polo.

Programa 96 Motor 11 Sistema de injeção - A bomba injetora fica montada em flange

Programa 96

Motor 11

Sistema de injeção

- A bomba injetora fica montada em flange com um ângulo de inclinação de 15° para fora para deixar a folga necessária para o coletor de admissão.

- Bomba 3000 com regulador RSV.

- Nos motores de alta potência haverá uma bomba 8000 com RQV-K como padrão para os motores de velocidade variável e o regulador RQ para os motores de velocidade fixa. Essa bomba tem uma torneira de combustível para parar o motor.

- Os motores industriais têm somente um filtro de combustível, significativamente maior do que antes.

- Existem novos tubos de combustível em todos os tipos de motores. O diâmetro externo dos tubos de combustível aumentou para 12 mm.

- Os bicos injetores dos motores marítimos têm 5 furos.

Cabeçote do cilindro, pistões

- Os motores marítimos passaram a ter cabeçotes de cilindro com rotação total.

- Os motores industriais têm cabeçotes de cilin- dro com meia volta. Neste caso usam-se injeto- res de 8 furos.

- Os pistões com relação de compressão 15:1 têm refrigeração por borrifamento.

- Os pistões com relação de compressão 13,5;1 (de alta potência) têm refrigeração em canal de resfriamento.

Engrenagem de distribuição

- A carcaça e a tampa da engrenagem de distri- buição foram refeitas para permitir a monta- gem da bomba injetora flangeada.

- Isto significa que a conexão mecânica montada no virabrequim com o acoplamento SAE-3 não pode ser montada.

Sistema elétrico

- Foi introduzido um novo feixe de cabos novo e padronizado (somente para os motores 11). Este tem uma carcaça flexível e os ramos Y e T.

- Só se usam monitores de 2 polos e sensores para a pressão do óleo e a temperatura do refri- gerante.

- O padrão é um alternador 65 Ah para os moto- res industriais de 1 polo e de 2 polos para os motores marítimos. Existe um alternador 90 Ah de 1 polo opcional.

- Existem as seguintes alternativas: 65 + 65 Ah, 1 polo e 2 polos, e 65 + 90 Ah, 1 polo. Existe uma nova proteção de correia para essas insta- lações que também é adequada para alternati- vas com alternador e bomba de porão em instalação dupla.

- A proteção da correia para a instalação com alternador único foi aperfeiçoada para evitar o perigo de ferimento.

- Introduziram-se um novo motor de partida com potência de 6,7 kW e um dispositivo posi-torq.

Turbocompressor

- Existem diversos turbocompressores para os novos códigos de potência.

Motor 14 Generalidades - Para reduzir a quantidade de fumaça branca com carga zero ou

Motor 14

Generalidades

- Para reduzir a quantidade de fumaça branca com carga zero ou baixa introduziram-se bom- bas injetoras de quatro elementos em todos os motores marítimos de alta potência e em moto- res genset.

- A bomba manual de combustível foi deslocada para um local próximo à bomba injetora.

- Na maioria das versões há turbocompressores e dobras de saída novoa.

- Introduziram-se um novo motor de partida com potência de 6,7 kW e um dispositivo posi-torq.

Motores marítimos

- Introduziu-se uma nova versão de alta potência para embarcações de recreação. As soluções de projeto mais óbvias aparecem em outro capí- tulo.

Sistema de injeção

- O controlador RSV será padrão para os moto- res de velocidade variável e o regulador RQ será padrão para os motores de velocidade fixa.

- Será introduzido um novo sistema de controle eletrônico Scania DEC 2 nos motores maríti- mos de alta potência.

- O diâmetro externo dos tubos de combustível aumentou para 12 mm.

Sistema de refrigeração

Motores marítimos

- O coletor de escapamento refrigerado a ar de ré consiste em duas partes fixadas entre si por parafusos.

Filtro de ar

- Introduziu-se um novo filtro de ar Donaldson com elemento substituível, tendo maior capaci- dade, 40 m 3 /min do que o tipo velho.

- Há dois tipos de filtros de ar: para aplicações leves e médias. A diferença é que o filtro de ar para aplicação média tem um filtro grosso equipado com um elemento de segurança.

Sistema elétrico

- Introduziu-se um novo feixe de cabos padroni- zado (somente para os motores 14). Este tem uma carcaça flexível e os ramos Y e T.

- Só se usam monitores de 2 polos e sensores para a pressão do óleo e a temperatura do refri- gerante.

- Introduziram-se novos alternadores 65 Ah para as instalações de 1 e de 2 polos.

- Este alternador pode ser instalado em instala- ções duplas em todos os tipos de motor, à exce- ção dos motores DSC.

Motor de alta potência, marítimo

O novo motor de alta potência para embarcações de recreação tem as seguintes características de projeto:

- Instalação de turbinas duplas com turbocom- pressores refrigerados a água.

- Trocador de calor maior, com carcaça de silu- mina e núcleos com tubos múltiplos, ofere- cendo maior capacidade de refrigeração.

- A tampa de distribuição e a parte inferior do coletor de admissão também são de silumina.

- Existe um radiador de ar adicional para o ar de admissão, refrigerado com água salgada do tro- cador de calor.

- A bomba de refrigerante tem uma relação de transmissão maior, de 1,44:1, e oferece, assim, vazão 25% maior.

- O radiador de óleo passa a ser diretamente aco- plado à saída do trocador de calor para os radi- adores de ar. Com isso se conseguiu aumentar a capacidade de refrigeração do óleo.